Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Avaí’

Após uma rodada na qual os melhores times do Brasileirão fracassaram, é melhor nem escrever sobre a parte de cima da tabela. Até porque existem detalhes interessantes que têm chamado minha atenção na parte de baixo, na zona de rebaixamento: os times que vão lutar pra cair já estão definidos.

Logo após a 2ª rodada, eu já tinha apontado aqui que Avaí, América-MG, Atlético-GO e Bahia eram os principais candidatos a disputar a Série B em 2012. O tempo passou, quase todos esses times trocaram de técnico, contratam muitos jogadores, mas a tabela agora mostra que só o Bahia está fora – e por pouco, por apenas uma posição.

O intruso no grupo é o Atlético-PR. O time do técnico Renato Gaúcho ganhou seu primeiro jogo no sábado e mostrou que existe ali algum potencial para subir na tabela. Nada demais, pois não vai conseguir uma arrancada. Mas tem boas chances de escapar da zona de rebaixamento sim.

 "Morro" García

"Morro" García é um bom motivo para acreditar que o Atlético-PR pode evoluir

Caso o Atlético-PR se livre mesmo, o Bahia é o principal candidato a assumir sua vaga na zona do rebaixamento, como já foi dito. E fora esses cinco times, não creio que Atlético-MG ou Grêmio caiam ainda mais, eles devem ficar no meio da tabela mesmo. Talvez Ceará ou Figueirense possa se juntar a esse grupo dos rebaixados, mas é difícil – são clubes com um time bem montado.

Portanto, se a 11ª rodada do Brasileirão mostrou que o Corinthians não e imbatível e que a briga pelo título ainda deve mudar bastante, mostrou, por outro lado, que a luta contra o rebaixamento não deve ser tão agitada assim. Parece cedo pra dizer, mas não tenho medo: entre os cinco últimos do Brasileirão atualmente, quatro vão cair. Podem me cobrar.

Read Full Post »

Se a primeira rodada do Brasileirão 2011 serviu para  mostrar que é melhor não arriscar palpites sobre a briga pelo título, a segunda trouxe conclusões sobre a outra parte da tabela: já dá pra arriscar quem deve lutar contra o rebaixamento.

O resultado mais sintomático para essa conclusão foi o do Avaí. O time de Silas, que enganou muita gente ao eliminar o São Paulo na Copa do Brasil, perdeu para o Atlético-MG, em casa, por 3 a 1. Ok, o adversário não era fácil, o time de Dorival Jr. tem potencial, mas não se pode perder de vista o quanto é fraco esse Avaí. Para piorar, Silas parece estar perdido taticamente no comando do time. Vai cair daqui a poucas rodadas…

O América-MG foi outro time que teve um péssimo resultado na rodada. Seu jogo era fora de casa, mas o Vasco entrou praticamente só com reservas e ainda assim o time mineiro perdeu por 3 a 0. E aqui também há uma análise que vai além desse jogo: o América-MG tem se reforçado muito mal em 2011. Faltam melhorias em todos setores. O time não pode depender de Fábio Junior para se salvar de um retorno para a Série B.

Fábio Junior/ Lancenet

Se ainda fosse o cantor...

Há ainda o Atlético-GO, que, mesmo em casa, não conseguiu vencer o Fluminense. Foi dominado durante a partida e mostrou uma dependência de Vitor Junior e Marcão, o que já é um grande problema. Em 2010, o time goiano escapou por pouco do rebaixamento. Dessa vez não deve bater na trave…

O quarto time que eu daria como certo para o rebaixamento seria o Bahia. Ele realmente tem muitas chances de cair, mas tem se reforçado. Trouxe, por exemplo, Jóbson, que salvou o time de uma derrota contra o Flamengo, mas não é confiável. Ainda é difícil crer que a mistura explosiva de Carlos Alberto, Ricardinho e vários refugos realmente vá dar certo, mas nesse caso pelo menos há alguma esperança mínima de salvamento.

Caso o Bahia realmente consiga essa difícil química, Botafogo e Figueirense aparecem logo atrás como outros possíveis rebaixados. Atlético-PR e Ceará também precisam ficar alertas. Mas fato é que a 2ª rodada do Brasileirão só comprovou o que os elencos de Avaí, América-MG, Atlético-GO e Bahia já mostravam: eles vão ter que se superar demais para se livrarem da queda para a segunda divisão.

Read Full Post »

Santos 1 x 1 Inter - Brasileirão 2011/ Vipcomm
Ninguém comeu a bola no final de semana

O Brasileirão 2011 não vai ter um campeão. Ou pelo menos foi esse o recado que a primeira rodada do campeonato, encerrada neste domingo, mandou para todos. É claro que a primeira rodada sempre mente e obviamente daqui a sete meses teremos um campeão. Difícil é dizer que time exatamente será esse, ainda mais depois de ver os primeiros jogos…

– O maior favorito ao título, o Santos, jogou praticamente só com reservas. Mesmo assim, conseguiu um empate contra os titulares do Inter – que é outro candidato ao título, mas que precisa melhorar muito, principalmente na defesa. Trabalha, Falcão!

