Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Carpegiani’

A dança das cadeiras entre os técnicos enfim começou pra valer no Brasileirão. Silas, Cuca, Adilson, Renato Gaúcho e Carpegiani foram as primeiras vítimas. Agora tudo se desenha para que Dorival Jr. seja o próximo desempregado do futebol. O Atlético-MG está na zona de rebaixamento, não vence desde maio, sofreu 11 gols só nos últimos três jogos e a torcida tem feito muita pressão para que algo mude.

Mas o presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, parece enxergar algo importante, que São Paulo e Grêmio, por exemplo, não perceberam. Assim como os dois tricolores, o time mineiro não tem um elenco para ir tão longe no Brasileirão.

O São Paulo, por exemplo, bastou ter os desfalques causados pela Seleção Brasileira para acumular três derrotas consecutivas. É claro que Carpegiani não foi demitido só por essa razão. Mas se o time do Morumbi tivesse um elenco melhor isso tudo não teria acontecido.

Com o Grêmio aconteceu algo parecido, com a diferença que a maioria dos desfalques foi causada por lesões. Quando o time contaria com a volta de jogadores importantes e a estreia de outros, Renato Gaúcho saiu. Mas fato é que ele não conseguiria levar o time gaúcho muito longe – e duvido que Julinho Camargo conseguirá!

A situação do Atlético-MG é semelhante. Tem um time até competitivo, mas um elenco fraco e Kalil sabe disso. Aliás, o presidente do time sabe disso e de algo mais: caso demita Dorival, é óbvio que o São Paulo vai atrás do técnico. A dança dos técnicos não acaba nunca…

Mas manifesto aqui meu apoio a Kalil. O Atlético-MG precisa se diferenciar de seus rivais, que demitiram seus técnicos mesmo não sendo eles os maiores culpados. O elenco do Atlético-MG é fraco e precisa ser mudado, não o treinador. Dorival tem cometido erros, mas tem potencial para arrumar o Galo em breve. E é importante para o próprio Kalil que esse potencial de Dorival não vá para os lados do Morumbi…

Anúncios

Read Full Post »

Contratado sem alarde, vindo de um time menor, ele não impressionou tanto nos primeiros jogos. Teve atuações irregulares, até mostrou que poderia ser útil, mas nunca convenceu como titular. As vaias logo vieram, mas o técnico insistiu em utilizá-lo. De repente, quando começou o Brasileirão 2011, tudo mudou. Com boas atuações consecutivas, ele honrou o irônico apelido em referência a Messi, o melhor jogador do mundo atualmente.

Tanto Marlos, do São Paulo, quanto Luan, do Palmeiras, viveram tudo que foi descrito acima. “Lionel Marlos” e “Luanel Messi” sempre foram criticados, mas cresceram de produção nos últimos jogos, foram decisivos e finalmente calaram as vaias das suas torcidas. São destaques do líder e vice-líder do Brasileirão, respectivamente.

Luanel Messi/ Verdazzo.com.br
A brincadeira é muito boa. O problema é se no time levarem ela a sério…

Então só há motivo para festa, certo? Errado! É preciso tomar cuidados para não se iludir. Explico…

Marlos não pode ser titular absoluto do São Paulo. Ele não tem bola para isso. É claro que no momento, com a confiança que adquiriu, o correto é escalá-lo assim. Mas o São Paulo futuramente terá Luis Fabiano para o ataque e é melhor Carpegiani já imaginar como montará o time com um centroavante mais fixo.

Luan também não pode ser titular absoluto do Palmeiras. Ele também não tem bola para isso. É claro que no momento, com a confiança que adquiriu, o correto é escalá-lo assim. Mas seu contrato só é válido até julho e, mesmo que renove, o ideal seria mudar o time, de preferências com reforços. Sem contratações, ainda dá pra contar com o retorno de Valdivia futuramente para montar um time com dois meias, Kleber e um centroavante (Wellington Paulista ou Dinei).

Enfim, o importante é perceber isso: brincadeiras à parte, apelidos divertidos à parte, Marlos e Luan não podem ser superestimados por causa dessa boa fase atual. Eles são soluções a curto prazo, mas para o futuro é preciso contar com mais do que isso. Os Messis brasileiros precisam voltar ao papel de coadjuvante em seus times.

