Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Manchester United’

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Barcelona – Giuseppe Rossi (A-Villareal) – Caso confirmada, pode ser a grande contratação da temporada. O italiano é perigoso demais e se encaixaria bem no Barcelona, no lugar de Pedro, por exemplo.

Barcelona – Thiago Silva (Z-Milan) – Se hoje o Barça já parece imbatível, imagine com uma zaga formada por Piqué e o brasileiro do Milan.

Liverpool – Clichy (LE-Arsenal) – A letral-esquerda foi um dos grandes problemas dos ‘Reds’ na temporada, mas com Clichy isso se resolveria.

Manchester City – Cristiano Ronaldo (A-Real Madrid) – Duvido que vá acontecer, mas é divertido imaginar como seria. Com certeza essa contratação colocaria o City no topo dos times europeus.

Real Madrid – Agüero (A-Atlético de Madri) – É um atacante matador que participa bem do jogo, então traria um diferencial para o Real de hoje, que fica mais congelado com Higuaín ou Benzema.

Real Madrid – Maicon (LD-Inter de Milão) – Mourinho sabe tirar o melhor do brasileiro, que liberaria Sergio Ramos para jogar como zagueiro, fazendo o Real ter uma das melhores defesas do mundo.

Real Madrid – Pastore (M-Palermo) – Não seria fácil encaixá-lo, mas já mostrou que tem bola para se destacar entre os principais times europeus.

TANTO FAZ…

Chelsea – Luka Modric (M-Tottenham) – Provavelmente vai chegar e já jogar bem, mas não é exatamente o que o time precisa.

Juventus – Vucinic (A-Roma) – Os atacantes da Juve realmente não convencem, então é preciso trazer outra opção. Mas é arriscado pensar em Vucinic como solução.

Juventus – Lass Diarra (V-Real Madrid) – Pode até ser o volante mais marcador que a Juve precisa, mas não vai fazer tanta diferença para a força da equipe.

Manchester United – Ashley Young (MA-Aston Villa) – Preferia que os ‘Red Devils’ contratassem alguém de mais peso para a função, mas Young tem chances de dar certo.

Manchester United – Kagawa (M-Borussia Dortmund) – Não é de hoje que o time precisa de um armador, mas ainda é cedo para dizer que o japonês daria conta do recado.

Milan – Eriksen (M-Ajax) – Ainda é muito jovem e precisa mostrar mais futebol, mas é interessante para a renovação gradual que o Milan tem feito em seu elenco.

Milan – Keita (V-Barcelona) – É um volante de qualidade, mas o Milan já tem outros jogadores parecidos em seu elenco.

Real Madrid – Fábio Coentrão (LE-Benfica) – Com a temporada que Marcelo fez, não entendo porque o Real faria essa contratação. Mas o português sabe jogar, tem qualidades.

CAI FORA!

Bayern de Munique – Boateng (LE-Manchester City) – Com Lahm e Rafinha, ele só seria reserva para as laterais. Pode jogar também como zagueiro, mas os bávaros poderiam trazer jogadores melhores para a posição.

Liverpool – Doni (G-Roma) – O time precisa mesmo de alguém que faça sombra para Reina, mas o brasileiro não conseguiria isso.

Manchester City – Vucinic (A-Roma) – Além do montenegrino não ter tanta qualidade, como já dito, o time não precisa de mais um atacante desse tipo.

Real Madrid – Felipe Melo (V-Juventus) – Prefiro não imaginar como seria Pepe e Felipe Melo no mesmo time.

Roma – Bojan Krkic (A-Barcelona) – O atacante é uma das poucas decepções das categorias de base do Barça. Não dá pra confiar que ele é melhor do que Borriello, por exemplo.

NÃO ENXERGAM?

Freddy Guarín (M-Porto) – Entre tantos destaques da grande temporada do Porto, ele quase passou desapercebido. Mas na verdade tem um futebol técnico e que poderia ser muito útil em times grandes da Europa.

Veja também:

Anúncios

Read Full Post »


Eu sou um dos maiores fãs de Alex Ferguson. O técnico escocês do Manchester United sabe como poucos aproveitar as peças do elenco, levar jogadores a renderem mais do que podem e fazer o Manchester United apresentar um futebol rápido, bonito e eficiente. Porém, na final da Liga dos Campeões, ele errou. Errou feio. E não se pode errar contra essa máquina chamada Barcelona!

O erro de Ferguson ficou claro para quem viu o jogo: a marcação do Manchester no meio-campo foi muito fraca por causa da escalação. Esse problema foi bem explicado por Caio Maia: “Giggs ou Chicharito teriam que sair do time, ou então o meio-campo seria perdido de novo. Nenhum dos dois saiu, e foi exatamente o que aconteceu”.

