Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Atlético-GO’

Os estaduais são cada vez mais inúteis para o futebol brasileiro. Servem mais para queimar a pré-temporada, iludir times grandes e causar demissões de treinadores. Nesta temporada não foi diferente e por isso o Opiniões em Campo teve poucas análises destas competições. Prefiro fazer agora um balanço geral do que aconteceu com cada time e assim se preparar para o campeonato que importa: que venha o Brasileirão!

Troféu do Brasileirão/ Alexandre Battibugli

Por ordem de favoritismo ao título, segue rápidas análises dos 20 times abaixo:

Santos e os favoritos da Vila
Desempenho no Estadual: tricampeão paulista
Condição no Brasileirão 2012: principal favorito ao título
Elogiar Neymar é desnecessário. Exaltar a categoria rara de Ganso é repetição. Mas o Santos tem ido além dos seus craques. Ao contrário de 2011, o time agora parece ter também um jogo coletivo que funciona. A equipe está mais forte, mais preparada e mais entrosada. Tem defeitos na defesa, mas para superar isso existem… Neymar e Ganso, é claro.

Corinthians e sua Titeabilidade
Desempenho no Estadual: eliminado nas quartas
Condição no Brasileirão 2012: favorito ao título
É impossível olhar para o Corinthians atual e não lembrar do seu treinador. Afinal, ele conseguiu fazer um time organizado taticamente como poucos no Brasil. Não há brilho, não há show, não há espetáculo. Mas há eficiência e é isso que importa. É verdade que não há uma estrela, um craque, alguém para resolver. Mas em 2011 isso não fez tanta falta…

Fluminense, o melhor elenco do Brasil
Desempenho no Estadual: campeão carioca
Condição no Brasileirão 2012: favorito ao título
Não há um time no Brasil com tantos reservas de qualidade. Rafael Sóbis, Rafael Moura, Wagner e Jean, por exemplo, são jogadores que poderiam ser titulares na maioria dos clubes da Série A. Além disso, existem muitos atletas experientes. O único problema realmente é a defesa, mas Abel Braga tem qualidade para melhorar esse ponto.

Vasco modificado
Desempenho no Estadual: vice nos dois turnos do Carioca
Condição no Brasileirão 2012: bem, mas em queda
Não é o mesmo time que terminou tão bem o Brasileirão de 2011. O Vasco perdeu parte da sua organização tática, perdeu opções no banco e perdeu confiança. A qualidade ainda existe, é claro, mas o time precisa de um fato novo para se empolgar novamente e entrar nos eixos – pode ser uma contratação ou uma grande vitória. Mas do jeito que está o time não brigará pelo título.

A incógnita Internacional
Desempenho no Estadual: campeão gaúcho
Condição no Brasileirão 2012: mal, mas em possível ascensão
Foi-se o tempo em que o Inter tinha um dos melhores elencos do Brasil. Atualmente, depende demais do trio Oscar, D’Alessandro e Leandro Damião. Como os três não tiveram um bom começo de temporada, por um motivo ou outro, o Inter está uma verdadeira bagunça. Porém, se todos se recuperarem, Dorival tem potencial para colocar o time em ordem e fazê-lo brigar pelo título.

A hora do São Paulo
Desempenho no Estadual: eliminado na semifinal
Condição no Brasileirão 2012: mal, mas em possível ascensão
Foi um começo de ano conturbado para o São Paulo, com lesões, mudanças e crises, mas o time sobreviveu do jeito que pôde. Agora chegou a hora de arrumar a casa e há potencial para que o time deslanche. Do meio para frente existem talentos como Lucas e Luís Fabiano, mas Leão ainda precisa definir melhor se vai jogar dois ou três atacantes. E o pior é resolver a defesa, de preferência com contratações.

Iludidos do Atlético-MG
Desempenho no Estadual: campeão mineiro invicto
Condição no Brasileirão 2012: deve brigar por vaga na Libertadores
É preciso tomar cuidado para não se iludir com o resultado do Campeonato Mineiro. De fato o time de Cuca evoluiu em relação ao ano passado e pode ir longe se souber reconhecer suas limitações, mas ainda não está entre os melhores do Brasil. O fracasso na Copa do Brasil, contra o Goiás, mostrou que o time ainda tem muitos problemas.

Zebra da Bahia
Desempenho no Estadual: campeão baiano
Condição no Brasileirão 2012: possível surpresa
É a principal novidade do ano. Depois da saída de Joel Santana, a chegada de Falcão mudou a equipe. O Bahia foi campeão com um futebol interessante, de criatividade e boas jogadas. Ainda falta mais confiabilidade, principalmente na defesa, mas com certeza vai dar trabalho para times grandes.

O limitado Botafogo
Desempenho no Estadual: vice-campeão carioca
Condição no Brasileirão 2012: se melhorar, briga pela Libetadores
Não há palavra que defina melhor o Botafogo atualmente: “limitado”. O time é assim, o elenco é assim e dessa forma será a campanha do time no Brasileirão. Se não vierem contratações de impacto, é difícil ver o time evoluir. E ainda há o risco de Oswaldo ser demitido por causa da Copa do Brasil…

Desequilíbrio gremista
Desempenho no Estadual: vice do 2º turno
Condição no Brasileirão 2012: se melhorar, briga pela Libetadores
Há um grande desequilíbrio no elenco do Grêmio. Enquanto algumas posições estão bem servidas, outras têm carências graves. Mas a qualidade ofensiva deve ajudar o time a não fazer feio no Brasileiro. Ir além disso depende de contratações, de desempenhos individuais e do próprio treinador Luxemburgo, que atualmente só gera desconfiança.

O mediano Coritiba
Desempenho no Estadual: campeão paranaense
Condição no Brasileirão 2012: vai surpreender se brigar pela Libetadores
É um time seguro, mas não mais do que isso. Não vai lutar contra o rebaixamento, mas vai surpreender se conseguir mais do que isso. O melhor setor do time é a defesa, algo raro nos times brasileiros. Mas no ataque falta brilho para o time ir além.

