Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Fernando’

Assim que virou presidente da CBF, José Maria Marin fez uma afirmação que foi mal interpretada e gerou polêmica: “o desempenho na Olimpíada vai ser fundamental para o futuro da Seleção Brasileira”. Acharam que ele estava apenas pressionando o técnico Mano Menezes, indicando que ele sairá do cargo se não for campeão em Londres.

Calma, Mano, não é bem assim...

Calma, Mano, não é bem assim…

Pode até ser que essa tenha sido a intenção de Marin. Mas o importante é que essa frase é verdadeira por outras razões: o time olímpico realmente vai trazer observações fundamentais para a Seleção Brasileira. É algo que vai influenciar demais a Copa do Mundo de 2014 e não apenas pelo resultado, mas principalmente pelo desempenho de alguns jogadores.

Listo a seguir as sete principais questões que precisam ser observadas na Olimpíada e que serão fundamentais para a Copa de 2014:

Tática definida?
Mano Menezes ainda não conseguiu sequer definir qual é o esquema tático ideal da Seleção Brasileira. Sua tendência é escalar a equipe em um 4-3-3, o que deve ser feito na Olimpíada. Se funcionar, será mantido para a equipe principal. O importante é manter um padrão para os jogadores não ficarem ainda mais perdidos do que estão.

Temos um substituto do Ganso?
É uma questão que tem atrapalhado Mano Menezes desde o começo do seu trabalho. Ele aposta no camisa 10 santista, mas as lesões do meia insistem em aparecer. Diversos jogadores já foram testados na função dele, como meia central. Mas agora, principalmente nos amistosos, teremos um teste importante: Oscar vai jogar na posição e tem potencial para dar conta do recado. Já começou bem contra a Dinamarca…

Neymar é craque?
Não se trata de discutir a genialidade de Neymar. Mas ainda é preciso medir o quanto ele é decisivo. No Santos ele já provou que realmente é um craque, mas falhou em sua única missão de verdade pela Seleção, a Copa América de 2011. Contra jogadores olímpicos ele terá mais facilidade, mas a responsabilidade e a pressão também será maior. Caso aguente tudo isso, será um bom sinal de que Neymar está pronto para a Copa de 2014.

Lucas é Seleção?
Mano Menezes tem uma clara má vontade com o meia-atacante do São Paulo. Lucas já foi convocado pelo técnico dez vezes, mas jogou poucos minutos em todas estas oportunidades. Como foi discreto contra a Dinamarca, deve ir para o banco de reservas. Porém, na Olimpíada a tendência é que ele seja titular. Resta saber se ele convencerá Mano de que essa é a escolha certa.

Temos goleiros e volantes?
São as duas posições que temos mais carência na Seleção principal, pois não há um nome que seja indiscutível. Entre os goleiros, resta saber se Jefferson será convocado entre os três jogadores acima de 23 anos. Ele é o goleiro que mais recebeu convocações de Mano Menezes e parece ter a confiança do treinador. Mas se ele não for para Londres, a bomba estará com Rafael, do Santos, que parece pronto para o desafio, mas ainda não foi testado de verdade.

Já entre os volantes a situação é mais complicada. Sandro, Rômulo e Casemiro não aparentam ter a maturidade necessária para serem titulares da Seleção principal. Fernando, do Grêmio, que vive grande fase no Grêmio e ainda pode ser chamado, tem o mesmo problema. Mas quem não tem? Mano tem escalado Lucas Leiva e Fernandinho, mas é uma dupla que não inspira confiança e ainda deve mudar até 2014. Resta saber se os olímpicos farão parte dessa mudança.

Quem será nosso centroavante?
Não vejo a situação dos nossos centroavantes com tanto pessimismo quanto outras pessoas. Confio mais em Leandro Damião, mas também acho que o único problema do Alexandre Pato é físico. Entre os olímpicos, realmente não há mais ninguém de nível, mas Fred pode assumir a camisa 9 na Seleção principal. Portanto, o problema nem é a falta de nomes, mas sim a falta de definição sobre quem será o titular. A Olimpíada pode ajudar com isso

Mano tem que ficar?
É impossível não pensar que o cargo do técnico está sob risco. Mas ele terá que se esforçar demais para perdê-lo. Acima de tudo, porque a Seleção caiu em um grupo fácil na Olimpíada. Mas também porque este time tem qualidade e muito potencial para conquistar o primeiro ouro olímpico do Brasil. Se for para apostar, coloco meu ouro no título tupiniquim em Londres. E, portanto, Mano Menezes como técnico da Seleção até 2014.

