Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Diego Renan’

Apesar da derrota contra a Alemanha ter sido desastrosa, pouca coisa vai mudar de verdade na Seleção Brasileira por causa disso. Mano não vai cair, até porque faltam opções para o seu lugar. E não é uma troca de um ou outro jogador que vai resolver tudo.

Seis da Seleção


Mas há uma mudança que terá que acontecer de qualquer jeito: André Santos vai perder seu status de intocável na lateral-esquerda. A falha no terceiro gol alemão foi digna de pena. Mano não costuma perdoar esse tipo de erro na Seleção e já indicou, após o amistoso, que mudanças devem acontecer

O problema é: quem vai entrar no lugar de André Santos? Veja a lista dos seis possíveis novos donos da camisa 6 da Seleção:

6º) Cortês (Botafogo)
Destaque do Campeonato Carioca pelo Nova Iguaçu, bastou uma grande partida contra o Flamengo para ele já ser cogitado na Seleção. Um exagero dos cariocas, claro.

E é óbvio também que ele não fez apenas um jogo bom. Antes de se contundir, ele já vinha bem e agora voltou com tudo. Tem habilidade, tem raça, tem velocidade, mas é preciso calma. Pode ser só uma fase. É preciso ver se ele é regular. Eu jamais o convocaria neste momento complicado da Seleção. Mas há quem faria essa loucura…

Casamento de Cortês, do Botafogo, no Habibs
Ok, o casamento de Cortês no Habib’s também aumentou seu prestígio

5º) Daniel Alves (Barcelona-ESP)
Por que não improvisar? O Brasil precisa reconhecer que não tem mais esse talento de sobra de outros tempos e por isso talvez seja necessário improvisar mesmo.

Maicon tem ganhado a posição na direita e Dani Alves já fez a lateral-esquerda pela Seleção. E o próprio Mano, depois que fez a última convocação com apenas um jogador de origem na posição, indicou que o lateral do Barça pode ser improvisado. Não é uma solução, mas é uma hipótese.

4º) Adriano (Barcelona-ESP)
Não é um jogador tão brilhante, mas é técnico e seguro. Ou seja, dificilmente faria o erro que André Santos cometeu contra a Alemanha.

Pesa contra ele principalmente o fato de não ser um jogador de velocidade. A Seleção do Mano precisa de alguém que passe rapidamente para jogar com Neymar na esquerda. Adriano não fará isso, mas pode fazer outras funções com um resultado melhor do que foi visto até agora.

3º) Fábio (Manchester United-ING)
Se a ideia realmente é renovar, esse é o nome para esquerda da Seleção. Fábio ainda é muito jovem e só a partir deste ano é que passou a ganhar mais chances no Manchester United. Mas tem muito potencial.

Dificilmente ele vai ser titular do time inglês, já que Evra é um dos melhores do mundo na posição. Mas Fábio pode ganhar ritmo de jogo atuando pela direita, já que é destro, e então se credenciar para a Seleção. Talento ele tem.

2º) Filipe Luís (Atlético de Madri-ESP)

Filipe Luís
Lembra dele?

Quando ainda estava no La Coruña, foi uma das melhores “invenções” de Dunga. Pena que uma contusão gravíssima acabou com as suas chances de disputar a Copa do Mundo de 2010.

Filipe também tem características que podem prejudir o esquema tático da Seleção, principalmente por ser um lateral que sabe marcar mais – uma virtude que na verdade precisa ser exaltada e aproveitada pelo Brasil.

1º) Marcelo (Real Madrid-ESP)
Não fosse o tal e-mail errado para Mano Menezes ele já seria o dono absoluto da posição. Tem futebol para isso. Resta saber se tem vontade…

Não critico o Mano por querer manter Marcelo fora do time. Em qualquer time é difícil lidar com um jogador que não mostra comprometimento. Mas a situação da lateral-esquerda é realmente grave. Uma conversa para resolver isso talvez seja necessária.

Em suma, a conclusão é: fora Marcelo, é difícil achar alguma outra opção convicente para a lateral-esquerda. Todas têm algum problema.

Até por isso é possível que André Santos continue no time, mesmo que como reserva. Só duvido que ele consiga enganar até a Copa de 2014, quando alguns bons jovens da posição, como Alex Sandro (Porto-POR), Diego Renan (Cruzeiro) e Gabriel Silva (Palmeiras) podem se firmar.

