Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Emerson’

Corinthians campeão da Libertadores

Vem mais festa por aí!

Não se trata de mística. É muito mais do que “cara de campeão” ou “sorte de campeão”. O Corinthians tem futebol de campeão e é por isso que levantará o troféu da Copa Libertadores na semana que vem. É claro que essa certeza também vem por causa de detalhes, como a cabeçada de Viatri na trave, aos 46min do 2º tempo. Mas é impossível ignorar certos pontos fortes corintianos e as várias fraquezas dos argentinos.

O que mais chama atenção é a frieza do elenco corintiano. A maioria dos jogadores simplesmente não sentiu a pressão de jogar na Bombonera. O mais difícil, que é o começo de jogo, com a torcida explodindo e o adversário 100%, foi totalmente controlado pelo sistema defensivo do Corinthians. Depois, com a saída de Jorge Henrique, houve uma queda natural no nível na marcação. Mas nem com a ascensão do Boca os jogadores ficaram realmente abalados.

Esse ponto forte e decisivo vem por causa de dois fatores. O primeiro é a experiência. Afinal, jogadores como Alex, Danilo, Emerson e Chicão estão acostumados com decisão. Há ainda outros “cascudos”, como Alessandro, Fábio Santos e a melhor dupla de volantes do Brasil, Ralf e Paulinho. Por não depender de um jogador apenas, o Corinthians fica menos instável e consegue dividir tarefas, seja em uma situação boa, ruim ou péssima. Vimos todas elas na Bombonera nesta quarta-feira e nada mudou, por causa do conjunto.

Outro fator que fortalece o Corinthians é Tite. Desde o ano passado, o treinador conseguiu ter o elenco na mão de uma forma que poucos conseguem. É por isso que todos seus conhecimentos são aplicados tão bem em campo. Você pode ter um técnico bom e um ótimo elenco, mas os jogadores precisam ser obedientes para que dê certo. É isso que acontece no Corinthians. E nenhum outro clube na América do Sul funciona dessa forma.

Porém, como se não bastasse o Corinthians ser forte, o Boca é fraco. Mostrou isso também nesta quarta-feira. Não que falte qualidade ao time, mas não há diferenciais. Por vezes o Boca ainda aparenta ser um time em formação, sem ter certeza de que vá realmente evoluir. Depende de Riquelme, já que os outros bons jogadores, como Erviti e Mouche, por exemplo, não são decisivos. Santiago Silva, que parece o homem destinado a resolver tudo na frente, não tem talento para tanto.

Com esse cenário, que já era possível perceber antes do jogo desta quarta, o que poderia fazer a diferença era a Bombonera. Não fez. Já o Pacaembu lotado e incediado vai jogar a favor do Corinthians com certeza. Ninguém sentirá a pressão, por motivos já explicados acima. E na bola o Corinthians terá tudo para fazer seu tradicional 1 a 0, sem problemas, com poucos sustos e muita festa. Algo diferente disso irá surpreender demais. O Boca virou zebra.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Botafogo – Venceu o Atlético-GO por 3 a 2 e agora sonha até com o título. É realmente surpreendente, mas ainda não me convenceu. Deve ficar apenas com a quarta posição até o fim do Brasileirão. O que não é pouco para esse time…

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Goiás – Perdeu em casa para o Grêmio, por 2 a 0, e agora já está praticamente rebaixado. Normal. Quando Jorginho assumiu o time, isso já ficou evidente, como sempre opinei aqui.

TROFÉU HERÓI

Ricardo Berna – O goleiro, que até outro dia era a 3ª opção de Muricy Ramalho, evitou uma derrota do Fluminense contra o Internacional, com defesas incríveis.

TROFÉU VILÃO

Robinho e Emerson – Os jogadores do Avaí foram expulsos e facilitaram para que Ronaldo e Dentinho se consagrassem.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Caio – É uma revelação que merecia aparecer aqui até por tudo que ele fez no 1º semestre.

É um bom jogador, de boa técnica e muita velocidade, que marcou um dos gols da vitória do Botafogo contra o Atlético-GO.

