Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Fábio Costa’

O ORGULHO DA TORCIDA

Vitória – Bateu o Avaí por 3 a 0 e mostrou que, com Ricardo Silva no comando técnico de volta, pode se livrar do rebaixamento com mais tranquilidade.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Goiás – Perdeu até para o Atlético-GO e segue comprovando que a escolha por Jorginho foi extremamente arriscada. O rebaixamento etá cada vez mais nítido.

TROFÉU HERÓI

Jucilei e Elias – É impressionante o que essa dupla tem feito pelo Corinthians. Difícil é dissociá-los e eleger quem está melhor no Brasileirão 2010. Foram fundamentais em todos sentidos na vitória por 3 a 2 contra o Santos.

TROFÉU VILÃO

Fábio Costa – Sua enésima falha em um gol de Carlinhos abriu espaço para a goleada do Fluminense, que resultou na esperada demissão de Vanderlei Luxemburgo.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Elkeson – O meia-atacante do Vitória fez um belo gol e, mesmo jogando mais recuado às vezes, foi importante no jogo contra o Avaí. É uma da boas revelações desse Brasileirão 2010.

VALEU O INGRESSO

Carlinhos – Coroou sua excelente atuação com um gol de velocidade e habilidade na goleada contra o Atlético-MG.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Santos 2 x 3 Corinthians – Foi uma partida cheia de reviravoltas, bons duelos táticos e interessantes destaques individuais. E praticamente excluiu mais um candidato ao título. Que jogo!

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Grêmio-SP 0 x 1 Palmeiras – Juntos, os times tiveram apenas duas chances de gol no 1º tempo. É claro que não melhorou muito na 2ª etapa, fazendo o jogo ser um dos mais entediantes desse Brasileirão.

DETALHE TÁTICO

Goiás no 4-3-3 – Jorginho apostou em um estilo ofensivo para enfrentar o Atlético-GO, mas deixou a equipe toda torta e bagunçada em campo. Resultado: derrota por 3 a 1 que só gera mais preocupações no Esmeraldino.

DETALHE DO TÉCNICO

Sergio Baresi – Promoveu a entrada de Ricardo Oliveira no 2º tempo e, em um lance de oportunismo, o atacante decretou a vitória apertada do São Paulo contra o Guarani.

O FUTEBOL É INJUSTO

Santos prejudicado – Houve um impedimento no lance decisivo do clássico contra o Corinthians. É um lance que precisa ser registrado, mas não dá para condenar o árbitro ou seu assistente pelo engano.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Flamengo – Não imaginava que o Flamengo arrancasse sequer um empate contra o Grêmio, no Olímpico. Ainda mais com gols de Kléberson e Petkovic

PAPO RETO

Luxemburgo,

Fica tranquilo.

Você caiu fora, mas deixou seu tão falado “projeto” de colocar o Galo na Série B bem encaminhado.

ACRÉSCIMOS

Atlético-PR – Estou realmente surpreso com a campanha do Furacão.

Era uma das minhas apostas para o rebaixamento, mas, com um táticas simples e jovens jogadores, o time está perto de chegar até no G3. Não confio que irá tão longe, mas não duvido mais do Atlético-PR.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Flamengo – Venceu o clássico contra o Botafogo por 1 a 0 e superou, pelo menos em um primeiro momento, a turbulência vivida na Gávea.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

São Paulo – Em pleno Morumbi, foi derrotado pelo Avaí por 2 a 1 e mostrou pouca evolução após um mês de treinos.

TROFÉU HERÓI

Diego Tardelli – Fez dois gols na vitória apertada do Galo contra o Atlético-GO.

TROFÉU VILÃO

Egídio – O lateral-esquerdo do Vitória fez o gol contra que decretou o empate entre o seu time o Grêmio, por 1 a 1, no jogo que poderia ser uma das principais surpresas da rodada.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Tinga – Aos 19 anos, o meia estreou pelo Palmeiras poucos dias depois de ser apresentado e, com sorte, já marcou seu primeiro gol. Tem tudo para evoluir com confiança e ganhar espaço no time.

Além dele, o Vasco estreou 4 bons jovens jogadores (Carlinhos, Rômulo, Allan e Jonathan) e o Corinthians também testou o meia William Morais, que pareceu ter talento.

VALEU O INGRESSO

Ewerthon – Com um chute forte e colocado no ângulo, ele abriu o placar na importante vitória do Palmeiras contra o Santos.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Atlético-MG 3 x 2 Atlético-GO – O Galo começou bem o seu projeto para sair da zona do rebaixamento, mas passou por algum sufoco para atingir isso.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Goiás 0 x 0 Vasco – Os dois times mostraram que não podem ter muitas ambições no Brasileirão 2010, pois fizeram um jogo de pouca técnica e emoção.

DETALHE TÁTICO

Cruzeiro com dois meias – Cuca escalou Gilberto e Roger juntos e o time conseguiu vencer o Atlético-PR fora de casa. Pode não ser a melhor tática para a Raposa, mas o técnico ganhou uma opção interessante.

