Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Ramires’

Foi imprevisível. Foi uma grande surpresa. Foi, no máximo, uma injustiça. Mas não foi uma derrota do futebol. Esse esporte tão incrível só ganhou com a classificação do Chelsea contra o Barcelona. Porém, há quem insista em dizer exatamente o contrário. Após o apito final, decretado por Fernando Torres, diversos comentaristas espalharam por aí o clichê de que “o futebol perdeu”. Compreendo, mas não concordo.

Tudo pode acontecer no futebol e é justamente isso que o transforma em um esporte tão bonito e valioso. Entre um minuto e outro, entre um golaço e um gol contra, heróis viram vilões, promessas viram realidade e decepções se consagram. A caixinha de surpresas está sempre aberta e tem que ser valorizada – o futebol não teria tanta graça se não fosse tão imprevisível.

O Chelsea queria contrariar a expectativa do mundo inteiro e só tinha uma possibilidade. Com o time bagunçado, após uma temporada confusa, era impossível encarar o Barcelona de frente e vencer, como fez o Real Madrid no último sábado. Era preciso apostar em uma tática velha, contar com a sorte e, acima de tudo, superar o time catalão na vontade. Foi isso que fez a diferença. Depois da classificação, o técnico interino Roberto Di Matteo comentou que “o segundo tempo foi muito mais paixão e desejo do que tática”. Perfeito. Foi isso que vimos.

Mas não falta quem prefira diminuir o valor desse feito do Chelsea. “Foi mais um crime lesa-futebol”, escreveu Alberto Helena Jr. “O Barcelona foi eliminado, mas quem perdeu foi o futebol!”, destacou Benjamin Back. Outros tantos comentaristas, como Mauro Beting e Antero Greco, foram pelo mesmo caminho, sempre lamentando a classificação do Chelsea.

Talvez o que eles querem dizer é que o futebol-arte perdeu. De fato, não é nada bonito ver o Chelsea jogar com nove jogadores atrás da linha da bola. Mas o que mais eles poderiam fazer? A tática do time inglês foi extremamente legítima. E mais: foi digna de admiração também, pois tantos outros já tentaram algo parecido e não conseguiram. Eu mesmo cheguei a escrever que isso não poderia dar certo duas vezes. Mas deu certo e prefiro aplaudir de pé os ingleses por isso.

Aplaudo de pé também o futebol, pois como escreveu Mauro Cezar Pereira, “o futebol nunca perde, ele manda, ensina, reina. Por isso gostamos tanto disso”. Afinal, só esse esporte sensacional pode proporcionar momentos como esse vivido pelo Chelsea. Só esse esporte pode proporcionar uma história como a de Ramires, um brasileiro atípico que fez o golaço mais típico de um brasileiro. Ou a história de Fernando Torres, o atacante-piada que virou atacante-herói no jogo mais importante do ano. Ao olhar para essas histórias, é impossível não valorizar o futebol. É impossível dizer que o futebol perdeu. Na verdade o futebol só mostrou que é o melhor esporte da história indiscutivelmente.

O futebol ganhou

O futebol ganhou

Anúncios

Read Full Post »

Passada a turbulência causada pelo fracasso do Brasil na Copa América, já é possível fazer um balanço mais equilibrado de tudo que precisa mudar no time de Mano Menezes. Afinal, o técnico não será trocado mesmo, principalmente por causa da falta de opções para o cargo.

Dito isso, resta estudar as peças que podem ser mudadas na Seleção. Temos problemas em todos setores, desde o gol até a camisa 9. E faltam soluções.

Entre os goleiros, Júlio César passou a ser muito contestado. Mas ele não tem um reserva à altura. Victor, Fábio, Jefferson… todos têm qualidade, mas nenhum passa a confiança suficiente.

Entre os laterais, Maicon ganhou de vez o espaço na direita, mas André Santos sai chamuscado na esquerda. O problema é que, fora Marcelo, não há quem seja muito superior a ele. Eu apostaria em Filipe Luís, mas seria só isso, uma aposta. A única solução é uma reconciliação entre Mano e Marcelo.

