Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Futebol internacional’

Chegou a hora da verdade: acabou a fase de grupo da Liga dos Campeões, o mata-mata vai começar e eu terei que dar a cara para bater. Isso porque, antes da competição começar, fiz meus palpites de quem se classificaria em cada chave. Agora é preciso conferir para ver o quanto acertei ou errei nas análises.

Foi umas das “Champions” mais surpreendentes dos últimos anos. Manchester United, Porto e Shakhtar Donetsk foram algumas vítimas dessas zebras, que me deixaram com 11 acertos e 5 erros nos palpites. Não é um número ruim, mas definitivamente não sirvo para Mãe Dinah.

Por isso aproveito para também traçar um panorama de como está o futebol europeu, já que neste semestre o Brasileirão acabou ganhando mais espaço e no próximo com certeza a Liga dos Campeões merecerá mais destaque. Confira tudo abaixo:

GRUPO A
MEU PALPITE: Bayern de Munique e Manchester City
RESULTADO: Bayern de Munique e Napoli

O City não conseguiu repetir na Liga o bom futebol que tem mostrado no Campeonato Inglês, então mereceu ser eliminado, mas seria interessante vê-lo na próxima fase.

Já Bayern e Napoli têm tudo para fazer bonito no mata-mata, principalmente o time alemão, que tem se consolidado como um dos três melhores times da Europa atualmente.

GRUPO B
MEU PALPITE: Inter de Milão e CSKA Moscou
RESULTADO: Inter de Milão e CSKA Moscou

Já neste grupo ninguém apresentou um bom futebol. A Inter se perdeu no começo da temporada, trocou de técnico e até agora ainda sofre para se arrumar. Tem potencial de crescimento, mas não dá para apostar nela.

O CSKA se classificou no sufoco e não mostrou que pode ser uma surpresa na temporada. Não é sequer o melhor time russo na Liga, já que prefiro o futebol apresentado pelo Zenit até agora.

GRUPO C
MEU PALPITE: Manchester United e Benfica
RESULTADO: Benfica e Basel

Foi o resultado mais surpreendente até agora, sem dúvidas. Alex Ferguson pagou por brincar demais nos primeiros jogos e também pela renovação no time. O United até contratou bem, mas perdeu seu padrão e agora terá que ir para a Liga Europa.

Entre os classificados do grupo, o Benfica é o melhor, claro, mas o Basel mostrou alguma qualidade também. Ambos ainda podem se classificar para as quartas de final, dependendo da sorte no sorteio.

GRUPO D
MEU PALPITE: Real Madrid e Lyon
RESULTADO: Real Madrid e Lyon

Impressionante a campanha do time de José Mourinho. Com 100% de aproveitamento, tem mostrado na Liga e no Campeonato Espanhol que está pronto para encarar qualquer time, até mesmo o Barcelona. Uma final entre os dois nesta Liga seria histórica.

Já o Lyon não assusta. Preferia até que o Ajax passasse, pois tem um time com mais potencial para crescer. Mas uma goleada estranha do time francês acabou selando a eliminação da equipe holandesa…

GRUPO E
MEU PALPITE: Chelsea e Bayer Leverkusen
RESULTADO: Chelsea e Bayer Leverkusen

O time de André Villas-Boas demorou para se encontrar na temporada e ainda nem dá para dizer que isso aconteceu. Apesar da classificação em primeiro lugar, o Chelsea ainda precisa achar sua melhor formação do meio pra frente. Não dá para depender de Drogba sempre.

Quando apostei no Bayer Leverkusen, disse que o time tinha tudo para evoluir ao longo da temporada. Isso tem acontecido de fato, mas por enquanto ainda é pouco para que ele possa surpreender de verdade na Liga.

GRUPO F
MEU PALPITE: Arsenal e Borussia Dortmund
RESULTADO: Arsenal e Olympique de Marselha

O Borussia Dortmund sentiu o peso da Liga e decepcionou demais nesta chave. Já Arsenal e Olympique cresceram durante o semestre e por isso se classificaram para a próxima fase.

Porém, tanto o time inglês como o francês ainda não passam confiança suficiente de que podem ir longe. Com tantas surpresas nos outros grupos, eles precisam torcer para que tenham sorte no sorteio.

GRUPO G
MEU PALPITE: Porto e Shakhtar Donetsk
RESULTADO: Zenit e Apoel

“Surpreendente” é pouco para definir o que aconteceu nessa chave. Com um time cheio de brasileiros, o cipriota Apoel foi o primeiro a se classificar. Depois, a equipe russa ainda acabou com as chances do irregular Porto.

Agora todos querem ter a sorte de enfrentá-los na próxima fase, mas eu ainda fugiria do Zenit, que pode surpreender muito time mediano nessa competição.

GRUPO H
MEU PALPITE: Barcelona e Milan
RESULTADO: Barcelona e Milan

Não tinha como fugir do óbvio. Mesmo com todas tranformações pelas quais o Barça tem passado, ainda trata-se de um time poderoso demais e grande favorito ao título.

Já o Milan só tem crescido. Conseguiu encarar o Barça de frente em dois jogos e está com um elenco cada vez melhor. Ao lado do Bayern de Munique, é um dos poucos que pode tirar esse título europeu dos times espanhóis.

Read Full Post »

Novembro chegou e com ele acontecerá o aumento no número de boatos e especulações na Europa. Times vão tentar aproveitar o mês de janeiro, que é logo ali, para se reforçarem na reta final da temporada. E antes mesmo disso, várias possíveis transferências já vinham sendo comentadas no Velho Continente. Veja algumas delas…

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Arsenal – Podolski (A-Colônia)  – Já passou da hora dele receber uma nova chance em um time grande. Tem futebol para ir bem no Campeonato Inglês.

