Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Brasil’

Infelizmente acabou a divertida e cheia de jogos 1ª fase da Copa do Mundo. Mas felizmente vai começar o mata-mata das oitavas de final. Os confrontos foram definidos de forma interessante e agora é tudo ou nada.

Como escrevi no twitter do blog, poucos jogos das oitavas de final serão tão desequilibrados quanto Brasil x Chile. Talvez Argentina x México. Talvez Holanda x Eslováquia. Talvez!. É isso… mas vamos às análises jogo por jogo:

Uruguai x Coreia do Sul
A Celeste conseguiu se arrumar durante a Copa e me surpreendeu. Admito que não esperava pelo sucesso de Forlán e companhia. Já a classificação sul-coreana foi normal, dentro das limitações de uma equipe asiática que mostrou ter algum talento. É um duelo equilibradíssimo, mas não convém desacreditar na tradição uruguaia novamente. Palpite: Uruguai

Estados Unidos x Gana
A festa norte-americana por uma vitória no “soccer” foi impressionante, uma das melhores cenas da Copa até agora. Mas a força africana é capaz de frear essa empolgação da equipe de Bob Bradley. Com o apoio da torcida e bons jovens talentos, Gana me convenceu que pode ser uma zebra. Palpite: Gana

Argentina x México
Os mexicanos fizeram bonito. Após o jogo contra a França, fiz post aqui, me empolguei e no twitter até mudei aquele velho ditado sobre eles. Mas dessa vez não terá jeito. Até podem jogar como nunca, mas vão perder como sempre. A eliminação virá diante de uma Argentina com cara de campeã. Palpite: Argentina.

Alemanha x Inglaterra
É o grande confronto dessa fase, mas com ressalvas, já que as duas seleções decepcionaram na fase de grupos em algum momento. O English Team pareceu um pouco pior, mas tem mais capacidade de crescer na hora decisiva. Palpite: Inglaterra.

Holanda x Eslováquia
Os eslovacos mostraram ao mundo seus jovens que já vinham se destacando nos clubes da Europa, mas terão que se contentar com isso. O retorno de Robben aos poucos fará da Holanda outro equipe. Até o brilho vai aparecer agora. Palpite: Holanda.

Brasil x Chile
A principal esperança chilena está no banco de reservas: Marcelo Bielsa pode fazer uma de suas loucuras e vencer Dunga de alguma forma. Fora isso, time por time e principalmente pela característica chilena de ir pro ataque, fica difícil não imaginar uma vitória brasileira. Palpite: Brasil.

Paraguai x Japão
Defesa eficiente, mas que precisa ser mais testada. Meio-campo esforçado e só. Jogadores ofensivos que carregam o sucesso da equipe nas costas. Trata-se de uma definição que serve tanto para Japão quanto para Paraguai. Sendo assim, prefiro apostar em Valdez, Barrios e Santa Cruz. Palpite: Paraguai.

Espanha x Portugal
Difícil, difícil… jogo tenso! O favoritismo tende a ser da Espanha, mas Carlos Queiroz tem feito um bom trabalho e pode surpreender. Como a Fúria tem mais condições de evoluir, fica mais fácil apostar nela. De qualquer forma, o fato é que qualquer resultado é cabível aqui. Palpite: Espanha.

Anúncios

Read Full Post »

Não são poucos os favoritos para a Copa do Mundo e não é fácil palpitar sobre quem será o campeão de 2010. Mesmo que três seleções pareçam melhores que as outras, sempre há um ponto fraco para apontar ou uma ressalva que precisa ser feita.

Outro fator que precisa ser levado em consideração é que nem sempre as seleções favoritas antes da Copa são aquelas que correspondem em campo. Em 2006, o Brasil decepcionou e a Itália fez o inesperado. Em 2002, o penta tupiniquim não era cogitado. Em 1998, em casa, foi a França surpreendeu. Em 1994, a seleção brasileira também não estava entre as mais cotadas. Tradição pesa, o favoritismo nem tanto.

