Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Fábio’

Três falhas seguidas e um aviso: o futebol paulista está carente de goleiros. Julio César, Deola e Dênis erraram na fase decisiva do Estadual e trouxeram essa preocupação. Mas na verdade é apenas um um pequeno sinal de um problema muito maior: o futebol brasileiro está carente de goleiros. Esse aviso já pode ser feito inclusive à Seleção.

Depois de fazer poucos testes no começo do seu trabalho, Mano Menezes tem apostado em Julio César, da Inter de Milão-ITA, para ser o titular da posição. Mas ele já foi criticado e sempre surge a pergunta: se não for ele, quem será nosso goleiro na Copa de 2014? Por isso o Opiniões em Campo listou os 7 melhores jogadores para a posição. Confira:

7º) Diego Cavalieri (Fluminense)
Não voltou bem da Europa e domorou para se firmar. Mas antes disso, era um grande goleiro no Palmeiras e tem mostrado que não desaprendeu. Tem reflexo e agilidade de sobra para defender a Seleção. Só precisa de mais experiência

6º) Rafael (Santos)
Tem ganhado elogios por ser o melhor goleiro dos times paulistas. É bastante seguro, falha pouco e provavelmente disputará a Olimpíada, o que será um teste fundamental para mostrar que pode ser goleiro da Seleção

5º) Jefferson (Botafogo)
Talvez seja o reserva que tenha mais moral com Mano Menezes, até porque foi o goleiro mais convocado até aqui. Ainda vejo limitações técnicas em seu estilo de jogo, mas costuma fazer defesas incríveis e pode ganhar mais oportunidades em breve

4º) Fábio (Cruzeiro)
É o mais injustiçado dessa lista. Criou fama de frangueiro no começo da carreira, mas já evoluiu há anos e nunca ganhou os devidos créditos por isso. Com o Cruzeiro em má fase, ele tem trabalhado bastante e mostrado que poderia ser convocado mais vezes

3º) Victor (Grêmio)
Vinha em livre ascenção até viver um inferno atral no ano passado. Victor falhou diversas vezes, como nunca antes. Isso lhe deixou abalado, mas aos poucos ele se recuperou. Resta saber se isso não acabou com a confiança que Mano tinha nele

2º) Julio César (Inter de Milão-ITA)
Está muito desgastado porque viveu fase ruim na Inter de Milão e principalmente por causa de falhas marcantes na Seleção Brasileira. Mas ainda é sim um grande goleiro, com o bônus da experiência. Não acho que mantê-lo como titular seja um absurdo…

1º) Diego Alves (Valencia-ESP)
Mas chegou a hora de testar algo novo e diferente na Seleção Brasileira. Diego Alves é o nome certo para isso. Ele conseguiu ter uma carreira ascendente na Europa e, mais do que pênaltis, tem a técnica que pouquíssimos goleiros brasileiros têm atualmente

O pior problema é que as opções praticamente param por aí. Não há mais do que sete goleiros selecionáveis no Brasil atualmente. Dentro do País só exitem mais alguns nomes de pouca confiança e muita irregularidade, como Felipe (Flamengo) ou Fernando Prass (Vasco). Fora do Brasil, no máximo existem os medianos “portugueses” Artur Moraes (Benfica-POR) e Hélton (Porto-POR), além de Gomes, que virou reserva no Tottenham-ING.

O aviso está dado: precisamos de uma nova geração de goleiros urgentemente.

Falta 1 nome para a camisa 1

Falta 1 nome para a camisa 1

Anúncios

Read Full Post »

Rogério Ceni é um ídolo do São Paulo por mil motivos, mas um dos fatores que o fez atingir esse status com certeza foi o tempo que ele ficou no clube. – 21 anos Tudo isso logo em um momento em que é tão difícil ver jogadores permanecerem fiéis aos seus clubes. Atualmente apenas Marcos, do Palmeiras, pode ser comparado a Ceni nesse quesito.

