Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘contratações’

Já é tradição na Europa: antes mesmo da temporada acabar, os times começam um novo projeto, com dispensas e contratações. Por isso os boatos para a temporada 2012/2013 já ganharam força na imprensa, com especulações diversas. Veja algumas delas abaixo e meus comentários…

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Chelsea – Hulk (A-Porto)  – O ataque do Chelsea precisa mesmo de renovação e o brasileiro tem o que é preciso para se adaptar bem ao futebol inglês

Real Madrid – Ibrahimovic (A-Milan)  – Imagine quantos gols uma dupla entre e Cristiano Ronaldo faria…

Real Madrid – Van der Wiel (LD-Ajax)  – Seria uma perfeita contratação pontual. O Real precisa de um lateral-direito e o holandês é um dos melhores do mundo na posição

TANTO FAZ…

Barcelona – Drogba (A-Chelsea)  – Não consigo ver como ele se adaptaria ao estilo de jogo do Barça, mas poderia se tornar uma opção importante no elenco

Bayern de Munique – Nuri Sahin (V-Real Madrid)  – Teria dificuldades para ser titular, mas precisa sair do time espanhol para reencontrar seu bom futebol

Manchester United – James Rodríguez (A-Porto) – É um bom jogador, mas está supervalorizado. Pode dar certo, mas é loucura investir demais neles, como pode fazer o United

CAI FORA!

Arsenal – Yann M’Vila (V-Rennes) – Não é melhor do que os volantes que o time inglês já tem e ainda deve custar caro demais

NÃO ENXERGAM?

Arshavin (MA-Zenit) – Jogador técnico e de velocidade, ele viveu grandes momentos no Arsenal, mas depois caiu de nível. Mas tem talento e merece uma segunda chance em um grande time da Europa

Read Full Post »

Não existe amor à camisa em RJ. Nem no Brasil inteiro na verdade, com um Rogério Ceni de exceção em SP. Há anos não tenho essa ilusão de que jogadores de futebol possam realmente se identificar com um clube. Esperar fidelidade e confiança deles é pedir para ser corno. Mesmo assim, a volta de Thiago Neves para o Fluminense chocou. Ele passou dos limites.

Não é preciso voltar muito no tempo para lembrar que ele desrespeitou o Fluminense. Há cerca de um ano, deu a entender que o time das Laranjeiras é pequeno, porque nunca tinha sido campeão por um clube grande, como o Flamengo. Agora ele voltou para o pequeno e mostrou que o mais baixo de todos nessa história é ele mesmo.

Thiago Neves é um grande jogador. Tem nível até para brigar por vaga na Seleção Brasileira. Já fez uma grande final de Copa Libertadores. Mas nunca vai ser levado a sério por causa desses absurdos. Quem quer respeito precisa respeitar. E ele quebra essa máxima a cada temporada, a cada mudança de time, a cada besteira falada. É um desperdício de talento.

Pior ainda para o Fluminense. Depois de ser mal tratado, correu atrás e ainda comemorou – é a mulher de malandro em seu pior estágio. Aceitou ser ofendido e ainda deu presente. Para que tudo isso? Só para atrapalhar o Flamengo? Não precisa, o Flamengo se atrapalha sozinho.

Não estou dizendo aqui que foi uma contratação ruim do Fluminense. Mesmo que a torcida vá fazer justiça e corretamente pegar no pé de Thiago Neves, é bem possível que ele responda em campo e ganhe títulos, até porque o Flu está com um dos cinco elencos mais fortes para 2012. Mas existe um valor que está acima de qualquer campeonato estadual, nacional ou continental: o respeito. Tanto o Thiago Neves quanto o Fluminense já perderam isso faz tempo.

Read Full Post »

O Fluminense contratou Wagner, o Grêmio trouxe Kleber, o Botafogo se reforçou com Andrezinho, mas um dos times que mais tem evoluído para a temporada de 2012 é o São Paulo.

Ainda desconfio que Emerson Leão pode atrapalhar demais, mas, pelas movimentações do mercado da bola, o torcedor são paulino pode ficar otimista. Explico…

Veja lista com os melhores reforços do São Paulo e entenda:

11º) Paulo Miranda
Entre os contratados, é o que tem mais chances de dar errado. Não era sequer o melhor zagueiro do Bahia, que fez campanha ruim no Brasileirão 2011. Mas ele tem força e pode ser útil como um reserva seguro.

10º) Saída do Thiago Carleto
Essa é uma transferência que faz pouca diferença, já que Carleto era quarto reserva. Mas o São Paulo fica bem só por não correr o risco dele jogar.

