Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Kléber’

Era óbvio que Caio Júnior não daria certo no Grêmio. Sua personalidade tranquila não combina com o perfil viril e raçudo que todo gremista quer ver. Seu pensamento ofensivo também não combina com o futebol de resultado dos gaúchos. Mas eu não sou diretor do Grêmio. O problema é que os diretores do Grêmio pensavam igual a mim e mesmo assim o contrataram.

Além da dificuldade para superar essa desconfiança, Caio Júnior teve muitas dificuldades para achar o time ideal do Grêmio e por isso os resultados não vieram. Normal, não é fácil acertar um time com tantas saídas e contratações. Mas o elenco gremista é bom e tem potencial para dar certo na temporada, apesar desse péssimo começo de ano.

O ataque é o setor mais forte. Apesar de todos seus defeitos, Kleber é um jogador de talento diferenciado para o nível brasileiro. Vai dar certo ao lado de Marcelo Moreno ou André Lima. Falta um jogador de mais velocidade, mas o jovem Leandro, se bem cuidado, pode ser útil. E também existem volantes de qualidade, como Fernando, Souza, Gilberto Silva e Léo Gago.

Os maiores problemas estão na defesa e no setor de criação, que perdeu Douglas. Facundo Bertoglio, recém-contratado, é a nova aposta para se tornar cérebro do time. Marco Antônio também pode fazer essa função, basta posicioná-lo bem e ter paciência.

Já na zaga uma contratação é necessária. Falta um zagueiro experiente para formar dupla com o promissor Saimon. E um novo lateral esquerdo também seria bem-vindo, mas poucos times no Brasil estão bem servidos nessa posição.

Com esses dois ou três acertos, o Grêmio já pode se tornar um time competitivo em 2012. Mas para isso precisará escolher bem seu novo técnico. Se for Vanderlei Luxemburgo, esqueça. Depois de tantos trabalhos ruins, é impossível tratá-lo como um treinador de qualidade. Até a especulada contratação de Dunga seria mais inteligente. Que o Grêmio não desperdiçe também essa ideia.

Read Full Post »

Nem só de boatos e especulações vive o mercado da bola do futebol brasileiro. Contratações já foram fechadas, jogadores já foram anunciados e alguns até se apresentaram em seus novos clubes. Mesmo antes do Natal, vários times conseguiram dar presentes para seus torcedores.

Porém, nem tudo que é apresentado como “reforço” realmente traz força a mais para os elencos. Entre apostas de risco e contratações que  tem tudo para dar errado, consegui achar dez transferências que realmente podem ser consideradas presentes de Natal. Veja os melhores reforços do futebol brasileiro até agora:

10º) Marco Antônio (M-Grêmio)
Em primeiro lugar, é preciso entender que o Grêmio realmente precisa de mais opções para o seu meio-campo, ainda mais se a saída de Douglas for confirmada. Além disso, o desempenho de Marco Antônio na Portuguesa e o fato da contratação ter custo zero contribuem para que esse seja mesmo um bom negócio.

É claro que a pressão agora será maior e o jogador terá que provar, aos 27 anos, que realmente pode brilhar em um time grande. Potencial e espaço ele terá de sobra.

9º) Fabrício (V-São Paulo)
Trata-se de um volante limitado tecnicamente, mas que pode trazer algo diferente para o elenco do São Paulo. A raça, a seriedade e a pegada de Fabrício às vezes fazem falta no meio-campo tricolor.

Com isso, ele terá grandes chances de conseguir a titularidade e até superar outros reforços que foram anunciados junto com ele. Maicon e Edson Silva, por exemplo, vieram do Figueirense e podem ser mais úteis, mas ainda é preciso desconfiar, pois eles podem sentir a pressão.

Contratações do São Paulo em 2011 para 2012

O São Paulo fez mais apostas do que contratações certeiras

8º) Jonas (LD-Santos)
Jonas fez uma temporada realmente brilhante pelo Coritiba. Com velocidade e forte apoio ao ataque, ele se destacou com muita movimentação e boa presença na área. Foi um dos motivos do sucesso do time paranaense na temporada.

O problema é que Jonas chegará ao Santos para substituir Danilo. Nada fácil, pois o novo jogador do Porto era muito versátil e técnico. Mas Jonas tem qualidade para, pelo menos, manter um bom nível na lateral-direita.

7º) Juninho (LE-Palmeiras)
Foi uma das poucas e boas revelações do Brasileirão 2011. O lateral-esquerdo mostrou talento no Figueirense, evoluiu com Jorginho e agora terá a missão de repetir o sucesso em um time grande.