Flamengo e suas crises
Desempenho no Estadual: no máximo semifinalista de um turno
Condição no Brasileirão 2012: medo de lutar contra o rebaixamento
O time até tem estrelas e alguma qualidade para sonhar com algo maior no Brasileirão. Porém, o conturbado ambiente da Gávea só atrapalha. Não creio que a chegada de Zinho irá resolver algo e ter que lutar contra o rebaixamento não seria uma surpresa.

Palmeiras e sua crise eterna
Desempenho no Estadual: eliminado nas quartas
Condição no Brasileirão 2012: medo de lutar contra o rebaixamento
Vive situação parecida com a do Flamengo, com o agravante de que a crise interna parece ser ainda pior. A possível queda de Felipão pode complicar ainda mais o time, que já flertou com o rebaixamento na temporada passada e pode correr riscos novamente.

O rebaixado Cruzeiro
Desempenho no Estadual: eliminado na semifinal
Condição no Brasileirão 2012: deve lutar contra o rebaixamento
O Cruzeiro esqueceu que não caiu em 2011. Apesar de ter corrido sérios riscos, o time se livrou. Porém, montou um time ainda pior e ainda ficou sem técnico antes do início do Brasileirão. Mesmo que chegue Pep Guardiola para treinar a Raposa, terá dificuldades para salvar o time do rebaixamento.

Figueirense sob nova direção
Desempenho no Estadual: vice-campeão
Condição no Brasileirão 2012: deve lutar contra o rebaixamento
Assim como fez em 2011, tinha tudo para surpreender novamente nesta temporada. Porém, deixou o Estadual lhe atrapalhar – após a derrota na final do Catarinense, saiu o técnico Branco e entrou Argel no comando. Não parece ser alguém pronto para comandar o time no momento, então prevejo dificuldades nesse começo de Brasileirão.

Sport sem comando
Desempenho no Estadual: vice-campeão
Condição no Brasileirão 2012: deve lutar contra o rebaixamento
O técnico Mazola Junior nunca me convenceu. Neste ano, ele exagerou nos teste e mudanças, por isso acabou demitido e deixou uma herança complicada para quem assumir a equipe. O começo do Sport no Brasileirão deve ser ruim e isso deve gerar um prejuízo complicado.

Uma Ponte irregular
Desempenho no Estadual: eliminado na semifinal
Condição no Brasileirão 2012: deve lutar contra o rebaixamento
Aesar da boa campanha no Paulista, a Ponte não convenceu. Foi extremamente irregular e tem jogadores que não devem aguentar a pressão da Série A. Além disso, ainda deve perder peças importantes. Portanto, com uma reconstrução durante o campeonato, o bom treinador Gilson Kleina terá trabalho para manter o time na primeira divisão.

Atlético-GO abaixo da média
Desempenho no Estadual: vice-campeão
Condição no Brasileirão 2012: deve lutar contra o rebaixamento
Apesar do título no Estadual não ter acontecido, foi um bom começo de ano para o Atlético-GO. Aparentemente, Adilson Batista está bem no comando do time e não deve se perder, como fez em outros trabalhos. O problema realmente é a limitação do elenco. Falta qualidade para o Atlético-GO sonhar com algo mais além de permanecer na Série A

Náutico em reforma
Desempenho no Estadual: eliminado na semifinal
Condição no Brasileirão 2012: rebaixado
Após um péssimo começo de temporada, Alexandre Gallo é o técnico responsável por tentar a recuperação do Náutico para o Brasileirão. Ele nunca mostrou competência para ter sucesso em uma missão tão árdua quanto essa. Vai ser um time que vai alternar altos e baixos, sem nunca conseguir se livrar de verdade da zona de rebaixamento

A rebaixada Portuguesa
Desempenho no Estadual: rebaixado para a segunda divisão
Condição no Brasileirão 2012: rebaixado
É impossível ter outra expectativa da Portuguesa a não ser a queda para a segunda divisão nacional. Após cair para a Série A2 no Estadual, será difícil demais o time recuperar a confiança e surpreender no Brasileirão. Para piorar, o técnico escolhido para essa missão, Geninho, parece cada vez mais antiquado

Read Full Post »

Não tem jeito: no período de férias do futebol brasileiro os boatos tomam conta do noticiário. Nas últimas duas semanas quase todos jogadores foram especulados em quase todos times.

Mas também é inevitável imaginar o que acontecerá se algumas dessas contratações realmente acontecerem. Por isso veja abaixo análises dos principais boatos que surgiram recentemente no futebol brasileiro…

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Botafogo – Andrezinho (M-Internacional) – É um jogador que precisa mudar de time, pois merece mais chances, uma posição mais destacada, uma grande sequência de jogos como titular, etc…

Corinthians – Willians (V-Flamengo) – Se estiver focado, consegue colocar Ralf na reserva facilmente e melhorar ainda mais o forte meio-campo corintiano.

Flamengo – Bolívar (Z-Internacional) – Apesar de ter feito uma fraca temporada no Sul, ele é experiente e ainda tem lenha para queimar.

Fluminense – Anderson (Z-Atlético-GO) – É um zagueiro experiente que fez bons trabalhos no Brasileirão, tanto pelo Ceará quanto pelo Atlético-GO.

Grêmio – Carlos Eduardo (MA-Rubin Kazan) – Foi prematuramente para a Europa e ainda assim conseguiu algum sucesso. Caso volte para o time que o revelou, tem tudo para reencontrar seu futebol de habilidade e velocidade.

Grêmio – Ederson (M-Lyon) – Interessante que o Grêmio saiba que precisa reforçar seu meio-campo. O meia do Lyon é bastante técnico, por isso traria um diferencial interessante para o time gaúcho.

Palmeiras – Giuliano (M-Dnipro) – Surgiu como um meia diferenciado, mas ainda precisa comprovar essa condição. Conseguir isso no sempre conturbado Palmeiras seria realmente um grande feito.

TANTO FAZ…

Botafogo – Jorge Wagner (M-Kashiwa Reysol) – Seria interessante vê-lo cruzar bolas para o bom cabeceador Loco Abreu, mas o Botafogo teria que mudar seu estilo de jogo para isso.

