Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Ribery’

Quando saiu o sorteio da próxima fase da Liga dos Campeões, a reação imediata foi comemorar: podemos ter uma final entre Barcelona e Real Madrid. Ótimo! São os dois melhores times do mundo e a expectativa para ver um clássico dessa grandeza é normal. Mas é preciso cautela. A Liga dos Campeões tem dois times que ainda podem parar a dupla espanhola.

É fácil ter a sensação de que o Barcelona é um time invencível. Basta assistí-lo em um grande jogo para pensar isso. Afinal, adversários já tentaram pará-lo com todos tipos de estratégia, mas parece que nada funciona. Com tantos ótimos jogadores e um gênio chamado Messi, parece impossível superá-lo.

Mas alguns jogos já mostraram que isso não é verdade. Quando Barcelona e Milan se enfrentaram na fase grupos, por exemplo, tive essa certeza: o time italiano tem capacidade para bater o time de Messi e companhia. Os resultados foram um empate e uma vitória dos catalães, mas foram dois grandes jogos. Pelo menos um belo espetáculo já podemos esperar no novo confronto entre eles, pelas quartas de final.

Ao olhar para trás, vemos um Milan que foi dominado pelo Barcelona no primeiro jogo, mas que também mostrou qualidades defensivas. O time italiano se retrancou, apostou nas duas linhas de quatro e por pouco isso não funcionou – o gol da virada só saiu em uma cobrança de falta de Villa. Depois, Thiago Silva deixou tudo igual, marcando de cabeça. Foi uma partida em que o Milan pouco atacou, até porque estava sem Ibrahimovic, seu principal jogador. Mas mesmo assim poderia ter vencido.

Já no segundo jogo o Barcelona estava mais desfalcado e partiu para o jogo com seu novo 3-4-3. Dessa vez o Milan perdeu, mas também mostrou que poderia vencer. Afinal, é um time que tem meio-campistas criadores, como Boateng, Nocerino e Seedorf, além de um ataque rápido, pronto para surpreender a defesa nem sempre segura do Barcelona. Vale ainda lembrar que o time catalão não tem entrado ligado em todas partidas desta temporada. Se vacilar dessa forma contra o Milan, certamente sairá derrotado.

Caso o Barcelona realmente passe pelo Milan, não é difícil prever um Real Madrid contra Bayern de Munique nas semifinais. E então existirá outro perigo para que a final espanhola seja concretizada. Afinal, apesar dos altos e baixos na temporada, o time alemão tem qualidade para dar trabalho ao Real.

Ao contrário do Milan, que tem uma base forte e um padrão bem definido, o Bayern depende mais de seus talentos individuais. Mas não faltam jogadores que podem brilhar e decidir: Ribéry, Müller, Robben, Mario Gomez, Schweinsteinger, etc… É claro que o Real Madrid de José Mourinho está em sua melhor temporada, virou um time de verdade e já não depende apenas de Cristiano Ronaldo. Por isso terá todo favoritismo, mas não poderá dar espaço para o veloz e eficiente time alemão.

Não se trata de uma torcida. Também quero ver Barcelona x Real Madrid na final da Liga dos Campeões. Mas nem com o sorteio desta sexta-feira eu me animei com isso. Milan e Bayern de Munique estão prontos para estragar a expectativa de quase todo mundo.

Anúncios

Read Full Post »

Em negrito – o jogador e o time que pretende contratá-lo
Em itálico – a posição e o último time do atleta

A fonte do boato está linkada no nome do jogador

DEMOROU!

Barcelona – David Silva (M-Manchester City) – O meia já é naturalmente adaptado ao futebol espanhol e o Barça precisa mesmo de mais opções para jogar pelas pontas.

Chelsea – Sneijder (M-Inter de Milão) – Não há equipe no mundo que possa desprezar o holandês atualmente. E no Chelsea ele poderia organizar ainda melhor o meio-campo do time.

Chelsea – Srna (LD-Shakhtar Donetsk) – É um jogador que sabe bater na bola e certamente seria uma opção melhor do que Ivanovic ou Bosingwa, por exemplo.

Inter de Milão – Messi (A-Barcelona) – É um boato que parece absurdo, mas seria realmente interessante ver o argentino jogar na Itália, país que tem a tradição de contar com os melhores defensores do mundo.

