Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \31\UTC 2010

O ORGULHO DA TORCIDA

Corinthians – Mostrou entusiasmo e empolgação desde o começo para bater o Santos em um clássico animado e com muita rivalidade.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-MG – Em casa, perdeu feio para o Fluminense, mesmo tendo saído na frente do placar logo no começo do jogo.

TROFÉU HERÓI

Romerito – Com dois gols, o meia do Goiás, que estava apagado ultimamente, decidiu o clássico contra o Atlético-GO.

TROFÉU VILÃO

Valencia – O jogo do Atlético-PR contra o Inter já estavam bastante comprometido, mas o volante complicou de vez as coisas quando foi expulso. Resultado: goleada do Colorado por 4 a 1.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Bernardo – O meia já tinha mostrado que tinha potencial no Cruzeiro, mas foi negociado após os estaduais e agora conseguiu fazer um bom jogo pelo Goiás.

VALEU O INGRESSO

Petkovic – Contra o Grêmio, dominou com a bola com a perna direita, chutou forte com a esquerda e deixou o goleiro Victor imobilizado e sem ação.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Corinthians 4 x 2 Santos – Foi um clássico da forma que tem que ser um jogo assim: muitos gols, alguma polêmica, boas atuações individuais, provocações e rivalidade. A atuação fraca do Peixe não desvaloriza a grande partida que aconteceu no Pacaembu.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Guarani 0 x 0 São Paulo – O Tricolor jogou com um time misto e não conseguiu manter a boa fase, enquanto o Bugre segue seu processo de evolução para tentar fugir do rebaixamento. Dessa forma, o jogo ficou equilibrado em um nível fraco e teve pouca emoção.

DETALHE TÁTICO

Corinthians no 4-4-2 – Sem um centroavante típico e com dois meias de armação, o time criou jogadas com uma frequência maior e venceu o clássico contra o Santos.

Caso o jovem Bruno César mantenha esse nível alto de atuação, o esquema tático pode se tornar o ideal para o time de Mano Menezes

DETALHE DO TÉCNICO

Muricy Ramalho – Contra o Atlético-MG, Alan foi colocado em campo no lugar de Rodriguinho e foi decisivo na vitória do Fluminense: fez um gol e deu o passe para outro na vitória surpreendente por 3 a 1.

O FUTEBOL É INJUSTO

Botafogo 1 x 1 Vasco – Difícil é definir quem saiu prejudicado, já que a arbitragem de Simon foi horrível no clássico carioca.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Ceará – Mesmo no Castelão, era esperado que o Cruzeiro impusesse mais dificuldades para o Vovô, que venceu e agora é o vice-líder do Brasileirão.

PAPO RETO

Dorival Júnior,

E o sistema defensivo do Santos?

Os times já entenderam que o melhor jeito de combater o Peixe é atacá-lo, já que a marcação é realmente fraca. Mas você, Dorival, tem ignorado isso, confiando nos seus talentosos atacantes. Contudo, nem sempre eles vão resolver. É bom pensar nisso!

ACRÉSCIMOS

Empates – A curiosidade da rodada foi o predomínio de resultados iguais. O pior é que vários foram bem fracos, como São Paulo 0 x 0 Gaurani, Palmeiras x Grêmio-SP e Avaí 0 x 0 Vitória.

Anúncios

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA


Fluminense –
Com boa atuação de Conca, o Tricolor venceu o clássico contra o Flamengo com autoridade. O time mostrou evolução e precisa continuar crescendo para sonhar com algo no Brasileirão 2010.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Palmeiras – Em um clássico contra o São Paulo, atingir marca de 6 pênaltis perdidos consecutivamente é, no mínimo, trágico.

TROFÉU HERÓI

Schwenck – O atacante sequer é titular do Vitória, mas entrou no time e fez três gols na vitória contra o Atlético-MG.

