Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \31\UTC 2011

Lionel Messi

O prêmio de melhor do mundo de 2011 já está garantido

A temporada europeia de 2010/2011 acabou no último final de semana. Foi um período histórico, principalmente pelos feitos do Barcelona, mas também pelas muitas surpresas nos campeonatos nacionais, como o Borussia Dortmund campeão na Alemanha ou o Napoli e a Udinese como 3º e 4º lugares na Itália.

E foi também uma temporada cheia de destaques individuais – não é preciso mais elogiar Messi. E há ainda Cristiano Ronaldo e seus recordes, a segurança de Thiago Silva, a afirmação de Özil e muitos gols de artilheiros de qualidade.

Por isso não é fácil escolher uma seleção da temporada europeia. Mesmo assim, resolvi arriscar. Os melhores jogadores de 2010/2011 no Velho Continente seguem alinhados abaixo no 4-2-3-1:

MELHOR GOLEIRO: Van der Saar

Claro que a segurança de Casillas merece ser citada, assim como os milagres de Neuer, os reflexos de Cech e a evolução de Joe Hart. Há ainda Hélton, o brasileiro capitão do impressionante Porto.

Mas Van der Saar juntou um pouco de todas essas qualidades e misturou com sua tradicional regularidade. Além disso, é também uma homenagem para o ex-goleiro do Manchester United, que saiu do futebol para ficar na história como um dos melhores jogadores da posição em todos os tempos.

MELHOR LATERAL-DIREITO: Daniel Alves

Ele foi muito bem, mas provavelmente nem foi a melhor temporada do brasileiro no Barcelona. Mas dessa vez faltaram concorrentes na posição.

Sergio Ramos, Philip Lahm e também brasileiro Maicon são outros eternos destaques da posição, mas nenhum brilhou tanto quanto Daniel Alves.

Daniel Alves

Daniel Alves superou Maicon na temporada e na Seleção Brasileira

MELHOR ZAGUEIRO: Thiago Silva e Vidic

Incrível como dessa vez não foi fácil escolher os melhores dessa posição. Além dos dois escolhidos, sobraram outros beques, como Ricardo Carvalho, que foi fundamental para a melhora defensiva do Real Madrid; ou Piqué, que teve que se virar sem Puyol frequentemente; ou Hummels, um dos destaques do Borussia no título alemão. Há ainda Lúcio, Ferdinand, Kompany, Dawson e Nesta.

Mas a temporada de Thiago Silva foi impressionante, já que ele chegou a se destacar até como volante. E Vidic se firmou como uma liderança do Manchester United com segurança e precisão nos desarmes.

MELHOR LATERAL-ESQUERDO: Ashley Cole

O lateral do Chelsea não é mais aquele do Arsenal, time no qual viveu seu auge. Mas hoje saber usar sua experiência a favor e ser fundamental para o Chelsea tanto na defesa quanto no apoio.

E ele também contou com a falta de concorrência, já que Evra, Schmelzer, Marcelo e Abidal até tiveram seus bons momentos, mas não foram tão regulares e constantes quanto Cole.

VOLANTES: Busquets e Xavi

Xavi e Busquets

Eles se entendem

Eles até são discretos, mas com um pouco de atenção dá para perceber o quanto são fundamentais para o Barcelona. Isso porque facilitam tanto a marcação sobre pressão que o time exerce como também dão qualidade na saída de bola do time catalão. Um marca mais, o outro passa melhor, mas eles se completam perfeitamente.

Difícil achar algum concorrente com tanta eficiência. Seedorf, que por vezes teve que jogar mais recuado que o normal no Milan, poderia ser um rival à altura. O jovem Wilshere, do Arsenal, mostrou que no futuro pode alcançá-los. Sahin, ex-Borussia e agora no Real, também foi um grande nome da posição. Posso ainda incluir Carrick, Modric, Schweinsteiger e Lucas na disputa. Mas fato é que Busquets e Xavi sobraram.

