Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Marcelo’

Thiago Silva já está com o passaporte carimbado para Londres. O capitão da Seleção Brasileira vai disputar a Olimpíada como um dos jogadores acima de 23 anos. Restarão, portanto, duas vagas para os “velhinhos”. Depois dos amistosos da Seleção olímpica, cinco jogadores aparecem bem nessa disputa: Jefferson, Daniel Alves, David Luiz, Marcelo e Hulk.

Quem deve sair da briga mais facilmente é o goleiro Jefferson. O desempenho do santista Rafael nos três jogos que disputou não foi brilhante. Ele não chegou a falhar, mas também não mostrou tanta segurança e nem fez defesas incríveis. Mano nunca demonstrou grande confiança nele, mas ainda assim deve levá-lo como titular. Afinal, Jefferson (e nenhum outro goleiro brasilero) também não é brilhante e gastar uma vaga com um jogador dessa posição não fará diferença.

Rafael está à frente de Jefferson por falta de opção

Rafael está à frente de Jefferson por falta de opção

Já na lateral-direita há uma preocupação física em primeiro lugar: Daniel Alves se contundiu no ombro e pode não se recuperar a tempo. Caso consiga estar disponível, pode tirar Danilo ou Rafael do grupo, já que ambos tiveram desempenho defensivo abaixo da média nos amistosos. A questão é: Daniel Alves marca melhor que eles? Certamente não. A única diferença real seria no ataque, já que o time ficaria menos dependente das jogas pela esquerda. Mas o desempenho defensivo seria o mesmo.

Marcelo vive situação parecida na lateral-esquerda: é muito melhor do que seu principal concorrente, Alex Sandro, mas também tem problemas – é indisciplinado e deixa buracos na defesa. Porém, o outro jogador da posição que está pré-convocado é Lucas Mendes, do Coritiba, que foi pouco observado até agora. Portanto, a briga de Marcelo pode ser até com Daniel Alves, que já atuou como lateral-esquerdo na Seleção Brasileira e pode ser convocado como coringa.

Real x Barcelona na Seleção?

Real x Barcelona na Seleção?

Ainda nos problemas defensivos, existe a carência de zagueiros com idade olímpica. Juan e Bruno Uvini mostraram nos amistosos como é fraca nossa nova geração de beques. Mano poderia ter levado mais um jogador da posição para ser testado, como Rafael Tolói (Goiás), Manoel (Atlético-PR) ou até Marquinhos (Corinthians), mas é provável que nada mudaria. Isso só reforça a necessidade de levar outro zagueiro experiente, além de Thiago Silva. David Luiz é o nome ideal, por ter sido o mais testado até agora. Dedé é outra opção, caso o jogador do Chelsea não esteja 100% fisicamente.

Único jogador acima de 23 anos testado no ataque, Hulk foi o principal erro de Mano Menezes durante os amistosos. É evidente que o jogador do Porto/Chelsea foi bem, mas o técnico deveria ter testado outros jogadores na posição, principalmente Lucas, do São Paulo. Seria preciso observar se outros meia-atacantes podem dar conta do recado. Porém, mesmo sem esse teste, não aposto que Mano vá convocar Hulk. O problema na defesa é muito mais grave do que a falta de experiência dos jogadores ofensivos.

Conclusão
Como foi visto nos amistosos, a defesa é o principal problema da Seleção olímpica. Eu jamais confiaria em Juan, Bruno Uvini ou quaisquer outros zagueiros que não foram testados. Portanto, o ideal é convocar David Luiz. Já no ataque a situação parece melhor, ainda mais com a ascensão de Oscar. Portanto, eu descartaria Hulk e ficaria em dúvida entre Daniel Alves e Marcelo. Para resolver essa questão só com um parecer sobre o estado físico do jogador do Barcelona. Mas a tendência é que Mano opte por Marcelo e feche assim a lista dos 18 convocados para Londres:

Goleiros: Rafael e Neto
Laterais: Danilo, Rafael, Marcelo e Alex Sandro
Zagueiros: Thiago Silva, David Luiz e Juan
Volantes: Sandro, Rômulo e Casemiro
Meias: Ganso e Oscar
Atacantes: Neymar, Lucas, Alexandre Pato e Leandro Damião

Acertei, Mano?

Acertei, Mano?

