Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Jóbson’

Se a primeira rodada do Brasileirão 2011 serviu para  mostrar que é melhor não arriscar palpites sobre a briga pelo título, a segunda trouxe conclusões sobre a outra parte da tabela: já dá pra arriscar quem deve lutar contra o rebaixamento.

O resultado mais sintomático para essa conclusão foi o do Avaí. O time de Silas, que enganou muita gente ao eliminar o São Paulo na Copa do Brasil, perdeu para o Atlético-MG, em casa, por 3 a 1. Ok, o adversário não era fácil, o time de Dorival Jr. tem potencial, mas não se pode perder de vista o quanto é fraco esse Avaí. Para piorar, Silas parece estar perdido taticamente no comando do time. Vai cair daqui a poucas rodadas…

O América-MG foi outro time que teve um péssimo resultado na rodada. Seu jogo era fora de casa, mas o Vasco entrou praticamente só com reservas e ainda assim o time mineiro perdeu por 3 a 0. E aqui também há uma análise que vai além desse jogo: o América-MG tem se reforçado muito mal em 2011. Faltam melhorias em todos setores. O time não pode depender de Fábio Junior para se salvar de um retorno para a Série B.

Fábio Junior/ Lancenet

Se ainda fosse o cantor...

Há ainda o Atlético-GO, que, mesmo em casa, não conseguiu vencer o Fluminense. Foi dominado durante a partida e mostrou uma dependência de Vitor Junior e Marcão, o que já é um grande problema. Em 2010, o time goiano escapou por pouco do rebaixamento. Dessa vez não deve bater na trave…

O quarto time que eu daria como certo para o rebaixamento seria o Bahia. Ele realmente tem muitas chances de cair, mas tem se reforçado. Trouxe, por exemplo, Jóbson, que salvou o time de uma derrota contra o Flamengo, mas não é confiável. Ainda é difícil crer que a mistura explosiva de Carlos Alberto, Ricardinho e vários refugos realmente vá dar certo, mas nesse caso pelo menos há alguma esperança mínima de salvamento.

Caso o Bahia realmente consiga essa difícil química, Botafogo e Figueirense aparecem logo atrás como outros possíveis rebaixados. Atlético-PR e Ceará também precisam ficar alertas. Mas fato é que a 2ª rodada do Brasileirão só comprovou o que os elencos de Avaí, América-MG, Atlético-GO e Bahia já mostravam: eles vão ter que se superar demais para se livrarem da queda para a segunda divisão.

Anúncios

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Fluminense – Com boas atuações de Conca e Washington, fez a festa no Maracanã. Venceu o Atlético-PR por 3 a 1, mostrou variedade de pontos fortes e provou que está realmente vivo na briga pelo título.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-MG – Foi o único a perder um clássico na rodada recheada de rivalidades pelo Brasil.

O Galo até jogou bem em alguns momentos, mas foi derrotado por 1 a 0 pelo Cruzeiro e segue na zona do rebaixamento. Acorda, Luxa!

TROFÉU HERÓI

Jóbson – Fez dois gols, participou de outro e simplesmente decidiu o jogo contra o Vitória, vencido pelo Botafogo por 3 a 1.

TROFÉU VILÃO

Rafael Tolói, Ernando, Wellington Saci e Marcão – Os atrapalhados defensores do Goiás entregaram de presente a goleada do Avaí por 4 a 0.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Rafael – Com uma tática exótica para distrair o adversário, o goleiro do Santos defendeu um pênalti e evitou o empate do Grêmio Prudente.

Como ele tem idade olímpica (20 anos hoje), é melhor não estranhar caso apareça nas próximas listas de Mano Menezes para a Seleção Brasileira.

VALEU O INGRESSO

Rodriguinho – O volante reserva do Santos acertou um belo chute de primeira, com curva, que foi fundamental para a vitória do Peixe por 2 a 1.

