Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Brasiliense’

O Santos vai começar a decisão da Copa do Brasil, contra o Vitória, nesta quarta-feira, e terá uma missão árdua pela frente: não entrar na lista de zebras históricas que costumam surgir nessa competição.

Afinal, apesar da má fase recente do Peixe, ele ainda é o favorito absoluto para o confronto. Por ter mais tradição, camisa, torcida e jogadores melhores mesmo. Além disso, o momento do time baiano também não é dos melhores.

Mesmo assim, tudo pode acontecer na Copa do Brasil. Não é preciso voltar muito no tempo para perceber isso. Relembre algumas das principais surpresas que essa competição já proporcionou na história:

1º) Santo André x Flamengo (2004)
Eram mais de 70.000 pessoas confiantes no Maracanã. Bastava que o Flamengo conseguisse uma vitória simples, mas o time do ABC Paulista, que já tinha superado Atlético-MG e Palmeiras, calou uma nação com gols de Sandro Gaúcho e Élvis.

2º) Paulista x Fluminense (2005)

O time de Jundiaí já tinha eliminado Botafogo, Inter e Cruzeiro, mas outra façanha, em pleno Maracanã, mais uma vez, parecia impossível. Não foi, já que a equipe de Vágner Mancini conseguiu o empate que precisava no último jogo e sagrou-se campeã.

3º) Juventude x Botafogo (1999)
Coube ao Juventude a honra de conquistar o penúltimo título da Copa do Brasil com todos times participando dela, inclusive aqueles que disputavam a Copa Libertadores. E isso veio como uma campanha brilhante, superando Fluminense, Corinthians, Bahia e Inter até alcançar a final e levantar o troféu no Maracanã.

4º) Asa x Palmeiras (2002)
O desconhecido time de Arapiraca perdeu seu segundo jogo, mas se classificou graças a regra de gols marcados fora de casa. Assim, entrou para a história como uma das maiores zebras do futebol nacional.

5º) Brasiliense x Atlético-MG (2002)
Vasco, Náutico e Fluminense já tinham sido vítimas do time pertencente ao político Luiz Estevão. A vitória contra o Galo, por 3 a 0, em pleno Mineirão, foi incontestável. Depois, veio a polêmica final perdida contra o Corinthians, mas o importante foi que aquela Copa do Brasil colocou o Brasiliense no mapa do futebol nacional.

6º) Baraúnas x Vasco (2005)
O time do Rio Grande Norte sequer tinha conseguido vencer o primeiro jogo, em casa. Então o Vasco foi para São Januário com tranquilidade para se classificar. Saiu de casa surpreendido por um justo 3 a 0 e eliminado nas oitavas de final.

7º) Santa Cruz x Botafogo (2010)
A recente decadência do Santa Cruz não o impediu de superar uma equipe da 1ª divisão, mesmo estando na Série D. E o mais impressionante: foi uma recuperação incrível, já que o time pernambucano tinha perdido a primeira partida em casa.

Será que só o Santa Cruz vai entrar para a história como zebra da Copa do Brasil de 2010?

Só o Santinha vai entrar para a história como zebra da Copa do Brasil de 2010?

8º) XV de Novembro x Vasco (2004)
Um tal de Mano Menezes era o técnico do time gaúcho que surpreendeu os vascaínos naquele ano. O jogo era válido pela 2ª fase da Copa do Brasil, mas depois o XV conseguiu alcançar as semifinais e só foi eliminado pelo Santo André, em uma das semifinais mais surpreendentes da história da competição.

9º) Ipatinga x Santos (2006)
De um lado, Luxemburgo, Fábio Costa e Maldonado. Do outro Rodrigo Posso, Jaílton e Marinho Donizete. Venceu a equipe mineira, uma zebra comandada por Ney Franco. Foi nos pênaltis, mas nem por isso deixou de ser surpreendente.

10º) Sport x Corinthians (2008)
A equipe pernambucana eliminou favorito por favorito naquele ano: Palmeiras, Inter, Vasco e… na final, uma derrota por 3 a 1 quase acabou com tudo. No entanto, na Ilha do Retiro, Felipe Falhou, Carlinhos Bala e Luciano Henrique marcaram e outra zebra aconteceu.

11º) Brasiliense x Cruzeiro (2007)
Ainda eram as oitavas de final, mas a Raposa vacilou feio. Perdeu por 1 a 0 no jogo de ida e não conseguiu se recuperar no confronto de volta. O time mineiro , comandado por Paulo Autuori naquele ano, acabou eliminado por uma equipe que sabe fazer história na Copa do Brasil e contava com os alternativos Allan Delon, Dimba e Adrianinho.

Anúncios

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Flamengo – Rafael Sóbis (A-Al Jazira) – Tem sofrido com lesões no Oriente Médio, mas se voltar recuperado deve desequilibrar jogos para o Rubro-Negro.