MEIA: Özil

Aqui a escolha é difícil por causa de um grande duelo entre o alemão do Real e Iniesta, do Barça. Mas este último já teve temporadas mais decisivas e por pouco perdeu a disputa dessa vez. Pelo menos nessa posição.

Além deles, é preciso mencionar as boas temporadas de Van der Vaart, Kevin Prince Boateng, Yaya Touré, Kagawa e Hernanes.

PONTAS (WINGERS): Cristiano Ronaldo e Iniesta

O primeiro deles é mais fácil escolher: Cristiano Ronaldo, mesmo que tenha jogado mais centralizado às vezes, sabe se destacar como poucos quando faz jogadas pelas laterais em direção ao gol. Quebrou diversos recordes, foi o artilheiro do Campeonato Espanhol, decidiu a Copa do Rei contra o Barcelona e só não levantou mais títulos porque o Real Madrid ainda é um time em formação.

Na outra ponta, poderia estar o veterano Giggs, mas ele jogou centralizado muitas vezes e nem sempre foi titular. Gareth Bale foi uma das grandes revelações da temporada, mas se machucou demais. Nani seria outra opção, mas ainda falta a ele ser mais decisivo, mais craque. Aliás, este é o mesmo problema de Nasri. É preciso lembrar ainda dos bons Hulk, Alexis Sánchez, Robinho, Di María e David Silva – todos fizeram boas temporadas, não mais do que isso.

Mas vou me permitir um improviso aqui: Iniesta, que é meia, mas já jogou pelas pontas diversas vezes pelo Barcelona e até na Copa de 2010, vai ser o escolhido para esta posição. Ele merece!

CENTROAVANTE: Messi

Poderia até ser complicado ter que tirar dessa seleção Alexandre Pato, Cavani, Eto’o, Falcao, Ibrahimovic, Lucas Barrios, Mario Gomez, Tévez e Chicharito – todos são grandes goleadores que vivem ótimas fases na temporada.

Mas por motivos óbvios é preciso optar por Messi, mesmo que ele não seja um típico centroavante. Ele joga centralizado, mas recua quase como um meia e chega de frente para o gol para finalizar. E é exatamente por essa movimentação que ele se diferencia dos mortais e caminha aceleradamente para se tornar uma lenda.

Portanto, o time dos melhores da temporada europeia 2010/ 2011 fica assim escalado por mim:

Van der Saar; Daniel Alves, Thiago Silva, Vidic e Ashley Cole; Busquets, Xavi e Özil; Iniesta, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo.

Read Full Post »

Se a primeira rodada do Brasileirão 2011 serviu para  mostrar que é melhor não arriscar palpites sobre a briga pelo título, a segunda trouxe conclusões sobre a outra parte da tabela: já dá pra arriscar quem deve lutar contra o rebaixamento.

O resultado mais sintomático para essa conclusão foi o do Avaí. O time de Silas, que enganou muita gente ao eliminar o São Paulo na Copa do Brasil, perdeu para o Atlético-MG, em casa, por 3 a 1. Ok, o adversário não era fácil, o time de Dorival Jr. tem potencial, mas não se pode perder de vista o quanto é fraco esse Avaí. Para piorar, Silas parece estar perdido taticamente no comando do time. Vai cair daqui a poucas rodadas…

O América-MG foi outro time que teve um péssimo resultado na rodada. Seu jogo era fora de casa, mas o Vasco entrou praticamente só com reservas e ainda assim o time mineiro perdeu por 3 a 0. E aqui também há uma análise que vai além desse jogo: o América-MG tem se reforçado muito mal em 2011. Faltam melhorias em todos setores. O time não pode depender de Fábio Junior para se salvar de um retorno para a Série B.

Fábio Junior/ Lancenet

Se ainda fosse o cantor...