– O Flamengo é mais um possível campeão e até conseguiu uma vitória convincente, por 4 a 0, com grande atuação do Ronaldinho Gaúcho. Mas contra os reservas do Avaí isso tudo é praticamente obrigação.

– O São Paulo foi o candidato ao título que conseguiu a vitória mais convicente – 2 a 0 contra um pouco disposto Fluminense, fora de casa. Mas o time paulista ainda depende demais de Lucas e Dagoberto. A escalação foi estranha e o são paulino ainda tem que torcer muito para que Carpegiani não estrague o potencial que esse time tem.

– O Cruzeiro decepcionou demais ao perder para o Figueirense, mas é preciso lembrar que o goleiro Wilson salvou o time catarinense. Portanto, o time mineiro ainda pode sim ficar cotado entre os melhores do Brasileirão 2011.

– Atlético-MG, Corinthians, Palmeiras e Vasco até conseguiram vitórias importantes, mas ainda são times que têm muito mais motivos para preocupações. Os três precisam de reforços se quiserem lutar pelo titulo.

Como já dito, a primeira rodada do Brasileirão costuma mentir muito e dessa vez não foi diferente. Mas uma certeza ela trouxe: é melhor não arriscar palpites sobre a briga pelo título por enquanto!

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Atlético-MG – Venceu inapelavelmente o Flamengo por 4 a 1 e melhorou demais sua situação na luta contra o rebaixamento.

Há semanas atrás, já cravei aqui que o Galo não cairia. Confio cada vez mais nesse palpite…

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Fluminense – Por pouco não perdeu em casa para um Goiás praticamente rebaixado. Mesmo o empate por 1 a 1 pouco serviu, já que a liderança foi perdida para o Corinthians.

TROFÉU HERÓI

Paulo Baier – Fez os dois gols da vitória do Atlético-PR, que agora está surpreendentemente no G4 do Brasileirão 2010.

TROFÉU VILÃO

Zé Eduardo – O atacante do Santos desperdiçou uma cobrança de pênalti que teria dado a vitória para o seu time contra o Grêmio, em jogo que terminou empatado por 0 a 0 mesmo.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Lucas Gaúcho – O jovem centroavante do São Paulo, segundo principal destaque da última Copa SP, fez um gol de letra contra o Vasco e empatou o jogo em 1 a 1.

VALEU O INGRESSO

Rafael Sóbis – O atacante do Inter finalmente mostrou o que sabe, apesar da derrota do Inter.

Com uma bela virada e um chute preciso no ângulo, ele fez o principal golaço de uma rodada cheia de belos lances, como os fortes arremates de Éder Luis e Geraldo, além das boas jogadas de Patric e Marquinhos.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Fluminense 1 x 1 Goiás – Os dois times precisavam muito da vitória e, apesar do desespero, fizeram um jogo agitado com um resultado justo.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Atlético-GO 3 x 0 Palmeiras – Foi chato ver a superioridade do time goiano contra uma equipe inexperiente, bagunçada e desinteressada.

DETALHE TÁTICO

Flamengo – Luxemburgo não sabe o que quer. Dessa vez optou por 3 volantes para enfrentar o Atlético-MG e saiu derrotado por 4 a 1.

Pior: voltou a ser sério candidato ao rebaixamento, pois, apesar de ter 40 pontos, não mostra sinais de recuperação e segue com um time bagunçado, sem padrão algum.

DETALHE DO TÉCNICO

Muricy Ramalho – O técnico do Fluminense errou na escalação, mas pelo menos corrigiu bem ao colocar Washington, Rodriguinho e principalmente Diguinho em campo. Com eles, pelo menos veio o empate contra o Goiás.

O FUTEBOL É INJUSTO

Cruzeiro prejudicado – Não foi pênalti em Ronaldo no lance que decidiu o grande duelo entre o time mineiro e o Corinthias.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Avaí – Em pleno Beira-Rio, venceu o Inter por 3 a 2 e desencadeou até uma preocupação a mais no time gaúcho, que jogou com titulares e mostrou que tem problemas para resolver até o Mundial.

PAPO RETO

São Paulo e Palmeiras e Vasco,

E agora?

Vocês mostraram na rodada que terão poucos objetivos para atingir no Brasileirão. Porém, chegou a hora de decidir se vocês entregarão seus jogos contra Fluminense e Cruzeiro. O que acontecerá?

ACRÉSCIMOS

Série B 2011 – Seis times brigam para não ocupar as 2 vagas restantes na segunda divisão do ano que vem.