TROFÉU VILÃO

Fabiano Eller – O zagueiro do Inter foi expulso no jogo contra o Vasco, animando o adversário, que, de forma injusta, conseguiu a virada.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Bruno César – O meia do Corinthians tem apenas 21 anos, mas mostrou que pode, no mínimo, ser uma boa opção no banco de reservas, entrando no 2º tempo e mudando o ritmo de um jogo. Exatamente como fez contra o Grêmio-SP.
VALEU O INGRESSO

Wagner Diniz – Ainda na ponta direita, o lateral iniciou uma tabela. Depois, driblou três defensores, invadiu a área e acertou um forte chute para surpreender a qualquer com um golaço impressionante.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Vitória 4 x 3 Atlético-MG – Cheio de falhas, mas também com bons momentos, foi um jogo surpreendentemente emocionante demais.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Goias 0 x 0 Ceará – Com atuações apáticas dos meias Geraldo, do Ceará, e Bernardo, do Goiás, os times pouco criaram e sequer conseguiram balançar as redes para trazer alguma emoção ao jogo.

DETALHE TÁTICO

Fluminense no 4-4-2 – Quando chegou ao Flu, Muricy prometeu mudar pouco o bom trabalho que Cuca tinha feito até ali. Não cumpriu, pois agora parece que o esquema mais utilizado pelo time será diferente do 3-5-2 do começo do ano.

O que não significa uma mudança para pior. O time foi bem contra o Flamengo e, com possíveis reforços para o 2º semestre, pode funcionar ainda melhor com essa nova estratégia.
DETALHE DO TÉCNICO

Ricardo Gomes – Marlos se machucou e, ao invés de colocar um meia mais lento, o técnico arriscou e fez o atacante Fernandinho entrar em campo contra o Palmeiras. Dessa forma, o São Paulo não perdeu sua velocidade, ponto forte do Tricolor que deu certo em 2010.

Vale também destacar o erro do outro lado. O interino Jorge Parraga se viu na mesma situação e tomou uma atitude diferente: o meia Cleiton Xavier saiu lesionado e quem entrou em seu lugar foi o volante Souza. Alteração errada que se refletiu no placar final.
O FUTEBOL É INJUSTO

Vasco 3 x 2 Inter – O pênalti de Nei contra Ernani simplesmente não existiu. O lance determinou o empate do Vasco, que ainda conseguiu a virada posteriormente. Vitória decidida pelo árbitro Héber Roberto Lopes que não muda o fato do Inter precisar acordar urgentemente para o Brasileirão 2010.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Grêmio-SP – Mesmo jogando em casa, não esperava que o time de Presidente Prudente conseguisse dificultar tanto a vida do líder do Brasileirão, o Corinthians. Não fosse o gol contra de Dênis, o Grêmio-SP poderia ter levado até a vitória.

PAPO RETO

Avaí e Palmeiras,

Bem-vindos à realidade!
As derrotas de ambos mostram como vocês não podem ter ilusões com o bom começo nas três primeiras rodadas. É preciso se reforçar para não entrar na luta contra o rebaixamento!
ACRÉSCIMOS

Atlético-PR – Até venceu o Atlético-GO, mas teve que ouvir sua própria torcida cantar o nome do técnico adversário, Geninho. Pior: ao fim do jogo, Leandro Niehues admitiu que deve sair do comando do Furacão em breve. Constrangimento pouco é bobagem!

Read Full Post »

Uma particularidade se desenha no mercado do futebol para a próxima temporada europeia: vários times estão fazendo apostas em jogadores jovens, pouco conhecidos, mas que podem estourar em breve.

É claro que os investimentos em craques consagrados também devem acontecer, mas isso só será confirmado futuramente. Por enquanto, nos resta ficar de olho nesses novos talentos que estão migrando para grandes times da Europa. O post desta quinta trata de um caso desses e outros virão no futuro.