Corinthians – Gil (Z-Valenciennes) – Era útil no Cruzeiro e pode até ser titular no Corinthians, mas não é muito melhor que Castán, Paulo André, Chicão, etc…

Corinthians – Guilherme (V-Portuguesa) – Parece ser uma boa opção para o time paulista manter sua tradição de bons volantes. Só é difícil saber se ele dará conta da pressão de um time grande.

Cruzeiro – Osvaldo (A-Ceará) – Um atacante de velocidade é o que o Cruzeiro mais precisa. Resta saber se ele mostrará o mesmo bom futebol em um time maior. É bom desconfiar.

Fluminense – Thiago Neves (MA-Flamengo) – É claro que trata-se de um grande jogador, mas depois de tudo que aconteceu, parece absurdo o Flu ainda aceitá-lo de volta. A torcida não deve aceitar…

Vasco – Kleber (LE-Internacional) – É um bom nome, até porque o Vasco não tem ninguém para essa posição. Mas é preciso entender que ele piorou bastante nos últimos anos.

Vasco – Rodolfo (Z-Grêmio) – O Vasco precisa mesmo de um jogador para a posição. Quando surgiu no Fluminense, Rodolfo parecia ser um zagueiro de alto nível. Mas há tempos não comprova essa condição.

CAI FORA!

Botafogo – Tanaka (Z-Nagoya Grampus) – Seria folclórico e interessante, mas pouco útil. O brasileiro naturalizado japonês não é tão bom e ainda teria que se adaptar. Difícil dar certo.

Corinthians – Neto Coruja (V-Vitória) – É um jogador versátil, mas seria reserva e acrescentaria pouco ao elenco.

Flamengo – Rafa Márquez (Z-New York Red Bull) – A experiência dele não justifica. Trata-se de um defensor mediano que não joga em bom nível há muito tempo.

São Paulo – Edson Silva (Z-Figueirense) – É verdade que ele fez um bom Brasileirão, mas parece ser só mais um zagueiro comum que viveu boa fase.

NÃO ENXERGAM?

Roger Carvalho (Z-Figueirense) – Estão indo atrás do zagueiro errado do Figueirense. Roger é mais técnico e está de saída para a Europa. Um time brasileiro deveria tentar mantê-lo no país.

LEIA TAMBÉM

Read Full Post »

Após uma rodada na qual os melhores times do Brasileirão fracassaram, é melhor nem escrever sobre a parte de cima da tabela. Até porque existem detalhes interessantes que têm chamado minha atenção na parte de baixo, na zona de rebaixamento: os times que vão lutar pra cair já estão definidos.

Logo após a 2ª rodada, eu já tinha apontado aqui que Avaí, América-MG, Atlético-GO e Bahia eram os principais candidatos a disputar a Série B em 2012. O tempo passou, quase todos esses times trocaram de técnico, contratam muitos jogadores, mas a tabela agora mostra que só o Bahia está fora – e por pouco, por apenas uma posição.

O intruso no grupo é o Atlético-PR. O time do técnico Renato Gaúcho ganhou seu primeiro jogo no sábado e mostrou que existe ali algum potencial para subir na tabela. Nada demais, pois não vai conseguir uma arrancada. Mas tem boas chances de escapar da zona de rebaixamento sim.

 "Morro" García

"Morro" García é um bom motivo para acreditar que o Atlético-PR pode evoluir

Caso o Atlético-PR se livre mesmo, o Bahia é o principal candidato a assumir sua vaga na zona do rebaixamento, como já foi dito. E fora esses cinco times, não creio que Atlético-MG ou Grêmio caiam ainda mais, eles devem ficar no meio da tabela mesmo. Talvez Ceará ou Figueirense possa se juntar a esse grupo dos rebaixados, mas é difícil – são clubes com um time bem montado.

Portanto, se a 11ª rodada do Brasileirão mostrou que o Corinthians não e imbatível e que a briga pelo título ainda deve mudar bastante, mostrou, por outro lado, que a luta contra o rebaixamento não deve ser tão agitada assim. Parece cedo pra dizer, mas não tenho medo: entre os cinco últimos do Brasileirão atualmente, quatro vão cair. Podem me cobrar.

Read Full Post »

Se a primeira rodada do Brasileirão 2011 serviu para  mostrar que é melhor não arriscar palpites sobre a briga pelo título, a segunda trouxe conclusões sobre a outra parte da tabela: já dá pra arriscar quem deve lutar contra o rebaixamento.

O resultado mais sintomático para essa conclusão foi o do Avaí. O time de Silas, que enganou muita gente ao eliminar o São Paulo na Copa do Brasil, perdeu para o Atlético-MG, em casa, por 3 a 1. Ok, o adversário não era fácil, o time de Dorival Jr. tem potencial, mas não se pode perder de vista o quanto é fraco esse Avaí. Para piorar, Silas parece estar perdido taticamente no comando do time. Vai cair daqui a poucas rodadas…

O América-MG foi outro time que teve um péssimo resultado na rodada. Seu jogo era fora de casa, mas o Vasco entrou praticamente só com reservas e ainda assim o time mineiro perdeu por 3 a 0. E aqui também há uma análise que vai além desse jogo: o América-MG tem se reforçado muito mal em 2011. Faltam melhorias em todos setores. O time não pode depender de Fábio Junior para se salvar de um retorno para a Série B.

Fábio Junior/ Lancenet

Se ainda fosse o cantor...

Há ainda o Atlético-GO, que, mesmo em casa, não conseguiu vencer o Fluminense. Foi dominado durante a partida e mostrou uma dependência de Vitor Junior e Marcão, o que já é um grande problema. Em 2010, o time goiano escapou por pouco do rebaixamento. Dessa vez não deve bater na trave…

O quarto time que eu daria como certo para o rebaixamento seria o Bahia. Ele realmente tem muitas chances de cair, mas tem se reforçado. Trouxe, por exemplo, Jóbson, que salvou o time de uma derrota contra o Flamengo, mas não é confiável. Ainda é difícil crer que a mistura explosiva de Carlos Alberto, Ricardinho e vários refugos realmente vá dar certo, mas nesse caso pelo menos há alguma esperança mínima de salvamento.