9º) Saída do Dagoberto
Mesmo com a boa temporada que fez em 2011, Dagoberto não conseguiu agradar a torcida. Os problemas eram sua irregularidade e por vezes sua displicência. Se ele for bem no Inter, talvez a torcida sinta mais saudades, mas por enquanto a maioria faz festa por sua saída.

Dagoberto no Internacional
Aposto que Dagoberto vai dar certo no Internacional

8º) Saída do Jean
Era um volante de qualidade, mas um lateral limitadíssimo. Sem espaço no meio-campo do São Paulo, ele só servia para complicar o time quando tinha que jogar improvisado. Sem ele, ainda falta contratar um reserva para Piris, mas é melhor até apostar em alguém das categorias de base.

7º) Fabrício
É um volante limitado. Todos sabem daquilo que ele é capaz. Nada de mais, nada de menos. Talvez sua raça ajude, como a diretoria espera, mas é preciso ver se ele não vai ficar mais tempo no departamento médico do que em campo. Ou no banco de reservas mesmo…

6º) Edson Silva
Fez um bom Brasileirão 2011, é verdade, mas não inspira confiança por enquanto. Vai brigar por posição com João Filipe é provável que ganhe essa disputa.

5º) Maicon
O grande problema para ele é a concorrência no meio-campo. Mas trata-se de um jogador interessante, que sabe marcar e criar. Se não sentir o peso da camisa, será uma opção útil.

4º) Saída do Xandão
Era uma zagueiro que assustava a torcida até quando passou a ficar mais tempo na reserva. Se um titular se machucava, já era um perigo. Vai ser importante para o São Paulo se livrar de um zagueiro tão desengonçado.

Xandão, ex-São Paulo, no Sporting
Eu tenho pena do Sporting…

3º) Saída do Marlos
É outro que só saía do banco de reservas, mas isso já era suficiente para atrapalhar bastante o time. Ele até tem alguma habilidade e velocidade, mas não sabe usar isso de forma inteligente. Causa espanto o Metalist ter pago 10 milhões de reais por ele.

2º) Bruno Cortês
Pode não dar certo, mas é uma boa contratação do São Paulo. Afinal, ele foi mesmo um dos melhores laterais do Brasileirão 2011 e o time precisava de alguém para essa função. Pior do que Juan ele não será…

1º) Saída do Rivaldo
A saída de um jogador que derrubou dois técnicos só pode ser comemorada. Rivaldo estreou bem pelo São Paulo e enganou muita gente, mas depois mostrou que não tem mais condições de jogar profissionalmente.

Read Full Post »

É a negociação mais chata do futebol brasileiro nesse período de transferências: a possível saída de Montillo, do Cruzeiro, para Corinthians ou São Paulo, tem virado aquela novela chata que ninguém mais aguenta acompanhar. É cabível até questionar se o argentino vale todo esse barulho. Mas é preciso também enxergar além do que essa negociação pode significar.

É inegável que o futebol brasileiro tem entrado em uma nova Era recentemente. Com a estabilidade ecônomica do País e eventos como Copa e Olimpíada, os times passaram a receber mais dinheiro, tanto de empresas quanto da Rede Globo. Tudo isso trouxe benefícios para o Brasileirão, que foi ótimo em 2011 e deve ser melhor ainda em 2012. Porém, a longo prazo, há uma consequência preocupante disso tudo.

O que causa temor é a diferença de dinheiro recebido pelos times de Rio de Janeiro e São Paulo. Com a maior concentração de renda nesses estados e a negociação individualizada dos direitos de imagem, atualmente existem oito clubes que têm um orçamento maior do que os outros.

Dessa forma, não é difícil imaginar qual é a tendência do futebol brasileiro: como o dinheiro manda no futebol, logo esses oito clubes, com uma ou outra exceção, dominarão completamente o campeonato nacional.

Mesmo em 2011 a tabela do Brasileirão chegou a refletir isso em alguns momentos. Tanto que os três times mineiros só lutaram contra o rebaixamento. E é nesse ponto que voltamos ao caso Montillo. Explico…

Se o Cruzeiro for incapaz de segurar um jogador do porte de Montillo, o que parece cada vez mais provável, vai dar mais um sinal claro de que o futebol brasileiro deve ficar concentrado no eixo Rio-SP. Não só pelo que o argentino vai fazer em campo. Mas por toda uma questão simbólica, já que os times de outros estados parecem estar sempre um passo atrás. Sobretudo por uma questão financeira mesmo.