Ceni, um dos mais fiéis
Ceni, um hors concours no assunto fidelidade ao time

Mas se procurarmos bastante ainda existem alguns outros casos semelhantes. Claro que não há ninguém que está há dez anos em um clube ou com quase 1000 jogos. Mas atualmente ver um jogador por cinco anos com a mesma camisa já é algo raro e bonito.

Há dois anos fiz o levantamento de quais jogadores estavam há mais tempo em seus clubes e até publiquei um top 11 aqui no Opiniões em Campo. Daquela lista, fora Ceni e Marcos, apenas quatro ainda não saíram dos seus clubes, sendo que dois deles não estão mais na primeira divisão – os goleiros Harlei, do Goiás, e Magrão, do Sport.

Então chegou a hora de atualizar essa lista. Entre os times da Série A atualmente, sem contar as lendas Ceni e Marcos, essses são os que defendem a mesma camisa há mais tempo:

10º) Dudu – desde 2006 no América-MG
É um volante limitado técnicamente, mas com a sua raça e poder de marcação conseguiu ajudar o América-MG a voltar à elite do futebol brasileiro. Agora o time passa por um momento delicado e ele não é mais titular absoluto.

10º) Leandro Ferreira – desde 2006 no América-MG
Formou com Dudu uma dupla entrosada que levou o time para a primeira divisão. Agora também não tem jogado com tanta frequência, mas seu nome já está na história do clube.

10º) Ronaldo Angelim – desde 2006 no Flamengo
Chegou desacreditado, vindo do Fortaleza, mas conseguiu seu espaço aos poucos no Fla. Viveu seu grande momento em 2009, ao fazer o gol decisivo para o título do Brasileirão, na última rodada.

7º) Júlio César – desde 2005 no Corinthians
Em 2005, o goleiro chegou até a participar de um jogo do Campeonato Brasileiro, mas foi só a partir de 2009 que ele virou titular e começou a escrever sua história no time. Contestado por falhar frequentemente, ele ainda está longe de ser um ídolo corintiano.

7º) Marcelo Grohe – desde 2005 no Grêmio
Formado nas categorias de base do Grêmio, ele chegou a virar titular do time antes de completar 20 anos, em 2006. Mas voltou para a reserva e, em 2011 ,já viveu uma boa fase, mas ainda é só um reserva de potencial para o futuro.

5º)  Léo Moura – desde 2005 no Flamengo
Antes de chegar ao time carioca, Léo jogou no Braga-POR no começo de 2005. Depois, chegou ao Fla para finalmente colocar sua carreira nos trilhos e tem sido sempre titular, mesmo alternando boas e má fases.

Léo Moura no Flu
Léo Moura fez os flamenguistas até esquecerem que ele já foi do Flu

5º) Ricardo Berna – desde 2005 no Fluminense
Antes de chegar ao time carioca, Berna jogou no América-MG no começo de 2005. Depois, por muito tempo ficou apenas como um reserva esquecido no Flu. Até que em 2010 o time precisava de um goleiro, já que Fernando Henrique e Rafael tinham ido mal, e Berna deu conta do recado, sendo importante no título do Brasileirão.

5º) Fernandes – desde 2005 no Figueirense
Antes de chegar ao time catarinense, Fernandes atuou no Al-Shabab-EAU no começo de 2005. Depois, voltou ao time pelo qual já tinha três passagens. Atualmente é reserva do time catarinense, mas ainda é um líder no elenco.

2º) Índio – desde 2005 no Internacional
Estava no Juventude quando foi contratado, no começo de 2005, e  desde então se tornou um dos maiores zagueiros da história do Colorado. Ele participou de todas as grandes conquistas recentes do time. Atualmente está em baixa na carreira, até por causa da sua idade, mas ainda consegue ser útil ao elenco do Inter.

1º) Fábio – desde 2005 no Cruzeiro
O goleiro que mais está perto de seguir os caminhos de Marcos e Ceni ganha essa disputa por ter duas passagens pelo Cruzeiro. Em 1999, ele jogou pelo time mineiro, e só voltou seis anos depois, para começar a se tornar ídolo do time.