Inter de Milão – Eden Hazard (MA-Lille) – É daqueles jogadores que tem sido especulado em em vários times, mas é na Inter que ele seria mais importante.

Juventus – Bale (M-Tottenham) – Tem futebol para se tornar o protagonista que a Juve tanto precisa.

Juventus – Nani (MA-Manchester United)  – Evoluiu demais desde que chegou ao Campeonato Inglês e hoje é um dos melhores “wingers do mundo”. Também seria protagonista na Juve.

Manchester United – Di María (M-Real Madrid) – Teria uma concorrência forte no time, mas tem potencial para ser titular e dar um novo fôlego para o time inglês, que ainda não embalou na temporada.

Real Madrid – Kompany (Z-Manchester City) – Pode ser um bom substituto provisório para Ricardo Carvalho e tem qualidade para assumir a titularidade no time futuramente.

Tottenham – Rio Ferdinand (Z-Manchester United) – O grande zagueiro dos “Red Devils” parece estar mesmo em decadência, mas ainda pode ser muito útil para um time como o Tottenham.

TANTO FAZ…

Chelsea – Lewandowski (A-Borussia Dortmund) – É um atacante que está em boa fase, mas ainda parece limitado. Além disso, o Chelsea não precisa de um jogador com essas características.

Manchester United – Subotic (Z-Borussia Dortmund) – O time até precisa realmente contratar um zagueiro, mas seria melhor tentar contratar alguém mais seguro e confiável.

Milan – Eden Hazard (MA-Lille) – Não consigo imaginar como ele se encaixaria no time titular do Milan, mas seria um bom reforço para o elenco.

Milan – Eduardo Vargas (A-Universidad do Chile) – Seria uma aposta arriscada. É bom, mas por enquanto não parece ter nível para brilhar no futebol europeu.

CAI FORA!

Arsenal – Granero (V-Real Madrid) – Não serve nem para ser reserva, como uma reposição para o lesionado Diaby.

Arsenal – Luca Toni (A-Juventus) – O futebol do Arsenal não se encaixa com o de Toni, se é que ele ainda tem algum futebol para mostrar.

Barcelona – Theo Walcott (MA-Arsenal) – Só serviria para um time como o Barcelona se ele fosse tudo que parecia ser quando chegou o Arsenal. Mas ele nunca comprovou toda essa expectativa.

Manchester United – Huntelaar (A-Schalke 04) – O holandês grandalhão já mostrou que não tem futebol para brilhar nos times grandes da Europa. Seria loucura demais apostar que isso seria diferente agora.

Tottenham – Michael Owen (A-Manchester United) – É um dos boatos mais inacreditáveis. Seria uma aposta absurda em um jogador nada confiável.

NÃO ENXERGAM?

Adam Johnson (M-Manchester City) – É um promissor inglês que se destacou na temporada passada, mas está sem espaço no seu time atualmente, por causa do excesso de opções. Mas tem potencial para ser um grande jogador e deveria ser contratado já em janeiro por outra equipe.

Read Full Post »

Começa nesta terça a Liga dos Campeões da Europa, a maior competição de clubes do mundo. Como já comentado aqui, a competição começa com três grandes favoritos, times que estão um nível acima dos demais: Barcelona, Manchester United e Real Madrid.

Barça x United

Barça e United: eu não me incomodaria ter os dois na final de novo

Mas é claro que um campeonato tão grande não se resume a isso. Existem vários outros times em franca evolução que devem chegar prontos na reta final da temporada europeia. Por isso é necessário fazer uma análise mais profunda.

Seguem abaixo os comentários, grupo por grupo, e também os palpites, que serão conferidos no final da fase de grupos:

GRUPO A
Bayern de Munique, Villarreal, Manchester City, Napoli

Não é um grupo da morte, como alguns chamaram, mas é a chave mais difícil. Mesmo assim, é improvável que as vagas não fiquem com Bayern e City.O time alemão melhorou sua defesa e continuou com um dos melhores ataques da Europa. Já o “novo rico” inglês fez contratações pontuais e segue em evolução desde a temporada passada.

Villareal e principalmente o Napoli tem times perigosos, principalmente por causa dos seus ataques. Teriam tudo para se classificar em outros grupos. Mas deram azar.

PALPITE: Bayern e City

GRUPO B
Inter de Milão, CSKA Moscou, Lille, Trabzonspor

Depois do estrago feito na última temporada, a Inter, com técnico novo, ainda precisa se reinventar. Mas ganhou tempo para isso, já que caiu em um grupo tranquilo, em que vai conseguir a classificação sem grande esforço.

A grande briga dessa chave vai acontecer entre Lille e CSKA. O atual campeão francês teoricamente até tem um time melhor, mas vou apostar em uma surpresa russa aqui.

PALPITE: Inter e CSKA

GRUPO C
Manchester United, Benfica, Basel, Otelul Galati

O grande time de Alex Ferguson deve sobrar e dar show nesse grupo. E a segunda vaga também não será de difícil definição. Apesar de ainda não me convencer, o Benfica se reforçou bem e não deve ser surpreendido pelo Basel. Já o campeão romeno Otelul.. nem o próprio time deve acreditar na classificação.

PALPITE: Manchester United e Benfica

GRUPO D
Real Madrid, Lyon, Ajax, Dínamo Zagreb

Mesmo sem grandes reforços, aposto que o Real Madrid vai evoluir de vez nessa temporada. As dificuldades para o time de Mourinho só começarão a surgir mais pra frente. Por enquanto será fácil se classificar.

Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo, agora vai?

Difícil de verdade será o Ajax ou Dínamo surpreenderem o Lyon. O time francês, apesar de ter perdido jogadores importantes recentemente, ainda tem uma base forte que deve ser suficiente para a classificação.

PALPITE: Real e Lyon

GRUPO E
Chelsea, Valencia, Bayer Leverkusen, Genk

Os “Blues” ainda são uma incógnita na temporada, já que estão com técnico novo, reforços e muita indefinição. Mas há potencial suficiente para se classificar nesse grupo, mesmo que Valencia e Bayer Leverkusen incomodem bastante, o que deve acontecer.

Aliás, o vice-campeão alemão é minha aposta nessa chave. Apesar de ter trocado de técnico, foi bem ao trazer o jovem Schürrle e o time todo deve evoluir ao longo da temporada.

PALPITE: Chelsea e Leverkusen

GRUPO F
Arsenal, Olympique de Marselha, Olympiacos, Borussia Dortmund

É o único grupo em que o cabeça de chave, Arsenal, tem grandes chances de não se classificar. Afinal, os “Gunners”, que já não mostravam poder de fogo na Liga, perderam jogadores importantes e não souberam buscar reposições. Mas ainda faltam dois times para desbancar o Arsenal no grupo…

Um deles seria o Dortmund, que foi campeão alemão, mas não começou bem nesta temporada e não parece ter força para surpreender mais. Já o Marselha e o Olympiacos estão em um nível ainda inferior. Portanto…

PALPITE: Arsenal e Dortmund

GRUPO G
Porto, Shakhtar Donetsk, Zenit, Apoel

Porto e Shakhtar foram duas grande suspresas da temporada passada na Europa. Apesar do time português ter perdido Falcao, continua forte e a grande questão no grupo agora é: o Zenit pode realmente incomodar essa dupla?

Os atuais campeões russos formam um time interessante e a tendência é que realmente dê trabalho. Mas classificar para próxima fase ainda parece muito para eles.

PALPITE: Porto e Shakhtar

GRUPO H
Barcelona, Milan, BATE Borisov, Viktoria Plzen

É um dos grupos mais definidos da história. O Barça é o melhor time do mundo e o Milan talvez seja a quarta força europeia atualmente. Há pouco para comentar aqui e quem apostar em surpresas é louco. No mínimo.

PALPITE: Barcelona e Milan

Read Full Post »

Foi encerrada, nesta quarta-feira, a janela de contratações na Europa e, mesmo que alguns campeonatos já tenham começado, essa é a melhor hora para analisar quais times estão melhores ou piores. Agora os elencos da temporada 2011/2012 estão praticamente definidos, os reforços já foram comprados (ou não) e a bola vai rolar no Velho Continente…

Seguem as análises e os palpites dos principais times nos quatro países mais importantes – Inglaterra, Espanha, Itália e Alemanha, com um adendo sobre a Liga dos Campeões no final.

Campeonato Inglês

Brigam pelo título: Chelsea, Manchester City e Manchester United
Em ascenção: Liverpool
Em decadência: Arsenal e Tottenham

Apontei três times como candidatos ao título, mas na verdade os “Red Devils” de Alex Ferguson têm tudo para conquistar a Premier League de novo. Trata-se de um time que foi renovado, com Young, De Gea, Cleverly e Welbeck, por exemplo, mas ainda tem a mesma qualidade das últimas temporadas.

Chelsea e City conseguiram bons reforços e com certeza vão ficar no topo da tabela. O principal problemas para eles pode ser o Liverpool, esse sim um time completamente diferente do que foi na última temporada. Com as chegadas de muitos reforços de qualidade, o técnico-ídolo Dalgish tem conseguido montar um time perigoso, que só precisa se entrosar para ir longe.

Reforços do Liverpool

Doni é a exceção entre vários reforços de qualidade do Liverpool

Em baixa há um Arsenal que perdeu bons jogadores e não soube buscar bons substitutos; e também um Tottenham, que pouco se reinventou, com excessão das chegadas de Scott Parker e Adebayor. Parece pouco para subir na tabela de um Campeonato com um nível tão alto.

Campeonato Espanhol

Brigam pelo título: Barcelona e Real Madrid
Em ascenção: Málaga e Atlético de Madri
Em decadência: Athletic Bilbao, Sevilla, Valencia e Villareal

Messi x Ronaldo

A disputa Messi x Cristiano Ronaldo terá um novo fim?

Aqui acontecem dois campeonatos diferentes. Um entre Barça e Real, que já mostraram, com goleadas na primeira rodada, que são muito superiores; e outro com o resto dos times, que buscam apenas vagas nas competições europeias.

Entre Barça e Real, visualizo uma competição ainda mais equilibrada do que na última temporada. Mourinho tem apenas um reforço na prática (Coentrão, já que Sahin segue lesionado), mas parece ter um conhecimento melhor do que pode tirar do seu elenco. Enquanto isso, o Barça tem o melhor elenco ofensivo do mundo e só pode sofrer caso a defesa, às vezes improvisada, não corresponda.

Entre os outros times, o “novo rico” Málaga gera expectativas, mas ainda não parece ter um time tão consistente. Já o Atlético aposta nos ex-Porto Falcao e Rúben Micael – e talvez agora no brasileiro Diego – para ser a terceira força da Espanha. Até porque Villareal deve sofrer sem Cazorla, Valencia deve sentir falta de Mata e Sevilla e Bilbao pouco evoluíram desde a temporada passada.