DETALHE DO TÉCNICO

Rogério Lourenço – O técnico do Flamengo colocou o atacante Paulo Sérgio em campo e o jovem atacante decidiu o clássico contra o Botafogo. Sorte? Acredito pouco nisso…

O FUTEBOL É INJUSTO

Fluminense merecia mais – Dominou totalmente o jogo contra o Grêmio-SP, mas demorou para definir a partida e sofreu o empate no final. Resultado este que custou a liderança do Brasileirão 2010 para o time carioca.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Vitória – Não é fácil enfrentar o Grêmio no Olímpico, mas por pouco o time baiano não saiu com 3 pontos no jogo contra o time gaúcho.

PAPO RETO

Guarani,

E os reforços?

Quase todos os times do Brasileirão 2010 contrataram durante a pausa para Copa do Mundo. Mas você, Bugre, que precisava bastante, pouco se mexeu.

Dessa forma, foi mais do que justa a vitória do Inter, em Campinas, em noite de boa atuação do volante Sandro.

ACRÉSCIMOS

Fábio Costa – Todos sabem que ele é irregular e falha demais. Mesmo assim, foi curioso ver mais um goleiro do Atlético-MG falhar e mostrar que o eterno problema do time com jogadores dessa posição deve continuar existindo.

E eu ainda fui cornetado por não colocá-lo entre as melhores contratações dos times brasileiros durante a Copa…

Read Full Post »

Header Direto das Bancas

"O pôquer dominou o futebol", reportagem da revista Placar de outubro de 2009

A edição 1335 da revista Placar traz como principal destaque uma grande e chamativa reportagem sobre a nova mania entre os jogador

“O pôquer dominou o futebol” desanima logo no começo, pois os repórteres Bernardo Itri e Ricardo Perrone logo avisam que a reportagem “tentou falar com todos, inclusive Luxemburgo, mas não obteve sucesso”.

Mas isso acontece, tudo bem, é preciso seguir em frente, ler e analisar todo o texto. Nele, as apostas dos atletas em vários tipos de jogos são relatadas, mas pouco é mostrado sobre o jogo de cartas.

Existem várias histórias de atletas que apostam poucos valores no pôquer, como Diego Souza, que não deixa ninguém perder mais do que 300 reais no Palmeiras; ou Rogério Ceni, que brincar mais na internet e perde, no máximo, 100 dólares.

O caso que realmente chama a atenção é o de Vanderlei Luxemburgo. Segundo uma fonte da Placar, “diretores do Palmeiras reclamavam que Luxemburgo se dedicava muito ao carteado”, mesmo que os duelos acontecessem apenas nas suas folgas.

Isso porque o técnico comandava menos treinos para poder viajar ou jogar por longas madrugadas. Especula-se que ele já chegou a perder até mesmo 20.000 reais na mesa.

Fotos de Luxemburgo jogando pôquer na Argentina já caíram na internet

Fotos de Luxemburgo jogando pôquer na Argentina já caíram na internet

Esse é o grande perigo do pôquer. Trata-se de um jogo viciante, que precisa ser controlado para não deixar de ser só um passatempo das concentrações.

Não faltam exemplos de problemas por causa dos jogos: há quem diga que Fábio Costa, por exemplo, já teria tentado quebrar um taco de sinuca em Diego e Robinho em outros tempos.

A reportagem da Placar dá a impressão que a grande maioria dos jogadores se protege muito bem disso tudo. Mas quem acredita fielmente nisso?

Read Full Post »

TOP 11

A revista Placar divulgou neste mês o ranking dos salários do futebol brasileiro.

Trata-se de uma reportagem interessante, mas com uma lista cheia de absurdos. É até difícil acreditar que alguns times paguem tanto para certos jogadores.

Para deixar claro como estes salários são inacreditáveis, o Opiniões em Campo fez um levantamento dos jogadores com os piores custo-benefícios da atualidade:

1º) Leandro Amaral – Fluminense (280 mil)
De longe, o pior. A reportagem mesmo diz: “cada jogo dele em 2009 custou 200 mil”.

2º) Edmílson – Palmeiras (240 mil)
Outro que pouco joga para fazer jus ao seu salário.

3º) Washington – São Paulo (220 mil)
Recebe apenas 10 mil a menos que o ídolo Rogério Ceni

4º) Léo – Santos (200 mil)
Mais um que recebe tudo isso para ficar no departamento médico.

5º) Fábio Costa – Santos (200 mil)
Ganha o mesmo que Ceni e Marcos para causar confusões nos vestiários

6º) Souza – Corinthians (175 mil)
Direto da reportagem: “Cada gol dele custou 437 mil”.

7º) Kléber Pereira – Santos (174 mil)
Há quem diga que ele recebe 300 mil. Tudo isso para perder inúmeros gols na cara do goleiro.

8º) Mozart – Palmeiras (140 mil)
Jogou pouco, mas já mostrou que não vale tudo isso.

