Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Pepe’


Eu sou um dos maiores fãs de Alex Ferguson. O técnico escocês do Manchester United sabe como poucos aproveitar as peças do elenco, levar jogadores a renderem mais do que podem e fazer o Manchester United apresentar um futebol rápido, bonito e eficiente. Porém, na final da Liga dos Campeões, ele errou. Errou feio. E não se pode errar contra essa máquina chamada Barcelona!

O erro de Ferguson ficou claro para quem viu o jogo: a marcação do Manchester no meio-campo foi muito fraca por causa da escalação. Esse problema foi bem explicado por Caio Maia: “Giggs ou Chicharito teriam que sair do time, ou então o meio-campo seria perdido de novo. Nenhum dos dois saiu, e foi exatamente o que aconteceu”.

A questão me lembra os confrontos recentes do Barcelona contra o Real Madrid. Outro técnico genial, o português José Mourinho, percebeu que precisava sufocar o trabalho de meio-campo do Barça. Por isso improvisou Pepe como cabeça de área e ainda alinhou mais dois volantes à frente dele. A tática não deu certo na Liga, mas trouxe o título da Copa do Rei e poderia ter funcionado na competição europeia se Pepe não fosse um cavalo.

Chegaram a chamar Mourinho de “retranqueiro”, como sempre fazem alguns ignorantes que não sabem enxergar além dos resultados. Mas um possível caminho para vencer o Barça estava desenhado, de certa forma. Talvez o Manchester também não tenha as peças ideais para fazer essa tática funcionar. Mas Ferguson deveria ter tentado algo parecido. Será que ele ligou mesmo para Mourinho? Ele disse que faria isso…

O melhor de ver o Barça ser campeão foi ver o Puyol deixar o Abidal levantar a taça. Imagem pra história...
O melhor do Barça ser campeão foi ver o Puyol deixar o Abidal levantar a taça. Imagem pra história!

Mas seria um grande erro meu culpar apenas Ferguson pelo fracasso do Manchester United. Na verdade Messi é o grande culpado por isso. Apoiado pelos também geniais Xavi e Iniesta, ele deu show e colocou em nossas cabeças uma pergunta: onde Messi vai parar? Com apenas 23 anos, ele segue em franca evolução e já tem quinze títulos só pelo Barça, sendo que três são Ligas dos Campeões. Há ainda um Mundial na lista. Impressionante!

Mas prefiro seguir o conselho de Leonardo Bertozzi. Vou apenas desfrutar o fato de poder vê-lo jogar e ficarei “sem pressa para definir o lugar de Messi na história”. Só sei que o argentino vai longe, muito longe…

Aliás, quer saber? Será legal ver o Messi brilhar na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, levando a Argentina a um título impressionante. Eu quero mais é ver a história ser escrita na minha frente. Eu quero ver até onde Messi pode ir… e ele pode sim ir mais longe do que qualquer outro já foi!

Anúncios

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Barcelona – David Silva (M-Manchester City) – O meia já é naturalmente adaptado ao futebol espanhol e o Barça precisa mesmo de mais opções para jogar pelas pontas.

Chelsea – Sneijder (M-Inter de Milão) – Não há equipe no mundo que possa desprezar o holandês atualmente. E no Chelsea ele poderia organizar ainda melhor o meio-campo do time.

Chelsea – Srna (LD-Shakhtar Donetsk) – É um jogador que sabe bater na bola e certamente seria uma opção melhor do que Ivanovic ou Bosingwa, por exemplo.

Inter de Milão – Messi (A-Barcelona) – É um boato que parece absurdo, mas seria realmente interessante ver o argentino jogar na Itália, país que tem a tradição de contar com os melhores defensores do mundo.

Juventus – Cassano (A-Sampdoria) – Está mais calmo e traria a habilidade e a velocidade que o time precisa no ataque para ficar mais encorpado na disputa do Campeonato Italiano.

Lazio – Miranda (Z-São Paulo) – Um dos melhores zagueiros do Brasil reencontraria seus ex-companheiros André Dias e Hernanes, certamente se sentiria em casa e levaria a Lazio para outro patamar no Campeonato Italiano.

