Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Cruz Azul’

Praticamente encerrada a fase preliminar, já é possível afirmar: teremos em 2011 a melhor Copa Libertadores dos últimos anos. Não lembro de ter visto recentemente tantos times fortes na competição sul-americana. Fora a emoção e a garra de sempre, é possível esperar também muita qualidade em campo.

A começar pelo times brasileiros. Campeão, o Corinthians pode sofrer pela pressão interna pelo título inédito, mas não pela falta de qualidade. O vice nacional, Vasco, também manteve sua base e seguirá forte. E com boas contratações e experiência, Fluminense e Internacional também estarão bem demais. E o Flamengo? Vive crise eterna, mas é melhor não duvidar de um time tão grande.

Fora do Brasil, também há favoritos ao título. Mesmo desmanchada, a Universidad do Chile deve dar trabalho. O Boca Juniors está de volta e, mais do que isso, com um time de muita qualidade, com Mouche, Santiago Silva, Riquelme, etc… Há ainda os perigosos e tradicionais Nacional-URU, Peñarol, Chivas e Vélez Sársfield.

Mas o Opiniões em Campo não costuma ficar em cima do muro. Assim como faço na Liga dos Campeões, vou analisar cada grupo da Copa Libertadores e arriscar palpites. Depois, antes de começar o mata-mata, farei a verificação e novas observações. Segue…

Grupo 1
Internacional, Juan Aurich, Santos e The Strongest
Classificam: Internacional e Santos

É fácil demais apostar nos classificados desse grupo. Há poucas chances de surpresas para os brasileiros, então vou até arriscar quem vai ficar com o primeiro lugar: fortalecido após a difícil disputa por vaga com o Once Caldas, o Internacional vai entrar com mais ritmo e superar o Santos na tabela por pouco.

Grupo 2
Emelec, Flamengo, Lanús e Olimpia
Classificam: Flamengo e Lanús

Pode parecer, mas não é um grupo tão fácil para o Flamengo, que dependerá do sucesso de Vagner Love para evoluir e conseguir a classificação, o que deve acontecer. Dá para esperar equilíbrio na disputa pela outra vaga. Emelec tem feito boas campanhas no Equador, Lanús tem bons jogadores, como Valeri e Camoranesi, e o Olimpia tem a tradição a seu favor. É difícil, mas aposto na qualidade e na consistência do time argentino.

Grupo 3
Bolívar, Junior Barranquilla, Universidad Católica e Tigres ou Unión Española
Classificam: Junior Barranquilla e Universidad Católica

O ideal seria esperar a definição do quarto time, mas aposto desde já que o Tigres conseguirá a classificação, apesar de ter perdido fora de casa. Com isso, haverá uma equilibrada disputa pela segunda vaga do grupo, já que a primeira deve ficar com o Universidad Católica. Aposto que o campeão colombiano, Junior Barranquilla, surpreenderá e ficará em segundo lugar na chave.

Grupo 4
Arsenal-ARG, Boca Juniors, Fluminense e Zamora
Classificam: Boca Juniors e Fluminense

É outro grupo extremamente desequilibrado. O pequeno e novato Zamora deve sofrer, assim como o limitado Arsenal de Sarandí. Já Boca e Flu farão jogos de grande qualidade, com muitos bons jogadores em campo. É difíl até arriscar quem levará a melhor nos duelos entre eles, mas aposto que a tradição pesará a favor dos argentinos.

Grupo 5
Alianza Lima, Libertad, Nacional-URU e Vasco
Classificam: Nacional-URU e Vasco

Ninguém terá vida fácil nesse grupo. A classificação do Libertad, que superou o El Nacional, embolou ainda mais a chave. Mas aposto que Nacional-URU e Vasco vão conseguir a classificação. Ambos estão empolgados com as boas campanhas recentes e parecem ter elencos coesos. O time uruguaio, comandado pelo técnico Gallardo e com Recoba em campo, deve ir longe na Libertadores.

Grupo 6
Corinthians, Cruz Azul, Deportivo Táchira e Nacional-PAR
Classificam: Corinthians e Cruz Azul

O Corinthians só perde para ele mesmo nesse grupo. Caso não faça muita besteira, consegue a classificação com uma boa campanha, o que pode lhe dar vantagem na fase seguinte. Já a segunda vaga deve ficar com o clube mexicano, já que Táchira e Nacional-PAR estão com times limitados demais

Grupo 7
Chivas, Defensor Sporting, Deportivo Quito e Vélez Sársfield
Classificam: Chivas e Vélez Sársfield

O Vélez de hoje não o mesmo que foi campeão argentino no ano passado, mas ainda tem forças para fazer mais uma boa campanha na Libertadores. A disputa pela segunda vaga deve ficar entre os campeões Chivas e Deportivo Quito, mas o time mexicano tem mais qualidade e deve levar a melhor.

Grupo 8
Godoy Cruz, Nacional de Medellín, Universidad do Chile e Peñarol ou Caracas
Classificam: Universidad do Chile e Peñarol

Depois de golear o Caracas por 4 a 0, o Peñarol mostrou sua força e praticamente já se garantiu na fase de grupos. E dará mais trabalho ainda. Sem Martinuccio, mas com Zalayeta, Mora e Estoyanoff, tem tudo para se classificar, fazer bonito de novo e empolgar ainda mais sua vibrante torcida. Já a “La U”, ainda que sofra sem Eduardo Vargas, que foi para o Napoli, não dará chances para Godoy Cruz ou Nacional.

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Fluminense – Henrique (Z-Barcelona) – A defesa é o ponto fraco do bom elenco que o Flu está montando. Henrique pode solucionar isso, pois é melhor que todos zagueiros que estão lá e já teve até passagem pela Seleção Brasileira.

TANTO FAZ…

Cruzeiro – Farías (A-Porto) – É limitado e pode não se adaptar, mas a Raposa precisa reforçar suas opções para a posição.

Flamengo – Perea (A-sem clube) – Não joga há um longo tempo, mas tem talento e pode ser útil, já que o Fla sente falta de bons atacantes.

Grêmio – Diogo (LE-São Paulo) – O Tricolor Gaúcho precisa de um lateral-esquerdo titular e apostar em um jovem é arriscado, mas pode dar certo.

Vasco – Álvaro (Z-Flamengo) – É um zagueiro que foi bem no Brasileirão 2009, mas também não entra em cmapo há um longo tempo.

CAI FORA!

Cruzeiro – Edcarlos (Z-Cruz Azul) – A defesa da Raposa é fraca, mas Edcarlos consegue ser pior do que quase todos zagueiros que estão lá.

Flamengo – Betão (Z-Dínamo de Kiev) – No máximo conseguirá o feito de irritar as duas maiores torcidas do Brasil.

Flamengo – Leandro Amaral (A-sem clube) – Não faz nada de útil há 2 anos ou mais. Mostrou que sua reaparição pelo Vasco, em 2007, só enganou.

Flamengo – Rafael Moura (A-Goiás) – Não dá pra acreditar que alguém ainda veja potencial nele para ser a principal referência ofensiva de um time grande.

Grêmio – Thiago Carleto (LE-São Paulo) – Surgiu como boa revelação, mas sequer conseguiu jogar com frequência nos times que passou. Não dá para acreditar mais.

NÃO ENXERGAM?

Geovanni (A-sem clube) – O atacante ex-Cruzeiro está sem clube e até foi especulado no Grêmio, que negou o interesse. É um jogador rápido e técnico, o que falta para muitos times brasileiros.

Read Full Post »