Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘melhor do mundo’ Category

A Fifa divulgou nesta terça-feira sua lista de finalistas do prêmio Bola de Ouro 2010. Ao contrário dos últimos três anos, dessa vez não temos um favorito absoluto na disputa, o que torna a eleição ainda mais interessante.

Sempre apostei que a Copa do Mundo decidiria essa premiação, como aconteceu em 2002 e 2006. Porém, dessa vez isso não aconteceu. A Espanha, campeã do Mundo, não teve um grande destaque individual. Forlán, eleito pela Fifa como o melhor da competição na África do Sul, não virou favorito absoluto por estar um time de 2º escalão na Europa. E não falta concorrência para ele…

Por isso segue abaixo uma lista com os principais candidatos ao prêmio Bola de Ouro 2010, dentre aqueles indicados pela Fifa. Desse TOP 11 sai o vencedor. Eu já tenho meu voto…

11º) Thomas Müller
Já dá pra dizer que é um jovem de talento indiscutível. O incrível achado do Bayern é rápido, inteligente e matador. Foi bem na Liga dos Campeões pelo finalista Bayern de Munique e se consagrou como artilheiro da Copa.

10º) Cristiano Ronaldo
Tentou levar o Real Madrid nas costas e quase conseguiu, mas é impossível superar sozinho o Barcelona. Foi mal demais na Copa do Mundo, mas depois dela, na atual temporada, tem acumulado atuações espetaculares. Se continuar assim, sobe na minha lista, que ainda pode ser atualizada até o fim do ano.

9º) Xavi
Seu futebol é discreto e pode passar desapercebido por um olhar menos atento, mas ele é fundamental no estilo de jogo do Barcelona e principalmente no da Espanha. Sua capacidade de passe é incrível.

8º) Maicon
Não é fácil um defensor se destacar tanto na Europa. Mas Maicon conseguiu com sobras. Com força e velocidade, foi uma das armas da Inter de Milão, que foi campeã de tudo. E ainda foi bem na Copa, apesar do fracasso brasileiro.

7º) Bastian Schweinsteiger
É outro que, mesmo sem chamar tanta atenção, é fundamental em qualquer equipe. Cuidou como poucos da saída de bola do Bayern e da Alemanha, dois dos times que mais impressionaram em 2010.

6º) Andrés Iniesta
Ao fazer o gol que decidiu a final da Copa do Mundo para a Espanha, contra a Holanda, ele coroou uma temporada que já tinha servido para ele se consolidar como um dos melhores do mundo.

5º) Lionel Messi
Não foi uma temporada tão brilhante quanto a de 2009. Mas tecnicamente o argentino só é comparável a Cristiano Ronaldo no mundo. Faz atuações impressionantes no Barcelona. Ele fracassou na Copa do Mundo, é verdade, mas fez seus melhores jogos com a camisa da Argentina. Está evoluindo até nesse seu ponto fraco…

4º) Arjen Robben
Foi o craque que levou o Bayern de Munique para disputar a final da Liga dos Campeões. Não conseguiu decidir contra a Inter de Milão e ainda jogou a Copa lesionado, mas ainda foi vice-campeão mundial e não dá pra ignorar seus belos dribles e gols decisivos ao longo do ano.

3º) David Villa
Quando a Espanha passou por sufocos na Copa do Mundo, lá estava ele para marcar os gols que Fernando Torres não fazia. Se tivesse marcado mais um tento na final seria facilmente eleito o melhor do mundo, já que foi realmente brilhante na África do Sul.

2º) Diego Forlán
O peso da Liga Europa é menor, mas fato é que Forlán já tinha feito um incrível 1º semestre pelo Atlético de Madrid. Foi para a Copa e carregou o Uruguai nas costas rumo a um digníssimo quarto lugar. A Fifa o elegeu como melhor do Mundial na Áfica do Sul, mas isso não deve levá-lo ao Bola de Ouro automaticamente dessa vez. E por pouco…

1º) Wesley Sneijder
Só faltou vencer um jogo para ter uma temporada perfeita. Foi o cérebro da Inter de Milão que ganhou tudo no 1º semestre. Com a lesão de Robben, a inoperância de Van Persie e a limitação de Kuyt, teve que chamar a responsabilidade e levar a Holanda para a final da Copa. Faltou a vitória contra a Espanha para se consagrar, mas não dá pra julgar um ano em 90 minutos.

