Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \30\-03:00 2010

O ORGULHO DA TORCIDA

Santos – Apenas quatro mandantes venceram e o Peixe conseguiu a mais convincente dessas vitórias.

Não acredito que o time vá conseguir brigar pelo título sem Paulo Henrique Ganso, mas o jogo contra o Goiás começou a contrariar essa minha opinião.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-MG – O Galo não conseguiu segurar um Palmeiras desorganizado, mas que teve Marcos Assunção e Kleber em um grande domingo. Resultado: 2 a 1, de virada, para o time paulista, que jogou fora de casa.

TROFÉU HERÓI

Rogério Ceni – Nem imagino o tamanho da crise no São Paulo se não tivesse o seu goleiro e capitão. Ele praticamente treina o time, fez gol, tem defendido demais e até pegou um pênalti.

TROFÉU VILÃO

Val Baiano – Desperdiçou importantes chances que poderiam ter decidido a vitória do Flamengo. Depois, o Guarani virou o jogo de forma impressionante e só aumentou a ira da torcida rubro-negra contra o seu centroavante.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Alan Patrick – O meia do Santos, que foi a principal revelação da Copa São Paulo de 2010, entrou no 2º tempo do jogo contra o Goiás e definiu a vitória por 2 a 0 com um belo gol.

VALEU O INGRESSO

Zé Eduardo – Acertou um voleio impressionante no jogo do Santos contra o Goiás e abriu o placar do jogo.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Fluminense 2 x 2 São Paulo – O líder do Brasileirão fez o primeiro gol e parecia que ia dominar a partida. Mas caiu de produção demais, sofreu a virada e só foi reagir no segundo tempo.

O árbitro Leandro Vuaden quase estragou a partida com um pênalti mal marcado, mas polêmica também faz parte dos grandes jogos.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Atlético-PR 1 x 1 Grêmio – Foi um jogo morno e o que predominou foi a pouca qualidade técnica dos dois times que só lutam contra o rebaixamento.

DETALHE TÁTICO

Fluminense – Não deu para entender uma opção de Muricy Ramalho, cornetada por mim antes do jogo, via twitter. Ele escalou Belletti no lugar do atacante Émerson, suspenso. Simplesmente não funcionou.

DETALHE DO TÉCNICO

Vágner Mancini – Durante o jogo contra o Flamengo, o técnico do Guarani colocou em campo os dois atacantes que decretaram a virada. Geovane e Reinaldo saíram do banco para decidir a partida e consagrar o treinador.

O FUTEBOL É INJUSTO

Grêmio merecia mais – O resultado do do jogo não fez justiça com o futebol melhor do Tricolor Gaúcho, que, aos trancos e barrancos, tem evoluído sob o comando de Renato Gaúcho.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

São Paulo – No Maracanã, contra o líder do Brasileirão e ainda em crise, o Tricolor paulista foi além das expectativas. É um sinal de que o futuro técnico do time tem como trabalhar para colocá-lo em uma posição bem melhor na tabela.

PAPO RETO

Goiás,

Seu destino está traçado.

Depois da derrota esperada para o Santos, veio o anúncio de Jorginho, ex-auxiliar de Dunga, como novo técnico do time. É uma aposta arriscada demais para um time que já está fadado ao rebaixamento.

ACRÉSCIMOS

Ronaldo – A volta do Fenômeno foi interessante. Não dá para ter grandes expectativas com ele, mas deu para perceber que ainda é um atacante que pode dar trabalho quando conseguir uma sequência maior de jogos.

Read Full Post »

A Liga dos Campeões é, sem dúvidas, a competição de clubes mais importante do mundo. Considero que é também a mais interessante. Basta ver que, nesta temporada, mesmo antes da fase grupos, já tivemos ótimos jogos. Agora as chaves já estão sorteadas e a expectativa é grande para que a competição comece logo.