A questão me lembra os confrontos recentes do Barcelona contra o Real Madrid. Outro técnico genial, o português José Mourinho, percebeu que precisava sufocar o trabalho de meio-campo do Barça. Por isso improvisou Pepe como cabeça de área e ainda alinhou mais dois volantes à frente dele. A tática não deu certo na Liga, mas trouxe o título da Copa do Rei e poderia ter funcionado na competição europeia se Pepe não fosse um cavalo.

Chegaram a chamar Mourinho de “retranqueiro”, como sempre fazem alguns ignorantes que não sabem enxergar além dos resultados. Mas um possível caminho para vencer o Barça estava desenhado, de certa forma. Talvez o Manchester também não tenha as peças ideais para fazer essa tática funcionar. Mas Ferguson deveria ter tentado algo parecido. Será que ele ligou mesmo para Mourinho? Ele disse que faria isso…

O melhor de ver o Barça ser campeão foi ver o Puyol deixar o Abidal levantar a taça. Imagem pra história...
O melhor do Barça ser campeão foi ver o Puyol deixar o Abidal levantar a taça. Imagem pra história!

Mas seria um grande erro meu culpar apenas Ferguson pelo fracasso do Manchester United. Na verdade Messi é o grande culpado por isso. Apoiado pelos também geniais Xavi e Iniesta, ele deu show e colocou em nossas cabeças uma pergunta: onde Messi vai parar? Com apenas 23 anos, ele segue em franca evolução e já tem quinze títulos só pelo Barça, sendo que três são Ligas dos Campeões. Há ainda um Mundial na lista. Impressionante!

Mas prefiro seguir o conselho de Leonardo Bertozzi. Vou apenas desfrutar o fato de poder vê-lo jogar e ficarei “sem pressa para definir o lugar de Messi na história”. Só sei que o argentino vai longe, muito longe…

Aliás, quer saber? Será legal ver o Messi brilhar na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, levando a Argentina a um título impressionante. Eu quero mais é ver a história ser escrita na minha frente. Eu quero ver até onde Messi pode ir… e ele pode sim ir mais longe do que qualquer outro já foi!

Read Full Post »

Em uma semana de volta do Opiniões em Campo à ativa, prefiro não recomendar links de um tema específico. Selecionei o que li de bom de uma semana pra cá e apresento os melhores textos abaixo. Em outras oportunidades, podem haver edições especiais sobre um determinado assunto que pautar os comentaristas esportivos.

  • Na expectativa para a final da Liga dos Campeões, José Antonio Lima destacou bem um dos melhores personagens dessa decisão: o gênio Alex Ferguson, técnico que deveria existir em todos times do mundo. Leia mais.
  • Lucas Imbroinise sugeriu uma possível seleção brasileira pra Copa de 2014. É um time exageradamente ofensivo, como ele mesmo reconheceu, mas a análise é bem feita e discussões sobre esse tema sempre soam interessantes. Leia mais.
  • O jornal argentino ‘Olé’ fez aniversário nesta semana e Marcelo Montanini fez um post interessante para homenageá-lo. São capas históricas desse jornal que produz muitas bizarrices, mas às vezes também dá aula de criatividade. Leia mais.
  • Antes mesmo do jogo contra o Peñarol, Mauro Cezar Pereira trouxe uma interessante análise do Vélez Sarzfield. Concordo com ele: trata-se ainda do time que representa o maior perigo para o Santos na Copa Libertadores. Leia mais.
  • Paulo Calçade destaca bem uma ótima notícia para aqueles que, como eu, defendem o sistema de pontos corridos no Brasileirão. Incrível como aumentou a receita dos clubes brasileiros desde 2003! Leia mais.

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Barcelona – David Silva (M-Manchester City) – O meia já é naturalmente adaptado ao futebol espanhol e o Barça precisa mesmo de mais opções para jogar pelas pontas.

Chelsea – Sneijder (M-Inter de Milão) – Não há equipe no mundo que possa desprezar o holandês atualmente. E no Chelsea ele poderia organizar ainda melhor o meio-campo do time.

Chelsea – Srna (LD-Shakhtar Donetsk) – É um jogador que sabe bater na bola e certamente seria uma opção melhor do que Ivanovic ou Bosingwa, por exemplo.

Inter de Milão – Messi (A-Barcelona) – É um boato que parece absurdo, mas seria realmente interessante ver o argentino jogar na Itália, país que tem a tradição de contar com os melhores defensores do mundo.

