Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Cicinho’

Um filme de 2009 parece que vai se repetir em 2010. Afinal, no ano passado, vários times repatriaram jogadores que não deram certo. Isso gerou até uma lista aqui. Neste ano, a história tem sido a mesma: a janela de transferências do exterior foi aberta antecipadamente e os times se empolgaram com as contratações. Mas é sempre bom lembrar: repatriados também decepcionam.

É claro que contratar brasileiros que estavam espalhados pelo mundo pode dar certo. Mas em 2010 já tivemos mais casos de fracasso do que de sucesso. Relembre os piores até aqui:

1) Cléber Santana (São Paulo)
Veio da Espanha e mostrou porque não conseguiu se firmar no Atlético de Madrid. Recebeu chances e não aproveitou nenhuma no time de Ricardo Gomes.

2) Rodrigo Alvim (Flamengo)
Esse sequer conseguiu espaço para jogar. Ficou na reserva do Juan, mesmo com o titular longe da sua melhor fase.

3) Ramon (Flamengo)
Chegou do CSKA e também jogou poucas vezes. Conseguiu perder a disputa por vaga até para Vinícius Pacheco quando Petkovic estava afastado ou sem condições de jogo.

4) Marcel (Santos)

O Benfica contratou ele em 2006 e desde então praticamente só o emprestou. Não é à toa. Trata-se de um atacante limitado demais que não conseguiu se firmar em lugar nenhum. Essa história tem se repetido no Peixe e não deve mudar com a saída de André, já que Keirrison chegou e deve ser o centroavante titular.

5) Cicinho (São Paulo)
Fez poucas partidas que lembraram o Cicinho da primeira passagem pelo Tricolor Paulista. Agora já voltou pra Roma e na verdade só deixou saudades porque a diretoria ainda não conseguiu contratar outro jogador para a posição.

6) Sávio (Avaí)
Foi uma aposta de risco do Leão da Ressacada e já chegou a hora de assumir que não deu certo. Sávio chegou do Chipre (Anorthosis Famagusta) e até conseguiu mostrar que não desaprendeu a jogar futebol. Porém, com 36 anos, não tem mais condições físicas para exibir seu talento.

7) Edinho (Palmeiras)
Versátil, até consegue ser titular às vezes e é útil por jogar como volante ou zagueiro, mas o fato é que cada toque na bola dele assusta a própria torcida.

8) Thiago Martinelli (Vasco)
O zagueiro tinha mostrado qualidades no Cruzeiro, foi para o futebol japonês e parece que não voltou na forma ideal. Não conseguiu ganhar a briga pela vaga de titular com zagueiros medianos e ficou esquecido no time carioca.

9) Alan Bahia (Atlético-PR)
O volante tem sido constantemente emprestado pelo Furacão e não é à toa: atualmente ele está longe de ser aquele jogador de forte marcação e boa técnica do passado. Veio do Vissel Kobe, do Japão, no começo de 2010. Foi discreto no 1º semestre e agora já saiu para o Al-Khor, do Catar.

10)  Ewerthon (Palmeiras)
O atacante é outro que até consegue ser titular do Alviverde Paulista, mas isso quer dizer pouco. Afinal, ele tem tido momentos esporádicos de bom futebol e até se envolveu em polêmica que culminou na demissão do técnico Antônio Carlos Zago, tendo que pedir desculpas posteriormente.

11) Rafael Carioca (Vasco)
O jovem volante demorou para se firmar no time cruzmaltino. Com a saída de Souza para o Porto e a chegada de PC Gusmão, agora ele deve receber mais oportunidades, mas ainda precisa mostrar um futebol melhor para não ser tão discreto quanto foi no 1º semestre.

Por ourto lado, também é importante lembrar de Robinho, Alex Silva e Roberto Carlos, por exemplo, que vieram do futebol europeu e deram certo no Brasil. São casos de sucesso que podem servir de espelho para Rafael Sóbis, Daniel Carvalho, Émerson, Maicosuel, Keirrison, Éder Luis e vários outros brasileiros que foram repatriados para o 2º semestre de 2010.

Veja também:

Anúncios

Read Full Post »

Há mais de 1 mês atrás, o Opiniões em Campo trouxe à tona uma lista com os 11 reforços de 2010 que começaram bem em seus times.

Agora chegou a hora de mostrar o outro lado: não faltam contratações que geraram esperanças no começo do ano, mas parecem ter dado errado nos 20 principais times do futebol brasileiro.

São jogadores que até podem se recuperar ainda, já que os estaduais nunca são os parâmetros ideais para quaisquer análises. Mas o fato é que todos os listados abaixo só decepcionaram por enquanto:

1º) Marcelinho Paraíba (São Paulo)

Já tinha uma passagem bem sucedida no Morumbi e fez um bom Brasileirão 2009. Chegou com moral, mas logo virou reserva e agora o time parece ter conseguido se arrumar sem ele. Deve ficar esquecido por Ricardo Gomes…

2º) Giovanni (Santos)
É outro que chegou em alta por causa de seu ótimo passado no clube. Só que os Meninos da Vila não demoraram para deixá-lo no banco de reservas e fizeram com que suas chances no time ficassem cada vez mais raras.

