Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Donovan’

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Barcelona – Filipe Luís (LE-La Coruña) – Seria ótimo para o time espanhol, que teria uma opção para fortalecer seu apoio ofensivo pelo lado esquerdo.

Bayern de Munique – Fábio Coentrão (LE-Benfica) – O custo de Coentrão está alto demais, mas, caso ele vá para a Alemanha, o time de Munique teria uma das melhores duplas de laterais do mundo.

Chelsea – Ramires (V-Benfica) – O esquema tático do time inglês pode precisar de três volantes em campo, então o brasileiro poderia teria e usaria sua velocidade para dar certo no rápido futebol inglês.

Chelsea – Schweinsteiger (V-Bayern de Munique) – Fez uma Copa do Mundo impressionante e certamente seria uma ótima contratação para qualquer clube do mundo.

Juventus – Dzeko (A-Wolfsburg) – Pode até não brilhar tanto quanto na Alemanha, mas provavelmente seria melhor do que Amauri e Iaquinta.

Manchester City – Daniel Alves (LD-Barcelona) – É muito superior a Zabaleta e Micah Richards. Mesmo se for caro, deve fazer valer o dinheiro investido.

Manchester United – Neuer (G-Schalke 04) – É jovem, mostrou talento na Copa e pode ser preparado para substituir Van der Saar no futuro.

Manchester United – Sneijder (M-Inter de Milão) – Foi um dos melhores jogadores da última temporada na Europa e, mesmo que saia caro, vale a pena, pois poderia ser peça fundamental para o time inglês voltar aos títulos.

Milan – Ibrahimovic (A-Barcelona) – O sueco não brilhou no futebol espanhol, mas está mais do que acostumado a fazer a diferença na Itália.

Milan – Luis Fabiano (A-Sevilla) – O time italiano poderia investir em alguém mais novo, mas o brasileiro deve dar conta do recado.

Real Madrid – Khedira (V-Stuttgart) – O time já tem uma boa dupla de volantes, com Lass e Xabi Alonso, mas o jovem alemão sabe marcar e chegar ao ataque como poucos, podendo até virar titular.

TANTO FAZ…

Arsenal – Wright Phillips (M-Manchester City) – Os Gunners já têm Arshavin e Nasri, que podem jogar pelas pontas, mas contar com mais uma boa opção de velocidade seria razoável.

Barcelona – Luis Suárez (A-Ajax) – Chegaria para ser reserva e teria que provar que pode se destacar em um campeonato mais difícil do que o Holandês.

Barcelona – Van der Wiel (LD-Ajax) – É bom jogador, mas só seria reserva de Dani Alves.

Juventus – Elano (M-Galatasaray) – No máximo pode ser um bom coadjuvante na reconstrução do elenco da Juventus.

Liverpool – Van der Vaart (M-Real Madrid) – O holandês está longe de ser um jogador decisivo, mas pode completar bem o elenco do time inglês.

Manchester City – Donovan (M-LA Galaxy) – Fez uma boa Copa do Mundo e está no auge, mas só conseguiria ser uma boa opção no banco de reservas.

Milan – Robinho (A-Santos) – Não consigo acreditar que o brasileiro daria certo no futebol italiano, mas ele  tem talento e pode aproveitar chances na nova equipe do técnico Allegri.

CAI FORA!

Arsenal – Felipe Melo (V-Juventus) – A sorte do time inglês é que lá já existem volantes de qualidade que certamente fariam o “queridinho de Dunga” jogar com menos frequência.

Barcelona – Alexandre Pato (A-Milan) – Não seria bom para nenhum dos dois lados, já que o clube gastaria para trazer um atacante que provavelmente ficaria no banco de reservas, mesmo com a possível saída de Ibrahimovic.

Liverpool – Gago (V-Real Madrid) – Só faria algum sentido se realmente Mascherano sair do time, mas ainda assim seria uma queda de qualidade.

Manchester City – Balotelli (A-Inter de Milão) – É temperamental demais e não vale a pena, principalmente pelo valor que tem sido especulado: 40 mi de euros.

Manchester City – Podolski (A-Colônia) – Ele não fez uma Copa tão boa e o time inglês não precisa tanto de mais opções para o ataque.

NÃO ENXERGAM?

Honda (M-CSKA Moscou) – O versátil japonês brilhou na Copa e já tinha feito bons jogos na Rússia. Pode ser uma boa opção para  completar o elenco de vários times grandes da Europa.

Read Full Post »

Estados Unidos 1 x 2 Gana foi um jogo incrivelmente equilibrado. Uma das melhores partidas da Copa, sem dúvidas. A equipe africana saiu com a vitória por 2 a 1 e uma das explicações para isso é bem simples: o preparo físico dos ganenses fez a diferença.