Muitas vezes ele foi contestado no Cruzeiro, até porque era irregular mesmo. Mas há pelo menos dois anos ele amadureceu e agora já começou a se firmar até na seleção brasileira. Com 30 anos, ele ainda é razoavelmente novo para a sua posição e pode sofrer assédio para sair do Cruzeiro, mas diz que não tem essa intenção.

Fábio, do Cruzeiro
Fábio – fiel até quando?

Read Full Post »

Apesar da derrota contra a Alemanha ter sido desastrosa, pouca coisa vai mudar de verdade na Seleção Brasileira por causa disso. Mano não vai cair, até porque faltam opções para o seu lugar. E não é uma troca de um ou outro jogador que vai resolver tudo.

Seis da Seleção


Mas há uma mudança que terá que acontecer de qualquer jeito: André Santos vai perder seu status de intocável na lateral-esquerda. A falha no terceiro gol alemão foi digna de pena. Mano não costuma perdoar esse tipo de erro na Seleção e já indicou, após o amistoso, que mudanças devem acontecer

O problema é: quem vai entrar no lugar de André Santos? Veja a lista dos seis possíveis novos donos da camisa 6 da Seleção:

6º) Cortês (Botafogo)
Destaque do Campeonato Carioca pelo Nova Iguaçu, bastou uma grande partida contra o Flamengo para ele já ser cogitado na Seleção. Um exagero dos cariocas, claro.

E é óbvio também que ele não fez apenas um jogo bom. Antes de se contundir, ele já vinha bem e agora voltou com tudo. Tem habilidade, tem raça, tem velocidade, mas é preciso calma. Pode ser só uma fase. É preciso ver se ele é regular. Eu jamais o convocaria neste momento complicado da Seleção. Mas há quem faria essa loucura…

Casamento de Cortês, do Botafogo, no Habibs
Ok, o casamento de Cortês no Habib’s também aumentou seu prestígio

5º) Daniel Alves (Barcelona-ESP)
Por que não improvisar? O Brasil precisa reconhecer que não tem mais esse talento de sobra de outros tempos e por isso talvez seja necessário improvisar mesmo.

Maicon tem ganhado a posição na direita e Dani Alves já fez a lateral-esquerda pela Seleção. E o próprio Mano, depois que fez a última convocação com apenas um jogador de origem na posição, indicou que o lateral do Barça pode ser improvisado. Não é uma solução, mas é uma hipótese.

4º) Adriano (Barcelona-ESP)
Não é um jogador tão brilhante, mas é técnico e seguro. Ou seja, dificilmente faria o erro que André Santos cometeu contra a Alemanha.

Pesa contra ele principalmente o fato de não ser um jogador de velocidade. A Seleção do Mano precisa de alguém que passe rapidamente para jogar com Neymar na esquerda. Adriano não fará isso, mas pode fazer outras funções com um resultado melhor do que foi visto até agora.

3º) Fábio (Manchester United-ING)
Se a ideia realmente é renovar, esse é o nome para esquerda da Seleção. Fábio ainda é muito jovem e só a partir deste ano é que passou a ganhar mais chances no Manchester United. Mas tem muito potencial.

Dificilmente ele vai ser titular do time inglês, já que Evra é um dos melhores do mundo na posição. Mas Fábio pode ganhar ritmo de jogo atuando pela direita, já que é destro, e então se credenciar para a Seleção. Talento ele tem.

2º) Filipe Luís (Atlético de Madri-ESP)

Filipe Luís
Lembra dele?

Quando ainda estava no La Coruña, foi uma das melhores “invenções” de Dunga. Pena que uma contusão gravíssima acabou com as suas chances de disputar a Copa do Mundo de 2010.

Filipe também tem características que podem prejudir o esquema tático da Seleção, principalmente por ser um lateral que sabe marcar mais – uma virtude que na verdade precisa ser exaltada e aproveitada pelo Brasil.