Não é o primeiro sinal dessa mudança no Brasil: o próprio Cruzeiro já teve que vender Henrique e Jonathan, antes titulares, para o Santos; o Grêmio perdeu Ronaldinho Gaúcho para o Flamengo; o Vasco tirou Diego Souza do Atlético-MG. E por aí vai…

Claro que ainda é pouco para cravar que o futebol brasileiro será dominado pelos times de Rio e São Paulo. Mas os sinais começam a aparecer lentamente e só não vê quem não quer. Caso isso se concretize, o que seria lamentável, não poderão dizer que não avisei.

Read Full Post »

Nem só de boatos e especulações vive o mercado da bola do futebol brasileiro. Contratações já foram fechadas, jogadores já foram anunciados e alguns até se apresentaram em seus novos clubes. Mesmo antes do Natal, vários times conseguiram dar presentes para seus torcedores.

Porém, nem tudo que é apresentado como “reforço” realmente traz força a mais para os elencos. Entre apostas de risco e contratações que  tem tudo para dar errado, consegui achar dez transferências que realmente podem ser consideradas presentes de Natal. Veja os melhores reforços do futebol brasileiro até agora:

10º) Marco Antônio (M-Grêmio)
Em primeiro lugar, é preciso entender que o Grêmio realmente precisa de mais opções para o seu meio-campo, ainda mais se a saída de Douglas for confirmada. Além disso, o desempenho de Marco Antônio na Portuguesa e o fato da contratação ter custo zero contribuem para que esse seja mesmo um bom negócio.

É claro que a pressão agora será maior e o jogador terá que provar, aos 27 anos, que realmente pode brilhar em um time grande. Potencial e espaço ele terá de sobra.

9º) Fabrício (V-São Paulo)
Trata-se de um volante limitado tecnicamente, mas que pode trazer algo diferente para o elenco do São Paulo. A raça, a seriedade e a pegada de Fabrício às vezes fazem falta no meio-campo tricolor.

Com isso, ele terá grandes chances de conseguir a titularidade e até superar outros reforços que foram anunciados junto com ele. Maicon e Edson Silva, por exemplo, vieram do Figueirense e podem ser mais úteis, mas ainda é preciso desconfiar, pois eles podem sentir a pressão.

Contratações do São Paulo em 2011 para 2012

O São Paulo fez mais apostas do que contratações certeiras

8º) Jonas (LD-Santos)
Jonas fez uma temporada realmente brilhante pelo Coritiba. Com velocidade e forte apoio ao ataque, ele se destacou com muita movimentação e boa presença na área. Foi um dos motivos do sucesso do time paranaense na temporada.

O problema é que Jonas chegará ao Santos para substituir Danilo. Nada fácil, pois o novo jogador do Porto era muito versátil e técnico. Mas Jonas tem qualidade para, pelo menos, manter um bom nível na lateral-direita.

7º) Juninho (LE-Palmeiras)
Foi uma das poucas e boas revelações do Brasileirão 2011. O lateral-esquerdo mostrou talento no Figueirense, evoluiu com Jorginho e agora terá a missão de repetir o sucesso em um time grande.

Ele terão também a chance de conquistar algo que é para poucos no Palmeiras: conseguir se firmar na lateral-esquerda do time. Nem Gabriel Silva, prata da casa com potencial, fez isso. Não será fácil.

6º) Danilinho (M-Atlético-MG)
É um jogador que já conhece o clube e pode atuar em várias funções, como meia, ponta ou meia-atacante. Tem habilidade e velocidade para dar uma nova dinâmica ao Atlético-MG.

As ressalvas ficam por conta de possíveis problemas de readaptação, além das dificuldades físicas, que sempre atrapalharam a carreira de Danilinho.

5º) Marcelo Moreno (A-Grêmio)
A parceria entre Marcelo Moreno e Kleber tem boas chances de ser uma das melhores duplas de ataque do Brasil. O boliviano foi mal na Europa, mas mostrou alguma qualidade diferente em sua passagem pelo Cruzeiro.

Resta saber quanto tempo os dois terão para se entrosar. Seria importante que a torcida gremista tivesse paciência com os dois, mas sempre é difícil isso acontecer.

4º) Cortês (LE-São Paulo)
O lateral ex-Botafogo teve uma temporada de altos e baixos em 2011. Por um lado, mostrou habilidade que o levou à Seleção Brasileira. Por outro, mostrou irregularidade, exibiu pontos fracos e comprovou que precisa evoluir.

No São Paulo ele chegará com moral e deverá ter tempo para crescer. Caso consiga emplacar uma boa fase rapidamente, terá sucesso garantido, até porque há tempos o time não consegue alguém que se firme nessa posição.