Leia também

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Botafogo – Diego (M-Wolfsburg) – A fase do meia é muito ruim, mas ele tem futebol para voltar ao Brasil e sobrar por aqui.

Botafogo – Gustavo (Z-Lecce) – Chegaria para ser o melhor zagueiro da irregular defesa do Botafogo.

Flamengo – Alex Silva (Z-São Paulo) – Estava mal no São Paulo durante o primeiro semestre, mas ainda dá para confiar que ele pode jogar bem melhor.

Flamengo – Kleber (A-Palmeiras) – Tem mostrado no Palmeiras que pode jogar como centroavante também e, portanto, se encaixaria bem no ataque do Fla.

TANTO FAZ…

Corinthians – Samudio (LE-Libertad) – O time precisa mesmo de um jogador melhor para a posição, mas é arriscado dizer que essa seria a solução.

Flamengo – André (A-Bordeaux) – Trata-se de um jovem que ainda precisa provar algo, mas pode ser uma boa aposta do Fla.

Fluminense – Rafael Sóbis (A-Internacional) – Talvez o reencontro com Abel Braga faça o atacante reencontrar seu melhor futebol. Talvez…

CAI FORA!

Botafogo – Alexandre Oliveira (A-Al Wasl) – Prefiro ver o Bota apostar em seus jovens, como Alex, a vê-lo trazer um centroavante de qualidade duvidosa.

Ceará – França (A-Kashiwa Reysol) – O Ceará já tem um time velho demais para apostar em mais um veterano. Não precisa honrar tanto assim o apelido de “Vozão”.

Grêmio – Cañete (M-Universidad Católica) – Não mostrou ter nada demais na Copa Libertadores. Seria uma aposta arriscada e só.

NÃO ENXERGAM?

Diego Renan (LE-Cruzeiro) – Já demorou para alguém tirá-lo do time mineiro. Um jovem de potencial como ele não pode ficar tão esquecido no banco de reservas.

Read Full Post »

TOP 11

Assim que acabou o 1º turno, me esforcei para fazer uma lista de 11 revelações do Brasileirão 2009 até ali. Como eu disse no texto final, não foi fácil, pois não tínhamos boas opções até então.

Poucou nomes surgiram desde então, mas a lista mudou bastante no final das contas (se quiser comparar, clique aqui). Alguns melhoraram, outros caíram de produção e teve até quem foi vendido no meio do ano.

Então segue abaixo a lista atualizada e corrigida dos jovens que foram realmente revelados no Brasileirão 2009. Não valem aqueles que já surgiram desde os estaduais, como Willians, Ganso, Sandro, Adilson, T. Humberto, Werley e outros.

1º) Giuliano (Inter)
Não foi à toa que ele chegou no Mundial Sub-20 com a camisa 10 e a braçadeira de capitão. Fez poucas grandes atuações no Egito, mas costuma brilhar com frequência no Inter com belas jogadas e passes certeiros. É um meia raro e deve ter um ótimo futuro pela frente

Relembre: “Olho em em mais um jovem colorado” 

2º) Fernandinho (Barueri)
Era a principal reveleção até o final do 1º turno. Por questões contratuais e depois por conta de uma lesão, pouco participou do 2º turno. Agora vai para o São Paulo tentar provar que realmente é um jovem de grande talento.

Relembre: “Olho na reveção do Brasileirão”

3º) Diego Renan (Cruzeiro)
O jovem destro da Raposa foi mais um grande achado de Adílson Baptista. Ele chegou a jogar até no meio-campo assim que surgiu, mas mostrou que pode ser diferenciado mesmo na lateral-esquerda, tendo sido um dos melhores da posição no Campeonato.

Relembre: “O novo ‘Nonato'” 

 4º) Souza (Palmeiras)
Assim que Pierre teve uma contusão séria, o jovem volante teve que substituí-lo e foi muito bem em um primeiro momento, mostrando muita personalidade. Caiu de produção junto com o time e agora terá que provar que isso foi só uma irregularidade normal de quem começou a carreira recentemente.