Read Full Post »

São Paulo, Corinthians e Palmeiras não estavam entre os meus principais candidatos ao título do Brasileirão 2011. No máximo, brigariam por uma vaga na Copa Libertadores. Porém, agora os três estão invictos e dominam a parte de cima da tabela. É cedo, claro, mas será que eles podem realmente subir de nível e sonhar com o título nacional? Por partes…

O líder São Paulo tem 4 vitórias em 4 jogos. Carpegiani não foi demitido e não se intimidou. Continuou a inventar, mudou a tática e a escalação e tudo deu certo. A velocidade voltou a ser o ponto forte do time, que tem bons talentos individuais. Mas…

O elenco é tão reduzido que Carpegiani tem tido que apelar para vários jovens. A maioria deles tem dado conta do recado, mas até quando? Uma hora vai faltar experiência para os grandes jogos. Esse é o problema do São Paulo.

Apesar do show no sábado, Marlos não é um dos jovem nos quais o São Paulo precisa apostar
Apesar do show no sábado, Marlos não é um dos jovem nos quais o São Paulo precisa apostar

O vice-líder Corinthians tem reforços ainda para estrear, mas já tem conseguido resultados importantes. Tem contado com a boa fase do jovem William e com o ressurgimento do experiente Danilo para remontar o time. Mas…

Faltam melhorias no setor defensivo da equipe. Ainda é estranho ver Leandro Castán, Fábio Santos e Paulinho como titulares absolutos do time, por exemplo. ainda que eles estejam rendendo algo. Outro problema vai ser encaixar os reforços Alex e Emerson na equipe, sem prejudicar quem está bem no momento. Te vira, Tite!

William é hoje um dos artilheiros do Brasileirão. Ele vai sair do time para Emerson ser titular?
William é hoje um dos artilheiros do Brasileirão. Ele vai sair do time para Emerson ser titular?

O Palmeiras, terceiro lugar na tabela, conta com um sistema defensivo bem montado por Felipão. O time é dedicado, sabe desarmar o adversário e puxar perigosos contra-ataques. Mas…

Vai gerar desconfiança sempre, principalmente por causa do 6 a 0 sofrido contra o Coritiba. A dependência das faltas de Marcos Assunção e do talento de Kleber hoje podem ser as soluções, mas amanhã serão um grande problema.

Apesar de Kleber, o ataque do Palmeiras, com Luan, ainda é um problema
Apesar de Kleber, o ataque do Palmeiras, com Luan, ainda é um problema

Portanto, respondendo a pergunta do primeiro parágrafo, digo que sim – esses três paulistas podem sim brigar pelo título. Ainda mais por causa do começo ruim de campeonato que tiveram outros candidatos, como Cruzeiro, Santos e Internacional. Mas…

São Paulo, Corinthians e Palmeiras não podem se contentar com o que têm hoje e precisam evoluir!

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Inter – Foi o único candidato ao título que venceu. Bateu o Guarani por 3 a 0 e conseguiu encostar um pouco mais no Fluminense.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-GO – Chegou a estar vencendo o Atlético-MG, mas sofreu a virada em casa e perdeu um duelo de seis pontos na luta contra o rebaixamento.

TROFÉU HERÓI

Éder Luis – Tem emendado uma boa sequência de jogos pelo Vasco e contra o Goiás não foi diferente: marcou gol e foi decisivo na vitória por 3 a 2.

TROFÉU VILÃO

Alessandro – Errou uma saída de bola, cometeu um pênalti e foi expulso em um lance só. A sorte dele é que Renato, do Flamengo, foi expulso também, o que freou a reação adversária.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Neto – O goleiro recentemente convocado por Mano Menezes para a Seleção Brasileira, que já vinha fazendo uma boa temporada, teve uma atuação espetacular contra o Cruzeiro.

