Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Hernanes’


O resultado do amistoso da Seleção Brasileira contra Gana já valia pouco antes da bola rolar. Com a expulsão de Opare, ainda no começo do jogo, o placar ficou ainda menos relevante. Por isso é melhor achar outros detalhes para analisar.

Há na imprensa quem prefira comemorar a consolidação de Leandro Damião como o centroavante da Seleção. Há também quem vibre com o fato de Marcelo finalmente ter assumido a lateral-esquerda do time. Mas eu sou chato, admito. Prefiro ver um ponto negativo: a lesão de Ganso, logo no começo do jogo, foi o que mais chamou minha atenção.

Foi neste momento que ficou evidente o maior erro de Mano Menezes desde que assumiu a Seleção Brasileira: ele apostou todas suas fichas em Ganso e nunca conseguiu achar um substituto para o meia do Santos. Testes e oportunidades não faltaram, já que o santista está frequentemente lesionado. Mas Mano fez apostas erradas, queimou alguns jogadores e hoje está perdido, sem saber quem vai ser o armador da seleção. Um problema gigante, já que Ganso não é confiável fisicamente.

Mano e Ganso
Mano confiou demais em Ganso

Contra Gana foi Elias que entrou no lugar de Ganso. Ele não foi mal. Mas forçou o time a passar por uma mudança tática e estratégica, como bem explicaram Eduardo Cecconi e Carlos Pizzatto. Essa alteração não funcionou tão bem, pois precisa de muito treinamento. Além disso, Elias rende melhor como volante, surgindo de trás, em velocidade, de surpresa. Enfim, como resumiu PVC, “Elias entrou bem, mas acelera mais do que cadencia”. Não é de um jogador com essas características que o Brasil precisa.

O que o Brasil precisa é buscar novas opções. Ou insistir em algumas que não foram tão mal. Voltar a convocar Jádson, por exemplo, não seria uma má ideia. Mas eu gostaria mesmo é que Mano inovasse. Renovasse a seleção de verdade, e não ficasse apenas no discurso.

É ridículo falar em renovar um time e depois convocar Renato Abreu, jogador de 33 anos, que vai ocupar o lugar de um jovem que poderia ser testado nesses amistosos contra a Argentina. Elkeson, do Botafogo, seria uma aposta bem mais interessante e coerente.

Não quero colocar o apenas promissor Elkeson como o substituto ideal de Ganso. Na verdade vejo Kaká, por exemplo, como um nome melhor para essa função. Já falei sobre o retorno dele aqui. Como escreveu Lédio Carmona, “Kaká terá que voltar. Está bem no Madrid. Mourinho começa a apostar nele. Sábado, contra o Getafe, será titular na vaga do cansado Di Maria”. É mais um passo para que ele volte logo à Seleção…

Há ainda Hernanes, um volante de origem, mas que tem jogado como meia na Lazio e tem se destacado. Alguns podem lembrar que no São Paulo ele não foi bem quando atuou mais avançado. Mas é precisa entender que os jogadores evoluem e isso aconteceu com Hernanes na Itália. Ele pode sim ser um bom substituto para Ganso.

Em quatro parágrafos apresentei quatro sugestões para Mano Menezes usar no lugar de Ganso. Existem outras e várias são as ideias melhores do que colocar Elias, mudar a tática do time e não aproveitar o melhor desse jogador. Nem espero que o técnico da Seleção siga uma dessas dicas. O importante é que Mano saiba reconhecer seu erro, não repetí-lo e finalmente corrigí-lo. Ou será que já é tarde demais?

Anúncios

Read Full Post »

Passada a turbulência causada pelo fracasso do Brasil na Copa América, já é possível fazer um balanço mais equilibrado de tudo que precisa mudar no time de Mano Menezes. Afinal, o técnico não será trocado mesmo, principalmente por causa da falta de opções para o cargo.

Dito isso, resta estudar as peças que podem ser mudadas na Seleção. Temos problemas em todos setores, desde o gol até a camisa 9. E faltam soluções.

Entre os goleiros, Júlio César passou a ser muito contestado. Mas ele não tem um reserva à altura. Victor, Fábio, Jefferson… todos têm qualidade, mas nenhum passa a confiança suficiente.

Entre os laterais, Maicon ganhou de vez o espaço na direita, mas André Santos sai chamuscado na esquerda. O problema é que, fora Marcelo, não há quem seja muito superior a ele. Eu apostaria em Filipe Luís, mas seria só isso, uma aposta. A única solução é uma reconciliação entre Mano e Marcelo.