Liverpool – Fábio Coentrão (LE-Benfica) – Não seria a solução dos problemas imensos do Liverpool, mas poderia virar uma arma mais eficiente para as jogadas laterais do time.

Manchester City – Daniel Alves (LD-Barcelona) – Poucos laterais são comparáveis ao brasileiro em sua posição atualmente e ele colocaria Micah Richards no banco facilmente.

Manchester United – Gareth Bale (LE-Tottenham) – Os Red Devils já tem Evra para a lateral, então Bale poderia virar uma ótima opção para jogar mais avançado, como faz de vez em quando no Tottenham.

Manchester United – Schweinsteiger (V-Bayern de Munique) – É um time que já tem bons volantes, mas nenhum com as características e com a fase tão boa quanto a do alemão. Seria um diferencial para a equipe, com certeza.

Manchester United – Ribéry (M-Bayern de Munique) – Caso essa contratação se confirmasse, finalmente Alex Ferguson teria um substituto à altura para Cristiano Ronaldo, com mais de um ano de atraso.

TANTO FAZ…

Inter de Milão – Jucilei (V-Corinthians) -Não chegaria para ser titular, mas teria tudo para virar um bom reserva e ganhar seu espaço no time aos poucos.

Juventus – Glen Johnson (LD-Liverpool) – Já esteve melhor, mas é um jogador com mais qualidade do que Marco Motta ou qualquer outro atleta que a Vecchia Signora tenha para a posição.

Juventus – Luís Fabiano (A-Sevilla) – Parece estar em franca decadência, mas sempre mostrou ter mais talento do que vários centroavantes que estão no elenco do time de Turim.

Manchester United – Hulk (A-Porto) – Berbatov tem dado conta da missão de ser o centroavante do time, mas é limitado e seria razoável a contratação do brasileiro para fazer sombra ao búlgaro.

Manchester United – Luka Modric (V-Tottenham) – Não aposto que ele conseguiria facilmente seu espaço no time, mas pode ser um jogador com características interessantes e que abriria um leque maior de opções para o time.

Milan – Luis Suárez (A-Ajax) – É versátil e goleador, mas a equipe rossonera já tem opções demais no ataque e vagas de menos. Seria difícil encaixá-lo.

CAI FORA!

Chelsea – Pepe (Z-Real Madrid) – É um zagueiro caro e que viria para ser reserva, pois não é melhor do que Alex e nem Terry.

Juventus – Bojan Krkic (A-Barcelona) – O jovem atacante até agora não correspondeu às expectativas criadas sobre ele nas categorias de base do Barcelona e não creio que ele teria um sucesso maior no futebol italiano. Não tem características para isso.

Lazio – Thiago Heleno (Z-Corinthians) – Só pode ser brincadeira de mal gosto de alguém empresário querendo promover um zagueiro que foi um enorme fracasso no Corinthians até agora.

Liverpool – Kerzakhov (A-Zenit) – É melhor manter o fraquíssimo N’Gog como reserva do ataque do Liverpool do que investir em um jogador tão limitado e bom apenas para o futebol russo mesmo.

Liverpool – Royston Drenthe (LE-Hércules) – Mostrou no Real Madrid que marca mal para ser lateral e é  pouco talentoso para jogar mais avançado. O Liverpool precisa de soluções mais convincentes.

Milan – Funes Mori (A-River Plate) – É um atacante com características interessantes, mas surgiu há pouco tempo e ainda precisa ser melhor observado. o Milan não precisa ter toda essa pressa, pois já tem boas opções ofensivas.

NÃO ENXERGAM?

Júlio Baptista (M-Roma) – Não é um jogador em boa fase, mas já teve seus grandes momentos na Europa e pode voltar a brilhar caso vá para um ambiente mais confiável e atue mais vezes em sua posição.

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Arsenal – Stekelenburg (G-Ajax) – É mais um goleiro que os Gunners precisam realmente tentar contratar para o lugar de Almunia. Mas a concorrência está grande…

Barcelona – Tévez (A-Manchester City) – É um jogador excelente que só precisa de um time melhor arrumado, como o Barça, para estourar de vez.