Juventus – Cassano (A-Sampdoria) – Está mais calmo e traria a habilidade e a velocidade que o time precisa no ataque para ficar mais encorpado na disputa do Campeonato Italiano.

Lazio – Miranda (Z-São Paulo) – Um dos melhores zagueiros do Brasil reencontraria seus ex-companheiros André Dias e Hernanes, certamente se sentiria em casa e levaria a Lazio para outro patamar no Campeonato Italiano.

Liverpool – Fábio Coentrão (LE-Benfica) – Não seria a solução dos problemas imensos do Liverpool, mas poderia virar uma arma mais eficiente para as jogadas laterais do time.

Manchester City – Daniel Alves (LD-Barcelona) – Poucos laterais são comparáveis ao brasileiro em sua posição atualmente e ele colocaria Micah Richards no banco facilmente.

Manchester United – Gareth Bale (LE-Tottenham) – Os Red Devils já tem Evra para a lateral, então Bale poderia virar uma ótima opção para jogar mais avançado, como faz de vez em quando no Tottenham.

Manchester United – Schweinsteiger (V-Bayern de Munique) – É um time que já tem bons volantes, mas nenhum com as características e com a fase tão boa quanto a do alemão. Seria um diferencial para a equipe, com certeza.

Manchester United – Ribéry (M-Bayern de Munique) – Caso essa contratação se confirmasse, finalmente Alex Ferguson teria um substituto à altura para Cristiano Ronaldo, com mais de um ano de atraso.

TANTO FAZ…

Inter de Milão – Jucilei (V-Corinthians) -Não chegaria para ser titular, mas teria tudo para virar um bom reserva e ganhar seu espaço no time aos poucos.

Juventus – Glen Johnson (LD-Liverpool) – Já esteve melhor, mas é um jogador com mais qualidade do que Marco Motta ou qualquer outro atleta que a Vecchia Signora tenha para a posição.

Juventus – Luís Fabiano (A-Sevilla) – Parece estar em franca decadência, mas sempre mostrou ter mais talento do que vários centroavantes que estão no elenco do time de Turim.

Manchester United – Hulk (A-Porto) – Berbatov tem dado conta da missão de ser o centroavante do time, mas é limitado e seria razoável a contratação do brasileiro para fazer sombra ao búlgaro.

Manchester United – Luka Modric (V-Tottenham) – Não aposto que ele conseguiria facilmente seu espaço no time, mas pode ser um jogador com características interessantes e que abriria um leque maior de opções para o time.

Milan – Luis Suárez (A-Ajax) – É versátil e goleador, mas a equipe rossonera já tem opções demais no ataque e vagas de menos. Seria difícil encaixá-lo.

CAI FORA!

Chelsea – Pepe (Z-Real Madrid) – É um zagueiro caro e que viria para ser reserva, pois não é melhor do que Alex e nem Terry.

Juventus – Bojan Krkic (A-Barcelona) – O jovem atacante até agora não correspondeu às expectativas criadas sobre ele nas categorias de base do Barcelona e não creio que ele teria um sucesso maior no futebol italiano. Não tem características para isso.

Lazio – Thiago Heleno (Z-Corinthians) – Só pode ser brincadeira de mal gosto de alguém empresário querendo promover um zagueiro que foi um enorme fracasso no Corinthians até agora.

Liverpool – Kerzakhov (A-Zenit) – É melhor manter o fraquíssimo N’Gog como reserva do ataque do Liverpool do que investir em um jogador tão limitado e bom apenas para o futebol russo mesmo.

Liverpool – Royston Drenthe (LE-Hércules) – Mostrou no Real Madrid que marca mal para ser lateral e é  pouco talentoso para jogar mais avançado. O Liverpool precisa de soluções mais convincentes.

Milan – Funes Mori (A-River Plate) – É um atacante com características interessantes, mas surgiu há pouco tempo e ainda precisa ser melhor observado. o Milan não precisa ter toda essa pressa, pois já tem boas opções ofensivas.

NÃO ENXERGAM?

Júlio Baptista (M-Roma) – Não é um jogador em boa fase, mas já teve seus grandes momentos na Europa e pode voltar a brilhar caso vá para um ambiente mais confiável e atue mais vezes em sua posição.