Guarani, Avaí, Vitória, Atlético-MG, Flamengo e Atlético-GO fazem a disputa mais imprevisível da reta final desse Brasileirão. Não consigo nem arriscar palpites…

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

São Paulo – Mesmo desfalcado, bateu o Atlético-PR em um jogo importante e subiu na tabela, se firmando na briga por uma vaga na Copa Libertadores.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-MG – É inacreditável que o Galo tenha perdido para o Botafogo, por 2 a 0, em casa. Não jogou mal, mas voltou para a zona de rebaixamento e parece que vai ficar nessa disputa até a última rodada mesmo.

TROFÉU HERÓI

Conca – O Fluminense nem jogou bem, mas conseguiu a vitória contra o Grêmio graças ao seu meia argentino, que fez os dois gols do jogo.

TROFÉU VILÃO

Márcio – Sofreu um frango feio demais que tirou do Atlético-GO uma vitória contra o Ceará, no jogo que terminou com um empate de 1 a 1.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Tinga – O meia do Palmeiras, que tem virado titular do time recentemente, comprovou sua evolução com um bom jogo contra o Goiás, fazendo inclusive um belo gol na vitória do seu time por 3 a 2.

VALEU O INGRESSO

Léo – O zagueiro do Cruzeiro chutou do meio da rua e marcou um impressionante golaço na importante vitória da Raposa contra o Grêmio-SP.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Vitória 4 x 2 Vasco – Não foi uma rodada de grandes jogos, então fico com a opção do jogo mais especial, cheio de gols e lances curiosos.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Avaí 1 x 0 Guarani – O time de Campinas esteve apático e não conseguiu se aproveitar da fragilidade do seu adversário, que desperdiçou muitas chances de gol. Agora ambos ficam na luta contra o rebaixamento…

DETALHE TÁTICO

Flamengo no 4-3-3 – Luxemburgo apresentou essa novidade no jogo contra o Corinthians, mas não conseguiu surpreender, pois o time jogou mal, principalmente no primeiro tempo.

O que não significa que a tática precisa ser dispensada. Pode funcionar no futuro, principalmente em jogos contra equipes menos preparadas.

DETALHE DO TÉCNICO

Joel Santana  – O técnico do Botafogo tirou Lucio Flávio para a entrada do atacante Edno, que participou dos dois gols do Botafogo na vitória contra o Atlético-MG.

O FUTEBOL É INJUSTO

Santos prejudicado – Contra o Inter, o Peixe teve um pênalti não marcado e ainda viu um gol legítimo ser anulado porque o árbitro não viu que a bola entrou claramente.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Botafogo – Insisto que não acredito no Botafogo como candidato ao título, apesar da diferença de apenas seis pontos para o líder, mas a vitória contra o Atlético-MG mostrou que o time carioca é um dos principais postulantes a conquistar uma vaga na Copa Libertadores de 2011.

PAPO RETO

Internacional e Santos,

Já era.

Vocês não vão mesmo brigar pelo título. A diferença na tabela já é de oito pontos e vocês não parecem ter força para uma reação e uma arrancada. Comecem a se preocupar com a próxima temporada.

ACRÉSCIMOS

Ronaldo – Fez gol contra o Flamengo e mostrou, durante todo o jogo, que ainda é perigoso sim. E ainda há quem ouse duvidar dele. Não faço isso há tempos…

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Atlético-PR – Foi um sufoco e talvez tenha envolvido até mais um erro de arbitragem da rodada, mas fato é que o Furacão venceu o Goiás por 2 a 1 e seguiu em sua caminhada surpreendente para o alto da tabela.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Santos – Teve tudo para vencer o clássico quando Richarlyson foi expulso, mas conseguiu ficar sem um ponto sequer no final do jogo.

TROFÉU HERÓI

Deivid – Fez dois gols na vitória convincente do Flamengo contra o Inter e ainda se deu ao luxo de perder uma outra chance de forma absurda. Mas é perdoável.

TROFÉU VILÃO

Carlinhos – O lateral do Vasco foi expulso e, a partir desse momento, o Atlético-GO cresceu no jogo e venceu por 2 a 0, sainda da zona de rebaixamento.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Júnio Viçosa – O atacante recém-contratado estreou já fazendo seu gol e mostrando qualidade para substituir Borges e André Lima, os centroavantes do Grêmio que estão machucados.

VALEU O INGRESSO

Neto Berola – Entrou com velocidade na área do Avaí, driblou bonito o goleiro adversário e ainda finalizou de letra. Belo gol!

UM SHOW EM 90 MINUTOS

São Paulo 4 x 3 Santos – Foi um dos cinco melhores jogos do Brasileirão 2010 até agora, sem dúvidas.