Inter de Milão – Schweinsteiger (V-Bayern de Munique) – O volante poderia melhorar ainda mais a saída de bola da Inter de Milão, algo realmente necessário no time italiano.

Juventus – Fernando Torres (A-Liverpool) – Está insatisfeito na Inglaterra e é um dos melhores do mundo entre os centroavantes, posição na qual a Juve realmente precisa de reforços. Ou seja, seria ótimo para todos.

Manchester City – Alexandre Pato (A-Milan) – Faria uma dupla de ataque infernal com Tévez, já que ambos são versáteis e sabem jogar tanto dentro quanto fora da área.

Manchester United – Michel Bastos (M-Lyon) – Seria uma boa opção para as jogadas pelas laterais, que sentem falta de Valencia, gravemente lesionado.

Milan – Fábio Coentrão (LE-Benfica) – Foi um dos melhores laterais-esquerdos da Copa de 2010 e merece esse chance em um time grande da Europa.

Real Madrid – Rooney (A-Manchester United) – É um dos melhores atacantes do mundo, então é claro que cairia como luva no time em que ele se reencontraria com Cristiano Ronaldo, repetindo uma dupla que impressionou em 2008.

TANTO FAZ…

Inter de Milão – Rodrigo Palacio (A-Genoa) – Faz funções interessantes em campo, mas seria no máximo um reserva útil.

Inter de Milão – Xabi Alonso (V-Real Madrid) – É bom jogador e conta com a confiança do técnico da Inter, mas é semelhante a opções que o time já tem.

Juventus – Adebayor (A-Manchester City) – Mudaria muito pouco em comparação com as opções que a Juve já tem em seu elenco atualmente.

Manchester United – Gourcuff (M-Lyon) – Não acho que ele tem condições de chegar, ser titular e resolver, mas tem características do jogador que o time está precisando. Então pode dar certo.

Real Madrid – Nilmar (A-Villareal) – O time já tem atacantes demais e, mesmo que eles não estejam em grande fase, não seria fácil para o brasileiro se firmar.

CAI FORA!

Barcelona – Denílson (V-Arsenal) – Seu estilo de jogo não combina perfeitamente com o do Barça e, além disso, a recente chegada de Mascherano complicaria sua briga pelo titularidade no time espanhol.

Barcelona – Pepe (Z-Real Madrid) – Nunca me convenceu de que é tudo o que comentam sobre ele no futebol espanhol. Esse não me engana: é atrapalhado e estabanado mesmo!

Juventus – Maxi López (A-Catania) – Costumar ter curtas fases boas, mas na verdade a Juve precisa de um atacante que resolva com mais regularidade.

Liverpool – Kiessling (A-Bayer Leverkusen) – Até é um bom jogador, mas não seria um substituto à altura de Fernando Torres, que está cada vez mais fora do Liverpool.

Liverpool – Muntari (V-Inter de Milão) – Não gosto do futebol do ganês e os Reds já têm opções melhores pra essa posição.

Manchester United – Benzema (A-Real Madrid) – Não faria muito diferente do que Berbatov tem feito no time.

Manchester United – Douglas Costa (M-Shakhtar Donetsk) – Ainda é uma aposta arriscada demais para o futuro. Ainda mais se for tratado como o “novo Cristiano Ronaldo”.

NÃO ENXERGAM?

Fernando Llorente(A-Athletic de Bilbao) – O grandalhão está em grande fase e poderia ir para times que precisam de centroavantes. Não faltam clubes nessa condição na Europa. Por enquanto ele só foi sutilmente cogitado no Real Madrid.

Read Full Post »

O futebol coletivo da seleção campeã do mundo, a Espanha, dificultou a escolha do principal craque da Copa de 2010. Até porque a outra equipe que impressionou, a Alemanha, também não dependia tanto de destaques individuais. Só a Holanda tinha seus principais jogadores bem definidos e deles dependia para seguir em frente.

Dessa forma, não ficou fácil opinar sobre quais foram os melhores jogadores do Mundial na África do Sul. Também foi tarefa complicada eleger os piores. Mas minha opiniões precisam entrar em campo e por isso seguem abaixo:

Craque da Copa
A ousadia da Fifa merece ser exaltada. A entidade máxima do futebol elegeu Diego Forlán, do Uruguai, que ficou apenas em 4º lugar. Foi uma escolha pouco esperada, mas totalmente justa. Concordo com a Fifa.