Anúncios

Read Full Post »

Na verdade pouco importa o título do Brasil no Mundial sub-20. Como todos sabem, ou pelo menos deveriam, o importante em um time de base é o legado que ele deixa. Ou seja, a grande utilidade dessa seleção sub-20 seria ajudar na montagem do time que vai disputar a Olimpíada já em 2012, em Londres, em busca da medalha de ouro – essa sim uma conquista que seria importante, até por ser inédita.

O problema é que esse legado da seleção sub-20 não é tão grande. Apesar do título, o time não é tão forte e consistente. Tem problemas principalmente na defesa. Existem sim bons jogadores que até podem ir para a Olimpíada, mas provavelmente serão reservas.

A Seleção Brasileira sub-23 mais forte que imagino tem apenas um jogador da sub-20 como titular: Casemiro ou Danilo, como segundo volante. Contando que todos os principais jogadores conseguiriam a liberação com seus clubes, o que é difícil, a formação ideal seria essa: Rafael; Rafael da Silva, Breno, Manoel, Fábio da Silva; Sandro, Danilo (Casemiro), Ganso, Lucas, Neymar e Pato.

E vale lembrar que o time seria esse sem acrescentar os três jogadores acima de 23 anos que podem ser convocados. Seria importante, por exemplo, colocar Thiago Silva no lugar de Breno, já que realmente faltam zagueiros jovens de qualidade. Um goleiro mais experiente e seguro também seria interessante, apesar que atualmente está difícil encontrar isso no Brasil.

Oscar/ EFE

Não chora, Oscar, eu deixo você ser reserva na Olimpíada

O elenco poderia ser recheado por jogadores campeões com a Seleção sub-20, como o goleiro ainda irregular Gabriel, o decisivo e amadurecido Oscar, a grata surpresa Fernando, os promissores laterais Allan e Gabriel Silva, os pontas Dudu e Negueba e até o Bola de Ouro Henrique, por merecimento.

Mas na verdade o principal legado desse time de Ney Franco tem que ser a vontade e a raça que os jogadores mostraram. Eles queriam muito o título e isso era perceptível para quem os via jogar. Acima de todas essas mudanças de um jogador por outro, está a importância de manter esse espírito em Londres 2012. Mas não é uma tarefa fácil para Ney Franco e Mano Menezes…

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o time atual do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Avaí – Mineiro (V-Schalke 04) – Entrou em forma novamente na Alemanha e pode voltar a ser o grande volante de outros tempos.

Atlético-MG – Rodrigo (Z-São Paulo) – O time precisa mesmo de um zagueiro mais experiente para compôr melhor a defesa para a temporada de 2010.

Palmeiras – Alex Silva (Z-Hamburgo) – Novamente sob comando de Muricy Ramalho, elevaria de vez a defesa alviverde para outro patamar. Talvez seria a melhor do Brasil.

TANTO FAZ…

Botafogo – Fellype Gabriel (M-Portuguesa) – É preciso esperar, pois jogar bem na 1ª divisão é diferente de brilhar na Série B. Mas pode dar certo sim.

Corinthians – Sidnei (Z-Benfica) – Não chegaria pra ser titular, mas pode ser uma boa aposta para o futuro.

Flamengo – Germano (V-Santos) – Não dá pra esperar que ele seja titular e substitua o Aírton imediatamente, mas pode completar bem o elenco.

Palmeiras – Douglas (M-Al Wasl) – Tem qualidade realmente, mas o seu estilo não costuma agradar rapidamente a torcida, que ainda teria preconceito por seu passado corintiano recente.

Vasco – Tartá
(A-Fluminense) – O time precisa de mais atacantes de velocidade, mas Tartá ainda é só uma promessa que precisa evoluir.

Vasco – Vagner Love (A-Palmeiras) – Se quiser jogar bola, ótimo. Se quiser aproveitar a noite carioca, o prejuízo pode ser enorme.

CAI FORA!

Avaí – Sávio (M-sem clube) – É arriscar demais em um momento que o time precisa de escolhas mais precisas.

Atlético-MG – Adaílton (Z-Santos) – Não é melhor sequer do que as opções já existentes no elenco do Galo.