VALEU O INGRESSO

Bruno César – Impressionou a precisão do chute que o meia do Corinthians acertou para abrir o placar no jogo contra o Avaí.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Ceará 2 x 2 Flamengo – A expectativa para o jogo era grande, pois poderia colocar o time vencedor em uma situação muito traquila.

Com o empate, ninguém se deu bem, mas a partida não decepcionou, com 4 gols e emoção até o final.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Guarani 0 x 0 Atlético-MG – Os dois times exibiram total falta de técnica, mostrando claramente o que os colocou na luta contra o rebaixamento.

DETALHE TÁTICO

Cruzeiro e São Paulo ofensivos – Foi interessante ver o jogo no qual os dois times resolveram arriscar, partiram para cima e buscaram a vitória.

O curioso é que o fator decisivo do jogo foi a defesa. Os zagueiros do São Paulo estiveram bem demais e deram a segurança necessária para o time atacar bem.

DETALHE DO TÉCNICO

Sérgio Soares – Colocou os sempre criticados atacantes Marcelo e Nieto em campo e eles fizeram a jogada do único gol da vitória do Atlético-PR contra o Palmeiras.

O FUTEBOL É INJUSTO

Cruzeiro prejudicado – O árbitro Nielson Nogueira Dias foi até afastado após errar em um lance que até um jogador do São Paulo, Ricardo Oliveira, admitiu que foi apitado incorretamente.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

São Paulo – Apesar do erro de arbitragem, é preciso reconhecer o tanto que o time tem evoluído desde a chegada de Carpegiani. Tem usado uma tática arriscada, mas que pode dar certo e colocá-lo na Copa Libertadores de 2011.

PAPO RETO

Palmeiras,

Incrível como foi acertada sua decisão de se concentrar na Copa Sul-Americana.

Pelo Brasileirão, com esse futebol abaixo do razoável, vai ser difícil conseguir até ficar na parte de cima da tabela. Já em um mata-mata tudo pode acontecer.

ACRÉSCIMOS

Corinthians x São Paulo – Que clássico ficou desenhado para a próxima rodada! Desde já, fica a expectativa para esse grande jogo, que com certeza será uma das principais partidas dessa reta final, seja qual for o resultado.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Inter – Com a participação decisiva do lateral Kléber, o Colorado venceu um jogo difícil contra o Grêmio-SP por 2 a 0 e fez a festa da torcida no Beira-Rio.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Palmeiras – Em casa, chegou a abrir 2 a 0 no placar, mas deixou o Cruzeiro aplicar a virada em apenas 45 minutos. Parece que o time de Felipão nunca vai conseguir uma sequência de bons jogos. É muito irregular.

TROFÉU HERÓI

Elias – O meia-atacante do Atlético-GO tem impressionado nas últimas rodadas. Balançou as redes duas vezes (fez inclusive um golaço!) na goleada contra o Vitória por 4 a 1 e já é o autor de 5 gols nos últimos 3 jogos da sua equipe.

TROFÉU VILÃO

Amaral – O volante do Goiás foi expulso ainda no 1º tempo e permitiu que o seu time, lanterna do Brasileirão, ficasse totalmente fragilizado diante de um poderoso Corinthians, que venceu por 5 a 1.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Casemiro – O volante do São Paulo é mais uma revelação da Copa SP de 2010 que tem despontado nesse Brasileirão. Contra o Atlético-MG, ele fez um gol e jogou bem. Seu companheiro de time, Marcelinho, também foi bem demais.

VALEU O INGRESSO

Júnior – O veteraníssimo lateral mostrou que ainda é útil e marcou um golaço, com um forte chute de esquerda, contra o Corinthians. Pena para ele que essa obra de arte virou apenas um gol de honra em mais um vexame do Goiás.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Atlético-MG 2 x 3 São Paulo – Era um jogo de times desesperados e não faltou emoção para quem já estava com os nervos à flor da pele.

Foram duas viradas em um jogo que serviu para separar bem quem vai lutar contra o rebaixamento até o fim e quem ainda deve subir algumas posições na tabela futuramente.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Flamengo 0 x 0 Santos – O jogo de despedida do Maracanã merecia um espetáculo melhor. Os times estão “em obras” e por isso não conseguiram balançar as redes, fazendo uma partida pouco animada no Rio de Janeiro.