Ele terão também a chance de conquistar algo que é para poucos no Palmeiras: conseguir se firmar na lateral-esquerda do time. Nem Gabriel Silva, prata da casa com potencial, fez isso. Não será fácil.

6º) Danilinho (M-Atlético-MG)
É um jogador que já conhece o clube e pode atuar em várias funções, como meia, ponta ou meia-atacante. Tem habilidade e velocidade para dar uma nova dinâmica ao Atlético-MG.

As ressalvas ficam por conta de possíveis problemas de readaptação, além das dificuldades físicas, que sempre atrapalharam a carreira de Danilinho.

5º) Marcelo Moreno (A-Grêmio)
A parceria entre Marcelo Moreno e Kleber tem boas chances de ser uma das melhores duplas de ataque do Brasil. O boliviano foi mal na Europa, mas mostrou alguma qualidade diferente em sua passagem pelo Cruzeiro.

Resta saber quanto tempo os dois terão para se entrosar. Seria importante que a torcida gremista tivesse paciência com os dois, mas sempre é difícil isso acontecer.

4º) Cortês (LE-São Paulo)
O lateral ex-Botafogo teve uma temporada de altos e baixos em 2011. Por um lado, mostrou habilidade que o levou à Seleção Brasileira. Por outro, mostrou irregularidade, exibiu pontos fracos e comprovou que precisa evoluir.

No São Paulo ele chegará com moral e deverá ter tempo para crescer. Caso consiga emplacar uma boa fase rapidamente, terá sucesso garantido, até porque há tempos o time não consegue alguém que se firme nessa posição.

3º) Kleber (A-Grêmio)
Já escrevi um post mais aprofundado sobre a contratação de Kleber. Ele é um atacante superestimado e por isso é importante que o Grêmio não se iluda.

Ainda assim, o talento do “Gladiador” é inegável. Ao lado de Marcelo Moreno, ele pode criar uma nova força para o Grêmio. Além disso, seu estilo agrada o torcedor gremista. Tem tudo para dar certo, mas ressalvas precisam ser feitas.

2º) Dagoberto (A-Inter)
A irregularidade marcou a longa passagem de Dagoberto pelo São Paulo. Mas em 2011 ele se encontrou, mostrou seu melhor futebol e provou que pode ser um dos melhores atacantes do Brasil.

Em boa fase, ele vai chegar a um time quase pronto e com um técnico de qualidade. Além disso, há espaço para que ele jogue, já que Leandro Damião ainda não tem um companheiro de ataque definido. São indícios demais para que tudo dê certo.

1º) Wagner (M-Fluminense)

Conca saiu do Flu no meio de 2011 e só agora um substituto à altura foi contratado. Demorou, mas valeu a pena. Wagner pode não ser tão genial e habilidoso quanto o argentino, mas é suficientemente técnico e cerebral para tomar conta do meio-campo do time.

Ao lado de Deco, Wagner formará um meio-campo experiente demais, que ainda municiará um ataque poderoso, com Rafael Sóbis, Fred, Rafael Moura e o recém-revelado Wellington Nem. O setor ofensivo do Fluminense está mais do que pronto e será um dos mais perigosos de 2012.

Read Full Post »

Não tem jeito: no período de férias do futebol brasileiro os boatos tomam conta do noticiário. Nas últimas duas semanas quase todos jogadores foram especulados em quase todos times.

Mas também é inevitável imaginar o que acontecerá se algumas dessas contratações realmente acontecerem. Por isso veja abaixo análises dos principais boatos que surgiram recentemente no futebol brasileiro…

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Botafogo – Andrezinho (M-Internacional) – É um jogador que precisa mudar de time, pois merece mais chances, uma posição mais destacada, uma grande sequência de jogos como titular, etc…

Corinthians – Willians (V-Flamengo) – Se estiver focado, consegue colocar Ralf na reserva facilmente e melhorar ainda mais o forte meio-campo corintiano.

Flamengo – Bolívar (Z-Internacional) – Apesar de ter feito uma fraca temporada no Sul, ele é experiente e ainda tem lenha para queimar.

Fluminense – Anderson (Z-Atlético-GO) – É um zagueiro experiente que fez bons trabalhos no Brasileirão, tanto pelo Ceará quanto pelo Atlético-GO.

Grêmio – Carlos Eduardo (MA-Rubin Kazan) – Foi prematuramente para a Europa e ainda assim conseguiu algum sucesso. Caso volte para o time que o revelou, tem tudo para reencontrar seu futebol de habilidade e velocidade.

