Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Campeonato Paulista’

O final de semana trouxe dois clássicos interessantes no Eixo Rio-SP: Corinthians e São Paulo duelaram pelo Campeonato Paulista, enquanto Vasco e Fluminense duelaram pelo Carioca. Foram dois jogos entre times prontos e equipes que estão em construção.

O clássico paulista foi vencido facilmente pelo Corinthians, mesmo com o pênalti perdido por Jadson. A impressão é que, se o meia tivesse acertado a cobrança, os corintianos teriam vencido mesmo assim. Porque trata-se de um time bem entrosado, acertado taticamente, com jogadas e com uma defesa sólida. Mesmo com alguns reservas, mantém um padrão e não é fácil batê-lo.

Já o São Paulo, apesar de ter agido muito bem no mercado, com boas contratações e dispensas melhores ainda, está longe de ser um time. Não há uma tática preparada, faltam estratégias ensaiadas e sequer existe uma formação titular definida. O elenco é bom, mas é impossível não duvidar: será que Leão pode transformar esse potencial em qualidade de verdade?

O clássico carioca foi semelhante. O Vasco não está tão bem quanto o Corinthians, e o Fluminense tem uma base mais entrosada do que o São Paulo. Mas a diferença entre os dois melhores do RJ ainda é grande.

Polêmicas da arbitragem à parte, isso ficou provado em campo. O Vasco tem opções, alternativas e estratégias. No Flu falta uma tática preparada, faltam estratégias ensaiadas e sequer existe uma formação titular definida. Ops, já escrevi isso hoje…

Enfim, a grande lição do final de semana é: Corinthians e Vasco seguem um passo à frente no futebol brasileiro atualmente, junto com o Santos. Mas isso pode mudar em breve. São Paulo, Fluminense e outros times em construção (Internacional principalmente, mas talvez Palmeiras, Grêmio e Atlético-MG) podem dar trabalho. Ainda é só o começo de tudo…

Read Full Post »

Ufa! Finalmente acabaram os chatos e pouco úteis campeonatos estaduais. É hora de pensar no Brasileirão 2010, mas obviamente não é inteligente simplesmente ignorar o que aconteceu no futebol brasileiro até agora.

Os principais campeonatos que acabaram recentemente foram o Paulista, o Gaúcho e o Mineiro. É possível tirar algumas lições deles e foi isso que alguns comentaristas procuraram fazer. Analisemos…

Santos
Elogiar o Santos é totalmente desnecessário. Destacar as qualidades dos “Meninos da Vila” é fazer o óbvio. A maioria absoluta dos comentaristas preferiu seguir esse caminho após o título paulista do Peixe.

Já eu prefiro exaltar quem seguiu por outro caminho. Também houve quem preferiu enxergar mais além: apesar das ótimas qualidades do Santos, é preciso ter os pés no chão e enxergar que o time de Dorival Jr. precisa evoluir em vários aspectos para a disputa do Brasileirão 2010.

Sérgio Xavier e Cassiano Gobbet destacaram, por exemplo, os problemas defensivos do Peixe. O primeiro a comparou com uma peneira. Já o outro escreveu que “quando se defende, o Santos é um time de quinta divisão”. São 31 gols sofridos em 23 jogos. Nada normal.

Outras dificuldade do Santos é o desgaste físico, apontado por Paulo Calçade. De acordo com ele, isso gera uma “dificuldade para cumprir necessidades táticas”. Dessa forma, “o início de maio não registra o melhor Santos do ano”, como PVC comentou.

É preciso lembrar ainda que Robinho deve sair do time ainda no meio de 2010, sem falar das possibilidades de Ganso e Neymar serem negociados. Ou seja, o Santos merece ser apontado como favorito ao título do Brasileirão, mas está longe de ser o único nessa condição.