Enquanto isso, é sempre divertido analisar os times, discutir sobre os jogos, arriscar palpites e, consequentemente, queimar a língua. Como fiz na temporada passada, vou destacar aqui algumas previsões que já foram feitas por aí, apresentar as minhas e futuramente veremos quem acertou e quem escreveu mais besteira. Acontece com quem coloca suas opiniões em campo…

Grupo A
Inter de Milão, Werder Bremen, Tottenham e Twente

Não é um grupo da morte, mas está quase lá. Isso por causa da briga equilibrada entre os times que vão ficar logo atrás da Inter, com a segunda vaga. Fiquei até surpreso pela maioria absoluta dos comentaristas terem apostado no Tottenham. Até concordo com eles e acho que o time inglês se classifica, mas a briga vai ser feia. É melhor não descartar nem o Twente.

Só discordo de quem especula sobre as chances da Inter não ir para as oitavas, como o Vitor Sérgio: “A campeã Inter caiu em uma chave enrolada e precisa entrar ligada desde o ínicio”.

MEU PALPITE: Inter de Milão e Tottenham

Grupo B
Lyon, Benfica, Schalke 04 e Hapoel Tel-Aviv

Agora é a vez de concordar com o Vitor Sérgio, que definiu esse grupo como “o mais aberto”. Sem dúvidas. Fora o Hapoel Tel-Aviv, todos times têm um nível parecido e isso gerou discordâncias nos palpites.

Os comentaristas apostaram mais vezes em Benfica e Lyon, mas, como destacou Mário André Monteiro, “a classificação do Schalke é totalmente possível”. O problema do time alemão é a crise interna que parece atormentar o ambiente por lá.

No final, prefiro ficar com a teoria de Cassiano Gobbet: “O Hapoel é a bomba ambulante. Quem perder pontos para os israelenses, roda”.

MEU PALPITE: Lyon e Benfica

Grupo C
Manchester United, Valencia, Rangers e Bursaspor

O atual campeão turco e o tradicional time escocês podem até tentar surpreender, mas fica difícil não apostar que Manchester United e Valencia vão se classificar.

Marcos Felipe ainda escreveu que o Bursaspor pode dar trabalho e Lédio Carmona apostou mesmo no Rangers, mas na verdade a maioria foi pelo óbvio. Dessa vez eu também não creio em surpresa.

MEU PALPITE: Manchester United e Valencia

Grupo D
Barcelona, Panathinaikos, Copenhague e Rubin Kazan

“Barcelona se classifica até com time B”, definiu perfeitamente Thiago Dias. É claro que não há discussão sobre a classificação do time espanhol, mas pelo visto até a briga pela segunda vaga já tem um favorito: Rubin Kazan foi a aposta da maioria dos comentaristas. Realmente Panathinaikos e Copenhague estão em baixa…

“Os russos do Kazan se reforçaram com o brasileiro Carlos Eduardo e têm um elenco multinacional com o colombiano Noboa e o nigeriano Martins”, observou bem Cassiano Gobbet.

MEU PALPITE: Barcelona e Rubin Kazan

Grupo E
Bayern de Munique, Roma, Basel e Cluj

Absolutamente ninguém ousou palpitar em algo além de Bayern e Roma classificados. A dúvida fica apenas sobre quem vai passar em primeiro lugar. E aí eu tenho certeza que os alemães sobrarão também.

MEU PALPITE: Bayern e Roma

Grupo F
Chelsea, Olympique de Marselha, Spartak Moscou e Zilina

É um grupo tranquilo para um Chelsea que tem impressionado nesse começo de temporada. Sobre a segunda vaga, Lédio Carmona contrariou a maioria e apostou que o Spartak Moscou vai se classificar. Os outros preferiram manter a fé na tradição do time francês.

Observando as várias mudanças pelas quais o Marselha vai ter que passar nessa temporada, eu vou apostar na força do futebol russo, que tem me agradado demais ultimamente.

MEU PALPITE: Chelsea e Spartak Moscou

Grupo G
Milan, Real Madrid, Ajax e Auxerre

“Vinte títulos da Liga dos Campeões num só grupo”, chamou a atenção Vitor Birner. É impressionante mesmo. Com certeza é o “grupo da morte”.