Há ainda o Atlético-GO, que, mesmo em casa, não conseguiu vencer o Fluminense. Foi dominado durante a partida e mostrou uma dependência de Vitor Junior e Marcão, o que já é um grande problema. Em 2010, o time goiano escapou por pouco do rebaixamento. Dessa vez não deve bater na trave…

O quarto time que eu daria como certo para o rebaixamento seria o Bahia. Ele realmente tem muitas chances de cair, mas tem se reforçado. Trouxe, por exemplo, Jóbson, que salvou o time de uma derrota contra o Flamengo, mas não é confiável. Ainda é difícil crer que a mistura explosiva de Carlos Alberto, Ricardinho e vários refugos realmente vá dar certo, mas nesse caso pelo menos há alguma esperança mínima de salvamento.

Caso o Bahia realmente consiga essa difícil química, Botafogo e Figueirense aparecem logo atrás como outros possíveis rebaixados. Atlético-PR e Ceará também precisam ficar alertas. Mas fato é que a 2ª rodada do Brasileirão só comprovou o que os elencos de Avaí, América-MG, Atlético-GO e Bahia já mostravam: eles vão ter que se superar demais para se livrarem da queda para a segunda divisão.

Read Full Post »


Eu sou um dos maiores fãs de Alex Ferguson. O técnico escocês do Manchester United sabe como poucos aproveitar as peças do elenco, levar jogadores a renderem mais do que podem e fazer o Manchester United apresentar um futebol rápido, bonito e eficiente. Porém, na final da Liga dos Campeões, ele errou. Errou feio. E não se pode errar contra essa máquina chamada Barcelona!

O erro de Ferguson ficou claro para quem viu o jogo: a marcação do Manchester no meio-campo foi muito fraca por causa da escalação. Esse problema foi bem explicado por Caio Maia: “Giggs ou Chicharito teriam que sair do time, ou então o meio-campo seria perdido de novo. Nenhum dos dois saiu, e foi exatamente o que aconteceu”.

A questão me lembra os confrontos recentes do Barcelona contra o Real Madrid. Outro técnico genial, o português José Mourinho, percebeu que precisava sufocar o trabalho de meio-campo do Barça. Por isso improvisou Pepe como cabeça de área e ainda alinhou mais dois volantes à frente dele. A tática não deu certo na Liga, mas trouxe o título da Copa do Rei e poderia ter funcionado na competição europeia se Pepe não fosse um cavalo.

Chegaram a chamar Mourinho de “retranqueiro”, como sempre fazem alguns ignorantes que não sabem enxergar além dos resultados. Mas um possível caminho para vencer o Barça estava desenhado, de certa forma. Talvez o Manchester também não tenha as peças ideais para fazer essa tática funcionar. Mas Ferguson deveria ter tentado algo parecido. Será que ele ligou mesmo para Mourinho? Ele disse que faria isso…

O melhor de ver o Barça ser campeão foi ver o Puyol deixar o Abidal levantar a taça. Imagem pra história...
O melhor do Barça ser campeão foi ver o Puyol deixar o Abidal levantar a taça. Imagem pra história!

Mas seria um grande erro meu culpar apenas Ferguson pelo fracasso do Manchester United. Na verdade Messi é o grande culpado por isso. Apoiado pelos também geniais Xavi e Iniesta, ele deu show e colocou em nossas cabeças uma pergunta: onde Messi vai parar? Com apenas 23 anos, ele segue em franca evolução e já tem quinze títulos só pelo Barça, sendo que três são Ligas dos Campeões. Há ainda um Mundial na lista. Impressionante!

Mas prefiro seguir o conselho de Leonardo Bertozzi. Vou apenas desfrutar o fato de poder vê-lo jogar e ficarei “sem pressa para definir o lugar de Messi na história”. Só sei que o argentino vai longe, muito longe…

Aliás, quer saber? Será legal ver o Messi brilhar na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, levando a Argentina a um título impressionante. Eu quero mais é ver a história ser escrita na minha frente. Eu quero ver até onde Messi pode ir… e ele pode sim ir mais longe do que qualquer outro já foi!

Read Full Post »

Em uma semana de volta do Opiniões em Campo à ativa, prefiro não recomendar links de um tema específico. Selecionei o que li de bom de uma semana pra cá e apresento os melhores textos abaixo. Em outras oportunidades, podem haver edições especiais sobre um determinado assunto que pautar os comentaristas esportivos.

