Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Antônio Lopes’

O ORGULHO DA TORCIDA

São Paulo – Mesmo sem um futebol tão convincente, conseguiu uma vitória no clássico contra o Palmeiras e afastou uma crise que parecia voltar.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-MG – Teve um jogador a mais que o Vitória desde a metade do primeiro tempo, quando perdia por 2 a 0. Até conseguiu empatar, mas sofreu um gol depois e pagou mico em casa.

TROFÉU HERÓI

Rodriguinho – Fez dois gols contra o Flamengo e evitou que o Fluminense perdesse um clássico no dia que perdeu a liderança do Brasileirão para o Corinthians. Sem ele, os problemas do Tricolor Carioca seriam ainda maiores.

TROFÉU VILÃO

Harlei – Sofreu um frango e, apesar do Goiás ter empatado o jogo, seu erro foi cruel para um time que precisava demais da vitória contra o Ceará.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Marcelinho, o agora chamado Lucas – Impressionou a forma como ele chamou a responsabilidade no 2º tempo do clássico entre São Paulo e Palmeiras, fazendo um gol e uma assistência.

Tiro o chapéu para ele. Só não me peçam para me acostumar rapidamente com essa sua boba mudança de nome.

VALEU O INGRESSO

Elias – A tabela perfeita dentro da área, com direito a um passe de calcanhar, foi perfeito e com certeza é um lance raro de se ver. Por isso foi o escolhido.

Mas sobraram golaços como poucas vezes nesse Brasileirão: Renato Abreu, Daniel Carvalho, Rodriguinho, Jonas, Alessandro, Montillo e Wellington Monteiro fizeram bonitas pinturas em campo.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Flamengo 3 x 3 Fluminense – O grande clássico do Rio de Janeiro foi cheio de gols e  emoção, como costuma acontecer nos Fla-Flus.

Ficaram evidentes os problemas defensivos dos dois times, mas o importante é que isso porporcionou um belo espetáculo no Engenhão.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Guarani 0 x 0 Santos – Não foi um jogo com grandes oportunidades de gol e o pior é que o resultado não foi bom para nenhuma das equipes.

DETALHE TÁTICO

3-5-2 do Avaí – Antônio Lopes testou essa tática nos dois últimos jogos do time, saindo com um empate fraco contra o Vitória e uma derrota terrível, em casa, contra o Grêmio.

É melhor o Delegado repensar essa mudança.

DETALHE DO TÉCNICO

Ricardo Silva – Teve coragem de manter o Vitória em campo com um centroavante e fez bem ao trocar Júnior por Schwenck, que deu a assistência para o gol decisivo de Henrique na vitória por 3 a 2 contra o Galo.

O FUTEBOL É INJUSTO

Vasco merecia mais – O Inter até foi bem ao resistir à pressão do adversário, mas a verdade é que o time carioca jogou melhor e poderia tranquilamente ter voltado com pontos de Porto Alegre.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Grêmio – Após vacilar em casa, não dava para imaginar que o time gaúcho reagiria tão bem. Pois bateu o Avaí por 3 a 0 em plena Ressacada, mostrou um futebol bonito e ressurgiu no Brasileirão.

PAPO RETO

Atlético-GO e Grêmio-SP,

Vocês já estão rebaixados.

É incrível como, mesmo tão cedo, está cada vez mais claro o quanto vocês são inferiores aos outros times do Brasileirão. Tomem cuidados apenas para não passarem tanta vergonha. A Série B de 2011 os espera!

ACRÉSCIMOS

Felipão e Luxemburgo – É curioso notar como esses dois técnicos, que até outro dia eram os melhores do Brasil, têm errado constantemente.

O técnico do Palmeiras inventou Márcio Araújo como ala-direito no jogo contra o São Paulo. Já Luxa tentou jogar com Diego Tardelli e Obina, dois centroavantes. É claro que nada disso deu certo.

Read Full Post »

Assim que Ricardo Gomes foi demitido e o São Paulo resolveu dar uma chance para Sérgio Baresi, acreditei que isso poderia ser positivo para o time. Até fiz um post aqui para explicar esse raciocínio.

Mas esse otimismo da minha parte só viraria realidade se dessem respaldo e tempo para Baresi. Claramente não foi o que aconteceu. As derrotas vieram e agora parece que o São Paulo já busca novamente um técnico.

Vários nomes foram especulados*, mas nenhum parece realmente próximo de um acerto. Há quem garanta que a decisão já vai ser anunciada nesta quinta-feira, mas por enquanto só nos analisar quais seriam as melhores opções de treinadores para o São Paulo:

* = A especulação sobre cada técnico está linkada no nome deles abaixo

1) Abel Braga
É um técnico disciplinador, de pulso e vitorioso. Sabe motivar elencos e isso é uma das coisas que o São Paulo mais precisa no momento, já que toda a estrutura do clube parece acomodada.