Entre os zagueiros, Thiago Silva teve momentos de instabilidade e Lúcio, apesar da liderança, mostra que a idade pode pesar. Temos ainda David Luiz, mas falta uma outra opção mais segura. Miranda? Réver? Alex? Dedé? Não é o caso.

Entre os volantes, Lucas e Ramires decepcionaram. Faltou principalmente ajuda a Ganso na saída de bola, para facilitar as armações das jogadas. Mas no máximo dá para imaginar que Hernanes, jogando mais recuado que de costume, poderia ajudar nisso. De resto…

Entre os meias, Ganso não fez tudo que pôde, mas ninguém tem tanto potencial quanto ele. Jádson pode ser uma boa opção entre os reservas, mas para o time titular apenas a recuperação de Kaká pode fazer a diferença. E quem ainda acredita nisso?

Entre os atacantes, a história se repete: Neymar, Robinho e Pato foram mal, mas quem faria muito melhor que eles? Nilmar seria uma opção interessante, Hulk merece ser testado, Leandro Damião tem potencial, mas faltam nomes convincentes.

Portanto, fica claro que a simples mudança de peças não é o que vai resolver os problemas da Seleção. Nossas opções não são tão diferenciadas quanto muitos pensam. Ou alguém acha que Victor, Marcelo, Hernanes, Kaká, Hulk e Leandro Damião sejam realmente tudo que o Brasil precisa?

O que falta para a Seleção não é tirar Julio César, André Santos ou Pato do time. O que falta é criar um conjunto, um time bem formado e bem treinado. E é nesse ponto que, insisto, Mano tem falhado.

Porém, como o técnico não será mudado, fica difícil prever um futuro de sucesso para a Seleção…

Mano/AFP
O futuro da Seleção de Mano parece obscuro

Read Full Post »

A derrota de Ricardo Teixeira está mais do que confirmada. O técnico que o incompetente presidente da CBF queria para a Seleção Brasileira não assumiu a equipe, que mesmo assim ficará em boas mãos. Assim como quase toda a imprensa, acredito no sucesso de Mano Menezes.

Além de ter comandado boas campanhas no Grêmio, é um treinador que fez um ótimo trabalho em 2009, sempre destacado aqui. Errou no seu maior desafio, a Copa Libertadores de 2010, mas soube recuperar o Corinthians como poucos fariam. Além disso tudo, existe uma questão tática interessante que merece ser destacada.

Mano usou o 4-2-3-1 no já citado Corinthians de 2009, por exemplo, e também no Grêmio de 2007. Esse foi o mesmo esquema de Dunga na Copa de 2010. Essa coincidência pode fazer com que a Seleção evolua com facilidade rumo à disputa da Copa de 2014. Claro que é preciso renovar as peças. Mas Mano não terá dificuldades para fazer isso com a maioria das posições.

O Brasil tem ótimos volantes. Lucas Leiva e Elias, que já trabalharam com Mano, devem receber mais chances a partir de agora. E ainda existem boas opções como Denílson, Sandro, Arouca, Ramires e Hernanes. Todos esses devem aparecer nas próximas listas da Seleção.

Mano também terá opções para escolher seus meias centrais de criação, já que Kaká, Ganso, Diego e Giuliano são algumas das boas opções que ele tem para compôr esse setor e fazer as funções que eram de Tcheco em 2007 e de Douglas em 2009.

A variedade de alternativas ainda aumenta quando estudamos quem poderá criar pelas pontas. Mano já comandou Carlos Eduardo e Diego Souza nesa posição, portanto são jogadores que podem voltar para a Seleção. Além deles, Elano,  Alex (ex-Inter), Michel Bastos e os atacantes Robinho, Nilmar, Neymar e Pato também podem ser lembrados.

Acostumado a trabalhar com Ronaldo no ano passado, um grande problema para Mano deve ser achar o centroavante ideal para a Seleção. Mas isso é assunto para outro post em breve…

Veja também:

Read Full Post »

A enorme crise que estorou na Juventus tem vários culpados, mas um deles preocupa demais, por causa da Seleção Brasileira: Felipe Melo está em péssima fase no time italiano e tem complicado sua ida para a Copa do Mundo de 2010.