DETALHE TÁTICO

4-4-2 do Fluminense – O time mudou seu esquema tático por causa do Deco, mas desde então não conseguiu convencer mais.

Não é o caso de voltar para o 3-5-2 por enquanto, mas Muricy terá trabalho para reencontrar o equilíbrio de um time que já estava montado e organizado.

DETALHE DO TÉCNICO

Cuca – Contra o Palmeiras, ele foi rápido ao colocar o meia Roger no lugar de um zagueiro já no intervalo. Com isso, ele pressionou o Palmeiras em busca da virada, que veio com gol de Farías, outro que saiu do banco para decidir.

O FUTEBOL É INJUSTO

Fluminense prejudicado – Houve um pênalti mais do que claro para o Tricolor carioca que não foi marcado no jogo contra o Guarani.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Atlético-PR – Com um gol no final do jogo, conseguiu vencer o Avaí em plena Ressacada. Mais surpreendente do que isso só a atual posição do Furacão na tabela: é o sétimo lugar do Brasileirão.

PAPO RETO

Vitória,

Acorda! O rebaixamento não está tão longe quanto parecia.

Você se empolgou demais com a boa participação na Copa do Brasil e parece que até agora não percebeu o risco que corre. A goleada sofrida contra o fraco Atlético-GO foi sintomática: caso não evolua, o perigo da queda é real.

ACRÉSCIMOS

Seleção do 1º turno – Segue a minha escalação dos melhores jogadores do Brasileirão até agora: Fábio; Patric, Alex Silva, Bolívar e Roberto Carlos; Arouca, Elias, Conca e Bruno César; Émerson e Kleber.

Faltam principalmente zagueiros e centroavantes que se destaquem. Mas o meio de campo é recheado de boas opções. Assim como o gol também. E a única certeza que fica é que muita coisa ainda deve mudar no 2º turno…

Read Full Post »

Quase todos tentaram. Poucos conseguiram. Assim pode ser definido o mercado da bola durante a Copa do Mundo. Afinal, muitas contratações foram feitas, mas poucas realmente reforçarão os times.

Por isso é preciso enaltecer quem conseguiu comprar bem e vaiar quem vacilou e fez maus negócios. Primeiro a lista das 11 melhores contratações durante a pausa para a Copa do Mundo:

1º) Rafael Sóbis (Inter)
É experiente, já jogou final de Copa Libertadores e vestiu a camisa da Seleção Brasileira. Voltou para casa e, mesmo que seu passado recente tenha sido ruim, tem tudo para dar certo no Colorado.

2º) Kléber (Palmeiras)
É outro que voltou ao lugar onde se sente melhor. Parece que nunca vai corrigir seu problema de indisciplina, mas ainda assim é diferenciado para os níveis brasileiros, então pode arrumar o ataque do alviverde paulista.

3º) Diego Souza (Atlético-MG)
Foi um dos principais jogadores do Brasileirão 2009, mas precisa ser mais decisivo se quiser tirar o Galo da zona de rebaixamento e colocá-lo na briga pela ponta da tabela.

4º) Renan (Inter)
É um dos melhores goleiros jovens do Brasil e deve resolver o problema que o Inter já tinha debaixo das traves há anos. Caso isso aconteça, vira candidato a uma vaga na Seleção da copa de 2014.

5º) Émerson (Fluminense)
Chegou desconhecido no Flamengo e conseguiu mostrar qualidade. Agora pode fazer uma dupla perigosa com Fred caso os dois se entrosem e se entendam, já que possuem características semelhantes.

6º) Montillo (Cruzeiro)
É sempre melhor ter cautela e esperar para ver como um “gringo” vai se adaptar ao futebol brasileiro, mas ele mostrou na Universidad do Chile que tem talento demais e características pouco vistas por aqui.

7º) Maicosuel (Botafogo)
O meia fez sucesso em 2009, mas apenas durante o 1º semestre. O torcedor do Glorioso já deveria ter aprendido que isso não é parâmetro. Maicosuel tem qualidade, mas ainda precisa provar muita coisa.

