Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Casemiro’

Assim que virou presidente da CBF, José Maria Marin fez uma afirmação que foi mal interpretada e gerou polêmica: “o desempenho na Olimpíada vai ser fundamental para o futuro da Seleção Brasileira”. Acharam que ele estava apenas pressionando o técnico Mano Menezes, indicando que ele sairá do cargo se não for campeão em Londres.

Calma, Mano, não é bem assim...

Calma, Mano, não é bem assim…

Pode até ser que essa tenha sido a intenção de Marin. Mas o importante é que essa frase é verdadeira por outras razões: o time olímpico realmente vai trazer observações fundamentais para a Seleção Brasileira. É algo que vai influenciar demais a Copa do Mundo de 2014 e não apenas pelo resultado, mas principalmente pelo desempenho de alguns jogadores.

Listo a seguir as sete principais questões que precisam ser observadas na Olimpíada e que serão fundamentais para a Copa de 2014:

Tática definida?
Mano Menezes ainda não conseguiu sequer definir qual é o esquema tático ideal da Seleção Brasileira. Sua tendência é escalar a equipe em um 4-3-3, o que deve ser feito na Olimpíada. Se funcionar, será mantido para a equipe principal. O importante é manter um padrão para os jogadores não ficarem ainda mais perdidos do que estão.

Temos um substituto do Ganso?
É uma questão que tem atrapalhado Mano Menezes desde o começo do seu trabalho. Ele aposta no camisa 10 santista, mas as lesões do meia insistem em aparecer. Diversos jogadores já foram testados na função dele, como meia central. Mas agora, principalmente nos amistosos, teremos um teste importante: Oscar vai jogar na posição e tem potencial para dar conta do recado. Já começou bem contra a Dinamarca…

Neymar é craque?
Não se trata de discutir a genialidade de Neymar. Mas ainda é preciso medir o quanto ele é decisivo. No Santos ele já provou que realmente é um craque, mas falhou em sua única missão de verdade pela Seleção, a Copa América de 2011. Contra jogadores olímpicos ele terá mais facilidade, mas a responsabilidade e a pressão também será maior. Caso aguente tudo isso, será um bom sinal de que Neymar está pronto para a Copa de 2014.

Lucas é Seleção?
Mano Menezes tem uma clara má vontade com o meia-atacante do São Paulo. Lucas já foi convocado pelo técnico dez vezes, mas jogou poucos minutos em todas estas oportunidades. Como foi discreto contra a Dinamarca, deve ir para o banco de reservas. Porém, na Olimpíada a tendência é que ele seja titular. Resta saber se ele convencerá Mano de que essa é a escolha certa.

Temos goleiros e volantes?
São as duas posições que temos mais carência na Seleção principal, pois não há um nome que seja indiscutível. Entre os goleiros, resta saber se Jefferson será convocado entre os três jogadores acima de 23 anos. Ele é o goleiro que mais recebeu convocações de Mano Menezes e parece ter a confiança do treinador. Mas se ele não for para Londres, a bomba estará com Rafael, do Santos, que parece pronto para o desafio, mas ainda não foi testado de verdade.

Já entre os volantes a situação é mais complicada. Sandro, Rômulo e Casemiro não aparentam ter a maturidade necessária para serem titulares da Seleção principal. Fernando, do Grêmio, que vive grande fase no Grêmio e ainda pode ser chamado, tem o mesmo problema. Mas quem não tem? Mano tem escalado Lucas Leiva e Fernandinho, mas é uma dupla que não inspira confiança e ainda deve mudar até 2014. Resta saber se os olímpicos farão parte dessa mudança.

Quem será nosso centroavante?
Não vejo a situação dos nossos centroavantes com tanto pessimismo quanto outras pessoas. Confio mais em Leandro Damião, mas também acho que o único problema do Alexandre Pato é físico. Entre os olímpicos, realmente não há mais ninguém de nível, mas Fred pode assumir a camisa 9 na Seleção principal. Portanto, o problema nem é a falta de nomes, mas sim a falta de definição sobre quem será o titular. A Olimpíada pode ajudar com isso

Mano tem que ficar?
É impossível não pensar que o cargo do técnico está sob risco. Mas ele terá que se esforçar demais para perdê-lo. Acima de tudo, porque a Seleção caiu em um grupo fácil na Olimpíada. Mas também porque este time tem qualidade e muito potencial para conquistar o primeiro ouro olímpico do Brasil. Se for para apostar, coloco meu ouro no título tupiniquim em Londres. E, portanto, Mano Menezes como técnico da Seleção até 2014.

