Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Dênis Marques’

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Atlético-MG – Mancini (A-Inter de Milão) – Não está bem na Europa há um longo tempo, mas teria tudo para dar a volta por cima no time que o revelou.

Cruzeiro – Roger (M-Qatar SC) – Não parece ser mais o jogador problemático de outros tempos e tem qualidade de sobra pra brilhar na Raposa.

TANTO FAZ…

Goiás – Jonas (A-Grêmio) – Fez um Brasileirão 2009 surpreendente e poderia dar certo, mas enfrentaria a concorrência da boa dupla formada atualmente por Felipe e Fernandão.

Grêmio – Angeleri (LD-Estudiantes) – Sempre é preciso esperar para ver a adaptação de um estrangeiro no Brasil, mas pode ser uma boa solução para a lateral-direita do time.

Inter – Thiago Carleto (LE-Elche) – Até surgiu bem no Santos, mas foi mal na Europa e só seria um reserva razoável no Colorado.

Santos – Dênis Marques (A-Flamengo) – A passagem decpecionante pelo Flamengo gera ressalvas, mas o Peixe precisa de um centroavante, então ele chegaria com espaço e poderia dar certo.

Santos – Vanderlei (G-Coritiba) – Eu apostaria no jovem Felipe, mas ele tem qualidades e pode sim ser uma boa opção.

CAI FORA!

Atlético-MG – Edmílson (V-Palmeiras) – A sua lentidão e seus problemas físicos já atrapalharam demais sua vida no Palmeiras. Não acredito que seria muito diferente no Galo.

Fluminense – Kléber Pereira (A-Santos) – Seria só reserva de luxo e provavelmente ainda cobraria um alto salário pra isso. Não vale a pena.

Goiás – Marcão (Z-Palmeiras) – Nunca foi um jogador de técnica apurada, mas seu vigor físico e empenho compensavam. Atualmente isso não acontece mais.

NÃO ENXERGAM?

Caio (M-Frankfurt) – O meia-atacante ex-Palmeiras é um canhoto habilidoso e de forte chute. Ele até teve bons momentos na Alemanha, mas não está bem agora. Foi pra lá há mais de dois anos e deve querer voltar. Basta algum time daqui lembrar dele.

Read Full Post »

TOP 11

O Brasileirão 2009 pode ser considerado o campeonato das surpresas, tanto em relação aos times quanto no que diz respeito a atuação de alguns jogadores.

Teve um pouco de tudo. Craques esquecidos voltaram à tona, mas também aconteceu o inverso com frequência: atletas que chegaram com grandes expectativas em seus times e não conseguiram corresponder em campo.

Relembre todos na lista que mostra as maiores decepções do ano:

1º) Vágner Love (Palmeiras)
Quando chegou, podia ser a solução para o maior ponto fraco do seu time, o ataque. O alviverde era líder do Brasileirão, mas ele não fez sua parte, entrou em polêmicas e deixou de ser ídolo para ser vilão.

2º) Fernandão (Goiás)
Também chegou a um time alviverde que sonhava com o título, mas, fora de forma, provou que está longe de ser o meia-atacante decisivo de outro tempos.

3º) Taison (Inter)
Talvez tenha sido a principal revelações dos estaduais, mas fez pouco pelo Colorado no Brasileirão, virando até reserva em alguns jogos da reta final.

4º)
Ricardinho (Atlético-MG)
Chegou ao Galo para resolver os problemas de criação do time e até fez bons jogos. Só que veio a campanha decadente na reta final e ele chegou a esquentar o banco de reservas também.

5º) Borges (São Paulo)
Foi decisivo no título de 2008 e era esperado que ele repetisse a dose dessa vez. Mas foi exatamente o contrário, pois ele arrumou confusões desnecessárias e sairá do tricolor paulista sem deixar muitas saudades.

6º) Kléber Pereira (Santos)
Em 2008, chegou a levar o Peixe nas costas. Em 2009, passou longe disso, sem gols e com muitas vaias na Vila Belmiro.

7º) Emerson (Santos)
Dono de uma carreira invejável e respeitado na Europa, o volante teria tudo para sobrar no Brasil. Quando chegou, envolveu-se em uma polêmica. Enquanto jogou, não fez nada demais. Depois ainda veio uma lesão e o fim do seu contrato.

8º) Dentinho (Corinthians)
Foi um dos maiores exemplos de falta de motivação do seu time. No final, ainda perdeu lugar para Defederico e deve começar o centenário corintiano fora do time titular.

9º) Dênis Marques (Flamengo)
Chegou para ser o companheiro de Adriano no ataque, mas logo mostrou que não conseguiria fazer, em um time grande, o que tinha feito no Atlético-PR.