Campeonato Italiano

Brigam pelo título: Inter de Milão e Milan
Em ascenção: Juventus, Napoli e Roma
Em decadência: Lazio e Udinese

A qualidade do Italiano tem caído demais nas últimas temporadas, mas pelo menos disputas emocionantes têm acontecido e isso não deve mudar na atual temporada. Afinal, o atual campeão Milan pouco evoluiu e a sua base já montada pode não ser forte o suficiente para frear as ascenções dos rivais.

Forlán

Forlán ainda gera desconfianças, mas pode ser o substituto ideal de Eto'o na Inter

A Inter perdeu Eto’o, mas trouxe Forlán e ainda recheou melhor seu elenco para que o novo técnico Gasperini coloque o time na briga pelo título. Mas ele terá rivais à altura, já que a Juventus contratou bem, o Napoli segurou a maioria dos seus destaques e a Roma fez um novo time – que, apesar de ter dado vexame na Liga Europa, poderá se concentrar só no Italiano e evoluir.

Já Lazio e Udinese, boas surpresas da temporada passada, não devem incomodar os grandes dessa vez. Elas perderam jogadores importantes e em times desse porte isso sempre causa um grande estrago.

Campeonato Alemão

Brigam pelo título: Bayern de Munique, Bayer Leverkusen e Borussia Dortmund
Em ascenção: Schalke 04
Em decadência: Hamburgo, Hannover 96 e Mainz 05

Não é igual a Espanha, mas na Alemanha também há uma grande diferença entre os principais times do campeonato. Se na temporada passada isso não foi percebido por causa da decepção do Bayern e da disparada do Borussia, agora aposto que finalmente veremos esse cenário.

Entre os três mais fortes, aposto que o Bayern não deixará o título escapar dessa vez. O time já tem um dos ataques mais fortes da Europa há algumas temporadas. Com Neuer, Rafinha e Boateng a defesa deve melhorar e vai ser difícil Leverkusen e Dortmund superarem.

Neuer Bayern

A torcida do Bayern não gosta de Neuer, mas ele resolverá um grande problema do time nas últimas temporadas

Abaixo na tabela, há um grande equilíbrio. Há um Schalke com potencial para finalmente mostrar sua força, que já surpreendeu muita gente Liga dos campeões da última temporada; e outros times que, apesar de terem surpreendido recentemente, não contraram bem o suficiente para se manterem no alto da tabela.

Liga dos Campeões
Antes da fase grupos começar, ainda pretendo fazer uma análise mais detalhada, chave por chave, dessa grande competição. Ela merece.

Mas, de uma forma geral, o que vejo na Europa são três times acima de todos: Barcelona, Manchester United e Real Madrid. São equipes prontas, com craques decisivos, bons reforços, grandes técnicos e que dificilmente serão surpreendidos.

Mas zebras acontecem e por isso uma análise mais profunda ainda será feita.

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Arsenal – Eden Hazard (MA-Lille) – Não é exatamente um substituto de Fàbregas, pois joga de outra forma, pelas pontas. Mas esse belga tem muito potencial e talento.

Arsenal – Kaká (M-Real Madrid) – Os problemas físicos do brasileiro ainda geram dúvidas, mas, fora isso, ele se encaixaria perfeitamente no time. Vale correr esse risco…

Bayern de Munique – Tevez (A-Manchester City) – O argentino é melhor que Mario Gomez e levaria o time Bávaro para outro nível.

Juventus – Alex (Z-Chelsea) – Parece ser aquele tipo de transferência boa para todos os envolvidos.

Liverpool – Coates (Z-Nacional) – O uruguaio parece ser realmente um bom jogador e os “Reds” precisam de um grande zagueiro.

Roma – Thiago Alcântara (M-Barcelona) – O time italiano precisa mesmo de um meia capaz de ser o cérebro da equipe.

TANTO FAZ…

Chelsea – Raúl Meireles (V-Liverpool) – Não tem condições de ser titular nos “Blues”. No máximo seria uma boa opção no banco.

Milan – Aquilani (M-Juventus) – Eu já desisti de vê-lo como um jogador de grande potencial, mas ainda pode ser útil para o esquema tático do Milan.

Roma – Casemiro (V-São Paulo) – Gosto do futebol do são paulino, mas hoje ele é apenas uma boa aposta para o futuro.

CAI FORA!

Arsenal – Zárate (A-Lazio) – O argentino é um atacante bom para a Lazio, mas não conseguiria ser protagonista no Arsenal.

Inter de Milão – Kuyt (A-Liverpool) – O holandês já é limitado até para os “Reds”, imagine então para a Inter, que tem atacantes melhores.

Inter de Milão – Mascherano (V-Barcelona) – O time italiano tem volantes melhores que ele e também não precisa de um zagueiro improvisado. Seria uma contratação desnecessária, portanto…

Juventus – Carlos Eduardo (MA-Rubin Kazan) – O brasileiro ainda está voltando a jogar após uma grave contusão e não chegaria para já jogar e resolver. E o valor da contratação ainda está alto demais: 18 milhões de euros.

NÃO ENXERGAM?

Berbatov (A-Manchester United) – O búlgaro não é um primor técnico, mas sabe fazer gols e foi bem no começo da última temporada. Por enquanto apenas times de pouca expressão o procuraram, mas ele pode reforçar times grandes da Europa.

Read Full Post »

Fàbregas

Certos conceitos são difíceis de entender no futebol. Por anos e anos o Barcelona teve a contratação de Fàbregas como a sua grande obsessão. A insistência foi tamanha que ninguém aguentava mais as especulações sobre isso. E agora, que a contratação finalmente foi confirmada, criaram o conceito que Fàbregas será reserva no Barça.