Anúncios

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Arsenal – Eden Hazard (MA-Lille) – Não é exatamente um substituto de Fàbregas, pois joga de outra forma, pelas pontas. Mas esse belga tem muito potencial e talento.

Arsenal – Kaká (M-Real Madrid) – Os problemas físicos do brasileiro ainda geram dúvidas, mas, fora isso, ele se encaixaria perfeitamente no time. Vale correr esse risco…

Bayern de Munique – Tevez (A-Manchester City) – O argentino é melhor que Mario Gomez e levaria o time Bávaro para outro nível.

Juventus – Alex (Z-Chelsea) – Parece ser aquele tipo de transferência boa para todos os envolvidos.

Liverpool – Coates (Z-Nacional) – O uruguaio parece ser realmente um bom jogador e os “Reds” precisam de um grande zagueiro.

Roma – Thiago Alcântara (M-Barcelona) – O time italiano precisa mesmo de um meia capaz de ser o cérebro da equipe.

TANTO FAZ…

Chelsea – Raúl Meireles (V-Liverpool) – Não tem condições de ser titular nos “Blues”. No máximo seria uma boa opção no banco.

Milan – Aquilani (M-Juventus) – Eu já desisti de vê-lo como um jogador de grande potencial, mas ainda pode ser útil para o esquema tático do Milan.

Roma – Casemiro (V-São Paulo) – Gosto do futebol do são paulino, mas hoje ele é apenas uma boa aposta para o futuro.

CAI FORA!

Arsenal – Zárate (A-Lazio) – O argentino é um atacante bom para a Lazio, mas não conseguiria ser protagonista no Arsenal.

Inter de Milão – Kuyt (A-Liverpool) – O holandês já é limitado até para os “Reds”, imagine então para a Inter, que tem atacantes melhores.

Inter de Milão – Mascherano (V-Barcelona) – O time italiano tem volantes melhores que ele e também não precisa de um zagueiro improvisado. Seria uma contratação desnecessária, portanto…

Juventus – Carlos Eduardo (MA-Rubin Kazan) – O brasileiro ainda está voltando a jogar após uma grave contusão e não chegaria para já jogar e resolver. E o valor da contratação ainda está alto demais: 18 milhões de euros.

NÃO ENXERGAM?

Berbatov (A-Manchester United) – O búlgaro não é um primor técnico, mas sabe fazer gols e foi bem no começo da última temporada. Por enquanto apenas times de pouca expressão o procuraram, mas ele pode reforçar times grandes da Europa.

Read Full Post »

Na verdade pouco importa o título do Brasil no Mundial sub-20. Como todos sabem, ou pelo menos deveriam, o importante em um time de base é o legado que ele deixa. Ou seja, a grande utilidade dessa seleção sub-20 seria ajudar na montagem do time que vai disputar a Olimpíada já em 2012, em Londres, em busca da medalha de ouro – essa sim uma conquista que seria importante, até por ser inédita.

O problema é que esse legado da seleção sub-20 não é tão grande. Apesar do título, o time não é tão forte e consistente. Tem problemas principalmente na defesa. Existem sim bons jogadores que até podem ir para a Olimpíada, mas provavelmente serão reservas.

A Seleção Brasileira sub-23 mais forte que imagino tem apenas um jogador da sub-20 como titular: Casemiro ou Danilo, como segundo volante. Contando que todos os principais jogadores conseguiriam a liberação com seus clubes, o que é difícil, a formação ideal seria essa: Rafael; Rafael da Silva, Breno, Manoel, Fábio da Silva; Sandro, Danilo (Casemiro), Ganso, Lucas, Neymar e Pato.

E vale lembrar que o time seria esse sem acrescentar os três jogadores acima de 23 anos que podem ser convocados. Seria importante, por exemplo, colocar Thiago Silva no lugar de Breno, já que realmente faltam zagueiros jovens de qualidade. Um goleiro mais experiente e seguro também seria interessante, apesar que atualmente está difícil encontrar isso no Brasil.