Entre os zagueiros, Thiago Silva teve momentos de instabilidade e Lúcio, apesar da liderança, mostra que a idade pode pesar. Temos ainda David Luiz, mas falta uma outra opção mais segura. Miranda? Réver? Alex? Dedé? Não é o caso.

Entre os volantes, Lucas e Ramires decepcionaram. Faltou principalmente ajuda a Ganso na saída de bola, para facilitar as armações das jogadas. Mas no máximo dá para imaginar que Hernanes, jogando mais recuado que de costume, poderia ajudar nisso. De resto…

Entre os meias, Ganso não fez tudo que pôde, mas ninguém tem tanto potencial quanto ele. Jádson pode ser uma boa opção entre os reservas, mas para o time titular apenas a recuperação de Kaká pode fazer a diferença. E quem ainda acredita nisso?

Entre os atacantes, a história se repete: Neymar, Robinho e Pato foram mal, mas quem faria muito melhor que eles? Nilmar seria uma opção interessante, Hulk merece ser testado, Leandro Damião tem potencial, mas faltam nomes convincentes.

Portanto, fica claro que a simples mudança de peças não é o que vai resolver os problemas da Seleção. Nossas opções não são tão diferenciadas quanto muitos pensam. Ou alguém acha que Victor, Marcelo, Hernanes, Kaká, Hulk e Leandro Damião sejam realmente tudo que o Brasil precisa?

O que falta para a Seleção não é tirar Julio César, André Santos ou Pato do time. O que falta é criar um conjunto, um time bem formado e bem treinado. E é nesse ponto que, insisto, Mano tem falhado.

Porém, como o técnico não será mudado, fica difícil prever um futuro de sucesso para a Seleção…

Mano/AFP
O futuro da Seleção de Mano parece obscuro

Read Full Post »

Após três jogos, a seleção brasileira de Mano Menezes já parece ter uma base, uma espinha dorsal: Daniel Alves, Thiago Silva, André Santos, Lucas, Ramires, Robinho e Alexandre Pato são jogadores que devem constar em quase todas convocações futuras.

Até aqui foram três vitórias, alguns momentos de futebol bonito e muita organização tática. Mas o verdadeiro teste só acontecerá contra a Argentina. E para esse jogo até o próprio Mano já admite que pode mudar a sua base: “É uma situação que talvez faça você pensar em algumas peças novas”.

Agora fica a questão: quais serão essas novas peças? Abaixo tento adivinhar e analisar algumas delas, posição por posição:

Goleiros: Júlio César e Gomes?
Um dos melhores goleiros do mundo, Júlio César precisa voltar ao time. Goleiro é uma posição de confiança, e Mano precisa começar a criar esse elo.

O reserva deve ser Victor e, caso continue a ser chamado um terceiro nome, Gomes aparece como favorito, já que tem até a experiência de participação em uma Copa do Mundo.

Zagueiros: Lúcio e Juan?
Thiago Silva e David Luiz tem tudo para formar uma boa dupla, mas será que Mano vai querer a volta de Lúcio ou Juan ao time? Eu aposto que não. Ambos já têm mais de 30 anos e a renovação até aqui tem sido radical, o que é correto, já que de fato não há necessidade de apelar para jogadores mais velhos nessa posição. Estamos bem servido com os jovens.

Caso queira jogadores com mais passagens pela Seleção, mas que tenham mais condições de ir para a Copa de 2014, Mano pode optar, por exemplo, por Alex (Chelsea, 28 anos), Naldo (Werder, 28 anos) ou Alex Silva (São Paulo, 25 anos). Dentre esses três, aposto que pelo menos um será convocado para o jogo contra a Argentina.

Laterais: Maicon e Filipe Luís?
Aqui aparentemente os titulares já estão definidos. Pela direita, Daniel Alves teve atuações decisivas e se garantiu. André Santos também brilhou, especialmente contra os EUA, e mesmo antes já tinha a confiança de Mano.

