Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Saimon’

Era óbvio que Caio Júnior não daria certo no Grêmio. Sua personalidade tranquila não combina com o perfil viril e raçudo que todo gremista quer ver. Seu pensamento ofensivo também não combina com o futebol de resultado dos gaúchos. Mas eu não sou diretor do Grêmio. O problema é que os diretores do Grêmio pensavam igual a mim e mesmo assim o contrataram.

Além da dificuldade para superar essa desconfiança, Caio Júnior teve muitas dificuldades para achar o time ideal do Grêmio e por isso os resultados não vieram. Normal, não é fácil acertar um time com tantas saídas e contratações. Mas o elenco gremista é bom e tem potencial para dar certo na temporada, apesar desse péssimo começo de ano.

O ataque é o setor mais forte. Apesar de todos seus defeitos, Kleber é um jogador de talento diferenciado para o nível brasileiro. Vai dar certo ao lado de Marcelo Moreno ou André Lima. Falta um jogador de mais velocidade, mas o jovem Leandro, se bem cuidado, pode ser útil. E também existem volantes de qualidade, como Fernando, Souza, Gilberto Silva e Léo Gago.

Os maiores problemas estão na defesa e no setor de criação, que perdeu Douglas. Facundo Bertoglio, recém-contratado, é a nova aposta para se tornar cérebro do time. Marco Antônio também pode fazer essa função, basta posicioná-lo bem e ter paciência.

Já na zaga uma contratação é necessária. Falta um zagueiro experiente para formar dupla com o promissor Saimon. E um novo lateral esquerdo também seria bem-vindo, mas poucos times no Brasil estão bem servidos nessa posição.

Com esses dois ou três acertos, o Grêmio já pode se tornar um time competitivo em 2012. Mas para isso precisará escolher bem seu novo técnico. Se for Vanderlei Luxemburgo, esqueça. Depois de tantos trabalhos ruins, é impossível tratá-lo como um treinador de qualidade. Até a especulada contratação de Dunga seria mais inteligente. Que o Grêmio não desperdiçe também essa ideia.

Anúncios

Read Full Post »

O Campeonato Brasileiro de 2011 tem muitos pontos fortes. Tem craques de carreira consolidada. Tem jovens que despontam como estrelas para o futuro. Tem grandes e emocionantes jogos. Mas não tem algo que sempre teve: revelações. São poucos os jovens que fazem seu primeiro Brasileirão de destaque em 2011.

Entre os melhores jogadores do campeonato, há vários jovens, como Neymar, Lucas, Oscar, Elkeson, Dedé, Fágner, Mário Fernandes, Casemiro, Rômulo, etc… mas todos estes já tinham surgido antes, participado de outros Brasileirões e agora estão apenas consolidando o potencial que já tinham mostrado.

Portanto, são poucos aqueles que surgiram nesta temporada e mostraram talento. E vários deles, na verdade, já tinham disputado pelo menos uma Série B antes de se destacar no Brasileirão 2011, além de já terem uma idade razoavelmente elevada.

É um cenário que não chega preocupar por enquanto, mas que serve de alerta – a repetição disso pode indicar que as limitações do futebol brasileiro, que já são grandes atualmente, podem aumentar.

Mesmo assim, ainda é possível indicar algumas revelações que surgiram recentemente. Veja a lista com os onze melhores jovens que fazem em 2011 seu primeiro Brasileirão de destaque:

11º) Fernandão (Palmeiras) – 24 anos

Fernandão, do Palmeiras
Ele parece ruim, mas é útil

Fernandão começou a carreira tarde e até por isso só agora chegou a um time grande. Veio do Guarani para conseguir algo difícil: firmar-se como centroavante do Palmeiras, algo que muitos tentaram durante o último século, mas praticamente ninguém conseguiu.

Alto, forte e bom finalizador, ele também é um tanto desajeitado e atrapalhado com a bola. Mas costuma dar trabalho para qualquer defesa e por isso Felipão tem o escalado como titular. Seu grande momento foi logo na estreia, com um belo gol no clássico contra o Corinthians.

10º) Élton (Inter) – 21 anos
A pré-temporada colorada trouxe os primeiros indícios de que ele poderia ser uma boa revelação para 2011. Élton começou o ano no Inter B, mas logo chamou atenção, foi promovido e, aos poucos, tem se tornado o verdadeiro substituto de Sandro no time gaúcho.

A concorrência não é fácil. Élton tem que superar o competente Bolatti e ainda tem sofrido com lesões. Mas tudo bem, pois ele mostra que, se isso não acontecer agora, tem tudo para se firmar e ter um bom futuro no clube.

9º) Renan Rocha (Atlético-PR) – 24 anos
A missão dele também não é das mais fáceis: além de substituir Neto, revelado no clube e vendido para a Fiorentina-ITA, Renan Rocha precisa se destacar em uma defesa fraca e em um time desorganizado.

Mas a campanha ruim do Atlético-PR não tem manchado o surgimento desse jovem goleiro, que tem aproveitado bem suas primeiras chances no time.

8º) Wellington Nem (Figueirense) – 19 anos
Na verdade ele pertence ao Fluminense e até se destacou na Copa São Paulo pelo time. Porém, sem chances no time carioca, Wellington aceitou ser emprestado para o Figueirense, em busca de mais oportunidades.