3º) Cicinho (São Paulo)
Era para ser a solução do time em uma posição carente há anos no tricolor paulista. Entretanto, com problemas físicos, não rendeu o esperado até agora e até causou polêmica por estar na reserva. Deve se recuperar, mas por enquanto só decepcionou mesmo.

4º) Hugo (Grêmio)
Estava em baixa no São Paulo, é verdade, mas os gremistas apostavam que os ares do Olímpico poderiam fazer com que o Hugo de 2008 voltasse à tona. Por enquanto isso não aconteceu e até o jovem Maylson virou titular do meio-campo em seu lugar.

5º) Ramon (Flamengo)
Deveria assumir o lugar deixado por Petkovic naturalmente. Foi contratado para isso. Só que Vinícius Pacheco surpreendeu e tomou essa posição. Para piorar, agora Michael parece também ganhar espaço no meio-campo. Enquanto isso, Ramon fica sem chances no Fla.

6º) Willians (Fluminense)
Chegou do Palmeiras para ser o companheiro de Fred. Mas as boas revelações do tricolor carioca não deixaram: primeiro Maicon ganhou a vaga, depois foi a vez de Wellington Silva e ultimamente Alan é quem tem jogado no ataque.

7º) Angel Rojas (Goiás)
Mesmo com uma carreira irregular no Chile, o meia foi contratado para sanar os problemas de armação do time esmeraldino. Só que não tem jogado no time e deixou espaço para que Deyvid Sacconi, Wellington Saci e outros roubassem sua vaga.

8º) Renato Cajá (Botafogo)

A sua apagada passagem pelo Grêmio gerava desconfiança, é verdade. Mas havia a esperança de que ele poderia reencontrar seu futebol dos tempos de Ponte Petra. Não aconteceu e o Botafogo já foi até atrás de outros meias.

9º) Tcheco (Corinthians)
O meia até já teve seus bons momentos no Corinthians, mas parece que eles vão ficar cada vez mais raros. Com a efetivação de Jucilei como titular no meio-campo, ele perdeu espaço, já que tinha recebido uma chuva de críticas por seu mau começo no time.

10º) Carlinhos Paraíba (São Paulo)
Não chegou com tanta moral quanto seu ex-companheiro de Coritiba, Marcelinho Paraíba, mas o fracasso tem sido ainda maior: participou só de 5 jogos no tricolor paulista e nem é cotado para virar titular.

11º) Gustavo (Vasco)
Não encontrou seu bom futebol desde que saiu do Palmeiras e tem recebido chances cada vez mais raras no time cruzmaltino. Só uma provável mudança de técnico no futuro pode fazer com que sua situação mude dentro da equipe.

Read Full Post »

Dizem por aí...

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o time atual do atleta
A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Barcelona – Luis Suárez
(A-Ajax) – A versatilidade do uruguaio encaixaria perfeitamente na movimentação que há entre os atacantes do time

Liverpool – David Villa (A-Valencia) – Repetiria, ao lado de Fernando Torres, a dupla de ataque que se conhece da seleção espanhola.

Manchester City – Maicon (LD-Inter de Milão) – Ótimo jogador e tem características diferentes do atual titular, Micah Richards.

Manchester United – Júlio César (G-Inter de Milão) – Um dos melhores goleiros do mundo é o substituto ideal de Van der Saar com certeza.

TANTO FAZ…

Arsenal – Vieira (V-Inter de Milão) – Seria interessante vê-lo voltar ao time, mas não se encaixaria com o estilo de jogo, mais leve, dos Gunners.

Barcelona – Cicinho (LD-Roma) – Seria apenas um bom reserva.

Juventus – Neymar (A-Santos) – Não chegaria para jogar agora, mas pode ser uma boa aposta para o futuro, se não for tão cara, como dizem por aí…

Manchester City – Ramires (V-Benfica) – Com Barry no time, não é uma contratação necessária, ainda mais pelo alto valor que tem sido especulada (mais de 25 milhões de libras). Completaria bem o elenco.

Manchester City – Henry (A-Barcelona) – O time já tem opções demais para o ataque. Não precisaria pagar um alto salário para o francês ficar na reserva.

Milan – Éderson (M-Lyon) – Bom jogador, mas não está em uma fase brilhante e não sei como entraria exatamente no time do técnico Leonardo.

CAI FORA!

Liverpool – Nilton (V-Vasco) – Conseguir destaque em uma Série B tão fraca não credencia ninguém a jogar em um dos maiores times da Europa.

Milan – Pavlyuchenko (A-Tottenham) – Não consegue se firmar de vez no seu atual clube. Porque seria uma solução real para o ataque rossonero?

Roma – Molinaro (LE-Juventus) – Só o torcedor da Vecchia Signora vai comemorar essa negociação.

Tottenham – Muntari (V-Inter de Milão) – Não deve fazer diferença nem em um time de porte médio no atual futebol inglês, de nível tão alto.

NÃO ENXERGAM?

Deco (M-Chelsea) – Até tem recebido algumas chances com Carlo Ancelloti no Chelsea, mas não é titular absoluto e poderia brilhar mais em outros clubes da Europa, que precisam de um meia como ele.

Read Full Post »