Como assim? Inadmissível! Depois de tanta insistência, depois de tanta chatice criada por essa transferência, exijo que Fàbregas jogue muito, com muita frequência. Sempre, eu diria.

Claro que Guardiola me diria, no entanto, que não é assim que as coisas funcionam. Que é preciso calma, que não é fácil encaixá-lo no time, que ele precisa se adaptar ao estilo do Barça e vice-versa. Leonardo Bertozzi, Gustavo Hofman, Vitor Sérgio e André Baibich, por exemplo, também pensam assim. Eles entendem que Fàbregas, pelo menos por enquanto, será reserva.

Não aceito! Fàbregas já tem um estilo de jogo que se encaixa no Barça, com passes precisos, movimentação e marcação forte. E a solução para ele entrar no time é bem simples: sai o atacante Pedro, Iniesta vai para a ponta, como faz na seleção espanhola, e abre um espaço no meio-campo para Fàbregas formar uma dupla fantástica com Xavi.

Claro que na prática isso ainda precisa ser treinado e sempre haverá uma rotação entre esses jogadores, fazendo com que ninguém seja exatamente titular ou reserva. Mas com a formação citada acima, com Fàbregas como titular, o Barcelona tem tudo para melhorar ainda mais. Se é que isso é possível…

Read Full Post »

A primeira fase da Copa América não foi fácil de assistir – baixa média de gols, craques sem brilho, poucos destaques individuais e nenhum time convincente. Mas a última rodada foi mais animada e deixou uma boa expectativa para as quartas de final.

Os confrontos foram definidos nesta quarta-feira e dois ótimos clássicos já ficaram marcados. O dstaque principal vai para Argentina x Uruguai, mas Brasil x Paraguai também tem tudo para ser um bom jogo. E nos outros confrontos será legal ver as possíveis surpresas da competição.

Meu otimismo para essa próxima fase da Copa América é tanto que vou até arriscar uns palpites, jogo a jogo…

Colômbia x Peru
Foi divertido ver uma seleção tão fraca, como a peruana, surpreender, dar trabalho para o Uruguai e até se classificar. Mas essa diversão vai acabar.

A equipe colombiana não surpreendeu à toa. Tem um time razoavelmente organizado e com bons talentos individuais, como Guarín e Falcao. Falta a ela melhores criadores para dividir a armação com o meio-campista do Porto, mas já é suficiente para vencer o Peru.

falcao
Falcao García está em uma fase excelente

Argentina x Uruguai
Arriscar qualquer prognóstico em um clássico desse é muito arriscado. Principalmente porque as duas seleções estão em má fase. O momento dos argentinos é ligeiramente melhor e eles ainda jogam em casa. Simplesmente por isso resolvi apostar que Messi e companhia vão se classificar.

Os uruguaios têm sofrido com a má fase de Forlán e ainda podem continuar sem Cavani. Além disso, parece que toda aquela superação que fez a “Celeste” encantar na Copa do Mundo acabou. O time não é tão bom quanto falam e precisa jogar no limite para ir longe. Não será dessa vez.

Brasil x Paraguai
Por muito tempo eu tentei defender o Mano Menezes. Antes da Copa América, cheguei até a escrever um post para isso. Mas a competição começou, seus erros passaram a se acumular e agora já desacredito que ele vá conseguir arrumar a Seleção. A culpa não é só dele, mas é principalmente dele.

A vitória contra o Equador não me enganou e os problemas do time ainda são graves. Como o Paraguai tem um time razoável, aposto na eliminação brasileira.

Mas não vai ser um jogo fácil para ninguém, nem para o meu palpite. Apesar dos destaques individuais, como Estigarribia e Barrios, o Paraguai também está mal organizado. Faltam jogadas, falta qualidade no meio-campo, falta até confiança. Mas tudo isso também falta ao Brasil – e um pouco mais.

Brasil x Paraguai/ AP
O Brasil não vai conseguir derrubar o Paraguai?

Chile x Venezuela
Os chilenos representam a maior chance de termos uma zebra campeã da Copa América. Eles não costumam ir bem nas horas decisivas, mas pelo menos da Venezuela devem ganhar. Contra o Paraguai a história pode ser outra…

Tanto Chile quanto Venezuela parecem ter um cojunto forte e entrosado, formado por jogadores unidos e raçudos. Mas a habilidade de Alexis Sanchéz, a técnica de Vidal, os passes de Valdivia e os gols de Suazo são armas que devem fazer a diferença a favor do Chile. Os venezuelanos não têm algo sequer parecido.

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Barcelona – David Luiz (Z-Chelsea) – Se ele se adaptou tão rápido na Inglaterra, certamente se destacaria também na Espanha.

Juventus – Aguero (A-Atlético de Madri) – Não à toa ele virou um dos atacantes mais desejados na Europa. Certamente resolveria boa parte dos problemas ofensivos da Juve.

Manchester City – Alexis Sánchez (A-Udinese) – É outro que tem sido muito sondado no Velho Continente e tem qualidade para justificar isso. Viraria titular do City rapidamente.

Manchester City – Nasri (M-Arsenal) – Não é exatamente um meia central, mas pode jogar por ali e certamente seria mais eficiente do que Yaya Touré.

Roma – Stekelenburg (G-Ajax) – É um dos melhores goleiros do mundo e precisa mesmo ir para um grande centro do futebol para provar sua qualidade.

TANTO FAZ…

Barcelona – Oscar (M-Internacional) – Ele ainda não fez tudo que prometia, mas tem evoluído e pode ser uma aposta certeira do Barça para o futuro.