Oscar/ EFE

Não chora, Oscar, eu deixo você ser reserva na Olimpíada

O elenco poderia ser recheado por jogadores campeões com a Seleção sub-20, como o goleiro ainda irregular Gabriel, o decisivo e amadurecido Oscar, a grata surpresa Fernando, os promissores laterais Allan e Gabriel Silva, os pontas Dudu e Negueba e até o Bola de Ouro Henrique, por merecimento.

Mas na verdade o principal legado desse time de Ney Franco tem que ser a vontade e a raça que os jogadores mostraram. Eles queriam muito o título e isso era perceptível para quem os via jogar. Acima de todas essas mudanças de um jogador por outro, está a importância de manter esse espírito em Londres 2012. Mas não é uma tarefa fácil para Ney Franco e Mano Menezes…

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Inter – Com a participação decisiva do lateral Kléber, o Colorado venceu um jogo difícil contra o Grêmio-SP por 2 a 0 e fez a festa da torcida no Beira-Rio.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Palmeiras – Em casa, chegou a abrir 2 a 0 no placar, mas deixou o Cruzeiro aplicar a virada em apenas 45 minutos. Parece que o time de Felipão nunca vai conseguir uma sequência de bons jogos. É muito irregular.

TROFÉU HERÓI

Elias – O meia-atacante do Atlético-GO tem impressionado nas últimas rodadas. Balançou as redes duas vezes (fez inclusive um golaço!) na goleada contra o Vitória por 4 a 1 e já é o autor de 5 gols nos últimos 3 jogos da sua equipe.

TROFÉU VILÃO

Amaral – O volante do Goiás foi expulso ainda no 1º tempo e permitiu que o seu time, lanterna do Brasileirão, ficasse totalmente fragilizado diante de um poderoso Corinthians, que venceu por 5 a 1.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Casemiro – O volante do São Paulo é mais uma revelação da Copa SP de 2010 que tem despontado nesse Brasileirão. Contra o Atlético-MG, ele fez um gol e jogou bem. Seu companheiro de time, Marcelinho, também foi bem demais.

VALEU O INGRESSO

Júnior – O veteraníssimo lateral mostrou que ainda é útil e marcou um golaço, com um forte chute de esquerda, contra o Corinthians. Pena para ele que essa obra de arte virou apenas um gol de honra em mais um vexame do Goiás.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Atlético-MG 2 x 3 São Paulo – Era um jogo de times desesperados e não faltou emoção para quem já estava com os nervos à flor da pele.

Foram duas viradas em um jogo que serviu para separar bem quem vai lutar contra o rebaixamento até o fim e quem ainda deve subir algumas posições na tabela futuramente.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Flamengo 0 x 0 Santos – O jogo de despedida do Maracanã merecia um espetáculo melhor. Os times estão “em obras” e por isso não conseguiram balançar as redes, fazendo uma partida pouco animada no Rio de Janeiro.

DETALHE TÁTICO

4-4-2 do Fluminense – O time mudou seu esquema tático por causa do Deco, mas desde então não conseguiu convencer mais.

Não é o caso de voltar para o 3-5-2 por enquanto, mas Muricy terá trabalho para reencontrar o equilíbrio de um time que já estava montado e organizado.

DETALHE DO TÉCNICO

Cuca – Contra o Palmeiras, ele foi rápido ao colocar o meia Roger no lugar de um zagueiro já no intervalo. Com isso, ele pressionou o Palmeiras em busca da virada, que veio com gol de Farías, outro que saiu do banco para decidir.

O FUTEBOL É INJUSTO

Fluminense prejudicado – Houve um pênalti mais do que claro para o Tricolor carioca que não foi marcado no jogo contra o Guarani.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Atlético-PR – Com um gol no final do jogo, conseguiu vencer o Avaí em plena Ressacada. Mais surpreendente do que isso só a atual posição do Furacão na tabela: é o sétimo lugar do Brasileirão.

PAPO RETO

Vitória,

Acorda! O rebaixamento não está tão longe quanto parecia.

Você se empolgou demais com a boa participação na Copa do Brasil e parece que até agora não percebeu o risco que corre. A goleada sofrida contra o fraco Atlético-GO foi sintomática: caso não evolua, o perigo da queda é real.

