Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Neto’

Thiago Silva já está com o passaporte carimbado para Londres. O capitão da Seleção Brasileira vai disputar a Olimpíada como um dos jogadores acima de 23 anos. Restarão, portanto, duas vagas para os “velhinhos”. Depois dos amistosos da Seleção olímpica, cinco jogadores aparecem bem nessa disputa: Jefferson, Daniel Alves, David Luiz, Marcelo e Hulk.

Quem deve sair da briga mais facilmente é o goleiro Jefferson. O desempenho do santista Rafael nos três jogos que disputou não foi brilhante. Ele não chegou a falhar, mas também não mostrou tanta segurança e nem fez defesas incríveis. Mano nunca demonstrou grande confiança nele, mas ainda assim deve levá-lo como titular. Afinal, Jefferson (e nenhum outro goleiro brasilero) também não é brilhante e gastar uma vaga com um jogador dessa posição não fará diferença.

Rafael está à frente de Jefferson por falta de opção

Rafael está à frente de Jefferson por falta de opção

Já na lateral-direita há uma preocupação física em primeiro lugar: Daniel Alves se contundiu no ombro e pode não se recuperar a tempo. Caso consiga estar disponível, pode tirar Danilo ou Rafael do grupo, já que ambos tiveram desempenho defensivo abaixo da média nos amistosos. A questão é: Daniel Alves marca melhor que eles? Certamente não. A única diferença real seria no ataque, já que o time ficaria menos dependente das jogas pela esquerda. Mas o desempenho defensivo seria o mesmo.

Marcelo vive situação parecida na lateral-esquerda: é muito melhor do que seu principal concorrente, Alex Sandro, mas também tem problemas – é indisciplinado e deixa buracos na defesa. Porém, o outro jogador da posição que está pré-convocado é Lucas Mendes, do Coritiba, que foi pouco observado até agora. Portanto, a briga de Marcelo pode ser até com Daniel Alves, que já atuou como lateral-esquerdo na Seleção Brasileira e pode ser convocado como coringa.

Real x Barcelona na Seleção?

Real x Barcelona na Seleção?

Ainda nos problemas defensivos, existe a carência de zagueiros com idade olímpica. Juan e Bruno Uvini mostraram nos amistosos como é fraca nossa nova geração de beques. Mano poderia ter levado mais um jogador da posição para ser testado, como Rafael Tolói (Goiás), Manoel (Atlético-PR) ou até Marquinhos (Corinthians), mas é provável que nada mudaria. Isso só reforça a necessidade de levar outro zagueiro experiente, além de Thiago Silva. David Luiz é o nome ideal, por ter sido o mais testado até agora. Dedé é outra opção, caso o jogador do Chelsea não esteja 100% fisicamente.

Único jogador acima de 23 anos testado no ataque, Hulk foi o principal erro de Mano Menezes durante os amistosos. É evidente que o jogador do Porto/Chelsea foi bem, mas o técnico deveria ter testado outros jogadores na posição, principalmente Lucas, do São Paulo. Seria preciso observar se outros meia-atacantes podem dar conta do recado. Porém, mesmo sem esse teste, não aposto que Mano vá convocar Hulk. O problema na defesa é muito mais grave do que a falta de experiência dos jogadores ofensivos.

Conclusão
Como foi visto nos amistosos, a defesa é o principal problema da Seleção olímpica. Eu jamais confiaria em Juan, Bruno Uvini ou quaisquer outros zagueiros que não foram testados. Portanto, o ideal é convocar David Luiz. Já no ataque a situação parece melhor, ainda mais com a ascensão de Oscar. Portanto, eu descartaria Hulk e ficaria em dúvida entre Daniel Alves e Marcelo. Para resolver essa questão só com um parecer sobre o estado físico do jogador do Barcelona. Mas a tendência é que Mano opte por Marcelo e feche assim a lista dos 18 convocados para Londres:

Goleiros: Rafael e Neto
Laterais: Danilo, Rafael, Marcelo e Alex Sandro
Zagueiros: Thiago Silva, David Luiz e Juan
Volantes: Sandro, Rômulo e Casemiro
Meias: Ganso e Oscar
Atacantes: Neymar, Lucas, Alexandre Pato e Leandro Damião

Acertei, Mano?

Acertei, Mano?

Anúncios

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Inter – Foi o único candidato ao título que venceu. Bateu o Guarani por 3 a 0 e conseguiu encostar um pouco mais no Fluminense.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Atlético-GO – Chegou a estar vencendo o Atlético-MG, mas sofreu a virada em casa e perdeu um duelo de seis pontos na luta contra o rebaixamento.

TROFÉU HERÓI

Éder Luis – Tem emendado uma boa sequência de jogos pelo Vasco e contra o Goiás não foi diferente: marcou gol e foi decisivo na vitória por 3 a 2.