No entanto, é curioso observar que ninguém apostou em zebra nessa chave. Ora, se é da morte, alguém tem que morrer. Como confio demais no trabalho do José Mourinho, vou escolher o Milan para ser surpreendido. Mesmo se contar com Ibrahimovic em breve, ainda será um time cheio de problemas. e de poucas soluções. Já o Ajax está pronto para virar a zebra da vez.

Thiago Dias deu algum indício de que poderia concordar comigo: “o problema maior é do Milan, uma incógnita na temporada. Milan ou Ajax? Não sei. Pulo essa”.

MEU PALPITE: Real Madrid e Ajax

Grupo H
Arsenal, Shakhtar Donetsk, Braga e Partizan

Não concordo com as análises de que o Arsenal terá tantas facilidades como alguns apontaram. Discordo, por exemplo, que o grupo seja “nada muito desafiador para os Gunners”, como definiu Leonardo Bertozzi. Mesmo assim, fica difícil não apostar no time inglês, que, aposto, terá dificuldades para confirmar seu favoritismo.

A briga pela segunda vaga é interessante, pois envolve muitos jogadores brasileiros que atuam por Shakhtar Donetsk ou Braga. O time ucraniano parece estar um passo à frente, tanto em campo quanto nas apostas de todos. Mas o clube português apareceu nos palpites de Felipe dos Santos Souza, Felipe Lobo, Lédio Carmona, Leonardo Bertozzi e Ubiratan Leal.

MEU PALPITE: Arsenal e Shakhtar Donetsk

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Botafogo – Não acredito que o Glorioso vá permanecer ainda por muito tempo no alto da tabela, mas a vitória magra contra o Ceará já o colocou no 3º lugar. A torcida tem mais é que festejar mesmo.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Palmeiras – Perder para o Atlético-GO por 3 a 0, com show de Elias, é vergonhoso.

O time até entrou com uma escalação razoável, mas não pode pensar só na Copa Sul-Americana e jogar o Brasileirão com tão pouca concentração.

TROFÉU HERÓI

Emerson Sheik – Com sua incrível regularidade, foi o principal destaque na importante vitória do Fluminense contra o Goiás por 3 a 0.

TROFÉU VILÃO

Bruno César – O meia teve em seus pés a chance de empatar e mudar a história do jogo contra o Cruzeiro. Porém, o goleiro Fábio salvou a vitória da Raposa.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Marcelinho – Foi uma interessante aposta de Sérgio Baresi, já que o meia-atacante do São Paulo tem qualidade e foi apontado aqui como uma das principais revelações da Copa SP de 2010.

Ele até correspondeu, mas o time estava mal armado e segue em crise após o empate contra o Vasco, em casa.

VALEU O INGRESSO

Branquinho – Ele acertou um belo chute de fora da área e teve uma atuação destacada na vitória do Atlético-PR contra o  Grêmio-SP. Mostrou até que pode ser titular da equipe em breve.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Grêmio 1 x 2 Santos – Os gremistas saíram na frente no placar, mas levaram a virada em um jogo emocionante e cheio de alternativas.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Flamengo 0 x 0 Atlético-MG – Era um jogo de grandes expectativas, mas todas foram frustadas, já que, na prática, a partida foi fria e sem graça.

DETALHE TÁTICO

4-4-2 do Fluminense – Muricy Ramalho deve ter percebido que vai suar para encaixar Deco na equipe titular.

Sem três zagueiros, o time foi mal no 1º tempo e poderia ter sofrido gols. Na segunda etapa, quando o técnico já pensava em colocar André Luis em campo, os gols do Flu começaram a sair e a vitória foi confirmada. Mesmo assim, ficou o recado para Muricy: ele vai ter trabalho!

DETALHE DO TÉCNICO

Vagner Mancini – Quando perdia para o Vitória, o técnico colocou os atacantes Rômulo e Geovane, tirando inclusive um meio-campista. O time ficou mais ofensivo e pelo menos o empate por 1 a 1 foi conquistado, com gol exatamente de Rômulo, de pênalti.

O FUTEBOL É INJUSTO

São Paulo  merecia mais – O Tricolor entrou com uma formação estranha e escalações erradas, mas conseguiu jogar muito melhor do que o Vasco. O empate por 0 a 0 não foi nada justo.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Atlético-GO – Não foi só o Palmeiras que jogou mal. O agora ex-lanterna do Brasileirão mostrou algo que não tinha feito até agora, com destaque para a atuação extraordinária de Elias.

