Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Javier Aguirre’

Foi só acabar França 0 x 2 México que já começaram as especulações sobre um possível “jogo de comadres” entre Uruguai e México na próxima rodada da Copa de 2010. Caso empatem, ambos se classificam, então podem se acomodar com essa situação.

No entanto, o que poucos destacaram é que o México tem vários motivos para lutar pela vitória nessa partida: com os três pontos, ele não só tira a Argentina do seu caminho, como também pode facilitar demais a sua ida até as semifinais da Copa de 2010. Como isso? Explico…

Caso se classifique em primeiro lugar no grupo A, após uma vitória contra o Uruguai, o México enfrentará Coreia do Sul, Grécia ou Nigéria nas oitavas de final. Os asiáticos têm o melhor time entre os 3, mas não é suficiente para bater a equipe de Javier Aguirre.

Na fase seguinte, os mexicanos podem enfrentar Gana ou Estados Unidos. Para que isso aconteça, basta que a Inglaterra não seja a primeira colocada em seu grupo – convenhamos, não é algo impensável após a falha de Green, que decidiu o empate contra os EUA.

É claro que não seria fácil para o México enfrentar Gana ou principalmente os norte-americanos nas quartas de final. Porém, também não é difícil imaginar que a jovem e determinada seleção mexicana conseguiria a classificação para a semifinal e, mesmo sem passar por grandes adversários, tornaria-se a principal surpresa da Copa de 2010.

Será que me empolguei demais com a vitória dos mexicanos contra a França? Talvez. Mas, caso o próprio México também se anime, é melhor não duvidar dele. O caminho tranquilo está desenhado…

Anúncios

Read Full Post »

A expectativa era que grupo A fosse mesmo o mais equilibrado da Copa do Mundo de 2010, o que foi confirmado após a 1ª rodada da Copa do Mundo de 2010. Isso é constatar o óbvio. Basta olhar a tabela e perceber. O problema é outra observação feita após os jogos de abertura: esse nivelamento na chave é por baixo, com uma qualidade de futebol realmente ruim.

É claro que aqui não falo apenas de um jogo de cada seleção. Afinal, na verdade, todas equipes só mostraram os mesmos problemas que já vinham apresentando recentemente. Explico…

O posicionamento do principal jogador da África do Sul sempre foi uma polêmica no país. Steven Pienaar jogou quase como um atacante contra o México e pouco rendeu. Com um time tenso, Modise disperso e erros freqüentes da defesa, a seleção passou sufoco, especialmente no primeiro tempo da partida de abertura.

E nem tanto pela qualidade do México, que também escancarou seus pontos fracos: a opção de Javier Aguirre pelo goleiro anão Óscar Pérez no lugar de Ochoa foi quase inexplicável. A escalação do limitado centroavante Guille Franco também. O meia Guardado também poderia entrar no time para melhorar o setor de criação mexicano.

Jogo 2
É possível que seja considerada a partida mais chata da Copa quando ela chegar ao final. Foram muitos erros de passe e poucas chances de gol. Terrível!

Ambos times exibiram um meio de campo fraco. O Uruguai não entrou com o bom jovem Nicolás Lodeiro como titular. Pior: quando ele entrou, mostrou que sentiu a pressão e foi expulso.

Já a França apostou em Gourcuff, surpreendeu com Diaby escalado, mas nada funcionou. O time segue na dependência de Ribéry, que ficou longe de brilhar dessa vez.

O equilíbrio desse grupo é interessante e pode render boas emoções futuramente. Mas não dá pra acreditar que alguma dessas seleções, cheias de pontos fracos evidentes há tanto tempo, vá melhorar e chegar longe na Copa do Mundo. Eu duvido!

Read Full Post »