8º) Keirrison (Santos)
É outro que tem talento, mas só conseguiu sucesso de verdade em time mediano ou contra equipes pequenas. Se chegar com mais vontade de jogar do que quando estava no Palmeiras, pode render.

9º) Corrêa (Flamengo)
Pode não dar certo em meio ao tormento vivido pelo Rubro-Negro no momento, mas mostrou no Atlético-MG que ainda tem qualidade no passe e na bola parada. Não será decisivo, mas pode ser útil.

10º) Valencia (Fluminense)
É aquele típico volante marcador, mas esse marca como poucos. Sempre mostrou que sabia fazer isso no Atlético-PR e deve ganhar a vaga de titular no Flu ao longo do tempo.

11º) Éder Luis (Vasco)
Até agora só deu certo no Atlético-MG e ainda assim com ressalvas, pois nunca foi realmente decisivo. Até pode ajudar o Vasco na luta contra o rebaixamento, mas está longe de ser a peça-chave para isso.

Inter e Fluminense foram provavelmente os times que melhor se reforçaram durante a Copa do Mundo. A equipe carioca ainda acertou com Belletti, veterano, mas ainda útil , e pode anunciar o ótimo Deco a qualquer momento.

Outras boas contratações foram as apostas nos jovens Walysson (Cruzeiro), Leonardo (Inter), Tinga (Palmeiras), Mithyuê (Atlético-PR) e Jóbson (Botafogo).

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Flamengo – Rafael Sóbis (A-Al Jazira) – Tem sofrido com lesões no Oriente Médio, mas se voltar recuperado deve desequilibrar jogos para o Rubro-Negro.

Inter – Émerson (A-Al-Ain) – O “Sheik” sabe fazer gols e o Colorado precisa mesmo de alguém que brigue por posição com Alecsandro.

São Paulo – Ilsinho (LD-Shakhtar) – Como Cicinho não tem dado certo e ainda pode voltar para Roma, o Tricolor precisa mesmo de um outro bom ala ofensivo.

TANTO FAZ…

Flamengo – Deivid (A-Fenerbahçe) – Quase não jogou na última temporada turca, mas é bom jogador e pode se recuperar.

Flamengo – Jóbson (A-Brasiliense) – Ele merece uma 2ª chance para provar que não vai ser só mais um jovem a desperdiçar seu talento por questões extra-campo.

Flamengo – Renato Abreu (M-Al Shabab) – Não chegaria para desequilibrar, mas seria uma boa opção para o meio-campo do Fla, queprecisa de reforços urgentemente.

Flamengo – Walter Montillo (A-Universidad do Chile) – Tem brilhado na Copa Libertadores, mas sempre é melhor segurar a empolgação com estrangeiros, já que eles podem não se adaptar.

Grêmio – Éder Luis (A-Benfica) – Fez um bom Brasileirão 2009 pelo Atlético-MG, mas é limitado eo Tricolor nem precisa de mais um atacante. Seria melhor continuar a dar chances para seus jovens talentos.

Palmeiras – Fabio Aurélio (LE-Liverpool) – Ele convive com problemas por lesões frequentemente, mas, em forma, é um dosm elhores laterais-esquerdos brasileiros.

Vasco – Marquinhos (M-Palmeiras) – Foi um fiasco no Palmeiras, mas pode recuperar seu bom futebol dos tempos de Vitória caso mude de time.

CAI FORA!

Atlético-PR – Eli Sabiá (Z-Paulista) – Ele teve uma passagem fraca pelo Santos e já mostrou que não tem qualidades para se destacar na 1ª divisão.

Fluminense – Cléber Santana (M-São Paulo) – Não conseguiu mostrar um bom futebol desde que saiu do Santos para a Espanha, em 2007. É uma aposta arriscada demais.

Santos – Lauro (G-Inter) – Até costuma fazer boas defesas, mas é extremamente irregular, exatamente como Felipe, que hoje já irrita tanto os santistas.

Vasco – George Lucas (LD-Santos) – Ele até começou bem no Santos, mas logo virou reserva do mediano Pará. O time de Celso Roth até precisa de um lateral-direito melhor que Élder Granja ou o sempre contundido Fágner, mas esse está longe de ser o ideal.