Dentro da proposta de convocar mais jogadores experientes, é possível que Maicon finalmente volte, mesmo que seja para ser reserva. Já do outro lado é mais difícil achar nomes com rodagem pela Seleção, mas Filipe Luís, por exemplo, pode ser lembrado. É uma pena que Marcelo tenha queimado seu filme com Mano recentemente…

Volantes: Felipe Melo?
É a posição que Mano mais tem acertado, com Lucas, Sandro e Ramires sempre convocados. Fica apenas a dúvida para um quarto nome, que teoricamente seria disputado por Hernanes, Jucilei e Elias. Eu daria preferência para o primeiro e arrisco dizer que Mano fará o mesmo.

Porém, ele pode preferir um jogador mais rodado para a posição. Dentre aqueles que normalmente eram convocados por Dunga, apenas Felipe Melo pode surgir como opção, já que vive uma fase mais “zen” na Juventus. Porém, duvido que Mano vá fazer essa aposta de alto risco agora. Talvez só em um futuro distante. Assim espero…

Meias: Diego e 2 Alexs?
Mano ainda não encontrou o substituto ideal de Ganso. Por causa disso tem faltado um melhor toque de bola para a Seleção. Entendo que a solução para isso não passa pelos jogadores já convocados. Diego, Alex (Fenerbahçe) e Alex (Spartak) seriam opções melhores para o setor. Dentre os já chamados, Giuliano é o único que talvez resolva.

Atacantes: Nilmar e Vágner Love?
As vagas de Alexandre Pato e Robinho ninguém tira. Resta saber, por exemplo, quem seria o outro atacante de velocidade: Neymar e Philipe Coutinho podem ficar com a vaga, mas seria mais inteligente Mano apostar no já experiente Nilmar, que tem feito por merecer uma nova chance como titular do Brasil.

Já para ser o reserva de Pato a situação é mais delicada: André ainda é novo demais. Luis Fabiano talvez seja velho demais. E Adriano ainda não jogou de verdade pela Roma. Olhando para quem Mano já convocou, pode ser novamente a vez de Hulk ou Diego Tardelli. Mas uma aposta em Vágner Love, que tem feito boas atuações em 2010, também seria válida e compreensível.

Read Full Post »

Começou a melhor competição nacional do futebol europeu! Há anos o Campeonato Inglês tem esse status e não deve perdê-lo por enquanto. Afinal, a temporada 2010/2011 tende a ser a melhor dos últimos anos.

Como se não bastassem os quatro eternos candidatos ao título na Inglaterra, Manchester City e Tottenham também querem entrar nesse grupo e mostraram vontade e qualidade, neste sábado, para isso. O duelo entre os dois terminou 0 a 0, mas foi ótimo.

Apesar do telento exibido, vale fazer ressalvas sobre o elenco de ambos: O City está repleto de opções e tem praticamente dois times titulares. O que é importante, claro, mas vai fazer o time demorar a engrenar, pois fica mais difícil achar a formação ideal.

Já ao Tottenham faltam essas opções. O time base é forte, mas existem poucos reservas do mesmo nível. A chegada de Sandro, do Inter, já é um bom começo pra resolver isso.

Outro jogo de destaque aconteceu entre Liverpool e Arsenal (1 a 1), decidido por um frango histórico de Reina. São dois times que não mudaram tanto por enquanto e até por isso precisam se cuidar. Se não evoluírem logo, correm risco de não entrarem na briga pelo título.

E o melhor time da Inglaterra continua sendo o Chelsea. Mesmo perdendo alguns jogadores e apostando em uma base parecida com a da temporada passada, o time bateu o West Brom por 6 a 0 com um hat-trick do impressionante Drogba. E Ramires ainda vem aí…

Drogba fez três gols e nem está 100% fisicamente
Drogba fez três gols e nem está 100% fisicamente

Já o Manchester United ainda não estreou, mas vem com um elenco razoavalmente mais forte do que era na última temporada.