Grêmio
Como o tricolor gaúcho conseguiu uma evolução mais lenta que a do Santos, os elogios foram maiores para o time comandado por Silas. O técnico foi criticado e sua saída chegou a ser especulada, mas o título gaúcho veio e agora sobram comentários positivos sobre seu trabalho.

“Silas começa a dar seu jeito ao time da Azenha. Ainda que com percalços, como a derrota de hoje, o Grêmio exibe uma maior segurança – mostrada na vitória contra o Fluminense, pela Copa do Brasil. Recomenda-se atenção ao que os gremistas podem fazer”, alertou Felipe dos Santos Souza.

Lédio Carmona foi além: “(o Grêmio) esse ano está mais forte do que nunca. Todos os setores são fortes. É um dos melhores times em atividade no Brasil”, decretou.

Prefiro não discordar deles neste caso. Realmente o Grêmio se ajustou, conseguiu um ataque forte e um elenco razoável. Com a força que sempre tem nos jogos em casa, é um dos favoritos para o Brasileirão 2010 sim!

Atlético-MG
O caso do Galo se assemelha ao do Grêmio: o time tropeçou no começo do ano, mas Vanderlei Luxemburgo conseguiu fazer ajustes importantes com o passar do tempo e conquistou mais um título estadual.

No entanto, ao contrário do que li por aí, ainda acho que o Atlético-MG precisa de muitas melhorias. Não é um candidato ao título, mas, reforçado, briga por uma vaga na copa Libertadores.

Não é assim que Lédio Carmona pensa: “(O time) se não está pronto (e não está mesmo) está bem adiantado. O Atlético Mineiro está em condições de dar um bote, não só na Copa do Brasil, mas também no Brasileirão”, apontou.

Pois que comece logo a principal competição nacional e então veremos todas essas questões serem colocadas em prática de verdade. O que aconteceu até agora só serviu para aquecer. Agora é que tudo pegará fogo!

Read Full Post »

Nada como um jogaço como Santos 3 x 4 Palmeiras para render boas discussões táticas e levantar até outras questões que vão além disso.

Entre os comentaristas esportivos, teve muita gente que preferiu não analisar esquemas e justificou a derrota do Peixe por questões psicológicas (PVC), más atuações individuais (Benjamin Back) e até porque o sucesso teria subido na cabeça dos jogadores (Gustavo Hofman).

Mas também teve quem optou por uma visão mais tática do jogo. O esquema ofensivo do Santos, no 4-3-3 com dois meias ofensivos, gera discussões sobre como Dorival Jr. deve escalar o time daqui pra frente.

De um lado, não faltou quem criticasse a ousadia tática do técnico santista. “Acho que o Santos carece de consistência no meio-campo e de uma zaga melhor”, argumentou Cassiano Gobbet.

“Ter apenas um jogador para marcar no meio é pouco. Talvez um outro volante ou até um terceiro zagueiro, dependendo da situação, possam ajudar”, pediu Lédio Carmona. A “segurança defensiva” também foi citada por Paulo Calçade.

Outros veem a situação de forma diferente e aceditam que, apesar da derrota, o time pode jogar assim futuramente. André Rocha, por exemplo, escreveu que “o 4-3-3 ultraofensivo é mais que viável, porém o time santista precisa saber manter a bola no ataque afastando o oponente de sua própria área”.

Vitor Sérgio completou: “Fica claro que o Santos pode vencer e conquistar títulos priorizando o ataque. Mas para isso precisa jogar “pro gol” os 90 minutos”.

Eu prefiro ficar com a primeira turma citada, pois acredito que um volante a mais deveria ser encaixado nesse time, no lugar de Marquinhos, sem problema algum. Mas o importante mesmo é valorizar a grande partida que o Santos fez contra o Palmeiras. Como Lédio escreveu, trata-se de um jogo que “merecia virar DVD”.