Então, com essa dificuldade, o que é possível fazer por enquanto é analisar os principais candidatos ao título e ver quem tem mais condições de sair como campeão da África do Sul. Ah… e torcer para que a Copa comece logo. Como tem sido longa essa semana!

Veja abaixo em quais níveis estão as seleções favoritas ao título antes da Copa:

Sobra time, mas faltam detalhes
Brasil, Espanha e Holanda têm talentos individuais e já conseguiram montar um time bem estruturado. Com táticas bem definidas e jogadas bem treinadas, são equipes que devem ir longe. Mas com ressalvas.

Sobre os problemas do Brasil eu já comentei aqui. Já para as outras duas falta tradição. Elas já fizeram boas Copas, mas não souberam vencer. É claro que pode ser diferente dessa vez, mas é preciso desconfiar.

A Espanha realmente está entrosada. Até demais!
A Espanha realmente está entrosada. Até demais!

Sobra qualidade, mas falta recuperação
Argentina e Inglaterra vivem fases opostas e, por motivos diferentes, não podem ser consideradas seleções prontas para o título, com times bem estruturados, como Brasil, Espanha e Holanda.

Os argentinos estão invictos em 2010 e o provável time titular de Maradona, que já melhorou, tem tudo para crescer ainda mais durante a Copa com alguns ajustes. O grupo B, com Coreia do Sul, Nigéria e Grécia, é tranquilo, então os hermanos terão tempo para recuperação e evolução.

Já os ingleses estão em decadência. Estavam um nível acima até o final do ano passado, como escrevi aqui. Mas não dá pra ignorar todos os problemas que o time teve recentemente, entre polêmicas e lesões. Ainda é possível que a Inglaterra seja a campeã, mas eu não aposto mais nisso.

Haja entrosamento também na Itália!
Haja entrosamento também na Itália!

Sobra tradição, mas falta time
Itália e França com certeza fazem parte desse grupo. A Alemanha está melhor que as duas, tem um elenco de jovens que podem brilhar, mas ainda assim merece ser citada aqui.

Já italianos e franceses sofrerão basicamente por causa de seus técnicos. Eles poderiam ter feito convocações melhores e também devem cometer erros nas escalações. No entanto, como em 2006, eles não eram favoritos e chegaram às finais, portanto é melhor não duvidar que o filme se repita dessa vez.

Zebras
Fora as oito seleções citadas acima, outras não serão campeãs. Mas a Copa na África tem tudo para ser cheia de zebras. E não falo dos animais, típicos do continente. Falo de Portugal, EUA, Chile, Paraguai, Gana e Costa do Marfim.

As quatro primeiras são minhas principais apostas como surpresas no Mundial. As africanas também podem chegar, mais no embalo da torcida do que na organização dos times.

Veredito final: a pergunta do título tem que ser respondida. Não vou me esquivar. Aposto em um título argentino na Copa de 2010. O time de Maradona tem crescido durante o ano e evoluirá ainda mais na África do Sul. Como já escrito aqui, “o fora de série Lionel Messi vai finalmente aprontar das suas com a camisa da Argentina”.

Mas isso é só um palpite. O importante mesmo é que a Copa comece logo, as realidades apareçam e verdades possam ser analisadas. O Opiniões em Campo pretende acompanhar tudo diariamente através da seção Boletim Copa e das outras já existentes.

Read Full Post »

2010 já começou, mas ainda é possível fazer retrospectivas curiosas sobre o ano que passou. É interessante observar, por exemplo, como vários jogadores de qualidade se aposentaram em 2009. Relembre os melhores atletas do futebol que penduraram as chuteiras no ano passado:

1º) Paolo Maldini (ex-Milan)
É um dos melhores defensores de todos os tempos, seja como zagueiro ou como lateral-esquerdo. Seu currículo é impressionante, com 7 títulos nacionais, 5 Liga dos Campeões e 3 mundiais. Resolveu se aposentar perto dos 41 anos de idade, ainda em forma razoável.