NÃO ENXERGAM?

Álvaro (Z-Flamengo) – O experiente zagueiro arrumou a defesa do Flamengo campeão no ano passado e, à parte suas lesões, seria um reforço interessante para a maioria das equipes brasileiras.

Read Full Post »

Após os retornos bem sucedidos de Ronaldo, Adriano e Fred ao Brasil, a grande moda no país é tentar repatriar jogadores que estão em times europeus.

O boato que mais ganha força agora é o da volta de Robinho ao Santos. Mal no Manchester City, o atacante pode tentar se recuperar no clube que o revelou.

Mas é preciso cautela: nem todos jogadores que voltam da Europa conquistam o sucesso facilmente por aqui. Não é preciso voltar muito no tempo para lembrar de jogadores repatriados que viraram um fracasso:

1) Daniel Carvalho
Saiu do CSKA pra transformar o Inter em favorito no Brasileirão 2008, mas, fora de forma, só conseguiu esquentar o banco de reservas e voltou ao frio da Rússia.

2) Vágner Love
Vai receber uma segunda chance no Flamengo, mas a decepção com a camisa do Palmeiras foi grande demais para ser esquecida.

3) Émerson
O experiente volante saiu do Milan e, sob a proteção de Luxemburgo, chegou para brilhar no Santos. Fora de forma, as lesões logo vieram e impediram que ele conseguisse atuar regularmente no time. Agora está sem clube.

4) Mozart
Saiu do Reggina, da Itália, para reforçar o Palmeiras, mas praticamente não jogou e, com a mudança de treinador no time, logo voltou à Europa.

5) Eduardo Costa
Trata-se de um fracasso duplo: primeiramente ele foi para o Grêmio e não deu certo. O São Paulo tentou novamente e ele voltou a acumular atuações fracas. No final das contas ele foi negociado com o Monaco, da França, e rendeu um bom retorno financeiro. Já em campo…

6) Léo
Veio do Benfica para o Santos com toda a idolatria possível, gerada pelos títulos do passado. Só que a idade pesou, as lesões atrapalharam e ele não jogou com frequência na campanha discreta do Peixe no Brasileirão 2009.

7) Edmílson
Era para ser um dos líderes do Palmeiras no ano passado, mas sua forma física e a lentidão atrapalharam. Ficou esquecido no planejamento para 2010 e acertou a rescisão do seu contrato. Agora procura um novo destino.

8) Maxi López
Saiu do FC Moscou, fez seus gols e chegou a ser querido pela torcida, mas saiu pela porta dos fundos, sem títulos e sequer uma campanha decente no Brasileirão 2009.

9) Edu
O ex-são paulino fez sucesso no Bétis por algum tempo, então era esperado que no Inter ele chegasse para fazer a diferença. Só que, também atrapalhado por uma lesão, ele não conseguiu virar titular. Pode se recuperar em 2010, mas vai ter trabalho para recuperar o prejuízo.

10) Fabinho
Estava no Toulouse, da França, quando o Corinthians resolveu repatriá-lo. Chegou para ser titular na Série B, mas nem isso conseguiu, pois Cristian logo lhe roubou a vaga. Foi para o Cruzeiro e também continua no banco, sem grandes chances para brilhar em 2010.

11) André Lima
Fez sucesso no Botafogo em 2007, despertando o interesse do Hertha Berlim imediatamente. Não foi bem na Alemanha, mas o São Paulo ainda confiou no jogador. Ele voltou para ser campeão brasileiro em 2008, mas sendo pouco utilizado. Ainda voltou para o Botafogo, só que não reencontrou mais a boa fase de outros tempos.

A lista não pára por aí, mas esses são os casos recentes mais emblemáticos. Em 2010, uma nova safra de jogadores tentarão não engrossar ainda mais essa relação de repatriados que fracassaram no Brasil: Roberto Carlos, Edinho e Rafael Carioca são alguns exemplos.  Veremos o que eles farão!

Read Full Post »

TOP 11

O Brasileirão 2009 pode ser considerado o campeonato das surpresas, tanto em relação aos times quanto no que diz respeito a atuação de alguns jogadores.