PAPO RETO

Inter,

Você ainda pode entrar na briga pelo título do Brasileirão e alcançar o Fluminense na tabela.

Basta deixar a festa pela Libertadores de lado e ter ambição de querer fazer história em 2010. Mesmo sem Sandro e Taison, o elenco ainda tem qualidade para isso e mostrou essa capacidade contra o Avaí, mesmo fora de casa.

ACRÉSCIMOS

Vanderlei Luxemburgo – É curioso ver que boa parte dos torcedores de Flamengo e São Paulo o querem no comando de suas equipes.

Teve até Rubro-Negro que levou faixa com o nome dele para o jogo contra o Atlético-MG. Enquanto isso, o Galo segue na zona de rebaixamento e só comprova que Luxa está mesmo em decadência. Essas torcidas deveriam rever seus conceitos…

Read Full Post »

Assim que Ricardo Gomes foi demitido e o São Paulo resolveu dar uma chance para Sérgio Baresi, acreditei que isso poderia ser positivo para o time. Até fiz um post aqui para explicar esse raciocínio.

Mas esse otimismo da minha parte só viraria realidade se dessem respaldo e tempo para Baresi. Claramente não foi o que aconteceu. As derrotas vieram e agora parece que o São Paulo já busca novamente um técnico.

Vários nomes foram especulados*, mas nenhum parece realmente próximo de um acerto. Há quem garanta que a decisão já vai ser anunciada nesta quinta-feira, mas por enquanto só nos analisar quais seriam as melhores opções de treinadores para o São Paulo:

* = A especulação sobre cada técnico está linkada no nome deles abaixo

1) Abel Braga
É um técnico disciplinador, de pulso e vitorioso. Sabe motivar elencos e isso é uma das coisas que o São Paulo mais precisa no momento, já que toda a estrutura do clube parece acomodada.

O problema é que ele mesmo já admitiu que sua saída do Al-Jazeera é extremamente complicada. O Tricolor paulista também já sabe que precisa pensar em outras opções…

2) Paulo Autuori
Suas passagens recentes por Grêmio e Cruzeiro foram ruins, mas é inegável que ele tem qualidades. Já conseguiu algum sucesso no São Paulo e certamente teria a torcida ao seu lado, pelo menos no princípio. Traria alguma tranquilidade ao conturbado ambiente do time do Morumbi.

3) Tite
É um técnico subestimado no Brasil, talvez pelo seu jeito de falar, talvez por ser contido demais. Mas tem conhecimento tático de futebol e já tirou outro time grande, o Corinthians, do perigo do rebaixamento, que é o principal fantasma atualmente no São Paulo.

4) Silas
Apesar de ter errado demais recentemente no Grêmio, ele tinha mostrado, no 1º semestre, alguma qualidade. Seu trabalho no Avaí, no ano passado, também tinha sido ótimo. Aparenta ser um técnico inteligente e pode dar certo em um clube no qual ele já fez sucesso como jogador.

5) Dunga
Quem acompanha esse blog sabe que eu não era um dos maiores críticos de Dunga na Seleção Brasileira. Por isso creio que ele merecia uma chance para treinar um time no Brasil. Seu estilo sério e disciplinador pode trazer um bom choque para o São Paulo.

Entretanto, por problemas pessoais, parece que Dunga não tem a intenção de voltar a treinar em breve.

6) Sérgio Soares
Seria uma aposta, já que o atual técnico do Santo André é novo e nunca treinou um time grande. Porém, ele já mostrou que tem qualidades e pode assumir esse desafio.

Sérgio montou o time que surpreendeu no Campeonato Paulista com algumas jovens revelações, exatamente o que o São Paulo poderia tentar fazer agora.

7) Vanderlei Luxemburgo
Ele não desaprendeu a montar bons times, mas com certeza está em decadência na carreira. Além disso, tem um perfil que não agrada parte da diretoria são paulina, o que atrairia ainda mais confusão para um time que já está com o ambiente conturbado demais.