VALEU O INGRESSO

Réver – Parecia um atacante quando acertou um gol de bicicleta impressionante para a vitória fundamental do Atlético-MG contra o Atlético-GO.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Vasco 3 x 2 Goiás – Era um duelo de times fracos, mas eles se superaram e fizeram uma partida interessante para assistir em plena sexta-feira.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Avaí 0 x 0 São Paulo – Richarlyson poderia ter sdo o vilão da rodada, pois foi expulso ainda no 1º tempo, mas o Avaí não reagiu e o jogo ficou entendiante até o final.

DETALHE TÁTICO

Cruzeiro – Cuca insistiu no 4-3-1-2 e só colocou Roger ao lado de Montillo durante o empate por 0 a 0 contra o Atlético-PR. A Raposa pode render bem mais com os dois jogando juntos mais frequentemente.

DETALHE DO TÉCNICO

Dorival Jr. – O técnico tirou o volante Alê para colocar o meia Renan Oliveira, que ele recentemente resgatou do Vitória.

O jovem jogador participou do gol decisivo na vitória contra o Atlético-GO e mostrou que foi um erro de Luxemburgo liberá-lo para o empréstimo.

O FUTEBOL É INJUSTO

Cruzeiro merecia mais – Neto foi o grande culpado dessa injustiça. O goleiro do Atlético-PR evitou que a Raposa concretizasse sua merecida vitória.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Ceará – Por pouco não venceu o Corinthians em pleno Pacaembu e tem mostrado, mesmo com um técnico interino, que está um nível acima de outros candidatos ao rebaixamento.

PAPO RETO

Renato Gaúcho,

Parabéns!

Quando você assumiu o Grêmio, apostei que você faria o time evoluir. Porém, não esperava que fosse tanto. Mesmo cheio de desfalques, o Tricolor tem vencido todas e jogado razoavelmente bem, como contra o Vitória nessa rodada

ACRÉSCIMOS

Paulo César Carpegiani – A principal consequência da 27ª rodada foi a ida do técnico do Atlético-PR parao São Paulo. Deve ser péssimo para todos lados: perde muito o Furacão, que estava em alta, e ganha pouco o Tricolor Paulista, que continuará com um técnico exageradamente inventivo no comando.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Fluminense – Com boas atuações de Conca e Washington, fez a festa no Maracanã. Venceu o Atlético-PR por 3 a 1, mostrou variedade de pontos fortes e provou que está realmente vivo na briga pelo título.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-MG – Foi o único a perder um clássico na rodada recheada de rivalidades pelo Brasil.

O Galo até jogou bem em alguns momentos, mas foi derrotado por 1 a 0 pelo Cruzeiro e segue na zona do rebaixamento. Acorda, Luxa!

TROFÉU HERÓI

Jóbson – Fez dois gols, participou de outro e simplesmente decidiu o jogo contra o Vitória, vencido pelo Botafogo por 3 a 1.

TROFÉU VILÃO

Rafael Tolói, Ernando, Wellington Saci e Marcão – Os atrapalhados defensores do Goiás entregaram de presente a goleada do Avaí por 4 a 0.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Rafael – Com uma tática exótica para distrair o adversário, o goleiro do Santos defendeu um pênalti e evitou o empate do Grêmio Prudente.

Como ele tem idade olímpica (20 anos hoje), é melhor não estranhar caso apareça nas próximas listas de Mano Menezes para a Seleção Brasileira.

VALEU O INGRESSO

Rodriguinho – O volante reserva do Santos acertou um belo chute de primeira, com curva, que foi fundamental para a vitória do Peixe por 2 a 1.

Wellington Paulista, Bernardo e Davi foram outros que acertaram bons chutes de fora da área e fizeram bonito.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Palmeiras 1 x 1 Corinthians – Com polêmicas e qualidade técnica, foi um clássico que só não teve um placar maior por detalhes.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Atlético-GO 1 x 1 Guarani – Os times mostraram que vão mesmo lutar contra o rebaixamento no Brasileirão.

Pior: além da pouca qualidade dos jogadores, o campo ainda atrapalhou, pois Rodrigo Tiuí perdeu um gol incrível por causa de um buraco no Serra Dourada.

DETALHE TÁTICO

São Paulo – A vitória contra o Ceará foi importante para mostrar que, como no 2º do tempo do jogo, é possível armar o time com 3 atacantes.

Fernandão, Dagoberto e Ricardo Oliveira podem começar jogando contra o Inter, pela semifinal da Copa Libertadores, na quinta-feira.