Meu voto não é exatamente meu palpite. Ou seja, creio que a lista da Fifa será um tanto diferente dessa acima. Coloquei minha opinião em campo, mas certamente a eleição trará uma conclusão variada das opiniões de jogadores, técnicos, jornalistas, etc…

Didier Drogba, Samuel Eto’o, Júlio César, Mesut Özil, Daniel Alves e Iker Casillas são outros da lista da Fifa que também tiveram um ótimo ano.

Lembro ainda de Diego Milito e Wayne Rooney, esquecidos pela entidade máxima do futebol. O argentino fez gols decisivos na Liga dos Campeões, enquanto o inglês foi o melhor do mundo nos dois ou três primeiros meses de 2010, sem dúvidas, até que se machucou e teve sua boa fase interrompida.

Read Full Post »

É muito ruim esse Messi! Até agora não fez sequer um gol na Copa do Mundo. Nenhum! Até o Demichelis já marcou o dele. Mas o tal ‘melhor do mundo’ não. Nada em 3 jogos. É uma decepção. Nunca joga bem com a camisa da Argentina.

Maradona queria se livrar dele já na 3ª partida. Disse que ia poupá-lo. Só se fosse poupá-lo de um vexame contra a forte marcação grega. Mas Messi pediu para jogar. E voltou a ser parado. Sempre tinha uma trave no caminho. Ou um Tzorvas na frente do gol. Assim como já teve Enyeama. Qualquer dificuldade vira desculpa!

Contra a Grécia, o que se viu em campo foi mais do mesmo: dribles desconcertantes, jogadas incríveis, chutes fortes e passes precisos. Um futebol exemplar, acima da média, genial! Messi é assim: tão jovem e tão brilhante. Tão esperto quanto habilidoso. Tão líder que já foi capitão. Mas tão azarado que não fez um gol. Novamente! É uma pena…

Agora Messi enfrentará Pérez, o goleiro baixinho do México. Será um gigante duelo abaixo do 1m80. Logo em uma Copa de tanta força física. Será curioso. E é melhor os mexicanos temerem: Messi não está para brincadeira na Copa. Não fez gols, é verdade. Mas fez o que se espera de uma estrela: magia.

Kaká, Robinho, Forlán, Sneijder, Özil, Higuaín, Villa e outros poucos também se destacaram. Mas nenhum foi tão acima da média quanto Messi por enquanto. Com tantos gols perdidos por centímetros, só dá pra ter certeza que virão mais quilômetros de genialidade por aí. A Copa ainda deve reservar um momento especial para Messi. Ele tem feito por merecer.

É muito ruim esse Messi… claro, claro, claro…

Read Full Post »

A partir do início de 2010, o Opiniões em Campo elegeu, mês a mês, quem foi o melhor jogador do mundo. Em janeiro e fevereiro, Rooney venceu. Em março, Messi levou a melhor. Abril e maio não tiveram posts (e me desculpo aqui por isso). Mas certamente os eleitos seriam Robben e Diego Milito, respectivamente.

Mas nada disso importa a partir de agora: a Copa do Mundo vai começar e é nela que veremos quem será o favorito ao prêmio de principal craque do ano, entregue pela Fifa no próximo mês de dezembro. É claro que os quatro citados acima saem na frente, mas, se qualquer outro conseguir desequilibrar na África, eles serão esquecidos.

Como PVC escreveu recentemente, “é injusto atribuir o prêmio da Fifa ao melhor da Copa, se ele é entregue historicamente ao melhor da temporada, no ano inteiro”. Mas é exatamente isso que acontece e não vai mudar dessa vez.