O problema é que ele mesmo já admitiu que sua saída do Al-Jazeera é extremamente complicada. O Tricolor paulista também já sabe que precisa pensar em outras opções…

2) Paulo Autuori
Suas passagens recentes por Grêmio e Cruzeiro foram ruins, mas é inegável que ele tem qualidades. Já conseguiu algum sucesso no São Paulo e certamente teria a torcida ao seu lado, pelo menos no princípio. Traria alguma tranquilidade ao conturbado ambiente do time do Morumbi.

3) Tite
É um técnico subestimado no Brasil, talvez pelo seu jeito de falar, talvez por ser contido demais. Mas tem conhecimento tático de futebol e já tirou outro time grande, o Corinthians, do perigo do rebaixamento, que é o principal fantasma atualmente no São Paulo.

4) Silas
Apesar de ter errado demais recentemente no Grêmio, ele tinha mostrado, no 1º semestre, alguma qualidade. Seu trabalho no Avaí, no ano passado, também tinha sido ótimo. Aparenta ser um técnico inteligente e pode dar certo em um clube no qual ele já fez sucesso como jogador.

5) Dunga
Quem acompanha esse blog sabe que eu não era um dos maiores críticos de Dunga na Seleção Brasileira. Por isso creio que ele merecia uma chance para treinar um time no Brasil. Seu estilo sério e disciplinador pode trazer um bom choque para o São Paulo.

Entretanto, por problemas pessoais, parece que Dunga não tem a intenção de voltar a treinar em breve.

6) Sérgio Soares
Seria uma aposta, já que o atual técnico do Santo André é novo e nunca treinou um time grande. Porém, ele já mostrou que tem qualidades e pode assumir esse desafio.

Sérgio montou o time que surpreendeu no Campeonato Paulista com algumas jovens revelações, exatamente o que o São Paulo poderia tentar fazer agora.

7) Vanderlei Luxemburgo
Ele não desaprendeu a montar bons times, mas com certeza está em decadência na carreira. Além disso, tem um perfil que não agrada parte da diretoria são paulina, o que atrairia ainda mais confusão para um time que já está com o ambiente conturbado demais.

8) Antônio Lopes
Confesso que fui surpreendido por seus bons resultados no comando do Avaí, mas continuo duvidando de sua capacidade atual. Antônio Lopes já foi bom, mas o tempo dele passou e hoje ele não conseguiria tocar a renovação que o São Paulo tanto precisa.

9) Leonardo
Sua passagem pelo Milan foi no mínimo estranha e ele não parece disposto a exercer esse função novamente. Aparenta ter um estilo comedido demais, sendo que o São Paulo, no momento, precisa de um técnico mais enérgico. Pesa contra ele também a falta de experiência.

10) Toninho Cerezo
Seu trabalho como treinador é pouco conhecido no Brasil, mas a recente passagem pelo Sport já deixou sinais negativos. O único ponto forte que consigo enxergar em sua contratação é o fato dele ter uma história gloriosa como jogador do São Paulo, o que poderia acalmar a torcida.

11) Maradona
Prefiro ficar com as palavras de Leco para comentar esse boato absurdo que surgiu sabe-se lá como: “É dificil, porque o São Paulo quer ser dirigido por homens do futebol, e não de marketing. Ele seria bom em marketing, mas no próprio país dele existem treinadores de mais qualidade”.

Read Full Post »

OLHO NELE

Manoel, do Atlético-PR

Manoel

Clube: Atlético-PR
Posição: Zagueiro
Idade: 19 anos
Altura: 1,81 m
Peso: 79 Kg

A pior notícia possível veio para Manoel nesta terça-feira: sua ótima fase no Atlético-PR pode ser interrompida por uma lesão. Ele já virou dúvida para o próximo jogo do time e a contusão pode ser séria.

À parte isso, é preciso destacar o que ele tem feito nesta temporada pelo Furacão: depois de se destacar no vice-campeonato do time na Copa São Paulo, conseguiu ganhar a titularidade durante o Brasileirão 2009 e já pode ser considerado uma das principais revelações do campeonato.

Formado nas categorias de base do Atlético-PR, foi promovido ao elenco profissional em maio, junto com os atacantes Marcelo e Patrick. Teve poucas chances com Geninho e Waldemar Lemos, mas sua ascenção veio com a chegada do técnico Antônio Lopes.

O maranhense de Bacabal tem o carinho da torcida, que reconheceu seu talento desde a boa campanha da Copa São Paulo, em que chegou a marcar 3 gols. A força e a boa impulsão de Manoel sempre chamam a atenção.

Com essas qualidades, ele soube aproveitar a lesão de Rhodolfo e se firmou na equipe principal. Chegou até a despertar um suposto interesse do São Paulo, mas a diretoria do Furacão já veio a público para dizer que não há nenhuma negociação com o tricolor paulista.

Mesmo assim, o jovem zagueiro tem tudo para superar o momento difícil pelo qual vai passar com a lesão e voltar a brilhar com a camisa do Atlético-PR.

Read Full Post »