Wellington Paulista, Bernardo e Davi foram outros que acertaram bons chutes de fora da área e fizeram bonito.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Palmeiras 1 x 1 Corinthians – Com polêmicas e qualidade técnica, foi um clássico que só não teve um placar maior por detalhes.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Atlético-GO 1 x 1 Guarani – Os times mostraram que vão mesmo lutar contra o rebaixamento no Brasileirão.

Pior: além da pouca qualidade dos jogadores, o campo ainda atrapalhou, pois Rodrigo Tiuí perdeu um gol incrível por causa de um buraco no Serra Dourada.

DETALHE TÁTICO

São Paulo – A vitória contra o Ceará foi importante para mostrar que, como no 2º do tempo do jogo, é possível armar o time com 3 atacantes.

Fernandão, Dagoberto e Ricardo Oliveira podem começar jogando contra o Inter, pela semifinal da Copa Libertadores, na quinta-feira.

DETALHE DO TÉCNICO

Paulo César Carpegiani – Fez uma substituição bizarra no segundo tempo (Wágner Diniz saiu, Alex Mineiro entrou) e, logo depois, sofreu o segundo gol do Fluminense, que praticamente acabou com as chances do Atlético-PR.

O FUTEBOL É INJUSTO

Palmeiras prejudicado – O gol impedido de Jorge Henrique fez a diferença no clássico paulista e, na verdade, toda a atuação do árbitro Paulo César de Oliveira foi terrível.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Guarani – Era mais provável que o time da Campinas perdesse para o Atlético-GO no Serra Dourada. Mas o Bugre até chegou perto da vitória e mostrou que René Simões terá um duro trabalho pela frente no Dragão.

PAPO RETO

Silas,

Defendo seu trabalho no Grêmio, mas começo a mudar de ideia.

Você não conseguiu vencer o time misto do Inter, fez invenções táticas que não deram certo e sua demissão começou a fazer cada vez mais sentido.

ACRÉSCIMOS

Festa de ingressos no Maracanã – 10.000 pessoas entraram de graça no estádio tanto no sábado quanto no domingo.

Faz todo sentido, claro. Afinal, Flamengo, Vasco e Fluminense são times ricos e bem estruturados, que podem realmente doar entradas e abrir mão de dinheiro à vontade.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Fluminense – O Cruzeiro merecia pelo menos o empate, mas fato é que o Tricolor do Rio soube se defender e assumiu a liderança do Brasileirão 2010.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-MG – Após a derrota em casa para o Inter, a impressão é que nem as várias contratações feitas durante a Copa vão resolver e o time deve ficar mesmo no meio da tabela.

TROFÉU HERÓI

Márcio – Enfrentou um Chicão que estava sem segurança nenhuma para bater o pênalti. Defendeu a cobrança e empolgou o Atlético-GO para definir de vez a vitória contra o ex-líder Corinthians, com boa atuação de Pedro Paulo.

TROFÉU VILÃO

Leão – Técnicos não costumam aparecer nessa categoria, mas dessa vez é justo. Leão começou toda a confusão com a imprensa em Salvador e mostrou que não tem mais condições de ser treinador.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Jóbson – Foi titular no ataque do Botafogo e brilhou contra o Palmeiras de novo.

Só fica a ressalva por ter sido expulso no final do jogo por causa de uma provocação desnecessária.

VALEU O INGRESSO

Ernandes – Foi uma rodada cheia de golaços, mas o do lateral-esquerdo do Ceará impressionou. Ele deixou um adversário no chão antes de acertar um forte chute contra a meta do Guarani.

Pedro Paulo, Jonas e Marcos Assunção também fizeram belos gols.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Atlético-MG 1 x 2 Inter – Minutos antes do jogo começar, avisei no twitter que a expectativa para esse jogo era boa. E a partida correspondeu. Com duelos táticos interessantes e emoção de sobra, dois dos times que mais contrataram durante a Copa duelaram com técnica e disposição. Foi bonito de ver!