Muitos gols, bolas nas traves, defesas espetaculares, boas atuações individuais e emoção até o fim – rolou um pouco de tudo no clássico. Já dava pra imaginar que seria um jogaço, mas até superou as expectativas.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Fluminense 0 x 0 Botafogo – Fizeram um jogo estranhamente travado, já que os dois times precisavam da vitória e o resultado sem gols foi extremamente prejudicial para as ambições de ambos.

DETALHE TÁTICO

São Paulo ofensivo – Tem sido interessante ver a proposta de Carpegiani no time do Morumbi, que tem buscado fortemente o ataque e até jogou com apenasu m volante de ofício contra o Santos.

Por enquanto tem dado certo principalmente pelo fator surpresa. Resta saber até quando essa novidade durará.

DETALHE DO TÉCNICO

Dorival Júnior – Tirou Daniel Carvalho no intervalo do jogo contra o Avaí e colocou Neto Berola em campo. Resultado: o jovem atacante participou dos dois gols da vitória importante contra o Avaí.

O FUTEBOL É INJUSTO

Cruzeiro prejudicado – O gol invalidado de Wellington Paulista e o pênalti mal marcado para o Grêmio são apenas duas pequenas mostras de como Paulo César de Oliveira é mesmo um dos piores árbitros do Brasil.

E a rodada ainda teve o Corinthians prejudicado também, no jogo contra o Guarani, mas por lances menos escandalosos.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Ceará – Foi o único visitante que conseguiu incomodar.

Conseguiu um empate que até fez justiça por tudo que o Palmeiras não jogou no segundo tempo da partida.

PAPO RETO

Avaí,

E agora?

Agora que entrou na zona de rebaixamento, você acredita de verdade que Vágner Benazzi vai tirar você de lá? Talvez só seja um acerto se ele foi um técnico contratado já pensando na Série B de 2011.

ACRÉSCIMOS

Atlético-PR e Grêmio – Como nenhum dos cinco primeiros colocados da tabela venceu, os dois chegaram mais perto do topo da tabela.

Ambos ainda precisam mostrar mais para entrar na briga pelo título, mas podem se empolgar: não há ninguém que convença de fato nessa briga. É um Brasileirão 2010 cada vez mais parecido com o Brasileirão 2009.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Inter – Foi o único candidato ao título que venceu. Bateu o Guarani por 3 a 0 e conseguiu encostar um pouco mais no Fluminense.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-GO – Chegou a estar vencendo o Atlético-MG, mas sofreu a virada em casa e perdeu um duelo de seis pontos na luta contra o rebaixamento.

TROFÉU HERÓI

Éder Luis – Tem emendado uma boa sequência de jogos pelo Vasco e contra o Goiás não foi diferente: marcou gol e foi decisivo na vitória por 3 a 2.

TROFÉU VILÃO

Alessandro – Errou uma saída de bola, cometeu um pênalti e foi expulso em um lance só. A sorte dele é que Renato, do Flamengo, foi expulso também, o que freou a reação adversária.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Neto – O goleiro recentemente convocado por Mano Menezes para a Seleção Brasileira, que já vinha fazendo uma boa temporada, teve uma atuação espetacular contra o Cruzeiro.

VALEU O INGRESSO

Réver – Parecia um atacante quando acertou um gol de bicicleta impressionante para a vitória fundamental do Atlético-MG contra o Atlético-GO.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Vasco 3 x 2 Goiás – Era um duelo de times fracos, mas eles se superaram e fizeram uma partida interessante para assistir em plena sexta-feira.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Avaí 0 x 0 São Paulo – Richarlyson poderia ter sdo o vilão da rodada, pois foi expulso ainda no 1º tempo, mas o Avaí não reagiu e o jogo ficou entendiante até o final.

DETALHE TÁTICO

Cruzeiro – Cuca insistiu no 4-3-1-2 e só colocou Roger ao lado de Montillo durante o empate por 0 a 0 contra o Atlético-PR. A Raposa pode render bem mais com os dois jogando juntos mais frequentemente.

DETALHE DO TÉCNICO

Dorival Jr. – O técnico tirou o volante Alê para colocar o meia Renan Oliveira, que ele recentemente resgatou do Vitória.

O jovem jogador participou do gol decisivo na vitória contra o Atlético-GO e mostrou que foi um erro de Luxemburgo liberá-lo para o empréstimo.

O FUTEBOL É INJUSTO

Cruzeiro merecia mais – Neto foi o grande culpado dessa injustiça. O goleiro do Atlético-PR evitou que a Raposa concretizasse sua merecida vitória.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Ceará – Por pouco não venceu o Corinthians em pleno Pacaembu e tem mostrado, mesmo com um técnico interino, que está um nível acima de outros candidatos ao rebaixamento.

PAPO RETO

Renato Gaúcho,

Parabéns!