Portanto… o que esperar do Campeonato Inglês? Pelo menos seis times de qualidade que ainda precisam evoluir para correr atrás do Chelsea na briga pelo título. A briga vai ser boa. A melhor da Europa, sem dúvidas!

Read Full Post »

A derrota de Ricardo Teixeira está mais do que confirmada. O técnico que o incompetente presidente da CBF queria para a Seleção Brasileira não assumiu a equipe, que mesmo assim ficará em boas mãos. Assim como quase toda a imprensa, acredito no sucesso de Mano Menezes.

Além de ter comandado boas campanhas no Grêmio, é um treinador que fez um ótimo trabalho em 2009, sempre destacado aqui. Errou no seu maior desafio, a Copa Libertadores de 2010, mas soube recuperar o Corinthians como poucos fariam. Além disso tudo, existe uma questão tática interessante que merece ser destacada.

Mano usou o 4-2-3-1 no já citado Corinthians de 2009, por exemplo, e também no Grêmio de 2007. Esse foi o mesmo esquema de Dunga na Copa de 2010. Essa coincidência pode fazer com que a Seleção evolua com facilidade rumo à disputa da Copa de 2014. Claro que é preciso renovar as peças. Mas Mano não terá dificuldades para fazer isso com a maioria das posições.

O Brasil tem ótimos volantes. Lucas Leiva e Elias, que já trabalharam com Mano, devem receber mais chances a partir de agora. E ainda existem boas opções como Denílson, Sandro, Arouca, Ramires e Hernanes. Todos esses devem aparecer nas próximas listas da Seleção.

Mano também terá opções para escolher seus meias centrais de criação, já que Kaká, Ganso, Diego e Giuliano são algumas das boas opções que ele tem para compôr esse setor e fazer as funções que eram de Tcheco em 2007 e de Douglas em 2009.

A variedade de alternativas ainda aumenta quando estudamos quem poderá criar pelas pontas. Mano já comandou Carlos Eduardo e Diego Souza nesa posição, portanto são jogadores que podem voltar para a Seleção. Além deles, Elano,  Alex (ex-Inter), Michel Bastos e os atacantes Robinho, Nilmar, Neymar e Pato também podem ser lembrados.

Acostumado a trabalhar com Ronaldo no ano passado, um grande problema para Mano deve ser achar o centroavante ideal para a Seleção. Mas isso é assunto para outro post em breve…

Veja também:

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Barcelona – Filipe Luís (LE-La Coruña) – Seria ótimo para o time espanhol, que teria uma opção para fortalecer seu apoio ofensivo pelo lado esquerdo.

Bayern de Munique – Fábio Coentrão (LE-Benfica) – O custo de Coentrão está alto demais, mas, caso ele vá para a Alemanha, o time de Munique teria uma das melhores duplas de laterais do mundo.

Chelsea – Ramires (V-Benfica) – O esquema tático do time inglês pode precisar de três volantes em campo, então o brasileiro poderia teria e usaria sua velocidade para dar certo no rápido futebol inglês.

Chelsea – Schweinsteiger (V-Bayern de Munique) – Fez uma Copa do Mundo impressionante e certamente seria uma ótima contratação para qualquer clube do mundo.

Juventus – Dzeko (A-Wolfsburg) – Pode até não brilhar tanto quanto na Alemanha, mas provavelmente seria melhor do que Amauri e Iaquinta.

Manchester City – Daniel Alves (LD-Barcelona) – É muito superior a Zabaleta e Micah Richards. Mesmo se for caro, deve fazer valer o dinheiro investido.

Manchester United – Neuer (G-Schalke 04) – É jovem, mostrou talento na Copa e pode ser preparado para substituir Van der Saar no futuro.

Manchester United – Sneijder (M-Inter de Milão) – Foi um dos melhores jogadores da última temporada na Europa e, mesmo que saia caro, vale a pena, pois poderia ser peça fundamental para o time inglês voltar aos títulos.