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Grêmio 1 x 1 Vasco – São times que estão na zona do rebaixamento atualmente e ainda foram atrapalhados pela forte chuva em Porto Alegre.

DETALHE TÁTICO

4-2-3-1 do Inter – A tática do Colorado foi tão interessante que rendeu mais do que poucas linhas aqui. Virou um post. Clique aqui para entender.

DETALHE DO TÉCNICO

Ricardo Silva – O técnico do Vitória apostou na dupla de ataque formada por Elkeson e Junior, mas tirou o primeiro para colocar Soares durante o 2º tempo.

O reserva nem entrou tão bem, mas fez o gol que empatou o jogo em 2 a 2 e salvou o time baiano de uma derrota em casa para o Goiás.

O FUTEBOL É INJUSTO

Grêmio prejudicado – No final do jogo contra o Vasco, Borges driblou Fernando Prass e chutou a bola, que iria para o gol se não fosse o toque de mão do zagueiro Titi.

Era o lance que provavelmente decidiria a partida, mas o péssimo Héber Roberto Lopes não viu o pênalti.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Grêmio-SP – Por pior que esteja a crise do São Paulo não é normal o time de Prudente ir ao Morumbi e arrancar um empate que quase virou vitória. Ricardo Gomes, se continuar como técnico, vai ter muito trabalho pela frente.

PAPO RETO

Santos e Vitória,

E a final da Copa do Brasil?

Vocês não voltaram nada bem depois da pausa para a Copa do Mundo, mas terão uma decisão pra fazer na próxima semana.Peixe, vai sofrer até quando sem concentração e sem um goleiro decente? Vitória, com os novos reforços, qual é o seu time ideal?

Difícil é imaginar quem vai ser menos pior na decisão…

ACRÉSCIMOS

Bola aérea do São Paulo – Uma jogada que até outro dia era uma arma fundamental para o Tricolor Paulista agora virou o ponto fraco na defesa do time. Mas não é difícil explicar as razões disso ter acontecido. Concorda, Ricardo Gomes?

Read Full Post »

Quase todos tentaram. Poucos conseguiram. Assim pode ser definido o mercado da bola durante a Copa do Mundo. Afinal, muitas contratações foram feitas, mas poucas realmente reforçarão os times.

Por isso é preciso enaltecer quem conseguiu comprar bem e vaiar quem vacilou e fez maus negócios. Primeiro a lista das 11 melhores contratações durante a pausa para a Copa do Mundo:

1º) Rafael Sóbis (Inter)
É experiente, já jogou final de Copa Libertadores e vestiu a camisa da Seleção Brasileira. Voltou para casa e, mesmo que seu passado recente tenha sido ruim, tem tudo para dar certo no Colorado.

2º) Kléber (Palmeiras)
É outro que voltou ao lugar onde se sente melhor. Parece que nunca vai corrigir seu problema de indisciplina, mas ainda assim é diferenciado para os níveis brasileiros, então pode arrumar o ataque do alviverde paulista.

3º) Diego Souza (Atlético-MG)
Foi um dos principais jogadores do Brasileirão 2009, mas precisa ser mais decisivo se quiser tirar o Galo da zona de rebaixamento e colocá-lo na briga pela ponta da tabela.

4º) Renan (Inter)
É um dos melhores goleiros jovens do Brasil e deve resolver o problema que o Inter já tinha debaixo das traves há anos. Caso isso aconteça, vira candidato a uma vaga na Seleção da copa de 2014.

5º) Émerson (Fluminense)
Chegou desconhecido no Flamengo e conseguiu mostrar qualidade. Agora pode fazer uma dupla perigosa com Fred caso os dois se entrosem e se entendam, já que possuem características semelhantes.

6º) Montillo (Cruzeiro)
É sempre melhor ter cautela e esperar para ver como um “gringo” vai se adaptar ao futebol brasileiro, mas ele mostrou na Universidad do Chile que tem talento demais e características pouco vistas por aqui.