1º) Marcelo (Real Madrid-ESP)
Não fosse o tal e-mail errado para Mano Menezes ele já seria o dono absoluto da posição. Tem futebol para isso. Resta saber se tem vontade…

Não critico o Mano por querer manter Marcelo fora do time. Em qualquer time é difícil lidar com um jogador que não mostra comprometimento. Mas a situação da lateral-esquerda é realmente grave. Uma conversa para resolver isso talvez seja necessária.

Em suma, a conclusão é: fora Marcelo, é difícil achar alguma outra opção convicente para a lateral-esquerda. Todas têm algum problema.

Até por isso é possível que André Santos continue no time, mesmo que como reserva. Só duvido que ele consiga enganar até a Copa de 2014, quando alguns bons jovens da posição, como Alex Sandro (Porto-POR), Diego Renan (Cruzeiro) e Gabriel Silva (Palmeiras) podem se firmar.

Leia também

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Inter – Com a participação decisiva do lateral Kléber, o Colorado venceu um jogo difícil contra o Grêmio-SP por 2 a 0 e fez a festa da torcida no Beira-Rio.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Palmeiras – Em casa, chegou a abrir 2 a 0 no placar, mas deixou o Cruzeiro aplicar a virada em apenas 45 minutos. Parece que o time de Felipão nunca vai conseguir uma sequência de bons jogos. É muito irregular.

TROFÉU HERÓI

Elias – O meia-atacante do Atlético-GO tem impressionado nas últimas rodadas. Balançou as redes duas vezes (fez inclusive um golaço!) na goleada contra o Vitória por 4 a 1 e já é o autor de 5 gols nos últimos 3 jogos da sua equipe.

TROFÉU VILÃO

Amaral – O volante do Goiás foi expulso ainda no 1º tempo e permitiu que o seu time, lanterna do Brasileirão, ficasse totalmente fragilizado diante de um poderoso Corinthians, que venceu por 5 a 1.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Casemiro – O volante do São Paulo é mais uma revelação da Copa SP de 2010 que tem despontado nesse Brasileirão. Contra o Atlético-MG, ele fez um gol e jogou bem. Seu companheiro de time, Marcelinho, também foi bem demais.

VALEU O INGRESSO

Júnior – O veteraníssimo lateral mostrou que ainda é útil e marcou um golaço, com um forte chute de esquerda, contra o Corinthians. Pena para ele que essa obra de arte virou apenas um gol de honra em mais um vexame do Goiás.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Atlético-MG 2 x 3 São Paulo – Era um jogo de times desesperados e não faltou emoção para quem já estava com os nervos à flor da pele.

Foram duas viradas em um jogo que serviu para separar bem quem vai lutar contra o rebaixamento até o fim e quem ainda deve subir algumas posições na tabela futuramente.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Flamengo 0 x 0 Santos – O jogo de despedida do Maracanã merecia um espetáculo melhor. Os times estão “em obras” e por isso não conseguiram balançar as redes, fazendo uma partida pouco animada no Rio de Janeiro.

DETALHE TÁTICO

4-4-2 do Fluminense – O time mudou seu esquema tático por causa do Deco, mas desde então não conseguiu convencer mais.

Não é o caso de voltar para o 3-5-2 por enquanto, mas Muricy terá trabalho para reencontrar o equilíbrio de um time que já estava montado e organizado.

DETALHE DO TÉCNICO

Cuca – Contra o Palmeiras, ele foi rápido ao colocar o meia Roger no lugar de um zagueiro já no intervalo. Com isso, ele pressionou o Palmeiras em busca da virada, que veio com gol de Farías, outro que saiu do banco para decidir.

O FUTEBOL É INJUSTO

Fluminense prejudicado – Houve um pênalti mais do que claro para o Tricolor carioca que não foi marcado no jogo contra o Guarani.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Atlético-PR – Com um gol no final do jogo, conseguiu vencer o Avaí em plena Ressacada. Mais surpreendente do que isso só a atual posição do Furacão na tabela: é o sétimo lugar do Brasileirão.