Caso o Bahia realmente consiga essa difícil química, Botafogo e Figueirense aparecem logo atrás como outros possíveis rebaixados. Atlético-PR e Ceará também precisam ficar alertas. Mas fato é que a 2ª rodada do Brasileirão só comprovou o que os elencos de Avaí, América-MG, Atlético-GO e Bahia já mostravam: eles vão ter que se superar demais para se livrarem da queda para a segunda divisão.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Atlético-MG – Conseguiu vencer o Goiás e se livrou de uma vez por todas do rebaixamento, como esperado por esse blog há tempos.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Flamengo – Em casa, perdeu para o Cruzeiro de virada e só se livrou do rebaixamento por causa de outros resultados.

TROFÉU HERÓI

Caio – A grande novidade do Avaí no campeonato foi esse meia habilidoso e objetivo, que fez três gols na vitória contra o Santos, livrando o Leão da Ressacada de vez do rebaixamento.

TROFÉU VILÃO

Ronaldo – O jogador do Guarani fez um pênalti decisivo na derrota do seu time contra o Goiás. Dessa forma, o Bugre foi rebaixado para a série B.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Lucas Zen – Olho nele! É um jovem que jogou na vitória do Botafogo contra o Grêmio-SP e pode atuar tanto de volante como de zagueiro, sendo importante para o time futuramente, em 2011.

VALEU O INGRESSO

Caio – O meia do Avaí fez um dos gols mais bonitos do Brasileirão ao driblar três jogadores do Santos e finalizar com precisão.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Flamengo 1 x 2 Cruzeiro – A reação do time mineiro movimentou a partida, que teve emoção de sobra.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Inter 1 x 1 Vitória – Nem o desespero do time baiano fez o jogo ser mais atraente, já que a partida praticamente não teve 1º tempo e só melhorou por pouco na 2ª etapa.

DETALHE TÁTICO

Corinthians e Cruzeiro com 2 meias – Os dois candidatos ao título, que costumam jogar com 3 volantes, adotaram táticas mais ofensivas e conseguiram seus resultados. E se tivessem feito isso antes?

DETALHE DO TÉCNICO

Muricy Ramalho – O técnico do Fluminense foi bem ao colocar Tartá em campo para substituir Deco. O jovem fez o gol decisivo do jogo contra o Palmeiras.

O FUTEBOL É INJUSTO

Atlético-GO merecia mais – Só um empate contra o São Paulo não foi justo. Com mais disposição, naturalmente, os rubro-negros mereceram a vitória.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Ceará – Mesmo com pouca ambição no campeonato, o Vovô conseguiu um empate que acabou com o objetivo do Atlético-PR e se classificou para a Copa sul-Americana de 2011.

PAPO RETO

Flamengo,

Não se iluda.

Você se livrou do rebaixamento, mas precisa reformular seu elenco se quiser escapar de novo no ano que vem.

ACRÉSCIMOS

Última rodada – Botafogo x Grêmio e Vitória x Atlético-GO serão como verdadeiros mata-matas. Que jogaços!

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Atlético-MG – Venceu inapelavelmente o Flamengo por 4 a 1 e melhorou demais sua situação na luta contra o rebaixamento.

Há semanas atrás, já cravei aqui que o Galo não cairia. Confio cada vez mais nesse palpite…

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Fluminense – Por pouco não perdeu em casa para um Goiás praticamente rebaixado. Mesmo o empate por 1 a 1 pouco serviu, já que a liderança foi perdida para o Corinthians.

TROFÉU HERÓI

Paulo Baier – Fez os dois gols da vitória do Atlético-PR, que agora está surpreendentemente no G4 do Brasileirão 2010.

TROFÉU VILÃO

Zé Eduardo – O atacante do Santos desperdiçou uma cobrança de pênalti que teria dado a vitória para o seu time contra o Grêmio, em jogo que terminou empatado por 0 a 0 mesmo.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Lucas Gaúcho – O jovem centroavante do São Paulo, segundo principal destaque da última Copa SP, fez um gol de letra contra o Vasco e empatou o jogo em 1 a 1.

VALEU O INGRESSO

Rafael Sóbis – O atacante do Inter finalmente mostrou o que sabe, apesar da derrota do Inter.

Com uma bela virada e um chute preciso no ângulo, ele fez o principal golaço de uma rodada cheia de belos lances, como os fortes arremates de Éder Luis e Geraldo, além das boas jogadas de Patric e Marquinhos.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Fluminense 1 x 1 Goiás – Os dois times precisavam muito da vitória e, apesar do desespero, fizeram um jogo agitado com um resultado justo.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Atlético-GO 3 x 0 Palmeiras – Foi chato ver a superioridade do time goiano contra uma equipe inexperiente, bagunçada e desinteressada.

DETALHE TÁTICO

Flamengo – Luxemburgo não sabe o que quer. Dessa vez optou por 3 volantes para enfrentar o Atlético-MG e saiu derrotado por 4 a 1.

Pior: voltou a ser sério candidato ao rebaixamento, pois, apesar de ter 40 pontos, não mostra sinais de recuperação e segue com um time bagunçado, sem padrão algum.

DETALHE DO TÉCNICO

Muricy Ramalho – O técnico do Fluminense errou na escalação, mas pelo menos corrigiu bem ao colocar Washington, Rodriguinho e principalmente Diguinho em campo. Com eles, pelo menos veio o empate contra o Goiás.

O FUTEBOL É INJUSTO

Cruzeiro prejudicado – Não foi pênalti em Ronaldo no lance que decidiu o grande duelo entre o time mineiro e o Corinthias.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Avaí – Em pleno Beira-Rio, venceu o Inter por 3 a 2 e desencadeou até uma preocupação a mais no time gaúcho, que jogou com titulares e mostrou que tem problemas para resolver até o Mundial.

PAPO RETO

São Paulo e Palmeiras e Vasco,

E agora?

Vocês mostraram na rodada que terão poucos objetivos para atingir no Brasileirão. Porém, chegou a hora de decidir se vocês entregarão seus jogos contra Fluminense e Cruzeiro. O que acontecerá?