Relembre: “O ‘novo Ferrugem'”

5º) Jucilei (Corinthians)
Contratado sem grande destaque no começo do ano, apenas para compôr elenco, o volante aproveitou a saída de Cristian e Douglas para fazer várias funções no meio-campo de Mano Menezes. Chegou a jogar até como lateral e não foi mal, mas pode ser importante no centenário alvinegro se for escalado em sua posição de origem.

Relembre: “O ‘novo Elias'”

6º) Rafael Tolói (Goiás)
A campanha surpreendente do time esmeraldino não durou muito tempo, mas trouxe à tona alguns bons jovens jogadores. Tolói é um deles. Conseguiu destaque a ponto de ter sido titular da Seleção no Mundial Sub-20. Olho nele!

Acesse a ficha técnica de Rafael Tolói

7º) Felipe Menezes (Goiás)
O meia é outro importante talento que veio de Goiânia. É uma pena que os diretores tenham entendido que não precisavam dele após a chegada de Fernandão. Felipe foi para o Benfica e os esmeraldinos caíram de produção. Não foi à toa.

Relembre: “Dois lados de um jovem”

8º) Jóbson (Botafogo)
Rápido e habilidoso, vai ficar marcado pelos gols que fez contra São Paulo e Palmeiras, já nas rodadas finais do Brasileirão. Precisa melhorar em alguns fundamentos, mas os tentos anotados recentemente mostraram que ele tem evoluído na finalização pelo menos. Vai para o Cruzeiro em 2010.

Relembre: “O novo ‘capetinha'”

9º) Marquinhos (Inter)
A ascenção do meia-atacante aconteceu no momento errado, quando o Inter já passava por uma fase irregular. A troca de técnico o atrapalhou ainda mais, mas ele mostrou que pode sair do banco de reservas, ser útil para o Colorado e confirmar as grandes expectativas formadas pelo seu futebol desde as categorias de base.

Relembre: “Olho na surpresa do Inter”

10º) Neto Berola (Vitória)
Dribles eficientes e muita velocidade renderam ao atacante até uma comparação com Nilmar. Pode ser um exagero, claro, mas ele teve boas atuações e já virou alvo da Traffic, apesar de ter sido reserva em algumas das últimas rodadas do Brasileirão 2009.

Relembre: “O ‘novo Nilmar'”

11º) Augusto (Avaí)
Foi só ele chegar na Ressacada pro time do Avaí subir de produção. A estreia do jovem zagueiro foi um dos pilares da arracanda do seu time no Brasileirão e mostrou qualidades para concretizar a surpreendente campanha do Leão da Ressacada.

Relembre: “Olho no jovem do Leão” 

Outros bons nomes que apareceram, mas sem tanto destaque, foram Oscar e Dênis (ambos do São Paulo), Dalton e Dieguinho (ambos do Fluminense), Kieza e Maicon (ambos do Fluminense), Manoel (Atlético-PR), Mário Fernandes (Grêmio) e Douglas (Goiás). Olho em todos eles!!!

Read Full Post »

OLHO NELE

Diego Renan

Diego Renan

Time: Cruzeiro
Posição: Lateral-esquerdo/ direito
Idade: 19 anos
Altura: 1,72 m
Peso: 71 Kg

Não é raro ver jogadores discretos das categorias de base virarem destaques quando sobem para os profissionais. Esse foi o caso de Diego Renan, do Cruzeiro. Um jovem que não era badalado desde cedo, mas que tem mostrado um ótimo potencial para o futuro.

A Raposa utilizou vários jovens jogadores durante o Brasileirão 2009, até por dar prioridade para a Libertadores. Dentre eles, poucos se destacaram e apenas Diego Renan se firmou: com a saída de Gerson Magrão para o futebol ucraniano, a lateral-esquerda ganhou um novo dono da posição.

Em campo, Diego fez um belo gol contra o Santo André, foi um dos melhores em campo contra o São Paulo e participou bem da importante vitória contra o Inter, na última rodada.

Com toda essa rápida ascenção, já começam a surgir comparações, como sempre acontece: há quem garanta que o jovem tem um futebol parecido com o de Nonato, ídolo do Cruzeiro da década de 90, que também jogava pelo lado esquerdo do campo, apesar de ser destro.