Read Full Post »

  • Eduardo Cecconi desenha a tática que o Manchester United usou para atropelar o Milan na Liga dos Campeões. Clique aqui e leia mais.
  • Fabrizio Bocca explica com detalhes a queda de qualidade que aconteceu recentemente no futebol italiano. Clique aqui e leia mais.
  • Felipe Lobo analisa a crise do Liverpool e conclui que o time realmente está perto do fundo do poço. Clique aqui e leia mais.
  • Luiz Augusto Lima destaca uma entrevista em que Roberto Carlos, do Corinthians, mostra que não sabe a hora certa de pendurar as chuteiras. Clique aqui e leia mais.
  • Marcelo Di Lallo mostra, com números, o que está cada vez mais evidente em campo: o fracasso absoluto do Campeonato Paulista de 2010. Clique aqui e leia mais.

Read Full Post »

  • Carlos Pizzatto desenha como ficaria o Barcelona se a contratação excepcional de Fàbregas acontecesse. Clique aqui e leia mais.
  • José Antonio Lima destaca a atitude do ex-jogador Lilian Thuram, que disparou contra o racismo da sociedade italiana recentemente. Clique aqui e leia mais.
  • PVC comenta sobre um atacante sérvio que tem se destacado na Europa e jogará pelo Liverpool na próxima temporada. Clique aqui e leia mais.
  • Sérgio Xavier comenta sobre um velho assunto que voltou à tona agora: o preconceito absurdo de alguns são paulinos com Richarlyson. Clique aqui e leia mais.
  • Thiago Barretos detalha o surpreendente time atual do Botafogo-SP e tenta dizer se o time pode ir longe no Campeonato Paulista ou não. Clique aqui e leia mais.

Read Full Post »

Não é novidade pra ninguém que os estaduais pelo Brasil só servem para iludir. Sempre foi assim e as histórias do ano passado ensinam, já que vários times se deixaram levar pela empolgação das disputas regionais. Um post aqui no blog foi dedicado para destacar isso.

Basta lembrar do Botafogo, que foi campeão da Taça Guanabara, mas depois virou candidato ao rebaixamento no Brasileirão. O Santos, finalista em São Paulo, também fez campanha ruim na competição nacional. Já com o Atlético-MG foi o contrário: mal no Mineiro, o time quase surpreendeu no 2º semestre.

Imagine então pra que serve uma 1ª rodada desses campeonatos. São jogos com atletas fora de forma, times reservas e adversários muito frágeis. Não dá pra analisar quase nada.

Que Palmeiras, Santos e Flu não se empolguem com suas goleadas. E que o resto não se incomode com suas dificuldades e decepções. É simples assim: o futebol brasileiro nem deveria ter recomeçado ainda. E não recomeçou.

Read Full Post »

no fim do mundo header

Lembra dele? Pedrão foi o artilheiro do Campeonato Paulista de 2009 com 16 gols. Ele também saiu do Brasileirão 2009 quando estava no topo da lista de goleadores, com seis tentos marcados.

Qual foi sua última aparição? A imprensa brasileira lembrou recentemente do atacante. Foi no começo do mês, quando ele marcou um dos gols na vitória importante do seu time, por 4 a 3, contra o Al-Wasl.

A conexão Barueri-Dubai gerou expectativa nos Emirados Árabes

A conexão Barueri-Dubai gerou expectativas no Oriente Médio

Onde é o fim do Mundo? Pedrão foi se esconder em Dubai, nos Emirados Árabes, para defender o Al Shabab, que já foi campeão nacional sete vezes, incluindo um título recente, conquistado em 2008.

Como está? Sob o comando de Toninho Cerezo, o Al Shabab teve um péssimo começo de temporada na liga nacional. Atualmente o time está em décimo lugar entre os doze que participam da liga local. O técnico brasileiro foi demitido no último final de semana por causa da má campanha.

Vai reaparecer? Como saiu há pouco tempo, pode parecer pouco provável seu retorno. Mas o mau começo, o contrato curto (apenas um ano) e a necessidade de centroavantes no Brasil pode fazer com que sua volta seja antecipada.

Read Full Post »

Older Posts »