Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Rodrigo Borges’

Como não poderia deixar de ser, a polêmica sobre aconfusão com Neymar virou tema de muitos blogs por aí. É evidente que a maioria criticou, mas também teve quem minimizou a questão, como Alberto Helena Jr. e Rodrigo Borges. Como discordo desta postura, preferi destacar textos de quem trouxe diferenciais sobre o assunto e enxergou a gravidade do problema.

  • Mais acostumado a analisar questões táticas do futebol, André Rocha usou da criatividade para apontar a solução para Neymar daqui pra frente. Clique aqui e leia mais.
  • Lédio Carmona implorou para que Neymar seja salvo, já que o atacante do Santos “foi engolido pelo monstro do deslumbramento”. Clique aqui e leia mais.
  • Leonardo Bertozzi fez um bom texto sobre o assunto e foi muito bem ao explicar que “o fato de (Neymar) ser jovem não pode ser justificativa para tudo”. Clique aqui e leia mais.
  • Paulo Calçade pediu dura punição para Neymar, que, como está escrito no texto, precisa realmente entender que ele não é maior do que o Santos. Clique aqui e leia mais.
  • Vitor Birner trouxe novas e interessantes informações sobre a confusão desta semana e opinou bem sobre o assunto. Clique aqui e leia mais.


Read Full Post »

Como já era de se esperar, a Copa São Paulo de 2010 já causa polêmica e discordância entre comentaristas esportivos. De um lado, há quem defenda o formato de disputa da competição e se empolgue com os jogos. De outro, também há quem entenda que ela “perdeu seu charme”.

Rodrigo Borges, por exemplo, disse que a Copinha foi extinta. Ele relembra de jogos do passado e lamenta os “times de empresários”.

Dassler Marques fez um post em que chamou a maioria dessas críticas de clichê e defendeu a maneira “democrática” de disputa. De acordo com ele, a competição “é, sim, um grande barato”.

Ambos foram muito radicais. Um defendeu, o outro atacou. Tudo sem meio termo. Já eu acredito que haja um equlíbrio entre pontos positivos e negativos sobre o assunto.

A Copinha realmente perdeu valor recentemente e poderia ser democrática sem ser inchada. Como Rodrigo sugeriu, “poderia ser ainda uma grande atração se reunisse os 40 times que disputam as Séries A e B do Campeonato Brasileiro e mais oito times com critérios claros de classificação”.

Só que não é por isso que merece ser totalmente deixada de lado. Discordo do Dassler quando ele justifica os problemas citando os erros de outras competições. Não é o melhor argumento. Mas concordo que ela ainda tem utilidade para destacar promissores jovens jogadores.

Ou seja, a Copa São Paulo não foi extinta e realmente ainda é um grande barato, mas com certeza piorou e pode sim voltar a ser mais atraente.

Read Full Post »