8) Antônio Lopes
Confesso que fui surpreendido por seus bons resultados no comando do Avaí, mas continuo duvidando de sua capacidade atual. Antônio Lopes já foi bom, mas o tempo dele passou e hoje ele não conseguiria tocar a renovação que o São Paulo tanto precisa.

9) Leonardo
Sua passagem pelo Milan foi no mínimo estranha e ele não parece disposto a exercer esse função novamente. Aparenta ter um estilo comedido demais, sendo que o São Paulo, no momento, precisa de um técnico mais enérgico. Pesa contra ele também a falta de experiência.

10) Toninho Cerezo
Seu trabalho como treinador é pouco conhecido no Brasil, mas a recente passagem pelo Sport já deixou sinais negativos. O único ponto forte que consigo enxergar em sua contratação é o fato dele ter uma história gloriosa como jogador do São Paulo, o que poderia acalmar a torcida.

11) Maradona
Prefiro ficar com as palavras de Leco para comentar esse boato absurdo que surgiu sabe-se lá como: “É dificil, porque o São Paulo quer ser dirigido por homens do futebol, e não de marketing. Ele seria bom em marketing, mas no próprio país dele existem treinadores de mais qualidade”.

Read Full Post »

Nos últimos anos, o Bayern de Munique sofreu para confirmar seu favoritismo natural no Campeonato Alemão. Conseguiu ser campeão na temporada passada e agora deve repetir o feito. Dessa vez com ainda mais facilidade. Os outros que me deculpem, mas os bávaros são favoritos disparados na Bundesliga que começou no último final de semana.

Tudo bem, realmente é interessante que o Schalke 04 tenha contratado Raúl, que o Bayer Leverkusen tenha se reforçado com Ballack e que o Wolfsburg tenha melhorado com Cícero e Kjaer. Mas nada disso será suficiente.

Outros times que ainda podem tentar algo no topo da tabela são Hamburgo e Werder Bremen. Talvez Stuttgart e Hoffenheim também. Mas não dá pra ignorar a superioridade de um time que quase foi campeão de tudo na última temporada, manteve a mesma base e ainda contará com a volta de bons jogadores que estavam emprestados e serão úteis, como Breno e Kroos.

Quero ver segurar o Schweinsteiger! E o Robben. E o Ribéry. E o Müller. E o Lahm. E o Olic. E o Klose, etc...
Quero ver segurar o Schweinsteiger! E o Robben. E o Ribéry. E o Müller. E o Lahm. E o Olic. E o Klose, etc…

Com a filosofia de Louis van Gaal já implantada, será fácil para o Bayern disparar desde o começo. Um processo que já teve início na última sexta-feira, com a vitória por 2 a 1 sobre o bom Wolfsburg. Ou seja, não tem jeito: dessa vez vai dar Bayern no Alemão. E sem sofrimento!

Leia também:

Read Full Post »

Por questões pessoais não pude acompanhar de perto a 15ª rodada do Brasileirão 2010. Portanto, prefiro não produzir o “Boletim BR” desta semana para não escrever nenhuma besteira. A seção volta na sexta-feira.

Read Full Post »

É incrível como é difícil explicar porque o Colorado conquistou a Copa Libertadores de 2010. Não que faltem razões. Na verdade sobram!

Não basta só falar das boas contratações. Nem da ótima categoria de base. É pouco elogiar os trabalhos diferenciados da diretoria. Não dá para destacar só um jogador. Sequer é possível escolher apenas um técnico como o principal comandante do feito.