DETALHE DO TÉCNICO

Paulo César Carpegiani – Fez uma substituição bizarra no segundo tempo (Wágner Diniz saiu, Alex Mineiro entrou) e, logo depois, sofreu o segundo gol do Fluminense, que praticamente acabou com as chances do Atlético-PR.

O FUTEBOL É INJUSTO

Palmeiras prejudicado – O gol impedido de Jorge Henrique fez a diferença no clássico paulista e, na verdade, toda a atuação do árbitro Paulo César de Oliveira foi terrível.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Guarani – Era mais provável que o time da Campinas perdesse para o Atlético-GO no Serra Dourada. Mas o Bugre até chegou perto da vitória e mostrou que René Simões terá um duro trabalho pela frente no Dragão.

PAPO RETO

Silas,

Defendo seu trabalho no Grêmio, mas começo a mudar de ideia.

Você não conseguiu vencer o time misto do Inter, fez invenções táticas que não deram certo e sua demissão começou a fazer cada vez mais sentido.

ACRÉSCIMOS

Festa de ingressos no Maracanã – 10.000 pessoas entraram de graça no estádio tanto no sábado quanto no domingo.

Faz todo sentido, claro. Afinal, Flamengo, Vasco e Fluminense são times ricos e bem estruturados, que podem realmente doar entradas e abrir mão de dinheiro à vontade.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Corinthians – Reassumiu a liderança do Brasileirão 2010 após vitória por 3 a 1 contra o Guarani, jogo que foi decidido pela expulsão de Aílson e por mais uma boa atuação de Bruno César

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Goiás – De fato o Atlético-PR tem mostrado uma reação surpreendente, mas a equipe esmeraldina não poderia ter perdido para ele por 2 a 0, em casa.

TROFÉU HERÓI

Henrique – O subestimado volante do Cruzeiro tem muita qualidade, tanto que fez os dois gols do time no duelo contra o Grêmio, salvando a Raposa de pagar um mico em casa.

TROFÉU VILÃO

Róbston – Bateu um pênalti inacreditavelmente nas mãos do goleiro Fernando Prass e acabou de vez com qualquer esperança do Atlético-GO contra o Vasco.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Taison – Reencontrou seu bom futebol de outros tempos desde que foi posicionado por Celso Roth na ponta-esquerda. Contra o Flamengo, ele fez um golaço que decidiu a vitória colorada no Beira-Rio.

VALEU O INGRESSO

Nilton – Acertou um petardo indefensável e abriu o placar na vitória do Vasco por 2 a 0 contra o Atlético-GO.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Botafogo 1 x 1 Fluminense – Foi um jogo nervoso e cheio de oportunidades de gols. Até por causa do gramado ruim não teve tanta técnica ou habilidade, mas o que vale mais em clássico é a emoção. Isso não faltou.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Santos 1 x 0 São Paulo – Péssima hora para acontecer o SanSão. Os times estavam focados em outras competições e fizeram um clássico desanimado.

DETALHE TÁTICO

Corinthians – Mano voltou a escalar o time com 3 volantes (Paulinho, Jucilei e Elias), como no começo do ano. É uma tática que Adilson Batista sempre usou no Cruzeiro e, portanto, deve virar comum no Alvinegro Paulista.

DETALHE DO TÉCNICO

Paulo César Carpegiani – O técnico do Atlético-PR colocou Maykon Leite em campo e, com um golaço, o jovem atacante mostrou que pode ser titular do Furacão. Resta ver se Carpegiani vai continuar acertando.

O FUTEBOL É INJUSTO

Botafogo merecia mais – Confusão do clássico à parte, fato é que o time de Joel Santana jogou melhor e ficou mais perto da vitória. O empate saiu barato para o Fluminense.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Atlético-PR – Teoricamente o Furacão nem melhorou tanto seu time, mas tem conseguido evoluir na prática. A vitória contra o Goiás, depois de um bom resultado contra o Santos, comprovou isso.

PAPO RETO

Daniel Carvalho,

Vai querer repetir o fracasso de 2008, pelo Inter, ou vai finalmente reencontrar seu bom futebol de outros tempos?

