Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘grupo F’

Não faltam jeitos de tentar explicar a elminação vergonhosa da Itália na Copa do Mundo de 2010. Concordo com quase tudo que foi escrito… O óbvio é acusar Marcello Lippi pelo fracasso. O próprio técnico admitiu toda a culpa após o jogo.

Como Lédio Carmona escreveu, Lippi “apostou no que não tinha mais futuro” desde a convocação. Pior: durante o jogo, ficaram evidentes falhas táticas na defesa, como bem enxergou Vitor Birner. E as mudanças também falharam, pois “não fizeram a equipe jogar de forma ofensiva”, como observou PVC.

Algumas análises foram mais simplistas e diretas ao ponto, mas nem por isso menos verdadeiras: “na verdade, esse time italiano é muito fraco”, resumiu Alberto Helena Jr. Outros foram mais longe: “o fracasso da Itália reflete o que o país é hoje no futebol”, comentou Cassiano Gobbet acertadamente. Teve até quem dissesse que a Itália não é uma “seleção grande”, como Caio Maia – neste caso eu discordo, claro.

Itália do futuro
Se só pode sentir vergonha do seu presente, por outro lado, a Itália tem como esperar algo do seu futuro. Diferentemente do que escreveu Lédio Carmona, não creio que o futebol italiano está “sem renovação e sem sinais da mesma”. O cenário não é tão devastador assim.

Cesare Prandelli é quem vai assumir a Azzurra a partir de agora (aliás, foi outro erro anunciar sua contratação antes da Copa começar). Trata-se de um técnico de qualidade, que vinha comandando a Fiorentina com pulso e talento, e que terá pilares interessantes para convocar a Itália daqui pra fente.

Como goleiro, ele provavelmente ainda terá Buffon, que hoje tem 32 anos e ainda pode suportar 4 anos em bom nível. Na defesa contará com Chiellini, que se salvou na Copa, para ser a voz da experiência. Bonucci, Ranocchia e Bocchetti são zagueiros com menos de 23 anos que devem evoluir. Pelas laterais, eu apostaria em Santon e insistiria em Criscito.

O setor de meio-campo tem um problema maior. De Rossi poderia ser o grande nome, mas falhou contra a Eslováquia e pode ser queimado. Marchisio também decepcionou. Por outro lado, Montolivo correspondeu. Aqueles que podem surgir para o futuro são Candreva e talvez Giovinco.

No ataque, Prandelli pode dar um jeito de contar com os problemáticos Cassano e Balotelli, dar mais chances para Giuseppe Rossi, além de continuar a usar os já rodados Pazzini e Quagliarella.

Fica evidente que falta um grande craque, mas também é preciso não esquecer que novas revelações devem surgir ao longo dos próximos quatro anos. O futebol italiano não pode ser rebaixado por causa de uma Copa vergonhosa. O Brasil é logo ali! Com certeza a Copa de 2014 será melhor que a de 2010. Até porque pra ser pior…

Read Full Post »

A expectativa pela estreia da Holanda era grande. Por vários motivos: por Sneijder, um dos principais jogadores da última temporada na Europa. Pela ausência de Robben, para ver como seria sua substituição. Pelo esquema ofensivo da equipe, já que a Copa sente falta de gols até aqui. Enfim… não faltavam razões para esperar pela partida contra a Dinamarca.

No final das contas, alguns podem ter achado que a vitória holandesa por 2 a 0 foi decepcionante. É verdade que o time não brilhou como em outros jogos e ausência de Robben foi sentida.

Mas prefiro enxergar de outra forma: com a ótima entrada de Elia no lugar de Van der Vaart, a Holanda já achou quem pode ser o substituto de Robben pela esquerda. Os outros problemas devem se acertar com o tempo, com o aumento gradual da confiança e do entrosamento. A defesa sempre vai ser um ponto mais fraco, mas também pode evoluir.

No outro jogo do grupo E, Japão e Camarões fizeram um jogo terrível e mostraram que a Holanda pode ficar tranquila: terá três desafios fáceis pela frente, nos quais poderá acertar o time titular. Time esse que já começa a se encontrare pode ir longe na Copa do Mundo. Eu acredito e até aposto.

E a Itália?

De forma diferente, a Itália também não decepcionou ao empatar em 1 a 1 com o Paraguai. Porém, ao contrário da Holanda, isso aconteceu porque pouco era esperado da Azzurra. Trata-se de uma seleção realmente fraca e que não vai conseguir defender o título de 2006. Duvido! E aposto! Mas isso já estava desenhado desde antes da Jabulani rolar na África do Sul…

Read Full Post »