PAPO RETO

Vitória,

Acorda! O rebaixamento não está tão longe quanto parecia.

Você se empolgou demais com a boa participação na Copa do Brasil e parece que até agora não percebeu o risco que corre. A goleada sofrida contra o fraco Atlético-GO foi sintomática: caso não evolua, o perigo da queda é real.

ACRÉSCIMOS

Seleção do 1º turno – Segue a minha escalação dos melhores jogadores do Brasileirão até agora: Fábio; Patric, Alex Silva, Bolívar e Roberto Carlos; Arouca, Elias, Conca e Bruno César; Émerson e Kleber.

Faltam principalmente zagueiros e centroavantes que se destaquem. Mas o meio de campo é recheado de boas opções. Assim como o gol também. E a única certeza que fica é que muita coisa ainda deve mudar no 2º turno…

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Palmeiras – Conseguiu importantes três pontos contra o Grêmio na base da raça e amenizou a crise no Palestra Itália.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-GO – Perder até para o time desfalcado do Santos, em casa, é sinal de que algo está muito errado no time goiano.

TROFÉU HERÓI

Chicão – Acertou um gol de falta no primeiro tempo e ainda teve uma atuação segura na marcação para garantir a vitória do Corinthians.

TROFÉU VILÃO

Fábio – Contra o Botafogo, o goleiro do Goiás foi expulso ainda no primeiro tempo e prejudicou demais o seu time, que já está com tantos problemas.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Vinícius – O atacante de apenas 16 anos do Palmeiras foi uma aposta do técnico interino Jorge Parraga.

Não foi a primeira vez que ele jogou entre os profissionais, mas dessa vez ele mostrou mais qualidades e contribuiu bastante para a vitória do seu time.

VALEU O INGRESSO

Wesley – O importante jogador do Santos chamou a responsabilidade para si, invadiu a área com velocidade, aplicou um belo corte e acertou o ângulo.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Palmeiras 4 x 2 Grêmio – O tricolor gaúcho reagiu no segundo tempo e animou a partida que, se não teve tanta técnica, pelo menos se destacou com emoção de sobra no Palestra Itália.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Ceará 1 x 0 Vitória – Foi um jogo de pouca técnica e muita marcação.

O oportunismo de Washington, após jogada do bom jovem Misael, pelo menos fez justiça ao domínio cearense durante a maior parte do jogo.

DETALHE TÁTICO

Vasco com 3 zagueiros – O técnico Celso Roth nem bem chegou e já mudou a tática vascaína.

O time até jogou bem, mas não conseguiu a vitória contra o Avaí. Agora é ver se Roth terá sangue frio pra insistir no novo esquema.

DETALHE DO TÉCNICO

Adílson Baptista – O criticado técnico mostrou porque está há tanto tempo no Cruzeiro.

Ele trocou Fernandinho por Guerrón para o segundo tempo do jogo contra o Guarani e o equatoriano acabou garantindo o empate da Raposa.

O FUTEBOL É INJUSTO

Avaí 2 x 0 Vasco – Com a atuação destacada do goleiro Renan, o Leão da Ressacada garantiu uma vitória injusta. O Vasco foi o melhor no jogo.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Santos – O Atlético-GO tem um time bem arrumado e era esperado que ele conseguisse pelo menos vencer o time misto do Santos, ainda mais jogando em casa. No final, mesmo sem Ganso, Neymar ou Robinho, o Peixe surpreendeu.

PAPO RETO

Atlético-PR,

Acorda! Você é um dos candidatos ao rebaixamento.

O Atlético-MG te atropelou por 3 a 1 em um jogo que poderia ter sido uma goleada, salva pelo bom goleiro jovem Neto.

ACRÉSCIMOS

Corinthians – O líder do Brasileirão 2010 parece ter se acertado com a volta de Jorge Henrique ao time titular. Caso não ocorra um desmanche no meio do ano, seguirá como candidato ao título.

