Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Roque Santa Cruz’

Terça foi dia de escolher os melhores. Agora é a vez de eleger os piores. Afinal, também não faltaram decepções na temporada 2009/ 2010 do futebol europeu. Especialmente quando se trata das contratações feitas.

Grandes times investiram grandes valores em grandes jogadores. Mas nem sempre o resultado foi tão grandioso. O Real Madrid, por exemplo, gastou, ao todo, 257,4 milhões de euros em reforços. Resultado: não conquistou título algum e foi eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campeões.

O segundo time que mais gastou, o Manchester City (139,3 milhões de euros), viveu situação parecida, já que não ficou com a sonhada vaga na Liga dos Campeões.

Com isso, entre os quatro grande campeonatos europeus, é grande a lista de atletas que despertaram uma expectativa enorme e não conseguiram corresponder em campo. Eles até podem dar a volta por cima na próxima temporada, mas por enquanto estão marcados pelo fracasso em seus novos clubes. São eles:

1º) Felipe Melo (Juventus)
O volante brasileiro saiu da Fiorentina por 25 milhões de euros e era uma das esperanças da Juventus para voltar a brigar pelo título do Campeonato Italiano. Apesar de ter jogado com frequência, ele falhou constantemente, se mostrou indisciplinado várias vezes e naufraugou junto com um time que só decepcionou.

2º) Kaká (Real Madrid)
Ele nem jogou tão mal quanto dizem, mas o alto valor pago para o Milan (65 milhões de euros) somado ao fracasso do Real Madrid fizeram com que ele ficasse marcado como uma das maiores decepções da temporada.

Provavelmente com José Mourinho no comando dos merengues, o brasileiro deve jogar mais vezes em sua posição e crescer de produção no segundo semestre de 2010.

3º) Alberto Aquilani (Liverpool)
Sem Xabi Alonso, o Liverpool foi atrás de Aquilani, na Roma, para substituí-lo, mas não deu certo. As frequentes lesões, que sempre acompanharam o italiano, o atrapalharam mais uma vez e ele não justificou os 20 milhões investidos. Para piorar, ele ainda viu seu time ficar fora até da Liga Europa na próxima temporada.

4º) Karim Benzema (Real Madrid)
Foi uma temporada para Benzema esquecer. Ele saiu do Lyon e chegou ao Real para ser o centroavante de um time cheio de estrelas, mas sequer conseguiu ser titular. O “Ronaldo francês” perdeu posição para Higuaín e ainda ficou de fora da Copa do Mundo. Difícil que a próxima temporada seja pior para ele.

5º) Klaas-Jan Huntelaar (Milan)
O holandês já tinha decepcionado, um ano antes, com a camisa do Real Madrid. Foi para o Milan e o filme se repetiu: poucos gols, raros momentos de brilho, quase nenhuma qualidade técnica apresentada e muita decepção. O titular da posição foi o razoável Borriello, e Huntelaar já está queimado entre os times grandes da Europa.

6º) Dmytro Chigrinskiy (Barcelona)
Não se paga 25 milhões de euros por um defensor para que ele seja a quarta opção do time. Mas foi o que aconteceu com o Barça ao tentar investir no ucraniano Chigrinskiy. É claro que não é fácil vencer a concorrência com Piqué e Puyol, dois dos melhores zagueiros do mundo atualmente, mas ele conseguiu ser reserva até de Gabriel Milito ou Rafa Márquez. Decepção enorme!

7º) Yuri Zhirkov (Chelsea)
Um dos destaques da surpreendente Rússia na Eurocopa 2008, o versátil jogador sofreu com uma lesão e não conseguiu se encaixar no plantel do Chelsea. Tanto na lateral-esquerda quanto no meio-campo a concorrência é dura para ele, mas o fato é que faltou mostrar mais qualidade para realmente justificar o valor investido, 21 milhões de euros.

8º) Mario Gomez (Bayern de Munique)
A decepção não foi tão grande por causa do sucesso que o Bayern conseguiu ao final da temporada, mas os 30 milhões de euros investidos em Mário Gomez não foram tão úteis. Isso porque ooutros atacantes do time, como o jovem Thomar Müller e o croata Ivica Olic se destacaram muito mais.

É claro que Mario foi razoavelmente útil e ainda pode ser mais, mas todo o dinheiro gasto poderia ter feito mais diferença se o Bayern tivesse trazido um jogador para outras posições, como um zagueiro, por exemplo.

9º) Roque Santa Cruz (Manchester City)
Ele não chegou com grandes expectativas, mas 21 milhões de euros foram gastos em um jogador que só foi um reserva medíocre para Adebayor. O paraguaio é limitado mesmo. O City poderia ter buscado uma opção ofensiva melhor e talvez até mais barata para ajudar o time na briga por uma vaga na Liga dos Campeões.

10º) Diego (Juventus)
O meia brasileiro chegou a empolgar no começo, mas logo mostrou que não destoaria do fracasso do seu time na temporada. Ele foi titular com frequência e até viveu bons momentos, mas não conseguiu ser o líder e a referência no meio-campo que a Vecchia Signora tanto precisava.

Agora especulam que seu futuro no clube pode ser ainda pior. Isso porque o novo técnico da Juventus, Luigi Del Neri, costumar usar o esquema tático com duas linhas de 4, no qual Diego não se encaixa em posição alguma.

11º) Zlatan Ibrahimovic (Barcelona)
Aqui a opinião é menos minha e mais da torcida do Barcelona. Afinal, Ibra não foi tão mal em seu primeiro ano em um novo time. Não chegou a se destacar como nos tempos de Inter de Milão, é verdade, mas fez mais de 20 gols e ajudou o time na conquista do título espanhol.

Agora Villa já chegou e ele pode sair do time por falta de espaço, mas ainda acredito que eo sueco poderia ser útil. Só eu. Os catalães não.

Anúncios

Read Full Post »