  • Na expectativa para a final da Liga dos Campeões, José Antonio Lima destacou bem um dos melhores personagens dessa decisão: o gênio Alex Ferguson, técnico que deveria existir em todos times do mundo. Leia mais.
  • Lucas Imbroinise sugeriu uma possível seleção brasileira pra Copa de 2014. É um time exageradamente ofensivo, como ele mesmo reconheceu, mas a análise é bem feita e discussões sobre esse tema sempre soam interessantes. Leia mais.
  • O jornal argentino ‘Olé’ fez aniversário nesta semana e Marcelo Montanini fez um post interessante para homenageá-lo. São capas históricas desse jornal que produz muitas bizarrices, mas às vezes também dá aula de criatividade. Leia mais.
  • Antes mesmo do jogo contra o Peñarol, Mauro Cezar Pereira trouxe uma interessante análise do Vélez Sarzfield. Concordo com ele: trata-se ainda do time que representa o maior perigo para o Santos na Copa Libertadores. Leia mais.
  • Paulo Calçade destaca bem uma ótima notícia para aqueles que, como eu, defendem o sistema de pontos corridos no Brasileirão. Incrível como aumentou a receita dos clubes brasileiros desde 2003! Leia mais.

Read Full Post »

Neymar deu mais um show, o resultado foi ótimo, a torcida fez a festa e os jogadores se empolgaram após o jogo. Esse é um possível ponto de vista para a vitória do Santos contra o Cerro Porteño por 1 a 0.

O time sentiu a falta de Ganso. Elano foi mal. Zé Eduardo é fraco e está pior que o normal. Rafael teve que fazer um milagre. E o Cerro, além de bem arrumado taticamente, conta com o perigoso Fabbro. Esse é outro possível ponto de vista para a vitória do Santos contra o Cerro Porteño por 1 a 0.

Não é preciso escolher necessariamente um dos dois. Fico com o meio termo e assim evito o oba-oba que muitos comentaristas fizeram por aí. O Santos ainda não está classificado para a final da Libertadores e precisa sim ter atenção contra o Cerro. Ao contrário do que escreveu, por exemplo, Marcelo Bechler, entendo que é possível sim apostar em uma eliminação do Peixe. Não serei eu a apostar, mas… cuidado!

Não trata-se de pessimismo. Na verdade o Santos tem vários motivos para ficar otimista. Há vários retrospectos e históricos que apontam para isso, como destacou Rodolfo Rodrigues.

O problema, bem observado por Vitor Birner, é que “nunca o Santos sentiu tanto a ausência de Ganso”. O problema é que há uma exagerada dependência de Neymar, como lembrou Sérgio Xavier. O problema é que “o jogo do Santos não fluiu” contra o Cerro, como disse Carlos Pizzatto. O problema é que o time paraguaio é bem estruturado taticamente e tem jogadores de qualidade, como mostrou Eduardo Cecconi.

Não são problemas demais para apostar cegamente na classificação do Santos? Creio que sim. E aqui não há vários pontos de vista…

Zé Eduardo
Zé Eduardo não é motivo demais para o santista já ficar preocupado na Libertadores?

Read Full Post »

Ronaldo vai se despedir oficialmente da Seleção Brasileira no dia 7 de junho e nem tem para quem passar a amarelinha número 9. Depois de Careca, Romário e o próprio “Fenômeno”, o posto de centroavante canarinho ficou sem dono.

Ronaldo se despede sem deixar um substituto pronto
Ronaldo se despede sem deixar um substituto pronto

O sucessor natural é Alexandre Pato, claro. Trata-se de um jovem diferenciado, com tudo para se tornar um craque. Mas seu frequentes problemas físicos o atrapalham demais e já não dá mais para confiar nele. É preciso ter um plano B, algo que Mano Menezes não conseguiu até agora. As opções são poucas, não é fácil mesmo, mas o técnico do Brasil também errou demais nessa missão.