Grêmio – Ederson (M-Lyon) – Interessante que o Grêmio saiba que precisa reforçar seu meio-campo. O meia do Lyon é bastante técnico, por isso traria um diferencial interessante para o time gaúcho.

Palmeiras – Giuliano (M-Dnipro) – Surgiu como um meia diferenciado, mas ainda precisa comprovar essa condição. Conseguir isso no sempre conturbado Palmeiras seria realmente um grande feito.

TANTO FAZ…

Botafogo – Jorge Wagner (M-Kashiwa Reysol) – Seria interessante vê-lo cruzar bolas para o bom cabeceador Loco Abreu, mas o Botafogo teria que mudar seu estilo de jogo para isso.

Corinthians – Gil (Z-Valenciennes) – Era útil no Cruzeiro e pode até ser titular no Corinthians, mas não é muito melhor que Castán, Paulo André, Chicão, etc…

Corinthians – Guilherme (V-Portuguesa) – Parece ser uma boa opção para o time paulista manter sua tradição de bons volantes. Só é difícil saber se ele dará conta da pressão de um time grande.

Cruzeiro – Osvaldo (A-Ceará) – Um atacante de velocidade é o que o Cruzeiro mais precisa. Resta saber se ele mostrará o mesmo bom futebol em um time maior. É bom desconfiar.

Fluminense – Thiago Neves (MA-Flamengo) – É claro que trata-se de um grande jogador, mas depois de tudo que aconteceu, parece absurdo o Flu ainda aceitá-lo de volta. A torcida não deve aceitar…

Vasco – Kleber (LE-Internacional) – É um bom nome, até porque o Vasco não tem ninguém para essa posição. Mas é preciso entender que ele piorou bastante nos últimos anos.

Vasco – Rodolfo (Z-Grêmio) – O Vasco precisa mesmo de um jogador para a posição. Quando surgiu no Fluminense, Rodolfo parecia ser um zagueiro de alto nível. Mas há tempos não comprova essa condição.

CAI FORA!

Botafogo – Tanaka (Z-Nagoya Grampus) – Seria folclórico e interessante, mas pouco útil. O brasileiro naturalizado japonês não é tão bom e ainda teria que se adaptar. Difícil dar certo.

Corinthians – Neto Coruja (V-Vitória) – É um jogador versátil, mas seria reserva e acrescentaria pouco ao elenco.

Flamengo – Rafa Márquez (Z-New York Red Bull) – A experiência dele não justifica. Trata-se de um defensor mediano que não joga em bom nível há muito tempo.

São Paulo – Edson Silva (Z-Figueirense) – É verdade que ele fez um bom Brasileirão, mas parece ser só mais um zagueiro comum que viveu boa fase.

NÃO ENXERGAM?

Roger Carvalho (Z-Figueirense) – Estão indo atrás do zagueiro errado do Figueirense. Roger é mais técnico e está de saída para a Europa. Um time brasileiro deveria tentar mantê-lo no país.

LEIA TAMBÉM

Read Full Post »

Depois de uma longa negociação, Kleber finalmente foi apresentado no Grêmio. É o primeiro reforço do time gaúcho e há vários motivos para acreditar que ele dará certo no Olímpico. Além do Grêmio precisar mesmo de um atacante, seu estilo raçudo combina com o que a torcida espera de qualquer jogador.

Porém, é preciso fazer uma ressalva: o Grêmio precisa de mais do que um Kleber para se tornar um time forte no ano que vem. Vale lembrar: com um elenco apenas razoável, o time chegou a correr risco de rebaixamento no começo do Brasileirão 2011. Celso Roth conseguiu um padrão de jogo que acabou com esse perigo, mas não dá para contar só com isso para 2012.

O trio de meias, por exemplo, precisa melhorar para que o “Gladiador” tenha chances de fazer seus gols. Se nem Douglas é tão confiável assim, imagine então Marquinhos e Escudero. Há ainda a possibilidade de um dos três saírem do time titular para que André Lima forme dupla com Kleber. Seria uma mudança mais profunda no time. Arriscado!

E há ainda problemas óbvios com a defesa, que passou por diversas mudanças ao longo do ano e continua insegura. Saimon, Rafael Marques, Edcarlos, Vilson e até o improvisado Gilberto Silva não conseguiram se acertar por enquanto.

É preciso também lembrar que Kleber se tornou um jogador superestimado. Trata-se de um atacante muito bom, acima da média da maioria dos jogadores da posição no Brasil, mas que tem um currículo modesto, não é jovem e está caro demais.

