Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Harlei’

O ORGULHO DA TORCIDA

São Paulo – Mesmo sem um futebol tão convincente, conseguiu uma vitória no clássico contra o Palmeiras e afastou uma crise que parecia voltar.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-MG – Teve um jogador a mais que o Vitória desde a metade do primeiro tempo, quando perdia por 2 a 0. Até conseguiu empatar, mas sofreu um gol depois e pagou mico em casa.

TROFÉU HERÓI

Rodriguinho – Fez dois gols contra o Flamengo e evitou que o Fluminense perdesse um clássico no dia que perdeu a liderança do Brasileirão para o Corinthians. Sem ele, os problemas do Tricolor Carioca seriam ainda maiores.

TROFÉU VILÃO

Harlei – Sofreu um frango e, apesar do Goiás ter empatado o jogo, seu erro foi cruel para um time que precisava demais da vitória contra o Ceará.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Marcelinho, o agora chamado Lucas – Impressionou a forma como ele chamou a responsabilidade no 2º tempo do clássico entre São Paulo e Palmeiras, fazendo um gol e uma assistência.

Tiro o chapéu para ele. Só não me peçam para me acostumar rapidamente com essa sua boba mudança de nome.

VALEU O INGRESSO

Elias – A tabela perfeita dentro da área, com direito a um passe de calcanhar, foi perfeito e com certeza é um lance raro de se ver. Por isso foi o escolhido.

Mas sobraram golaços como poucas vezes nesse Brasileirão: Renato Abreu, Daniel Carvalho, Rodriguinho, Jonas, Alessandro, Montillo e Wellington Monteiro fizeram bonitas pinturas em campo.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Flamengo 3 x 3 Fluminense – O grande clássico do Rio de Janeiro foi cheio de gols e  emoção, como costuma acontecer nos Fla-Flus.

Ficaram evidentes os problemas defensivos dos dois times, mas o importante é que isso porporcionou um belo espetáculo no Engenhão.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Guarani 0 x 0 Santos – Não foi um jogo com grandes oportunidades de gol e o pior é que o resultado não foi bom para nenhuma das equipes.

DETALHE TÁTICO

3-5-2 do Avaí – Antônio Lopes testou essa tática nos dois últimos jogos do time, saindo com um empate fraco contra o Vitória e uma derrota terrível, em casa, contra o Grêmio.

É melhor o Delegado repensar essa mudança.

DETALHE DO TÉCNICO

Ricardo Silva – Teve coragem de manter o Vitória em campo com um centroavante e fez bem ao trocar Júnior por Schwenck, que deu a assistência para o gol decisivo de Henrique na vitória por 3 a 2 contra o Galo.

O FUTEBOL É INJUSTO

Vasco merecia mais – O Inter até foi bem ao resistir à pressão do adversário, mas a verdade é que o time carioca jogou melhor e poderia tranquilamente ter voltado com pontos de Porto Alegre.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Grêmio – Após vacilar em casa, não dava para imaginar que o time gaúcho reagiria tão bem. Pois bateu o Avaí por 3 a 0 em plena Ressacada, mostrou um futebol bonito e ressurgiu no Brasileirão.

PAPO RETO

Atlético-GO e Grêmio-SP,

Vocês já estão rebaixados.

É incrível como, mesmo tão cedo, está cada vez mais claro o quanto vocês são inferiores aos outros times do Brasileirão. Tomem cuidados apenas para não passarem tanta vergonha. A Série B de 2011 os espera!

ACRÉSCIMOS

Felipão e Luxemburgo – É curioso notar como esses dois técnicos, que até outro dia eram os melhores do Brasil, têm errado constantemente.

O técnico do Palmeiras inventou Márcio Araújo como ala-direito no jogo contra o São Paulo. Já Luxa tentou jogar com Diego Tardelli e Obina, dois centroavantes. É claro que nada disso deu certo.

Read Full Post »

TOP 11

O torcedor brasileiro já até se acostumou: não adianta se empolgar com um bom jogador em seu time. Afinal, em breve ele será vendido e nem terá a chance de se tornar ídolo em seu clube.

Porém, existem ainda aqueles que lutam contra esta tendência e criam identidade com seus times. São poucos e, até por isso, serão lembrados nesta lista, que traz os últimos ídolos dos times brasileiros:

1º Marcos e Rogério Ceni – desde sempre no Palmeiras e no São Paulo
São os exemplos a serem seguidos neste quesito

Rogério Ceni e Marcos

3º Harlei – desde 99 no Goiás
O goleiro já completou uma década no Esmeraldino, quase sempre como titular

4º Clemer – desde 02 no Internacional
Nem que seja na reserva, passou por todas emoções no Colorado

5º Wagner – desde 04 no Cruzeiro
Saiu por 6 meses para o futebol árabe, mas ficou com saudades e voltou

6º Fabio Costa – desde 00 no Santos
Estava no título de 2002, foi para o Corinthians, mas logo voltou para o Peixe, em 2006

7º Índio – desde 05 no Internacional
Participou das principais conquistas da história do seu time

8º Magrão – desde 05 no Sport
Participou muito bem da principal conquista da história do seu time

9º Fábio – desde 05 no Cruzeiro
Já tinha jogado em 99 na Raposa e agora se firmou de vez

10º Obina – desde 05 no Flamengo
Fez gol do título da Copa do Brasil, título recente mais importante do Rubro-Negro

11º Juninho – desde 05 no Botafogo
Saiu para o São Paulo ano passado, mas não tem jeito: é a cara do alvinegro carioca!

Além deles, outros jogadores começaram, mais tarde, a criar uma identidade que pode se estender por mais tempo e também fazer história: Léo Moura, Vítor, Miranda, Pierre, Juan, Nilmar, etc…

Será que no futuro poderemos fazer um TOP20 sobre isso? Ou um TOP50? Torceremos…

Read Full Post »