Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Alex Sandro’

Thiago Silva já está com o passaporte carimbado para Londres. O capitão da Seleção Brasileira vai disputar a Olimpíada como um dos jogadores acima de 23 anos. Restarão, portanto, duas vagas para os “velhinhos”. Depois dos amistosos da Seleção olímpica, cinco jogadores aparecem bem nessa disputa: Jefferson, Daniel Alves, David Luiz, Marcelo e Hulk.

Quem deve sair da briga mais facilmente é o goleiro Jefferson. O desempenho do santista Rafael nos três jogos que disputou não foi brilhante. Ele não chegou a falhar, mas também não mostrou tanta segurança e nem fez defesas incríveis. Mano nunca demonstrou grande confiança nele, mas ainda assim deve levá-lo como titular. Afinal, Jefferson (e nenhum outro goleiro brasilero) também não é brilhante e gastar uma vaga com um jogador dessa posição não fará diferença.

Rafael está à frente de Jefferson por falta de opção

Rafael está à frente de Jefferson por falta de opção

Já na lateral-direita há uma preocupação física em primeiro lugar: Daniel Alves se contundiu no ombro e pode não se recuperar a tempo. Caso consiga estar disponível, pode tirar Danilo ou Rafael do grupo, já que ambos tiveram desempenho defensivo abaixo da média nos amistosos. A questão é: Daniel Alves marca melhor que eles? Certamente não. A única diferença real seria no ataque, já que o time ficaria menos dependente das jogas pela esquerda. Mas o desempenho defensivo seria o mesmo.

Marcelo vive situação parecida na lateral-esquerda: é muito melhor do que seu principal concorrente, Alex Sandro, mas também tem problemas – é indisciplinado e deixa buracos na defesa. Porém, o outro jogador da posição que está pré-convocado é Lucas Mendes, do Coritiba, que foi pouco observado até agora. Portanto, a briga de Marcelo pode ser até com Daniel Alves, que já atuou como lateral-esquerdo na Seleção Brasileira e pode ser convocado como coringa.

Real x Barcelona na Seleção?

Real x Barcelona na Seleção?

Ainda nos problemas defensivos, existe a carência de zagueiros com idade olímpica. Juan e Bruno Uvini mostraram nos amistosos como é fraca nossa nova geração de beques. Mano poderia ter levado mais um jogador da posição para ser testado, como Rafael Tolói (Goiás), Manoel (Atlético-PR) ou até Marquinhos (Corinthians), mas é provável que nada mudaria. Isso só reforça a necessidade de levar outro zagueiro experiente, além de Thiago Silva. David Luiz é o nome ideal, por ter sido o mais testado até agora. Dedé é outra opção, caso o jogador do Chelsea não esteja 100% fisicamente.

Único jogador acima de 23 anos testado no ataque, Hulk foi o principal erro de Mano Menezes durante os amistosos. É evidente que o jogador do Porto/Chelsea foi bem, mas o técnico deveria ter testado outros jogadores na posição, principalmente Lucas, do São Paulo. Seria preciso observar se outros meia-atacantes podem dar conta do recado. Porém, mesmo sem esse teste, não aposto que Mano vá convocar Hulk. O problema na defesa é muito mais grave do que a falta de experiência dos jogadores ofensivos.

Conclusão
Como foi visto nos amistosos, a defesa é o principal problema da Seleção olímpica. Eu jamais confiaria em Juan, Bruno Uvini ou quaisquer outros zagueiros que não foram testados. Portanto, o ideal é convocar David Luiz. Já no ataque a situação parece melhor, ainda mais com a ascensão de Oscar. Portanto, eu descartaria Hulk e ficaria em dúvida entre Daniel Alves e Marcelo. Para resolver essa questão só com um parecer sobre o estado físico do jogador do Barcelona. Mas a tendência é que Mano opte por Marcelo e feche assim a lista dos 18 convocados para Londres:

Goleiros: Rafael e Neto
Laterais: Danilo, Rafael, Marcelo e Alex Sandro
Zagueiros: Thiago Silva, David Luiz e Juan
Volantes: Sandro, Rômulo e Casemiro
Meias: Ganso e Oscar
Atacantes: Neymar, Lucas, Alexandre Pato e Leandro Damião

Acertei, Mano?

Acertei, Mano?

Read Full Post »

Apesar da derrota contra a Alemanha ter sido desastrosa, pouca coisa vai mudar de verdade na Seleção Brasileira por causa disso. Mano não vai cair, até porque faltam opções para o seu lugar. E não é uma troca de um ou outro jogador que vai resolver tudo.