2º) Luís Figo (ex-Inter de Milão)
Eleito o melhor jogador do mundo em 2001, o português teve uma carreira brilhante no futebol espanhol. Não repetiu o sucesso na Itália, mas, mesmo assim, encerrou a carreira por lá com 4 scudetti conquistados.

3º) Marcelinho Carioca (ex-Santo André)
Virou um dos maiores ídolos da história do Corinthians e não foi à toa. Sabia chutar a bola como ninguém e transformou essa qualidade em títulos. Só a aposentadoria, com a camisa do Ramalhão, foi lamentável, já que o time voltou à Série B e não contou com seu melhor futebol.

4º) Pavel Nedved (ex-Juventus)
O meia chegou a ser eleito o melhor jogador do futebol europeu pela France Football em 2003. Liderou uma boa geração da República Tcheca e dava muito trabalho aos seus defensores com habilidade e forte chute nos dois pés.

5º) Juan Pablo Sorín (ex-Cruzeiro)
Era um lateral dos mais ofensivos que já vi e sabia atacar como poucos. Foi bonito o fato dele ter encerrado a carreira pelo Cruzeiro, pois o time realmente deve muito ao argentino e vice-versa.

6º) Christian Vieri (ex-Atalanta)
O Botafogo-SP bem que tentou tirá-lo dessa lista, mas agora já dá pra cravar que ele está fora do futebol. Após muitos gols marcados pela Inter de Milão e pela seleção italiana, o atacante se aposentou de forma lamentável, totalmente fora de forma em campo.

7º) Danrlei (ex-Brasil-RS)

Campeão de quase tudo pelo Grêmio, foi um goleiro que conseguiu seu espaço de destaque no futebol brasileiro durante a década de 90. Só que também ficou marcado por seu temperamento explosivo e algumas polêmicas.

8º) Henrik Larsson (ex-Helsingborg)

A sua passagem pelo Barcelona foi brilhante, principalmente na final da Liga dos Campeões de 2005/2006. Fora isso, teve uma carreira mais apagada, apesar de sempre exibir suas qualidades com a camisa da seleção sueca.

9º) Fábio Luciano (ex-Flamengo)
Construiu uma carreira com passagem por poucos clubes, mas sempre de maneira marcante, apesar da falta de títulos de expressão. Conseguiu se aposentar em alta, já que ainda era muito querido pela maior torcida do Brasil.

10º) Willy Sagnol (ex-Bayern de Munique)
O francês era discreto, mas sempre eficiente. Estava no grupo francês que foi vice-campeão do mundo em 2006 e fez história com a camisa do Bayern de Munique durante 8 anos.

11º) Pedrinho (ex-Figueirense)
Seja no Vasco, no Palmeiras ou no Santos ele sempre mostrou que tinha muita qualidade técnica em sua perna esquerda. É uma pena que as lesões tenham atrapalhado tanto sua carreira.

Outros nomes que não couberam na lista foram Fernando, ex-Santo André, e Dean Ashton, ex-West Ham. Enquanto o primeiro encerrou a carreira aos 41 anos, o outro desistiu do futebol aos 26.

Read Full Post »

TOP 11

As 32 seleções classificadas para a Copa do Mundo de 2010 foram definidas e agora é hora de começar a diferenciar quem vai se destacar e quem vai ser apenas coadjuvante na África do Sul.

Brasil, Espanha, Inglaterra e talvez a Holanda estão um passo frente. Depois ficam aquelas seleções que têm tradição, mas apresentam futebol fraco no momento, como Itália, Argentina, França e Alemanha.