ACRÉSCIMOS

Seleção do 1º turno – Segue a minha escalação dos melhores jogadores do Brasileirão até agora: Fábio; Patric, Alex Silva, Bolívar e Roberto Carlos; Arouca, Elias, Conca e Bruno César; Émerson e Kleber.

Faltam principalmente zagueiros e centroavantes que se destaquem. Mas o meio de campo é recheado de boas opções. Assim como o gol também. E a única certeza que fica é que muita coisa ainda deve mudar no 2º turno…

Read Full Post »

A Copa São Paulo de 2010 acabou nesta segunda-feira e provou a sua utilidade na arte de revelar talentos do futebol brasileiro.

É claro que a maioria dos jogadores que brilharam na competição ainda não está pronta para a profissionalização. Mesmo assim, é preciso ficar de olho neles desde já. Veja a lista com os principais destaques da Copinha:

1º) Alan Patrick (Santos)
Tem habilidade e técnica, mas o que chamou mais a atenção foi sua personalidade. Ele estava com a Seleção Brasileira Sub-20 e chegou ao time só durante o mata-mata. Não se escondeu em nenhum momento e foi essencial para a boa campanha do Peixe.

2º) Lucas Gaúcho (São Paulo)
O artilheiro da Copa São Paulo mostrou uma grande frieza na hora das finalizações e realmente pode virar um bom centroavante se for bem trabalhado no tricolor paulista.

3º) Gabriel Silva (Palmeiras)
A lateral-esquerda é uma posição de poucos talentos no Brasil, mas pode ganhar um bom nome em breve. O ambidestro Gabriel já vai treinar entre os profissionais e tem tudo para roubar a vaga do irregular Armero no time.

4º) Marcelinho (São Paulo)
O meia-atacante tricolor foi o principal responsável pelo fato do seu time ter tido o melhor ataque da Copinha. Com sua habilidade, não só deu assistências, como também fez belos gols. Sumiu na final, mas merece o destaque por tudo que fez antes.

5º) Carlyle (CFZ)
Esse foi a maior surpresa da competição. É um meia de talento raro e que não era visado para brilhar nessa competição. Só que ele conseguiu roubar os holofotes para si e logo deve aparecer em clubes maiores.

6º) Nikão (Santos)
Não é a primeira vez que ele se destaca em uma Copa são Paulo, mas, com velocidade e chute forte de sobra, dessa vez ele conseguiu ser protagonista do seu time em várias oportunidades. Já está na mira do Atlético-MG.

7º) Richard (São Paulo)
Mostrou segurança durante toda a Copa São Paulo, mas foi na final que ele realmente se destacou. Deveria ter sido expulso, mas depois defendeu 3 pênaltis e decidiu o título para o seu time.

8º) Crystian (Santos)
Um lateral-direito seguro, que se comporta bem tanto na defesa como no ataque. Esse é Crystian, que conseguiu aparecer bem mesmo em um Peixe tão recheado de jovens talentos.

9º) Dudu (Cruzeiro)
Já teve algumas poucas chances entre os profissionais, mas deve voltar a ter oportunidades em 2010. É um meia baixinho que joga mais recuado, mas que também sabe aparecer de surpresa e fazer gols.

10º) Wellington Silva (Fluminense)
Vendido para o Arsenal no começo do ano, o atacante não se acomodou. Mostrou sua habilidade rara e fez jogadas impressionantes até sair da Copinha prematuramente, diante do Palmeiras, nas oitavas-de-final.

11º) Casemiro (São Paulo)
Foi mal nos últimos jogos de seu time, principalmente na decisão contra o Santos, quando deixou Alan Patrick sobrar em campo. Entretanto, mostrou qualidade antes, pois sabe marcar e sair para o jogo com eficiência.

Outros destaques foram os goleiros Luís Guilherme (Botafogo) e Rafael (Santos); os zagueiros Bruno Uvini (São Paulo) e Alemão (Santos); o lateral-direito Luis Felipe (Palmeiras); os volantes Elivelton (Santos), José Vitor (São Paulo); os meias Ramos e Gilsinho (Palmeiras) e os atacantes Sebá (Cruzeiro), Carlão (Paulista), Afonso (Palmeiras) e Roniele (São Paulo). Olho em todos!

Leia também:

Read Full Post »