Enquanto isso, a seção Dizem por aí segue ativa para quem quiser se informar sobre os boatos e especulações para a próxima temporada europeia.

Prazer, eu sou a primeira contratação do Real Madrid para a temporada 2010/2011 e devo ser uma das principais revelações do futebol internacional nos próximos anos.

É verdade que eu ainda posso ser emprestado para outro time para ganhar experiência, mas chego com moral aos merengues, já que custei 5 milhões de euros e também fui disputado por Chelsea e Manchester City.

Tudo isso por causa de um estilo de jogo ousado e cheio da habilidade. Sou um meia-atacante canhoto e costumo jogar pelas pontas do campo. Fazendo isso na última temporada, pelo Racing Santander, consegui destaque rapidamente, ajudando a salvar meu time do rebaixamento com 6 gols e 3 assistências em 25 jogos. A imprensa internacional deu grande destaque para o jogo que fiz contra o Sevilla, no qual eu fiz dois golaços.

Depois de tudo isso, cheguei até a ser cotado para disputar a Copa do Mundo pela Espanha. “Ele não é jovem demais para ser convocado”, disse Vicente Del Bosque, o técnico da Fúria.

Infelizmente não vou para a África do Sul, mas trabalharei para estar com a seleção do meu país em 2014. Prazer, eu sou Sergio Canales e posso ser uma das estrelas da Copa do Mundo no Brasil.

Sergio Canales
Calma, espera, deixa comigo que eu ainda vou pra Copa

Read Full Post »

Terça foi dia de escolher os melhores. Agora é a vez de eleger os piores. Afinal, também não faltaram decepções na temporada 2009/ 2010 do futebol europeu. Especialmente quando se trata das contratações feitas.

Grandes times investiram grandes valores em grandes jogadores. Mas nem sempre o resultado foi tão grandioso. O Real Madrid, por exemplo, gastou, ao todo, 257,4 milhões de euros em reforços. Resultado: não conquistou título algum e foi eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campeões.

O segundo time que mais gastou, o Manchester City (139,3 milhões de euros), viveu situação parecida, já que não ficou com a sonhada vaga na Liga dos Campeões.

Com isso, entre os quatro grande campeonatos europeus, é grande a lista de atletas que despertaram uma expectativa enorme e não conseguiram corresponder em campo. Eles até podem dar a volta por cima na próxima temporada, mas por enquanto estão marcados pelo fracasso em seus novos clubes. São eles:

1º) Felipe Melo (Juventus)
O volante brasileiro saiu da Fiorentina por 25 milhões de euros e era uma das esperanças da Juventus para voltar a brigar pelo título do Campeonato Italiano. Apesar de ter jogado com frequência, ele falhou constantemente, se mostrou indisciplinado várias vezes e naufraugou junto com um time que só decepcionou.

2º) Kaká (Real Madrid)
Ele nem jogou tão mal quanto dizem, mas o alto valor pago para o Milan (65 milhões de euros) somado ao fracasso do Real Madrid fizeram com que ele ficasse marcado como uma das maiores decepções da temporada.

Provavelmente com José Mourinho no comando dos merengues, o brasileiro deve jogar mais vezes em sua posição e crescer de produção no segundo semestre de 2010.

3º) Alberto Aquilani (Liverpool)
Sem Xabi Alonso, o Liverpool foi atrás de Aquilani, na Roma, para substituí-lo, mas não deu certo. As frequentes lesões, que sempre acompanharam o italiano, o atrapalharam mais uma vez e ele não justificou os 20 milhões investidos. Para piorar, ele ainda viu seu time ficar fora até da Liga Europa na próxima temporada.

4º) Karim Benzema (Real Madrid)
Foi uma temporada para Benzema esquecer. Ele saiu do Lyon e chegou ao Real para ser o centroavante de um time cheio de estrelas, mas sequer conseguiu ser titular. O “Ronaldo francês” perdeu posição para Higuaín e ainda ficou de fora da Copa do Mundo. Difícil que a próxima temporada seja pior para ele.