Entretanto, o divertido mesmo é tentar adivinhar quais serão as zebras que desfilarão na África do Sul. É claro que isso ainda depende do sorteio dos grupos, mas já dá pra arriscar uma lista de quem tem mais potencial para surpreender no ano que vem:

1) Gana
Em 1990, o Rei do Futebol, Pelé, disse que “uma seleção africana ganharia a Copa do Mundo em breve”. Para o time de Essien, Muntari e Asamoah, o título ainda parece distante, mas chegar perto dele é bem provável.

2) Paraguai
Por pouco os paraguaios não foram à Copa com a conquista da liderança nas Eliminatórias Sul-Americanas, o que só mostra a força e a organização desse time de poucas estrelas, mas de bom futebol.

3) Costa do Marfim
Outra seleção que conta com o apoio do povo africano para ir longe, mas precisa torcer para não cair em outro grupo da morte, como aconteceu em 2006.

4) Chile
À parte uma defesa que ainda é frágil, o time de Marcelo “El Loco” Bielsa tem boas opções ofensivas e pode dar trabalho para quem subestimá-lo na África.

5) Estados Unidos
Venceu a Espanha e deu trabalho para o Brasil na Copa das Confederações, competição que foi um marco de crescimento na confiança de um time apenas razoável, mas que está em alta e pode chegar em um bom momento na Copa.

6) Dinamarca
Não é mais uma “Dinamáquina”, mas conseguiu superar Portugal e Suécia nas Eliminatórias com um time bem organizado e competitivo, provando que não viajará à Africa do Sul para fazer turismo.

7) Eslováquia
Deixou a República Tcheca para trás nas Eliminatórias e conta com bons talentos jovens, como Skrtel e Hamsik, para ir longe na Copa do Mundo.

8 ) Sérvia
Eles vão sem Petkovic, mas talvez nem precisem mesmo. Contarão com talentos experientes, como Vidic e Stankovic, mas também apresentarão boas promessas que despontam agora para o futebol internacional, como Krasic e Kuzmanovic.

9) Grécia
O futebol é aquele pragmático de sempre, mas com muita vontade, organização e alto nível competitivo. Se eles foram campeões da Eurocopa assim, porque não podem ir longe também na Copa?

10) Camarões
A classificação só veio no sufoco, mas o time tem bons jogadores que vão além de Eto’o, como os volantes Makoun e Song. Pode ir no provável embalo das seleções africanas e também chegar longe.

11) Eslovênia
Ganhou moral após eliminar Rússia na repescagem de forma heróica. Agora vai ter que provar que sabe bater outras seleções tidas como favoritas e ir ainda mais longe em 2010.

Austrália e México não entraram na lista, mas também podem dar trabalho. Agora é só esperar o sorteio, ver quem aumentará suas chances de surpreender e entrar de vez no sensacional clima de Copa do Mundo.

Como já li por aí no twitter, “uma vez ironizaram Fernando Vanucci, mas a verdade é que ele estava certo: a África do Sul é mesmo logo ali”.

Read Full Post »

Caros argentinos,

Vou tentar não ser brasileiro ao escrever esta carta. É difícil, mas é necessário.

Depois do que foi visto nesta quarta-feira, senti uma obrigação de admitir: hermanos, é impressionante a capacidade que vocês vocês têm de reagir na hora certa, no momento mais improvável, quando tudo converge contra… confesso: é invejável!

Não é à toa que, em finais de Copa Libertadores, o placar já está 9 a 3 para vocês. Poucos times brasileiros conseguiram superar a dedicação, a frieza e a concentração que vocês exibem na hora mais importante do jogo.

É incrível como vocês sabem jogar fora de casa, às vezes com times até piores. Enquanto os brasileiros ficam com medo de perder, vocês estampam no rosto a vontade de ganhar. Foi assim no duelo entre Cruzeiro e Estudiantes. E também em tantos outros…

Vocês só possuem um defeito: precisam aprender a fazer tudo isso em uma Copa do Mundo.

Desculpem, argentinos, não consegui deixar de ser brasileiro.

Ass.: um pentacampeão mundial

Read Full Post »