Portanto, com tudo isso, fica evidente que não há tantos motivos para comemorar a contratação de Kleber. Apesar de tudo indicar que ele será um bom reforço, é preciso entender que ainda há muito chão para que o Grêmio faça um 2012 diferente de 2011. O primeiro passo é não se iludir.

Kleber no Grêmio

Pra que esse capacete?

Read Full Post »

Não é só mais uma história de um jogador agredido pela torcida.

Não é só mais um time que perdeu todas chances no Brasileirão.

Não é só mais um conflito entre técnico e jogadores.

A agressão a João Vitor e todas suas consequências são símbolos de como está mal o Palmeiras atualmente – um time de passado recente nebuloso, momento atual vergonhoso e o pior de tudo: com um futuro que não traz perspectiva alguma de melhora.

A primeira consequência do caso João Vitor é óbvia: o Palmeiras não tem mais qualquer chance no Campeonato Brasileiro. Na verdade só não será rebaixado porque faltam poucos pontos para se livrar disso, aproximadamente quatro em trinta possíveis. Mas sem dúvidas será um parto para esse elenco arrancar essas migalhas nos próximos jogos.

A segunda consequência já estava desenhada: Felipão não deve ficar no Palmeiras em 2012. Mesmo antes dessa confusão explodir, sua saída já era esperada. Logo ele, conhecido por criar famílias por onde passa, tem enfrentado uma rejeição muito forte no clube que é ídolo. Parte da diretoria tem criado dificuldades para ele, por causa do seu alto salário, e vários jogadores não o suportam mais. Enfim, sua permanência para 2012 seria uma surpresa e até uma saída imediata pode acontecer.

A terceira consequência só tende a agravar os anos de crise no Palmeiras. Afinal, ficará difícil para o time contratar qualquer jogador a partir de agora. Vágner Love certamente lembra que essa não é a primeira vez em que um atleta do time é agredido pela torcida. Com a reincidência qualquer um pensará mil vezes antes de assinar um contrato com o Palmeiras.

Por fim, a última consequência, mas a mais importante: o caso João Vitor expõe de vez toda a bagunça que é o Palmeiras. É um absurdo o time não ter respaldado seu treinador a ponto dos jogadores gerarem uma rebelião contra ele. Mas isso só aconteceu porque não há ninguém com moral que trabalhe essa relação entre jogadores e técnico. Dessa forma, o atrito entre as duas partes era inevitável.

Só que o problema do clube vai além desse caso específico. A situação política do Palmeiras beira o inacreditável. Quando saiu a notícia da agressão de João Vitor, houve quem suspeitasse até que seria algo encomendado para gerar desunião na torcida, que tem se juntado para fazer um movimento pela democracia do clube.

E pouco importa se isso é verdade ou não, se é imaginação demais ou não. O fato é que algo tão absurdo, uma agressão encomendada para fins políticos, jamais poderia sequer ser cogitada. O fato dessa hipótese ser considerada mostra como o cenário político palmeirense é perigoso, parecido mesmo com uma máfia, como o próprio Felipão já comparou. E o pior é que o presidente Tirone é um iludido e parece não enxergar toda essa situação, que é tão óbvia até para quem olha de fora.

Com tantas consequências, fica claro que esse não é só o caso de um João qualquer. É o caso de um clube que foi agredido, espancado, mal tratado e agora agoniza em estado terminal. E dessa vez parece que só um milagre pode salvá-lo. Como tem sido dito nos corredores do Palestra Itália, rezar talvez seja a única solução.

João Vitor agredido

João Vitor não apanhou sozinho. O Palmeiras sangra junto...

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Botafogo – Diego (M-Wolfsburg) – A fase do meia é muito ruim, mas ele tem futebol para voltar ao Brasil e sobrar por aqui.

Botafogo – Gustavo (Z-Lecce) – Chegaria para ser o melhor zagueiro da irregular defesa do Botafogo.

Flamengo – Alex Silva (Z-São Paulo) – Estava mal no São Paulo durante o primeiro semestre, mas ainda dá para confiar que ele pode jogar bem melhor.

Flamengo – Kleber (A-Palmeiras) – Tem mostrado no Palmeiras que pode jogar como centroavante também e, portanto, se encaixaria bem no ataque do Fla.

TANTO FAZ…

Corinthians – Samudio (LE-Libertad) – O time precisa mesmo de um jogador melhor para a posição, mas é arriscado dizer que essa seria a solução.

Flamengo – André (A-Bordeaux) – Trata-se de um jovem que ainda precisa provar algo, mas pode ser uma boa aposta do Fla.

