Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Mozart’

Após os retornos bem sucedidos de Ronaldo, Adriano e Fred ao Brasil, a grande moda no país é tentar repatriar jogadores que estão em times europeus.

O boato que mais ganha força agora é o da volta de Robinho ao Santos. Mal no Manchester City, o atacante pode tentar se recuperar no clube que o revelou.

Mas é preciso cautela: nem todos jogadores que voltam da Europa conquistam o sucesso facilmente por aqui. Não é preciso voltar muito no tempo para lembrar de jogadores repatriados que viraram um fracasso:

1) Daniel Carvalho
Saiu do CSKA pra transformar o Inter em favorito no Brasileirão 2008, mas, fora de forma, só conseguiu esquentar o banco de reservas e voltou ao frio da Rússia.

2) Vágner Love
Vai receber uma segunda chance no Flamengo, mas a decepção com a camisa do Palmeiras foi grande demais para ser esquecida.

3) Émerson
O experiente volante saiu do Milan e, sob a proteção de Luxemburgo, chegou para brilhar no Santos. Fora de forma, as lesões logo vieram e impediram que ele conseguisse atuar regularmente no time. Agora está sem clube.

4) Mozart
Saiu do Reggina, da Itália, para reforçar o Palmeiras, mas praticamente não jogou e, com a mudança de treinador no time, logo voltou à Europa.

5) Eduardo Costa
Trata-se de um fracasso duplo: primeiramente ele foi para o Grêmio e não deu certo. O São Paulo tentou novamente e ele voltou a acumular atuações fracas. No final das contas ele foi negociado com o Monaco, da França, e rendeu um bom retorno financeiro. Já em campo…

6) Léo
Veio do Benfica para o Santos com toda a idolatria possível, gerada pelos títulos do passado. Só que a idade pesou, as lesões atrapalharam e ele não jogou com frequência na campanha discreta do Peixe no Brasileirão 2009.

7) Edmílson
Era para ser um dos líderes do Palmeiras no ano passado, mas sua forma física e a lentidão atrapalharam. Ficou esquecido no planejamento para 2010 e acertou a rescisão do seu contrato. Agora procura um novo destino.

8) Maxi López
Saiu do FC Moscou, fez seus gols e chegou a ser querido pela torcida, mas saiu pela porta dos fundos, sem títulos e sequer uma campanha decente no Brasileirão 2009.

9) Edu
O ex-são paulino fez sucesso no Bétis por algum tempo, então era esperado que no Inter ele chegasse para fazer a diferença. Só que, também atrapalhado por uma lesão, ele não conseguiu virar titular. Pode se recuperar em 2010, mas vai ter trabalho para recuperar o prejuízo.

10) Fabinho
Estava no Toulouse, da França, quando o Corinthians resolveu repatriá-lo. Chegou para ser titular na Série B, mas nem isso conseguiu, pois Cristian logo lhe roubou a vaga. Foi para o Cruzeiro e também continua no banco, sem grandes chances para brilhar em 2010.

11) André Lima
Fez sucesso no Botafogo em 2007, despertando o interesse do Hertha Berlim imediatamente. Não foi bem na Alemanha, mas o São Paulo ainda confiou no jogador. Ele voltou para ser campeão brasileiro em 2008, mas sendo pouco utilizado. Ainda voltou para o Botafogo, só que não reencontrou mais a boa fase de outros tempos.

A lista não pára por aí, mas esses são os casos recentes mais emblemáticos. Em 2010, uma nova safra de jogadores tentarão não engrossar ainda mais essa relação de repatriados que fracassaram no Brasil: Roberto Carlos, Edinho e Rafael Carioca são alguns exemplos.  Veremos o que eles farão!

Read Full Post »

TOP 11

A revista Placar divulgou neste mês o ranking dos salários do futebol brasileiro.

Trata-se de uma reportagem interessante, mas com uma lista cheia de absurdos. É até difícil acreditar que alguns times paguem tanto para certos jogadores.

Para deixar claro como estes salários são inacreditáveis, o Opiniões em Campo fez um levantamento dos jogadores com os piores custo-benefícios da atualidade:

1º) Leandro Amaral – Fluminense (280 mil)
De longe, o pior. A reportagem mesmo diz: “cada jogo dele em 2009 custou 200 mil”.

2º) Edmílson – Palmeiras (240 mil)
Outro que pouco joga para fazer jus ao seu salário.

3º) Washington – São Paulo (220 mil)
Recebe apenas 10 mil a menos que o ídolo Rogério Ceni

4º) Léo – Santos (200 mil)
Mais um que recebe tudo isso para ficar no departamento médico.

5º) Fábio Costa – Santos (200 mil)
Ganha o mesmo que Ceni e Marcos para causar confusões nos vestiários

6º) Souza – Corinthians (175 mil)
Direto da reportagem: “Cada gol dele custou 437 mil”.

7º) Kléber Pereira – Santos (174 mil)
Há quem diga que ele recebe 300 mil. Tudo isso para perder inúmeros gols na cara do goleiro.

8º) Mozart – Palmeiras (140 mil)
Jogou pouco, mas já mostrou que não vale tudo isso.

9º) Acosta – Náutico (120 mil)
O pior é que o Corinthians ainda paga 62,5 mil para ele jogar em Recife.

10º) Alex Mineiro – Grêmio (120 mil)
Quando não está lesionado, apenas esquenta o banco.

11º) Obina – Palmeiras (110 mil)
Pouco importa se chegou agora. Mostrou que não merece tudo isso desde os tempos de Flamengo.

E a reportagem ainda traz outros casos absurdos sobre os salários de técnicos (Dorival Júnior ganha mais do que o Muricy Ramalho) e de jogadores fora do Brasil (Ronaldinho Gaúcho recebe o mesmo que Gerrard).

Passou da hora dos clubes reverem seus conceitos sobre custo-benefício.

Read Full Post »

Impossível um torcedor do Palmeiras não se empolgar depois do jogo desta terça-feira. O time se classificou nos pênaltis após uma atuação genial de Marcos.

Entretanto, esta empolgação só pode ficar com a torcida. A diretoria e a comissão técnica precisam usar este jogo como um alerta: o Palmeiras evoluiu, mas ainda carece de algumas mudanças se quiser ir longe, seja na Libertadores ou no Brasileirão.

O zagueiro Marcão melhorou a defesa, mas a marcação nas laterais ainda fica perdida em alguns instantes.

Pierre precisa se entrosar com outro volante defensivo. E que este companheiro seja o jovem promissor Souza, não Jumar ou Mozart.

Um outro atacante precisa chegar. Keirrison não tem dado conta do recado. Muito menos Willians ou Marquinhos. O especulado Perea, do Grêmio, é uma boa.

Com tudo isso em mente, Luxemburgo já afirmou: “O pior está por vir”Que seja este o pensamento real da comissão técnica e dos diretores!

Read Full Post »