Bayern de Munique – Nani (MA-Manchester United) – O português é muito bom jogador, mas os Bávaros não precisam de mais um jogador para essa posição.

Juventus – Honda (MA-CSKA Moscou) – O japonês não chegaria para ser um protagonista, que é o que a Juve precisa agora. Mas pode reforçar bem o elenco para a temporada.

Manchester City – Hulk (A-Porto) – O brasileiro não pode ser visto como a solução para a provável saída de Tevez, mas seu porte físico e velocidade podem funcionar bem no futebol inglês.

Milan – Drogba (A-Chelsea) – É claro que trata-se de um atacante fora de série, mas o time italiano não precisa esquentar ainda mais a briga pela posição, que já é quente entre Ibrahimovic e Pato.

Real Madrid – Thiago Alcântara (M-Barcelona) – Ainda é muito jovem, mas dá sinais de que tem um futebol raro, que pode ser muito útil para os merengues.

CAI FORA!

Barcelona – André Santos (LE-Fenerbahçe-TUR) – É difícil até levar a sério esse boato. Analisá-lo então é quase impossível…

Barcelona – Capdevilla (LE-Villareal) – Ele é pior do que Abidal e Adriano, então não faz sentido contratar um provável terceiro reserva.

Inter de Milão – Banega (V-Valencia-ESP) – O pior de tudo é que chegaria para ser o substituto de Sneijder. Não conseguiria…

Milan – Adebayor (A-Real Madrid) – Como já explicado, os rossoneros não precisam de mais um centroavante. E o togolês não tem qualidade para brigar por espaço com Ibra ou Pato…

Real Madrid – Falcao (A-Porto) – Não parece ser tão superior a Higuaín ou Benzema. Chegaria só para ser mais um problema.

NÃO ENXERGAM?

Hummels (Z-Borussia Dortmund) – O jovem alemão foi um dos destaques do Borussia na temporada e poderia resolver os problemas defensivos de muitos times grandes da Europa.

Veja também:

Read Full Post »

Robinho/AFP
Chora, Robinho, chora…

“Eu respeito a opinião do Mano, mas eu não quero sair e estou saindo sempre dos jogos”. A frase é de Robinho, após o péssimo empate da seleção brasileira contra a Venezuela. Ele reclamou por mais uma vez ter sido substituído, como se tivesse feito algo para justificar sua permanência em campo.

Muito pelo contrário. Ele perdeu uma das melhores chances que o Brasil criou, naquele lance em que muitos pediram pênalti, mas não foi. A polêmica só serviu para desvirtuar o foco da péssima finalização de Robinho, que merece ser cada vez mais questionado na seleção brasileira.

Já quase não me lembro qual foi a última grande atuação de Robinho pelo Brasil. Talvez naquele amistoso contra a Itália, há dois anos. Depois disso, fez um gol contra a Holanda, na Copa de 2010, e só. Teve uma boa temporada como coadjuvante no Milan, mas ainda faltam argumentos para Robinho se colocar como titular absoluto da Seleção. Não foi à toa que dessa vez ele saiu vaiado e vários brasileiros pediram que Lucas, com apenas um ano de profissional no São Paulo, assuma o seu lugar no onze inicial.

Não é o ideal. Sou contra mudanças radicais agora. Lucas ainda não está pronto para tanta responsabilidade. Mas um dos poucos erros na convocação de Mano pode fazer com que o são paulino vire a solução do time. Afinal, Nilmar e Hulk, jogadores mais experientes que poderiam substituir Robinho na ponta direita, ficaram de fora da Copa América. Outras opções são Fred e Elano, mas ambos forçariam uma mudança de esquema tático.

Neymar, Ganso, Pato também foram mal contra a Venezuela, mas com eles é preciso ter paciência, são jovens e têm esse argumento. Robinho não tem. Aliás, não tem argumento algum. Por isso é melhor ficar quieto, começar a jogar mais pela Seleção e reclamar menos, bem menos.

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Barcelona – Giuseppe Rossi (A-Villareal) – Caso confirmada, pode ser a grande contratação da temporada. O italiano é perigoso demais e se encaixaria bem no Barcelona, no lugar de Pedro, por exemplo.

Barcelona – Thiago Silva (Z-Milan) – Se hoje o Barça já parece imbatível, imagine com uma zaga formada por Piqué e o brasileiro do Milan.

Liverpool – Clichy (LE-Arsenal) – A letral-esquerda foi um dos grandes problemas dos ‘Reds’ na temporada, mas com Clichy isso se resolveria.

Manchester City – Cristiano Ronaldo (A-Real Madrid) – Duvido que vá acontecer, mas é divertido imaginar como seria. Com certeza essa contratação colocaria o City no topo dos times europeus.

Real Madrid – Agüero (A-Atlético de Madri) – É um atacante matador que participa bem do jogo, então traria um diferencial para o Real de hoje, que fica mais congelado com Higuaín ou Benzema.

Real Madrid – Maicon (LD-Inter de Milão) – Mourinho sabe tirar o melhor do brasileiro, que liberaria Sergio Ramos para jogar como zagueiro, fazendo o Real ter uma das melhores defesas do mundo.

Real Madrid – Pastore (M-Palermo) – Não seria fácil encaixá-lo, mas já mostrou que tem bola para se destacar entre os principais times europeus.

TANTO FAZ…

Chelsea – Luka Modric (M-Tottenham) – Provavelmente vai chegar e já jogar bem, mas não é exatamente o que o time precisa.