Mas fato é que tudo isso junto prova como foi extremamente justo o título do Internacional! Sempre foi meu favorito apontado aqui e analisado de várias formas. Dessa vez, através dos melhores textos publicados por aí, tento compreender e explicar melhor essa conquista…

  • Carlos Pizzatto fez um post pertinente no qual ele destaca dois jovens jogadores do Inter que merecem chance na Seleção Brasileira desde já. Clique aqui e leia mais.
  • Luiz Augusto Lima comentou sobre Celso Roth, que com certeza é um importante personagem dessa história. Não concordo que ele já seja “um dos grandes” técnicos do Brasil, mas começa a se tornar. Clique aqui e leia mais.
  • Mauro Betting fez uma retrospectiva da história recente do Inter e lembrou até de Mahicon Librelato, um herói que tem tudo a ver com o sucesso atual do Colorado. Clique aqui e leia mais.
  • Paulo Calçade elogiou um dos principais diferenciais do Inter, que é o seu programa de sócio-torcedor, algo que ninguém tem igual no Brasil. Clique aqui e leia mais.
  • PVC lembrou de times base do Inter em anos passados e destacou um importante segredo do sucesso gaúcho. Clique aqui e leia mais.

Read Full Post »

Começou a melhor competição nacional do futebol europeu! Há anos o Campeonato Inglês tem esse status e não deve perdê-lo por enquanto. Afinal, a temporada 2010/2011 tende a ser a melhor dos últimos anos.

Como se não bastassem os quatro eternos candidatos ao título na Inglaterra, Manchester City e Tottenham também querem entrar nesse grupo e mostraram vontade e qualidade, neste sábado, para isso. O duelo entre os dois terminou 0 a 0, mas foi ótimo.

Apesar do telento exibido, vale fazer ressalvas sobre o elenco de ambos: O City está repleto de opções e tem praticamente dois times titulares. O que é importante, claro, mas vai fazer o time demorar a engrenar, pois fica mais difícil achar a formação ideal.

Já ao Tottenham faltam essas opções. O time base é forte, mas existem poucos reservas do mesmo nível. A chegada de Sandro, do Inter, já é um bom começo pra resolver isso.

Outro jogo de destaque aconteceu entre Liverpool e Arsenal (1 a 1), decidido por um frango histórico de Reina. São dois times que não mudaram tanto por enquanto e até por isso precisam se cuidar. Se não evoluírem logo, correm risco de não entrarem na briga pelo título.

E o melhor time da Inglaterra continua sendo o Chelsea. Mesmo perdendo alguns jogadores e apostando em uma base parecida com a da temporada passada, o time bateu o West Brom por 6 a 0 com um hat-trick do impressionante Drogba. E Ramires ainda vem aí…

Drogba fez três gols e nem está 100% fisicamente
Drogba fez três gols e nem está 100% fisicamente

Já o Manchester United ainda não estreou, mas vem com um elenco razoavalmente mais forte do que era na última temporada.

Portanto… o que esperar do Campeonato Inglês? Pelo menos seis times de qualidade que ainda precisam evoluir para correr atrás do Chelsea na briga pelo título. A briga vai ser boa. A melhor da Europa, sem dúvidas!

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Grêmio – O bom volante Willian Magrão, vestindo estranhamente a camisa 9, fez os dois gols do Tricolor Gaúcho na vitória contra o Goiás, resultado que tirou o time da zona de rebaixamento.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Grêmio-SP – O Vasco tem evoluído demais, é verdade, mas o time prudentino não pode parar de crescer assim e perder um jogo desses em casa.

TROFÉU HERÓI

Diego Tardelli – Em um jogo no qual o Atlético-MG ainda tomou algum sufoco do Guarani, o atacante do Galo fez dois gols e decidiu a partida.

TROFÉU VILÃO

Chicão – Foi vaiado pelos torcedores do Avaí por causa da sua passagem pelo Figueirense e parece que isso o afetou.

Jogou mal demais na Ressacada e até fez um gol contra.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Bruno César – Apesar da derrota do Corinthians para o Avaí, ele assumiu a artilharia do Brasileirão 2010 e tem impressionado demais.

Mas a rodada foi repleta de jovens promissores que brilharam: Neuton (Grêmio), Casemiro (São Paulo), Henrique (Vitória, ex-São Paulo), Tinga e Fabrício (ambos do Palmeiras).

VALEU O INGRESSO

Zé Eduardo – Acertou um belo petardo cruzado, com a perna esquerda, apesar da derrota do Santos contra o Vitória.