Seis da Seleção


Mas há uma mudança que terá que acontecer de qualquer jeito: André Santos vai perder seu status de intocável na lateral-esquerda. A falha no terceiro gol alemão foi digna de pena. Mano não costuma perdoar esse tipo de erro na Seleção e já indicou, após o amistoso, que mudanças devem acontecer

O problema é: quem vai entrar no lugar de André Santos? Veja a lista dos seis possíveis novos donos da camisa 6 da Seleção:

6º) Cortês (Botafogo)
Destaque do Campeonato Carioca pelo Nova Iguaçu, bastou uma grande partida contra o Flamengo para ele já ser cogitado na Seleção. Um exagero dos cariocas, claro.

E é óbvio também que ele não fez apenas um jogo bom. Antes de se contundir, ele já vinha bem e agora voltou com tudo. Tem habilidade, tem raça, tem velocidade, mas é preciso calma. Pode ser só uma fase. É preciso ver se ele é regular. Eu jamais o convocaria neste momento complicado da Seleção. Mas há quem faria essa loucura…

Casamento de Cortês, do Botafogo, no Habibs
Ok, o casamento de Cortês no Habib’s também aumentou seu prestígio

5º) Daniel Alves (Barcelona-ESP)
Por que não improvisar? O Brasil precisa reconhecer que não tem mais esse talento de sobra de outros tempos e por isso talvez seja necessário improvisar mesmo.

Maicon tem ganhado a posição na direita e Dani Alves já fez a lateral-esquerda pela Seleção. E o próprio Mano, depois que fez a última convocação com apenas um jogador de origem na posição, indicou que o lateral do Barça pode ser improvisado. Não é uma solução, mas é uma hipótese.

4º) Adriano (Barcelona-ESP)
Não é um jogador tão brilhante, mas é técnico e seguro. Ou seja, dificilmente faria o erro que André Santos cometeu contra a Alemanha.

Pesa contra ele principalmente o fato de não ser um jogador de velocidade. A Seleção do Mano precisa de alguém que passe rapidamente para jogar com Neymar na esquerda. Adriano não fará isso, mas pode fazer outras funções com um resultado melhor do que foi visto até agora.

3º) Fábio (Manchester United-ING)
Se a ideia realmente é renovar, esse é o nome para esquerda da Seleção. Fábio ainda é muito jovem e só a partir deste ano é que passou a ganhar mais chances no Manchester United. Mas tem muito potencial.

Dificilmente ele vai ser titular do time inglês, já que Evra é um dos melhores do mundo na posição. Mas Fábio pode ganhar ritmo de jogo atuando pela direita, já que é destro, e então se credenciar para a Seleção. Talento ele tem.

2º) Filipe Luís (Atlético de Madri-ESP)

Filipe Luís
Lembra dele?

Quando ainda estava no La Coruña, foi uma das melhores “invenções” de Dunga. Pena que uma contusão gravíssima acabou com as suas chances de disputar a Copa do Mundo de 2010.

Filipe também tem características que podem prejudir o esquema tático da Seleção, principalmente por ser um lateral que sabe marcar mais – uma virtude que na verdade precisa ser exaltada e aproveitada pelo Brasil.

1º) Marcelo (Real Madrid-ESP)
Não fosse o tal e-mail errado para Mano Menezes ele já seria o dono absoluto da posição. Tem futebol para isso. Resta saber se tem vontade…

Não critico o Mano por querer manter Marcelo fora do time. Em qualquer time é difícil lidar com um jogador que não mostra comprometimento. Mas a situação da lateral-esquerda é realmente grave. Uma conversa para resolver isso talvez seja necessária.

Em suma, a conclusão é: fora Marcelo, é difícil achar alguma outra opção convicente para a lateral-esquerda. Todas têm algum problema.

Até por isso é possível que André Santos continue no time, mesmo que como reserva. Só duvido que ele consiga enganar até a Copa de 2014, quando alguns bons jovens da posição, como Alex Sandro (Porto-POR), Diego Renan (Cruzeiro) e Gabriel Silva (Palmeiras) podem se firmar.

Leia também

Read Full Post »

Neymar sumiu. A primeira final da Libertadores foi um dos piores jogos do atacante em 2011. Sem ele, o Santos foi um time comum, de defesa enfraquecida pelos desfalques e ainda com alguns desajustes táticos. Tudo isso explica porque a partida terminou 0 a 0. Afinal, o time da Vila Belmiro é melhor que o Peñarol. Mas não pode contar só com isso. Tem que jogar. Neymar tem que jogar. Não pode repetir a atuação desta quarta se quiser ser campeão.

Levanta, Neymar!
Levanta, Neymar!

É claro que parte do insucesso de Neymar passa por toda intimidação que o time uruguaio fez contra ele. Faltas, ameaças, agressões… tudo isso aconteceu. Mas Neymar precisa se acostumar com isso. E nem dá para usar a desculpa da juventude, afinal, há quanto tempo Neymar é perseguido inclusive no Brasil? Já foi o suficiente para se acostumar…

Apesar da marcação do Peñarol ser bem feita, não foi exatamente isso que parou Neymar. Ele poderia ter aproveitado o espaço que havia pela esquerda, junto com Alex Sandro, que fez boa partida ofensivamente. Mas não conseguiu. Pouco fez, pouco conseguiu, pouco produziu. Só reclamou. E não se trata de jogar pressão demais em quem não merece: Neymar tem sim que crescer em um jogo tão grande como esse.