ACRÉSCIMOS

Série B 2011 – Seis times brigam para não ocupar as 2 vagas restantes na segunda divisão do ano que vem.

Guarani, Avaí, Vitória, Atlético-MG, Flamengo e Atlético-GO fazem a disputa mais imprevisível da reta final desse Brasileirão. Não consigo nem arriscar palpites…

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Corinthians – Foi uma vitória suada, o time não jogou tão bem, mas nada disso importa em um clássico de tanta importância. A vitória contra o Palmeiras fez a festa da torcida no Pacaembu e recuperou o time da crise.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Santos – Em uma rodada de homenagens ao Pelé, o time da Vila não conseguiu segurar a vantagem que abriu de 2 a 0 contra o Grêmio-SP e sofreu a virada. Pior: não fez gol com dois a mais em campo. Que presente para o Rei!

TROFÉU HERÓI

Obina – Fez três gols no decisivo clássico contra o Cruzeiro, que finalmente tirou o Atlético-MG da zona de rebaixamento.

TROFÉU VILÃO

Ivan González – Fez o pênalti que deu o empate para o Fluminense e tirou uma vitória que seria espetacular para o Atlético-PR, pois colocaria o Furacão até em condições de sonhar com o título.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Bernardo – Sofreu e converteu o pênalti que decidiu a vitória do Goiás contra um Avaí que parece não ter o menor poder de reação.

VALEU O INGRESSO

Diego Sacoman – O zagueiro ex-Corinthians acertou um chute inacreditável. Pela direita, ele arriscou com a perna esquerda e a bola entrou no ângulo. Foi um belo lance para simbolizar tudo que o Ceará jogou nessa partida contra o São Paulo.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Cruzeiro 3 x 4 Atlético-MG – Maior do que importância desse clássico foi a emoção que os mineiros sentiram ao vê-lo, com certeza. A ameaça de reação que a Raposa conseguiu no final quase foi concretizada. Se não fosse o pênalti perdido por Montillo…

Mas é bom lembrar que ainda tivemos outros bons jogos, como tem acontecido com freqüência nessa reta final do Brasileirão. Atlético-PR 2 x 2 Fluminense, Grêmio 2 x 2 Inter e Santos 2 x 3 Grêmio Prudente foram partidas empolgantes.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Guarani 0 x 1 Atlético-GO – Foi um jogo para os dois times perceberem que precisam jogar mais bola se quiserem fugir do rebaixamento.

DETALHE TÁTICO

Palmeiras – Assim como na Copa Sul-Americana, Felipão tem testado um 4-5-1 parecido com o da Seleção Brasileira na Copa do Mundo por ser torto: um meia mais recuado joga aberto pela direita (Tinga) e um atacante mais avançado fica aberto pela esquerda (Luan)

Caso esses dois ‘armadores’ laterais realmente ajudem o meia central (Valdívia ou Lincoln), pode dar certo. Caso contrário, acontece a repetição do filme do clássico contra o Corinthians.

DETALHE DO TÉCNICO

René Simões – O gol da vitória do Atlético-GO contra o Guarani foi construído após um belo passe de Renatinho para Marcão, que balançou as redes. Os dois jogadores foram colocados pelo técnico durante a partida.

O FUTEBOL É INJUSTO

Vitória merecia mais – A derrota para o Botafogo foi injusta, pois o time carioca santiu a pressão e o medo de sofrer outro empate, permitindo que o time baiano chegasse perto do gol no Engenhão. Foi por pouco…

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Grêmio-SP – Foi mais do que surpreendente. Foi inacreditável. Até porque o Santos chegou a sair na frente, abrir vantagem e depois sofreu a virada. Foi uma reação impressionante de um time que ainda acredita em uma reação. Mas só eles acreditam mesmo…

PAPO RETO

Atlético-MG,

Pode comemorar sim!

Aposto que você está livre do rebaixamento. A troca de técnico aconteceu no limite da hora certa e funcionou. Dorival Júnior tem feito mais um bom trabalho e tem contado com a ajuda de muitos outros times que parecem querer a Série B em 2011. Vitória e Avai que o digam!

ACRÉSCIMOS

Rodada corintiana – É até curioso que o Corinthians seja o time mais beneficiado em uma rodada que os times homenagearam Pelé por seus 70 anos. O Rei sempre foi um carrasco do time paulista.

Mas é preciso ter calma e os corintianos têm pouco a comemorar por enquanto. Vários times já tiveram suas rodadas até agora e ninguém se firmou depois disso. Fato é que o Brasileirão só será decidido na última rodada mais uma vez!

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Cruzeiro – Bateu o Fluminense por 1 a 0, provou que o time carioca não sabe jogar as grandes decisões e ainda comemorou a tragédia com o Corinthians.

Enfim… virou o principal candidato ao título do Brasileirão depois dessa rodada. Talvez apenas o Inter possa realmente lhe fazer concorrência. Talvez…

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Corinthians – Lutou até o fim no Pacaembu, mas perdeu por 4 a 3 para o Atlético-GO e ainda ficou sem técnico após o jogo. A crise só tem se agravado por lá e não parece que vai acabar tão cedo…

TROFÉU HERÓI

Ricardo Oliveira – Mostrou muita qualidade e finalmente fez o que se espera dele: marcou três gols e ainda se deu ao luxo de perder um de forma absurda no jogo contra o Grêmio-SP.

TROFÉU VILÃO

Léo Moura – Foi expulso e, dois minutos depois, viu seu time sofrer o gol de empate no jogo contra o Avaí.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Lucas – Com dribles, movimentação e passes, o ex-Marcelinho foi fundamental para que Ricardo Oliveira desse seu show contra o Grêmio-SP.

VALEU O INGRESSO

Ricardo Oliveira – Foi uma cobrança de falta perfeita, como há muito não se via, pois ele colocou uma força impressionante e a bola entrou no ângulo. Golaço!

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Vasco 3 x 3 Grêmio – As duas equipes precisavam da vitória para almejar objetivos melhores no Brasileirão, então partiram pro ataque, fizeram gols e mostraram qualidades interessantes. Mas empacaram na tabela.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Botafogo 0 x 0 Palmeiras – Em um jogo dominado por marcações fortes, Loco Abreu desperdiçou um pênalti que poderia ter mudado a história de uma partida devagar e pouco emocionante.