Juventus – Cassano (A-Sampdoria) – Está mais calmo e traria a habilidade e a velocidade que o time precisa no ataque para ficar mais encorpado na disputa do Campeonato Italiano.

Lazio – Miranda (Z-São Paulo) – Um dos melhores zagueiros do Brasil reencontraria seus ex-companheiros André Dias e Hernanes, certamente se sentiria em casa e levaria a Lazio para outro patamar no Campeonato Italiano.

Liverpool – Fábio Coentrão (LE-Benfica) – Não seria a solução dos problemas imensos do Liverpool, mas poderia virar uma arma mais eficiente para as jogadas laterais do time.

Manchester City – Daniel Alves (LD-Barcelona) – Poucos laterais são comparáveis ao brasileiro em sua posição atualmente e ele colocaria Micah Richards no banco facilmente.

Manchester United – Gareth Bale (LE-Tottenham) – Os Red Devils já tem Evra para a lateral, então Bale poderia virar uma ótima opção para jogar mais avançado, como faz de vez em quando no Tottenham.

Manchester United – Schweinsteiger (V-Bayern de Munique) – É um time que já tem bons volantes, mas nenhum com as características e com a fase tão boa quanto a do alemão. Seria um diferencial para a equipe, com certeza.

Manchester United – Ribéry (M-Bayern de Munique) – Caso essa contratação se confirmasse, finalmente Alex Ferguson teria um substituto à altura para Cristiano Ronaldo, com mais de um ano de atraso.

TANTO FAZ…

Inter de Milão – Jucilei (V-Corinthians) -Não chegaria para ser titular, mas teria tudo para virar um bom reserva e ganhar seu espaço no time aos poucos.

Juventus – Glen Johnson (LD-Liverpool) – Já esteve melhor, mas é um jogador com mais qualidade do que Marco Motta ou qualquer outro atleta que a Vecchia Signora tenha para a posição.

Juventus – Luís Fabiano (A-Sevilla) – Parece estar em franca decadência, mas sempre mostrou ter mais talento do que vários centroavantes que estão no elenco do time de Turim.

Manchester United – Hulk (A-Porto) – Berbatov tem dado conta da missão de ser o centroavante do time, mas é limitado e seria razoável a contratação do brasileiro para fazer sombra ao búlgaro.

Manchester United – Luka Modric (V-Tottenham) – Não aposto que ele conseguiria facilmente seu espaço no time, mas pode ser um jogador com características interessantes e que abriria um leque maior de opções para o time.

Milan – Luis Suárez (A-Ajax) – É versátil e goleador, mas a equipe rossonera já tem opções demais no ataque e vagas de menos. Seria difícil encaixá-lo.

CAI FORA!

Chelsea – Pepe (Z-Real Madrid) – É um zagueiro caro e que viria para ser reserva, pois não é melhor do que Alex e nem Terry.

Juventus – Bojan Krkic (A-Barcelona) – O jovem atacante até agora não correspondeu às expectativas criadas sobre ele nas categorias de base do Barcelona e não creio que ele teria um sucesso maior no futebol italiano. Não tem características para isso.

Lazio – Thiago Heleno (Z-Corinthians) – Só pode ser brincadeira de mal gosto de alguém empresário querendo promover um zagueiro que foi um enorme fracasso no Corinthians até agora.

Liverpool – Kerzakhov (A-Zenit) – É melhor manter o fraquíssimo N’Gog como reserva do ataque do Liverpool do que investir em um jogador tão limitado e bom apenas para o futebol russo mesmo.

Liverpool – Royston Drenthe (LE-Hércules) – Mostrou no Real Madrid que marca mal para ser lateral e é  pouco talentoso para jogar mais avançado. O Liverpool precisa de soluções mais convincentes.

Milan – Funes Mori (A-River Plate) – É um atacante com características interessantes, mas surgiu há pouco tempo e ainda precisa ser melhor observado. o Milan não precisa ter toda essa pressa, pois já tem boas opções ofensivas.

NÃO ENXERGAM?

Júlio Baptista (M-Roma) – Não é um jogador em boa fase, mas já teve seus grandes momentos na Europa e pode voltar a brilhar caso vá para um ambiente mais confiável e atue mais vezes em sua posição.

Read Full Post »

O futebol coletivo da seleção campeã do mundo, a Espanha, dificultou a escolha do principal craque da Copa de 2010. Até porque a outra equipe que impressionou, a Alemanha, também não dependia tanto de destaques individuais. Só a Holanda tinha seus principais jogadores bem definidos e deles dependia para seguir em frente.

