Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Chicão’

O Corinthians tinha um problema no gol. E quem resolveu? Engana-se quem pensa que foi o Cássio. O mérito é do Tite, que teve coragem de bancar a mudança no momento certo.

O Corinthians tinha um problema na zaga. E quem resolveu? Engana-se quem pensa que foi Chicão, que entrou no lugar do lesionado Paulo André e deu conta do recado. O mérito é do Tite, que soube afastá-lo na hora certa em 2011 e recuperá-lo no momento necessário, neste ano.

O Corinthians tinha um problema no ataque. E quem resolveu? Engana-se quem pensa que foi Alex, que entrou no lugar de Liédson. O mérito é do Tite, que armou condições do time jogar sem um centroavante fixo na área.

O Corinthians tinha uma solução escondida no banco de reservas. E quem resolveu? Engana-se quem pensa que foi Romarinho, que entrou para decidir. O mérito é do Tite, que tomou a difícil decisão de afastar Willian do elenco.

O futebol é injusto por natureza. Mas quem sofre a maior injustiça desse esporte são os treinadores. Eles não jogam, mas são considerados os culpados. O atacante chuta para fora, o zagueiro não afasta o perigo, o goleiro falha, mas a responsabilidade sempre fica com quem sequer entra em campo. Por isso mesmo é tão importante fazer o contrário: valorizar o trabalho de um treinador quando tudo dá certo e um grande título é conquistado.

E no caso de Tite essa valorização é ainda mais importante. Afinal, por diversos detalhes, como alguns citados acima e outros ainda a citar, ele foi decisivo para o Corinthians. Já tinha sido fundamental no Campeonato Brasileiro. Agora foi ainda mais brilhante na conquista da Copa Libertadores da América. E com diferentes méritos, que vão além da escolha de jogadores.

Taticamente o principal mérito foi apostar em um sistema defensivo forte, que jamais pode ser confundido como retranca. O segundo gol de Emerson contra o Boca Juniors comprova isso: o Corinthians marca na frente, às vezes sob pressão, sempre disposto a roubar a bola e arrancar em velocidade para o gol. Se isso não dava certo, o time realmente recuava, mas de uma maneira tão efetiva que não chegava a sofrer pressão. Era difícil ver o Corinthians viver longos apuros, seja na Bombonera, na Vila Belmiro ou em São Januário.

Mas há outro mérito ainda maior de Tite: ele tinha o elenco do Corinthians em sua mão. Porque não adianta um técnico entender de futebol. Ele precisa convencer o grupo disso. Em sua carreira, Tite sempre mostrou ter muito conhecimento tático, mas nunca os jogadores entenderão tão bem seu jeito peculiar de falar. No Corinthians todos entenderam seus pedidos e obedeceram rigorosamente. Foram tão fiéis quanto a torcida. E por isso receberam de volta a fidelidade dos 30 milhões de apaixonados.

O Corinthians tinha um trauma histórico. E quem resolveu? Engana-se quem pensa que foi Emerson, Cássio, Danilo ou Paulinho. O mérito é do Tite, que transformou um pesadelho em sonho realizado. O mérito é do Tite, que fala muito, mas fala muito certo. O mérito é do Tite,  um dos maiores treinadores da história do Corinthians.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Grêmio – O bom volante Willian Magrão, vestindo estranhamente a camisa 9, fez os dois gols do Tricolor Gaúcho na vitória contra o Goiás, resultado que tirou o time da zona de rebaixamento.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Grêmio-SP – O Vasco tem evoluído demais, é verdade, mas o time prudentino não pode parar de crescer assim e perder um jogo desses em casa.

TROFÉU HERÓI

Diego Tardelli – Em um jogo no qual o Atlético-MG ainda tomou algum sufoco do Guarani, o atacante do Galo fez dois gols e decidiu a partida.

TROFÉU VILÃO

Chicão – Foi vaiado pelos torcedores do Avaí por causa da sua passagem pelo Figueirense e parece que isso o afetou.

Jogou mal demais na Ressacada e até fez um gol contra.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Bruno César – Apesar da derrota do Corinthians para o Avaí, ele assumiu a artilharia do Brasileirão 2010 e tem impressionado demais.

Mas a rodada foi repleta de jovens promissores que brilharam: Neuton (Grêmio), Casemiro (São Paulo), Henrique (Vitória, ex-São Paulo), Tinga e Fabrício (ambos do Palmeiras).

VALEU O INGRESSO

Zé Eduardo – Acertou um belo petardo cruzado, com a perna esquerda, apesar da derrota do Santos contra o Vitória.