Anúncios

Read Full Post »

Apesar da derrota contra a Alemanha ter sido desastrosa, pouca coisa vai mudar de verdade na Seleção Brasileira por causa disso. Mano não vai cair, até porque faltam opções para o seu lugar. E não é uma troca de um ou outro jogador que vai resolver tudo.

Seis da Seleção


Mas há uma mudança que terá que acontecer de qualquer jeito: André Santos vai perder seu status de intocável na lateral-esquerda. A falha no terceiro gol alemão foi digna de pena. Mano não costuma perdoar esse tipo de erro na Seleção e já indicou, após o amistoso, que mudanças devem acontecer

O problema é: quem vai entrar no lugar de André Santos? Veja a lista dos seis possíveis novos donos da camisa 6 da Seleção:

6º) Cortês (Botafogo)
Destaque do Campeonato Carioca pelo Nova Iguaçu, bastou uma grande partida contra o Flamengo para ele já ser cogitado na Seleção. Um exagero dos cariocas, claro.

E é óbvio também que ele não fez apenas um jogo bom. Antes de se contundir, ele já vinha bem e agora voltou com tudo. Tem habilidade, tem raça, tem velocidade, mas é preciso calma. Pode ser só uma fase. É preciso ver se ele é regular. Eu jamais o convocaria neste momento complicado da Seleção. Mas há quem faria essa loucura…

Casamento de Cortês, do Botafogo, no Habibs
Ok, o casamento de Cortês no Habib’s também aumentou seu prestígio

5º) Daniel Alves (Barcelona-ESP)
Por que não improvisar? O Brasil precisa reconhecer que não tem mais esse talento de sobra de outros tempos e por isso talvez seja necessário improvisar mesmo.

Maicon tem ganhado a posição na direita e Dani Alves já fez a lateral-esquerda pela Seleção. E o próprio Mano, depois que fez a última convocação com apenas um jogador de origem na posição, indicou que o lateral do Barça pode ser improvisado. Não é uma solução, mas é uma hipótese.

4º) Adriano (Barcelona-ESP)
Não é um jogador tão brilhante, mas é técnico e seguro. Ou seja, dificilmente faria o erro que André Santos cometeu contra a Alemanha.

Pesa contra ele principalmente o fato de não ser um jogador de velocidade. A Seleção do Mano precisa de alguém que passe rapidamente para jogar com Neymar na esquerda. Adriano não fará isso, mas pode fazer outras funções com um resultado melhor do que foi visto até agora.

3º) Fábio (Manchester United-ING)
Se a ideia realmente é renovar, esse é o nome para esquerda da Seleção. Fábio ainda é muito jovem e só a partir deste ano é que passou a ganhar mais chances no Manchester United. Mas tem muito potencial.

Dificilmente ele vai ser titular do time inglês, já que Evra é um dos melhores do mundo na posição. Mas Fábio pode ganhar ritmo de jogo atuando pela direita, já que é destro, e então se credenciar para a Seleção. Talento ele tem.

2º) Filipe Luís (Atlético de Madri-ESP)

Filipe Luís
Lembra dele?

Quando ainda estava no La Coruña, foi uma das melhores “invenções” de Dunga. Pena que uma contusão gravíssima acabou com as suas chances de disputar a Copa do Mundo de 2010.

Filipe também tem características que podem prejudir o esquema tático da Seleção, principalmente por ser um lateral que sabe marcar mais – uma virtude que na verdade precisa ser exaltada e aproveitada pelo Brasil.

1º) Marcelo (Real Madrid-ESP)
Não fosse o tal e-mail errado para Mano Menezes ele já seria o dono absoluto da posição. Tem futebol para isso. Resta saber se tem vontade…

Não critico o Mano por querer manter Marcelo fora do time. Em qualquer time é difícil lidar com um jogador que não mostra comprometimento. Mas a situação da lateral-esquerda é realmente grave. Uma conversa para resolver isso talvez seja necessária.

Em suma, a conclusão é: fora Marcelo, é difícil achar alguma outra opção convicente para a lateral-esquerda. Todas têm algum problema.

Até por isso é possível que André Santos continue no time, mesmo que como reserva. Só duvido que ele consiga enganar até a Copa de 2014, quando alguns bons jovens da posição, como Alex Sandro (Porto-POR), Diego Renan (Cruzeiro) e Gabriel Silva (Palmeiras) podem se firmar.