Dessa forma, não ficou fácil opinar sobre quais foram os melhores jogadores do Mundial na África do Sul. Também foi tarefa complicada eleger os piores. Mas minha opiniões precisam entrar em campo e por isso seguem abaixo:

Craque da Copa
A ousadia da Fifa merece ser exaltada. A entidade máxima do futebol elegeu Diego Forlán, do Uruguai, que ficou apenas em 4º lugar. Foi uma escolha pouco esperada, mas totalmente justa. Concordo com a Fifa.

Logo atrás, na ordem, aponto Xavi (Espanha), Sneijder (Holanda), Villa (Espanha), Schweinsteinger (Alemanha), Müller (Alemanha) e Iniesta (Espanha) como os melhores jogadores da competição. Faltou algo a mais para esses saírem com o prêmio.

Para Forlán esse “algo a mais” foi a raça que ele sempre demonstrou em campo. Os outros também tiveram, mas nesse quesito o urguaio esteve acima de qualquer um.

Jovem da Copa
Outro acerto da Fifa, mas dessa vez mais óbvio: Thomas Müller foi disparado o melhor jogador da Copa que nasceu depois do dia 1º de janeiro de 1989. Esse é o regulamento da entidade máxima do futebol, então adotaremos aqui para falar dos principais jovens do Mundial.

André Ayew (Gana), Vladimir Weiss (Eslováquia), Altidore (EUA) e Jonathan Mensah (Gana) são outros jovens que se destacaram e merecem elogios. Olho neles!

Os melhores da Copa posição por posição
A minha seleção do Mundial teria Casillas como goleiro, já que ele teve pouca concorrência no setor. Na defesa, pelas laterais, teria Lahm na direita e Coentrão na esquerda, absolutos. Como zagueiro, Puyol teria que ser titular desse time, sem dúvida. Seu companheiro seria Lúcio, mais por falta de opção.

O 1º volante seria Schweinsteiger, pelo tanto que marcou e ajudou na saída de bola da Alemanha. Ao lado dele, Sneijder e Xavi armariam com passes precisos e ainda e ajudariam na marcação. Aqui só fica a lamentação por não poder escolher Iniesta, craque da final, mas um pouco menos brilhante e decisivo no resto da Copa.

Pelas pontas, as presenças decisivas de Villa e Müller seriam fundamentais. E o craque da Copa não poderia ficar de fora, é claro, então Forlán também entraria nessa equipe espetacular, que ficaria escalada assim:

Casillas; Lahm, Puyol, Lúcio e Fábio Coentrão; Schweinsteiger, Sneijder e Xavi; Müller, Forlán e Villa

Os piores da Copa posição por posição
Aqui cabe uma explicação: os piores não são exatamente os que jogaram pior na Copa. Se fosse assim, eu escalaria a Coreia do Norte e ponto final.

Quem merece entrar nessa seleção de verdade é aquele jogador que era considerado fundamental para uma seleção e decepcionou na África do Sul. E não faltaram exemplos desse tipo por aí…

Green; Otamendi, Demichelis, Cannavaro e Evra; Pepe, Felipe Melo e Lampard; Rooney, Ribéry e Van Persie.

Há quem prefira escalar Messi e Kaká aqui, por exemplo. Mas eles não fizeram Copas tão ruins quanto estes acima citados, pois tiveram momentos de brilho, principalmente na 1ª fase. Enquanto isso, teve gente que  também gerou expectativa, mas nem viu a cor da Jabulani na África.

Read Full Post »

A Copa do Mundo de 2010 está repleta de destaques e craques que estão cada vez mais próximos da consagração. Mas teremos tempo para falar deles depois, afinal todos ainda precisam provar que são grandes no mata-mata.

O que dá para comentar por enquanto é que também não faltam grandes fiascos. Ou seja, jogadores de grande qualidade, que estavam sob enorme expectativa, mas já foram eliminados e pagaram micos diante de zebras na África do Sul. Os principais são…

1º) Ribéry (França)
Vice-campeão na Copa de 2006, o meia-atacante do Bayern de Munique tinha que ser protagonista dessa vez e naufragou junto com toda a crise ridícula da seleção francesa.

