Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘André Santos’

Apesar da derrota contra a Alemanha ter sido desastrosa, pouca coisa vai mudar de verdade na Seleção Brasileira por causa disso. Mano não vai cair, até porque faltam opções para o seu lugar. E não é uma troca de um ou outro jogador que vai resolver tudo.

Seis da Seleção


Mas há uma mudança que terá que acontecer de qualquer jeito: André Santos vai perder seu status de intocável na lateral-esquerda. A falha no terceiro gol alemão foi digna de pena. Mano não costuma perdoar esse tipo de erro na Seleção e já indicou, após o amistoso, que mudanças devem acontecer

O problema é: quem vai entrar no lugar de André Santos? Veja a lista dos seis possíveis novos donos da camisa 6 da Seleção:

6º) Cortês (Botafogo)
Destaque do Campeonato Carioca pelo Nova Iguaçu, bastou uma grande partida contra o Flamengo para ele já ser cogitado na Seleção. Um exagero dos cariocas, claro.

E é óbvio também que ele não fez apenas um jogo bom. Antes de se contundir, ele já vinha bem e agora voltou com tudo. Tem habilidade, tem raça, tem velocidade, mas é preciso calma. Pode ser só uma fase. É preciso ver se ele é regular. Eu jamais o convocaria neste momento complicado da Seleção. Mas há quem faria essa loucura…

Casamento de Cortês, do Botafogo, no Habibs
Ok, o casamento de Cortês no Habib’s também aumentou seu prestígio

5º) Daniel Alves (Barcelona-ESP)
Por que não improvisar? O Brasil precisa reconhecer que não tem mais esse talento de sobra de outros tempos e por isso talvez seja necessário improvisar mesmo.

Maicon tem ganhado a posição na direita e Dani Alves já fez a lateral-esquerda pela Seleção. E o próprio Mano, depois que fez a última convocação com apenas um jogador de origem na posição, indicou que o lateral do Barça pode ser improvisado. Não é uma solução, mas é uma hipótese.

4º) Adriano (Barcelona-ESP)
Não é um jogador tão brilhante, mas é técnico e seguro. Ou seja, dificilmente faria o erro que André Santos cometeu contra a Alemanha.

Pesa contra ele principalmente o fato de não ser um jogador de velocidade. A Seleção do Mano precisa de alguém que passe rapidamente para jogar com Neymar na esquerda. Adriano não fará isso, mas pode fazer outras funções com um resultado melhor do que foi visto até agora.

3º) Fábio (Manchester United-ING)
Se a ideia realmente é renovar, esse é o nome para esquerda da Seleção. Fábio ainda é muito jovem e só a partir deste ano é que passou a ganhar mais chances no Manchester United. Mas tem muito potencial.

Dificilmente ele vai ser titular do time inglês, já que Evra é um dos melhores do mundo na posição. Mas Fábio pode ganhar ritmo de jogo atuando pela direita, já que é destro, e então se credenciar para a Seleção. Talento ele tem.

2º) Filipe Luís (Atlético de Madri-ESP)

Filipe Luís
Lembra dele?

Quando ainda estava no La Coruña, foi uma das melhores “invenções” de Dunga. Pena que uma contusão gravíssima acabou com as suas chances de disputar a Copa do Mundo de 2010.

Filipe também tem características que podem prejudir o esquema tático da Seleção, principalmente por ser um lateral que sabe marcar mais – uma virtude que na verdade precisa ser exaltada e aproveitada pelo Brasil.

1º) Marcelo (Real Madrid-ESP)
Não fosse o tal e-mail errado para Mano Menezes ele já seria o dono absoluto da posição. Tem futebol para isso. Resta saber se tem vontade…

Não critico o Mano por querer manter Marcelo fora do time. Em qualquer time é difícil lidar com um jogador que não mostra comprometimento. Mas a situação da lateral-esquerda é realmente grave. Uma conversa para resolver isso talvez seja necessária.

Em suma, a conclusão é: fora Marcelo, é difícil achar alguma outra opção convicente para a lateral-esquerda. Todas têm algum problema.

Até por isso é possível que André Santos continue no time, mesmo que como reserva. Só duvido que ele consiga enganar até a Copa de 2014, quando alguns bons jovens da posição, como Alex Sandro (Porto-POR), Diego Renan (Cruzeiro) e Gabriel Silva (Palmeiras) podem se firmar.

Leia também

Read Full Post »

Mano/ AFP

Está chegando a hora, Mano

A Seleção Brasileira voltou a decepcionar no sábado e deixou uma grande lista de dúvidas na cabeça de Mano Menezes. “Troco Fred por Pato?”. “Mantenho o Jadson como titular?”. “Dou uma chance ao Robinho?”. “Troco os laterais?”. 