3º) Kleber (A-Grêmio)
Já escrevi um post mais aprofundado sobre a contratação de Kleber. Ele é um atacante superestimado e por isso é importante que o Grêmio não se iluda.

Ainda assim, o talento do “Gladiador” é inegável. Ao lado de Marcelo Moreno, ele pode criar uma nova força para o Grêmio. Além disso, seu estilo agrada o torcedor gremista. Tem tudo para dar certo, mas ressalvas precisam ser feitas.

2º) Dagoberto (A-Inter)
A irregularidade marcou a longa passagem de Dagoberto pelo São Paulo. Mas em 2011 ele se encontrou, mostrou seu melhor futebol e provou que pode ser um dos melhores atacantes do Brasil.

Em boa fase, ele vai chegar a um time quase pronto e com um técnico de qualidade. Além disso, há espaço para que ele jogue, já que Leandro Damião ainda não tem um companheiro de ataque definido. São indícios demais para que tudo dê certo.

1º) Wagner (M-Fluminense)

Conca saiu do Flu no meio de 2011 e só agora um substituto à altura foi contratado. Demorou, mas valeu a pena. Wagner pode não ser tão genial e habilidoso quanto o argentino, mas é suficientemente técnico e cerebral para tomar conta do meio-campo do time.

Ao lado de Deco, Wagner formará um meio-campo experiente demais, que ainda municiará um ataque poderoso, com Rafael Sóbis, Fred, Rafael Moura e o recém-revelado Wellington Nem. O setor ofensivo do Fluminense está mais do que pronto e será um dos mais perigosos de 2012.

Read Full Post »

Não tem jeito: no período de férias do futebol brasileiro os boatos tomam conta do noticiário. Nas últimas duas semanas quase todos jogadores foram especulados em quase todos times.

Mas também é inevitável imaginar o que acontecerá se algumas dessas contratações realmente acontecerem. Por isso veja abaixo análises dos principais boatos que surgiram recentemente no futebol brasileiro…

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Botafogo – Andrezinho (M-Internacional) – É um jogador que precisa mudar de time, pois merece mais chances, uma posição mais destacada, uma grande sequência de jogos como titular, etc…

Corinthians – Willians (V-Flamengo) – Se estiver focado, consegue colocar Ralf na reserva facilmente e melhorar ainda mais o forte meio-campo corintiano.

Flamengo – Bolívar (Z-Internacional) – Apesar de ter feito uma fraca temporada no Sul, ele é experiente e ainda tem lenha para queimar.

Fluminense – Anderson (Z-Atlético-GO) – É um zagueiro experiente que fez bons trabalhos no Brasileirão, tanto pelo Ceará quanto pelo Atlético-GO.

Grêmio – Carlos Eduardo (MA-Rubin Kazan) – Foi prematuramente para a Europa e ainda assim conseguiu algum sucesso. Caso volte para o time que o revelou, tem tudo para reencontrar seu futebol de habilidade e velocidade.

Grêmio – Ederson (M-Lyon) – Interessante que o Grêmio saiba que precisa reforçar seu meio-campo. O meia do Lyon é bastante técnico, por isso traria um diferencial interessante para o time gaúcho.

Palmeiras – Giuliano (M-Dnipro) – Surgiu como um meia diferenciado, mas ainda precisa comprovar essa condição. Conseguir isso no sempre conturbado Palmeiras seria realmente um grande feito.

TANTO FAZ…

Botafogo – Jorge Wagner (M-Kashiwa Reysol) – Seria interessante vê-lo cruzar bolas para o bom cabeceador Loco Abreu, mas o Botafogo teria que mudar seu estilo de jogo para isso.

Corinthians – Gil (Z-Valenciennes) – Era útil no Cruzeiro e pode até ser titular no Corinthians, mas não é muito melhor que Castán, Paulo André, Chicão, etc…

Corinthians – Guilherme (V-Portuguesa) – Parece ser uma boa opção para o time paulista manter sua tradição de bons volantes. Só é difícil saber se ele dará conta da pressão de um time grande.

Cruzeiro – Osvaldo (A-Ceará) – Um atacante de velocidade é o que o Cruzeiro mais precisa. Resta saber se ele mostrará o mesmo bom futebol em um time maior. É bom desconfiar.

Fluminense – Thiago Neves (MA-Flamengo) – É claro que trata-se de um grande jogador, mas depois de tudo que aconteceu, parece absurdo o Flu ainda aceitá-lo de volta. A torcida não deve aceitar…

Vasco – Kleber (LE-Internacional) – É um bom nome, até porque o Vasco não tem ninguém para essa posição. Mas é preciso entender que ele piorou bastante nos últimos anos.