2º) Cannavaro (Itália)
Campeão e capitão na Copa de 2006, desta vez não foi nem sombra do que se viu em gramados alemães. A idade realmente pesou para ele nesta temporada e é impossível não culpá-lo pela eliminação da Itália após tantos erros.

3º) Evra (França)
Sua presença nessa lista se deve menos pelo que ele (não) fez em campo, mas principalmente pela sua postura como capitão fora dele: tem culpa por grande parte da confusão francesa e não conseguiu ser uma liderança para o elenco.

4º) Eto’o (Camarões)
A campanha de Camarões só não foi pior que a da Coreia do Norte. Por saldo de gols! Não era uma equipe tão ruim para passar por isso. Então o capitão, craque e líder tem que ficar com quase toda a culpa pelo fracasso.

5º) Anelka (França)
Fez uma temporada de sucesso pelo Chelsea e chegou com moral para a Copa. Mas no final exibiu seu péssimo temperamento de sempre, desencandeou de vez a crise na França e ainda foi cortado da Copa antes do último jogo.

"Vai tomar no cu, seu filho da puta!". Pelo menos Anelka proporcionou uma capa histórica ao L'Equipe
“Vai tomar no cu, seu filho da puta!”. Pelo menos Anelka proporcionou uma capa histórica ao L’Equipe

6º) De Rossi (Itália)
Poderia dar um toque de qualidade técnica ao meio-campo italiano, mas só conseguiu trazer truculência e erros de passes – especialmente aquele contra a Eslováquia, que iniciou a eliminação da Azzurra. Não pode ficar queimado por isso, mas corre esse risco…

7º) Gourcuff (França)
Apesar do fracasso no Milan, eu ainda acreditava no talento de Gourcuff. Ele sabe jogar. Mas some em campo. Pior: foi acusado de ser o pivô de brigas internas e ainda saiu expulso no último jogo. Agora eu já desisti dele. Quem ainda vai apostar?

8º) Vidic (Sérvia)
A Sérvia poderia ter superado Gana tranquilamente no grupo D e se classificado. Mas, com as atuações ruins do bom zagueiro do Manchester United, ficou difícil. É um dos principais jogadores da equipe e automaticamente virou um dos maiores responsáveis por essa decepção.

9º) Kalou (Costa do Marfim)
O grupo G não era fácil e a contusão de Drogba ainda piorou as coisas. Mas esperava-se que a maturidade de Kalou, exibida em sua boa temporada pelo Chelsea, pudesse ajudar Costa do Marfim a superar esses problemas. Longe disso: o atacante mais atrapalhou e virou reserva na última rodada.

10º) Bendtner (Dinamarca)
É preciso lembrar que ele sofreu com uma lesão às vésperas da Copa, mas jogou desde a primeira partida e não fez praticamente nada para que a Dinamarca se salvasse. Só mostrou que não é confiável…

11º) Pienaar (África do Sul)
É o melhor jogador da seleção do país sede, mas não conseguiu evitar a tristeza sul-africana. Pienaar pareceu sempre mal posicionado e campo e pouco à vontade em sua função. Parreira pouco fez para mudar isso e a decepção só se agravou durante a Copa.

Read Full Post »

A expectativa era que grupo A fosse mesmo o mais equilibrado da Copa do Mundo de 2010, o que foi confirmado após a 1ª rodada da Copa do Mundo de 2010. Isso é constatar o óbvio. Basta olhar a tabela e perceber. O problema é outra observação feita após os jogos de abertura: esse nivelamento na chave é por baixo, com uma qualidade de futebol realmente ruim.

É claro que aqui não falo apenas de um jogo de cada seleção. Afinal, na verdade, todas equipes só mostraram os mesmos problemas que já vinham apresentando recentemente. Explico…

O posicionamento do principal jogador da África do Sul sempre foi uma polêmica no país. Steven Pienaar jogou quase como um atacante contra o México e pouco rendeu. Com um time tenso, Modise disperso e erros freqüentes da defesa, a seleção passou sufoco, especialmente no primeiro tempo da partida de abertura.

E nem tanto pela qualidade do México, que também escancarou seus pontos fracos: a opção de Javier Aguirre pelo goleiro anão Óscar Pérez no lugar de Ochoa foi quase inexplicável. A escalação do limitado centroavante Guille Franco também. O meia Guardado também poderia entrar no time para melhorar o setor de criação mexicano.