5º) Klaas-Jan Huntelaar (Milan)
O holandês já tinha decepcionado, um ano antes, com a camisa do Real Madrid. Foi para o Milan e o filme se repetiu: poucos gols, raros momentos de brilho, quase nenhuma qualidade técnica apresentada e muita decepção. O titular da posição foi o razoável Borriello, e Huntelaar já está queimado entre os times grandes da Europa.

6º) Dmytro Chigrinskiy (Barcelona)
Não se paga 25 milhões de euros por um defensor para que ele seja a quarta opção do time. Mas foi o que aconteceu com o Barça ao tentar investir no ucraniano Chigrinskiy. É claro que não é fácil vencer a concorrência com Piqué e Puyol, dois dos melhores zagueiros do mundo atualmente, mas ele conseguiu ser reserva até de Gabriel Milito ou Rafa Márquez. Decepção enorme!

7º) Yuri Zhirkov (Chelsea)
Um dos destaques da surpreendente Rússia na Eurocopa 2008, o versátil jogador sofreu com uma lesão e não conseguiu se encaixar no plantel do Chelsea. Tanto na lateral-esquerda quanto no meio-campo a concorrência é dura para ele, mas o fato é que faltou mostrar mais qualidade para realmente justificar o valor investido, 21 milhões de euros.

8º) Mario Gomez (Bayern de Munique)
A decepção não foi tão grande por causa do sucesso que o Bayern conseguiu ao final da temporada, mas os 30 milhões de euros investidos em Mário Gomez não foram tão úteis. Isso porque ooutros atacantes do time, como o jovem Thomar Müller e o croata Ivica Olic se destacaram muito mais.

É claro que Mario foi razoavelmente útil e ainda pode ser mais, mas todo o dinheiro gasto poderia ter feito mais diferença se o Bayern tivesse trazido um jogador para outras posições, como um zagueiro, por exemplo.

9º) Roque Santa Cruz (Manchester City)
Ele não chegou com grandes expectativas, mas 21 milhões de euros foram gastos em um jogador que só foi um reserva medíocre para Adebayor. O paraguaio é limitado mesmo. O City poderia ter buscado uma opção ofensiva melhor e talvez até mais barata para ajudar o time na briga por uma vaga na Liga dos Campeões.

10º) Diego (Juventus)
O meia brasileiro chegou a empolgar no começo, mas logo mostrou que não destoaria do fracasso do seu time na temporada. Ele foi titular com frequência e até viveu bons momentos, mas não conseguiu ser o líder e a referência no meio-campo que a Vecchia Signora tanto precisava.

Agora especulam que seu futuro no clube pode ser ainda pior. Isso porque o novo técnico da Juventus, Luigi Del Neri, costumar usar o esquema tático com duas linhas de 4, no qual Diego não se encaixa em posição alguma.

11º) Zlatan Ibrahimovic (Barcelona)
Aqui a opinião é menos minha e mais da torcida do Barcelona. Afinal, Ibra não foi tão mal em seu primeiro ano em um novo time. Não chegou a se destacar como nos tempos de Inter de Milão, é verdade, mas fez mais de 20 gols e ajudou o time na conquista do título espanhol.

Agora Villa já chegou e ele pode sair do time por falta de espaço, mas ainda acredito que eo sueco poderia ser útil. Só eu. Os catalães não.

Read Full Post »

Como os melhores jogadores do mundo estão na Europa, não é nada fácil eleger os principais atletas de uma temporada. Na de 2009/2010 não foi diferente. Mas isso não é motivo para ficar em cima do muro. Sendo assim, o Opiniões em Campo apresenta abaixo o seu time com os principais destaques do futebol europeu.