Vasco – Rodolfo (Z-Grêmio) – O Vasco precisa mesmo de um jogador para a posição. Quando surgiu no Fluminense, Rodolfo parecia ser um zagueiro de alto nível. Mas há tempos não comprova essa condição.

CAI FORA!

Botafogo – Tanaka (Z-Nagoya Grampus) – Seria folclórico e interessante, mas pouco útil. O brasileiro naturalizado japonês não é tão bom e ainda teria que se adaptar. Difícil dar certo.

Corinthians – Neto Coruja (V-Vitória) – É um jogador versátil, mas seria reserva e acrescentaria pouco ao elenco.

Flamengo – Rafa Márquez (Z-New York Red Bull) – A experiência dele não justifica. Trata-se de um defensor mediano que não joga em bom nível há muito tempo.

São Paulo – Edson Silva (Z-Figueirense) – É verdade que ele fez um bom Brasileirão, mas parece ser só mais um zagueiro comum que viveu boa fase.

NÃO ENXERGAM?

Roger Carvalho (Z-Figueirense) – Estão indo atrás do zagueiro errado do Figueirense. Roger é mais técnico e está de saída para a Europa. Um time brasileiro deveria tentar mantê-lo no país.

LEIA TAMBÉM

Read Full Post »

Não vou perder tempo palpitando sobre a briga pelo título. Já escrevi que aposto no Corinthians, mas isso só será resolvido nas últimas rodadas. E com tanto equilíbrio no Brasileirão 2011 é sacanagem e perda de tempo fazer qualquer comentarista palpitar sobre a disputa na parte de cima da tabela.

Mas o que me chama mais atenção nesse momento é a briga contra o rebaixamento. Especialmente por causa do Cruzeiro. Impressiona como o time mineiro caiu de produção durante o ano e, agora que está entre os quatro piores, dá sinais claros de que realmente vai cair. Às vezes parece até ser incompreensível como um time pode piorar tanto em tão pouco tempo. Mas na verdade sobram motivos e fatos para entender essa queda. Explico…

Em primeiro lugar, basta olhar para o time do Cruzeiro para entender por que a campanha tem sido tão ruim no Brasileirão. Afinal, o elenco foi superestimado depois de ter sido campeão mineiro e impressionado na Copa Libertadores. Porém, esse time, que já não era tão bom, foi desmontado. Gil, Henrique, Gilberto, Dudu e Thiago Ribeiro foram negociados. E Wallyson ainda se lesionou gravemente.

Aliás, o principal problema do time é o ataque. A defesa é fraca também, mas ter opções como Anselmo Ramon, Wellington Paulista, Bobô, Keirrison, Farías e Ortigoza é triste. Faltou ter alguém com mais velocidade e habilidade para fazer do Cruzeiro um time mais perigoso na frente.

Zezé Perrella, presidente do Cruzeiro

Senador Zezé Perrella, se o Cruzeiro cair, Vossa Excelência terá a maior parcela de culpa

Mas a análise dos problemas do Cruzeiro não pode ser tão superficial e parar apenas na análise do elenco. É preciso lembrar que o time ficou sem estádio em Belo Horizonte, problema que também fez o Atlético-MG sofrer. Além disso, a questão política, com o afastamento de Zezé Perrella para se dedicar à carreira política, com certeza atrapalhou demais.

Por fim, mas não menos importante, existe também a questão dos técnicos que passaram pelo Cruzeiro. Cuca foi prematuramente demitido, mas a chegada de Joel Santana trouxe algum alívio e tenho certeza que o time não cairia se ele estivesse no comando até agora. Vide o Bahia, que tem um time pior e está conseguindo fugir do rebaixamento aos poucos.

Depois de Joel, a aposta em Emerson Ávila foi absurda. Era evidente que não ia dar certo. Agora Vágner Mancini tenta recuperar o tempo perdido. Até gosto dele como técnico, mas não parece pronto para um desafio desse tamanho.

Com tudo isso, a situação ficou realmente perigosa para o Cruzeiro. Os três times acima dele na tabela, Atlético-MG, Bahia e Ceará estão em um momento melhor e parecem ter mais gás para fugir do rebaixamento. Eu até queria apostar que o Cruzeiro não vai cair, porque toda essa situação realmente surpreendeu, mas na verdade faltam motivos para acreditar nisso. E sobram razões para apostar na queda da Raposa…

Read Full Post »

Older Posts »