Read Full Post »

Não é fácil imaginar Wayne Rooney em outro time que não seja o Manchester United. Vejam as montagens abaixo e percebam isso:


Porém, a saída do atacante dos Red Devils está praticamente certa. Ele não quer ficar e o time não quer prejuízo financeiro. A principal questão agora é: qual seria o melhor destino para Rooney? Seis times são apontados como candidatos…

Manchester City
Até poderia formar uma dupla infernal com Tévez, outro ex-Manchester United. Os dois se conhecem, já atuaram juntos e sabem jogar bem tanto dentro quanto fora da área. Mas Rooney precisa de tranquilidade. Seria melhor evitar a pressão de um ambiente tão agitado como ficaria o do City.

Chelsea
Já está na hora do time inglês pensar no futuro e renovar seu ataque, deixando Anelka de lado e até pensando na sucessão de Drogba. Por enquanto, Rooney faria uma excelente dupla com o marfinense e até poderia cair mais pelas pontas caso Ancelotti prefira escalar 3 atacantes mesmo.

Real Madrid
Mal consigo estimar o quão melhor Rooney é do que Higuaín ou Benzema. Encaixaria perfeitamente no ataque montado por José Mourinho, que contaria ainda com o entrosamento do inglês com Cristiano Ronaldo. Juntos, os dois fizeram uma temporada excepcional em 2007/2008.

Barcelona
Ver um trio formado por Messi, Villa e Rooney seria algo histórico para o futebol. Sem falar de Xavi e Iniesta. Ficaria até chato. Afinal, seria difícil alguém conseguir parar um time desses…

Liverpool
É tudo que o time precisa para sair da atual crise, com a saída de Fernando Torres. Ao lado do espanhol, Rooney faria uma dupla com grande poder de fogo. Sem ele, teria a responsabilidade de recuperar o ataque de um time que está sob pressão. Exatamente o que Rooney fez após a saída de Cristiano Ronaldo no Manchester United. Ou seja, perfeito!

Tottenham
É claro que seria ótimo para o time londrino, mas não acredito nem 1% nessa especulação. Então recuso-me a comentar mais…

Conclusão
Em primeiro lugar, é preciso deixar claro o quanto o Manchester United perdeu e como será difícil para ele conseguir uma reposição à altura.

Por fim, uma mudança para a Espanha pinta como opção mais útil para Rooney. Tanto no Barça quanto no Real ele conseguiria espaço no time e ainda teria ótimas companhias, sempre em um ambiente de tranquilide. Claro que ele correria o risco de não se adaptar ao futebol espanhol, mas duvido que isso aconteça. Suas características lhe favorecem para evitar isso.

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Arsenal – Stekelenburg (G-Ajax) – É mais um goleiro que os Gunners precisam realmente tentar contratar para o lugar de Almunia. Mas a concorrência está grande…

Barcelona – Tévez (A-Manchester City) – É um jogador excelente que só precisa de um time melhor arrumado, como o Barça, para estourar de vez.

Inter de Milão – Schweinsteiger (V-Bayern de Munique) – O volante poderia melhorar ainda mais a saída de bola da Inter de Milão, algo realmente necessário no time italiano.

Juventus – Fernando Torres (A-Liverpool) – Está insatisfeito na Inglaterra e é um dos melhores do mundo entre os centroavantes, posição na qual a Juve realmente precisa de reforços. Ou seja, seria ótimo para todos.

Manchester City – Alexandre Pato (A-Milan) – Faria uma dupla de ataque infernal com Tévez, já que ambos são versáteis e sabem jogar tanto dentro quanto fora da área.

Manchester United – Michel Bastos (M-Lyon) – Seria uma boa opção para as jogadas pelas laterais, que sentem falta de Valencia, gravemente lesionado.

Milan – Fábio Coentrão (LE-Benfica) – Foi um dos melhores laterais-esquerdos da Copa de 2010 e merece esse chance em um time grande da Europa.

Real Madrid – Rooney (A-Manchester United) – É um dos melhores atacantes do mundo, então é claro que cairia como luva no time em que ele se reencontraria com Cristiano Ronaldo, repetindo uma dupla que impressionou em 2008.

TANTO FAZ…

Inter de Milão – Rodrigo Palacio (A-Genoa) – Faz funções interessantes em campo, mas seria no máximo um reserva útil.

Inter de Milão – Xabi Alonso (V-Real Madrid) – É bom jogador e conta com a confiança do técnico da Inter, mas é semelhante a opções que o time já tem.

Juventus – Adebayor (A-Manchester City) – Mudaria muito pouco em comparação com as opções que a Juve já tem em seu elenco atualmente.

Manchester United – Gourcuff (M-Lyon) – Não acho que ele tem condições de chegar, ser titular e resolver, mas tem características do jogador que o time está precisando. Então pode dar certo.