É uma equipe escalada com três atacantes, já que a Inter de Milão, campeã de tudo, jogou assim durante boa parte da temporada. E é um time possível, já que também conta com volantes para equilibrar o sistema defensivo. Não são exatamente os melhores do mundo em cada posição, mas são os que mais renderam nos últimos 12 meses:

Júlio César; Maicon, Lúcio, Puyol, Evra; Cambiasso, De Rossi, Sneijder; Messi, Milito  e Robben

Goleiros
Júlio César (Inter de Milão) até falhou algumas vezes, mas seus milagres ainda se destacaram mais na campanha brilhante da Inter de Milão.

Outros destaques da posição foram surpreendentes, como Valdés (Barcelona) e Hans-Jorg Butt (Bayern de Munique). Além destes, Cech (Chelsea) e Buffon (Juventus), sempre regulares, também tiveram suas boas fases.

Lateral direita
Maicon (Inter de Milão) foi um monstro na lateral-direita. Com força física na marcação e alguma habilidade no ataque, ele fez uma temporada irretocável.

Mas não faltam outros atletas que se destacaram na temporada, como Sergio Ramos (Real Madrid), Dani Alves (Barcelona), Ivanovic (Chelsea), Lahm (Bayern de Munqiue) e Bale (Tottenham).

Zagueiros
Aqui o nível já foi mais baixo. Fora Lúcio, que é unanimidade, não foi fácil escolher um outro zagueiro realmente brilhante.

Pensei em Vidic (Manchester United), Vermaelen (Arsenal) e Piqué (Barcelona), mas preferi optar pelo capitão do Barça, Carles Puyol, um veterano que melhora a cada temporada.

Lateral esquerda
Patrice Evra (Manchester United) não chegou a ser brilhante, mas foi seguro e eficiente tanto no ataque quanto na defesa. Dessa forma, até por uma falta de concorrência maior na posição, ele tem se destacado mais do que qualquer um.

Ashley Cole (Chelsea) e Riise (Roma) também tiveram bons momentos, mas de uma forma mais irregular. O brasileiro Marcelo (Real Madrid) foi importante para o seu time, mas nem sempre jogou como lateral, e sim como meio-campista.

Volantes
Maradona talvez seja o único que não escalaria o argentino Cambiasso nessa seleção. O volante da Inter de Milão fez jogos impressionantes no Campeonato Italiano e principalmente na Liga dos Campeões.

Já De Rossi (Roma) superou por pouco outros bons concorrentes, como Van Bommel (Bayern de Munique), Barry (Manchester City) e Lass Diarra (Real Madrid).

Meias
Snejder foi outro grande destaque da brilhante Inter de Milão. Dispensado pelo Real no final da temporada passada, ele deu a volta por cima da melhor forma possível.

Lampard (Chelsea), Fábregas (Arsenal) e Xavi (Barcelona) foram outros meias que brilharam e poderiam, por exemplo, entrar no lugar de De Rossi nesse time, para uma formação mais ofensiva.

Atacantes/ pontas
Aqui é a escolha mais difícil de todas, pois não faltam bons jogadores que podem fazer esse função. Messi (Barcelona) e Robben (Bayern de Munique) foram os escolhidos porque decidiram, com muita habilidade, jogos importantes de seus times.

Mas Ribéry (Bayern), Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Ronaldinho Gaúcho (Milan), Nani (Manchester United) e Tevez (Manchester City) poderiam fazer essa função e praticamente todos manteriam a mesma qualidade.

Centroavantes
Não foi fácil tirar Rooney (Manchester United) ou Drogba (Chelsea) desse time, mas o fato é que Milito (Inter de Milão) fez por onde. Com gols decisivos e em momentos difíceis, ele foi o principal centroavante de mundo.

Em outro nível, abaixo dos 3, estão Forlán (Atlético de Madrid), Villa (Valencia), Higuaín (Real Madrid) e Mamadou Niang (Olympique de Marselha)

Read Full Post »

Em março deste ano, fiz um post aqui no qual destaquei a grande emoção que era esperada para a reta final dos principais campeonatos europeus. Também fiz meus palpites, como de costume.

