Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Borges’

A CBF divulgou, nesta quinta-feira, a sua sempre bizarra lista dos melhores do Campeonato Brasileiro. Ela manteve alguns estranhos critérios, como a divisão de zagueiros e volantes pelos lados em que atuam.

Só isso já costuma gerar problemas na lista da CBF, mas ela não é descartável. Se por um lado alguns nomes importantes foram esquecidos, como Danilo, do Corinthians, existem também boas lembranças, como os jogadores do surpreendente Figueirense.

Além disso, não adianta só cornetar. É preciso também dar a cara para bater e eleger os meus melhores do Brasileirão 2011. É isso que tento fazer e justificar a seguir…

GOLEIRO

Fernando Prass (Vasco)
Prass não chega a ser um goleiro espetacular, mas os melhores do Brasil falharam demais no campeonato. Além disso, sua importância como líder na ótima campanha do Vasco merece destaque.

Vasco campeão

Fernando Prass pode levantar mais duas taças em 2011

Outros destaques: é uma posição em que poucos jogadores foram regulares, então Marcelo Lomba (Bahia) e Júlio César (Corinthians) conseguiram ficar entre os melhores.

LATERAL-DIREITO

Fágner (Vasco)
Sempre gostei do futebol dele, desde que surgiu no Corinthians. É técnico, rápido e sabe ir até a linha de fundo. Evoluiu muito na temporada e fez uma boa parceria com Éder Luis e Diego Souza nas jogadas de ataque do Vasco.

Outros destaques: é uma posição complicada no mundo, com poucos talentos, mas Bruno (Figueirense), Mário Fernandes (Grêmio), Nei (Inter) e Cicinho (Palmeiras) tiveram bons momentos. Além de Mariano, que melhorou no 2º turno.

ZAGUEIROS

Dedé (Vasco) e Antônio Carlos (Botafogo)
O vascaíno é indiscutível, mas achar seu companheiro nessa zaga não é fácil. A falta de bons zagueiros no Brasil preocupa, mas a evolução de Antônio Carlos merece ser premiada.

Outros destaques: Émerson (Coritiba), Leandro Castán (Corinthians) e Manoel (Atlético-PR) superaram suas limitações e surpreenderam. Já Rhodolfo (São Paulo) e Réver (Atlético-MG), zagueiros de qualidade, até foram bem, mas poderiam ter ido melhor.

LATERAL-ESQUERDO

Cortês (Botafogo)
Apesar de realmente ter caído de produção durante a reta final, o botafoguense impressionou por um longo tempo e não foi superado depois, até porque faltaram nomes de qualidade na posição.

Outros destaques: Juninho foi uma grata revelação do Figueirense, mas fora ele é difícil apontar outros nomes de qualidade. Talvez Fábio Santos (Corinthians), talvez Thiago Feltri (Atlético-GO), talvez Dodô (Bahia). Talvez, talvez, talvez…

VOLANTES

Ralf e Paulinho (Corinthians)
A dupla tinha tudo para ser um ponto fraco do Corinthians, mas surpreendeu e se tornou fundamental para o time de Tite. Fica o destaque principalmente para Paulinho, que se acostumou a fazer gols e deu uma valiosa dinâmica para o meio-campo do Corinthians.

Paulinho e Ralf, do Corinthians

Essa dupla surpreendeu!

Outros destaques: poucos volantes de marcação chamaram atenção. Wellington (São Paulo), Edinho (Fluminense) e Pierre (Atlético-MG) foram os menos piores. Já entre os que saem mais para o jogo, existem nomes melhores: Rômulo (Vasco), Filipe Soutto (Atlético-MG), Marcos Assunção (Palmeiras) e Renato (Botafogo), por exemplo.