Além dele, João Vitor (Grêmio-SP) fez outro gol bonito e a curiosidade ficou por conta de Ewerthon e Diego Tardelli, que fizeram gols extremamente bonitos, mas ilegais por pouco.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

São Paulo 2 x 2 Cruzeiro – Foi eletrizante do começo ao fim, teve boas atuações individuais e mostrou que os dois times ainda devem subir na tabela do Brasileirão 2010.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Palmeiras 2 x 0 Atlético-PR – Poucas oportunidades de gol foram criadas e a grande quantidade de erros de passe impressionou.

DETALHE TÁTICO

Grêmio no 3-6-1 – Renato Gaúcho nem bem chegou e já começou a implantar o esquema tática que gosta.

É praticamente o mesmo sistema que deu certo no Fluminense de 2008. Não gosto dessa tática e nem acho que ela é a ideal para time gaúcho, mas pode render novamente.

DETALHE DO TÉCNICO

Felipão – Tirou Luan e colocou Ewerthon, que deveria ter sido titular, e decretou a primeira vitória do técnico desde que ele voltou ao Palmeiras.

O FUTEBOL É INJUSTO

Ceará prejudicado – Mais uma vez o time nordestino foi injustiçado pela arbitragem. O pênalti em Willians, que decidiu o jogo contra o Flamengo, não existiu, mas o juiz Wagner Reway apitou.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Botafogo – Tenho que parar de me surpreender com os micos dos Atlético-GO, mas nesse jogo eu ainda imaginava que o Dragão conseguiria vencer em casa.

Mais surpreendente ainda é ver o time do Joel Santana no G4 do Brasileirão. Não deve ficar por muito tempo ali, mas tem superado as expectativas realmente.

PAPO RETO

Dorival Jr.,

A culpa não é sua, mas eu avisei aqui.

Logo depois do título da Copa do Brasil, ficou evidente que o Santos deveria se preocupar com seu futuro. Pelo jeito esse futuro chegou rápido e a derrota para o Vitória por 4 a 2 já foi um sinal disso.

ACRÉSCIMOS

Times goianos – Goiás e Atlético-GO ocupam as duas últimas posições na tabela do Brasileirão. E ainda tem o Vila Nova-GO fazendo uma campanha vergonhosa na Série B. É crise no estado!

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Palmeiras – Conseguiu importantes três pontos contra o Grêmio na base da raça e amenizou a crise no Palestra Itália.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-GO – Perder até para o time desfalcado do Santos, em casa, é sinal de que algo está muito errado no time goiano.

TROFÉU HERÓI

Chicão – Acertou um gol de falta no primeiro tempo e ainda teve uma atuação segura na marcação para garantir a vitória do Corinthians.

TROFÉU VILÃO

Fábio – Contra o Botafogo, o goleiro do Goiás foi expulso ainda no primeiro tempo e prejudicou demais o seu time, que já está com tantos problemas.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Vinícius – O atacante de apenas 16 anos do Palmeiras foi uma aposta do técnico interino Jorge Parraga.

Não foi a primeira vez que ele jogou entre os profissionais, mas dessa vez ele mostrou mais qualidades e contribuiu bastante para a vitória do seu time.

VALEU O INGRESSO

Wesley – O importante jogador do Santos chamou a responsabilidade para si, invadiu a área com velocidade, aplicou um belo corte e acertou o ângulo.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Palmeiras 4 x 2 Grêmio – O tricolor gaúcho reagiu no segundo tempo e animou a partida que, se não teve tanta técnica, pelo menos se destacou com emoção de sobra no Palestra Itália.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Ceará 1 x 0 Vitória – Foi um jogo de pouca técnica e muita marcação.

O oportunismo de Washington, após jogada do bom jovem Misael, pelo menos fez justiça ao domínio cearense durante a maior parte do jogo.

DETALHE TÁTICO

Vasco com 3 zagueiros – O técnico Celso Roth nem bem chegou e já mudou a tática vascaína.

O time até jogou bem, mas não conseguiu a vitória contra o Avaí. Agora é ver se Roth terá sangue frio pra insistir no novo esquema.

DETALHE DO TÉCNICO

Adílson Baptista – O criticado técnico mostrou porque está há tanto tempo no Cruzeiro.

Ele trocou Fernandinho por Guerrón para o segundo tempo do jogo contra o Guarani e o equatoriano acabou garantindo o empate da Raposa.

O FUTEBOL É INJUSTO

Avaí 2 x 0 Vasco – Com a atuação destacada do goleiro Renan, o Leão da Ressacada garantiu uma vitória injusta. O Vasco foi o melhor no jogo.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Santos – O Atlético-GO tem um time bem arrumado e era esperado que ele conseguisse pelo menos vencer o time misto do Santos, ainda mais jogando em casa. No final, mesmo sem Ganso, Neymar ou Robinho, o Peixe surpreendeu.

