Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Marcelinho Carioca’

Marcelinho

Clube: São Paulo
Posição: meia-atacante
Idade: 18 anos
Altura: 1,74 m
Peso: 66 Kg

Com certeza nem era o planejamento do São Paulo, mas por linhas tortas o time do Morumbi finalmente conseguiu valorizar as suas boas categorias de base. Como previsto aqui, a chance dada para Sérgio Baresi treinar o time principal fez com que jovens ganhassem mais oportunidades.

Quem mais tem aproveitado essa situação é Marcelinho, um meia-atacante que brilhou na vitória do seu time contra o Flamengo, por 2 a 0, nesta quarta-feira, e já tinha ido bem no 3 a 2 para o Tricolor contra o Atlético-MG. Ele foi lançado na hora errada, sob pressão, mas o importante é que tem dado certo.

Esse bom momento do Marcelinho chega para coroar um ano que já tinha começado bem para ele: em janeiro, foi campeão e um dos principais destaques da Copa São Paulo. Em um ranking deste blog, aliás, foi eleito como a quarta melhor revelação do torneio.

Depois, veio uma convocação natural para defender a seleção brasileira sub-18, surgiram boatos sobre um suposto interesse do futebol europeu e então apareceu a chance de integrar o elenco profissional do São Paulo.

De acordo com Rogério Ceni, ele impressionou desde os primeiros treinos: “Desde o Kaká e o Júlio Baptista, não via ninguém tão talentoso”, avaliou o goleiro. Com um futebol de dribles e boa chegada ao ataque, Marcelinho tem encantado. É claro que ele possui idade olímpica e não pode ser ignorado por Mano Menezes em testes e futuras convocações.

Porém, como sempre, também é preciso ter cautela. O São Paulo já teve outros meias talentosos que simplesmente não vingaram até agora. Sérgio Mota e Oscar são os principais exemplos disso. A relação sempre instável entre o São Paulo e o empresário do jogador, Wagner Ribeiro, também é outro motivo para deixar o sinal de atenção ligado.

Formado primeiramente em uma escolinha de futebol do corintiano Marcelinho Carioca (por isso o apelido – seu nome é Lucas), trata-se aqui de um jogador que serve como exemplo para o São Paulo. Com calma, o time pode finalmente virar sua atenção para as categorias de base. Afinal, de onde veio Marcelinho também tem os volantes Casemiro e Zé Vitor, o atacante Lucas Gaúcho, o zagueiro Bruno Uvini, o goleiro Richard, etc…

Anúncios

Read Full Post »

2010 já começou, mas ainda é possível fazer retrospectivas curiosas sobre o ano que passou. É interessante observar, por exemplo, como vários jogadores de qualidade se aposentaram em 2009. Relembre os melhores atletas do futebol que penduraram as chuteiras no ano passado:

1º) Paolo Maldini (ex-Milan)
É um dos melhores defensores de todos os tempos, seja como zagueiro ou como lateral-esquerdo. Seu currículo é impressionante, com 7 títulos nacionais, 5 Liga dos Campeões e 3 mundiais. Resolveu se aposentar perto dos 41 anos de idade, ainda em forma razoável.

2º) Luís Figo (ex-Inter de Milão)
Eleito o melhor jogador do mundo em 2001, o português teve uma carreira brilhante no futebol espanhol. Não repetiu o sucesso na Itália, mas, mesmo assim, encerrou a carreira por lá com 4 scudetti conquistados.

3º) Marcelinho Carioca (ex-Santo André)
Virou um dos maiores ídolos da história do Corinthians e não foi à toa. Sabia chutar a bola como ninguém e transformou essa qualidade em títulos. Só a aposentadoria, com a camisa do Ramalhão, foi lamentável, já que o time voltou à Série B e não contou com seu melhor futebol.

4º) Pavel Nedved (ex-Juventus)
O meia chegou a ser eleito o melhor jogador do futebol europeu pela France Football em 2003. Liderou uma boa geração da República Tcheca e dava muito trabalho aos seus defensores com habilidade e forte chute nos dois pés.