Dunga tem que se preocupar com essa situação. O volante tem sido constantemente indisciplinado e errado de forma bizonha várias vezes. Apesar de ter jogado bem na maioria das vezes que vestiu a amarelinha, insistir na convocação de Felipe pode ser um risco grave.

O problema é: quem substituiria Felipe Melo caso ele não seja mais convocado? Não há definição, mas existem alguns bons candidatos. São eles:

Ramires
O volante do Benfica não costuma jogar tão recuado quanto Felipe Melo, mas já foi escaldo dessa forma por Dunga. Ele tem jogado com frequência no atual líder do Campeonato Português, o Benfica, e pode ser tão útil na Copa do Mundo quanto foi na Copa das Confederações.

Lucas
O jogador do Liverpool tem conseguido o que lhe faltava para pensar em ir à Copa do Mundo: uma sequência de jogos como titular. Apesar disso, não tem apresentado um bom futebol, até por causa da crise que o seu time enfrenta.

Sandro
Uma das principais revelações de 2009 ganhou moral com Dunga rapidamente e até tem características parecidas com as de Felipe Melo. Falta experiência para que ele vire titular da Seleção, mas ele tem mostrado qualidade para isso.

Hernanes
Um dos jogadores mais regulares do futebol brasileiro foi esquecido por Dunga em 2009. É difícil que ele volte a ser lembrado, mas está na briga por ter ter qualidade para chamar a atenção nos últimos meses antes da Copa do Mundo.

Kléberson
O titular da Copa de 2002 era convocado com frequência até se machucar no segundo semestre do ano passado. Agora voltou bem aos gramados e pode substituir Felipe Melo, já que também atua pelo lado esquerdo do meio-campo em seu clube, o Flamengo.

É difícil acreditar que outros jogadores serão convocados, mas algumas surpresas podem ser Fernando Menegazzo, Tinga e Denílson. De qualquer forma, dá pra perceber que nomes não faltam para o técnico da Seleção. O que falta é tempo para treiná-los. Até por isso a convocação de Felipe Melo para a Copa não está descartada.

Read Full Post »

Melhor goleiro: Victor (Grêmio)
É um goleiro diferente, que se posiciona melhor do que a maioria. Conseguiu seu espaço garantido na Seleção Brasileira, deve ir à Copa do Mundo e tem mostrado potencial para ser o futuro nº 1 do time nacional.

Outros destaques: Fábio (Cruzeiro), Marcos (Palmeiras) e Jefferson (Botafogo)

Melhor lateral-direito: Jonathan (Cruzeiro)
É o mais completo e o mais regular. Sabe apoiar o ataque, mas também cumpre bem suas funções defensivas. Além disso, contou com o 1º turno ruim de seus principais concorrentes.

Outros destaques: Vitor (Goiás), Léo Moura (Flamengo) e Apodi (Vitória)

Melhores zagueiros: Miranda (São Paulo) e Danilo (Palmeiras)
O zagueiro tricolor dispensa comentários. Mesmo longe da sua melhor fase, sobra entre os beques no Brasil. Já o defensor alviverde conseguiu se destacar mesmo em um sistema defensivo que se desintegrou ao longo do campeonato, sempre com liderança e técnica.

Outros destaques: André Dias (São Paulo), Álvaro (Flamengo) e Réver (Grêmio)

Melhor lateral-esquerdo: Júlio César (Goiás)
É uma pena que ele tenha piorado no 2º turno, juntamente com seu time. Mesmo assim, é preciso lembrar de suas ótimas atuações, com forte presença ofensiva, em boa parte do Brasileirão.

Outros destaques: Diego Renan (Cruzeiro), Márcio Careca (Barueri) e Thiago Feltri (Atlético-MG)

Melhor 1º volante: Pierre (Palmeiras)
Era um dos pilares do Palmeiras favorito ao título do Brasileirão. Quando se machucou, ficou difícil achar um substituto para ele, já que é difícil achar alguém com características tão boas quanto as suas para defender e desarmar.

Outros destaques: Sandro (Inter), Valencia (Atlético-PR) e Maldonado (Flamengo)

Melhor 2º volante: Hernanes (São Paulo)
Demorou para achar seu futebol durante todo o ano, mas, quando conseguiu, foi o suficiente para liderar o tricolor paulista rumo à disputa de título e à conquista de uma vaga na Copa Libertadores.