Fluminense – Rafael Sóbis (A-Internacional) – Talvez o reencontro com Abel Braga faça o atacante reencontrar seu melhor futebol. Talvez…

CAI FORA!

Botafogo – Alexandre Oliveira (A-Al Wasl) – Prefiro ver o Bota apostar em seus jovens, como Alex, a vê-lo trazer um centroavante de qualidade duvidosa.

Ceará – França (A-Kashiwa Reysol) – O Ceará já tem um time velho demais para apostar em mais um veterano. Não precisa honrar tanto assim o apelido de “Vozão”.

Grêmio – Cañete (M-Universidad Católica) – Não mostrou ter nada demais na Copa Libertadores. Seria uma aposta arriscada e só.

NÃO ENXERGAM?

Diego Renan (LE-Cruzeiro) – Já demorou para alguém tirá-lo do time mineiro. Um jovem de potencial como ele não pode ficar tão esquecido no banco de reservas.

Read Full Post »

São Paulo, Corinthians e Palmeiras não estavam entre os meus principais candidatos ao título do Brasileirão 2011. No máximo, brigariam por uma vaga na Copa Libertadores. Porém, agora os três estão invictos e dominam a parte de cima da tabela. É cedo, claro, mas será que eles podem realmente subir de nível e sonhar com o título nacional? Por partes…

O líder São Paulo tem 4 vitórias em 4 jogos. Carpegiani não foi demitido e não se intimidou. Continuou a inventar, mudou a tática e a escalação e tudo deu certo. A velocidade voltou a ser o ponto forte do time, que tem bons talentos individuais. Mas…

O elenco é tão reduzido que Carpegiani tem tido que apelar para vários jovens. A maioria deles tem dado conta do recado, mas até quando? Uma hora vai faltar experiência para os grandes jogos. Esse é o problema do São Paulo.

Apesar do show no sábado, Marlos não é um dos jovem nos quais o São Paulo precisa apostar
Apesar do show no sábado, Marlos não é um dos jovem nos quais o São Paulo precisa apostar

O vice-líder Corinthians tem reforços ainda para estrear, mas já tem conseguido resultados importantes. Tem contado com a boa fase do jovem William e com o ressurgimento do experiente Danilo para remontar o time. Mas…

Faltam melhorias no setor defensivo da equipe. Ainda é estranho ver Leandro Castán, Fábio Santos e Paulinho como titulares absolutos do time, por exemplo. ainda que eles estejam rendendo algo. Outro problema vai ser encaixar os reforços Alex e Emerson na equipe, sem prejudicar quem está bem no momento. Te vira, Tite!

William é hoje um dos artilheiros do Brasileirão. Ele vai sair do time para Emerson ser titular?
William é hoje um dos artilheiros do Brasileirão. Ele vai sair do time para Emerson ser titular?

O Palmeiras, terceiro lugar na tabela, conta com um sistema defensivo bem montado por Felipão. O time é dedicado, sabe desarmar o adversário e puxar perigosos contra-ataques. Mas…

Vai gerar desconfiança sempre, principalmente por causa do 6 a 0 sofrido contra o Coritiba. A dependência das faltas de Marcos Assunção e do talento de Kleber hoje podem ser as soluções, mas amanhã serão um grande problema.

Apesar de Kleber, o ataque do Palmeiras, com Luan, ainda é um problema
Apesar de Kleber, o ataque do Palmeiras, com Luan, ainda é um problema

Portanto, respondendo a pergunta do primeiro parágrafo, digo que sim – esses três paulistas podem sim brigar pelo título. Ainda mais por causa do começo ruim de campeonato que tiveram outros candidatos, como Cruzeiro, Santos e Internacional. Mas…

São Paulo, Corinthians e Palmeiras não podem se contentar com o que têm hoje e precisam evoluir!

Read Full Post »

Ronaldo vai se despedir oficialmente da Seleção Brasileira no dia 7 de junho e nem tem para quem passar a amarelinha número 9. Depois de Careca, Romário e o próprio “Fenômeno”, o posto de centroavante canarinho ficou sem dono.

Ronaldo se despede sem deixar um substituto pronto
Ronaldo se despede sem deixar um substituto pronto

O sucessor natural é Alexandre Pato, claro. Trata-se de um jovem diferenciado, com tudo para se tornar um craque. Mas seu frequentes problemas físicos o atrapalham demais e já não dá mais para confiar nele. É preciso ter um plano B, algo que Mano Menezes não conseguiu até agora. As opções são poucas, não é fácil mesmo, mas o técnico do Brasil também errou demais nessa missão.