7º) Maicosuel (Botafogo)
O meia fez sucesso em 2009, mas apenas durante o 1º semestre. O torcedor do Glorioso já deveria ter aprendido que isso não é parâmetro. Maicosuel tem qualidade, mas ainda precisa provar muita coisa.

8º) Keirrison (Santos)
É outro que tem talento, mas só conseguiu sucesso de verdade em time mediano ou contra equipes pequenas. Se chegar com mais vontade de jogar do que quando estava no Palmeiras, pode render.

9º) Corrêa (Flamengo)
Pode não dar certo em meio ao tormento vivido pelo Rubro-Negro no momento, mas mostrou no Atlético-MG que ainda tem qualidade no passe e na bola parada. Não será decisivo, mas pode ser útil.

10º) Valencia (Fluminense)
É aquele típico volante marcador, mas esse marca como poucos. Sempre mostrou que sabia fazer isso no Atlético-PR e deve ganhar a vaga de titular no Flu ao longo do tempo.

11º) Éder Luis (Vasco)
Até agora só deu certo no Atlético-MG e ainda assim com ressalvas, pois nunca foi realmente decisivo. Até pode ajudar o Vasco na luta contra o rebaixamento, mas está longe de ser a peça-chave para isso.

Inter e Fluminense foram provavelmente os times que melhor se reforçaram durante a Copa do Mundo. A equipe carioca ainda acertou com Belletti, veterano, mas ainda útil , e pode anunciar o ótimo Deco a qualquer momento.

Outras boas contratações foram as apostas nos jovens Walysson (Cruzeiro), Leonardo (Inter), Tinga (Palmeiras), Mithyuê (Atlético-PR) e Jóbson (Botafogo).

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Flamengo – Rafael Sóbis (A-Al Jazira) – Tem sofrido com lesões no Oriente Médio, mas se voltar recuperado deve desequilibrar jogos para o Rubro-Negro.

Inter – Émerson (A-Al-Ain) – O “Sheik” sabe fazer gols e o Colorado precisa mesmo de alguém que brigue por posição com Alecsandro.

São Paulo – Ilsinho (LD-Shakhtar) – Como Cicinho não tem dado certo e ainda pode voltar para Roma, o Tricolor precisa mesmo de um outro bom ala ofensivo.

TANTO FAZ…

Flamengo – Deivid (A-Fenerbahçe) – Quase não jogou na última temporada turca, mas é bom jogador e pode se recuperar.

Flamengo – Jóbson (A-Brasiliense) – Ele merece uma 2ª chance para provar que não vai ser só mais um jovem a desperdiçar seu talento por questões extra-campo.

Flamengo – Renato Abreu (M-Al Shabab) – Não chegaria para desequilibrar, mas seria uma boa opção para o meio-campo do Fla, queprecisa de reforços urgentemente.

Flamengo – Walter Montillo (A-Universidad do Chile) – Tem brilhado na Copa Libertadores, mas sempre é melhor segurar a empolgação com estrangeiros, já que eles podem não se adaptar.

Grêmio – Éder Luis (A-Benfica) – Fez um bom Brasileirão 2009 pelo Atlético-MG, mas é limitado eo Tricolor nem precisa de mais um atacante. Seria melhor continuar a dar chances para seus jovens talentos.

Palmeiras – Fabio Aurélio (LE-Liverpool) – Ele convive com problemas por lesões frequentemente, mas, em forma, é um dosm elhores laterais-esquerdos brasileiros.

Vasco – Marquinhos (M-Palmeiras) – Foi um fiasco no Palmeiras, mas pode recuperar seu bom futebol dos tempos de Vitória caso mude de time.

CAI FORA!

Atlético-PR – Eli Sabiá (Z-Paulista) – Ele teve uma passagem fraca pelo Santos e já mostrou que não tem qualidades para se destacar na 1ª divisão.

Fluminense – Cléber Santana (M-São Paulo) – Não conseguiu mostrar um bom futebol desde que saiu do Santos para a Espanha, em 2007. É uma aposta arriscada demais.