Atlético-MG – Obina (A-Palmeiras) – O time nem precisa de centroavantes, muito menos de alguém com tanta limitações.

Cruzeiro – Moacir (V-Sport) – A versatilidade não compensa a falta de técnica.

Fluminense – Leandro Euzébio (Z-Goiás) – O time até precisa de um beque mais experiente, mas está bem servido de garotos e, sem pressa, pode trazer um jogador com mais qualidade para a posição.

Inter – Douglas da Silva (Z-Hapoel Tel Aviv) – A passagem dele pelo futebol brasileiro foi fraca e o Colorado nem precisa tanto de um zagueiro.

Santos – Fernando (V-Goiás) – Já mostrou toda sua falta de qualidade quando jogou por um time grande, pois não foi bem pelo São Paulo em 2007.

Vasco – Lenílson (M-Jaguares) – O time precisa de um meia, mas não de confusão e problemas extra-campo.

NÃO ENXERGAM?

Ewerthon (A-Zaragoza) – O centroavante ex-Corinthians é bom jogador, mas está em uma situação complicada no futebol espanhol e já deve estar com vontade de voltar ao Brasil.

Read Full Post »

2010 já começou, mas ainda é possível fazer retrospectivas curiosas sobre o ano que passou. É interessante observar, por exemplo, como vários jogadores de qualidade se aposentaram em 2009. Relembre os melhores atletas do futebol que penduraram as chuteiras no ano passado:

1º) Paolo Maldini (ex-Milan)
É um dos melhores defensores de todos os tempos, seja como zagueiro ou como lateral-esquerdo. Seu currículo é impressionante, com 7 títulos nacionais, 5 Liga dos Campeões e 3 mundiais. Resolveu se aposentar perto dos 41 anos de idade, ainda em forma razoável.

2º) Luís Figo (ex-Inter de Milão)
Eleito o melhor jogador do mundo em 2001, o português teve uma carreira brilhante no futebol espanhol. Não repetiu o sucesso na Itália, mas, mesmo assim, encerrou a carreira por lá com 4 scudetti conquistados.

3º) Marcelinho Carioca (ex-Santo André)
Virou um dos maiores ídolos da história do Corinthians e não foi à toa. Sabia chutar a bola como ninguém e transformou essa qualidade em títulos. Só a aposentadoria, com a camisa do Ramalhão, foi lamentável, já que o time voltou à Série B e não contou com seu melhor futebol.

4º) Pavel Nedved (ex-Juventus)
O meia chegou a ser eleito o melhor jogador do futebol europeu pela France Football em 2003. Liderou uma boa geração da República Tcheca e dava muito trabalho aos seus defensores com habilidade e forte chute nos dois pés.

5º) Juan Pablo Sorín (ex-Cruzeiro)
Era um lateral dos mais ofensivos que já vi e sabia atacar como poucos. Foi bonito o fato dele ter encerrado a carreira pelo Cruzeiro, pois o time realmente deve muito ao argentino e vice-versa.

6º) Christian Vieri (ex-Atalanta)
O Botafogo-SP bem que tentou tirá-lo dessa lista, mas agora já dá pra cravar que ele está fora do futebol. Após muitos gols marcados pela Inter de Milão e pela seleção italiana, o atacante se aposentou de forma lamentável, totalmente fora de forma em campo.

7º) Danrlei (ex-Brasil-RS)

Campeão de quase tudo pelo Grêmio, foi um goleiro que conseguiu seu espaço de destaque no futebol brasileiro durante a década de 90. Só que também ficou marcado por seu temperamento explosivo e algumas polêmicas.

8º) Henrik Larsson (ex-Helsingborg)

A sua passagem pelo Barcelona foi brilhante, principalmente na final da Liga dos Campeões de 2005/2006. Fora isso, teve uma carreira mais apagada, apesar de sempre exibir suas qualidades com a camisa da seleção sueca.

9º) Fábio Luciano (ex-Flamengo)
Construiu uma carreira com passagem por poucos clubes, mas sempre de maneira marcante, apesar da falta de títulos de expressão. Conseguiu se aposentar em alta, já que ainda era muito querido pela maior torcida do Brasil.

10º) Willy Sagnol (ex-Bayern de Munique)
O francês era discreto, mas sempre eficiente. Estava no grupo francês que foi vice-campeão do mundo em 2006 e fez história com a camisa do Bayern de Munique durante 8 anos.