Quando você assumiu o Grêmio, apostei que você faria o time evoluir. Porém, não esperava que fosse tanto. Mesmo cheio de desfalques, o Tricolor tem vencido todas e jogado razoavelmente bem, como contra o Vitória nessa rodada

ACRÉSCIMOS

Paulo César Carpegiani – A principal consequência da 27ª rodada foi a ida do técnico do Atlético-PR parao São Paulo. Deve ser péssimo para todos lados: perde muito o Furacão, que estava em alta, e ganha pouco o Tricolor Paulista, que continuará com um técnico exageradamente inventivo no comando.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

São Paulo – Mesmo sem um futebol tão convincente, conseguiu uma vitória no clássico contra o Palmeiras e afastou uma crise que parecia voltar.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-MG – Teve um jogador a mais que o Vitória desde a metade do primeiro tempo, quando perdia por 2 a 0. Até conseguiu empatar, mas sofreu um gol depois e pagou mico em casa.

TROFÉU HERÓI

Rodriguinho – Fez dois gols contra o Flamengo e evitou que o Fluminense perdesse um clássico no dia que perdeu a liderança do Brasileirão para o Corinthians. Sem ele, os problemas do Tricolor Carioca seriam ainda maiores.

TROFÉU VILÃO

Harlei – Sofreu um frango e, apesar do Goiás ter empatado o jogo, seu erro foi cruel para um time que precisava demais da vitória contra o Ceará.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Marcelinho, o agora chamado Lucas – Impressionou a forma como ele chamou a responsabilidade no 2º tempo do clássico entre São Paulo e Palmeiras, fazendo um gol e uma assistência.

Tiro o chapéu para ele. Só não me peçam para me acostumar rapidamente com essa sua boba mudança de nome.

VALEU O INGRESSO

Elias – A tabela perfeita dentro da área, com direito a um passe de calcanhar, foi perfeito e com certeza é um lance raro de se ver. Por isso foi o escolhido.

Mas sobraram golaços como poucas vezes nesse Brasileirão: Renato Abreu, Daniel Carvalho, Rodriguinho, Jonas, Alessandro, Montillo e Wellington Monteiro fizeram bonitas pinturas em campo.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Flamengo 3 x 3 Fluminense – O grande clássico do Rio de Janeiro foi cheio de gols e  emoção, como costuma acontecer nos Fla-Flus.

Ficaram evidentes os problemas defensivos dos dois times, mas o importante é que isso porporcionou um belo espetáculo no Engenhão.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Guarani 0 x 0 Santos – Não foi um jogo com grandes oportunidades de gol e o pior é que o resultado não foi bom para nenhuma das equipes.

DETALHE TÁTICO

3-5-2 do Avaí – Antônio Lopes testou essa tática nos dois últimos jogos do time, saindo com um empate fraco contra o Vitória e uma derrota terrível, em casa, contra o Grêmio.

É melhor o Delegado repensar essa mudança.

DETALHE DO TÉCNICO

Ricardo Silva – Teve coragem de manter o Vitória em campo com um centroavante e fez bem ao trocar Júnior por Schwenck, que deu a assistência para o gol decisivo de Henrique na vitória por 3 a 2 contra o Galo.

O FUTEBOL É INJUSTO

Vasco merecia mais – O Inter até foi bem ao resistir à pressão do adversário, mas a verdade é que o time carioca jogou melhor e poderia tranquilamente ter voltado com pontos de Porto Alegre.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Grêmio – Após vacilar em casa, não dava para imaginar que o time gaúcho reagiria tão bem. Pois bateu o Avaí por 3 a 0 em plena Ressacada, mostrou um futebol bonito e ressurgiu no Brasileirão.

PAPO RETO

Atlético-GO e Grêmio-SP,

Vocês já estão rebaixados.

É incrível como, mesmo tão cedo, está cada vez mais claro o quanto vocês são inferiores aos outros times do Brasileirão. Tomem cuidados apenas para não passarem tanta vergonha. A Série B de 2011 os espera!

ACRÉSCIMOS

Felipão e Luxemburgo – É curioso notar como esses dois técnicos, que até outro dia eram os melhores do Brasil, têm errado constantemente.

O técnico do Palmeiras inventou Márcio Araújo como ala-direito no jogo contra o São Paulo. Já Luxa tentou jogar com Diego Tardelli e Obina, dois centroavantes. É claro que nada disso deu certo.

Read Full Post »

A incrível fábrica de talentos do futebol brasileiro não para de funcionar. Mesmo que os times continuem perdendo jovens craques para a Europa, outros surgem rapidamente por aqui. É isso o que o Brasileirão 2010 tem mostrado.