10º) Léo (Grêmio)
Foi um dos melhores zagueiros do Brasileirão 2008, mas virou reserva de Rafael Marques com a adoção do 4-4-2 de Paulo Autuori durante a temporada de 2009. Agora deve ser negociado com outro time brasileiro.

11º) Madson (Santos)
Com um time mais arrumado, conseguiu se destacar no estadual. O problema é que no Brasileirão ele caiu de produção, junto com todo o elenco do Peixe.

E agora, quem vai dar a volta por cima? Será que, em 2010,  algum deles vai sair dessa lista ingrata e brilhar na relação de melhores do ano? Não duvide! Afinal, o Brasileirão sempre nos traz muitas surpresas…

Read Full Post »

Dizem por aí...

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o time atual do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Cruzeiro – Cleiton Xavier (M-Palmeiras) – Um dos melhores meio-campistas de 2009 seria bem-vindo em qualquer clube.

Inter – Nei (LD-Atlético-PR) – É um jogador versátil e com muita raça, que pode se encaixar bem no time colorado.

Vasco – Gustavo (Z-Cruzeiro) – O time cruzmaltino precisa melhorar sua defesa e essa contratação seria um bom começo.

TANTO FAZ…

Flamengo – Vágner Love (A-Palmeiras) – Tem futebol para formar uma ótima dupla com Adriano ou até para substituí-lo, mas é preciso ver se ele não vai se entregar à noite carioca.

Santos – Keirrison (A-Benfica) – O Peixe precisa de um centroavante para 2010, mas não dá pra dizer que o jogador ex-Palmeiras é a melhor opção.

São Paulo – Fernandão (A-Goiás) – Foi uma das principais decepções do Brasileirão, mas pode reencontrar seu bom futebol em um time maior.

São Paulo – Léo Lima (M-Goiás) – Não dá pra confiar, mas tem futebol para completar bem o elenco tricolor.

Vasco – França (A-Kashiwa Reysol) – Já jogou muita bola, mas o tempo passou e é preciso esperar para ver qual é a sua condição física.

CAI FORA!

Corinthians – Moacir (LD-Sport) – Seja como lateral ou volante, não apresenta qualidades que realmente chamem a atenção.

Cruzeiro – Armero (LE-Palmeiras) – Tem força e velocidade, mas falta técnica e inteligência. Além disso, a Raposa não precisa de um titular para a posição, já que tem o bom jovem Diego Renan.

Grêmio – Marquinho (M-Fluminense) – Seria uma contratação discreta demais para substituir Tcheco, tão adorado no tricolor gaúcho.

Palmeiras – Triguinho (LE-Santos) – Com a camisa do Peixe, provou que não é jogador de time grande e que já passou da sua melhor fase há tempos.

São Paulo – Xandão (Z-Barueri) – Não inspira confiança. O tricolor paulista precisa de defensores que cheguem para jogar e chamar a responsabilidade, pois corre o risco de perder Miranda e André Dias.

Santos – Maranhão (LD-Guarani) – O time já tem o bom George Lucas e é preciso sempre lembrar que jogar em um time grande é diferente de se destacar em uma Série B de baixo nível técnico.

NÃO ENXERGAM?

Dênis Marques (A-Flamengo) – Decepcionou demais no Rubro-Negro, mas pode reencontrar seu bom futebol dos tempos de Atlético-PR. Basta que algum time olhe para ele e deposite confiança.

Leia também:

Read Full Post »

TABELINHA

“Claro que não queríamos perder o Ibson, mas o nosso elenco está preparado”, disparou Kleber Leite, dirigente do Flamengo, nesta segunda.

É incrível como os cartolas brasileiros parecem viver em outro mundo. Como será que ele viu estas opções existentes no elenco atual do Rubro-Negro carioca? Basta analisar quais são elas e perceber que o time precisa contratar alguém urgente. Reparem:

Gonzalo Fierro
Dizem que é o nome mais provável, mas nunca jogou nada. Nem em qualidade e menos em quantidade. Em quase 1 ano, fez pouquíssimos jogos como titular.

Willians
Tem jogado de zagueiro, mas alguém pode entrar na defesa (Fabrício?), e avançá-lo de volta para o meio-campo. Mas o time ficaria defensivo demais.

Petkovic
Seria simplesmente ridículo. O time perde qualidade, ritmo e, principalmente, marcação.

Zé Roberto
Se voltasse a jogar o futebol dos bons tempos de Botafogo, até seria viável. Mas quem acredita nisso?

Éverton
Jovem ainda, talvez seja a aposta mais viável, mas não é mais do que isso: uma aposta. Das mais arriscadas.

Dênis Marques
Jogar com 3 atacantes? Duvido que daria certo. Além disso, Cuca nunca seria tão ousado.

E aí, Kleber Leite? Existem opções mesmo? O time está preparado? Falar é fácil, pensar é difícil.

Read Full Post »