MEIAS

Danilo (Corinthians) e Diego Souza (Vasco)
É outra posição em que ninguém foi suficientemente regular para se destacar de verdade. Mas a injustiça da CBF foi absurda, já que o meia do Corinthians foi fundamental nos grandes jogos, com sua experiência e poder decisivo. Já Diego Souza soube se encaixar no Vasco e, apesar de nem sempre brilhar, foi fundamental para o time.

Outros destaques: É possível citar ainda Oscar (Inter), Thiago Neves (Flamengo), Montillo (Cruzeiro), Elkeson (Botafogo) e Juninho Pernambucano (Vasco). Todos eles estiveram em um nível bem parecido com os dois meias citados acima.

ATACANTE

Neymar (Santos)
É a grande unanimidade. Mesmo que o Santos não tenha feito uma campanha para valer no Brasileirão, ele conseguiu fazer jogos em que foi simplesmente genial. Tornou-se a principal atração do campeonato.

Outros destaques: Wellington Nem brilhou demais na reta final do Figueirense. William sempre foi importante para o Corinthians. Mais irregulares, mas em alguns momentos até mais brilhantes, apareceram também Dagoberto (São Paulo), Ronaldinho Gaúcho (Flamengo) e Osvaldo (Ceará).

CENTROAVANTE

Borges (Santos)
A oportunidade era muito boa para ele, afinal jogar em um time de qualidade, como o Santos, é prazeroso para qualquer centroavante. Mas ele soube aproveitar a chance como poucos e ainda contou com a irregularidade de seus concorrentes para se firmar como o melhor da posição, além de provavelmente levar a artilharia do Brasileirão.

Outros destaques: Fred (Fluminense) e Leandro Damião (Inter) tinham tudo para superar Borges, mas problemas físicos atrapalharam. Além deles, Liédson (Corinthians), Julio César (Figueirense) e Loco Abreu (Botafogo) também merecem a citação.

Borges e Neymar no Santos

Essa dupla tinha tudo para dar certo. E deu. Te cuida, Puyol!

Read Full Post »

Foi automático: assim que o Santos se sagrou campeão da Libertadores 2011, todos já passaram a imaginar uma possível final entre o time de Neymar e o Barcelona de Messi no Mundial de Clubes. Entendo a reação de todos, pode ser um encontro sensacional mesmo.

Mas eu fiquei com outra preocupação, que é até mais importante por ser mais imediata: e o Brasileirão 2011? Explico…

O título da Libertadores pode prejudicar o Santos no Brasileirão de duas formas: em primeiro lugar, porque aumenta ainda mais as chances de times europeus quererem contratar os Meninos da Vila. E também porque o próprio elenco santista corre o risco de ficar desmotivado para a sequência do Brasileirão, mantendo o foco no Mundial.

Para não voltar muito tempo basta lembrar o que aconteceu com o Internacional em 2010. O Colorado tinha chances de ser campeão brasileiro, mas só lutou realmente por isso até outubro, no máximo. Depois, faltou foco, o time caiu na tabela e ainda viveu a “mazembada” em Abu Dhabi. Ou seja, não valeu a pena.

O Santos ainda tem tempo de fazer diferente. Soma apenas 5 pontos em 4 jogos no Brasileirão 2011, mas tem time suficiente para conseguir uma arrancada e depois se manter no topo da tabela. Ainda mais depois da chegada de Borges, a peça que faltava nesse perigoso ataque santista.

E é claro que isso passa também pela manutenção do time que foi campeão da Libertadores. O elenco não é tão grandioso e não tem condiçõs de lidar sequer com a saída de coadjuvantes importantes, como Danilo, Arouca ou Adriano. Caso o desmanche aconteça, mesmo que seja com a saída desses jogadores, o Brasileirão pode perder seu principal favorito ao título atualmente. Mas caso contrário…

Se o Santos manter o foco e não sofrer um desmanche, vai ser campeão brasileiro com uma facilidade como há muito não se vê.