Inter – Émerson (A-Al-Ain) – O “Sheik” sabe fazer gols e o Colorado precisa mesmo de alguém que brigue por posição com Alecsandro.

São Paulo – Ilsinho (LD-Shakhtar) – Como Cicinho não tem dado certo e ainda pode voltar para Roma, o Tricolor precisa mesmo de um outro bom ala ofensivo.

TANTO FAZ…

Flamengo – Deivid (A-Fenerbahçe) – Quase não jogou na última temporada turca, mas é bom jogador e pode se recuperar.

Flamengo – Jóbson (A-Brasiliense) – Ele merece uma 2ª chance para provar que não vai ser só mais um jovem a desperdiçar seu talento por questões extra-campo.

Flamengo – Renato Abreu (M-Al Shabab) – Não chegaria para desequilibrar, mas seria uma boa opção para o meio-campo do Fla, queprecisa de reforços urgentemente.

Flamengo – Walter Montillo (A-Universidad do Chile) – Tem brilhado na Copa Libertadores, mas sempre é melhor segurar a empolgação com estrangeiros, já que eles podem não se adaptar.

Grêmio – Éder Luis (A-Benfica) – Fez um bom Brasileirão 2009 pelo Atlético-MG, mas é limitado eo Tricolor nem precisa de mais um atacante. Seria melhor continuar a dar chances para seus jovens talentos.

Palmeiras – Fabio Aurélio (LE-Liverpool) – Ele convive com problemas por lesões frequentemente, mas, em forma, é um dosm elhores laterais-esquerdos brasileiros.

Vasco – Marquinhos (M-Palmeiras) – Foi um fiasco no Palmeiras, mas pode recuperar seu bom futebol dos tempos de Vitória caso mude de time.

CAI FORA!

Atlético-PR – Eli Sabiá (Z-Paulista) – Ele teve uma passagem fraca pelo Santos e já mostrou que não tem qualidades para se destacar na 1ª divisão.

Fluminense – Cléber Santana (M-São Paulo) – Não conseguiu mostrar um bom futebol desde que saiu do Santos para a Espanha, em 2007. É uma aposta arriscada demais.

Santos – Lauro (G-Inter) – Até costuma fazer boas defesas, mas é extremamente irregular, exatamente como Felipe, que hoje já irrita tanto os santistas.

Vasco – George Lucas (LD-Santos) – Ele até começou bem no Santos, mas logo virou reserva do mediano Pará. O time de Celso Roth até precisa de um lateral-direito melhor que Élder Granja ou o sempre contundido Fágner, mas esse está longe de ser o ideal.

NÃO ENXERGAM?

Álvaro (Z-Flamengo) – O experiente zagueiro arrumou a defesa do Flamengo campeão no ano passado e, à parte suas lesões, seria um reforço interessante para a maioria das equipes brasileiras.

Read Full Post »

Jóbson

Clube: Botafogo
Posição: Atacante
Idade: 21 anos
Altura: 1,75 m
Peso: 72 Kg

O time é grande e corre o risco de rebaixamento. O adversário é maior ainda e pode chegar mais perto de um título nacional. A pressão é enorme, o ambiente é de decisão e a expectativa pela partida é exagerada.

Ou seja, não é o cenário ideal para uma jovem revelação de apenas 21 anos se destacar, certo? Depende. Se ela tiver personalidade e gostar de grandes jogos, pode ser uma ótima chance. É o caso de Jóbson, do Botafogo, que foi o principal destaque da vitória do seu time contra o São Paulo neste domingo.

Paraense de Conceição do Araguaia, ele é um ex-vendedor de picolés que já teve passagens pela Brasiliense e pelo futebol coreano antes de chegar ao Rio de Janeiro. Também ganhou fama de indisciplinado no passado.

Mesmo assim, foi contratado, chegou sem alarde e logo ganhou espaço, principalmente com a mudança de esquema tático no meio do campeonato, que antes era o 3-5-2.

No 4-4-2 treinado por Estevam Soares, ele virou titular absoluto do ataque por causa das suas jogadas de velocidade, sempre com bons dribles e passes, como um legítimo ponta, mas com poucos gols. Antes do São Paulo, apenas o Goiás tinha visto ele anotar um tento no Brasileirão.

Jóbson ainda precisa evoluir, mas tem talento. É melhor o Botafogo ser mais ágil: o contrato com o jogador é de empréstimo e ele ainda pertence ao Brasiliense. O clube do Distrito Federal já disse que espera uma proposta em breve e o treinador do Glorioso, Estevam Soares, o comparou ao Edílson, “porque tem muita qualidade técnica”.

O “novo Capetinha” já está fora dos últimos jogos do Botafogo, por causa de suspensões acumuladas no jogo contra o São Paulo. Ou seja, mais do que nunca, é a hora de pensar no próximo ano dessa importante revelação do Brasileirão 2009.

Read Full Post »