Além dele, João Vitor (Grêmio-SP) fez outro gol bonito e a curiosidade ficou por conta de Ewerthon e Diego Tardelli, que fizeram gols extremamente bonitos, mas ilegais por pouco.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

São Paulo 2 x 2 Cruzeiro – Foi eletrizante do começo ao fim, teve boas atuações individuais e mostrou que os dois times ainda devem subir na tabela do Brasileirão 2010.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Palmeiras 2 x 0 Atlético-PR – Poucas oportunidades de gol foram criadas e a grande quantidade de erros de passe impressionou.

DETALHE TÁTICO

Grêmio no 3-6-1 – Renato Gaúcho nem bem chegou e já começou a implantar o esquema tática que gosta.

É praticamente o mesmo sistema que deu certo no Fluminense de 2008. Não gosto dessa tática e nem acho que ela é a ideal para time gaúcho, mas pode render novamente.

DETALHE DO TÉCNICO

Felipão – Tirou Luan e colocou Ewerthon, que deveria ter sido titular, e decretou a primeira vitória do técnico desde que ele voltou ao Palmeiras.

O FUTEBOL É INJUSTO

Ceará prejudicado – Mais uma vez o time nordestino foi injustiçado pela arbitragem. O pênalti em Willians, que decidiu o jogo contra o Flamengo, não existiu, mas o juiz Wagner Reway apitou.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Botafogo – Tenho que parar de me surpreender com os micos dos Atlético-GO, mas nesse jogo eu ainda imaginava que o Dragão conseguiria vencer em casa.

Mais surpreendente ainda é ver o time do Joel Santana no G4 do Brasileirão. Não deve ficar por muito tempo ali, mas tem superado as expectativas realmente.

PAPO RETO

Dorival Jr.,

A culpa não é sua, mas eu avisei aqui.

Logo depois do título da Copa do Brasil, ficou evidente que o Santos deveria se preocupar com seu futuro. Pelo jeito esse futuro chegou rápido e a derrota para o Vitória por 4 a 2 já foi um sinal disso.

ACRÉSCIMOS

Times goianos – Goiás e Atlético-GO ocupam as duas últimas posições na tabela do Brasileirão. E ainda tem o Vila Nova-GO fazendo uma campanha vergonhosa na Série B. É crise no estado!

Read Full Post »

Giuliano sempre mereceu e ganhou um grande destaque deste blog. Quando ele surgiu, há exatamente um ano atrás, avisei para todos ficarem de “olho nele”. Depois, foi eleito aqui como a melhor revelação do Brasileirão 2009. Mais recentemente, ele apareceu nas minhas listas para a Seleção Brasileira de 2014, aqui e aqui.

E é nesse ponto que eu queria chegar: em uma final de Copa Libertadores, o garoto de apenas 20 anos fez um gol fundamental para a vitória do Inter contra o Chivas. Antes, ele já tinha feito outros quatro gols decisivos e importantes. Dessa forma, o Colorado ficou com as mãos no título.  Isso é ou não credencial para colocá-lo na nova Seleção Brasileira, de Mano Menezes?

Aliás, é bom lembrar: a ausência de Giuliano no amistoso contra os Estados Unidos não foi um erro de Mano. Ele não queria convocar jogadores que pudessem estar na decisão da Copa Libertadores. A questão agora é: como o técnico do Brasil vai encaixá-lo no elenco da equipe nacional daqui pra frente?

Em um primeiro momento, não seria tão difícil: é compreensível que Giuliano vire apenas um substituto de Ganso. Porém, se ele continuar em ascenção no Inter, fica difícil imaginá-lo nessa condição de reserva por mais tempo. Pior: caso Kaká recupere sua melhor condição física, seria mais uma opção de meio-campista central para Mano.

Ganso e Giuliano já jogaram juntos. Foi no Mundial Sub-20, em 2009. O Colorado rendeu mais do que o santista, que foi deslocado para jogar mais aberto na direita, o que não deu certo. A inversão dessas posições pode acontecer na Seleção agora: Giuliano tem condições de jogar pelas pontas, enquanto o lugar de Ganso é mesmo pelo centro, como um armador clássico.