Milan – Ibrahimovic (A-Barcelona) – O sueco não brilhou no futebol espanhol, mas está mais do que acostumado a fazer a diferença na Itália.

Milan – Luis Fabiano (A-Sevilla) – O time italiano poderia investir em alguém mais novo, mas o brasileiro deve dar conta do recado.

Real Madrid – Khedira (V-Stuttgart) – O time já tem uma boa dupla de volantes, com Lass e Xabi Alonso, mas o jovem alemão sabe marcar e chegar ao ataque como poucos, podendo até virar titular.

TANTO FAZ…

Arsenal – Wright Phillips (M-Manchester City) – Os Gunners já têm Arshavin e Nasri, que podem jogar pelas pontas, mas contar com mais uma boa opção de velocidade seria razoável.

Barcelona – Luis Suárez (A-Ajax) – Chegaria para ser reserva e teria que provar que pode se destacar em um campeonato mais difícil do que o Holandês.

Barcelona – Van der Wiel (LD-Ajax) – É bom jogador, mas só seria reserva de Dani Alves.

Juventus – Elano (M-Galatasaray) – No máximo pode ser um bom coadjuvante na reconstrução do elenco da Juventus.

Liverpool – Van der Vaart (M-Real Madrid) – O holandês está longe de ser um jogador decisivo, mas pode completar bem o elenco do time inglês.

Manchester City – Donovan (M-LA Galaxy) – Fez uma boa Copa do Mundo e está no auge, mas só conseguiria ser uma boa opção no banco de reservas.

Milan – Robinho (A-Santos) – Não consigo acreditar que o brasileiro daria certo no futebol italiano, mas ele  tem talento e pode aproveitar chances na nova equipe do técnico Allegri.

CAI FORA!

Arsenal – Felipe Melo (V-Juventus) – A sorte do time inglês é que lá já existem volantes de qualidade que certamente fariam o “queridinho de Dunga” jogar com menos frequência.

Barcelona – Alexandre Pato (A-Milan) – Não seria bom para nenhum dos dois lados, já que o clube gastaria para trazer um atacante que provavelmente ficaria no banco de reservas, mesmo com a possível saída de Ibrahimovic.

Liverpool – Gago (V-Real Madrid) – Só faria algum sentido se realmente Mascherano sair do time, mas ainda assim seria uma queda de qualidade.

Manchester City – Balotelli (A-Inter de Milão) – É temperamental demais e não vale a pena, principalmente pelo valor que tem sido especulado: 40 mi de euros.

Manchester City – Podolski (A-Colônia) – Ele não fez uma Copa tão boa e o time inglês não precisa tanto de mais opções para o ataque.

NÃO ENXERGAM?

Honda (M-CSKA Moscou) – O versátil japonês brilhou na Copa e já tinha feito bons jogos na Rússia. Pode ser uma boa opção para  completar o elenco de vários times grandes da Europa.

Read Full Post »

Dentre os 23 jogadores que disputaram a Copa de 2010 pelo Brasil, só Thiago Silva, Ramires e Nilmar  terão menos de 30 anos no Mundial de 2014. Isso só prova como a Seleção vai ter que se renovar. O legado que Dunga deixou após sua saída é pequeno, como escreveu Arnaldo Ribeiro, e, na verdade, pouco tem a ver com a escolha dos jogadores.

O legado em Copas/ Arte: Jornal Placar
Seleção Brasileira de 2014 pode ter o menor índice de jogares da Copa anterior desde 1950/ Arte: Jornal Placar

Ou seja, como se não bastasse a pressão gigantesca para que hexacampeonato venha em 2014, o próximo técnico da Seleção ainda terá que saber reformular a equipe e apresentar novidades para quase todas posições. Existem indefinições para achar o novo lateral-esquerdo, o 1º volante, talvez um meia e o centroavante. Difícil! Tenho pena de quem assumir essa missão.