Santos – Lauro (G-Inter) – Até costuma fazer boas defesas, mas é extremamente irregular, exatamente como Felipe, que hoje já irrita tanto os santistas.

Vasco – George Lucas (LD-Santos) – Ele até começou bem no Santos, mas logo virou reserva do mediano Pará. O time de Celso Roth até precisa de um lateral-direito melhor que Élder Granja ou o sempre contundido Fágner, mas esse está longe de ser o ideal.

NÃO ENXERGAM?

Álvaro (Z-Flamengo) – O experiente zagueiro arrumou a defesa do Flamengo campeão no ano passado e, à parte suas lesões, seria um reforço interessante para a maioria das equipes brasileiras.

Read Full Post »

TOP 11

Assim que acabou o 1º turno, me esforcei para fazer uma lista de 11 revelações do Brasileirão 2009 até ali. Como eu disse no texto final, não foi fácil, pois não tínhamos boas opções até então.

Poucou nomes surgiram desde então, mas a lista mudou bastante no final das contas (se quiser comparar, clique aqui). Alguns melhoraram, outros caíram de produção e teve até quem foi vendido no meio do ano.

Então segue abaixo a lista atualizada e corrigida dos jovens que foram realmente revelados no Brasileirão 2009. Não valem aqueles que já surgiram desde os estaduais, como Willians, Ganso, Sandro, Adilson, T. Humberto, Werley e outros.

1º) Giuliano (Inter)
Não foi à toa que ele chegou no Mundial Sub-20 com a camisa 10 e a braçadeira de capitão. Fez poucas grandes atuações no Egito, mas costuma brilhar com frequência no Inter com belas jogadas e passes certeiros. É um meia raro e deve ter um ótimo futuro pela frente

Relembre: “Olho em em mais um jovem colorado” 

2º) Fernandinho (Barueri)
Era a principal reveleção até o final do 1º turno. Por questões contratuais e depois por conta de uma lesão, pouco participou do 2º turno. Agora vai para o São Paulo tentar provar que realmente é um jovem de grande talento.

Relembre: “Olho na reveção do Brasileirão”

3º) Diego Renan (Cruzeiro)
O jovem destro da Raposa foi mais um grande achado de Adílson Baptista. Ele chegou a jogar até no meio-campo assim que surgiu, mas mostrou que pode ser diferenciado mesmo na lateral-esquerda, tendo sido um dos melhores da posição no Campeonato.

Relembre: “O novo ‘Nonato'” 

 4º) Souza (Palmeiras)
Assim que Pierre teve uma contusão séria, o jovem volante teve que substituí-lo e foi muito bem em um primeiro momento, mostrando muita personalidade. Caiu de produção junto com o time e agora terá que provar que isso foi só uma irregularidade normal de quem começou a carreira recentemente.

Relembre: “O ‘novo Ferrugem'”

5º) Jucilei (Corinthians)
Contratado sem grande destaque no começo do ano, apenas para compôr elenco, o volante aproveitou a saída de Cristian e Douglas para fazer várias funções no meio-campo de Mano Menezes. Chegou a jogar até como lateral e não foi mal, mas pode ser importante no centenário alvinegro se for escalado em sua posição de origem.

Relembre: “O ‘novo Elias'”

6º) Rafael Tolói (Goiás)
A campanha surpreendente do time esmeraldino não durou muito tempo, mas trouxe à tona alguns bons jovens jogadores. Tolói é um deles. Conseguiu destaque a ponto de ter sido titular da Seleção no Mundial Sub-20. Olho nele!

Acesse a ficha técnica de Rafael Tolói

7º) Felipe Menezes (Goiás)
O meia é outro importante talento que veio de Goiânia. É uma pena que os diretores tenham entendido que não precisavam dele após a chegada de Fernandão. Felipe foi para o Benfica e os esmeraldinos caíram de produção. Não foi à toa.