Sendo assim, Kaká, Cristiano Ronaldo, Sneijder, Ribéry, Eto’o, Xavi, Villa, Fernando Torres, Iniesta e Schweinsteiger ainda podem entrar na briga. Nenhum deles foi o melhor do mundo em algum mês do ano. Alguns dele sequer tiveram grandes momentos de destaque. Mas são essenciais para suas seleções e, caso brilhem, certamente se tornarão favoritos para o prêmio.

O que não dá pra fazer é ficar em cima do muro. Não é o costume deste blog e por isso vou arriscar: o fora de série Lionel Messi vai finalmente aprontar das suas com a camisa da Argentina. Com adversários fáceis na 1ª fase, a equipe de Maradona vai poder crescer durante a Copa e deve criar condições para a “Pulga” brilhar na fase final.

Claro que é só um palpite e, na verdade, o importante é saber que todos os citados acima são exatamente aqueles que têm maiores chances de faturar o prêmio individual do ano, mas que será decidido entre junho e julho. E para você, quem vai ser o craque da Copa?

Read Full Post »

O mês de março acabou e foi encerrada junto com ele a hegemonia de Wayne Rooney como melhor jogador do mundo. Escolhido aqui como o principal craque de janeiro e fevereiro, o inglês dessa vez foi ofuscado por Lionel Messi.

O atacante do Barcelona esteve simplesmente genial nas últimas semanas: foram 3 gols contra Valencia e Zaragoza, 2 contra o Almería e ainda participação direta nos 4 tentos contra o Stuttgart, pela Liga dos Campeões.

Com tudo isso, a reação da imprensa não poderia ser menos exagerada: chamado “de extraterrestre a Deus”, ele logo passou a ser colocado ao lado de Maradona, Pelé e outras grandes lendas da história do futebol. Sobraram comparações desnecessárias.

É verdade também que não foi só o argentino que brilhou em março. Rooney foi excelente contra Milan e Fulham (2 gols em cada jogo); Eto’o brilhou contra Chelsea (Liga dos Campeões) e Livorno (nesse jogo marcou até de bicicleta); e Drogba desequilibrou contra o West Ham (2 gols).

Arshavin, Cristiano Ronaldo, Ibrahimovic, Fernando Torres, Tevez e até o jovem Jovetic também tiveram seus ótimos momentos, dignos de “melhor jogador do mundo”. Mas nada é sequer comparável ao que Messi fez. E em abril, alguém vai conseguir superá-lo? Difícil…

Read Full Post »

Argentina e Inglaterra, comemorem! Suas seleções têm os dois melhores jogadores do mundo na atualidade. É impressionante ver como Rooney e Messi estão sobrando disparados entre os maiores craques do mundo.

Esse final de semana serviu para mostrar isso mais uma vez: Rooney fez 2 gols contra o Fulham, enquanto Messi respondeu com 3 tentos diante do Valencia. Claro que não são adversários tão difíceis, mas esses jogos só completam um ciclo de vários e vários jogos ótimos de ambos.

Rooney, por exemplo, já foi eleito, nessa seção mesmo, o melhor jogador do mundo nos 2 primeiros meses do ano. Já Messi é o artilheiro disparado do Campeonato Espanhol e não tem escolhido adversários para se destacar – tem impressionado em quase todo jogo do Barcelona.

A questão é: eles vão repetir essas atuações na Copa do Mundo? Afinal, é lá que realmente saberemos quem será o grande craque do ano. O pior: tanto Messi quanto Rooney correm grande risco de fracaso na África do Sul.

Quanto ao argentino, nem é preciso falar muito: sua seleção ainda é um combinado desorganizado e ele dificilmente consegue brilhar quando joga com os hermanos.

Já Rooney jogará com um elenco forte, com um bom técnico e ele sabe se destacar com a camisa da Inglaterra. Só que o escândalo da traição de Terry, junto com as lesões graves de alguns jogadores (Beckham e Owen, por exemplo), podem atrapalhar esse favoritismo da seleção.