E não se trata também de querer rotulá-lo como ‘pipoqueiro’, ‘amarelão’, ‘cai-cai’ ou algo do tipo. Ele não é nada disso, todos sabem. Durante o jogo, cheguei até a escrever no twitter sobre esse cuidado que precisamos ter: “Eis que #neymarcaicai aparece nos TT’s. Eu que não caio nessa. Daqui a pouco ele destrói com o jogo e eu pago de burro”.

Ele não destruiu com o jogo. Mas ainda pode destruir no Pacaembu, dessa vez ao lado de Ganso. É só reclamar menos e jogar mais. A promesa foi feita: “No Brasil será diferente”, disse Neymar, logo após o jogo. E, sinceramente, até torço por isso. Quero ver um craque do futuro fazer história no presente. Isso não tem preço.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Inter – Com raça de sobra, mostrando que realmente se precoupa com o Brasileirão, conseguiu bater o ex-líder Corinthians por 3 a 2, para a festa de um Beira-Rio empolgado.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

São Paulo – Quando achei que ninguém mais seria surpreendido pelo Goiás, o Tricolor Paulista perdeu de 3 a 0 para o Esmeraldino logo no Morumbi.

TROFÉU HERÓI

Neymar – Em uma rodada cheia de destaques individuais, o atacante santista foi o principal deles, mas só por causa de tudo que antecedeu sua grande atuação na vitória do Santos contra o Cruzeiro, por 4 a 1.

Mas Jefferson (Avaí), Kléber (Palmeiras), Rodriguinho (Fluminense) e Victor (Grêmio) também foram grandes heróis da rodada.

TROFÉU VILÃO

Dedé – O bom zagueiro do Vasco fez o pênalti que decidiu o jogo contra o Guarani, convertido por Baiano.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Renan Ribeiro – O jovem goleiro aparece como esperança para sanar os problemas debaixo das traves do Atlético-MG.

Ele não teve culpa nos gols da vitória do Grêmio por 2 a 1 e pode ser que realmente seja melhor do que Fábio Costa ou Aranha.

VALEU O INGRESSO

Alex Sandro – O versátil e talentoso jovem do Santos aplicou um belo drible e finalizou por cobertura contra o goleiro Fábio.

Foi um dos gols mais bonitos do Brasileirão 2010 até agora, sem dúvidas.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Internacional 3 x 2 Corinthians – Foi uma partida de boa técnica mostrada desde o início, mas a emoção no final foi o que fez dele um dos melhores jogos desse Brasileirão.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Guarani 1 x 0 Vasco – Só polêmicas com a arbitragem não salvam uma partida fraca entre times apenas medianos.

DETALHE TÁTICO

Santos no 4-3-3 – O interino Marcelo Martelotte voltou a escalar o time no esquema tático ao qual os jogadores já estão acostumados. Com certeza esse é um dos motivos para a goleada do Santos sobre o Cruzeiro.

DETALHE DO TÉCNICO

Celso Roth – Todas suas substituições foram bem feitas. Ele foi ousado ao colocar Edu quando Tinga se machucou e teve estrela por fazer entrar em campo Andrezinho e Alecsandro, autores de um gol cada no duelo contra o Corinthians.

O FUTEBOL É INJUSTO

Flamengo prejudicado – Quando o jogo ainda estava 1 a 0 para o Palmeiras, Gabriel Silva fez pênalti em Diogo, mas o goiano André Luiz Castro não apitou no lance.

Não foi por isso que o Flamengo perdeu, já que seus problemas vão além da má arbitragem desse jogo, mas de fato a jogada poderia ter dado outros rumos para a partida.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Fluminense – Voltou ao topo da tabela após bater o Vitória, em pleno Barradão, por 2 a 1, logo quando eu acreditava que o time baiano cresceria de volta na competição.

PAPO RETO

Dorival Júnior,

Você não se arrependeu?

Ao ver Atlético-MG 1 x 2 Grêmio, não consegui parar de pensar o quão corajosa foi sua atitude de assumir o Galo agora. Admiro, mas não entendo. Acredito que não vai dar certo para você dessa vez.

ACRÉSCIMOS

Equilíbrio – O Brasileirão pegou fogo de vez. É nesse momento que a disputa fica mais animada, pois existe muita briga por posição nivelada e qualquer tropeço é extremamente decisivo.

Tanto em cima quanto embaixo da tabela veremos boas brigas nas próximas rodadas, como já aconteceu nessa 25ª.

Read Full Post »