Basta reparar que até agora, com apenas 19 rodadas, o campeonato já teve mais de dez revelações que podem ser listadas e, no futuro, provavelmente virarão jogadores importantes para seus times. Alguns deles, inclusive, já atingiram esse status.

Ao contrário que fiz nas listas de revelações do Brasileirão 2009, dessa vez incluí também nomes que surgiram nos estaduais do 1º semestre. É justo, afinal são competições de níveis e abragências diferentes. Agora veja abaixo as principais revelações do Brasileirão 2010 até agora:

1º) Bruno César (Corinthians)
Ele já tinha brilhado demais pelo Santo André no Paulistão. Mas sua verdadeira prova de fogo veio no Corinthians e ele não demorou para corresponder: rapidamente virou o principal armador de jogo do time, é um dos artilheiros do Brasileirão e já foi tema de post neste blog.

2º) Mazola (Guarani) *
O Bugre, depois da chegada do técnico Vágner Mancini, foi bem demais ao apostar em um jovem atacante que, apesar de ter ido bem pelo Paulista no começo do ano, podia ficar esquecido no São Paulo. Extremamente habilidoso, ele se destacou no time de Campinas e, apesar ser “cai-cai”, tem dado trabalho para as defesas adversárias.

3º) Dedé (Vasco)
Trata-se de um zagueiro de 22 anos que o Vasco soube observar no Volta Redonda e contratá-lo em 2009. Já em 2010 ele conseguiu sua afirmação como um defensor firme, que tem como ponto forte a velocidade e também o jogo aéreo, do alto de seu 1,92m.

4º) Elkeson (Vitória) *
As ótimas categorias de base do Vitória não param nunca. Em 2009, o principal jogador revelado no clube foi Neto Berola. Em 2010, desponta no time um jogador de posição parecida, mas que tem ainda mais técnica.

Elkeson participou de poucos jogos do Brasileirão do ano passado, mas foi neste ano que realmente se firmou no time, principalmente durante a boa campanha na Copa do Brasil.

5º) Rafael (Santos) *
Longe de ser um dos “Meninos da Vila” mais badalados, Rafael tem sido uma grata surpresa da base santista, já que resolveu um problema gerado por seu antecessor, Felipe, também formado no clube e extremamente irregular. Rafael, pelo contrário, é seguro e, apesar de sofrer com a fraca defesa do Santos, tem conseguido se destacar.

6º) Marcelinho (São Paulo) *
Priomeiro ele foi apontado aqui como uma das principais revelações da Copa SP de 2010. Depois, quando Sérgio Baresi assumiu interinamente o comando do São Paulo, escrevi que isso poderia trazer boas chances para jovens talentos como ele.

Portanto, o que veio depois já era previsto: Marcelinho se firmou entre os titulares de um São Paulo que começa a reagir no Brasileirão e, se não vai chegar muito alto na tabela, pelo menos deve achar boas soluções para 2011 nas suas sempre boas categorias de base.

7º) Tinga (Palmeiras) *
Ele já era tratada como uma joia rara na Ponte Preta e o Palmeiras foi esperto em contratá-lo. Ele ainda não é titular no time paulista, mas é frequentemente utilizado e já fez participações decisivas em alguns jogos. Tem habilidade de sobra e um bom futuro pela frente.

8º) Renan (Avaí) *
A convocação dele para a Seleção Brasileira de Mano Menezes, por ter idade olímpica, veio no momento certo, quando ele se firmava como titular no Avaí. O técnico Antônio Lopes observou bem um goleiro que ainda é muito jovem, mas já parece pronto e deve brilhar ainda mais no futuro.

9º) Misael (Ceará)
Assim que começou o Brasileirão, cheguei a ter a certeza de que ele seria a principal revelação do campeonato. Porém, seu futebol caiu de produção junto com o próprio Ceará, lesões o atrapalharam e agora até a sua posição nessa lista está sob risco até o final da temporada.

10º) Marcelo Lomba (Flamengo)
Ele já tinha passagens pelas categorias de base da seleção brasileira, mas parecia que sua chance nunca ia chegar. Então veio a tragédia do “caso Bruno” e ele teve que virar titular. Assumiu bem a responsabilidade e já até defendeu pênaltis decisivos no Brasileirão.

11º) Alan Patrick (Santos) *
É mais um jogador que foi destaque da Copa São Paulo e agora começa a ir bem entre os profissionais. Poderia ser o substituto ideal de Paulo Henrique Ganso, mas Dorival Jr., acertadamente, tem o uitilizado com cautela. Pode estourar de vez a qualquer momento.

* = tem idade olímpica

Essa relação de principais revelações ainda deve mudar demais até o final do Brasileirão. Tanto em posições quanto em nome dos jogadores mesmo.