TROFÉU VILÃO

Alessandro – Errou uma saída de bola, cometeu um pênalti e foi expulso em um lance só. A sorte dele é que Renato, do Flamengo, foi expulso também, o que freou a reação adversária.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Neto – O goleiro recentemente convocado por Mano Menezes para a Seleção Brasileira, que já vinha fazendo uma boa temporada, teve uma atuação espetacular contra o Cruzeiro.

VALEU O INGRESSO

Réver – Parecia um atacante quando acertou um gol de bicicleta impressionante para a vitória fundamental do Atlético-MG contra o Atlético-GO.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Vasco 3 x 2 Goiás – Era um duelo de times fracos, mas eles se superaram e fizeram uma partida interessante para assistir em plena sexta-feira.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Avaí 0 x 0 São Paulo – Richarlyson poderia ter sdo o vilão da rodada, pois foi expulso ainda no 1º tempo, mas o Avaí não reagiu e o jogo ficou entendiante até o final.

DETALHE TÁTICO

Cruzeiro – Cuca insistiu no 4-3-1-2 e só colocou Roger ao lado de Montillo durante o empate por 0 a 0 contra o Atlético-PR. A Raposa pode render bem mais com os dois jogando juntos mais frequentemente.

DETALHE DO TÉCNICO

Dorival Jr. – O técnico tirou o volante Alê para colocar o meia Renan Oliveira, que ele recentemente resgatou do Vitória.

O jovem jogador participou do gol decisivo na vitória contra o Atlético-GO e mostrou que foi um erro de Luxemburgo liberá-lo para o empréstimo.

O FUTEBOL É INJUSTO

Cruzeiro merecia mais – Neto foi o grande culpado dessa injustiça. O goleiro do Atlético-PR evitou que a Raposa concretizasse sua merecida vitória.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Ceará – Por pouco não venceu o Corinthians em pleno Pacaembu e tem mostrado, mesmo com um técnico interino, que está um nível acima de outros candidatos ao rebaixamento.

PAPO RETO

Renato Gaúcho,

Parabéns!

Quando você assumiu o Grêmio, apostei que você faria o time evoluir. Porém, não esperava que fosse tanto. Mesmo cheio de desfalques, o Tricolor tem vencido todas e jogado razoavelmente bem, como contra o Vitória nessa rodada

ACRÉSCIMOS

Paulo César Carpegiani – A principal consequência da 27ª rodada foi a ida do técnico do Atlético-PR parao São Paulo. Deve ser péssimo para todos lados: perde muito o Furacão, que estava em alta, e ganha pouco o Tricolor Paulista, que continuará com um técnico exageradamente inventivo no comando.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Avaí – Contou com a ajuda das expulsões de Paulão e Carlos Eduardo, do Grêmio-SP, para conseguir uma goleada por 6 a 1 na Ressacada.

Mesmo assim, o Leão não pode se iludir. Foi um jogo atípico e a realidade do time ainda é lutar contra o rebaixamento.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Inter – Provou que seu elenco não é tão bom ao perder, com um time misto, em pleno Beiro-Rio, para um Cruzeiro também cheio de reservas.

TROFÉU HERÓI

Victor – Com defesas impressionantes, o goleiro do Grêmio salvou o seu time de uma grande derrota contra o Atlético-GO

TROFÉU VILÃO

Neto e Paulo Baier – Ambos foram expulsos e devem levar a culpa pela derrota do Atlético-PR no Pacaembu. Junto com o árbitro Marcelo de Lima Henrique, é claro.

DESTAQUE PARA A REVELAÇÃO

Misael – Polêmica à parte no jogo contra o Fluminense, o atacante do Ceará mostrou que pode ser um dos jovens de destaque do Campeonato Brasileiro, pois tem habilidade e sabe ser objetivo.

VALEU O INGRESSO

Caio – Dentro da área, o jogador aplicou um belo corte no adversário e chutou de esquerda no ângulo. Vale citar aqui também o golaço de Souza, contra o Atlético-PR.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Botafogo 3 x 3 Santos – Mesmo com muitos reservas em campo, os times fizeram um jogo emocionante, principalmente por causa das falhas de suas defesas.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Guarani 1 x 0 Goiás – Os dois times fizeram um mau começo de ano e não dava para esperar algo mais do que um jogo ruim entre eles.

Foi uma vitória magra de um Bugre completamente reformulado para a disputado Brasileirão 2010. Incrível mesmo como a base titular do time da Campinas mudou completamente com a chegada do Vágner Mancini!

DETALHE TÁTICO

Vasco – O time parece perdido taticamente e mostrou isso na derrota contra o Atlético-MG. Gaúcho escalou Élton e Dodô juntos no ataque, o que não parece uma boa opção nunca.