Resultado após o final da temporada no Velho Continente: acertei ao imaginar que teríamos grandes jogos pela frente. Já os palpites… errei feio. Vamos voltar às análises:

Campeonato Inglês
Campeão: Chelsea
Meu palpite: Manchester United

Arrisquei em um momento em que tudo parecia complicado para o Chelsea, já que o time sofria com lesões e necessidades de mudanças táticas. Além disso, Rooney voava no Manchester United.

No entanto, veio a lesão do atacante inglês e o técnico Carlo Ancelloti exibiu competência para comandar seu time para um título mais do que justo. Seu trabalho tático foi brilhante e a força que seu ataque exibiu foi impressionante. Admito: eu não esperava mesmo por isso…

Os destaques negativos ficam por conta do Arsenal, que mais uma vez decepcionou quando era necessário, e principalmente do Liverpool. Foi vergonhoso o trabalho de Rafa Benítez, que também tinha um elenco limitado demais em mãos, é verdade. Mantenho minha opinião dada em novembro do ano passado: os Reds precisam de uma reformulação completa urgentemente, mas o atual técnico não é o homem certo para comandar isso.

Campeonato Espanhol
Campeão: Barcelona
Meu palpite: Real Madrid

Resolvi arriscar na zebra e me dei mal. Como eu já tinha escrito, era muito mais óbvio apostar que o Barcelona, um time mais pronto e em ótima fase, fosse o campeão. Porém, o foco do time catalão poderia se voltar para a Liga dos Campeões, abrindo espaço para o título merengue. Não foi o que aconteceu.

A eliminação do Barça na semifinal da Liga dos Campeões só evidenciou a diferença entre os dois times que disputavam o título espanhol. Enquanto um dependia de lampejos do craque Cristiano Ronaldo, o outro dava todas as condições para que o craque Messi brilhasse.

A campanha do Barcelona foi impressionante na Espanha
A campanha do Barcelona foi impressionante na Espanha

O que resta é pensar em 2010/2011 e agora tudo indica que ninguém menos do que José Mourinho vai para o Real Madrid. Do outro lado, Villa já se apresentou e Fàbregas deve chegar. Tudo isso só mostra que a briga pelo título da próxima temporada tem tudo para ser ainda melhor e mais indefinida. Droga! Vou errar outro palpite…

Campeonato Italiano
Campeão: Inter de Milão
Meu palpite: Inter de Milão

Acertei o mais óbvio. Afinal, por mais que Milan e principalmente a Roma tenham se esforçado de uma forma bonita, era evidente que a grande equipe da temporada europeia seria a Inter de Milão.

A emoção existiu até o último jogo, mas o título foi mesmo decidido por um impressionante Diego Milito. Aliás, as conquistas da Inter ficaram marcadas por grandes contratações, como a do argentino. Será que Milan, Juventus e Roma conseguirão se reforçar tão bem para a próxima temporada? Precisam muito!

Aliás, a Juventus merece um parágrafo à parte. Foi terrível a campanha da Vecchia Signora! Não tem um time tão ruim para fazer tão feio assim, mas precisa melhor bastante se quiser acabar com a sequência impressionante de títulos nacionais da Inter.

Campeonato Alemão
Campeão: Bayern de Munique
Meu palpite: Schalke 04

“Aqui é a competição mais difícil de palpitar”, foi o que eu escrevi em março. Não era nada fácil mesmo. Resolvi acreditar na competência do técnico Félix Magath, mas o comando de Louis Van Gaal foi ainda melhor no Bayern.

Enquanto o destaque positivo fica para as grandes atuações de Robben, o principal fato negativo foi o declínio do Bayer Leverkusen. Invicto, o time dominou a ponta da tabela, mas, quando começou a perder, decepcionou de vez. E justificou o apelido de Bayer Neverkusen.