Edu Dracena/ AFP

Edu Dracena, prepara-se para levantar outro troféu

Read Full Post »

Já se passou um mês desde que todos estaduais começaram pelo Brasil, inclusive aqueles mais atrasados.

Como já avisado aqui, essas competições não são o melhor parâmetro para avaliar nada, mas já dá pra fazer algumas observações cautelosas.

Dentre os clubes da 1º divisão, vários se reforçaram com muitos jogadores e, como é normal, o resultado dessas contratações nem sempre são boas.

Mas também existem aqueles que acertaram a mão na hora das transferências. E já dá pra ter quase certeza que alguns jogadores realmente darão certo em seus novos times. Os melhores reforços de 2010 até agora são:

1º) Borges (Grêmio)
O Grêmio já está na final do 1º turno no Gaúcho e classificado para a próxima fase da Copa do Brasil graças aos gols dele. São 11 tentos anotados em 11 jogos. Ou seja, uma média impressionante. A torcida tricolor nem lembra mais de Maxi López.

2º) El Loco Abreu (Botafogo)
É limitado e grosso demais, mas tem feito gols e é fundamental para a principal jogada do Botafogo atual, as bolas aéreas. Dessa forma, foi útil na conquista da Taça Guanabara e também deve ajudar no restante da temporada.

3º) Dodô (Vasco)
Voltou ao futebol com muitos gols, incluindo uma atuação espetacular contra o Botafogo. Ainda é preciso ter calma com ele, mas com certeza não desaprendeu a jogar seu bom futebol.

4º) Vágner Love (Flamengo)
Já mostrou que pode apagar as péssimas impressões deixadas após o fracasso no Palmeiras. Jogando com mais vontade e fazendo uma dupla interessante com Adriano, ele pode ser uma peça importante do Fla na Copa Libertadores.

5º) Herrera (Botafogo)
Confesso que seu sucesso no time é uma surpresa para mim. Não gosto do futebol do atacante argentino, mas é preciso reconhecer que ele tem sido útil com sua tradicional raça. Ele só precisa ficar de olho para não perder sua vaga de titular com a evolução do jovem Caio.

6º) Ewerton (Fluminense)
Era um dos principais pilares do surpreendente Barueri de 2009, mas possui um jogo discreto e até por isso foi um grande achado do Flu. O volante virou titular do tricolor agora e tem tudo para se destacar ainda mais futuramente.

7º) Douglas (Grêmio)
O estilo do futebol dele tem tudo para não agradar aos tricolores, mas a princípio ele tem conseguido superar isso com os bons passes de sempre. É outro pilar importante de um Grêmio bastante qualificado para essa temporada.

8º) Léo Gago (Vasco)
O volante chegou sob desconfiança, mas rapidamente assumiu a condição de titular, marcando até gol com a camisa cruzmaltina. Tem conseguido mostrar que o bom futebol mostrado no Avaí não era um mero acaso.

9º) Ralf (Corinthians)
Surpreendentemente tem conseguido roubar a posição de Marcelo Mattos Mano Menezes fez testes no Campeonato Paulista e o inscreveu na Copa Libertadores com o número 5, mostrando que ele é o atual titular do Corinthians.

10º) Márcio Araújo (Palmeiras)
Às vezes ainda mostra uma insegurança e uma irregularidade, mas tem sido titular absoluto no time e exibido sua tradicional boa visão de jogo. Entretanto, precisa tomar cuidado para não perder espaço para Edinho, outro bom reforço do Palmeiras para a mesma posição.

11º) Danilo (Corinthians)
Os problemas físicos ainda o atrapalham, mas, mesmo no Campeonato Paulista, já provou que será a importante para o time tentar conquistar a Copa Libertadores.

Outros que merecem a citação: Arouca (Santos), Roger (Cruzeiro), Júlio César (Fluminense), Iarley (Corinthians), Rodrigo Tiuí (Atlético-GO), Xandão (São Paulo), Léo e Edinho (ambos do Palmeiras).