Juventus – Vucinic (A-Roma) – Os atacantes da Juve realmente não convencem, então é preciso trazer outra opção. Mas é arriscado pensar em Vucinic como solução.

Juventus – Lass Diarra (V-Real Madrid) – Pode até ser o volante mais marcador que a Juve precisa, mas não vai fazer tanta diferença para a força da equipe.

Manchester United – Ashley Young (MA-Aston Villa) – Preferia que os ‘Red Devils’ contratassem alguém de mais peso para a função, mas Young tem chances de dar certo.

Manchester United – Kagawa (M-Borussia Dortmund) – Não é de hoje que o time precisa de um armador, mas ainda é cedo para dizer que o japonês daria conta do recado.

Milan – Eriksen (M-Ajax) – Ainda é muito jovem e precisa mostrar mais futebol, mas é interessante para a renovação gradual que o Milan tem feito em seu elenco.

Milan – Keita (V-Barcelona) – É um volante de qualidade, mas o Milan já tem outros jogadores parecidos em seu elenco.

Real Madrid – Fábio Coentrão (LE-Benfica) – Com a temporada que Marcelo fez, não entendo porque o Real faria essa contratação. Mas o português sabe jogar, tem qualidades.

CAI FORA!

Bayern de Munique – Boateng (LE-Manchester City) – Com Lahm e Rafinha, ele só seria reserva para as laterais. Pode jogar também como zagueiro, mas os bávaros poderiam trazer jogadores melhores para a posição.

Liverpool – Doni (G-Roma) – O time precisa mesmo de alguém que faça sombra para Reina, mas o brasileiro não conseguiria isso.

Manchester City – Vucinic (A-Roma) – Além do montenegrino não ter tanta qualidade, como já dito, o time não precisa de mais um atacante desse tipo.

Real Madrid – Felipe Melo (V-Juventus) – Prefiro não imaginar como seria Pepe e Felipe Melo no mesmo time.

Roma – Bojan Krkic (A-Barcelona) – O atacante é uma das poucas decepções das categorias de base do Barça. Não dá pra confiar que ele é melhor do que Borriello, por exemplo.

NÃO ENXERGAM?

Freddy Guarín (M-Porto) – Entre tantos destaques da grande temporada do Porto, ele quase passou desapercebido. Mas na verdade tem um futebol técnico e que poderia ser muito útil em times grandes da Europa.

Veja também:

Read Full Post »

Mais uma vez a Seleção Brasileira não empolgou. Mais uma vez a Seleção Brasileira saiu de campo sob vaias. Após a vitória modesta por 1 a 0 contra a Romênia, seria fácil e até justo criticar o time de Mano Menezes, mas prefiro outro ponto de vista.

Ronaldo
A despedida de Ronaldo foi o que aconteceu de mais importante no jogo contra a Romênia

Faltam jogadas? Sem dúvidas! Falta movimentação? Com certeza! Mas, por outro lado, existem pontos fortes dessa Seleção que precisam ser lembrados. Nem tudo é ruim no trabalho de Mano…

Base pronta
Há um time titular bem definido, o que vai ajudar no entrosamento. Em um ano, com poucos jogos, não é fácil conseguir isso. E o melhor é que a maioria desses titulares provavelmente estará na Copa do Mundo de 2014.

Tática decidida
Demorou, mas finalmente Mano mostrou que prefere escalar três atacantes na Seleção. Depois de alguns testes estranhos em amistosos, ele optou pelo 4-3-3 nos dois últimos jogos. É a melhor opção de fato.

Seleção ofensiva
Escalar três atacantes nem sempre quer dizer que o time é ofensivo. Mas a Seleção está sim com a mentalidade voltada para o ataque. Temos excelentes defensores que podem dar segurança para um time que jogará mais adiantado.

Neymar está tranquilo
Ele é a grande esperança de termos um novo protagonista na Seleção. E ele parece não temer isso. Não fez gols nos dois últimos jogos, mas criou jogadas, partiu pra cima e foi bem melhor do que o já veterano Robinho, por exemplo.

Preparação adequada
O Brasil ainda não sabe como enfrentar grandes seleções, mas pelo menos já faz importantes testes para descobrir isso. Os adversários da Copa América são até piores e, quando a hora da decisão chegar, dá para acreditar que a Seleção estará com experiência suficiente para grandes jogos.

Mesmo com tudo isso, ainda não dá para ficar 100% otimista com a participação do Brasil na Copa América. Com Ganso e Pato, convocados para a Copa América, o time vai melhorar, mas precisará de algo a mais.

Esse “algo a mais” tem que vir de Mano Menezes. Ele terá tempo para treinar o time e acertar todos os problemas ofensivos que ficam evidentes a cada jogo. Caso não consiga, não há otimismo que o salve. É certeza que a sua demissão já passará a ser cogitada.

Leia também:

Read Full Post »

Lionel Messi

O prêmio de melhor do mundo de 2011 já está garantido

A temporada europeia de 2010/2011 acabou no último final de semana. Foi um período histórico, principalmente pelos feitos do Barcelona, mas também pelas muitas surpresas nos campeonatos nacionais, como o Borussia Dortmund campeão na Alemanha ou o Napoli e a Udinese como 3º e 4º lugares na Itália.

E foi também uma temporada cheia de destaques individuais – não é preciso mais elogiar Messi. E há ainda Cristiano Ronaldo e seus recordes, a segurança de Thiago Silva, a afirmação de Özil e muitos gols de artilheiros de qualidade.