Por isso o Opiniões em Campo resolveu ajudá-lo e elaborou uma lista com as melhores opções que o Brasil tem para ser o reserva do Pato. Porém, mais importante do que lembrar de todos eles, é dar continuidade para alguém e não ficar inventando Tardellis ou Jonas a cada convocação.

Aproveite, Mano! De nada.

7º) Luis Fabiano (São Paulo)
Está com sérios problemas físicos e ainda tem o agravante da idade avançada. Parece até que já está fora dos planos do Mano, mas eu não o descartaria totalmente por enquanto.

6º) Adriano (Corinthians)
Poderia até ser o titular da Seleção, se não fossem seus problemas físicos e psicológicos. Não tenho fé que tudo isso vá se resolver no Corinthians, então realmente é uma opção apenas para o futuro.

5º) Kleber (Palmeiras)
Desde que voltou ao Palmeiras, tem mostrado que está mais calmo e pode sim jogar fixo na área. É claro que vai render mais se puder sair dela e atuar de frente para o gol, mas nessa posição ele não teria chances na Seleção.

4º) Fred (Fluminense)
Mano não deveria ter lhe convocado agora, já que seu momento é fraco. Mas ele tem potencial para ser um dos melhores centroavantes do Brasil. Em forma e motivado, pode assumir a liderança dessa lista facilmente.

3º) Leandro Damião (Internacional)
A sua primeira convocação veio cedo demais, mas aposto que com o tempo ele vai justificar isso. Depois de Pato, é o melhor centroavante que surgiu recentemente e por isso precisa mesmo entrar nos planos para renovar a Seleção.

2º) Nilmar (Villareal-ESP)
Foi bem demais na temporada europeia e, apesar de não ser sempre o centroavante do time, pode resolver o problema da Seleção. Tem até um futebol parecido com o de Pato, com velocidade e boa finalização.

1º) Hulk (Porto-POR)
A temporada excepcional que ele teve deveria lhe render muito mais chances do que aquelas que recebeu. Não joga como centroavante no Porto, mas pode fazer essa função na Seleção e até revezar com Neymar ou Robinho, caindo pelas pontas também.

Além deles, para a Copa do Mundo de 2014 podemos ainda torcer pelas evoluções de André, Diego Maurício, Wallyson, Willian José e Walter. Não vejo potencial em nenhum deles para serem jogadores de Seleção, mas são os melhores centroavantes jovens que temos no momento e nem é preciso explicar o quanto o futebol é surpreendente. Mano pode ter que contar com essa sorte também…

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Inter – Com a participação decisiva do lateral Kléber, o Colorado venceu um jogo difícil contra o Grêmio-SP por 2 a 0 e fez a festa da torcida no Beira-Rio.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Palmeiras – Em casa, chegou a abrir 2 a 0 no placar, mas deixou o Cruzeiro aplicar a virada em apenas 45 minutos. Parece que o time de Felipão nunca vai conseguir uma sequência de bons jogos. É muito irregular.

TROFÉU HERÓI

Elias – O meia-atacante do Atlético-GO tem impressionado nas últimas rodadas. Balançou as redes duas vezes (fez inclusive um golaço!) na goleada contra o Vitória por 4 a 1 e já é o autor de 5 gols nos últimos 3 jogos da sua equipe.

TROFÉU VILÃO

Amaral – O volante do Goiás foi expulso ainda no 1º tempo e permitiu que o seu time, lanterna do Brasileirão, ficasse totalmente fragilizado diante de um poderoso Corinthians, que venceu por 5 a 1.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Casemiro – O volante do São Paulo é mais uma revelação da Copa SP de 2010 que tem despontado nesse Brasileirão. Contra o Atlético-MG, ele fez um gol e jogou bem. Seu companheiro de time, Marcelinho, também foi bem demais.

VALEU O INGRESSO

Júnior – O veteraníssimo lateral mostrou que ainda é útil e marcou um golaço, com um forte chute de esquerda, contra o Corinthians. Pena para ele que essa obra de arte virou apenas um gol de honra em mais um vexame do Goiás.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Atlético-MG 2 x 3 São Paulo – Era um jogo de times desesperados e não faltou emoção para quem já estava com os nervos à flor da pele.

Foram duas viradas em um jogo que serviu para separar bem quem vai lutar contra o rebaixamento até o fim e quem ainda deve subir algumas posições na tabela futuramente.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Flamengo 0 x 0 Santos – O jogo de despedida do Maracanã merecia um espetáculo melhor. Os times estão “em obras” e por isso não conseguiram balançar as redes, fazendo uma partida pouco animada no Rio de Janeiro.