11º) Pedrinho (ex-Figueirense)
Seja no Vasco, no Palmeiras ou no Santos ele sempre mostrou que tinha muita qualidade técnica em sua perna esquerda. É uma pena que as lesões tenham atrapalhado tanto sua carreira.

Outros nomes que não couberam na lista foram Fernando, ex-Santo André, e Dean Ashton, ex-West Ham. Enquanto o primeiro encerrou a carreira aos 41 anos, o outro desistiu do futebol aos 26.

Read Full Post »

TOP 11

Não dá para deixar o técnico da Seleção Brasileira, seja ele quem for, sem receber uma divertida e básica cornetada.

É claro que o trabalho de Dunga tem sido muito bem feito, mas não custa nada relembrar alguns erros cometidos por ele, que depois foram corrigidos.

Veja os jogadores mais bizarros convocados pelo capitão do tetra e agradeça por ele já ter descartado praticamente todos esses nomes:

1º) Afonso Alves
Virou piada e lugar comum na hora de criticar o Dunga. É o grande símbolo dos testes estranhos feito nesses 3 anos.

2º) Doni
Aqui tem a pior notícia: o fraco goleiro da Roma está machucado e ainda pode voltar para as listas no futuro, quando estiver recuperado.

3º) Fernando
Por mais que ele se destaque no Bordeaux (e nem se destaca tanto assim), o futebol francês não é um bom parâmetro definitivamente.

4º) Gilberto
O agora jogador do Cruzeiro recebia seguidas chances na lateral mesmo quando já atuava no meio-campo do Hertha Berlim.

5º) Bobô
Qualquer corintiano deve escalá-lo como um dos piores atacantes que já jogou pelo alvinegro paulista. Então não podia ficar de fora dessa lista.

Reparem na cara do Anderson nessa foto. "O que esse cara está fazendo aqui?", ele devia pensar...

Reparem na cara do Anderson nessa foto. "O que esse cara está fazendo aqui?", pensava

6º) Gladstone
Chegou a ser reserva do Náutico recentemente, foi dispensado, mas era visto como um bom jogador para o futuro. Só não sei como enxergaram isso…

7º) Carlinhos
O ex-jogador do Santos é outro que surgiu como promessa, mas logo todos viram que era um “foguete molhado”. Dunga demorou a perceber.

8º) Cássio
Mais um que até agora não passou de uma boa promessa para o futuro. Outros goleiros mereciam mais do que ele.

9º) Jônatas
Fez muito pouco no Flamengo para merecer uma convocação. Depois, no Espanyol e no Botafogo, mostrou que não merecia mesmo.

10º) Morais
Tem mostrado, desde o rebaixamento com o Vasco em 2008, que não passa de um jogador comum mesmo.

11º) Richarlyson
Aqui a bizarrice não é pelo jogador exatamente. Mas ele fez um ótimo Brasileirão 2007 como volante e foi jogar como lateral-esquerdo na Seleção.

Acesse o Blog do PVC e veja al ista de todos jogadores convocados por Dunga.

Read Full Post »

OLHO NELE

Willians, do Flamengo

Willians

Posição: Volante
Idade: 23 anos
Altura: 1,75 m
Peso: 71 Kg
Clubes: Flamengo

Tenho que admitir: faço esse post com certo atraso. Não é de hoje que Willians tem jogado muita bola pelo Flamengo. Faz tempo.

Mas há uma justificativa: o futebol do jovem volante é discreto, como tem que ser. Por isso, sempre faltou um grande motivo para eu pedir que todos fiquem de olho nele. Mas só a sua regularidade já é uma ótima razão.

Explico: Willians é aquele típico marcador que “carrega o piano”, ou seja, marca mais e melhor do que a grande maioria de seus companheiros. É considerado pela torcida do Flamengo como o pulmão da equipe.

Ele chegou do Santo André no começo do ano, após fazer uma bela dupla com o experiente Fernando na Série B. Virou titular facilmente no estadual do Rio, mas chegou a ser sacrificado como zagueiro algumas vezes.

Em sua posição, pode se destacar com seus desarmes precisos e às vezes ainda chega ao ataque com chutes perigosos. Contra o Corinthians, na última rodada do Brasileirão 2009, fez outra boa atuação e mostrou que não precisa de fazer mais do que isso para que todos fiquem de olho nele.

Acesse a ficha técnica de Willians

Read Full Post »