Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Renato’

A janela de contratações internacionais foi fechada nesta quarta-feira para os times brasileiros. A oportunidade de buscar bons reforços fora do país acabou e nem foi tão bem aproveitada por vários clubes.

Mas houve quem se mexeu bastante e conseguiu peças importantes para a disputa do segundo semestre. As dez melhores contratações internacionais para a reta final do Brasileirão foram…

10º) André (Bordeaux-Atlético-MG)
É um jogador supervalorizado, principalmente por causa das convocações para a Seleção Brasileira, quando Mano Menezes se importava mais com o projeto olímpico do que com o seu emprego.

Ele não é tudo que pintaram, mas pode sim fazer uma dupla perigosa com Guilherme. O problema é que o Atlético-MG não tem um time tão forte para abastecer essa parceria.

André

André pode dar certo mesmo sem Neymar e Ganso?

9º) Iván Piris (Cerro Porteño-São Paulo)
Jean quebrava bem o galho na lateral-direita, mas o São Paulo ainda precisava de um jogador de origem para a posição.

É preciso ter cautela com Piris, afinal ele ainda corre o risco de não se adaptar. Mas trata-se de um jogador de qualidade, com características mais defensivas, mas que pode ser muito útil para reforçar o elenco do São Paulo.

8º) Cícero (Wolfsburg-São Paulo)
É um jogador versátil, que sabe chegar no ataque, mas também costuma voltar bem para a marcação. Tudo isso pode ajudar para que Cícero logo se torne importante no São Paulo.

O problema é a forte concorrência. O jovem Casemiro, por exemplo, tem características parecidas. Na armação de jogadas a disputa com Rivaldo e Lucas é complicada. Mas Adilson Batista conhece o jogador e saberá usá-lo.

7º) Renato (Sevilla-Botafogo)
Não é a solução do Botafogo, como chegou a ser propagado em General Severiano. Mas é um volante bastante interessante, já que pode até ajudar o time na armação de jogadas.

A experiência de Renato também se tornará fundamental, já que o Botafogo, com seus jovens talentosos, como Elkeson e Lucas Zen, tem mostrado bastante irregularidade no Brasileirão.

6º) Denílson (Arsenal-São Paulo)
Teve apenas uma temporada realmente brilhante no Arsenal, mas sempre foi um volante seguro, que sabe fazer o simples com ou sem a bola.

É preciso que o torcedor saiba que ele não vai fazer a diferença. Mas junto com os bons volantes do São Paulo ele pode ajudar bastante a proteger uma defesa que ainda dá sinais de insegurança.

5º) Ibson (Spartak-Santos)
O único problema dessa contratação é o preço: 9 milhões de reais por um jogador que talvez nem seja titular imediatamente é um exagero.

Porém, com a saída de Ganso em breve, Ibson deve se tornar fundamental para o Santos, já que é um meio-campista de bom passe e experiente.

Ibson

A camisa 10 deve ser de Ibson em um futuro não tão distante

4º) Juninho Pernambucano (Al Gharafa-Vasco)
Ele não vai poder jogar sempre e sequer será tão letal quanto foi na sua estreia, mas certamente vai trazer algo de especial para o Vasco.

Além da ajuda em campo, com cobranças de faltas e muita raça, é uma grande contratação simbólica. Afinal, ter um ídolo em um time é sempre importante.

3º) Henrique (Racing-Palmeiras)
Surgiu tão bem no próprio Palmeiras que fica difícil entender porque ele não deu certo na Europa. Poderia ter sido melhor aproveitado até no próprio Barcelona…

Porém, com o sistema defensivo forte que Felipão já montou no Palmeiras, Henrique deve sobrar. Tem potencial para ser um dos melhores zagueiros do Brasileirão.

2º) Aírton (Benfica-Flamengo)
A dupla de volantes que ele tem feito com Williams já se tornou uma das melhores do Brasileirão, principalmente pelo grande poder de desarme deles.

É tudo que o Flamengo precisava para acertar melhor sua defesa e se firmar como um dos candidatos ao título do Brasileirão.

1º) Alex (Spartak-Corinthians)
Deu azar por ter chegado logo no momento em que Danilo cresceu de produção demais. Fora de posição, Alex será pouco útil.

Porém, Danilo deve cair de produção quando os jogos no meio de semana acontecerem com mais frequência. E é nesse momento que Alex pode ser decisivo para o Corinthians.

Read Full Post »

BOLETIM BR

O ORGULHO DA TORCIDA

Botafogo – Contra o Avaí, fora de casa, com jogadores gripados, foi um exemplo de raça pra torcedor nenhum botar defeito.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Santos – Mesmo no Barradão, sofrer 6 gols é uma humilhação muito engraçada para rival nenhum botar defeito.

TROFÉU HERÓI

Roger – Abriu a goleada contra o Santos e virou artilheiro do Brasileirão, junto com Felipe, do Goiás.

TROFÉU VILÃO

Zé Carlos – Expulsão após falta com 7 segundos de jogo é muita sacanagem com o próprio time

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Atlético-PR 3 x 2 Inter – O Colorado saiu na frente, mas depois reagiu. No final, um gol de Alecsandro ainda deixou a partida mais movimentada e interessante.

DETALHE TÁTICO

Inter com 3 volantes – Não está na hora de mudar isso, Tite?