Leia também

Read Full Post »

Passada a turbulência causada pelo fracasso do Brasil na Copa América, já é possível fazer um balanço mais equilibrado de tudo que precisa mudar no time de Mano Menezes. Afinal, o técnico não será trocado mesmo, principalmente por causa da falta de opções para o cargo.

Dito isso, resta estudar as peças que podem ser mudadas na Seleção. Temos problemas em todos setores, desde o gol até a camisa 9. E faltam soluções.

Entre os goleiros, Júlio César passou a ser muito contestado. Mas ele não tem um reserva à altura. Victor, Fábio, Jefferson… todos têm qualidade, mas nenhum passa a confiança suficiente.

Entre os laterais, Maicon ganhou de vez o espaço na direita, mas André Santos sai chamuscado na esquerda. O problema é que, fora Marcelo, não há quem seja muito superior a ele. Eu apostaria em Filipe Luís, mas seria só isso, uma aposta. A única solução é uma reconciliação entre Mano e Marcelo.

Entre os zagueiros, Thiago Silva teve momentos de instabilidade e Lúcio, apesar da liderança, mostra que a idade pode pesar. Temos ainda David Luiz, mas falta uma outra opção mais segura. Miranda? Réver? Alex? Dedé? Não é o caso.

Entre os volantes, Lucas e Ramires decepcionaram. Faltou principalmente ajuda a Ganso na saída de bola, para facilitar as armações das jogadas. Mas no máximo dá para imaginar que Hernanes, jogando mais recuado que de costume, poderia ajudar nisso. De resto…

Entre os meias, Ganso não fez tudo que pôde, mas ninguém tem tanto potencial quanto ele. Jádson pode ser uma boa opção entre os reservas, mas para o time titular apenas a recuperação de Kaká pode fazer a diferença. E quem ainda acredita nisso?

Entre os atacantes, a história se repete: Neymar, Robinho e Pato foram mal, mas quem faria muito melhor que eles? Nilmar seria uma opção interessante, Hulk merece ser testado, Leandro Damião tem potencial, mas faltam nomes convincentes.

Portanto, fica claro que a simples mudança de peças não é o que vai resolver os problemas da Seleção. Nossas opções não são tão diferenciadas quanto muitos pensam. Ou alguém acha que Victor, Marcelo, Hernanes, Kaká, Hulk e Leandro Damião sejam realmente tudo que o Brasil precisa?

O que falta para a Seleção não é tirar Julio César, André Santos ou Pato do time. O que falta é criar um conjunto, um time bem formado e bem treinado. E é nesse ponto que, insisto, Mano tem falhado.

Porém, como o técnico não será mudado, fica difícil prever um futuro de sucesso para a Seleção…

Mano/AFP
O futuro da Seleção de Mano parece obscuro

Read Full Post »

Dentre os 23 jogadores que disputaram a Copa de 2010 pelo Brasil, só Thiago Silva, Ramires e Nilmar  terão menos de 30 anos no Mundial de 2014. Isso só prova como a Seleção vai ter que se renovar. O legado que Dunga deixou após sua saída é pequeno, como escreveu Arnaldo Ribeiro, e, na verdade, pouco tem a ver com a escolha dos jogadores.

O legado em Copas/ Arte: Jornal Placar
Seleção Brasileira de 2014 pode ter o menor índice de jogares da Copa anterior desde 1950/ Arte: Jornal Placar

Ou seja, como se não bastasse a pressão gigantesca para que hexacampeonato venha em 2014, o próximo técnico da Seleção ainda terá que saber reformular a equipe e apresentar novidades para quase todas posições. Existem indefinições para achar o novo lateral-esquerdo, o 1º volante, talvez um meia e o centroavante. Difícil! Tenho pena de quem assumir essa missão.

O máximo que posso fazer para ajudar é o levantamento que segue abaixo, com indicações de possíveis jogadores com qualidades e idade para disputar a Copa de 2014. Pelo menos há uma boa notícia: ainda sobra talento em terras tupiniquins. Vejam:

GOLEIRO
Estão prontos: Júlio César, Victor, Gomes e Diego Alves
Precisam evoluir: Renan, Fábio, Felipe e Diego Cavalieri
Olho neles: Neto, Cássio, Dênis e Marcelo Grohe

Ter feito uma Copa de 2010 abaixo do esperado não pode queimar Júlio César na Seleção. Pelo contrário, pela sua experiência e por suas atitudes após a eliminação, ele deve virar um dos líderes do Brasil. Seu reserva, Gomes, é irregular, mas também pode ser mantido caso siga em ótima fase no Tottenham.