Outros destaques: Willians (Flamengo), Corrêa (Atlético-MG), Léo Gago (Avaí)

Melhores meias: Diego Souza (Palmeiras) e Petkovic (Flamengo)
Nenhum dos dois teve uma regularidade interessante durante toda a competição, mas isso não tira os méritos de cada um. O importante é que ambos tiveram marcantes atuações individuais e às vezes até carregaram sozinhos seus times ao topo da tabela.

Outros destaques: Conca (Fluminense), Giuliano (Inter), Cleiton Xavier (Palmeiras) e Marquinhos (Avaí)

Melhores atacantes: Diego Tardelli (Atlético-MG) e Adriano (Flamengo)
Finalmente tivemos artilheiros que, além de balançar as redes, também participaram bem dos jogos. A dupla técnica e goleadora é presença obrigatória em qualquer lista razoável de melhores do Brasileirão 2009.

Outros destaques: Fred (Fluminense), Fernandinho (Barueri) e Marcelinho Paraíba (Coritiba)

Melhor técnico: Silas (Avaí)
Nenhum outro técnico teria conseguido o que ele fez. Agora é ver se ele vai aguentar a pressão quando assumir um time grande e tiver mais pressão.

Outros destaques: Andrade (Flamengo), Celso Roth (Atlético-MG) e Adilson Batista (Cruzeiro)

Read Full Post »

TABELINHA

Sandro  foi confirmado como o substituto de Josué para a Seleção Brasileira. A análise sobre essa convocação é simples: existem alguns jogadores que até podem estar acima dele na preferência de alguns, mas o volante do Inter fez por merecer nessa temporada, tanto pelo Inter como pela Seleção Sub-20.

Além disso, é preciso entender que essa notícia também dá o sinal para várias outras análises. A principal delas é que existem jogadores que definitivamente perderam muito espaço nas listas de Dunga.

Anderson, do Manchester United, e Hernanes, do São Paulo, por exemplo, são dois jogadores que já foram chamados outras vezes, poderiam ter uma chance dessa vez, mas cada vez ficam com menos moral. Não que seja injusto, isso é outra questão. Mas dificilmente eles serão convocados novamente.

Pierre, do Palmeiras, e Denílson, do Arsenal, são outros casos de jogadores que poderiam vestir a amarelinha em breve, mas provavelmente terão que esperar por uma mudança de técnico.

No mais, é parabenizar Dunga por ter convocado o jovem Sandro, que, apesar da inexperiência, tem ótimas qualidades e ganhou uma justíssima  convocação. Além disso, não custa nada relembrar: em abril eu já tinha avisado para ficarem de olho nele. Clique aqui e relembre esse post.

Read Full Post »

BOLETIM BR

O ORGULHO DA TORCIDA

Barueri – Quase deixou escapar a vitória contra o Atlético-MG, mas conseguiu a goleada.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Botafogo – Como se não bastasse passar vexame em casa, assumiu a lanterninha do Brasileirão 2009. Com justiça.

TROFÉU HERÓI

Bolaños – Fez 3 gols e se firmou como ótima opção para o time titular do Inter.

TROFÉU VILÃO

Jonas – Fez gol de empate contra o Sport, mas depois foi expulso de forma infantil.

O que podia ser um empate surpreendente virou uma derrota boba.
 
UM SHOW EM 90 MINUTOS
 
Barueri 4 x 2 Atlético-MG –
Os dois times reagiram em momentos complicados do jogo.

DETALHE TÁTICO

Santos – Perdeu o clássico no 1º tempo porque Neymar, Madson, Ganso e Kléber Pereira jogaram só como atacantes.

Róbson entrou depois, compactou o meio campo e ainda fez o gol decisivo.

O FUTEBOL É INJUSTO

Cruzeiro 1 x 0 Avaí – Andrey fechou o gol e segurou o time catarinense, que fez por merecer uma sorte melhor.
 
O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Goiás – 4 a 1 no Engenhão? O Botafogo é fraco, mas eu não esperava por essa.

ALGUÉM ME EXPLICA?

Escalação do Celso Roth – Voltou a colocar o Júnior na lateral esquerda, quando ele vinha rendendo muito como meia.
 
ALARME

Hernanes – O melhor jogador do Brasileirão 2008 voltou?

Calma com a análise, mas os adversários podem ficar em alerta.

VALEU O INGRESSO

Victor Simões – É uma pena para os botafoguenses que aquela bicicleta não podia valer por 4 gols.

Read Full Post »

Older Posts »