O time sempre melhora depois que Andrezinho ou Giuliano entram pra ajudar D’Alessandro na armação. Pode ser a solução pra crise!

O FUTEBOL É INJUSTO

São Paulo 2 x 2 Flamengo – Fica até difícil definir quem foi injustiçado diante de tantos erros do juiz Ricardo Marques.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Santo André – Jogou o Flu na zona de rebaixamento

ALGUÉM ME EXPLICA?

Avaí – O que o Leão da Ressacada veio fazer no Brasileirão? Caminha para uma campanha deprimente…

ALARME

Defesa reserva do Corinthians – Diego, Jean e Renato não darão conta das normais saídas de William e Chicão, o que derruba o time de Mano Menezes.

VALEU O INGRESSO

Armero – Conseguiu destaque em uma rodada fraca de golaços.

Foi o melhor do jogo do Palmeiras contra o Náutico, e balançou as redes merecidamente, com uma bela tabela e um chute certeiro.

Read Full Post »

TOP 11

Quando a maioria dos comentaristas aprovaram uma escalação de Dunga, ele resolveu então provar que é mesmo muito ruim.

Convocou Kléberson para o lugar de Anderson, cortado por lesão, e chamou de volta todas as críticas possíveis para si.

O meia do Flamengo não é ruim, mas existe uma lista enorme de jogadores que mereciam mais uma chance do que ele. Eu fiz a minha e divulgo abaixo:

1º Lucas (Liverpool) – Já foi convocado 6 vezes. Se Dunga fosse coerente…
2º Hernanes (São Paulo) – Está em má fase, mas já mostrou que tem futebol acima da média.
3º Renato (Sevilla) – Tem jogado mais avançado na Espanha, mas pode ir bem atrás.
4º Denilson (Arsenal) – Se firmou como titular nesta temporada e merecia este presente.
5º Tinga (Borussia Dortmund) – Repete na Alemanha o bom futebol dos tempor de Inter.
6º Alex (Spartak Moscou) – Outro que costuma ir bem mais à frente, mas também rende bem quando recuado.
7º Tiago Motta (Genoa) – Fez uma temporada tão boa que a Inter de Milão já quer contratá-lo.
8º Elias (Corinthians) – Um pilar fundamental do Corinthians de Mano Menezes.
9º Éderson (Lyon) – O substituto de Juninho Pernambucano tem potencial.
10º Renato Augusto (Bayer Leverkusen) – Foi um dos melhores brasileiros na Alemanha.
11º Cleiton Xavier (Palmeiras) – É essencial no time de Luxemburgo por saber marcar e armar com eficiência.

Claro que nem todos são “convocáveis” de fato, mas é óbvio que mereciam mais chances do que Kléberson atualmente.

E Dunga ainda poderia chamar um meia armador, mais ofensivo, já que tem Ramires, que sabe atuar como volante.

O meia do Flamengo não era sequer titular no começo deste ano. Parabéns, Dunga! Você conseguiu estragar o que tinha feito de bom.

Leia também: o Top 11 de “Injustiçados por Dunga”

Read Full Post »

OLHO NELE

Diego

DIEGO

Clube: Corinthians
Posição: Zagueiro
Idade: 22 anos
Altura: 1,84 m
Peso: 79 Kg

“Sou um jogador que dá muita raça e procura fazer o feijão com arroz”. Esta foi a auto definição do zagueiro Diego antes do confronto entre Corinthians e Guaratinguetá pelo Campeonato Paulista.

Ele conseguiu realmente dizer como é o seu futebol em poucas palavras. E depois msotrou que é bom não somente na hora de falar: em campo, mostrou personalidade para provar o que tinha dito.

Diego é o atual reserva imediato na defesa sólida de Mano Menezes. Ele ganhou a vaga de Jean, ex-Grêmio e São Paulo, além de ter superado Renato, outra aposta da categoria de base alvinegra.

Já teve que substituir Chicão até em final de campeonato e não sentiu a pressão. O jovem canhoto tem mostrado segurança para não compremeter no caso de um desfalque repentino.

Ele foi profissionalizado tarde, em 2007, com 20 anos. Chegou a ser emprestado para o Guarani em 2008, mas mostrou qualidade já na Série B, pelo Corinthians, ainda no mesmo ano.

Agora vai enfrentar seu maior desafio no Brasileirão 2009. Precisa provar que pode realmente ser um reserva à altura da boa dupla titular na defesa. Ficar de olho no “feijão com arroz” dele pode valer a pena para o futuro.

Read Full Post »

TABELINHA

Na tarde desta segunda-feira o Botafogo confirmou que Maicosuel, lesionado, não poderá jogar a final do Campeonato Carioca contra o Flamengo.

O meia foi o principal jogador do time na competição. Agora, sem ele, o alvinegro perceberá o que já tinha sido alardeado por aqui: falta elenco para o time de Ney Franco.

O substituto de Maicosuel é fraquíssimo: Trata-se daquele  Renato, ex-Atlético-Mg, Corinthians e Vasco. Ele entrou já contra o Flamengo e ouvi comentários de que estaria desligado, fora de ritmo e tudo mais. Complicado!

Que sirva de lição pelo menos para o Brasileirão: do jeito que o Botafogo está, um simples desfalque pode atrapalhar todos planos por falta de opções no banco. Afinal, agora o Flamengo virou  favorito para o título do Campeonato Carioca

Read Full Post »