Já Victor, que deveria ter ido à África do Sul, atualmente é o melhor entre todos da sua geração. Renan tem passagens por categorias de base da Seleção e deve se destacar em sua volta ao Inter. Já Cavalieri precisa sair do Liverpool se quiser voltar a ser lembrado. Entre os mais jovens que estes, nenhum mostrou ser diferenciado por enquanto.

Eu convocaria desde já: Júlio César e Victor

LATERAL-DIREITO
Estão prontos: Maicon e Daniel Alves
Precisam evoluir: Rafinha, Ilsinho e Jonathan
Olho nele: Rafael

Os dois laterais de 2010 têm qualidades indiscutíveis, mas terão 32 e 31 anos, respectivamente. Portanto, estudar uma nova solução seria útil. O problema é que Rafinha, Ilsinho e Jonathan, por questões diferentes, estão longe de convencer. Rafael, do Manchester United, parece ter mais futuro como jogador de Seleção Brasileira.

Eu convocaria desde já: Daniel Alves e Maicon

ZAGUEIRO
Estão prontos: Thiago Silva, Luisão, Miranda, Alex, Naldo e Alex Silva
Precisam evoluir: David Luiz, Mário Fernandes, Réver e Felipe Santana
Olho neles: Rafael Tolói, Dalton, Breno, Sidnei e Douglas

Os ótimos Lúcio e Juan vão sair de cena, mas a reposição para eles não deve ser um problema. Se quiser experiência e bom jogo aéreo, o técnico pode insistir em Luisão, que terá 33 anos em 2014. Além dele, também com passagens pela Seleção, existem outros 5 bons nomes, citados entre os que “estão prontos”.

Caso queira uma renovação ainda maior, o novo treinador também terá variedade de opções, com jogadores que ainda não vestiram a amarelinha, mas que merecem ser testados. Douglas, que foi importante no título do Twente e que já teve até sua naturalização especulada na Holanda, seria a melhor dessas apostas.

Eu convocaria desde já: Thiago Silva, Luisão, Miranda e Alex Silva

Luisão e Alex Silva
Luisão e Alex Silva – uma dupla de zagueiros irmãos deve funcionar. Entrosamento não faltaria.

LATERAL-ESQUERDO
Estão prontos: Filipe Luís e Marcelo
Precisam evoluir: André Santos, Adriano, Diego Renan e Carlinhos
Olho neles: Fábio e Gabriel Silva

O problema da falta de talentos na lateral-esquerda é grave no Brasil e precisa ser tratado com mais cuidado dessa vez. Não há nenhum talento excepcional e poucas promessas são realmente animadoras. Dentro desse cenário, é preciso confiar nos mais regulares e com maior experiência internacional, além de dar chances rápidas para possíveis revelações do futuro.

Eu convocaria desde já: Filipe Luís e Marcelo

VOLANTE
Estão prontos: Sandro, Ramires, Anderson e Hernanes
Precisam evoluir: Denílson, Lucas, Arouca, Elias, Thiago Motta e Dudu Cearense
Olho neles: Adílson, Jean, Willians, Rafael Carioca, Souza, Jucilei e Wesley

É uma das poucas posições em que Dunga convocou uma quantidade razoável de jovens jogadores. A base para o futuro está preparada, já que Sandro, Ramires, Anderson, Hernanes e Lucas participaram de amistosos ou jogos das Eliminatórias.

A principal dificuldade é achar o substituto ideal de Gilberto Silva. Porém, para a função de Felipe Melo, como 2º volante, não faltam opções que, aliás, já deveriam ter ido para a África do Sul.

Eu convocaria desde já: Sandro, Denílson, Ramires e Hernanes

MEIA
Estão prontos: Kaká, Diego e Elano
Precisam evoluir: Alex (ex-Inter), Diego Souza, Renato Augusto, Carlos Eduardo, Wagner, Thiago Neves, Jádson e Michel Bastos
Olho neles: Paulo Henrique Ganso, Phillipe Coutinho, Giuliano, Maylson, Willian, Oscar, Felipe Menezes e Bruno César

Aqui a renovação precisa ser grande. Kaká e Ganso têm tudo para formar a dupla ideal, mas ainda geram desconfiança, por problema físico ou por inexperiência. Caso esses fatores os atrapalhem, não será fácil achar novas opções. Entre os experientes, nenhum convence ainda. A grande (e única?) saída pode ser realmente apostar na juventude.

Eu convocaria desde já: Kaká, Ganso, Diego e Giuliano

Neymar e Ganso
Ok, agora eu convocaria Neymar e Ganso, mas ainda é preciso ter calma com os dois. Deixo a empolgação cega pros santistas…

2º ATACANTE
Estão prontos:
Robinho, Nilmar e Alexandre Pato
Precisam evoluir: Kléber, Vágner Love, Rafael Sóbis e Thiago Ribeiro
Olho neles: Neymar, Caio, Guilherme, Dentinho, Welliton, Taison, Maicon, Diogo, Wellington Silva e Alex Teixeira

Quatro se destacam aqui: Robinho, Nilmar, Alexandre Pato e Neymar. Os primeiros até corresponderam razoavelmente na Copa de 2010. Os outros dois já mostraram potencial e podem ser craques do futuro. Esses quatro têm uma concorrência formada por vários jovens, que vão ter dificuldades para entrar nessa briga, mas são boas opções que ainda podem melhorar com o tempo.

Eu convocaria desde já: Robinho e Neymar

CENTROAVANTE
Estão prontos:
Luis Fabiano, Fred e Diego Tardelli
Precisam evoluir: Adriano, Hulk e Jô
Olho neles: André e Keirrison

Essa posição pode virar o novo grande problema para o Brasil. O país de Careca, Romário e Ronaldo agora sofrerá sem um grande marcador de gols, já que Luis Fabiano e Adriano, com 33 e 32 anos, respectivamente, podem não chegar bem em 2014.

Também não é fácil apostar nas últimas revelações entre os centroavantes. André e Keirrison ainda parecem limitados. Talvez seja até o caso de acreditar que Nilmar ou Alexandre Pato podem fazer essa função. Mas eu optaria por insistir em quem conhece mais do ofício e pelo menos tem alguma experiência em Copas. Pelo menos enquanto não surgir um novo Careca, um novo Romário…

Eu convocaria desde já: Luis Fabiano e Fred

MEU TIME TITULAR DESDE JÁ: é preciso começar um novo projeto com muitas chances para novas apostas, mas elas precisam entrar aos poucos no onze inicial. Portanto, seria interessante escalar, a princípio, um time assim…

Júlio César; Maicon, Thiago Silva, Luisão, Filipe Luís; Sandro, Ramires, Ganso e Kaká; Robinho e Fred

Esqueci de alguém?

Com certeza ainda surgirão novos talentos, que sempre serão seguidos de perto aqui, principalmente pela seção “Olho Nele”.

No mais, o importante é notar que, apesar de alguns problemas e carências em determinadas posições, existem talentos suficientes para que o novo técnico da Seleção Brasileira conquiste o hexa em casa. Resta saber quem será esse “coitado”, mas isso é assunto pra outro post…

Read Full Post »

Com a mais recente convocação de Dunga e sua entrevista esclarecedora, já é possível prever quem serão os 23 jogadores que defenderão a Seleção Brasileira na Copa do Mundo da África do Sul.

As dúvidas parecem cada vez mais resolvidas e, apesar de Dunga garantir que não está com a lista pronta, parece que uma enorme base já está pronta.

As últimas questões são: quem será o terceiro goleiro, os laterais-esquerdos e o reserva de Felipe Melo? Entretanto, mesmo esses problemas estão cada vez mais resolvidos.

Está longe de ser a lista ideal. Poderia ser melhor, é claro, mas também é preciso respeitar o bom trabalho de Dunga até aqui. Ele vai para a Copa do Mundo com moral e contará com esses jogadores em busca do hexa:

Goleiros
Júlio César (Internazionale-ITÁ)
Doni (Roma-ITÁ)
Victor (Grêmio)

Laterais
Maicon (Internazionale-ITÁ)
Daniel Alves (Barcelona-ESP)
Michel Bastos (Lyon-FRA)
André Santos (Fenerbahçe-TUR)

Zagueiros
Lúcio (Internazionale-ITÁ)
Juan (Roma-ITÁ)
Thiago Silva (Milan-ITÁ)
Luisão (Benfica-POR)

Volantes
Gilberto Silva (Panathinaikos-GRÉ)
Felipe Melo (Juventus-ITÁ)
Josué (Wolfsburg-ALE)
Kléberson (Flamengo)

Meias
Ramires (Benfica-POR)
Elano (Galatasaray-TUR)
Julio Baptista (Roma-ITÁ)
Kaká (Real Madrid-ESP)

Atacantes
Robinho (Santos)
Nilmar (Villarreal-ESP)
Luís Fabiano (Sevilla-ESP)
Adriano (Flamengo)

Gilberto é só uma experiência de Dunga, não deve ficar para a Copa. Marcelo e Kléber têm até mais chances do que ele. Mas prefiro apostar no André Santos.

Lucas ou Sandro ainda podem roubar a vaga de Kléberson, mas o volante do Flamengo estava na Copa das Confederações e conta com a fidelidade de Dunga.

No mais, é melhor não esperar mais por surpresas do técnico da Seleção Brasileira. E nem é hora para isso. Só nos resta torcer. E muito!

Read Full Post »

A estreia de Roberto Carlos no Corinthians reabre uma questão preocupante para a Seleção Brasileira: a total falta de opções para a lateral-esquerda na Copa do Mundo. Não que eu considere o veterano uma solução para esse problema, mas há quem admita a hipótese dele voltar a ser convocado.

PVC, por exemplo, fez um post sobre esse tema antes do jogo contra o Bragantino. No Blog da Trivela, há até um post pedindo por uma campanha para que Roberto Carlos volte à Seleção.

O fato é que isso mostra como o time de Dunga está com dificuldades nessa posição. Os principais candidatos atualmente são Marcelo, André Santos, Michel Bastos e Fábio Aurélio. O problema é que os 4 costumam jogar, na maioria das vezes, como meio-campistas em seus times.

Outros nomes, como Kléber ou Filipe Luís, até estão bem em seus clubes, mas não souberam aproveitar as chances que já tiveram no passado com a amarelinha.

E agora? Fica difícil até arriscar um palpite. Chego a duvidar que Dunga tenha uma posição realmente definida. Eu ainda duvido que Roberto Carlos saiba se aproveitar dessa indecisão, mas a possibilidade está aberta.

Read Full Post »

OLHO NELE

Manoel, do Atlético-PR

Manoel

Clube: Atlético-PR
Posição: Zagueiro
Idade: 19 anos
Altura: 1,81 m
Peso: 79 Kg

A pior notícia possível veio para Manoel nesta terça-feira: sua ótima fase no Atlético-PR pode ser interrompida por uma lesão. Ele já virou dúvida para o próximo jogo do time e a contusão pode ser séria.

À parte isso, é preciso destacar o que ele tem feito nesta temporada pelo Furacão: depois de se destacar no vice-campeonato do time na Copa São Paulo, conseguiu ganhar a titularidade durante o Brasileirão 2009 e já pode ser considerado uma das principais revelações do campeonato.

Formado nas categorias de base do Atlético-PR, foi promovido ao elenco profissional em maio, junto com os atacantes Marcelo e Patrick. Teve poucas chances com Geninho e Waldemar Lemos, mas sua ascenção veio com a chegada do técnico Antônio Lopes.

O maranhense de Bacabal tem o carinho da torcida, que reconheceu seu talento desde a boa campanha da Copa São Paulo, em que chegou a marcar 3 gols. A força e a boa impulsão de Manoel sempre chamam a atenção.

Com essas qualidades, ele soube aproveitar a lesão de Rhodolfo e se firmou na equipe principal. Chegou até a despertar um suposto interesse do São Paulo, mas a diretoria do Furacão já veio a público para dizer que não há nenhuma negociação com o tricolor paulista.

Mesmo assim, o jovem zagueiro tem tudo para superar o momento difícil pelo qual vai passar com a lesão e voltar a brilhar com a camisa do Atlético-PR.

Read Full Post »

Older Posts »