Essas devem ser algumas questões que estão na cabeça do técnico da Seleção. Porém, ele precisa perceber que o problema do time é muito mais profundo. Ou seja…

Não adianta colocar Fred no lugar de Alexandre Pato se o centroavante da Seleção Brasileira continuar isolado, sozinho na frente.
Não adianta colocar Jadson no lugar de Robinho se ele continuar sendo apenas um jogador preso na ponta direita.
Não adianta colocar Neymar em campo se ele ficar só na ponta esquerda e ninguém se aproximar para jogar com ele.
Não adianta torcar os laterais, mesmo o fraquíssimo André Santos, se a ordem é para eles não subirem tanto para o ataque.
Não adianta tirar Lúcio ou Thiago Silva para colocar o David Luiz se a marcação dos volantes ainda deixar os zagueiros tão expostos.

Enfim, Mano precisa entender que não é só uma questão de trocar peças, colocar esse ou aquele jogador como titular. A tática a estratégia da Seleção também precisam mudar. Esse 4-2-3-1 com jogadores tão fixos não funciona. O posicionamento tem que mudar, a movimentação tem que acontecer e é o próprio Mano quem precisa corrigir tudo isso.

Afinal, não adianta se classificar contra o Equador se esse time não vai melhorar.
Não adianta esperar que os jogadores façam lances individuais e salvem o seu cargo, Mano Menezes.
Porque, pelo visto, não adianta mesmo torcer para essa Seleção tão mal treinada e tão pouco comprometida.

Não adianta!

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Barcelona – David Luiz (Z-Chelsea) – Se ele se adaptou tão rápido na Inglaterra, certamente se destacaria também na Espanha.

Juventus – Aguero (A-Atlético de Madri) – Não à toa ele virou um dos atacantes mais desejados na Europa. Certamente resolveria boa parte dos problemas ofensivos da Juve.

Manchester City – Alexis Sánchez (A-Udinese) – É outro que tem sido muito sondado no Velho Continente e tem qualidade para justificar isso. Viraria titular do City rapidamente.

Manchester City – Nasri (M-Arsenal) – Não é exatamente um meia central, mas pode jogar por ali e certamente seria mais eficiente do que Yaya Touré.

Roma – Stekelenburg (G-Ajax) – É um dos melhores goleiros do mundo e precisa mesmo ir para um grande centro do futebol para provar sua qualidade.

TANTO FAZ…

Barcelona – Oscar (M-Internacional) – Ele ainda não fez tudo que prometia, mas tem evoluído e pode ser uma aposta certeira do Barça para o futuro.

Bayern de Munique – Nani (MA-Manchester United) – O português é muito bom jogador, mas os Bávaros não precisam de mais um jogador para essa posição.

Juventus – Honda (MA-CSKA Moscou) – O japonês não chegaria para ser um protagonista, que é o que a Juve precisa agora. Mas pode reforçar bem o elenco para a temporada.

Manchester City – Hulk (A-Porto) – O brasileiro não pode ser visto como a solução para a provável saída de Tevez, mas seu porte físico e velocidade podem funcionar bem no futebol inglês.

Milan – Drogba (A-Chelsea) – É claro que trata-se de um atacante fora de série, mas o time italiano não precisa esquentar ainda mais a briga pela posição, que já é quente entre Ibrahimovic e Pato.

Real Madrid – Thiago Alcântara (M-Barcelona) – Ainda é muito jovem, mas dá sinais de que tem um futebol raro, que pode ser muito útil para os merengues.

CAI FORA!

Barcelona – André Santos (LE-Fenerbahçe-TUR) – É difícil até levar a sério esse boato. Analisá-lo então é quase impossível…

Barcelona – Capdevilla (LE-Villareal) – Ele é pior do que Abidal e Adriano, então não faz sentido contratar um provável terceiro reserva.

Inter de Milão – Banega (V-Valencia-ESP) – O pior de tudo é que chegaria para ser o substituto de Sneijder. Não conseguiria…

Milan – Adebayor (A-Real Madrid) – Como já explicado, os rossoneros não precisam de mais um centroavante. E o togolês não tem qualidade para brigar por espaço com Ibra ou Pato…

Real Madrid – Falcao (A-Porto) – Não parece ser tão superior a Higuaín ou Benzema. Chegaria só para ser mais um problema.

NÃO ENXERGAM?

Hummels (Z-Borussia Dortmund) – O jovem alemão foi um dos destaques do Borussia na temporada e poderia resolver os problemas defensivos de muitos times grandes da Europa.