DETALHE TÁTICO

Goiás no 4-4-2 – Jorginho deve ter lido este blog e viu como o critiquei por insistir nos esquemas táticos com três zagueiros.

Além disso, ele foi bem ao colocar em campo, durante o 2º tempo, o jovem Bernardo, que fez o gol decisivo do jogo contra o Vitória. Aliás, ele jamais pode ser reserva desse time.

DETALHE DO TÉCNICO

Marcelo Martelotte – Fez uma troca simples, de lateral por lateral, mas a entrada de Maranhão na vaga de Pará deu resultado:  um minuto depois de ir para o jogo, Maranhão fez o gol que abriu o marcador no jogo contra o Atlético-PR.

O FUTEBOL É INJUSTO

Botafogo merecia mais – O excesso de cautela do Palmeiras deu espaço para que o time de Joel Santana atacasse e mostrasse que merecia sair com a vitória.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Atlético-GO – Incrível como esse time sabe surpreender em jogos mais difíceis. O problema é ele perder tantas partidas mais fáceis…

PAPO RETO

Corinthians,

E agora?

A saída mal explicada de Adilson Batista faz com que você precise de um novo técnico, mas há poucas opções razoáveis no mercado. Parreira, a possibilidade mais especulada, é fraca. Foi-se o tempo dele. Cuidado, Corinthians!

Até porque já não acredito mais em suas chances reais de título. É preciso se prevenir também para garantir pelo menos a vaga na Copa Libertadores de 2011.

ACRÉSCIMOS

Vitória – Com a derrota para o Goiás, o time completou cinco jogos seguidos sem somar pontos. Tentou até se arrumar no 3-5-2, mas não é a melhor saída. Mesmo com a chegada de Antônio Lopes, a zona de rebaixamento está cada vez mais real para o time baiano.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Inter – Foi o único candidato ao título que venceu. Bateu o Guarani por 3 a 0 e conseguiu encostar um pouco mais no Fluminense.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-GO – Chegou a estar vencendo o Atlético-MG, mas sofreu a virada em casa e perdeu um duelo de seis pontos na luta contra o rebaixamento.

TROFÉU HERÓI

Éder Luis – Tem emendado uma boa sequência de jogos pelo Vasco e contra o Goiás não foi diferente: marcou gol e foi decisivo na vitória por 3 a 2.

TROFÉU VILÃO

Alessandro – Errou uma saída de bola, cometeu um pênalti e foi expulso em um lance só. A sorte dele é que Renato, do Flamengo, foi expulso também, o que freou a reação adversária.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Neto – O goleiro recentemente convocado por Mano Menezes para a Seleção Brasileira, que já vinha fazendo uma boa temporada, teve uma atuação espetacular contra o Cruzeiro.

VALEU O INGRESSO

Réver – Parecia um atacante quando acertou um gol de bicicleta impressionante para a vitória fundamental do Atlético-MG contra o Atlético-GO.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Vasco 3 x 2 Goiás – Era um duelo de times fracos, mas eles se superaram e fizeram uma partida interessante para assistir em plena sexta-feira.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Avaí 0 x 0 São Paulo – Richarlyson poderia ter sdo o vilão da rodada, pois foi expulso ainda no 1º tempo, mas o Avaí não reagiu e o jogo ficou entendiante até o final.

DETALHE TÁTICO

Cruzeiro – Cuca insistiu no 4-3-1-2 e só colocou Roger ao lado de Montillo durante o empate por 0 a 0 contra o Atlético-PR. A Raposa pode render bem mais com os dois jogando juntos mais frequentemente.

DETALHE DO TÉCNICO

Dorival Jr. – O técnico tirou o volante Alê para colocar o meia Renan Oliveira, que ele recentemente resgatou do Vitória.

O jovem jogador participou do gol decisivo na vitória contra o Atlético-GO e mostrou que foi um erro de Luxemburgo liberá-lo para o empréstimo.

O FUTEBOL É INJUSTO

Cruzeiro merecia mais – Neto foi o grande culpado dessa injustiça. O goleiro do Atlético-PR evitou que a Raposa concretizasse sua merecida vitória.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Ceará – Por pouco não venceu o Corinthians em pleno Pacaembu e tem mostrado, mesmo com um técnico interino, que está um nível acima de outros candidatos ao rebaixamento.

PAPO RETO

Renato Gaúcho,

Parabéns!

Quando você assumiu o Grêmio, apostei que você faria o time evoluir. Porém, não esperava que fosse tanto. Mesmo cheio de desfalques, o Tricolor tem vencido todas e jogado razoavelmente bem, como contra o Vitória nessa rodada

ACRÉSCIMOS

Paulo César Carpegiani – A principal consequência da 27ª rodada foi a ida do técnico do Atlético-PR parao São Paulo. Deve ser péssimo para todos lados: perde muito o Furacão, que estava em alta, e ganha pouco o Tricolor Paulista, que continuará com um técnico exageradamente inventivo no comando.

Read Full Post »

O Brasileirão 2010 segue com uma incrível média de quase uma mudança de técnico por rodada. Marcelo Rospide, ex-Grêmio-SP, foi o último demitido – nem deveria ter sido contratado, claro. Agora o Flamengo tem indicado que Silas pode ser a próxima vítima dessa situação alarmante, na qual todos treinadores parecem interinos em seus cargos.

Elaborei uma lista das piores trocas de técnicos que aconteceram durante o Brasileirão. Não foi fácil, pois as opções negativas eram muitas. Pensei em usar o aproveitamento de pontos com cada técnico para fazer isso, mas creio que estatísticas são insuficientes para isso. É preciso levar em conta questões complexas dos contextos de cada caso. Com esses critérios e essas análises, fiz a lista abaixo:

11º) São Paulo – saiu Ricardo Gomes. Sérgio Baresi assumiu interinamente.
Realmente o time precisava muito de uma mudança de técnico, mas era algo que precisava ter sido melhor pensado. Baresi tem trazido novidades interessantes para o São Paulo, principalmente na revelação de jogadores, mas claramente ele não está pronto para ficar no cargo. E o pior: o Tricolor Paulista perdeu a chance de contratar Dorival Júnior.