Existem outros jovens que precisam de pouco para aparecer em uma futura atualização dessa lista: Alex Sandro e Rodriguinho (ambos do Santos), Henrique (Vitória), Fabrício (Palmeiras), Leandro Damião (Inter), Casemiro (São Paulo) e Rômulo (Vasco) são alguns deles.

Read Full Post »

Em primeiro lugar, preciso pedir desculpas pela falta de atualização do blog recentemente. Tem faltado tempo para mim por questões profissionais. Porém, com o feriado, essa situação será acertada e os posts voltarão ainda melhores. Agora falemos do Brasileirão 2010…

O ORGULHO DA TORCIDA

Grêmio – Conseguiu arrancar uma vitória magra contra o Guarani, por 1 a 0, e finalmente deixou a zona do rebaixamento, comprovando sua esperada evolução após a chegada de Renato Gaúcho ao comando do time.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Goiás – Em casa, perdeu de virada para o Atlético-MG e comprovou que o técnico Jorginho terá muito trabalho pela frente. Pior: ele não é homem certo para dar conta desse trabalho.

TROFÉU HERÓI

Neymar – Abriu o placar do jogo contra o Avaí aos 50 segundos, deu muito trabalho em campo e parece estar mais motivado desde que resolveu o imbróglio com o Chelsea.

TROFÉU VILÃO

Leandro Euzébio –
Ficou nervoso com as provocações de Kleber e foi expulso no final do jogo contra o Palmeiras, exatamente quando Ewerthon fez um gol e evitou a vitória do Fluminense.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Xandão – É um zagueiro que finalmente tem mostrado alguma qualidade com a sequência de jogos pelo São Paulo, depois da lesão de alex Silva. Contra o Atlético-GO, ele fez um gol e foi seguro na marcação.

VALEU O INGRESSO

Válber – Aplicou um belo corte dentro da área e finalizou com perfeição, marcando o gol de honra do Avaí contra o Santos.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Fluminense 1 x 1 Palmeiras – O péssimo recuo que o Tricolor carioca fez após marcar o primeiro gol animou o jogo. O time de Felipão foi para cima, atacou bem e até deu algum espaço para contra-ataques. O gol no final acrescentou mais emoção a uma partida razoável tecnicamente.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Vitória 0 x 0 Inter – Os times não conseguiram balançar as redes e só exibiram seus problemas e limitações para criar jogadas e chances de gol.

DETALHE TÁTICO

Palmeiras com 3 zagueiros – É verdade que o time tem evoluído desde que Felipão implantou o 3-5-2, mas, durante os jogos, o técnico tem tido que tirar um zagueiro e colocar um atacante para melhor o poder de fogo da equipe.

Será que então não é o caso de mudar para o 4-4-2?

DETALHE DO TÉCNICO

Vanderlei Luxemburgo – O técnico do Atlético-MG finalmente acertou uma.

Colocou alguns medalhões no banco de reservas e soube utilizá-los durante o jogo. Por exemplo, quando colocou Diego Souza no lugar de Neto Berola. O meia ex-Palmeiras acabou fazendo o gol da virada contra o Goiás.

O FUTEBOL É INJUSTO

Avaí merecia mais – A vitória do Santos por 2 a 1 não foi justa. O time catarinense chegou a pressionar fortemente o Peixe, mas não conseguiu fazer os gols que merecia.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Atlético-MG – O Goiás realmente está em péssima situação, mas a crise no Galo não é muito menor, então eu não esperava que o time mineiro fosse regiar e vencer no Serra Dourada. Foi realmente surpreendente e interessante a vitória do Atlético-MG.

PAPO RETO

Fluminense,

Você ainda não me convenceu.

É um time organizado e cheio de jogadores talentosos, mas para mim ainda não é esse favorito absoluto ao título como alguns enxergam. Precisa evoluir se quiser continuar na ponta da tabela do Brasileirão durante o 2º turno.

ACRÉSCIMOS

Dagoberto – Foi curioso ver que o herói da vitória são paulina contra o Atlético-GO era um dos jogadores mais criticados do time recentemente.

Trata-se de um atacante limitado e irregular demais, mas que ainda pode ser útil para o elenco se jogar com a mesma vontade e superação apresentadas nesta quinta-feira.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Botafogo – Em casa, conseguiu uma vitória expressiva, por 3 a 0, contra um Atlético-MG que demora para se encontrar no Brasileirão 2010.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Ceará – Não conseguiu vencer sequer o Atlético-GO em casa.

Segue sem vitória desde a pausa para a Copa de 2010, está fazendo hora extra no G4 e não deve demorar a cair na tabela do Brasilerão.

TROFÉU HERÓI

Elias – Ninguém se destacou demais individualmente, mas vale o destaque para quem fez um golaço e decidiu o clássico contra o Flamengo, mesmo fazendo uma função que não é a ideal.