DETALHE TÁTICO

4-4-2 do Fluminense – O time mudou seu esquema tático por causa do Deco, mas desde então não conseguiu convencer mais.

Não é o caso de voltar para o 3-5-2 por enquanto, mas Muricy terá trabalho para reencontrar o equilíbrio de um time que já estava montado e organizado.

DETALHE DO TÉCNICO

Cuca – Contra o Palmeiras, ele foi rápido ao colocar o meia Roger no lugar de um zagueiro já no intervalo. Com isso, ele pressionou o Palmeiras em busca da virada, que veio com gol de Farías, outro que saiu do banco para decidir.

O FUTEBOL É INJUSTO

Fluminense prejudicado – Houve um pênalti mais do que claro para o Tricolor carioca que não foi marcado no jogo contra o Guarani.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Atlético-PR – Com um gol no final do jogo, conseguiu vencer o Avaí em plena Ressacada. Mais surpreendente do que isso só a atual posição do Furacão na tabela: é o sétimo lugar do Brasileirão.

PAPO RETO

Vitória,

Acorda! O rebaixamento não está tão longe quanto parecia.

Você se empolgou demais com a boa participação na Copa do Brasil e parece que até agora não percebeu o risco que corre. A goleada sofrida contra o fraco Atlético-GO foi sintomática: caso não evolua, o perigo da queda é real.

ACRÉSCIMOS

Seleção do 1º turno – Segue a minha escalação dos melhores jogadores do Brasileirão até agora: Fábio; Patric, Alex Silva, Bolívar e Roberto Carlos; Arouca, Elias, Conca e Bruno César; Émerson e Kleber.

Faltam principalmente zagueiros e centroavantes que se destaquem. Mas o meio de campo é recheado de boas opções. Assim como o gol também. E a única certeza que fica é que muita coisa ainda deve mudar no 2º turno…

Read Full Post »

Quase todos tentaram. Poucos conseguiram. Assim pode ser definido o mercado da bola durante a Copa do Mundo. Afinal, muitas contratações foram feitas, mas poucas realmente reforçarão os times.

Por isso é preciso enaltecer quem conseguiu comprar bem e vaiar quem vacilou e fez maus negócios. Primeiro a lista das 11 melhores contratações durante a pausa para a Copa do Mundo:

1º) Rafael Sóbis (Inter)
É experiente, já jogou final de Copa Libertadores e vestiu a camisa da Seleção Brasileira. Voltou para casa e, mesmo que seu passado recente tenha sido ruim, tem tudo para dar certo no Colorado.

2º) Kléber (Palmeiras)
É outro que voltou ao lugar onde se sente melhor. Parece que nunca vai corrigir seu problema de indisciplina, mas ainda assim é diferenciado para os níveis brasileiros, então pode arrumar o ataque do alviverde paulista.

3º) Diego Souza (Atlético-MG)
Foi um dos principais jogadores do Brasileirão 2009, mas precisa ser mais decisivo se quiser tirar o Galo da zona de rebaixamento e colocá-lo na briga pela ponta da tabela.

4º) Renan (Inter)
É um dos melhores goleiros jovens do Brasil e deve resolver o problema que o Inter já tinha debaixo das traves há anos. Caso isso aconteça, vira candidato a uma vaga na Seleção da copa de 2014.

5º) Émerson (Fluminense)
Chegou desconhecido no Flamengo e conseguiu mostrar qualidade. Agora pode fazer uma dupla perigosa com Fred caso os dois se entrosem e se entendam, já que possuem características semelhantes.

6º) Montillo (Cruzeiro)
É sempre melhor ter cautela e esperar para ver como um “gringo” vai se adaptar ao futebol brasileiro, mas ele mostrou na Universidad do Chile que tem talento demais e características pouco vistas por aqui.

7º) Maicosuel (Botafogo)
O meia fez sucesso em 2009, mas apenas durante o 1º semestre. O torcedor do Glorioso já deveria ter aprendido que isso não é parâmetro. Maicosuel tem qualidade, mas ainda precisa provar muita coisa.

8º) Keirrison (Santos)
É outro que tem talento, mas só conseguiu sucesso de verdade em time mediano ou contra equipes pequenas. Se chegar com mais vontade de jogar do que quando estava no Palmeiras, pode render.

9º) Corrêa (Flamengo)
Pode não dar certo em meio ao tormento vivido pelo Rubro-Negro no momento, mas mostrou no Atlético-MG que ainda tem qualidade no passe e na bola parada. Não será decisivo, mas pode ser útil.