10º) Vasco – saiu Celso Roth. PC Gusmão assumiu.
O time carioca não poderia ter perdido o técnico que depois virou campeão da Copa Libertadores. É claro que o trabalho de PC Gusmão também tem dado algum resultado, mas a equipe segue lutando contra o rebaixamento, sendo que poderia estar em uma situação melhor.

9º) Flamengo – Rogério Lourenço. Silas assumiu.
A crise enfrenta pelo Rubro-Negro atualmente é resultado de uma troca que foi justificada da pior maneira possível: Zico deixou claro que só fez isso por causa da torcida. Ora, se ele vai deixar os flamenguistas comandarem o time dessa maneira, é melhor pedir demissão e entregar seu cargo de uma vez.

8º) Vasco – Gaúcho saiu. Celso Roth assumiu.
É claro que Gaúcho não era o nome certo para comandar o Vasco no Brasileirão, mas os erros aqui foram outros: em primeiro lugar, o elenco do Vasco era muito fraco no começo da competição e não houve tempo para que os reforços estreassem sob o comando de Gaúcho. E a própria sucessão também foi um erro, como já comentado acima.

7º) Goiás – Leão saiu. Jorginho assumiu.
Difícil é saber o que foi pior: ter dado a chance para que Leão ficasse no cargo por tanto tempo ou contratar um técnico ainda inexperiente para consertar toda a bagunça que foi deixada. Jorginho chegou há pouco tempo e até conseguiu alguns poucos bons resultados, mas não deve fazer o time escapar do rebaixamento.

6º) Ceará – PC Gusmão saiu. Estevam Soares assumiu.
Aqui os resultados são implacáveis: com um técnico, o time estava organizado defensivamente e até estava no alto da tabela. Com outro treinador, já era esperada uma queda de rendimento, mas Estevam desorganizou o time, que já virou candidato ao rebaixamento novamente.

5º) Atlético-GO – Geninho saiu. Roberto Fernandes assumiu.

O time de Goiás tentou aproveitar a pausa para a Copa do Mundo e mudou seu treinador, mas rapidamente teve que admitir que fez a escolha errada: Roberto Fernandes ficou no cargo apenas por quatro rodadas, fazendo o time desperdiçar um bom período que teve para treinamentos.

4º) Grêmio-SP – Toninho Cecílio saiu. Antônio Carlos Zago assumiu.

Não era hora para uma aposta. E Zago por enquanto é apenas só isso. O time de Presidente Prudente errou demais ao substituir um técnico que, se não era o ideal, pelo menos estava conseguindo surpreender. Com a reposição mal feita, a entrada na zona do rebaixamento foi uma questão de tempo.

3º) Ceará – Estevam Soares saiu. Mário Sérgio assumiu.
Se tudo já tinha ficado ruim com a saída de PC Gusmão, imagine quando chegou um técnico que há anos só tem acumulado trabalhos ruins. Ele quis fazer uma grande reformulação no elenco, mas durou apenas um mês no cargo e só piorou a situação do Ceará.

2º) Grêmio-SP – Antônio Carlos Zago saiu. Marcelo Rospide assumiu.
Aqui é necessária a utilização dos números: 15 pontos foram disputados desde que essa mudança foi efetuada no time prudentino,  mas nenhum foi conquistado. Após cinco derrotas seguidas, Rospide pediu demissão e provou que nem deveria ter sido contratado.

1º) Vitória – Ricardo Silva saiu. Toninho Cecílio assumiu.
Não havia um motivo para a demissão de Ricardo Silva, que tinha levado o time à final da Copa do Brasil. Mesmo assim, a troca aconteceu e só serviu para piorar a situação do time baiano na tabela, com crises e derrotas vexatórias. Após 9 rodadas, Toninho foi demitido e a diretoria do Vitória admitiu seu erro ao voltar com Ricardo Silva no comando da equipe.

É claro que existem casos nos quais o resultado foi inverso: um novo técnico chegou e mudou para melhor a situação do time. Foi assim com Carpegiani no Atlético-PR, e com Renato Gaúcho no Grêmio, só para citar dois exemplos. Mas a cautela nesse tipo de decisão deve sempre prevalecer. O que não tem ocorrido de maneira nenhuma no Brasileirão 2010 ultimamente.

Que não só o Flamengo siga esse receita, mas Ceará, Santos, São Paulo e Avaí também tomem cuidado. Todos estão sem técnicos efetivados no momento e podem se complicar com essa importante decisão. Quem vai querer engrossar a lista acima?

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

São Paulo – Mesmo sem um futebol tão convincente, conseguiu uma vitória no clássico contra o Palmeiras e afastou uma crise que parecia voltar.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-MG – Teve um jogador a mais que o Vitória desde a metade do primeiro tempo, quando perdia por 2 a 0. Até conseguiu empatar, mas sofreu um gol depois e pagou mico em casa.

TROFÉU HERÓI

Rodriguinho – Fez dois gols contra o Flamengo e evitou que o Fluminense perdesse um clássico no dia que perdeu a liderança do Brasileirão para o Corinthians. Sem ele, os problemas do Tricolor Carioca seriam ainda maiores.

TROFÉU VILÃO

Harlei – Sofreu um frango e, apesar do Goiás ter empatado o jogo, seu erro foi cruel para um time que precisava demais da vitória contra o Ceará.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Marcelinho, o agora chamado Lucas – Impressionou a forma como ele chamou a responsabilidade no 2º tempo do clássico entre São Paulo e Palmeiras, fazendo um gol e uma assistência.

Tiro o chapéu para ele. Só não me peçam para me acostumar rapidamente com essa sua boba mudança de nome.

VALEU O INGRESSO

Elias – A tabela perfeita dentro da área, com direito a um passe de calcanhar, foi perfeito e com certeza é um lance raro de se ver. Por isso foi o escolhido.