DETALHE DO TÉCNICO

Rogério Lourenço – Contra o São Paulo, o treinador errou na escalação do time misto do Flamengo, mas corrigiu no 2º tempo: Michael entrou no lugar de Fernando e acertou uma assistência para Dênis Marques logo depois

O FUTEBOL É INJUSTO

Ceará 1 x 0 Fluminense – O árbitro Paulo César Oliveira decidiu cedo o jogo: viu um pênalti inexistente de Cássio em Geraldo, expulsou o jogador do Flu e ainda mandou a cobrança voltar depois.

Dessa forma, o juiz “fabricou” o gol do Ceará e decretou o fim de jogo.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Cruzeiro – O jogo foi entre times mistos, mas não era esperado que o elenco da Raposa se mostrasse tão mais forte que o do Colorado a ponto de vencer no Beira-Rio.

PAPO RETO

Arbitragem,

Nem bem começou o Brasileirão e já tivemos pelo menos dois jogos com erros e muita polêmica. Algo precisa ser feito para que o nível do apito não seja tão ruim quanto foi na competição nacional do ano passado!

ACRÉSCIMOS

Defesa fraca do Santos – O Peixe, sem dúvidas, é um dos favoritos para o título do Brasileirão, mas precisa acordar para seus problemas defensivos.

Como se não bastassem alguns jogadores fracos na marcação, o goleiro Felipe tem se mostrado cada vez mais inseguro.

Read Full Post »

A seção “Olho Nele” deste blog esteve ausente durante a maior parte do tempo de realização dos estaduais. Ela costuma apontar as principais revelações do futebol brasileiro, mas não fez isso durante o primeiro semestre.

Agora chegou a hora de corrigir essa falha: não faltaram jovens jogadores que surgiram bem nos últimos cinco meses. Eles ainda terão que provar suas qualidades no Brasileirão 2010, é claro, mas vale o alerta para que todos fiquem de olho nesses novos talentos brasileiros:

1º) Caio (Botafogo)
Ele foi um dos poucos comentados separadamente aqui no blog, porque realmente impressionou. Com velocidade, faro de gol e habilidade, foi essencial para que o Botafogo conquistasse o título do Campeonato Carioca.

O problema é que Caio ainda é reserva e seu time deve sofrer no Brasileirão, caso não se reforçe. Então ele terá a responsabilidade de evoluir ainda mais para evitar que suas atuações brilhantes não fiquem limitadas ao 1º semestre.

2º) Philippe Coutinho (Vasco)
O talento do meia-atacante de apenas 17 anos foi descoberto muito cedo pela Inter de Milão, mas só foi revelado aos brasileiros agora. Ele até participou de poucos jogos na Série B no ano passado, mas foi em 2010 que realmente virou um dos principais jogadores do seu time, ainda mais com a lesão de Carlos Alberto.

Agora as expectativas sobre o garoto já estão altas e alguns já o criticam por ter caído de produção nos últimos jogos. É preciso cautela. Ele já mostrou que tem qualidades, mas precisa que todos também tenham paciência.

3º) André (Santos)
Ganso e Neymar já eram velhos conhecidos da torcida santista, mas André participou de apenas 10 jogos do time em 2009. Com a saída de Kléber Pereira, o Peixe correu atrás de um centroavante, mas achou o jogador ideal em suas categorias de base mesmo. Entrosado com os outros “Meninos da Vila”, ele fez gols com técnica e oportunismo.

André só virou reserva nos últimos jogos, nos quais Dorival Jr. quis ser mais cauteloso em jogos decisivos. Se o técnico continuar a optar pelo esquema tático com apenas dois atacantes, André terá que torcer para que Robinho realmente volte para a Inglaterra no 2º semestre. Caso contrário, virará apenas uma boa opção no banco de reservas.

4º) Neto (Atlético-PR)
Galatto foi para o futebol búlgaro e certamente deixou os torcedores do Furacão preocupados. Mas a tranquilidade veio das categorias de base do time: Neto teve uma boa seqüência nesse começo de ano e, mesmo com apenas 20 anos, virou o goleiro de confiança do time, situação que não deve mudar durante o Brasileirão 2010.

5º) Wellington Silva (Fluminense)
O atacante é outro que ganhou um post de destaque neste blog após seus primeiros jogos na temporada. Ele quase se firmou como o substituto de Maicon, por causa de sua ousadia e habilidade, mas logo virou reserva de outro jovem, um pouco mais experiente, o Alan.

Wellington já está contratado pelo Arsenal, o que dificulta a situação do Flu: por um lado, é preciso ter calma com o atacante, já que ele é jovem e já mostrou inconsistência. Por outro, seria necessário aproveitá-lo no time principal enquanto é tempo. Trata-se de um grande problema que Muricy Ramalho terá que resolver.