Logo atrás, na ordem, aponto Xavi (Espanha), Sneijder (Holanda), Villa (Espanha), Schweinsteinger (Alemanha), Müller (Alemanha) e Iniesta (Espanha) como os melhores jogadores da competição. Faltou algo a mais para esses saírem com o prêmio.

Para Forlán esse “algo a mais” foi a raça que ele sempre demonstrou em campo. Os outros também tiveram, mas nesse quesito o urguaio esteve acima de qualquer um.

Jovem da Copa
Outro acerto da Fifa, mas dessa vez mais óbvio: Thomas Müller foi disparado o melhor jogador da Copa que nasceu depois do dia 1º de janeiro de 1989. Esse é o regulamento da entidade máxima do futebol, então adotaremos aqui para falar dos principais jovens do Mundial.

André Ayew (Gana), Vladimir Weiss (Eslováquia), Altidore (EUA) e Jonathan Mensah (Gana) são outros jovens que se destacaram e merecem elogios. Olho neles!

Os melhores da Copa posição por posição
A minha seleção do Mundial teria Casillas como goleiro, já que ele teve pouca concorrência no setor. Na defesa, pelas laterais, teria Lahm na direita e Coentrão na esquerda, absolutos. Como zagueiro, Puyol teria que ser titular desse time, sem dúvida. Seu companheiro seria Lúcio, mais por falta de opção.

O 1º volante seria Schweinsteiger, pelo tanto que marcou e ajudou na saída de bola da Alemanha. Ao lado dele, Sneijder e Xavi armariam com passes precisos e ainda e ajudariam na marcação. Aqui só fica a lamentação por não poder escolher Iniesta, craque da final, mas um pouco menos brilhante e decisivo no resto da Copa.

Pelas pontas, as presenças decisivas de Villa e Müller seriam fundamentais. E o craque da Copa não poderia ficar de fora, é claro, então Forlán também entraria nessa equipe espetacular, que ficaria escalada assim:

Casillas; Lahm, Puyol, Lúcio e Fábio Coentrão; Schweinsteiger, Sneijder e Xavi; Müller, Forlán e Villa

Os piores da Copa posição por posição
Aqui cabe uma explicação: os piores não são exatamente os que jogaram pior na Copa. Se fosse assim, eu escalaria a Coreia do Norte e ponto final.

Quem merece entrar nessa seleção de verdade é aquele jogador que era considerado fundamental para uma seleção e decepcionou na África do Sul. E não faltaram exemplos desse tipo por aí…

Green; Otamendi, Demichelis, Cannavaro e Evra; Pepe, Felipe Melo e Lampard; Rooney, Ribéry e Van Persie.

Há quem prefira escalar Messi e Kaká aqui, por exemplo. Mas eles não fizeram Copas tão ruins quanto estes acima citados, pois tiveram momentos de brilho, principalmente na 1ª fase. Enquanto isso, teve gente que  também gerou expectativa, mas nem viu a cor da Jabulani na África.

Read Full Post »

VALE A VISITA

  • Carlos Pizzatto desenha a prancheta do que pode ser o elenco do Corinthians para o importante centenário. Clique aqui e leia mais.
  • Cassiano Gobbet classifica como equivocadas algumas contratações recentes do São Paulo, que deveria aproveitar melhor suas categorias de base. Apoiado! Clique aqui e leia mais.
  • Décio Lopes traça uma retrospectiva sobre o ano de Belluzzo na presidência do Palmeiras e encerra com um raciocínio que eu concordo muito. Clique aqui e leia mais.
  • José Antonio Lima analisa a possibilidade de Pepe ficar fora da Copa do Mundo e como isso atrapalharia demais a seleção portuguesa, rival do Brasil na fase grupos. Clique aqui e leia mais.
  • Mauro Cezar Pereira destaca o bom momento que vive o Nottingham Forest, tradicional time da Inglaterra que chegou a disputar a terceira divisão local. Clique aqui e leia mais.

Read Full Post »