Todos esses trouxeram otimismo para seus clubes logo no início do ano. Mas agora, que a Copa do Brasil e a Libertadores estão começando pra valer,  será a hora de provar que realmente foram boas contratações. Pelo que vimos até aqui, com certeza dá pra confiar que a maioria deles vai conseguir assumir essa responsabilidade e corresponder em campo.

Read Full Post »

TOP 11

O Brasileirão 2009 pode ser considerado o campeonato das surpresas, tanto em relação aos times quanto no que diz respeito a atuação de alguns jogadores.

Teve um pouco de tudo. Craques esquecidos voltaram à tona, mas também aconteceu o inverso com frequência: atletas que chegaram com grandes expectativas em seus times e não conseguiram corresponder em campo.

Relembre todos na lista que mostra as maiores decepções do ano:

1º) Vágner Love (Palmeiras)
Quando chegou, podia ser a solução para o maior ponto fraco do seu time, o ataque. O alviverde era líder do Brasileirão, mas ele não fez sua parte, entrou em polêmicas e deixou de ser ídolo para ser vilão.

2º) Fernandão (Goiás)
Também chegou a um time alviverde que sonhava com o título, mas, fora de forma, provou que está longe de ser o meia-atacante decisivo de outro tempos.

3º) Taison (Inter)
Talvez tenha sido a principal revelações dos estaduais, mas fez pouco pelo Colorado no Brasileirão, virando até reserva em alguns jogos da reta final.

4º)
Ricardinho (Atlético-MG)
Chegou ao Galo para resolver os problemas de criação do time e até fez bons jogos. Só que veio a campanha decadente na reta final e ele chegou a esquentar o banco de reservas também.

5º) Borges (São Paulo)
Foi decisivo no título de 2008 e era esperado que ele repetisse a dose dessa vez. Mas foi exatamente o contrário, pois ele arrumou confusões desnecessárias e sairá do tricolor paulista sem deixar muitas saudades.

6º) Kléber Pereira (Santos)
Em 2008, chegou a levar o Peixe nas costas. Em 2009, passou longe disso, sem gols e com muitas vaias na Vila Belmiro.

7º) Emerson (Santos)
Dono de uma carreira invejável e respeitado na Europa, o volante teria tudo para sobrar no Brasil. Quando chegou, envolveu-se em uma polêmica. Enquanto jogou, não fez nada demais. Depois ainda veio uma lesão e o fim do seu contrato.

8º) Dentinho (Corinthians)
Foi um dos maiores exemplos de falta de motivação do seu time. No final, ainda perdeu lugar para Defederico e deve começar o centenário corintiano fora do time titular.

9º) Dênis Marques (Flamengo)
Chegou para ser o companheiro de Adriano no ataque, mas logo mostrou que não conseguiria fazer, em um time grande, o que tinha feito no Atlético-PR.

10º) Léo (Grêmio)
Foi um dos melhores zagueiros do Brasileirão 2008, mas virou reserva de Rafael Marques com a adoção do 4-4-2 de Paulo Autuori durante a temporada de 2009. Agora deve ser negociado com outro time brasileiro.

11º) Madson (Santos)
Com um time mais arrumado, conseguiu se destacar no estadual. O problema é que no Brasileirão ele caiu de produção, junto com todo o elenco do Peixe.

E agora, quem vai dar a volta por cima? Será que, em 2010,  algum deles vai sair dessa lista ingrata e brilhar na relação de melhores do ano? Não duvide! Afinal, o Brasileirão sempre nos traz muitas surpresas…

Read Full Post »

BOLETIM BR

O ORGULHO DA TORCIDA

Botafogo – Venceu o Coritiba em casa e provou que está cada vez mais longe do perigo de ser rebaixado.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Sport – Chegou a estar na frente com dois gols marcados logo no começo do jogo, mas o Cruzeiro fez três e concretizou a virada

Diante da torcida pernambucana, o time confirmou que só um milagre pode o livrar de uma eminente queda.