Read Full Post »

Respeito demais a premiação Bola de Prata, organizada pela revista Placar. É um eficiente método para escolher os melhores e mais regulares jogadores dos Campeonatos Brasileiros.

Entretanto, mesmo com toda essa admiração, vou me permitir discordar levemente da Bola de Prata. Veja abaixo a seleção deles até o final do 1º turno e também o meu time:

GOLEIRO
Bola de Prata:
Fábio
Opiniões em Campo: Marcos
O goleiro do Cruzeiro foi sensacional na Copa Libertadores, mas menos espetacular no Brasileirão. Já o palmeirense tem transformado uma zaga instável em uma das melhores do Brasileirão. Graças à sua liderança e aos seus “milagres”, é claro.

LATERAL DIREITO
Bola de Prata: Apodi
Opiniões em Campo: Apodi
O jogador era quase um ponta no esquema de Carpegiani e realmente conseguiu se destacar. Com Vágner Mancini, deve ter que jogar com menos liberdade e pode cair de produção. Veremos…

ZAGUEIROS
Bola de Prata: André Dias e Réver
Opiniões em Campo: André Dias e Réver
Como líbero, o zagueiro do São Paulo tem se destacado mais uma vez. E o defensor do Grêmio conseguiu jogar bem até como volante nas últimas rodadas.

LATERAL ESQUERDO
Bola de Prata:
Júlio César
Opiniões em Campo: Júlio César
Aqui a falta de concorrentes é absurda. O jogador do Goiás se aproveitou disso, foi o destaque do time em várias partidas com assistências e gols, e é quase unanimidade em qualquer seleção do campeonato até aqui.

VOLANTES
Bola de Prata: Guiñazu e Pierre
Opiniões em Campo: Pierre e Willians
O palmeirense é indiscutível, um monstro nos desarmes. Já o volante do Inter foi mais irregular, assim como seu time. Enquanto isso, o jovem flamenguista Willians manteve um bom nível na maioria dos jogos.

MEIAS
Bola de Prata: Cleiton Xavier e Marcelinho Paraíba
Opiniões em Campo: Cleiton Xavier e Leandro Domingues
O meia do Vitória comandou um time fraco em ótimos momentos. Caiu de produção nas rodadas mais recentes, é verdade, mas tem talento para se recuperar. Já o meia palmeirense é indiscutivelmente muito importante para o líder do Brasileirão até aqui.

ATACANTES
Bola de Prata: Fernandinho e Dagoberto
Opiniões em Campo: Fernandinho e Diego Tardelli
O jogador do Barueri é incontestável. Ao lado dele, prefiro escalar quem se destacou por um tempo maior, mas não duvido que o atacante do São Paulo ganhe a posição com o tempo.

No final do Brasileirão 2009 veremos as mudanças nos dois times, que, desconfio, não serão poucas.

Read Full Post »

NO SEU TIME

Não é a primeira vez que os leitores do Opiniões em Campo discordam de Dunga. Na enquete mais recente, sobre o melhor goleiro no Brasil HOJE, aconteceu de novo.

Com 57% dos votos, Fábio venceu a disputa e superou até Victor, do Grêmio, que foi convocado recentemente para a Seleção Brasileira. Enquanto isso, o goleiro do Cruzeiro segue esquecido.

Concordo plenamente. Passou da hora de Fábio receber uma chance.

Nova enquete
Outra contestação sobre as convocações de Dunga: Diego Tardelli foi recentemente chamado para um amistoso da Seleção e pipocaram críticas contra o técnico.

Um dos melhores comentários sobre isso vi no blog do Carlos Pizzatto. Ele escreveu que Dunga errou de Diego, pois deveria ter chamado o meia Diego Souza, do Palmeiras. Mas então um leitor alertou que, se fizesse isso, seria um erro de Souza, lembrando do meia do Grêmio.

Então fica a pergunta: quem estava certo? Ou seja, no seu time, quem você escolheria primeiro HOJE: Diego Souza, do Palmeiras, ou Souza, do Grêmio? Vote na enquete ao lado>>>

Read Full Post »

Older Posts »