TROFÉU VILÃO

André Lima – De forma absurda, perdeu um gol que poderia ter dado pelo menos um empate para o Grêmio contra o Fluminense.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Mazola – Tem se destacado desde que o Brasileirão 2010 começou e já poderia ter aparecido nessa seção.

Agora corrijo a injustiça: contra o Avaí, ele fez gol e mostrou que o São Paulo pode pensar em aproveitá-lo em 2011 Passou da hora do Tricolor paulista dar mais espaço para seus bons talentos vindos das categorias de base.

VALEU O INGRESSO

Maikon Leite – Ganhou uma dividida, aplicou um belo drible e chutou muito forte, de esquerda, sem dar chances para Rogério Ceni sequer pular.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Guarani 4 x 1 Avaí – Foi uma goleada do Bugre, mas o jogo foi quente desde o começo e o Leão da Ressacada ainda desperdiçou um pênalti, que poderia ter colocado ainda mais fogo na partida.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Cruzeiro 0 x 0 Grêmio-SP – Em um jogo sem tantas chances de gols e de pouca emoção, a marcação chata do time paulista anulou fácil a pouca criatividade da equipe de Cuca.

DETALHE TÁTICO

Atlético-MG – Não há time que aguente tantas invenções táticas.

Luxemburgo tem alterado jogo por jogo – e às vezes até durante as partidas – o sistema tático do Galo. Nessa rodada, ele tentou algo parecido com um 4-3-1-2, mas o ttime está claramente perdido.

DETALHE DO TÉCNICO

Émerson Leão – É outro técnico que tem errado demais nas escalações iniciais, mas dessa vez pelo menos foi bem ao colocar Otacílio Neto e Felipe em campo durante o jogo. Este segundo, aliás, nem deveria ser reserva do time.

O FUTEBOL É INJUSTO

Ceará merecia vencer – Pressionou demais o Atlético-GO e não conseguiu a vitória por pouco.

O empate por 0 a 0 resultou na apressada demissão de Estevem Soares, o que deve atrapalhar ainda mais a situação do time.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

São Paulo – Era esperado que a eliminação do time na Copa Libertadores e a saída de Ricardo Gomes fossem mais traumáticas.

Mas o time surpreendeu ao chegar perto da vitória inédita na Arena da Baixada, contra o Atlético-PR.

PAPO RETO

Felipão,

Valdívia não vai resolver tudo.

O que acontece com o Palmeiras? O time tem demorado demais a evoluir minimamente sob o seu comando. O elenco ainda parece fragilizado psicologicamente, pois tem complicado jogos fáceis. Além disso, tem tido uma postura defensiva exagerada. E agora, Felipão?

ACRÉSCIMOS

Silas demitido – Até acho que o Grêmio poderia ter tido mais paciência, mas de fato era um técnico que estava errando demais, principalmente taticamente.

O problema é a reposição para o Tricolor gaúcho. Mário Sérgio? Geninho? Renato Gaúcho? Nenhum dos técnicos especulados até agora agradam.

Read Full Post »

O empate por 1 a 1 que o Avaí arrancou nesta quarta-feira contra o Flamengo foi decepcionante para a equipe carioca, mas pelo menos serviu para algo: colocou os pés da torcida rubro-negra bem presos ao chão. Afinal, as duas vitórias nos dois primeiros jogos após a Copa do Mundo poderia passar uma ideia errada de que está tudo bem na Gávea.

Não está. Longe disso. É bom que os flamenguistas saibam que não vai se repetir o filme de 2009, quando o time fez quase tudo errado, mas deu tudo certo e o hexa brasileiro foi conquistado. Isso não vai acontecer de novo.

A análise aqui vai além do critério técnico ou tático. É um problema maior do que as escolhas dos jogadores ou da opção por diferentes estratégias. E quem concorda comigo é ninguém menos do que Zico, o novo diretor executivo de futebol do Flamengo.

Em entrevista interessante feita por Márvio dos Anjos e publicada na revista ESPN deste mês, o ‘Galinho de Quintino’ foi objetivo e direto ao ponto: “É necessário que o torcedor entenda que neste momento é preciso reconstruir uma estrutura que está defasada”, resumiu.

É exatamente isso: o Flamengo passa por um momento de transição, não de consagração. Dentro de campo também, afinal não param de chegar novos contratados (alguns bons, outros bem ruins). Mas a principal mudança tem que ser feita fora de campo, começando pelas categorias de base, como Zico também comentou na entrevista.

Já existem críticas ao trabalho dele no clube por diversos motivos: alto salário, poder com estilo centralizador e passado ruim desde que pendurou as chuteiras. No entanto, o novo diretor executivo de futebol do Flamengo sabe o que tem que ser feito. Resta saber se ele calará a oposição e mostrará que seu discurso correto pode ser posto em prática.

Read Full Post »

Older Posts »