Mas sobraram golaços como poucas vezes nesse Brasileirão: Renato Abreu, Daniel Carvalho, Rodriguinho, Jonas, Alessandro, Montillo e Wellington Monteiro fizeram bonitas pinturas em campo.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Flamengo 3 x 3 Fluminense – O grande clássico do Rio de Janeiro foi cheio de gols e  emoção, como costuma acontecer nos Fla-Flus.

Ficaram evidentes os problemas defensivos dos dois times, mas o importante é que isso porporcionou um belo espetáculo no Engenhão.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Guarani 0 x 0 Santos – Não foi um jogo com grandes oportunidades de gol e o pior é que o resultado não foi bom para nenhuma das equipes.

DETALHE TÁTICO

3-5-2 do Avaí – Antônio Lopes testou essa tática nos dois últimos jogos do time, saindo com um empate fraco contra o Vitória e uma derrota terrível, em casa, contra o Grêmio.

É melhor o Delegado repensar essa mudança.

DETALHE DO TÉCNICO

Ricardo Silva – Teve coragem de manter o Vitória em campo com um centroavante e fez bem ao trocar Júnior por Schwenck, que deu a assistência para o gol decisivo de Henrique na vitória por 3 a 2 contra o Galo.

O FUTEBOL É INJUSTO

Vasco merecia mais – O Inter até foi bem ao resistir à pressão do adversário, mas a verdade é que o time carioca jogou melhor e poderia tranquilamente ter voltado com pontos de Porto Alegre.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Grêmio – Após vacilar em casa, não dava para imaginar que o time gaúcho reagiria tão bem. Pois bateu o Avaí por 3 a 0 em plena Ressacada, mostrou um futebol bonito e ressurgiu no Brasileirão.

PAPO RETO

Atlético-GO e Grêmio-SP,

Vocês já estão rebaixados.

É incrível como, mesmo tão cedo, está cada vez mais claro o quanto vocês são inferiores aos outros times do Brasileirão. Tomem cuidados apenas para não passarem tanta vergonha. A Série B de 2011 os espera!

ACRÉSCIMOS

Felipão e Luxemburgo – É curioso notar como esses dois técnicos, que até outro dia eram os melhores do Brasil, têm errado constantemente.

O técnico do Palmeiras inventou Márcio Araújo como ala-direito no jogo contra o São Paulo. Já Luxa tentou jogar com Diego Tardelli e Obina, dois centroavantes. É claro que nada disso deu certo.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Botafogo – Não acredito que o Glorioso vá permanecer ainda por muito tempo no alto da tabela, mas a vitória magra contra o Ceará já o colocou no 3º lugar. A torcida tem mais é que festejar mesmo.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Palmeiras – Perder para o Atlético-GO por 3 a 0, com show de Elias, é vergonhoso.

O time até entrou com uma escalação razoável, mas não pode pensar só na Copa Sul-Americana e jogar o Brasileirão com tão pouca concentração.

TROFÉU HERÓI

Emerson Sheik – Com sua incrível regularidade, foi o principal destaque na importante vitória do Fluminense contra o Goiás por 3 a 0.

TROFÉU VILÃO

Bruno César – O meia teve em seus pés a chance de empatar e mudar a história do jogo contra o Cruzeiro. Porém, o goleiro Fábio salvou a vitória da Raposa.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Marcelinho – Foi uma interessante aposta de Sérgio Baresi, já que o meia-atacante do São Paulo tem qualidade e foi apontado aqui como uma das principais revelações da Copa SP de 2010.

Ele até correspondeu, mas o time estava mal armado e segue em crise após o empate contra o Vasco, em casa.

VALEU O INGRESSO

Branquinho – Ele acertou um belo chute de fora da área e teve uma atuação destacada na vitória do Atlético-PR contra o  Grêmio-SP. Mostrou até que pode ser titular da equipe em breve.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Grêmio 1 x 2 Santos – Os gremistas saíram na frente no placar, mas levaram a virada em um jogo emocionante e cheio de alternativas.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Flamengo 0 x 0 Atlético-MG – Era um jogo de grandes expectativas, mas todas foram frustadas, já que, na prática, a partida foi fria e sem graça.

DETALHE TÁTICO

4-4-2 do Fluminense – Muricy Ramalho deve ter percebido que vai suar para encaixar Deco na equipe titular.

Sem três zagueiros, o time foi mal no 1º tempo e poderia ter sofrido gols. Na segunda etapa, quando o técnico já pensava em colocar André Luis em campo, os gols do Flu começaram a sair e a vitória foi confirmada. Mesmo assim, ficou o recado para Muricy: ele vai ter trabalho!

DETALHE DO TÉCNICO

Vagner Mancini – Quando perdia para o Vitória, o técnico colocou os atacantes Rômulo e Geovane, tirando inclusive um meio-campista. O time ficou mais ofensivo e pelo menos o empate por 1 a 1 foi conquistado, com gol exatamente de Rômulo, de pênalti.

O FUTEBOL É INJUSTO

São Paulo  merecia mais – O Tricolor entrou com uma formação estranha e escalações erradas, mas conseguiu jogar muito melhor do que o Vasco. O empate por 0 a 0 não foi nada justo.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Atlético-GO – Não foi só o Palmeiras que jogou mal. O agora ex-lanterna do Brasileirão mostrou algo que não tinha feito até agora, com destaque para a atuação extraordinária de Elias.

PAPO RETO

Inter,

Você ainda pode entrar na briga pelo título do Brasileirão e alcançar o Fluminense na tabela.

Basta deixar a festa pela Libertadores de lado e ter ambição de querer fazer história em 2010. Mesmo sem Sandro e Taison, o elenco ainda tem qualidade para isso e mostrou essa capacidade contra o Avaí, mesmo fora de casa.

ACRÉSCIMOS

Vanderlei Luxemburgo – É curioso ver que boa parte dos torcedores de Flamengo e São Paulo o querem no comando de suas equipes.

Teve até Rubro-Negro que levou faixa com o nome dele para o jogo contra o Atlético-MG. Enquanto isso, o Galo segue na zona de rebaixamento e só comprova que Luxa está mesmo em decadência. Essas torcidas deveriam rever seus conceitos…

Read Full Post »

Older Posts »