O máximo que posso fazer para ajudar é o levantamento que segue abaixo, com indicações de possíveis jogadores com qualidades e idade para disputar a Copa de 2014. Pelo menos há uma boa notícia: ainda sobra talento em terras tupiniquins. Vejam:

GOLEIRO
Estão prontos: Júlio César, Victor, Gomes e Diego Alves
Precisam evoluir: Renan, Fábio, Felipe e Diego Cavalieri
Olho neles: Neto, Cássio, Dênis e Marcelo Grohe

Ter feito uma Copa de 2010 abaixo do esperado não pode queimar Júlio César na Seleção. Pelo contrário, pela sua experiência e por suas atitudes após a eliminação, ele deve virar um dos líderes do Brasil. Seu reserva, Gomes, é irregular, mas também pode ser mantido caso siga em ótima fase no Tottenham.

Já Victor, que deveria ter ido à África do Sul, atualmente é o melhor entre todos da sua geração. Renan tem passagens por categorias de base da Seleção e deve se destacar em sua volta ao Inter. Já Cavalieri precisa sair do Liverpool se quiser voltar a ser lembrado. Entre os mais jovens que estes, nenhum mostrou ser diferenciado por enquanto.

Eu convocaria desde já: Júlio César e Victor

LATERAL-DIREITO
Estão prontos: Maicon e Daniel Alves
Precisam evoluir: Rafinha, Ilsinho e Jonathan
Olho nele: Rafael

Os dois laterais de 2010 têm qualidades indiscutíveis, mas terão 32 e 31 anos, respectivamente. Portanto, estudar uma nova solução seria útil. O problema é que Rafinha, Ilsinho e Jonathan, por questões diferentes, estão longe de convencer. Rafael, do Manchester United, parece ter mais futuro como jogador de Seleção Brasileira.

Eu convocaria desde já: Daniel Alves e Maicon

ZAGUEIRO
Estão prontos: Thiago Silva, Luisão, Miranda, Alex, Naldo e Alex Silva
Precisam evoluir: David Luiz, Mário Fernandes, Réver e Felipe Santana
Olho neles: Rafael Tolói, Dalton, Breno, Sidnei e Douglas

Os ótimos Lúcio e Juan vão sair de cena, mas a reposição para eles não deve ser um problema. Se quiser experiência e bom jogo aéreo, o técnico pode insistir em Luisão, que terá 33 anos em 2014. Além dele, também com passagens pela Seleção, existem outros 5 bons nomes, citados entre os que “estão prontos”.

Caso queira uma renovação ainda maior, o novo treinador também terá variedade de opções, com jogadores que ainda não vestiram a amarelinha, mas que merecem ser testados. Douglas, que foi importante no título do Twente e que já teve até sua naturalização especulada na Holanda, seria a melhor dessas apostas.

Eu convocaria desde já: Thiago Silva, Luisão, Miranda e Alex Silva

Luisão e Alex Silva
Luisão e Alex Silva – uma dupla de zagueiros irmãos deve funcionar. Entrosamento não faltaria.

LATERAL-ESQUERDO
Estão prontos: Filipe Luís e Marcelo
Precisam evoluir: André Santos, Adriano, Diego Renan e Carlinhos
Olho neles: Fábio e Gabriel Silva

O problema da falta de talentos na lateral-esquerda é grave no Brasil e precisa ser tratado com mais cuidado dessa vez. Não há nenhum talento excepcional e poucas promessas são realmente animadoras. Dentro desse cenário, é preciso confiar nos mais regulares e com maior experiência internacional, além de dar chances rápidas para possíveis revelações do futuro.

Eu convocaria desde já: Filipe Luís e Marcelo

VOLANTE
Estão prontos: Sandro, Ramires, Anderson e Hernanes
Precisam evoluir: Denílson, Lucas, Arouca, Elias, Thiago Motta e Dudu Cearense
Olho neles: Adílson, Jean, Willians, Rafael Carioca, Souza, Jucilei e Wesley

É uma das poucas posições em que Dunga convocou uma quantidade razoável de jovens jogadores. A base para o futuro está preparada, já que Sandro, Ramires, Anderson, Hernanes e Lucas participaram de amistosos ou jogos das Eliminatórias.