6º) Reniê (Vitória)
As tradicionais categorias de base do time baiano não param de revelar bons zagueiros recentemente. Wallace e Anderson Martins saíram de lá e agora formam a atual dupla titular de defesa. Com a lesão do último, Reniê foi exigido e correspondeu, sendo importante para o título baiano conquistado neste domingo.

Ele deve voltar a ser reserva em breve, mas agora o técnico Ricardo Silva sabe que tem um reserva mais confiável do que Vilson para completar sua defesa.

7º) Fabricio (Flamengo)
Os problemas defensivos do Rubro-Negro no começo do ano recaíram sobre os zagueiros, principalmente sobre Ronaldo Angelim. Ele foi para o banco de reservas e Fabrício assumiu a titularidade. O jovem não demorou para mostrar qualidades e se destacar.

No entanto, logo ele se machucou e não conseguiu se firmar no time. Outro bom jovem, David, também recebeu chances e correspondeu. Agora Fabrício já está perto de se recuperar completamente, mas é difícil saber quem será escalado daqui pra frente. Até porque o Flamengo sequer escolheu seu técnico ainda…

8º) Walter (Inter)
Ele se destacou não só por seu bom futebol. Envolveu-se em polêmicas por faltar em treinos e depois acabou virando a solução do ataque colorado, que sofria com Taison ou Edu ao lado de Alecsandro.

O Inter ainda não se acertou e nem Walter é uma unanimidade por enquanto, mas, com seus chutes fortes e bom posicionamento, ele tem aproveitado as chances que recebeu, e pode ser titular no Brasileirão 2010.

9º) Erick Flores (Ceará)
O jovem meia-atacante de apenas 21 anos até chegou ao jogar bem no estadual do ano passado, quando ainda defendia o Flamengo. Porém, logo caiu no esquecimento e praticamente não participou da campanha do hexa. Foi emprestado ao Ceará no começo do ano e rapidamente virou um dos principais destaques do time.

Agora chegou a hora dele mostrar que a história de 2009 não vai se repetir em 2010. Apesar da derrota do Ceará na final do estadual, Erick Flores finalmente se revelou para o futebol brasileiro e precisa provar isso no Brasileirão 2010.

10º) Neuton (Grêmio)
Essa foi uma revelação de última hora: com a lesão de Fábio Santos, Silas apostou em um jovem de 20 anos e não se decepcionou. Neuton, que é zagueiro, jogou apenas partidas decisivas como lateral-esquerdo e mostrou que pode ser uma opção interessante no tricolor gaúcho.

Provavelmente ele voltará ao banco de reservas quando o titular voltar à ativa. Mas, se continuar a mostrar o talento e a personalidade que exibiu até agora, pode até brigar por posição futuramente com Fábio Santos.

11º) Bruno Mezenga (Flamengo)
Já é um velho conhecido da torcida flamenguista, mas só agora ele passou a receber chances no time carioca. Basta ver que, em 2010, ele já jogou em mais partidas do que durante todo o ano de 2009. E correspondeu razoavelmente bem, com quatro gols.

Não dá para esperar que Bruno se torne um craque, mas é possível acreditar que ele será um centroavante útil para a disputa do Brasileirão 2010. Ainda mais se for lembrado que são grandes as chances de Adriano e Vágner Love saírem do Fla no meio do ano.

Read Full Post »

SALA DE IMPRENSA

Espanta a empolgação de alguns comentaristas esportivos sobre a pequena arracanda do Palmeiras no Brasileirão 2009. Não consigo concordar com Michel Laurence, Caio Maia, Neto ou Juca Kfouri, por exemplo.

Eles escreveram, respectivamente, que o time de Muricy Ramalho “pode encomendar as faixas porque o título vai chegar”, que “ninguém, a não ser o próprio Verdão, pode tirar o título do Palestra”, que “vai ser difícil segurar esse quarto e inédito título do competente Muricy” ou simplesmente apostaram que o alviverde “será pentacampeão brasileiro”.

É claro que a vantagem conquistada recentemente é importante, os talentos de Muricy e de Diego Souza estão aparecendo e o trabalho da diretoria é ótimo. Como muito bem escreveu Dassler Marques, “há algumas características na campanha palmeirense que indicam merecimento no Brasileiro”.

Mas merecer nem sempre é vencer. E os problemas do líder ainda podem fazer o time perder. Como destaca Mauro Betting, “falta elenco” e o Palmeiras ainda “não mostrou jogo de líder absoluto de campeonato tão equilibrado”. Basta ver o problema gerado pela lesão recente de Maurício Ramos, comentado via twitter.

Não acredito que o time caia nessa armadilha do favoritismo e se acomode. Mas seria interessante que os comentaristas esportivos também não se empolgassem tanto. Ainda faltam 12 rodadas…

Read Full Post »