9º) Acosta – Náutico (120 mil)
O pior é que o Corinthians ainda paga 62,5 mil para ele jogar em Recife.

10º) Alex Mineiro – Grêmio (120 mil)
Quando não está lesionado, apenas esquenta o banco.

11º) Obina – Palmeiras (110 mil)
Pouco importa se chegou agora. Mostrou que não merece tudo isso desde os tempos de Flamengo.

E a reportagem ainda traz outros casos absurdos sobre os salários de técnicos (Dorival Júnior ganha mais do que o Muricy Ramalho) e de jogadores fora do Brasil (Ronaldinho Gaúcho recebe o mesmo que Gerrard).

Passou da hora dos clubes reverem seus conceitos sobre custo-benefício.

Read Full Post »

TOP 11

A lista dos 50 melhores goleiros do mundo, elaborada pela revista Trivela e já comentada aqui no Opiniões em Campo, voltou a chamar minha atenção. Desta vez por um motivo inusitado: A presença de goleiros pouco confiáveis.

Eles possuem qualidades inegáveis, às vezes fazem defesas impressionantes e mostram técnica embaixo das traves. Mas aí vem uma bola fácil e… gol!

Em homenagem à estes personagens folclóricos do futebol, o Opiniões em Campo elaborou a lista dos melhores goleiros frangueiros. Em parenteses, coloquei a posição deles na lista feita pela Trivela.

1º Dida – Milan (10º)
Começou a frangar demais nos últimos anos e virou até reserva no Milan, mas é bom goleiro.

2º Lehmann (9º)
Goleiro de carreira instável que viveu só um grande momento no Arsenal.

3º Ricardo – Bétis (35º)
Outro que já teve fases muito boas, mas hoje não inspira confiança mesmo.

4º Doni – Roma (28º)
Ganhou seu espaço na Itália, mas será eternamente questionado no Brasil.

As falhas costumeiras de Doni são pra envergonhar qualquer um mesmo

As falhas costumeiras de Doni são pra envergonhar qualquer um mesmo

5º Dudek – Real Madrid (45º)
Nunca fez nada além da participação decisiva na Liga dos Campeões de 04/05.

6º Valdés – Barcelona (14º)
Não dá nem pra acreditar que um timaço como o Barcelona se contente com ele.

7º Gomes – Tottenham (30º)
Contra o Manchester United, no último final de semana, fez o que sempre faz: defesas incríveis e falhas inacreditáveis.

8º Abbondanzieri (15º)
Extremamente supervalorizado na Argentina, é frangueiro demais.

9º Fábio Costa – Santos (50º)
Outro que mostrou no último final de semana todas suas credenciais, contra o Corinthians, com duas falhas, no mínimo.

10º Cevallos – LDU (21º)
Mesmo sendo decisivo na Copa Libertadores de 2008, falhou algums vezes. E antes teve carreira totalmente inexpressiva.

11º Leo Franco – Atlético Madrid (29º)
Esse nem os argentinos aguentam.

Read Full Post »

TOP 11

O torcedor brasileiro já até se acostumou: não adianta se empolgar com um bom jogador em seu time. Afinal, em breve ele será vendido e nem terá a chance de se tornar ídolo em seu clube.

Porém, existem ainda aqueles que lutam contra esta tendência e criam identidade com seus times. São poucos e, até por isso, serão lembrados nesta lista, que traz os últimos ídolos dos times brasileiros:

1º Marcos e Rogério Ceni – desde sempre no Palmeiras e no São Paulo
São os exemplos a serem seguidos neste quesito

Rogério Ceni e Marcos

3º Harlei – desde 99 no Goiás
O goleiro já completou uma década no Esmeraldino, quase sempre como titular

4º Clemer – desde 02 no Internacional
Nem que seja na reserva, passou por todas emoções no Colorado

5º Wagner – desde 04 no Cruzeiro
Saiu por 6 meses para o futebol árabe, mas ficou com saudades e voltou

6º Fabio Costa – desde 00 no Santos
Estava no título de 2002, foi para o Corinthians, mas logo voltou para o Peixe, em 2006

7º Índio – desde 05 no Internacional
Participou das principais conquistas da história do seu time

8º Magrão – desde 05 no Sport
Participou muito bem da principal conquista da história do seu time

9º Fábio – desde 05 no Cruzeiro
Já tinha jogado em 99 na Raposa e agora se firmou de vez

10º Obina – desde 05 no Flamengo
Fez gol do título da Copa do Brasil, título recente mais importante do Rubro-Negro

11º Juninho – desde 05 no Botafogo
Saiu para o São Paulo ano passado, mas não tem jeito: é a cara do alvinegro carioca!

Além deles, outros jogadores começaram, mais tarde, a criar uma identidade que pode se estender por mais tempo e também fazer história: Léo Moura, Vítor, Miranda, Pierre, Juan, Nilmar, etc…

Será que no futuro poderemos fazer um TOP20 sobre isso? Ou um TOP50? Torceremos…

Read Full Post »