Jogo 2
É possível que seja considerada a partida mais chata da Copa quando ela chegar ao final. Foram muitos erros de passe e poucas chances de gol. Terrível!

Ambos times exibiram um meio de campo fraco. O Uruguai não entrou com o bom jovem Nicolás Lodeiro como titular. Pior: quando ele entrou, mostrou que sentiu a pressão e foi expulso.

Já a França apostou em Gourcuff, surpreendeu com Diaby escalado, mas nada funcionou. O time segue na dependência de Ribéry, que ficou longe de brilhar dessa vez.

O equilíbrio desse grupo é interessante e pode render boas emoções futuramente. Mas não dá pra acreditar que alguma dessas seleções, cheias de pontos fracos evidentes há tanto tempo, vá melhorar e chegar longe na Copa do Mundo. Eu duvido!

Read Full Post »

A saída de Franck Ribéry do Bayern de Munique finalmente vai acontecer, faltando apenas definir se ele irá mudar de time em janeiro ou no meio do ano. Os boatos na Europa o ligam ao Real Madrid e ao Chelsea. Qual seria a melhor opção para o francês?

Não seria difícil encontrar um lugar para ele nos merengues. Kaká e Cristiano Ronaldo precisam da ajuda de um meia que saiba jogar pelas laterais, pois assim o time funcionaria melhor para o centroavante, seja Benzema ou Higuaín.

Já no Chelsea é mais difícil enxergar a posição que seria destinada para Ribéry. Carlo Ancelotti escala o time no seu tradicional 4-3-1-2, sem jogadores que atuem abertos pelos lados do campo de forma mais avançada.

Escalá-lo centralizado também não seria uma boa ideia. Vale lembrar que recentemente ele entrou em uma polêmica com o técnico do Bayern, Louis van Gaal, exatamente porque seria escalado para jogar de forma diferente do que costuma fazer. “Eu vejo que fico mais forte na esquerda. Ali, posso ser mais perigoso ao time do que no meio”, comentou o jogador francês.

Ou seja, no Chelsea atual não há como escalar Ribéry como ele rende melhor. A boa notícia é que ele está mais próximo do Real, tanto pela sua vontade quanto pelo andamento das negociações. Ufa… o futebol agradece, pois um talento assim não pode ser desperdiçado por questões táticas.

Relembre:

Read Full Post »

TABELINHA

Messi acaba de ser eleito o melhor jogador do mundo. Ok, isso nem deveria ser notícia, já que qualquer um adivinharia o resultado dessa eleição justíssima.

O importante agora é mudar o foco e tentar adivinhar: quem será o melhor do mundo em 2010? Daqui a um ano aproximadamente, quem vai estar no lugar do atacante argentino? Ou será que ele vai repetir a dose?

Para responder isso, uma primeira questão precisa ser observada: o melhor jogador do ano será um daqueles que estiver entre os melhores da Copa do Mundo. Não precisa nem ganhar o prêmio oficial na África do Sul, mas tem que se destacar. Sendo assim, é preciso analisar a seleção em que cada craque atua e as chances que eles terão para brilhar em junho de 2010.

Com tudo isso em mente, é possível dividir os principais candidatos em duas categorias. A primeira delas inclui as zebras. São atletas que não devem fazer uma Copa do Mundo tão brilhante por vários motivos.

Cristiano Ronaldo, por exemplo, é excelente, mas não costumar ir bem por Portugal, que ainda caiu em um grupo complicado, com Brasil e Costa do Marfim. Junto com o meia-atacante do Real Madrid, estão Messi, Ribery, Van Persie e Eto’o, que não contam com o brilho dos seus compatriotas para irem longe na disputa da Copa do Mundo.

Em outro grupo, o dos favoritos, ficam Kaká, Xavi, Rooney e Drogba. Todos têm tudo para conseguirem destaque na principal competição entre seleções do mundo todo. Entre eles, quem saiu na frente foi Drogba, que fez um semestre espetacular pelo Chelsea. Mas não há dúvidas que seu desempenho pela Costa do Marfim será ainda mais importante.

Dessa forma, só nos resta esperar para que os próximos 171 dias passem rápido e a Copa do Mundo começe o quanto antes. A eleição de melhor do mundo só dá mais um motivo para que essa expectativa aumente ainda mais.

Read Full Post »

Older Posts »