Se existe alguma chance de outro jogador, como Cristiano Ronaldo ou Drogba, ser eleito o melhor do mundo em 2010, essas são as principais esperanças nas quais eles devem se agarrar.

Read Full Post »

Wayne Rooney foi o melhor jogador do mundo em janeiro, como comentado aqui. Mais do que isso: 2010 pode ser o ano dele, pois tudo que ele fez em fevereiro comprova isso. O mês acabou e mais uma vez sobraram lembranças de grandes atuações do atacante inglês.

Neste domingo, por exemplo, ele decidiu a final da Copa da Liga Inglesa com um gol de cabeça.  Só que o auge recente veio mesmo no importante jogo do Manchester United contra o Milan, pela Liga dos Campeões. Ainda dá pra citar também o jogo contra o West Ham, em que Rooney fez dois gols.

É claro que não foi só ele que brilhou no futebol em fevereiro. Ainda na Inglaterra, Didier Drogba teve uma ótima atuação contra o Arsenal, em um jogo de enorme importância na briga pelo título do Campeonato Inglês.

Cristiano Ronaldo chegou a ser chamado de “Deus” após o jogo contra o Villareal. Já pelo Barcelona, Lionel Messi foi quem desequilibrou, principalmente no duelo contra o Getafe. O argentino é o atual artilheiro do Campeonato Espanhol, junto com David Villa, e tem atropelado os números de Ronaldinho Gaúcho no time espanhol.

Aliás, na Itália, os melhores momentos vieram com Alexandre Pato e principalmente com Ronaldinho. O primeiro se destacou demais contra o Atalanta, no último domingo, enquanto o Gaúcho decidiu partidas contra Udinese e Bari, além de ter ido bem na Liga dos Campeões.

Só que tudo isso não supera o que Rooney tem feito pelo Manchester United. Março já começou e agora fica o desafio: será que alguém vai conseguir ter um mês melhor do que o impressionante atacante inglês? Concorrentes não faltam, como deu pra ver em fevereiro, mas a tarefa não é fácil.

Read Full Post »

O mês de janeiro acabou e já serviu para apontar alguns favoritos para o prêmio de melhor jogador do mundo em 2010. Os principais foram Ronaldinho Gaúcho e Rooney, mas outros também se destacaram.

Cristiano Ronaldo, por exemplo, segue bem no Real Madrid e, apesar de uma expulsão besta, decidiu o jogo contra o Malága com dois gols. Messi, o melhor de 2009, também segue em alta. Fez, por exemplo, dois gols na importante goleada do Barcelona contra o Sevilla.

Ja outros caíram de produção. Drogba, talvez o melhor jogador da temporada europeia até aqui, não foi bem na Copa Africana, assim como Eto’o. Xavi, Ibrahimovic, Kaká e Fabregas, outras boas apostas, tiveram altos e baixos.

Mas voltemos aos personagens principais do mês: Ronaldinho Gaúcho pode comemorar e muito pelo seu bom começo de ano. Suas boas atuações no Campeonato Italiano fizeram com que até o seu retorno à Seleção Brasileira fosse extremamente cogitado na imprensa.

Mesmo assim, não houve quem jogasse mais bola do que Wayne Rooney. Como eu escrevi no twitter do Opiniões em Campo logo após os 4 gols que ele marcou contra o Hull City, “Rooney tem jogado muita bola nessa temporada. Se a Inglaterra for bem na Copa, vira um dos favoritos pra ‘melhor do mundo’. Sem exagero”.

E escrevi isso antes da grande atuação dele contra o Arsenal, neste domingo, em um jogo super decisivo para o Campeonato Inglês. Ou seja, ele provou, em todo o mês de janeiro, que realmente não há exagero na minha frase acima. 2010 pode ser o ano de Rooney. Janeiro já foi o mês dele!

Read Full Post »