Teve um pouco de tudo. Craques esquecidos voltaram à tona, mas também aconteceu o inverso com frequência: atletas que chegaram com grandes expectativas em seus times e não conseguiram corresponder em campo.

Relembre todos na lista que mostra as maiores decepções do ano:

1º) Vágner Love (Palmeiras)
Quando chegou, podia ser a solução para o maior ponto fraco do seu time, o ataque. O alviverde era líder do Brasileirão, mas ele não fez sua parte, entrou em polêmicas e deixou de ser ídolo para ser vilão.

2º) Fernandão (Goiás)
Também chegou a um time alviverde que sonhava com o título, mas, fora de forma, provou que está longe de ser o meia-atacante decisivo de outro tempos.

3º) Taison (Inter)
Talvez tenha sido a principal revelações dos estaduais, mas fez pouco pelo Colorado no Brasileirão, virando até reserva em alguns jogos da reta final.

4º)
Ricardinho (Atlético-MG)
Chegou ao Galo para resolver os problemas de criação do time e até fez bons jogos. Só que veio a campanha decadente na reta final e ele chegou a esquentar o banco de reservas também.

5º) Borges (São Paulo)
Foi decisivo no título de 2008 e era esperado que ele repetisse a dose dessa vez. Mas foi exatamente o contrário, pois ele arrumou confusões desnecessárias e sairá do tricolor paulista sem deixar muitas saudades.

6º) Kléber Pereira (Santos)
Em 2008, chegou a levar o Peixe nas costas. Em 2009, passou longe disso, sem gols e com muitas vaias na Vila Belmiro.

7º) Emerson (Santos)
Dono de uma carreira invejável e respeitado na Europa, o volante teria tudo para sobrar no Brasil. Quando chegou, envolveu-se em uma polêmica. Enquanto jogou, não fez nada demais. Depois ainda veio uma lesão e o fim do seu contrato.

8º) Dentinho (Corinthians)
Foi um dos maiores exemplos de falta de motivação do seu time. No final, ainda perdeu lugar para Defederico e deve começar o centenário corintiano fora do time titular.

9º) Dênis Marques (Flamengo)
Chegou para ser o companheiro de Adriano no ataque, mas logo mostrou que não conseguiria fazer, em um time grande, o que tinha feito no Atlético-PR.

10º) Léo (Grêmio)
Foi um dos melhores zagueiros do Brasileirão 2008, mas virou reserva de Rafael Marques com a adoção do 4-4-2 de Paulo Autuori durante a temporada de 2009. Agora deve ser negociado com outro time brasileiro.

11º) Madson (Santos)
Com um time mais arrumado, conseguiu se destacar no estadual. O problema é que no Brasileirão ele caiu de produção, junto com todo o elenco do Peixe.

E agora, quem vai dar a volta por cima? Será que, em 2010,  algum deles vai sair dessa lista ingrata e brilhar na relação de melhores do ano? Não duvide! Afinal, o Brasileirão sempre nos traz muitas surpresas…

Read Full Post »

TOP 11

Um “monstro” chamado mercado de bola levou alguns dos melhores jogadores para longe do Brasil durante a disputa do nosso campeonato nacional.

Alguns deles nem farão falta, mas existem aqueles que deixarão muitas saudades em seus times. Veja a lista dos principais:

1º) Maicosuel (Hoffenheim)
Era o diferencial do Botafogo no começo do ano, mas saiu, foi substituído pelo fraco Lúcio Flávio e o time agora corre sérios riscos de ser rebaixado.

2º) Ibson (Spartak Moscou)
Até agora o Flamengo não encontrou um substituto para ele e o time continua fazendo uma campanha irregular no Brasileirão.

3º) André Santos (Fenerbahçe)

O Corinthians dependia de suas jogadas ofensivas e Mano Menezes ficou sem peça de reposição para colocar em seu lugar.

4º) Ramires (Benfica)
O Cruzeiro ficou mais lento e menos surpreendente sem ele, mas, com dificuldades, já começa a encontrar outras formas de jogar.