Para perceber isso basta lembrar da fase de grupos: os Estados Unidos saíram duas vezes atrás do placar – contra Inglaterra e Eslovênia – e tiveram que correr atrás do resultado. De forma competente, conseguiram.

Mas a consequência disso ficou evidente neste sábado, contra Gana. Uma hora o heroísmo acabou por falta de energia, afinal futebol não é Hollywood, em que os mocinhos parecem infalíveis e eternos.

O jogo entre EUA e Gana foi para a prorrogação e claramente faltou pernas para Donovan e companhia. Faltou gás para correr atrás de Gyan. Faltou oxigênio para ser mais criativo e tentar algo além de cruzamentos em busca do empate.

Vale recordar também que o último jogo de Gana na primeira fase foi contra a Alemanha, em uma partida na qual as duas equipes jogaram com um ritmo lento no 2º tempo, já que estavam mais preocupadas com o que acontecia no duelo entre Austrália e Sérvia. Sendo assim, era normal que os ganenses sobrassem fisicamente em campo contra os EUA.

Agora a situação se inverteu: com 30 minutos disputados a mais, Gana vai enfrentar um Uruguai mais inteiro nas quartas de final. A missão normalmente já seria difícil para os africanos. Com esse cenário, a possibilidade da Celeste voltar às semifinais de uma Copa do Mundo só aumentam.

Read Full Post »

TOP 11

O Mundial Sub-20 começou na semana passada e a expectativa está voltada para a descoberta de novos talentos. Mas não são poucos os casos de fracassos, mesmo após boas participações na competição. E nem é preciso fazer a memória ir muito longe.

É possível fazer uma lista só com jogadores que se destacaram nos mundiais sub-20 dos últimos 10 anos, mas não conseguiram sucesso posteriormente.

Veja a lista dos fiascos:

1º) Giovanni dos Santos (Mundial de 2007)
O mexicano era tratado como “jóia rara” no Barcelona, mas até agora não conseguiu se firmar lá e nem em clubes menores, como o Tottenham e o Ipswich.

2º) Andrés D’Alessandro (Mundial de 2001)
Foi o grande destaque do título argentino daquela época, mas depois colecionou passagens apagadas pela Europa e agora também enfrenta problemas para brilhar no Inter.

3º) Landon Donovan (Mundial de 2001)
Já representou a chance de surgir um grande talento no futebol norte-americano, mas hoje é apenas um importante jogador do Los Angeles Galaxy.

4º) Edixon Perea (Mundial de 2003)
O colombiano, que hoje é apenas um reserva pouco utilizado do Grêmio, já foi um sinal de esperança para o futebol do seu país, que chegou em um surpreendente 3º lugar na competição quando ele foi bem.

5º) Javier Saviola (Mundial de 2001)
Depois de fracassar na Espanha, o argentino tenta reencontrar, no Benfica, o futebol que o levou a ser artilheiro da competição sub-20 há 8 anos atrás.

6º) Djibril Cissé (Mundial de 2001)
O francês passou por alguns bons momentos no futebol inglês, mas hoje está escondido na Grécia, no Panathinaikos, e não parece que vá ressurgir logo.

7º) Ryan Babel (Mundial de 2005)
Hoje não consegue sequer ser titular do Liverpool em posições que a concorrência não é tão forte: Riera e Benayoun disputam (e ganham!) mais chances do que a eterna promessa holandesa.

8º) Ismail Matar (Mundial de 2003)
O atleta dos Emirados Árabes foi eleito o melhor jogador da competição disputada em seu país, mas nunca conseguiu sair do futebol local e hoje é o camisa 10 do ‘glorioso’ Al-Wahda.

9º) Pablo Couñago (Mundial de 1999)
Foi artilheiro da competição sub-20, mas nunca conseguiu brilhar no futebol espanhol. Atualmente faz sucesso apenas no Ipswich Town, da Inglaterra.

10º) Daniel Carvalho (Mundial de 2003)
Viveu alguns bons momentos, chegou a ir para a seleção brasileira principal, mas não vingou. Uma passagem fracassada de volta ao Inter só mostrou como ele está abaixo das expectativas geradas há 6 anos atrás.

11º) Johannes Djourou (Mundial de 2005)
O zagueiro suíço chamou a atenção do Arsenal, mas não conseguiu se destacar no futebol inglês, já tendo acumulado até uma passagem discreta pelo Birmingham City por empréstimo.

É claro que várias outras estrelas reveladas viraram grandes nomes do futebol internacional. Mas isso não quer dizer que não devemos ficar com um pé atrás com essas revelações.

Read Full Post »