Por isso o Opiniões em Campo resolveu ajudá-lo e elaborou uma lista com as melhores opções que o Brasil tem para ser o reserva do Pato. Porém, mais importante do que lembrar de todos eles, é dar continuidade para alguém e não ficar inventando Tardellis ou Jonas a cada convocação.

Aproveite, Mano! De nada.

7º) Luis Fabiano (São Paulo)
Está com sérios problemas físicos e ainda tem o agravante da idade avançada. Parece até que já está fora dos planos do Mano, mas eu não o descartaria totalmente por enquanto.

6º) Adriano (Corinthians)
Poderia até ser o titular da Seleção, se não fossem seus problemas físicos e psicológicos. Não tenho fé que tudo isso vá se resolver no Corinthians, então realmente é uma opção apenas para o futuro.

5º) Kleber (Palmeiras)
Desde que voltou ao Palmeiras, tem mostrado que está mais calmo e pode sim jogar fixo na área. É claro que vai render mais se puder sair dela e atuar de frente para o gol, mas nessa posição ele não teria chances na Seleção.

4º) Fred (Fluminense)
Mano não deveria ter lhe convocado agora, já que seu momento é fraco. Mas ele tem potencial para ser um dos melhores centroavantes do Brasil. Em forma e motivado, pode assumir a liderança dessa lista facilmente.

3º) Leandro Damião (Internacional)
A sua primeira convocação veio cedo demais, mas aposto que com o tempo ele vai justificar isso. Depois de Pato, é o melhor centroavante que surgiu recentemente e por isso precisa mesmo entrar nos planos para renovar a Seleção.

2º) Nilmar (Villareal-ESP)
Foi bem demais na temporada europeia e, apesar de não ser sempre o centroavante do time, pode resolver o problema da Seleção. Tem até um futebol parecido com o de Pato, com velocidade e boa finalização.

1º) Hulk (Porto-POR)
A temporada excepcional que ele teve deveria lhe render muito mais chances do que aquelas que recebeu. Não joga como centroavante no Porto, mas pode fazer essa função na Seleção e até revezar com Neymar ou Robinho, caindo pelas pontas também.

Além deles, para a Copa do Mundo de 2014 podemos ainda torcer pelas evoluções de André, Diego Maurício, Wallyson, Willian José e Walter. Não vejo potencial em nenhum deles para serem jogadores de Seleção, mas são os melhores centroavantes jovens que temos no momento e nem é preciso explicar o quanto o futebol é surpreendente. Mano pode ter que contar com essa sorte também…

Read Full Post »

A primeira constatação é a mais óbvia: com a chegada de Gilberto Silva, o Grêmio ganha parte da experiência que Renato Gaúcho tanto pediu recentemente. A juventude exagerada do elenco gremista ficou escancarada na derrota para o Corinthians, no último domingo. O time sentiu o gol de empate, piorou no jogo e logo sofreu a virada. Enfim, realmente o Grêmio precisa de jogadores mais experientes.

Mas isso não faz de Gilberto Silva uma solução definitiva para o time. Muito pelo contrário. O volante, que só deve estrear em julho ou agosto, pode sim trazer ainda mais problemas para Renato Gaúcho. Quem acompanhou as últimas temporadas dele sabe disso: Gilberto Silva hoje é um volante discreto, lento e simplista demais. Faz o básico, mas não é do básico que o Grêmio precisa.

Quando puder jogar, Gilberto Silva deve fazer com que Fábio Rochemback avance mais e jogue em linha com Adilson ou Lúcio, contando com a armação de Douglas mais à frente. Seria um meio-campo razoavelmente técnico e de forte marcação, mas lento demais e com poucos diferenciais na saída de bola.

Portanto, prefiro não entrar na empolgação de que um campeão do mundo está chegando ao Grêmio. Na verdade trata-se de uma contratação arriscada para uma posição que o time não precisava. Como vai ser? Aposto que, na melhor das hipóteses para o gremista, fará pouca diferença.

Read Full Post »

Older Posts »