Relembre: “Dois lados de um jovem”

8º) Jóbson (Botafogo)
Rápido e habilidoso, vai ficar marcado pelos gols que fez contra São Paulo e Palmeiras, já nas rodadas finais do Brasileirão. Precisa melhorar em alguns fundamentos, mas os tentos anotados recentemente mostraram que ele tem evoluído na finalização pelo menos. Vai para o Cruzeiro em 2010.

Relembre: “O novo ‘capetinha'”

9º) Marquinhos (Inter)
A ascenção do meia-atacante aconteceu no momento errado, quando o Inter já passava por uma fase irregular. A troca de técnico o atrapalhou ainda mais, mas ele mostrou que pode sair do banco de reservas, ser útil para o Colorado e confirmar as grandes expectativas formadas pelo seu futebol desde as categorias de base.

Relembre: “Olho na surpresa do Inter”

10º) Neto Berola (Vitória)
Dribles eficientes e muita velocidade renderam ao atacante até uma comparação com Nilmar. Pode ser um exagero, claro, mas ele teve boas atuações e já virou alvo da Traffic, apesar de ter sido reserva em algumas das últimas rodadas do Brasileirão 2009.

Relembre: “O ‘novo Nilmar'”

11º) Augusto (Avaí)
Foi só ele chegar na Ressacada pro time do Avaí subir de produção. A estreia do jovem zagueiro foi um dos pilares da arracanda do seu time no Brasileirão e mostrou qualidades para concretizar a surpreendente campanha do Leão da Ressacada.

Relembre: “Olho no jovem do Leão” 

Outros bons nomes que apareceram, mas sem tanto destaque, foram Oscar e Dênis (ambos do São Paulo), Dalton e Dieguinho (ambos do Fluminense), Kieza e Maicon (ambos do Fluminense), Manoel (Atlético-PR), Mário Fernandes (Grêmio) e Douglas (Goiás). Olho em todos eles!!!

Read Full Post »

Jóbson

Clube: Botafogo
Posição: Atacante
Idade: 21 anos
Altura: 1,75 m
Peso: 72 Kg

O time é grande e corre o risco de rebaixamento. O adversário é maior ainda e pode chegar mais perto de um título nacional. A pressão é enorme, o ambiente é de decisão e a expectativa pela partida é exagerada.

Ou seja, não é o cenário ideal para uma jovem revelação de apenas 21 anos se destacar, certo? Depende. Se ela tiver personalidade e gostar de grandes jogos, pode ser uma ótima chance. É o caso de Jóbson, do Botafogo, que foi o principal destaque da vitória do seu time contra o São Paulo neste domingo.

Paraense de Conceição do Araguaia, ele é um ex-vendedor de picolés que já teve passagens pela Brasiliense e pelo futebol coreano antes de chegar ao Rio de Janeiro. Também ganhou fama de indisciplinado no passado.

Mesmo assim, foi contratado, chegou sem alarde e logo ganhou espaço, principalmente com a mudança de esquema tático no meio do campeonato, que antes era o 3-5-2.

No 4-4-2 treinado por Estevam Soares, ele virou titular absoluto do ataque por causa das suas jogadas de velocidade, sempre com bons dribles e passes, como um legítimo ponta, mas com poucos gols. Antes do São Paulo, apenas o Goiás tinha visto ele anotar um tento no Brasileirão.

Jóbson ainda precisa evoluir, mas tem talento. É melhor o Botafogo ser mais ágil: o contrato com o jogador é de empréstimo e ele ainda pertence ao Brasiliense. O clube do Distrito Federal já disse que espera uma proposta em breve e o treinador do Glorioso, Estevam Soares, o comparou ao Edílson, “porque tem muita qualidade técnica”.

O “novo Capetinha” já está fora dos últimos jogos do Botafogo, por causa de suspensões acumuladas no jogo contra o São Paulo. Ou seja, mais do que nunca, é a hora de pensar no próximo ano dessa importante revelação do Brasileirão 2009.

Read Full Post »

Older Posts »