Por isso não é fácil escolher uma seleção da temporada europeia. Mesmo assim, resolvi arriscar. Os melhores jogadores de 2010/2011 no Velho Continente seguem alinhados abaixo no 4-2-3-1:

MELHOR GOLEIRO: Van der Saar

Claro que a segurança de Casillas merece ser citada, assim como os milagres de Neuer, os reflexos de Cech e a evolução de Joe Hart. Há ainda Hélton, o brasileiro capitão do impressionante Porto.

Mas Van der Saar juntou um pouco de todas essas qualidades e misturou com sua tradicional regularidade. Além disso, é também uma homenagem para o ex-goleiro do Manchester United, que saiu do futebol para ficar na história como um dos melhores jogadores da posição em todos os tempos.

MELHOR LATERAL-DIREITO: Daniel Alves

Ele foi muito bem, mas provavelmente nem foi a melhor temporada do brasileiro no Barcelona. Mas dessa vez faltaram concorrentes na posição.

Sergio Ramos, Philip Lahm e também brasileiro Maicon são outros eternos destaques da posição, mas nenhum brilhou tanto quanto Daniel Alves.

Daniel Alves

Daniel Alves superou Maicon na temporada e na Seleção Brasileira

MELHOR ZAGUEIRO: Thiago Silva e Vidic

Incrível como dessa vez não foi fácil escolher os melhores dessa posição. Além dos dois escolhidos, sobraram outros beques, como Ricardo Carvalho, que foi fundamental para a melhora defensiva do Real Madrid; ou Piqué, que teve que se virar sem Puyol frequentemente; ou Hummels, um dos destaques do Borussia no título alemão. Há ainda Lúcio, Ferdinand, Kompany, Dawson e Nesta.

Mas a temporada de Thiago Silva foi impressionante, já que ele chegou a se destacar até como volante. E Vidic se firmou como uma liderança do Manchester United com segurança e precisão nos desarmes.

MELHOR LATERAL-ESQUERDO: Ashley Cole

O lateral do Chelsea não é mais aquele do Arsenal, time no qual viveu seu auge. Mas hoje saber usar sua experiência a favor e ser fundamental para o Chelsea tanto na defesa quanto no apoio.

E ele também contou com a falta de concorrência, já que Evra, Schmelzer, Marcelo e Abidal até tiveram seus bons momentos, mas não foram tão regulares e constantes quanto Cole.

VOLANTES: Busquets e Xavi

Xavi e Busquets

Eles se entendem

Eles até são discretos, mas com um pouco de atenção dá para perceber o quanto são fundamentais para o Barcelona. Isso porque facilitam tanto a marcação sobre pressão que o time exerce como também dão qualidade na saída de bola do time catalão. Um marca mais, o outro passa melhor, mas eles se completam perfeitamente.

Difícil achar algum concorrente com tanta eficiência. Seedorf, que por vezes teve que jogar mais recuado que o normal no Milan, poderia ser um rival à altura. O jovem Wilshere, do Arsenal, mostrou que no futuro pode alcançá-los. Sahin, ex-Borussia e agora no Real, também foi um grande nome da posição. Posso ainda incluir Carrick, Modric, Schweinsteiger e Lucas na disputa. Mas fato é que Busquets e Xavi sobraram.

MEIA: Özil

Aqui a escolha é difícil por causa de um grande duelo entre o alemão do Real e Iniesta, do Barça. Mas este último já teve temporadas mais decisivas e por pouco perdeu a disputa dessa vez. Pelo menos nessa posição.

Além deles, é preciso mencionar as boas temporadas de Van der Vaart, Kevin Prince Boateng, Yaya Touré, Kagawa e Hernanes.

PONTAS (WINGERS): Cristiano Ronaldo e Iniesta

O primeiro deles é mais fácil escolher: Cristiano Ronaldo, mesmo que tenha jogado mais centralizado às vezes, sabe se destacar como poucos quando faz jogadas pelas laterais em direção ao gol. Quebrou diversos recordes, foi o artilheiro do Campeonato Espanhol, decidiu a Copa do Rei contra o Barcelona e só não levantou mais títulos porque o Real Madrid ainda é um time em formação.

Na outra ponta, poderia estar o veterano Giggs, mas ele jogou centralizado muitas vezes e nem sempre foi titular. Gareth Bale foi uma das grandes revelações da temporada, mas se machucou demais. Nani seria outra opção, mas ainda falta a ele ser mais decisivo, mais craque. Aliás, este é o mesmo problema de Nasri. É preciso lembrar ainda dos bons Hulk, Alexis Sánchez, Robinho, Di María e David Silva – todos fizeram boas temporadas, não mais do que isso.

Mas vou me permitir um improviso aqui: Iniesta, que é meia, mas já jogou pelas pontas diversas vezes pelo Barcelona e até na Copa de 2010, vai ser o escolhido para esta posição. Ele merece!

CENTROAVANTE: Messi

Poderia até ser complicado ter que tirar dessa seleção Alexandre Pato, Cavani, Eto’o, Falcao, Ibrahimovic, Lucas Barrios, Mario Gomez, Tévez e Chicharito – todos são grandes goleadores que vivem ótimas fases na temporada.

Mas por motivos óbvios é preciso optar por Messi, mesmo que ele não seja um típico centroavante. Ele joga centralizado, mas recua quase como um meia e chega de frente para o gol para finalizar. E é exatamente por essa movimentação que ele se diferencia dos mortais e caminha aceleradamente para se tornar uma lenda.

Portanto, o time dos melhores da temporada europeia 2010/ 2011 fica assim escalado por mim:

Van der Saar; Daniel Alves, Thiago Silva, Vidic e Ashley Cole; Busquets, Xavi e Özil; Iniesta, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo.

Read Full Post »

Older Posts »