Real Madrid – Nilmar (A-Villareal) – O time já tem atacantes demais e, mesmo que eles não estejam em grande fase, não seria fácil para o brasileiro se firmar.

CAI FORA!

Barcelona – Denílson (V-Arsenal) – Seu estilo de jogo não combina perfeitamente com o do Barça e, além disso, a recente chegada de Mascherano complicaria sua briga pelo titularidade no time espanhol.

Barcelona – Pepe (Z-Real Madrid) – Nunca me convenceu de que é tudo o que comentam sobre ele no futebol espanhol. Esse não me engana: é atrapalhado e estabanado mesmo!

Juventus – Maxi López (A-Catania) – Costumar ter curtas fases boas, mas na verdade a Juve precisa de um atacante que resolva com mais regularidade.

Liverpool – Kiessling (A-Bayer Leverkusen) – Até é um bom jogador, mas não seria um substituto à altura de Fernando Torres, que está cada vez mais fora do Liverpool.

Liverpool – Muntari (V-Inter de Milão) – Não gosto do futebol do ganês e os Reds já têm opções melhores pra essa posição.

Manchester United – Benzema (A-Real Madrid) – Não faria muito diferente do que Berbatov tem feito no time.

Manchester United – Douglas Costa (M-Shakhtar Donetsk) – Ainda é uma aposta arriscada demais para o futuro. Ainda mais se for tratado como o “novo Cristiano Ronaldo”.

NÃO ENXERGAM?

Fernando Llorente(A-Athletic de Bilbao) – O grandalhão está em grande fase e poderia ir para times que precisam de centroavantes. Não faltam clubes nessa condição na Europa. Por enquanto ele só foi sutilmente cogitado no Real Madrid.

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Barcelona – Wayne Rooney (A-Manchester United) – Não sei como ele se encaixaria no time, mas é um dos melhores jogadores do mundo atualmente, então não há como negar que seria um reforço excepcional.

Juventus – Neymar (A-Santos) – O time italiano precisa investir para voltar a disputar um título. O brasileiro corre risco de não se adaptar ao futebol italiano, mas seria uma aposta interessante da Vecchia Signora.

Manchester City – Fernando Torres
(A-Liverpool) – É um dos melhores centroavantes do mundo e certamente faria uma boa companhia a Tévez.

Milan – Gerrard (M-Liverpool) – O meia inglês está em baixa, mas uma ida para o futebol italiano poderia fazer com que ele voltasse à sua antiga forma, ainda mais bem acompanhado por Ibrahimovic, Ronaldinho Gaúcho, Pato e Robinho.

Real Madrid – Fábregas
(M-Arsenal) – Não é melhor do que Kaká em forma, mas por enquanto ainda é superior a Mesut Özil, então viraria o meia central no time de José Mourinho.

Real Madrid – Gareth Bale
(LE-Tottenham) – Além de ser uma boa sombra para Marcelo, poderia virar também uma opção para o meio-campo, jogando aberto pela esquerda e sempre levando perigo, como faz no Tottenham.

Real Madrid – Sneijder (M-Inter de Milão) – A volta do holandês ao time poderia soar ridícula em um primeiro momento, por ele já ter sido desprezado lá, mas em campo certamente traria ótimos resultados.

TANTO FAZ…

Atlético de Madrid – Afellay (A-PSV) – O holandês é habilidoso, mas é limitado. Não traria um grande diferencial para o atual campeão da Liga Europa.

Bayern de Munique – Pepe Reina (G-Liverpool) – O goleiro espanhol ainda não me inspira confiança, mas o titular do Bayern, Butt, também não.

Juventus – Jucilei (V-Corinthians) – O volante está em ótima fase, mas é preciso esperar para ver se tudo é não apenas de uma… fase! Bom ele é, mas talvez não seja o suficiente para resolver o meio-campo do time italiano.

Manchester City – Benzema
(A-Real Madrid)As críticas recentes do técnico da seleção francesa, Laurent Blanc, mostram que talvez seja melhor desconfiar de Benzema, que tem talento, mas nem sempre isso basta.

CAI FORA!

Liverpool – Cavani (A-Napoli) – O uruguaio até pode ser útil, mas não é disso que o time precisa no momento. Além disso, seria um investimento alto demais (24 milhões de euros) para pouco benefício.

Manchester United – David De Gea (G-Atlético de Madrid) – Ainda é um jovem goleiro que parece ter talento, mas os Red Devils têm opções mais seguras para substituir Van der Saar no futuro.

NÃO ENXERGAM?

Pastore (M-Palermo) – Vai ser um absurdo se nenhum time grande europeu investir pesado para contratar esse meia argentino em 2011.

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »