Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Miranda’

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Barcelona – David Silva (M-Manchester City) – O meia já é naturalmente adaptado ao futebol espanhol e o Barça precisa mesmo de mais opções para jogar pelas pontas.

Chelsea – Sneijder (M-Inter de Milão) – Não há equipe no mundo que possa desprezar o holandês atualmente. E no Chelsea ele poderia organizar ainda melhor o meio-campo do time.

Chelsea – Srna (LD-Shakhtar Donetsk) – É um jogador que sabe bater na bola e certamente seria uma opção melhor do que Ivanovic ou Bosingwa, por exemplo.

Inter de Milão – Messi (A-Barcelona) – É um boato que parece absurdo, mas seria realmente interessante ver o argentino jogar na Itália, país que tem a tradição de contar com os melhores defensores do mundo.

Juventus – Cassano (A-Sampdoria) – Está mais calmo e traria a habilidade e a velocidade que o time precisa no ataque para ficar mais encorpado na disputa do Campeonato Italiano.

Lazio – Miranda (Z-São Paulo) – Um dos melhores zagueiros do Brasil reencontraria seus ex-companheiros André Dias e Hernanes, certamente se sentiria em casa e levaria a Lazio para outro patamar no Campeonato Italiano.

Liverpool – Fábio Coentrão (LE-Benfica) – Não seria a solução dos problemas imensos do Liverpool, mas poderia virar uma arma mais eficiente para as jogadas laterais do time.

Manchester City – Daniel Alves (LD-Barcelona) – Poucos laterais são comparáveis ao brasileiro em sua posição atualmente e ele colocaria Micah Richards no banco facilmente.

Manchester United – Gareth Bale (LE-Tottenham) – Os Red Devils já tem Evra para a lateral, então Bale poderia virar uma ótima opção para jogar mais avançado, como faz de vez em quando no Tottenham.

Manchester United – Schweinsteiger (V-Bayern de Munique) – É um time que já tem bons volantes, mas nenhum com as características e com a fase tão boa quanto a do alemão. Seria um diferencial para a equipe, com certeza.

Manchester United – Ribéry (M-Bayern de Munique) – Caso essa contratação se confirmasse, finalmente Alex Ferguson teria um substituto à altura para Cristiano Ronaldo, com mais de um ano de atraso.

TANTO FAZ…

Inter de Milão – Jucilei (V-Corinthians) -Não chegaria para ser titular, mas teria tudo para virar um bom reserva e ganhar seu espaço no time aos poucos.

Juventus – Glen Johnson (LD-Liverpool) – Já esteve melhor, mas é um jogador com mais qualidade do que Marco Motta ou qualquer outro atleta que a Vecchia Signora tenha para a posição.

Juventus – Luís Fabiano (A-Sevilla) – Parece estar em franca decadência, mas sempre mostrou ter mais talento do que vários centroavantes que estão no elenco do time de Turim.

Manchester United – Hulk (A-Porto) – Berbatov tem dado conta da missão de ser o centroavante do time, mas é limitado e seria razoável a contratação do brasileiro para fazer sombra ao búlgaro.

Manchester United – Luka Modric (V-Tottenham) – Não aposto que ele conseguiria facilmente seu espaço no time, mas pode ser um jogador com características interessantes e que abriria um leque maior de opções para o time.

Milan – Luis Suárez (A-Ajax) – É versátil e goleador, mas a equipe rossonera já tem opções demais no ataque e vagas de menos. Seria difícil encaixá-lo.

CAI FORA!

Chelsea – Pepe (Z-Real Madrid) – É um zagueiro caro e que viria para ser reserva, pois não é melhor do que Alex e nem Terry.

Juventus – Bojan Krkic (A-Barcelona) – O jovem atacante até agora não correspondeu às expectativas criadas sobre ele nas categorias de base do Barcelona e não creio que ele teria um sucesso maior no futebol italiano. Não tem características para isso.

Lazio – Thiago Heleno (Z-Corinthians) – Só pode ser brincadeira de mal gosto de alguém empresário querendo promover um zagueiro que foi um enorme fracasso no Corinthians até agora.

Liverpool – Kerzakhov (A-Zenit) – É melhor manter o fraquíssimo N’Gog como reserva do ataque do Liverpool do que investir em um jogador tão limitado e bom apenas para o futebol russo mesmo.

Liverpool – Royston Drenthe (LE-Hércules) – Mostrou no Real Madrid que marca mal para ser lateral e é  pouco talentoso para jogar mais avançado. O Liverpool precisa de soluções mais convincentes.

Milan – Funes Mori (A-River Plate) – É um atacante com características interessantes, mas surgiu há pouco tempo e ainda precisa ser melhor observado. o Milan não precisa ter toda essa pressa, pois já tem boas opções ofensivas.

NÃO ENXERGAM?

Júlio Baptista (M-Roma) – Não é um jogador em boa fase, mas já teve seus grandes momentos na Europa e pode voltar a brilhar caso vá para um ambiente mais confiável e atue mais vezes em sua posição.

Anúncios

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Arsenal – Jesús Navas (M-Sevilla) – O time já tem boas opções para a posição, mas trata-se de um jogador que tem feito boas temporadas e pode se mostrar realmente diferenciado em um time maior.

Bayern de Munique – Miranda (Z-São Paulo) – Desde que perdeu Lúcio, o time bávaro precisa mesmo de um zagueiro mais diferenciado. E Miranda não deve ter problemas para se adaptar na Alemanha, já que a maioria dos zagueiros brasileiros costumam ir bem por lá.

Chelsea – Toni Kroos (M-Bayern De Munique) – É um jovem de muito talento e habilidade. Só não pode ser visto como o “substituto de Lampard”, como tem sido rotulado por aí. São características diferentes.

Inter de Milão – Kaká (M-Real Madrid) – Ainda confio que o meia brasileiro pode recuperar sua melhor forma física e superar o fracasso que tem sido sua passagem pelo Real Madrid. Tem tudo para ser uma boa aposta da Inter.

Juventus – Benzema (A-Real Madrid) – O atacante francês não é tão diferenciado quanto parecia ser assim que surgiu no Lyon, mas com certeza seria a melhor opção de centroavante que o time de Turim teria.

Manchester United – Stekelenburg (G-Ajax) – Seria interessante ver essa troca de holandeses no futuro, quando Van der Sar enfim se aposentar.

TANTO FAZ…

Juventus – Scott Brown (M-Celtic) – O time italiano precisa de reforços e de um “fato novo” para conseguir fugir de uma campanha tão ruim quanto foi a da temporada passada. De repente a aposta no escocês pode ser esse diferencial.

Juventus – Valon Behrami (M-West Ham) – O suíço nunca mostrou nada que me chamasse a atenção, mas joga em uma posição carente na Juve.

Real Madrid – Juanmi (A-Málaga) – Seria mais uma aposta do Real em um jovem que parece ter futuro, mas por enquanto não é nada mais do que isso: uma contratação de risco.

Real Madrid – Zárate (A-Lazio) – Chegaria para ser apenas uma opção razoável no banco de reservas, caso Benzema realmente saia para a Juventus.

CAI FORA!

Juventus – Mahamadou Diarra (V-Real Madrid) – Já mostrou no Real Madrid que não tem nível para defender um dos maiores times a Europa.

Liverpool – Gokhan Inler (M-Udinese) – Os Reds precisam de jogadores mais técnicos e habilidosos em seu meio-campo. Inler não vai melhorar a saída de bola, um dos problemas atuais do time.

Manchester United – Lass Diarra (V-Real Madrid) – É um bom marcador, mas isso o time já tem aos montes. Seria melhor investir em jogadores que pudessem jogar de forma mais avançada no meio-campo.

NÃO ENXERGAM?

Pjanic (M-Lyon) – O bósnio tem apenas 20 anos, mas já mostrou que pode ser um jogador interessante no meio-campo. É técnico e sabe marcar. Os clubes grandes da Europa devem crescer o olho nele em breve.

Read Full Post »

Dentre os 23 jogadores que disputaram a Copa de 2010 pelo Brasil, só Thiago Silva, Ramires e Nilmar  terão menos de 30 anos no Mundial de 2014. Isso só prova como a Seleção vai ter que se renovar. O legado que Dunga deixou após sua saída é pequeno, como escreveu Arnaldo Ribeiro, e, na verdade, pouco tem a ver com a escolha dos jogadores.

O legado em Copas/ Arte: Jornal Placar
Seleção Brasileira de 2014 pode ter o menor índice de jogares da Copa anterior desde 1950/ Arte: Jornal Placar

Ou seja, como se não bastasse a pressão gigantesca para que hexacampeonato venha em 2014, o próximo técnico da Seleção ainda terá que saber reformular a equipe e apresentar novidades para quase todas posições. Existem indefinições para achar o novo lateral-esquerdo, o 1º volante, talvez um meia e o centroavante. Difícil! Tenho pena de quem assumir essa missão.

O máximo que posso fazer para ajudar é o levantamento que segue abaixo, com indicações de possíveis jogadores com qualidades e idade para disputar a Copa de 2014. Pelo menos há uma boa notícia: ainda sobra talento em terras tupiniquins. Vejam:

GOLEIRO
Estão prontos: Júlio César, Victor, Gomes e Diego Alves
Precisam evoluir: Renan, Fábio, Felipe e Diego Cavalieri
Olho neles: Neto, Cássio, Dênis e Marcelo Grohe

Ter feito uma Copa de 2010 abaixo do esperado não pode queimar Júlio César na Seleção. Pelo contrário, pela sua experiência e por suas atitudes após a eliminação, ele deve virar um dos líderes do Brasil. Seu reserva, Gomes, é irregular, mas também pode ser mantido caso siga em ótima fase no Tottenham.

Já Victor, que deveria ter ido à África do Sul, atualmente é o melhor entre todos da sua geração. Renan tem passagens por categorias de base da Seleção e deve se destacar em sua volta ao Inter. Já Cavalieri precisa sair do Liverpool se quiser voltar a ser lembrado. Entre os mais jovens que estes, nenhum mostrou ser diferenciado por enquanto.

Eu convocaria desde já: Júlio César e Victor

LATERAL-DIREITO
Estão prontos: Maicon e Daniel Alves
Precisam evoluir: Rafinha, Ilsinho e Jonathan
Olho nele: Rafael

Os dois laterais de 2010 têm qualidades indiscutíveis, mas terão 32 e 31 anos, respectivamente. Portanto, estudar uma nova solução seria útil. O problema é que Rafinha, Ilsinho e Jonathan, por questões diferentes, estão longe de convencer. Rafael, do Manchester United, parece ter mais futuro como jogador de Seleção Brasileira.

Eu convocaria desde já: Daniel Alves e Maicon

ZAGUEIRO
Estão prontos: Thiago Silva, Luisão, Miranda, Alex, Naldo e Alex Silva
Precisam evoluir: David Luiz, Mário Fernandes, Réver e Felipe Santana
Olho neles: Rafael Tolói, Dalton, Breno, Sidnei e Douglas

Os ótimos Lúcio e Juan vão sair de cena, mas a reposição para eles não deve ser um problema. Se quiser experiência e bom jogo aéreo, o técnico pode insistir em Luisão, que terá 33 anos em 2014. Além dele, também com passagens pela Seleção, existem outros 5 bons nomes, citados entre os que “estão prontos”.

Caso queira uma renovação ainda maior, o novo treinador também terá variedade de opções, com jogadores que ainda não vestiram a amarelinha, mas que merecem ser testados. Douglas, que foi importante no título do Twente e que já teve até sua naturalização especulada na Holanda, seria a melhor dessas apostas.

Eu convocaria desde já: Thiago Silva, Luisão, Miranda e Alex Silva

Luisão e Alex Silva
Luisão e Alex Silva – uma dupla de zagueiros irmãos deve funcionar. Entrosamento não faltaria.

LATERAL-ESQUERDO
Estão prontos: Filipe Luís e Marcelo
Precisam evoluir: André Santos, Adriano, Diego Renan e Carlinhos
Olho neles: Fábio e Gabriel Silva

O problema da falta de talentos na lateral-esquerda é grave no Brasil e precisa ser tratado com mais cuidado dessa vez. Não há nenhum talento excepcional e poucas promessas são realmente animadoras. Dentro desse cenário, é preciso confiar nos mais regulares e com maior experiência internacional, além de dar chances rápidas para possíveis revelações do futuro.

Eu convocaria desde já: Filipe Luís e Marcelo

VOLANTE
Estão prontos: Sandro, Ramires, Anderson e Hernanes
Precisam evoluir: Denílson, Lucas, Arouca, Elias, Thiago Motta e Dudu Cearense
Olho neles: Adílson, Jean, Willians, Rafael Carioca, Souza, Jucilei e Wesley

É uma das poucas posições em que Dunga convocou uma quantidade razoável de jovens jogadores. A base para o futuro está preparada, já que Sandro, Ramires, Anderson, Hernanes e Lucas participaram de amistosos ou jogos das Eliminatórias.

A principal dificuldade é achar o substituto ideal de Gilberto Silva. Porém, para a função de Felipe Melo, como 2º volante, não faltam opções que, aliás, já deveriam ter ido para a África do Sul.

Eu convocaria desde já: Sandro, Denílson, Ramires e Hernanes

MEIA
Estão prontos: Kaká, Diego e Elano
Precisam evoluir: Alex (ex-Inter), Diego Souza, Renato Augusto, Carlos Eduardo, Wagner, Thiago Neves, Jádson e Michel Bastos
Olho neles: Paulo Henrique Ganso, Phillipe Coutinho, Giuliano, Maylson, Willian, Oscar, Felipe Menezes e Bruno César

Aqui a renovação precisa ser grande. Kaká e Ganso têm tudo para formar a dupla ideal, mas ainda geram desconfiança, por problema físico ou por inexperiência. Caso esses fatores os atrapalhem, não será fácil achar novas opções. Entre os experientes, nenhum convence ainda. A grande (e única?) saída pode ser realmente apostar na juventude.

Eu convocaria desde já: Kaká, Ganso, Diego e Giuliano

Neymar e Ganso
Ok, agora eu convocaria Neymar e Ganso, mas ainda é preciso ter calma com os dois. Deixo a empolgação cega pros santistas…

2º ATACANTE
Estão prontos:
Robinho, Nilmar e Alexandre Pato
Precisam evoluir: Kléber, Vágner Love, Rafael Sóbis e Thiago Ribeiro
Olho neles: Neymar, Caio, Guilherme, Dentinho, Welliton, Taison, Maicon, Diogo, Wellington Silva e Alex Teixeira

Quatro se destacam aqui: Robinho, Nilmar, Alexandre Pato e Neymar. Os primeiros até corresponderam razoavelmente na Copa de 2010. Os outros dois já mostraram potencial e podem ser craques do futuro. Esses quatro têm uma concorrência formada por vários jovens, que vão ter dificuldades para entrar nessa briga, mas são boas opções que ainda podem melhorar com o tempo.

Eu convocaria desde já: Robinho e Neymar

CENTROAVANTE
Estão prontos:
Luis Fabiano, Fred e Diego Tardelli
Precisam evoluir: Adriano, Hulk e Jô
Olho neles: André e Keirrison

Essa posição pode virar o novo grande problema para o Brasil. O país de Careca, Romário e Ronaldo agora sofrerá sem um grande marcador de gols, já que Luis Fabiano e Adriano, com 33 e 32 anos, respectivamente, podem não chegar bem em 2014.

Também não é fácil apostar nas últimas revelações entre os centroavantes. André e Keirrison ainda parecem limitados. Talvez seja até o caso de acreditar que Nilmar ou Alexandre Pato podem fazer essa função. Mas eu optaria por insistir em quem conhece mais do ofício e pelo menos tem alguma experiência em Copas. Pelo menos enquanto não surgir um novo Careca, um novo Romário…

Eu convocaria desde já: Luis Fabiano e Fred

MEU TIME TITULAR DESDE JÁ: é preciso começar um novo projeto com muitas chances para novas apostas, mas elas precisam entrar aos poucos no onze inicial. Portanto, seria interessante escalar, a princípio, um time assim…

Júlio César; Maicon, Thiago Silva, Luisão, Filipe Luís; Sandro, Ramires, Ganso e Kaká; Robinho e Fred

Esqueci de alguém?

Com certeza ainda surgirão novos talentos, que sempre serão seguidos de perto aqui, principalmente pela seção “Olho Nele”.

No mais, o importante é notar que, apesar de alguns problemas e carências em determinadas posições, existem talentos suficientes para que o novo técnico da Seleção Brasileira conquiste o hexa em casa. Resta saber quem será esse “coitado”, mas isso é assunto pra outro post…

Read Full Post »

Melhor goleiro: Victor (Grêmio)
É um goleiro diferente, que se posiciona melhor do que a maioria. Conseguiu seu espaço garantido na Seleção Brasileira, deve ir à Copa do Mundo e tem mostrado potencial para ser o futuro nº 1 do time nacional.

Outros destaques: Fábio (Cruzeiro), Marcos (Palmeiras) e Jefferson (Botafogo)

Melhor lateral-direito: Jonathan (Cruzeiro)
É o mais completo e o mais regular. Sabe apoiar o ataque, mas também cumpre bem suas funções defensivas. Além disso, contou com o 1º turno ruim de seus principais concorrentes.

Outros destaques: Vitor (Goiás), Léo Moura (Flamengo) e Apodi (Vitória)

Melhores zagueiros: Miranda (São Paulo) e Danilo (Palmeiras)
O zagueiro tricolor dispensa comentários. Mesmo longe da sua melhor fase, sobra entre os beques no Brasil. Já o defensor alviverde conseguiu se destacar mesmo em um sistema defensivo que se desintegrou ao longo do campeonato, sempre com liderança e técnica.

Outros destaques: André Dias (São Paulo), Álvaro (Flamengo) e Réver (Grêmio)

Melhor lateral-esquerdo: Júlio César (Goiás)
É uma pena que ele tenha piorado no 2º turno, juntamente com seu time. Mesmo assim, é preciso lembrar de suas ótimas atuações, com forte presença ofensiva, em boa parte do Brasileirão.

Outros destaques: Diego Renan (Cruzeiro), Márcio Careca (Barueri) e Thiago Feltri (Atlético-MG)

Melhor 1º volante: Pierre (Palmeiras)
Era um dos pilares do Palmeiras favorito ao título do Brasileirão. Quando se machucou, ficou difícil achar um substituto para ele, já que é difícil achar alguém com características tão boas quanto as suas para defender e desarmar.

Outros destaques: Sandro (Inter), Valencia (Atlético-PR) e Maldonado (Flamengo)

Melhor 2º volante: Hernanes (São Paulo)
Demorou para achar seu futebol durante todo o ano, mas, quando conseguiu, foi o suficiente para liderar o tricolor paulista rumo à disputa de título e à conquista de uma vaga na Copa Libertadores.

Outros destaques: Willians (Flamengo), Corrêa (Atlético-MG), Léo Gago (Avaí)

Melhores meias: Diego Souza (Palmeiras) e Petkovic (Flamengo)
Nenhum dos dois teve uma regularidade interessante durante toda a competição, mas isso não tira os méritos de cada um. O importante é que ambos tiveram marcantes atuações individuais e às vezes até carregaram sozinhos seus times ao topo da tabela.

Outros destaques: Conca (Fluminense), Giuliano (Inter), Cleiton Xavier (Palmeiras) e Marquinhos (Avaí)

Melhores atacantes: Diego Tardelli (Atlético-MG) e Adriano (Flamengo)
Finalmente tivemos artilheiros que, além de balançar as redes, também participaram bem dos jogos. A dupla técnica e goleadora é presença obrigatória em qualquer lista razoável de melhores do Brasileirão 2009.

Outros destaques: Fred (Fluminense), Fernandinho (Barueri) e Marcelinho Paraíba (Coritiba)

Melhor técnico: Silas (Avaí)
Nenhum outro técnico teria conseguido o que ele fez. Agora é ver se ele vai aguentar a pressão quando assumir um time grande e tiver mais pressão.

Outros destaques: Andrade (Flamengo), Celso Roth (Atlético-MG) e Adilson Batista (Cruzeiro)

Read Full Post »

Intitulado de “A Seleção ganha, o Brasileirão perde”, um texto meu neste blog tentou adivinhar qual jogador da Seleção Brasileira faria mais falta ao seu time durante as 28ª e 29ª rodadas do Brasileirão.

Agora é a hora de calcular o tamanho real do prejuízo:

Palmeiras sem Diego Souza
Foi palpitado que seria a principal ausência. Dito e feito: o time tropeçou duas vezes e perdeu a chance de abrir até 10 pontos de vantagem na liderança. Outros desfalques, como a suspensão de Vágner Love, pioraram a situação.

São Paulo sem Miranda
O time teve que improvisar Zé Luís e Richarlyson na posição. Resultado: dois tropeços, contra Coritiba e Flamengo. Eu previ que seria um período “relativamente tranquilo”, mas claramente foi o contrário.

Atlético-MG sem Diego Tardelli
Usou Rentería em seu lugar, mas o colombiano não correspondeu e foi até substituído nos dois jogos. As derrotas para Botafogo e Cruzeiro vieram também como consequência desse problema no ataque.

Inter sem Sandro
Glaydson virou titular no time de Mário Sérgio, que ainda conseguiu uma vitória contra o Náutico, mas vacilou contra o Atlético-PR, em casa. Como eu tinha escrito, “o time não devia ter vendido Magrão”.

Flamengo sem Adriano
Foi o único time a ficar sem derrota, tendo empatado com o Vitória e vencido o São Paulo. Mas que os rubro-negros não se iludam: Dênis Marques não inspira confiança e é preciso que Zé Roberto dê certo ao lado do Imperador.

Grêmio sem Victor
O máximo que o time conseguiu foi um empate fora de casa, contra o Atlético-PR. Mas foi na derrota para o Corinthians que o reserva da Seleção Brasileira fez mais falta. Marcelo Grohe, o reserva, tem futuro, mas não está pronto.

No final, a pergunta do título deste post fica sem resposta. Praticamente todos fizeram falta da mesma forma e deixaram muitas saudades.

O Brasileirão só não perdeu tanto porque ganhou em emoção, com a tabela cada vez mais apertada, mesmo tão perto do fim.

Read Full Post »

BOLETIM BR

O ORGULHO DA TORCIDA

Palmeiras – Chegou a dar a impressão de que enfim vacilaria, mas venceu um clássico importante e segue firme na liderança.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Náutico – Em casa, de virada, tendo até 2 jogadores a mais. Assim foi a derrota vergonhosa do Timbu para o São Paulo.

TROFÉU HERÓI

Adriano – O Imperador foi soberano no clássico contra o Flu, mas contou ainda com uma grande ajuda de Zé Roberto

TROFÉU VILÃO

João Paulo – Foi expulso ainda no 1º tempo do jogo contra o Botafogo e prejudicou demais o Goiás.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Grêmio 3 x 3 Sport – Os vacilos do tricolor gaúcho, que esteve quase sempre à frente no placar, aumentaram a emoção da partida.

DETALHE TÁTICO

Botafogo e Atlético-PR no 4-4-2 – Eles jogaram fora de casa, mas mudaram e surpreenderam.

Ambos conseguiram vitórias importantes e podem ter encontrado novas soluções para o futuro.

O FUTEBOL É INJUSTO

Santo André x Vitória – Não dá nem pra saber direito quem foi mais injustiçado de tão bizarro que foram os erros do juiz.

As expulsões do jogo foram totalmente inexplicáveis e a arbitragem comprometeu a partida mais uma vez.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Sport – Não dava pra imaginar que o time pernambucano complicaria a vida do Grêmio no Olímpico, coisa que a maioria dos outros times não conseguiu até agora.

ALGUÉM ME EXPLICA?

Corinthians sem lateral-esquerdo –  A diretoria não percebeu que é impossível sobreviver com tanta improvisação?

Contra o Atlético-PR, os 3 gols saíram nesse setor, que claramente é um ponto fraco do time de Mano Menezes.

ALARME

Jogadores na Seleção Brasileira – Adriano, Diego Souza e Diego Tardelli se destacaram na rodada, mas agora vão desfalcar suas equipes por 2 rodadas.

Além deles, Miranda e Sandro também vão servir Dunga. Será que esses 5 times resistirão sem eles? Cuidado!

VALEU O INGRESSO

André Lima – Talvez nem tenha sido o gol mais bonito, mas foi uma bela jogada e ganha por vir de uma pessoa tão… inusitada, pra dizer o mínimo.

Read Full Post »

TABELINHA

Com a Seleção Brasileira classificada pra Copa, Dunga podia usar o bom senso e não convocar ninguém dos times que jogam a reta final do Brasileirão 2009.

No entanto, ele optou por chamar um de cada candidato principal ao título: Diego Souza, do Palmeiras, Miranda, do São Paulo e Sandro, do Inter. A maior culpa não é dele, claro. É de quem organiza o calendário para que essa aberração aconteça.

Mas agora só resta avaliar: quem perde mais com esses desfalques?

Diego Souza fora do Palmeiras: O time depende demais dele, mas a tabela favorece um pouco: Avaí (em casa) e Náutico (fora).

Miranda fora do São Paulo: Rodrigo entra em seu lugar e não costuma ir mal. Os adversários são Coritiba (em casa) e Flamengo (fora). Relativamente tranquilo.

Sandro fora do Inter: O time não devia ter vendido Magrão, que agora fará falta. Os jogos serão no Beira-Rio e contra equipes fracas, mas desesperadas. São elas Náutico e Atlético-PR.

Fico realmente dividido entre Inter e Palmeiras para dizer quem saiu mais prejudicado. Como um confronto do alviverde é fora de casa, é bem possível que o atual líder do campeonato tenha o pior problema com essa convocação.

Read Full Post »

Older Posts »