5º) Douglas (Al Wasl)
Há quem acredite que Defederico fará com que os corintianos esqueçam dele, mas não vai ser fácil achar alguém que tenha as suas características.

6º) Internacional – Nilmar (Villarreal)
Alecsandro já era um bom nome para substituí-lo, mas Edu também veio, então o time está bem servido. Mas Nilmar estava um nível acima e fará falta.

7º) Corinthians – Cristian (Fenerbahçe)

Era um volante superestimado, mas ver Moradei substituí-lo não deve ter sido fácil para o corintiano. Agora o que importa é que Marcelo Mattos deve até superá-lo em termos técnicos.

8º) Fluminense – Thiago Neves (Al Hilal)

Não estava jogando nada parecido com o que podia, é verdade, mas seria muito bem vindo de volta em um time com tantos problemas.

9º) Émerson (Al Ain)
Ainda é preciso ver o quanto Dênis Marques jogará em seu lugar, mas fazia uma boa dupla de ataque com Adriano.

10º) Wagner (Lokomotiv)

Tem grande qualidade, mas Adilson Baptista rapidamente achou seu substituto: o experiente lateral-esquerdo Gilberto.

11º) Felipe Menezes (Benfica)
Se o Goiás queria se manter no topo da tabela, precisava de um elenco mais forte. Mesmo na reserva de Fernandão, o jovem meia poderia ser muito útil.

Veja a lista completa dos principais jogadores que saíram durante o Brasileirão no Blog do PVC

Read Full Post »

OLHO NELE

Augusto, do Avaí

Augusto

Clube: Avaí
Posição: Zagueiro
Idade: 23 anos
Altura: 1,87 m
Peso: 78 Kg

Pode ser apenas uma coincidência, mas não acredito nisso: o Avaí não perdeu sequer um jogo no Brasileirão 2009 desde que o jovem Augusto fez sua estreia no time.

É claro que ele não é o principal responsável pela campanha surpreendente do Leão da Ressacada até aqui. Existem vários outros fatores envolvidos. Mas o jovem defensor tem contribuído demais com tudo isso.

Ele foi contratado junto ao Young Boys, da Suíça, time em que estava depois de ter se destacado no Mirassol, durante o Campeonato Paulista. O Santos chegou a tentar trazê-lo, mas a negociação não avançou.

No prêmio da Bola de Prata, da revista Placar, Augusto é uma das jovens surpresas na lista da sua posição. Está em sétimo e perde apenas para os experientes Réver, Miranda, Chicão e outros, além de Wallace, do Vitória, outra boa revelação.

Atualmente Augusto tem formado a defesa do Avaí com Emerson e Rafael. Entretanto, André Turatto, que era o titular no começo do ano, está perto de se recuperar de uma lesão. Duvido que Silas tiraria Augusto do time por causa disso, mas não deixa de ser uma possibilidade.

O técnico do Avaí deve ter visto que Augusto pode ser um zagueiro diferenciado e tem tudo para afastar a possibilidade de coincidência em sua invencibilidade até aqui.

Clique aqui e acesse a ficha técnica de Augusto

Read Full Post »

E SE FOR VERDADE?

Carlos Gil, repórter da Sportv, acaba de confirmar um boato: a troca de clubes entre Zé Roberto, do Flamengo, e Wellington Paulista, do Cruzeiro.

Parece que as diretorias já entraram em acordo e já nos fazem imaginar… se for verdade mesmo, quem levou a melhor neste negócio?

O Flamengo ganha um atacante melhor do que aqueles que estão lá hoje. Ainda não é solução, mas ao lado de Adriano pode ajudar mais do que Josiel, Emerson, Obina, etc…

Já o Cruzeiro ganha um meia habilidoso ou um atacante pouco eficiente. Como armador, Zé Roberto rende melhor. Mas nesta posição a Raposa já tem gente que está um passo a frente: Wagner e talvez até o jovem Bernardo.

Então a conta é bem simples: o Fla ganha um provável titular razoável. O Cruzeiro só leva um reserva, que ainda tem costume de conturbar ambientes.

Para os cruzeirenses, era melhor que fosse mentira.

Read Full Post »