5º) Juan Pablo Sorín (ex-Cruzeiro)
Era um lateral dos mais ofensivos que já vi e sabia atacar como poucos. Foi bonito o fato dele ter encerrado a carreira pelo Cruzeiro, pois o time realmente deve muito ao argentino e vice-versa.

6º) Christian Vieri (ex-Atalanta)
O Botafogo-SP bem que tentou tirá-lo dessa lista, mas agora já dá pra cravar que ele está fora do futebol. Após muitos gols marcados pela Inter de Milão e pela seleção italiana, o atacante se aposentou de forma lamentável, totalmente fora de forma em campo.

7º) Danrlei (ex-Brasil-RS)

Campeão de quase tudo pelo Grêmio, foi um goleiro que conseguiu seu espaço de destaque no futebol brasileiro durante a década de 90. Só que também ficou marcado por seu temperamento explosivo e algumas polêmicas.

8º) Henrik Larsson (ex-Helsingborg)

A sua passagem pelo Barcelona foi brilhante, principalmente na final da Liga dos Campeões de 2005/2006. Fora isso, teve uma carreira mais apagada, apesar de sempre exibir suas qualidades com a camisa da seleção sueca.

9º) Fábio Luciano (ex-Flamengo)
Construiu uma carreira com passagem por poucos clubes, mas sempre de maneira marcante, apesar da falta de títulos de expressão. Conseguiu se aposentar em alta, já que ainda era muito querido pela maior torcida do Brasil.

10º) Willy Sagnol (ex-Bayern de Munique)
O francês era discreto, mas sempre eficiente. Estava no grupo francês que foi vice-campeão do mundo em 2006 e fez história com a camisa do Bayern de Munique durante 8 anos.

11º) Pedrinho (ex-Figueirense)
Seja no Vasco, no Palmeiras ou no Santos ele sempre mostrou que tinha muita qualidade técnica em sua perna esquerda. É uma pena que as lesões tenham atrapalhado tanto sua carreira.

Outros nomes que não couberam na lista foram Fernando, ex-Santo André, e Dean Ashton, ex-West Ham. Enquanto o primeiro encerrou a carreira aos 41 anos, o outro desistiu do futebol aos 26.

Read Full Post »

BOLETIM BR

O ORGULHO DA TORCIDA

São Paulo – Na rodada anterior, foi o “alarme” desta seção, por causa do otimismo gerado com a vitória sobre o Barueri.

Nesta rodada, o time venceu bem o Grêmio, e a torcida gritou que “o campeão voltou”. Exagero, claro, mas já é possível imaginar que sim.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Sport – Jogou com um a mais a maior parte do tempo, mas não conseguiu vencer o Cruzeiro.

TROFÉU HERÓI

Andrezinho – Salvou o técnico Tite e o goleiro Michel Alves com participações valiosas nos três gols do Inter contra o Barueri.

TROFÉU VILÃO

Gladstone – Foi expulso e decidiu a vitória do Santos contra o Náutico.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Coritiba 2 x 2 Botafogo – A emoção no final foi realmente até o último segundo.

DETALHE TÁTICO

Diego Souza no Palmeiras – Começou como atacante contra o Fluminense.

Mas, após a entrada de Ortigoza, virou meia e, vindo de trás, decidiu o jogo para o Palmeiras. Ponto para Muricy.

O FUTEBOL É INJUSTO

Santo André merecia mais – Comandado pela boa atuação de Marcelinho Carioca, o Ramalhão poderia ter vencido o Corinthians.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Avaí – Mais do que bater o Vitória por 4 a 0, o importante é que o time conseguiu a 5ª vitória consecutiva. Impressionante!

ALGUÉM ME EXPLICA?

Neymar na reserva – Sou radicalmente contra o excesso de cuidado com jovens talentos, que precisam amadurecer, mas só vão fazer isso se jogaram como frequência.

Ele já pode realmente resolver jogos, como fez contra o Náutico.

ALARME

Campanha do Goiás – É difícil confiar, mas está no G4 e vai enfrentar o Santo André, em processo de troca de técnico, na próxima rodada.

Tem tudo para continuar em alta no Brasileirão 2009.

VALEU O INGRESSO

Dagoberto – Conclui com oportunismo o passe espetacular de Hernanes.

Read Full Post »