TROFÉU HERÓI

Neymar – Independentemente das polêmicas da partida, o atacante saiu do banco de reservas e definiu o jogo contra o Náutico.

TROFÉU VILÃO

Borges – Foi expulso de maneira infantil contra o Grêmio e deixou seu time nervoso, o que levou Dagoberto e Jean a também receberem o cartão vermelho.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Atlético-MG 1 x 3 Flamengo – O time carioca dominou o jogo, mas o Galo tentou reagir, partiu para o ataque e animou o importante e decisivo duelo.

DETALHE TÁTICO

3-5-2 do Fluminense – Cuca não teve medo de mudar o  esquema tático que já vinha dando certo nas últimas rodadas.

Apesar da vitória contra o Palmeiras ter sido polêmica, vale ressaltar que o time carioca jogou mais bola que os paulistas no Maracanã.

O FUTEBOL É INJUSTO

Santos ajudado – O Náutico não merecia ter saído com a derrota do Pacaembu. Mostrou futebol para pelo menos empatar e ainda viu um pênalti inexistente ser marcado para o Peixe.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Avaí – Mesmo sem ambição no Campeonato, bateu o Vitória fora de casa e mostrou que está disposto a encerrar bem a sua ótima temporada

ALGUÉM ME EXPLICA?

Carlos Eugênio Simon – Como esse árbitro ainda é escalado para tantos jogos importantes do futebol brasileiro?

É impressionante como ele erra. Vacilou feio mais de uma vez e prejudicou o Palmeiras no jogo contra o Fluminense.

ALARME

Borges no Grêmio – Fez basteira no jogo do São Paulo contra o Grêmio e agora está prestes a acertar contrato com o time gaúcho.

Cuidado! Se for jogar lá em 2010, vai deixar todo mundo entender que ele já tinha assinado um pré-contrato até antes do jogo. Ficaria feio.

VALEU O INGRESSO

Ronaldo – Com a perna esquerda, o Fenômeno acertou um remate perfeito no ângulo do gol defendido por Neneca.

Read Full Post »

TOP 11

Não é novidade pra ninguém: qualquer jogador que tenha menos de seis meses de contrato com um clube pode assinar um pré-contrato com outro sem qualquer problema legal.

Alguns times sabem se aproveitar disso, outros apenas dão bobeira e perdem jogadores de qualidade sem conseguir qualquer lucro.

O final do ano está chegando e vários jogadores importantes dos principais times brasileiros estão ficando sem contrato para a próxima temporada. Veja a lista com os 11 melhores nessa situação e avalie se você os queria em seu time.

1º) Thiago Feltri (Atlético-Mg)
O lateral-esquerdo titular do Galo já tinha se destacado em 2008, pelo Goiás. Agora conseguiu sucesso em um time maior e logo em uma posição com poucos nomes de qualidade nos times do Brasil.

2º) Reinaldo (Botafogo)
Mesmo com as frequentes lesões que sempre atrapalharam sua carreira, o atacante conseguiu passar bons momentos em um time que fracassou em 2009. Merece mais uma chance, seja no Glorioso mesmo ou em outro time grande.

3º) Nei (Atlético-PR)
Seja como lateral-direito ou até como zagueiro, é um jogador que também sofreu com lesões recentemente, mas deu a volta por cima e voltou a mostrar qualidades em uma posição tão ou mais carente que a de Thiago Feltri.

4º) Marquinhos Paraná (Cruzeiro)
Versatilidade também é a principal característica e vantagem do volante do Cruzeiro. Além disso, mostra sempre uma raça fora do comum e tem experiência de sobra. O São Paulo já está de olho!

5º) Borges (São Paulo)
Já passou por grandes momentos no tricolor paulista, principalmente na conquista do Brasileirão de 2008. Em 2009, não conseguiu manter o nível e queimou o próprio filme com várias atitudes bobas dentro e fora de campo. Mas sabe jogar bola e está mais perto do Grêmio no momento.

6º) Everton (Barueri)
O discreto volante foi pouco percebido na surpreendente campanha do Barueri, mas a verdade é que ele era fundamental na saída de bola do seu time e tem qualidades como defensor, apesar da pouca envergadura física.

7º) Washington (São Paulo)
A idade intimida qualquer investimento maior, mas tem voltado a fazer alguns gols pelo tricolor paulista e o Grêmio já está de olho há um bom tempo.

8º) Germano (Santos)
Só por ser um volante canhoto já consegue se diferenciar, pois poucos possuem essa característica no Brasil. Tem alguns defeitos, mas conseguiu virar titular no Peixe no 2º semestre e merece alguma atenção.

9º) Ronaldo Angelim (Flamengo)
O zagueiro do Rubro-Negro tem suas qualidades, mas precisa de um bom companheiro ao seu lado para conseguir mostrar seu melhor futebol. Mesmo assim, ainda tem lenha pra queimar e pode dar certo também fora do Rio.

10º) Fabão (Santos)
Viveu poucos grandes momentos no Peixe, mas não dá pra perder de vista a sua experiência e seus bons momentos com a camisa do São Paulo. Talvez ele ainda possa reencontrar seu futebol por aí.

11º) Bosco (São Paulo)
O eterno reserva de Rogério Ceni ainda consegue ter bons momentos, mesmo entrando em frias e sem ritmo de jogo. Ele não quer, mas poderia ir para outro time em busca de uma sequência melhor como titular.

Tcheco, Carlinhos Bala, Pablo Escobar, Kléber Pereira e Viáfara são outros jogadores menos interessantes, mas que também vão ficar sem contrato em breve. É bom os dirigentes ficarem de olho em todos eles!

Read Full Post »

APITO FINAL!

Acabou Grêmio 1 x 1 São Paulo. No importante duelo de tricolores, o time paulista tem pouco a lamentar, a não ser a burrice de Borges, Dagoberto e Jean. Foram 3 expulsos e o mais irônico é que o Grêmio ainda pode reclamar da arbitragem por causa de um pênalti não marcado.

Todos eles serão desfalques para o próximo jogo, mas o elenco do São Paulo tem como substituí-los à altura: na lateral-direita, Adrián Gonzalez costuma entrar bem. Washington tem sido o titular do ataque e deve ganhar a companhia de Hugo, que está mal, mas às vezes ainda faz bons jogos.

Se o torcedor são paulino quiser ser ainda mais otimista, entenderá que o ponto conquistado em Porto Alegre pode lhe render a liderança isolada. Basta uma vitória do Fluminense, em casa, contra o Palmeiras e um empate entre Atlético-MG e Flamengo em BH. Nada muito difícil de acontecer.

Grêmio 1 x 1 São Paulo foi um jogo cheio de más notícias para o São Paulo. Mas talvez não precise ser tão lamentado assim. Pelo menos por enquanto.

Read Full Post »

Dizem por aí...

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o time atual do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

São Paulo – Marquinhos Paraná (V-Cruzeiro) – O time deve perder volantes no final do ano e fazer a reposição com um jogador experiente seria ideal.

São Paulo – Maxi López (A-Grêmio) – Aparentemente o  elenco do tricolor paulista vai ficar recheado de atacantes velozes e de movimentação, mas precisa mesmo de um centroavante típico.

Vasco – Ronaldinho Gaúcho (A-Milan) – É difícil acreditar, mas ninguém duvida que seria excepcional.

TANTO FAZ…

Corinthians – Guti (M-Real Madrid) – Um reforço internacional é sempre interessante, mas o espanhol nunca me convenceu com seu futebol mediano.

Cruzeiro – Kieza (A-Fluminense) – Não chegaria para ser uma solução para a Raposa, mas tem qualidades para completar bem o elenco.

Grêmio – Borges (A-São Paulo) – Pode reencontrar seu melhor futebol em Porto Alegre, mas não está bem e é um risco a ser assumido.

Santos – Caíque (M-Guarani) – Teve bons momentos na Série B, mas jogar em time grande é diferente, então é necessário ter cautela e não se empolgar.

São Paulo – Júnior Dutra (M-Santo André) – Não sabe ainda se é atacante, meia ou 2º volante, o que é estranho. Mas tem talento e pode dar certo.

São Paulo – Keirrison
(A-Benfica) – Está mal em Portugal e a sua passagem irregular pelo Palmeiras só gerou desconfiança.

Vasco – Léo Gago (V-Avaí) – Tem feito bons jogos no Brasileirão 2009, mas jogar em time grande é diferente sempre.

CAI FORA!

Avaí – Marcinho Guerreiro (V-Real Murcia) – Marca sempre com muita raça, mas não sabe fazer absolutamente nada quando tem a posse de bola.

Santos – André Luis (Z-Barueri) –  Até pode funcionar em um esquema tático com 3 zagueiros, como é no Barueri, mas não dá pra confiar e fazer o time jogar de um jeito por causa dele.

Santos – Renê (G-Barueri) – Nem é um goleiro tão bom, mas acima de tudo é preciso lembrar que o Peixe já tem Fábio Costa e Felipe para a posição.

Vasco – Kléber Pereira (A-Santos) – Após um ano terrível e já com a idade avançada, não dá pra acreditar mais que ele vá reencontrar seu bom futebol.

NÃO ENXERGAM?

Henrique (Z-Racing-ESP) – O ex-palmeirense até tem jogado na Espanha, mas não está bem e o seu time só luta contra o rebaixamento. Seria ótimo, tanto para um clube brasileiro quanto para ele mesmo, que uma negociação acontecesse e acelerasse seu repatriamento.

Leia também

Read Full Post »

Dizem por aí...

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o time atual do atleta

DEMOROU!

Corinthians – Julio César (LE-Goiás) – É o melhor lateral-esquerdo do Brasileirão 2009 e cairia como uma luva no time, que ainda sente falta de um jogador dessa posição.

Palmeiras – Darío Conca (M-Fluminense) – Seria um bom começo para repor as prováveis saídas de Cleiton Xavier e/ou Diego Souza.

Palmeiras – Danilo (M-Kashima Antlers) – Não dá pra acreditar que ele viria junto com Conca, mas a avaliação é a mesma feita para o argentino.

Santos – Bruno Rodrigo (Z-Portuguesa) – Nem é tão bom assim, mas vira ótimo pra quem tem Fabão e Eli Sabiá, ainda mais ao lado do Edu Dracena.

Santos – Lincoln (M-Galatasaray) – Faria uma ótima dupla com Ganso.

TANTO FAZ…

Cruzeiro – Mathías Cardacio (M-Defensor Sporting) – A jovem revelação uruguaia foi cedo demais pro Milan e não teve sucesso. Merece uma nova chance, mas com desconfiança.

Corinthians – Borges (A-São Paulo) – Seria um bom reserva de Ronaldo, mas já cansou de conturbar o ambiente do tricolor paulista por ficar no banco com frequência.

Palmeiras – Gustavo (Z-Cruzeiro) – Não é tão melhor que Danilo ou Maurício Ramos, mas tem certa identificação com o clube alviverde, poderia ser titular e completaria o elenco de forma razoável.

Santos – Fellype Gabriel (M-Portuguesa) – Jogar na Lusa é uma coisa. Jogar no Peixe é outra. Tem feito uma boa Série B, mas ainda é preciso ficar com um pé atrás com ele.

CAI FORA!

Botafogo – Dodô (A-sem clube) – Deveria ter aproveitado a longa suspensão por doping pra encerrar a carreira.