Diego Renan foi convocado para a seleção brasileira sub-20, mas o Cruzeiro pediu dispensa e o jogador foi liberado. Então ele vai ficar em BH para tentar provar o quanto evoluiu recentemente, mesmo sem nunca ter sido uma grande aposta das categorias de base. Será que ele consegue? Olho nele!

Acesse a ficha técnica de Diego Renan.

Read Full Post »

TOP 11

Não é fácil apontar as principais revelações do Brasileirão 2009. Dessa vez, infelzimente, não é pelo excesso de opções, muito pelo contrário.

Poucos jogadores foram realmente revelados no campeonato até agora. Até temos ótimos talentos jovens em campo, como Willians, Ganso, Sandro, Adilson, Thiago Humberto e outros. Mas a maioria foi revelada já nos campeonatos estaduais.

Mesmo assim, o Opiniões em Campo se esforçou e conseguiu lembrar de 11 jogadores que começaram a se destacar no Brasileirão desse ano e merecem atenção para o 2º turno:

1º) Fernandinho (Barueri)
É o grande jogador de uma das surpresas do campeonato. No Barueri, joga pela ponta esquerda, se aproveita dos fracos laterais-direitos do Brasil e faz a festa. Já é disputado por quase todos clubes grandes do Brasil.
Leia: “Olho na revelação do Brasileirão”

2º) Felipe Menezes (Goiás)
Outro talento revelado em um time surpreendente. O jovem meia do Goiás ainda apresenta irregularidades, mas empolga quando joga bem é, com bons chutes e boa visão de jogo.
Leia “Dois lados de um jovem”

3º) Jucilei (Corinthians)
O jogador do Corinthians não tem atuado como rende melhor, mas mesmo assim conseguiu destaque. Ele jogou poucas vezes como 2º volante, chegou a atuar na lateral-direita, mas impressiona com sua força física, velocidade e boa chegada no ataque.
Leia também “O ‘novo Elias?'”

4º) Souza (Palmeiras)
O jovem volante foi lançado em um jogo decisivo de Copa Libertadores. Mostrou personalidade e ganhou espaço rapidamente. Já recebeu elogios de Muricy e Luxemburgo, que realmente se justificam em campo.
Leia também “O ‘novo Ferrugem'”

5º) Giuliano (Inter)
Era um meia a ser observado para o futuro desde que saiu do Paraná, mas demorou a se firmar. O sucesso surgiu nas últimas rodadas, nas quais ele tem convecido Tite a não usar 3 volantes no time novamente. Será que ele continuará em alta?
Leia também: “Olho em mais um jovem colorado”

6º) Augusto (Avaí)
Coincidência ou não, o time de Silas não perdeu sequer um jogo desde que o jovem zagueiro estreou. Contratado junto ao Young Boys, da Suíça, ele é um dos pilares da evolução surpreendente do Leão da Ressacada no Brasilerão.

7º) Diego (Corinthians)
Corre o risco de ser queimado por causa insistência de Mano Menezes em improvisá-lo como lateral. Ele não tem a menor capacidade para atuar nessa posição, mas pode ser um importante zagueiro que faz o simples muito bem.
Leia “O feijão com arroz corintiano”

8º) Dênis (São Paulo)
Com as lesões de Bosco e Rogério Ceni, o ex-goleiro da Ponte Preta teve suas chances e mostrou que, apesar de ainda não estar pronto e cometer algumas falhas, pode realmente ser importante para o futuro.

9º) Diego Renan (Cruzeiro)
Trata-se de um polivalente jogador realmente interessante, daqueles que recebem oportunidades em momentos difíceis e mostram personalidade. Ainda deve crescer muito de rendimento no 2º turno.

10º) Kieza (Fluminense)
Não é fácil se destacar em um time tão ruim. Mesmo assim, ele já conseguiu fazer 5 gols e mostrou qualidades. Com a volta de Fred, ele pode ir para o banco, mas é preciso ter calma com essa decisão. Roni é tão melhor que ele? Será?

11º) Rafael Tolói (Goiás)
Ainda é um tanto inconstante e precisa evoluir até fisicamente. Mas tem apenas 18 anos e já é uma peça importante na boa campanha do Goiás até aqui. Tem seu valor, mas ainda pode crescer nesse Brasileirão.

Fiquem à vontade para discordar bastante. Listas servem para isso. Esqueci de algum nome?

Read Full Post »