Veja também:

Read Full Post »

Após três jogos, a seleção brasileira de Mano Menezes já parece ter uma base, uma espinha dorsal: Daniel Alves, Thiago Silva, André Santos, Lucas, Ramires, Robinho e Alexandre Pato são jogadores que devem constar em quase todas convocações futuras.

Até aqui foram três vitórias, alguns momentos de futebol bonito e muita organização tática. Mas o verdadeiro teste só acontecerá contra a Argentina. E para esse jogo até o próprio Mano já admite que pode mudar a sua base: “É uma situação que talvez faça você pensar em algumas peças novas”.

Agora fica a questão: quais serão essas novas peças? Abaixo tento adivinhar e analisar algumas delas, posição por posição:

Goleiros: Júlio César e Gomes?
Um dos melhores goleiros do mundo, Júlio César precisa voltar ao time. Goleiro é uma posição de confiança, e Mano precisa começar a criar esse elo.

O reserva deve ser Victor e, caso continue a ser chamado um terceiro nome, Gomes aparece como favorito, já que tem até a experiência de participação em uma Copa do Mundo.

Zagueiros: Lúcio e Juan?
Thiago Silva e David Luiz tem tudo para formar uma boa dupla, mas será que Mano vai querer a volta de Lúcio ou Juan ao time? Eu aposto que não. Ambos já têm mais de 30 anos e a renovação até aqui tem sido radical, o que é correto, já que de fato não há necessidade de apelar para jogadores mais velhos nessa posição. Estamos bem servido com os jovens.

Caso queira jogadores com mais passagens pela Seleção, mas que tenham mais condições de ir para a Copa de 2014, Mano pode optar, por exemplo, por Alex (Chelsea, 28 anos), Naldo (Werder, 28 anos) ou Alex Silva (São Paulo, 25 anos). Dentre esses três, aposto que pelo menos um será convocado para o jogo contra a Argentina.

Laterais: Maicon e Filipe Luís?
Aqui aparentemente os titulares já estão definidos. Pela direita, Daniel Alves teve atuações decisivas e se garantiu. André Santos também brilhou, especialmente contra os EUA, e mesmo antes já tinha a confiança de Mano.

Dentro da proposta de convocar mais jogadores experientes, é possível que Maicon finalmente volte, mesmo que seja para ser reserva. Já do outro lado é mais difícil achar nomes com rodagem pela Seleção, mas Filipe Luís, por exemplo, pode ser lembrado. É uma pena que Marcelo tenha queimado seu filme com Mano recentemente…

Volantes: Felipe Melo?
É a posição que Mano mais tem acertado, com Lucas, Sandro e Ramires sempre convocados. Fica apenas a dúvida para um quarto nome, que teoricamente seria disputado por Hernanes, Jucilei e Elias. Eu daria preferência para o primeiro e arrisco dizer que Mano fará o mesmo.

Porém, ele pode preferir um jogador mais rodado para a posição. Dentre aqueles que normalmente eram convocados por Dunga, apenas Felipe Melo pode surgir como opção, já que vive uma fase mais “zen” na Juventus. Porém, duvido que Mano vá fazer essa aposta de alto risco agora. Talvez só em um futuro distante. Assim espero…

Meias: Diego e 2 Alexs?
Mano ainda não encontrou o substituto ideal de Ganso. Por causa disso tem faltado um melhor toque de bola para a Seleção. Entendo que a solução para isso não passa pelos jogadores já convocados. Diego, Alex (Fenerbahçe) e Alex (Spartak) seriam opções melhores para o setor. Dentre os já chamados, Giuliano é o único que talvez resolva.

Atacantes: Nilmar e Vágner Love?
As vagas de Alexandre Pato e Robinho ninguém tira. Resta saber, por exemplo, quem seria o outro atacante de velocidade: Neymar e Philipe Coutinho podem ficar com a vaga, mas seria mais inteligente Mano apostar no já experiente Nilmar, que tem feito por merecer uma nova chance como titular do Brasil.

Já para ser o reserva de Pato a situação é mais delicada: André ainda é novo demais. Luis Fabiano talvez seja velho demais. E Adriano ainda não jogou de verdade pela Roma. Olhando para quem Mano já convocou, pode ser novamente a vez de Hulk ou Diego Tardelli. Mas uma aposta em Vágner Love, que tem feito boas atuações em 2010, também seria válida e compreensível.

Read Full Post »

Com a mais recente convocação de Dunga e sua entrevista esclarecedora, já é possível prever quem serão os 23 jogadores que defenderão a Seleção Brasileira na Copa do Mundo da África do Sul.