Palmeiras – Muriqui (A-Avaí) – Jogar no Avaí é uma coisa. Jogar no Palmeiras é outra. Tem feito um bom Brasileirão, mas ainda é preciso ficar com um pé atrás com ele.

NÃO ENXERGAM?

Charles (V-Lokomotiv Moscou) – Foi para a Rússia no meio de 2008 e já pode estar com saudades. Tem qualidades interessantes e merece voltar ao futebol brasileiro em 2010.

Veja também:

Read Full Post »

E SE FOR VERDADE?

A cada dia parece que Fernandão está mais perto de voltar para jogar no Brasil.  O retorno de um centroavante como ele seria uma ótima notícia para o nosso futebol.

Mas seria melhor ainda pra quem exatamente? Ou seja, qual time interessado em seu futebol precisa mais de um jogador como ele? Vejamos…

No Inter
Quando Nilmar foi para a seleção, Alecsandro, bom jogador, não deu conta do recado. Agora Nilmar foi vendido e não acredito que a situação mudará. O Colorado precisa de Fernandão.

No Palmeiras
Obina está em grande fase, ok. Mas dá para confiar? Eu não consigo. O ataque alviverde precisa de um “algo a mais” ou o sonho do título pode ir por água abaixo. O Palmeiras precisa muito de Fernandão.

No Santos
Kléber Pereira tem muitas qualidades, mas está em má fase faz tempo. O time praticamente não tem outras opções pra posição. O Peixe precisa bastante de Fernandão.

No São Paulo
Borges e Washington até marcam seus gols, mas nunca conseguem convencer totalmente o técnico e a torcida. Então o time precisa, mas nem tanto, de Fernandão.

A tendência é que ele acerte mesmo com o Inter, por causa de sua bela história já construída em Porto Alegre.

Mas fica bem claro que o Palmeiras é quem mais precisa fazer grandes esforços para mudar o provável destino de Fernandão.

Read Full Post »

Dizem por aí...

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o time atual do atleta

DEMOROU!

Grêmio – Bida (V-Vitória) – O time precisa de um volante mais habilidoso e técnico para jogar no 4-4-2.

Vitória – Jonas (A-Grêmio) – Chegaria para ser o melhor atacante de um time que tem alguma qualidade.

TANTO FAZ…

Flamengo – Gum (Z-Ponte Preta) – Não é melhor que a maioria dos zagueiros que está lá.

Atlético-PR – Alex Mineiro (A-Grêmio) – Pode até se recuperar, mas hoje não é nem sombra do que já foi.

CAI FORA!

Flamengo – Hugo (M-São Paulo) – É fraco e nem joga em uma posição carente do time.

Avaí – Viola (A-Sem clube) – Seria para assinar o rebaixamento de vez.

NÃO ENXERGAM?

Borges (A-São Paulo) – Muito bom jogador, que tem menos de seis meses de contrato e poderia assinar já para a próxima temporada. Mas, a princípio, ninguém percebeu isso.

Read Full Post »

NO SEU TIME

Com novo recorde de votos, Borges foi eleito o melhor atacante do São Paulo HOJE.

Muricy Ramalho parece não concordar com isso às vezes, e também tem insistido demais em Washington.

Com certeza uma evolução no futebol do São Paulo para este ano pode acontecer se Muricy Ramalho concordar com os leitores que votaram no Borges.

Nova enquete
A lateral esquerda é a posição que estám ais aberta na Seleção Brasileira para a Copa do Mundo de 2010.

André Santos foi a novidade da última escalação, mas poucos confiam que ele será a grande solução para o setor.

Além do corintiano, Dunga também tem chamado Marcelo, Kléber e Juan. E tem ainda Fábio Aurélio como opção sempre comentada.

Então opine e cornete o técnico da Seleção na enquete ao lado: qual lateral esquerdo você escolheria primeiro?

Read Full Post »

Older Posts »