Só há uma condição para que isso aconteça: Neymar ou Robinho teriam que sair do time titular desenhado por Mano até aqui. O primeiro foi o melhor do Brasil contra os EUA. O segundo foi capitão, tem moral e experiência. Entretanto, tem também dificuldades para se firmar no Manchester City. Caso não vá bem de novo no time inglês, Giuliano pode atropelá-lo na Seleção.

Enfim… o primeiro jogo da final da Copa Libertadores de 2010 já mandou o recado sobre o time da Copa de 2014: te cuida, Robinho!

Read Full Post »

Não é difícil imaginar como seriam os comentários se o Brasil tivesse perdido para os Estados Unidos na estreia da Seleção do Mano: todos pediriam calma, paciência e minimizariam o resultado. Só não entendo porque essa cautela toda tem que ser esquecida agora que o bom resultado veio e estreia foi boa.

É claro que foi um bom começo, empolgou a todos e apresentou uma base promissora para os próximos importantes 4 anos. Isso é óbvio. Mas também é evidente, pelo menos para mim, que é muito cedo para ir além desses elogios.

Não consigo aceitar certos discursos. Falam em quem “salvou o futebol brasileiro”, destacam uma “personificação da revolução no escrete canarinho” e até que “foi perfeito”. Calma! Compreendo o que levaram todos a escrever isso, mas… salvação? revolução? perfeição? Ainda não vejo tudo isso. Não virei mano do Mano tão rápido.

Prefiro ficar com a cautela de outros. “É precipitado fazer qualquer conclusão sobre a nova Seleção Brasileira e foi apenas um amistoso”, escreveu Gustavo Hofman.

“Não nos esqueçamos de que a nossa motivação era nível 10, a do adversário perto de zero. Não nos esqueçamos de que o time americano é bom e respeitável, mas não é top”
, lembrou Décio Lopes.

“Análises mais profundas, coletiva, tatica e individualmente, serão feitas com o tempo, pois como disse, é apenas o primeiro de mais de 50 jogos”, minimizou Vitor Sergio.

Com esse tipos de análise é mais fácil se identificar. Afinal, mostra um equilíbrio maior independente dos resultados. É assim que deve ser analisada essa Seleção do Mano, ainda mais no começo de trabalho: com cautela, com equilíbrio e sem dar tanta importância ao placar final dos jogos. Seja vitória ou derrota do Brasil.

Read Full Post »

“Há uma luz no fim do túnel: nossa base”. A frase é de Juvenal Juvêncio, presidente do São Paulo. Ele disse isso para a edição de julho de 2008 da revista Placar. Baseado nessa frase, a publicação destacou um projeto do time paulista: montar um time recheado de jogadores formados pelo próprio clube até 2010 ou 2011.

Três anos depois da reportagem da Placar, poucos "herdeiros de Ceni" jogam no time profissional do São Paulo
O prazo está perto do fim. Porém, a geração, chamada de “Herdeiros de Ceni” (já que a Placar previa que o goleiro se aposentaria também em 2010 ou 2011), não vingou até agora. Mas uma notícia desta semana pode começar a colocar tudo nos eixos: Sérgio Baresi, campeão da Copa São Paulo de 2010, assumiu o time profissional interinamente.

É claro que o ideal para o São Paulo é ter um técnico mais experiente. Mas também é preciso dar espaço para Baresi trabalhar e influenciar o aproveitamento de jogadores da categoria de base do São Paulo.

Afinal, Oscar foi para o Inter. Henrique ficou por muito tempo na reserva e agora foi para o Vitória. Bruno Formigoni, Aislan, Sérgio Mota, Diogo, Wellington… todos esses e mais alguns faziam parte de gerações que sempre pareceram promissoras, mas até agora eles não conseguiram brilhar e não se revelaram grandes jogadores.

Mais novos, Richard, Casemiro, Marcelinho e Lucas Gaúcho são os principais nomes de uma outra geração que pode ter mais chances daqui pra frente. Como dá para perceber, muitos nomes foram citados, então o que não vai faltar é talento para ser lapidado no São Paulo. Resta saber se Sérgio Baresi poderá cuidar deles ou se a “luz no fim do túnel” vai se apagar.

Read Full Post »

Older Posts »