PAPO RETO

Atlético-PR,

Acorda! Você é um dos candidatos ao rebaixamento.

O Atlético-MG te atropelou por 3 a 1 em um jogo que poderia ter sido uma goleada, salva pelo bom goleiro jovem Neto.

ACRÉSCIMOS

Corinthians – O líder do Brasileirão 2010 parece ter se acertado com a volta de Jorge Henrique ao time titular. Caso não ocorra um desmanche no meio do ano, seguirá como candidato ao título.

Read Full Post »

Caro Mano Menezes,

2010 será um ano pressão absurda sobre os seus ombros. O centenário do Corinthians vai lhe trazer dor de cabeça. Quer um consolo? Algumas dessas dores são boas. O excesso de opções no elenco vai amenizar a preocupação em montar um time vitorioso.

Na defesa não há dúvida: Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos farão uma linha experiente e perigosamente lenta, mas que deve dar certo.

Você já indicou que deve abandonar o 4-3-3 de 2009. Sendo assim, ficam as dúvidas do meio pra frente. A dupla de volantes deve ser Marcelo Mattos e Elias, mas Ralf, Edu e Jucilei serão reservas úteis. Tranquilo para você, Mano!

A partir daí temos Ronaldo como titular absoluto e eu quero ver você escalar três jogadores entre todos esses: Tcheco, Danilo, Defederico, Edno, Dentinho, Jorge Henrique e Iarley. Todos são boas opções e devem revezar bastante na titularidade, mas… e na hora decisiva? Como vai entrar o time?

Eu faria o seguinte: não usaria Danilo e Tcheco juntos, mas sempre colocaria um dos dois. Defederico e Jorge Henrique seriam essenciais, para dar velocidade ao ataque. E de resto todos virariam apenas bons reservas para mudar o andamentos dos jogos.

Agora siga minha opinião se quiser, Mano. Você me surpreendeu em 2009 e pode repetir o feito agora. Só tome cuidado com a pressão. Não quero te assustar, mas as dores de cabeça só tendem a piorar daqui a pra frente.

Mano Menezes pensando

Pensa, Mano! Só falta sair fumacinha da cabeça

Relembre:

Read Full Post »

BOLETIM BR

O ORGULHO DA TORCIDA

Inter – Mesmo longe de Porto Alegre e com um a menos durante todo o 2º tempo, jogou muito bem e venceu o Avaí tranquilamente.

PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Cruzeiro – Estava com uma vitória nas mãos contra o São Paulo, mas conseguiu vacilar e ficar sem ponto algum em um jogo importante em casa.

TROFÉU HERÓI

Chicão – Acertou uma cabeçada em uma boa jogada do Corinthians, que venceu o Santos nos minutos finais.

TROFÉU VILÃO

Cesinha – O Santo André vencia o Atlético-MG até ele ser expulso nos minutos finais,  o que deu tempo para o Galo poder reagir e vencer o jogo.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Goiás 2 x 2 Coritiba – Com gols bonitos e emoção até o final, o jogo entre os verdes foi animado e encheu os olhos.

DETALHE TÁTICO

Mudança no Palmeiras – O time jogou o 1º tempo no 4-4-2 e sofreu contra o Barueri. Muricy recuou Edmilson no 2º tempo, o time foi para o 3-5-2 e melhorou em campo.

O FUTEBOL É INJUSTO

Palmeiras 2 x 1 Barueri – A arbitragem errou em vários outros lances, até contra o Palmeiras. Mas o pênalti em Obina não aconteceu e decidiu o jogo.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Vitória – O time baiano está em baixa, mas quase conseguiu acabar com a invencibilidade do Grêmio dentro do Olímpico.

ALGUÉM ME EXPLICA?

Atlético-PR e Avaí – Como conseguiram jogar com um a mais durante boa parte do jogo e não conseguir a vitória mesmo jogando em casa?

ALARME

Palmeiras, Inter e São Paulo – Assumiram as três primeiras posições da tabela e de lá não devem sair, disparando na briga pelo título.

Praticamente só o Corinthians ainda tem chances de se meter nesse grupo.

VALEU O INGRESSO

Ariel – Há tempo não se via um golaço de bicicleta tão bem feito.

Read Full Post »

BOLETIM BR

O ORGULHO DA TORCIDA

Botafogo – Contra o Avaí, fora de casa, com jogadores gripados, foi um exemplo de raça pra torcedor nenhum botar defeito.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Santos – Mesmo no Barradão, sofrer 6 gols é uma humilhação muito engraçada para rival nenhum botar defeito.

TROFÉU HERÓI

Roger – Abriu a goleada contra o Santos e virou artilheiro do Brasileirão, junto com Felipe, do Goiás.