Outros
Acertei com Benfica e Twente em Portugal e na Holanda, respectivamente. Foram times que se reforçaram bem e mostraram, desde o início da temporada, que poderiam levantar o troféu.

Twente
Após o vice em 2009, o Twente foi campeão nacional pela 1ª vez

Só errei na França, com a aposta no Bordeaux. Confesso que nem passou pela minha cabeça apostar no tradicional Olympique de Marselha.

Palpites errados à parte, o importante é que foram 12 brilhantes meses de futebol europeu. Agora é a vez de acompanhar o mercado com a seção “Dizem por aí” e torcer para que toda essa história se repita. Com umasapostas melhores daminha parte, é claro!

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Palmeiras – Conseguiu importantes três pontos contra o Grêmio na base da raça e amenizou a crise no Palestra Itália.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-GO – Perder até para o time desfalcado do Santos, em casa, é sinal de que algo está muito errado no time goiano.

TROFÉU HERÓI

Chicão – Acertou um gol de falta no primeiro tempo e ainda teve uma atuação segura na marcação para garantir a vitória do Corinthians.

TROFÉU VILÃO

Fábio – Contra o Botafogo, o goleiro do Goiás foi expulso ainda no primeiro tempo e prejudicou demais o seu time, que já está com tantos problemas.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Vinícius – O atacante de apenas 16 anos do Palmeiras foi uma aposta do técnico interino Jorge Parraga.

Não foi a primeira vez que ele jogou entre os profissionais, mas dessa vez ele mostrou mais qualidades e contribuiu bastante para a vitória do seu time.

VALEU O INGRESSO

Wesley – O importante jogador do Santos chamou a responsabilidade para si, invadiu a área com velocidade, aplicou um belo corte e acertou o ângulo.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Palmeiras 4 x 2 Grêmio – O tricolor gaúcho reagiu no segundo tempo e animou a partida que, se não teve tanta técnica, pelo menos se destacou com emoção de sobra no Palestra Itália.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Ceará 1 x 0 Vitória – Foi um jogo de pouca técnica e muita marcação.

O oportunismo de Washington, após jogada do bom jovem Misael, pelo menos fez justiça ao domínio cearense durante a maior parte do jogo.

DETALHE TÁTICO

Vasco com 3 zagueiros – O técnico Celso Roth nem bem chegou e já mudou a tática vascaína.

O time até jogou bem, mas não conseguiu a vitória contra o Avaí. Agora é ver se Roth terá sangue frio pra insistir no novo esquema.

DETALHE DO TÉCNICO

Adílson Baptista – O criticado técnico mostrou porque está há tanto tempo no Cruzeiro.

Ele trocou Fernandinho por Guerrón para o segundo tempo do jogo contra o Guarani e o equatoriano acabou garantindo o empate da Raposa.

O FUTEBOL É INJUSTO

Avaí 2 x 0 Vasco – Com a atuação destacada do goleiro Renan, o Leão da Ressacada garantiu uma vitória injusta. O Vasco foi o melhor no jogo.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Santos – O Atlético-GO tem um time bem arrumado e era esperado que ele conseguisse pelo menos vencer o time misto do Santos, ainda mais jogando em casa. No final, mesmo sem Ganso, Neymar ou Robinho, o Peixe surpreendeu.

PAPO RETO

Atlético-PR,

Acorda! Você é um dos candidatos ao rebaixamento.

O Atlético-MG te atropelou por 3 a 1 em um jogo que poderia ter sido uma goleada, salva pelo bom goleiro jovem Neto.

ACRÉSCIMOS

Corinthians – O líder do Brasileirão 2010 parece ter se acertado com a volta de Jorge Henrique ao time titular. Caso não ocorra um desmanche no meio do ano, seguirá como candidato ao título.

Read Full Post »

Older Posts »