A principal dificuldade é achar o substituto ideal de Gilberto Silva. Porém, para a função de Felipe Melo, como 2º volante, não faltam opções que, aliás, já deveriam ter ido para a África do Sul.

Eu convocaria desde já: Sandro, Denílson, Ramires e Hernanes

MEIA
Estão prontos: Kaká, Diego e Elano
Precisam evoluir: Alex (ex-Inter), Diego Souza, Renato Augusto, Carlos Eduardo, Wagner, Thiago Neves, Jádson e Michel Bastos
Olho neles: Paulo Henrique Ganso, Phillipe Coutinho, Giuliano, Maylson, Willian, Oscar, Felipe Menezes e Bruno César

Aqui a renovação precisa ser grande. Kaká e Ganso têm tudo para formar a dupla ideal, mas ainda geram desconfiança, por problema físico ou por inexperiência. Caso esses fatores os atrapalhem, não será fácil achar novas opções. Entre os experientes, nenhum convence ainda. A grande (e única?) saída pode ser realmente apostar na juventude.

Eu convocaria desde já: Kaká, Ganso, Diego e Giuliano

Neymar e Ganso
Ok, agora eu convocaria Neymar e Ganso, mas ainda é preciso ter calma com os dois. Deixo a empolgação cega pros santistas…

2º ATACANTE
Estão prontos:
Robinho, Nilmar e Alexandre Pato
Precisam evoluir: Kléber, Vágner Love, Rafael Sóbis e Thiago Ribeiro
Olho neles: Neymar, Caio, Guilherme, Dentinho, Welliton, Taison, Maicon, Diogo, Wellington Silva e Alex Teixeira

Quatro se destacam aqui: Robinho, Nilmar, Alexandre Pato e Neymar. Os primeiros até corresponderam razoavelmente na Copa de 2010. Os outros dois já mostraram potencial e podem ser craques do futuro. Esses quatro têm uma concorrência formada por vários jovens, que vão ter dificuldades para entrar nessa briga, mas são boas opções que ainda podem melhorar com o tempo.

Eu convocaria desde já: Robinho e Neymar

CENTROAVANTE
Estão prontos:
Luis Fabiano, Fred e Diego Tardelli
Precisam evoluir: Adriano, Hulk e Jô
Olho neles: André e Keirrison

Essa posição pode virar o novo grande problema para o Brasil. O país de Careca, Romário e Ronaldo agora sofrerá sem um grande marcador de gols, já que Luis Fabiano e Adriano, com 33 e 32 anos, respectivamente, podem não chegar bem em 2014.

Também não é fácil apostar nas últimas revelações entre os centroavantes. André e Keirrison ainda parecem limitados. Talvez seja até o caso de acreditar que Nilmar ou Alexandre Pato podem fazer essa função. Mas eu optaria por insistir em quem conhece mais do ofício e pelo menos tem alguma experiência em Copas. Pelo menos enquanto não surgir um novo Careca, um novo Romário…

Eu convocaria desde já: Luis Fabiano e Fred

MEU TIME TITULAR DESDE JÁ: é preciso começar um novo projeto com muitas chances para novas apostas, mas elas precisam entrar aos poucos no onze inicial. Portanto, seria interessante escalar, a princípio, um time assim…

Júlio César; Maicon, Thiago Silva, Luisão, Filipe Luís; Sandro, Ramires, Ganso e Kaká; Robinho e Fred

Esqueci de alguém?

Com certeza ainda surgirão novos talentos, que sempre serão seguidos de perto aqui, principalmente pela seção “Olho Nele”.

No mais, o importante é notar que, apesar de alguns problemas e carências em determinadas posições, existem talentos suficientes para que o novo técnico da Seleção Brasileira conquiste o hexa em casa. Resta saber quem será esse “coitado”, mas isso é assunto pra outro post…

Read Full Post »

Older Posts »