10º) Valencia (Fluminense)
É aquele típico volante marcador, mas esse marca como poucos. Sempre mostrou que sabia fazer isso no Atlético-PR e deve ganhar a vaga de titular no Flu ao longo do tempo.

11º) Éder Luis (Vasco)
Até agora só deu certo no Atlético-MG e ainda assim com ressalvas, pois nunca foi realmente decisivo. Até pode ajudar o Vasco na luta contra o rebaixamento, mas está longe de ser a peça-chave para isso.

Inter e Fluminense foram provavelmente os times que melhor se reforçaram durante a Copa do Mundo. A equipe carioca ainda acertou com Belletti, veterano, mas ainda útil , e pode anunciar o ótimo Deco a qualquer momento.

Outras boas contratações foram as apostas nos jovens Walysson (Cruzeiro), Leonardo (Inter), Tinga (Palmeiras), Mithyuê (Atlético-PR) e Jóbson (Botafogo).

Read Full Post »

Com a mais recente convocação de Dunga e sua entrevista esclarecedora, já é possível prever quem serão os 23 jogadores que defenderão a Seleção Brasileira na Copa do Mundo da África do Sul.

As dúvidas parecem cada vez mais resolvidas e, apesar de Dunga garantir que não está com a lista pronta, parece que uma enorme base já está pronta.

As últimas questões são: quem será o terceiro goleiro, os laterais-esquerdos e o reserva de Felipe Melo? Entretanto, mesmo esses problemas estão cada vez mais resolvidos.

Está longe de ser a lista ideal. Poderia ser melhor, é claro, mas também é preciso respeitar o bom trabalho de Dunga até aqui. Ele vai para a Copa do Mundo com moral e contará com esses jogadores em busca do hexa:

Goleiros
Júlio César (Internazionale-ITÁ)
Doni (Roma-ITÁ)
Victor (Grêmio)

Laterais
Maicon (Internazionale-ITÁ)
Daniel Alves (Barcelona-ESP)
Michel Bastos (Lyon-FRA)
André Santos (Fenerbahçe-TUR)

Zagueiros
Lúcio (Internazionale-ITÁ)
Juan (Roma-ITÁ)
Thiago Silva (Milan-ITÁ)
Luisão (Benfica-POR)

Volantes
Gilberto Silva (Panathinaikos-GRÉ)
Felipe Melo (Juventus-ITÁ)
Josué (Wolfsburg-ALE)
Kléberson (Flamengo)

Meias
Ramires (Benfica-POR)
Elano (Galatasaray-TUR)
Julio Baptista (Roma-ITÁ)
Kaká (Real Madrid-ESP)

Atacantes
Robinho (Santos)
Nilmar (Villarreal-ESP)
Luís Fabiano (Sevilla-ESP)
Adriano (Flamengo)

Gilberto é só uma experiência de Dunga, não deve ficar para a Copa. Marcelo e Kléber têm até mais chances do que ele. Mas prefiro apostar no André Santos.

Lucas ou Sandro ainda podem roubar a vaga de Kléberson, mas o volante do Flamengo estava na Copa das Confederações e conta com a fidelidade de Dunga.

No mais, é melhor não esperar mais por surpresas do técnico da Seleção Brasileira. E nem é hora para isso. Só nos resta torcer. E muito!

Read Full Post »

A estreia de Roberto Carlos no Corinthians reabre uma questão preocupante para a Seleção Brasileira: a total falta de opções para a lateral-esquerda na Copa do Mundo. Não que eu considere o veterano uma solução para esse problema, mas há quem admita a hipótese dele voltar a ser convocado.

PVC, por exemplo, fez um post sobre esse tema antes do jogo contra o Bragantino. No Blog da Trivela, há até um post pedindo por uma campanha para que Roberto Carlos volte à Seleção.

O fato é que isso mostra como o time de Dunga está com dificuldades nessa posição. Os principais candidatos atualmente são Marcelo, André Santos, Michel Bastos e Fábio Aurélio. O problema é que os 4 costumam jogar, na maioria das vezes, como meio-campistas em seus times.

Outros nomes, como Kléber ou Filipe Luís, até estão bem em seus clubes, mas não souberam aproveitar as chances que já tiveram no passado com a amarelinha.

E agora? Fica difícil até arriscar um palpite. Chego a duvidar que Dunga tenha uma posição realmente definida. Eu ainda duvido que Roberto Carlos saiba se aproveitar dessa indecisão, mas a possibilidade está aberta.

Read Full Post »

Older Posts »