Em seu novo clube, o meia-atacante demorou para se firmar. Mas agora tem formado uma boa dupla ofensiva com Júlio César. Com seis gols marcados, ele tem ajudado na campanha segura do Figueirense no Brasileirão.

7º) Saimon (Grêmio) – 20 anos
É um zagueiro que sempre foi muito elogiado nas categorias de base, mas demorou para ficar pronto para o time profissional. Até chegou a jogar nas edições de 2009 e 2010 do Brasileirão, mas só agora, em 2011, conseguiu uma sequência maior no time.

Seu grande momento no campeonato foi no Gre-Nal do primeiro turno, quando teve que enfrentar Leandro Damião em alta. O jovem conseguiu marcar o centroavante da Seleção, e o Grêmio saiu com a vitória no clássico.

Saimon, do Grêmio
O homem que parou Damião

6º) Muriel (Internacional) – 24 anos
A Série B de 2009 foi a competição em que Muriel começou a despontar, pela Portuguesa. Mas isso não foi suficiente para que o jovem goleiro recebesse chances imediatas no Internacional, que teve problemas na posição, com Renan, Lauro, etc…

Mas em 2011 finalmente Muriel teve uma sequência como titular do Inter e mostrou que tem condições de defender a meta colorada. Com firmeza no gol, ele tem sido um dos melhores do Brasil em sua posição.

5º) Lucas (Botafogo) – 24 anos
Ele foi um dos melhores laterais-direito da Série B de 2010, pelo Figueirense. Isso fez com que o Botafogo reparasse no talento de Lucas e o contratasse. Mas seu futebol simples fez com que ele demorasse para roubar a vaga de Alessandro no time carioca.

Com o tempo, isso aconteceu naturalmente. As qualidades de Lucas, como a boa técnica e os cruzamentos precisos, tornaram-se importantes armas do Botafogo, que costuma dar liberade para seus jovens laterais atacarem. Dessa forma, Lucas se tornou também um dos melhores laterais-direito do Brasileirão.

4º) João Filipe (São Paulo) – 23 anos
Ele chegou ao São Paulo cercado de desconfiança. Afinal, depois de fazer uma boa Série B pelo Figueirense, foi para o Botafogo e não conseguiu virar titular por lá. Porém, ao chegar no time do Morumbi, ele voltou a mostrar um bom futebol.

Alto e firme, ele tem formado uma boa dupla de zaga com Rhodolfo e resolvido, na medida do possível, um problema que ameaçava tirar o São Paulo da disputa pelo título. Tem mostrado que não é apenas um jogador de Série B.

3º) Osvaldo (Ceará) – 24 anos
O que era para ser um time envelhecido ganhou um novo fôlego com Osvaldo. O Ceará evoluiu com a ascensão desse atacante, que tem a velocidade como sua principal arma.

O Ceará ainda tem que lutar contra o rebaixamento, mas Osvaldo já tem a garantia que terá um bom 2012, com evolução na carreira. Afinal, ele tem sido especulado em grandes times, como Santos, Corinthians e Palmeiras.

2º) Willian (Corinthians) – 24 anos
Ele chegou a disputar a artilharia do Brasileirão nas primeiras rodadas e teve tudo para se firmar como a melhor revelação do campeonato. Mas a queda de rendimento do Corinthians o levou para a reserva e agora ele tem aproveitado as poucas chances que têm para voltar a ser titular do time.

É um atacante mais técnico do que habilidoso, que sabe jogar pelas pontas e finalizar bem. Jogou bem em duas Séries B pelo Figueirense, mas só agora tem se destacado em um Brasileirão – marcou cinco gols até agora, acertou bons passes e ainda deve dar mais trabalho na reta final, pois não parece ser do tipo de atacante que amarela.

1º) Bruno Cortês (Botafogo) – 24 anos
A convocação para a Seleção Brasileira era o que faltava para consolidar o lateral-esquerdo como uma das melhores novidades do campeonato. Ele, que chegou discretamente do Nova Iguaçu, mostrou uma personalidade ímpar, além de muita velocidade e habilidade.

Ainda é preciso ter calma com ele, mas, caso mantenha essa humildade que tem marcado seu início de carreira, tem tudo para ir longe. Afinal, ele joga em uma posição carente do futebol brasileiro e tem tudo para voltar à Seleção em breve. E o Botafogo, time no qual ele já se tornou protagonista, tratou de melhorar seu contrato e fazer esforços para segurá-lo no time. Nada mais justo.

Cortês, do Botafogo
Por enquanto ainda é uma cena estranha, mas pode virar comum

Há outros jogadores que podem ser considerados revelações do Brasileirão: Delatorre (Inter), Felipe Anderson (Santos), Lucas Mendes (Coritiba), Fillipe Soutto (Atlético-MG), Lucas Zen (Botafogo), Edenilson (Corinthians), Bernard (Atlético-MG) e Negueba (Flamengo) são alguns deles.

Mas a maioria ainda precisa evoluir demais e só deve se firmar em seus times na temporada que vem. Ou pelo menos é isso que espero, para o bem do futebol brasileiro…

Read Full Post »