Você jogou bem enquanto esteve em campo contra o Avaí, mas vacilou ao ser expulso e agora ainda terá que cumprir suspensão antes de receber outra chance.

ACRÉSCIMOS

Mano Menezes – Foi bonita a despedida do ex-técnico do Corinthians. Por ser cada vez mais raro ver uma torcida apoiar tanto um treinador, os aplausos corintianos no Pacaembu merecem reconhecimento. Que Mano consiga o mesmo sucesso com a Seleção Brasileira!

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Ceará – Em dia de aniversário, o time bateu o Avaí com propriedade e se consolidou entre os melhores times do Brasileirão 2010 até agora. Extremamente surpreendente!

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Palmeiras – A derrota para o Flamengo, com gol de Vágner Love, deve ter sido cruel para a torcida organizada que expulsou o atacante no ano passado.

Agora Kléber “Gladiador” vai chegar, mas ele sozinho não resolve todos problemas que o time apresentou no Pacaembu. Será que a bagunçada diretoria do time percebeu isso?

TROFÉU HERÓI

Hugo – Fez dois gols de cabeça no Atlético-MG e decidiu a vitória do Grêmio.

TROFÉU VILÃO

Fahel – Arbitragem ruim à parte, a verdade é que o volante do Glorioso errou, foi expulso e prejudicou demais a sua equipe.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Alan – Saiu do banco de reservas mais uma vez para brilhar: marcou o gol decisivo na vitória do Fluminense contra o Avaí. Olho nele!

VALEU O INGRESSO

Tadeu – Foi uma rodada de belos gols de falta. Marcelinho Paraíba e Paulo Baier também fizeram os seus, mas o tento do atacante do Grêmio-SP foi mais forte e preciso. Golaço!

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Grêmio 2 x 1 Atlético-MG – Os dois times tinham muitos desfalques e a expectativa era de um jogo feio. Mas no final a partida se revelou emocionante e com detalhes táticos e técnicos interessantes para quem assistiu.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Cruzeiro 0 x 0 Santos – Com certeza foi um dos jogos mais decepcionantes de 2010, já que os dois times são favoritos para o título do Brasileirão 2010. Mas eles estão cheios de problemas e fizeram uma partida sem graça no Mineirão.

DETALHE TÁTICO

Atlético-MG no 3-5-2 – Com a chegada de Lima e a saída de Corrêa, parece que Luxemburgo vai tentar fazer esse esquema tático funcionar de novo. Pode até dar certo, mas só depois da Copa do Mundo, com muito treinamento.

DETALHE DO TÉCNICO

Carpegiani – O novo técnico do Atlético-PR mostrou que tem estrela ao colocar Alex Mineiro no lugar do Maikon Leite e contar com o centroavante  para balançar as redes e decidir a vitória contra o Botafogo.

O FUTEBOL É INJUSTO

Botafogo prejudicado – O time carioca exagerou na reclamação, mas o fato é que Paulo César de Oliveira é um árbitro fraco e provou isso mais uma vez.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Guarani – O jogo contra o Vasco caminhou para um empate sem gols desde o começo, mas o artilheiro do Brasileirão 2010, Roger, concretizou a zebra com um gol nos acréscimos.

Pior para o time carioca, que segue confirmando todas as expectativas anunciadas: vai lutar contra o rebaixamento até o final.

PAPO RETO

Vanderlei Luxemburgo,

Quando o Atlético-MG vai parar de tomar tantos gols em jogadas aéreas?

A derrota diante do Grêmio, decidida com dois cabeceios de Hugo, não foi a primeira e nem a última vez que o Galo exibiu esse ponto fraco.

ACRÉSCIMOS

Defesa do Ceará – É incrível como o sistema defensivo do Vovô tem funcionado bem no Brasileirão 2010: o time sofreu apenas um gol até agora, que foi contra o Santos, após a marcação de um pênalti que não existiu em Neymar.

O goleiro Diego, ex-Flamengo, é quem comanda a defesa formada pelos zagueiros Fabrício e Anderson, com os laterais Oziel e Ernandes. Todos eles têm surpreendido por enquanto. Resta saber até quando…

Read Full Post »