As dúvidas parecem cada vez mais resolvidas e, apesar de Dunga garantir que não está com a lista pronta, parece que uma enorme base já está pronta.

As últimas questões são: quem será o terceiro goleiro, os laterais-esquerdos e o reserva de Felipe Melo? Entretanto, mesmo esses problemas estão cada vez mais resolvidos.

Está longe de ser a lista ideal. Poderia ser melhor, é claro, mas também é preciso respeitar o bom trabalho de Dunga até aqui. Ele vai para a Copa do Mundo com moral e contará com esses jogadores em busca do hexa:

Goleiros
Júlio César (Internazionale-ITÁ)
Doni (Roma-ITÁ)
Victor (Grêmio)

Laterais
Maicon (Internazionale-ITÁ)
Daniel Alves (Barcelona-ESP)
Michel Bastos (Lyon-FRA)
André Santos (Fenerbahçe-TUR)

Zagueiros
Lúcio (Internazionale-ITÁ)
Juan (Roma-ITÁ)
Thiago Silva (Milan-ITÁ)
Luisão (Benfica-POR)

Volantes
Gilberto Silva (Panathinaikos-GRÉ)
Felipe Melo (Juventus-ITÁ)
Josué (Wolfsburg-ALE)
Kléberson (Flamengo)

Meias
Ramires (Benfica-POR)
Elano (Galatasaray-TUR)
Julio Baptista (Roma-ITÁ)
Kaká (Real Madrid-ESP)

Atacantes
Robinho (Santos)
Nilmar (Villarreal-ESP)
Luís Fabiano (Sevilla-ESP)
Adriano (Flamengo)

Gilberto é só uma experiência de Dunga, não deve ficar para a Copa. Marcelo e Kléber têm até mais chances do que ele. Mas prefiro apostar no André Santos.

Lucas ou Sandro ainda podem roubar a vaga de Kléberson, mas o volante do Flamengo estava na Copa das Confederações e conta com a fidelidade de Dunga.

No mais, é melhor não esperar mais por surpresas do técnico da Seleção Brasileira. E nem é hora para isso. Só nos resta torcer. E muito!

Read Full Post »

A estreia de Roberto Carlos no Corinthians reabre uma questão preocupante para a Seleção Brasileira: a total falta de opções para a lateral-esquerda na Copa do Mundo. Não que eu considere o veterano uma solução para esse problema, mas há quem admita a hipótese dele voltar a ser convocado.

PVC, por exemplo, fez um post sobre esse tema antes do jogo contra o Bragantino. No Blog da Trivela, há até um post pedindo por uma campanha para que Roberto Carlos volte à Seleção.

O fato é que isso mostra como o time de Dunga está com dificuldades nessa posição. Os principais candidatos atualmente são Marcelo, André Santos, Michel Bastos e Fábio Aurélio. O problema é que os 4 costumam jogar, na maioria das vezes, como meio-campistas em seus times.

Outros nomes, como Kléber ou Filipe Luís, até estão bem em seus clubes, mas não souberam aproveitar as chances que já tiveram no passado com a amarelinha.

E agora? Fica difícil até arriscar um palpite. Chego a duvidar que Dunga tenha uma posição realmente definida. Eu ainda duvido que Roberto Carlos saiba se aproveitar dessa indecisão, mas a possibilidade está aberta.

Read Full Post »

TABELINHA

A convocação de Dunga para o amistoso contra a Inglaterra foi boa. Hulk, Carlos Eduardo e Michel Bastos são jogadores que merecem uma chance, mesmo que tardia, em um teste de bom nível como esse.

Mas há uma questão que precisa ser esclarecida: Por que Dunga só convocou um lateral-esquerdo? Ele só acerta em deixar André Santos de fora, pois o ex-corintiano tem atuado como meia no Fenerbahçe.

O problema é que se trata da posição mais carente da Seleção, não há sequer um bom nome definido para ser titular e o técnico resolve testar poucos jogadores para a posição ou fica improvisando. Não entendo…

Dunga admitiu, na coletiva, após a divulgação da lista, que pensa em colocar Michel Bastos na posição. Só esquece que ele era um ala totalmente ofensivo já no Figueirense. Na França, é meio-campista sempre. Não faz sentido, não vai dar certo. Daniel Alves jogado por lá também é outra opção terrível.

No mais, pelo menos fica a esperança por uma boa atuação de Fábio Aurélio. Ele é outro que atuou algumas vezes no meio-campo do Liverpool recentemente, mas sempre foi um lateral de qualidade. Merece a chance.

A convocação, dentro dos limites, foi interessante. E quase 100% correta. Foi por pouco, Dunga, foi por pouco…

Read Full Post »

Older Posts »