TROFÉU VILÃO

Zé Carlos – Expulsão após falta com 7 segundos de jogo é muita sacanagem com o próprio time

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Atlético-PR 3 x 2 Inter – O Colorado saiu na frente, mas depois reagiu. No final, um gol de Alecsandro ainda deixou a partida mais movimentada e interessante.

DETALHE TÁTICO

Inter com 3 volantes – Não está na hora de mudar isso, Tite?

O time sempre melhora depois que Andrezinho ou Giuliano entram pra ajudar D’Alessandro na armação. Pode ser a solução pra crise!

O FUTEBOL É INJUSTO

São Paulo 2 x 2 Flamengo – Fica até difícil definir quem foi injustiçado diante de tantos erros do juiz Ricardo Marques.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Santo André – Jogou o Flu na zona de rebaixamento

ALGUÉM ME EXPLICA?

Avaí – O que o Leão da Ressacada veio fazer no Brasileirão? Caminha para uma campanha deprimente…

ALARME

Defesa reserva do Corinthians – Diego, Jean e Renato não darão conta das normais saídas de William e Chicão, o que derruba o time de Mano Menezes.

VALEU O INGRESSO

Armero – Conseguiu destaque em uma rodada fraca de golaços.

Foi o melhor do jogo do Palmeiras contra o Náutico, e balançou as redes merecidamente, com uma bela tabela e um chute certeiro.

Read Full Post »

E SE FOR VERDADE?

Não adianta o Lula pedir: é claro que o Corinthians ainda vai mudar muito para a sonhada Copa Libertadores 2010. Resta saber: para melhor ou pior?

As trocas já estão sendo especuladas. Veja quem pode sair e quem deve chegar até o começo do ano que vem:

Sai Felipe
Entra Dida
Troca ruim. Ambos são naturalmente irregulares, mas a fase do atual goleiro, que deve ir para a Alemanha, é amplamente superior.

Sai Chicão
Entra Diego

Nenhum zagueiro foi especulado, mas o garoto das categorias de base tem talento. É claro que o time perde, mas nem tanto.

Sai André Santos
Entra Sylvinho
O ex-lateral do Barcelona não joga com frequência há um bom tempo. Será que ainda é confiável?

Sai Elias
Entra Edu
Ótimo jogador, mas com o mesmo problema de Sylvinho: a forma física.

Na apresentação, Edu fez questão de dizer que não está em final de carreira. Será?

Na apresentação, Edu fez questão de dizer que não está em final de carreira. Será?

Sai Douglas
Entra Riquelme

Excelente troca. O atual titular destoa do time em tudo. O argentino não tem feito muita coisa, mas é melhor, claro.

Sai Dentinho
Entra Morais

Duvido que Tevez volte, como dizem por aí. Outros atacantes não foram especulados. Então a simples entrada de um reserva seria péssimo.

O time ficaria assim:
Dida; Alessandro, William, Diego e Sylvinho; Cristian, Edu, Morais e Riquelme; Jorge Henrique e Ronaldo.

Tinga e Lucas também foram especulados, mas parecem distantes, pois ainda possuem algum espaço na Europa.

Dessa forma, o elenco perderia qualidade, com apenas uma mudança realmente positiva. Mas uma coisa fica evidente: a diretoria do Corinthians ainda deve ter que correr atrás de muitos reforços para a Copa Libertadores.

Os boatos absurdos só começaram…

Read Full Post »

OLHO NELE

Diego

DIEGO

Clube: Corinthians
Posição: Zagueiro
Idade: 22 anos
Altura: 1,84 m
Peso: 79 Kg

“Sou um jogador que dá muita raça e procura fazer o feijão com arroz”. Esta foi a auto definição do zagueiro Diego antes do confronto entre Corinthians e Guaratinguetá pelo Campeonato Paulista.

Ele conseguiu realmente dizer como é o seu futebol em poucas palavras. E depois msotrou que é bom não somente na hora de falar: em campo, mostrou personalidade para provar o que tinha dito.

Diego é o atual reserva imediato na defesa sólida de Mano Menezes. Ele ganhou a vaga de Jean, ex-Grêmio e São Paulo, além de ter superado Renato, outra aposta da categoria de base alvinegra.

Já teve que substituir Chicão até em final de campeonato e não sentiu a pressão. O jovem canhoto tem mostrado segurança para não compremeter no caso de um desfalque repentino.

Ele foi profissionalizado tarde, em 2007, com 20 anos. Chegou a ser emprestado para o Guarani em 2008, mas mostrou qualidade já na Série B, pelo Corinthians, ainda no mesmo ano.

Agora vai enfrentar seu maior desafio no Brasileirão 2009. Precisa provar que pode realmente ser um reserva à altura da boa dupla titular na defesa. Ficar de olho no “feijão com arroz” dele pode valer a pena para o futuro.

Read Full Post »