Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Sergio Xavier’

A saída de Mano Menezes da Seleção Brasileira já foi bastante discutida. É praticamente unânime: foi a decisão certa na hora errada. Faria sentido demitir Mano depois da Copa América ou da Olimpíada de Londres. Não agora, quando o trabalho estava em evolução. Muitos comentaristas seguiram essa linha ao comentar o assunto, como Arnaldo Ribeiro e Fabio Chiorino. Há também quem acredite em motivações políticas para justificar a decisão, como Menon e Sergio Xavier. Não duvido.

Mas o leite está derramado e não adianta chorar. É preciso olhar para frente e ver quem deve assumir o cargo. Inclusive já foi criada praticamente uma campanha para que Pep Guardiola seja o novo técnico do Brasil – além do pedido de comentaristas, como Lédio Carmona e Antero Greco, houve até uma carta aberta feita pelo Lance!, neste domingo. É evidente: seria no mínimo interessante ver o espanhol no comando do Brasil.

Mas permitam-me ser pessimista: duvido que Guardiolá vá assumir a Seleção. O diretor de seleções da CBF, Andrés Sanchez, tem repetido que não quer um estrangeiro no comando. É claro que o ex-presidente corintiano está com menos poder agora, mas vejo José Maria Marin com o mesmo pensamento – retrógrado e conservador, ele jamais vai aceitar que um espanhol treine a Seleção na Copa do Mundo que acontecerá no Brasil. Para eles seria uma afronta, não uma revolução.

Além disso, firmo meu pessimismo em outro raciocínio: a CBF jamais demitira Mano agora, sem um grande motivo, se não tivesse outro técnico de ponta engatilhado. E no momento parece óbvio: Felipão é a carga na manga de Marin. Sem clube, ele já poderia ter acertado ou pelo menos negociado com outros times de ponta, como Grêmio e Inter, além de clubes do exterior. Mas provavelmente se resguardou porque tem a certeza de que vai assumir a Seleção. Com uma ressalva.

Mas é claro que há uma ressalva: afinal, se Felipão estivesse 100% confirmado, poderia ser anunciado agora, não em janeiro apenas. O que fez a CBF adiar esse anúncio é o “fator Tite”. Explico – o técnico do Corinthians é competente, tem estilo que agrada à CBF, quer assumir a Seleção e está em alta. Porém, vai disputar o Mundial de Clubes em dezembro. É preciso esperar o que vai acontecer no Japão para que a CBF tome a última decisão.

Caso o Corinthians vença, Tite estará elevado ao nível de Deus entre os corintianos e será cada vez menos contestado por outras torcidas. Aproveitará para sair em alta do time paulista e irá direto para a Seleção, tomando o lugar que seria de Felipão. Caso perca, continuará bem no Corinthians e deixará o lugar aberto para seu companheiro gaúcho, que já está conversado com a CBF.

É claro que tudo isso é observação e análise, não informação. Mas parece muito mais realista do que imaginar que Guardiola vá assumir a Seleção às vésperas da Copa de 2014…

Me surpreenda, Marin.

Read Full Post »

A saída de Adilson Batista do São Paulo era mais do que esperada. Sua contratação já tinha sido estranha, absurda, e a demissão era questão de tempo. E esse tempo demorou até demais para chegar. Agora o “São Paulo perdeu o rumo, bem na hora em que era mais importante ter equilíbrio na corrida pelo hepta”, como escreveu Antero Greco. Para piorar, a diretoria ainda não resolveu se vai contratar um novo técnico ou se vai “manter Milton Cruz como interino” até o final do Brasileirão 2011.

A primeira opção é a mais difícil. Concordo com Arnaldo Ribeiro:  “o próximo técnico do São Paulo precisa ser um herói”PVC e Vitor Birner também escreveram sobre o perfil do substituto de Adilson: precisa ser alguém linha dura, experiente e que passe confiança para a torcida. Já não é fácil achar nomes assim normalmente. Em final de temporada, pior ainda. Por essas e outras que o mais provável é que Rogério Ceni fique como técnico do time até o final do ano. Achou estranho? Explico…

Como escreveu Sérgio Xavier, Milton Cruz na prática será o auxiliar de um técnico que estará em campo. Isso porque a liderança que Ceni exerce sobre o grupo é grande demais. E essa é a nova esperança são paulina para que o time se recupere.

Não é uma má ideia. Pode até dar certo. Mas o São Paulo precisa rever seu conceito de “dar certo”. Afinal, com toda essa confusão na reta final, conquistar uma vaga na Libertadores de 2012 já será ótimo.

E depois disso, o ideal seria que o clube revisse a situação da sua diretoria, que agora ficou ainda mais queimada e foi criticada por Alberto Helena Jr., Benjamin Back, Eduardo Tironi e qualquer torcedor com o mínimo de consciência.

Mas fato é que o São Paulo não briga mais pelo título do Brasileirão 2011. Quem briga? Isso é assunto para outro texto…

Read Full Post »

Neymar deu mais um show, o resultado foi ótimo, a torcida fez a festa e os jogadores se empolgaram após o jogo. Esse é um possível ponto de vista para a vitória do Santos contra o Cerro Porteño por 1 a 0.

O time sentiu a falta de Ganso. Elano foi mal. Zé Eduardo é fraco e está pior que o normal. Rafael teve que fazer um milagre. E o Cerro, além de bem arrumado taticamente, conta com o perigoso Fabbro. Esse é outro possível ponto de vista para a vitória do Santos contra o Cerro Porteño por 1 a 0.

Não é preciso escolher necessariamente um dos dois. Fico com o meio termo e assim evito o oba-oba que muitos comentaristas fizeram por aí. O Santos ainda não está classificado para a final da Libertadores e precisa sim ter atenção contra o Cerro. Ao contrário do que escreveu, por exemplo, Marcelo Bechler, entendo que é possível sim apostar em uma eliminação do Peixe. Não serei eu a apostar, mas… cuidado!

Não trata-se de pessimismo. Na verdade o Santos tem vários motivos para ficar otimista. Há vários retrospectos e históricos que apontam para isso, como destacou Rodolfo Rodrigues.

O problema, bem observado por Vitor Birner, é que “nunca o Santos sentiu tanto a ausência de Ganso”. O problema é que há uma exagerada dependência de Neymar, como lembrou Sérgio Xavier. O problema é que “o jogo do Santos não fluiu” contra o Cerro, como disse Carlos Pizzatto. O problema é que o time paraguaio é bem estruturado taticamente e tem jogadores de qualidade, como mostrou Eduardo Cecconi.

Não são problemas demais para apostar cegamente na classificação do Santos? Creio que sim. E aqui não há vários pontos de vista…

Zé Eduardo
Zé Eduardo não é motivo demais para o santista já ficar preocupado na Libertadores?

Read Full Post »

A bonita vitória da Espanha na Copa do Mundo de 2010 e toda a emoção gerada pela competição não inspirou tanto os comentaristas esportivos.

Sobraram textos semelhantes analisando que o resultado final na África do Sul “fez bem ao futebol”. O que não deixa de ser uma verdade, claro, mas prefiro indicar para a leitura textos que apresentaram algum diferencial.

  • Em poucas palavras, Luiz Augusto Lima destacou vários momentos e fatos que vão deixar saudades após 30 dias de Copa. Faz todo sentido. Clique aqui e leia mais.
  • Maurício Noriega antecipou no sábado os elogios que todos fizeram sobre a Espanha depois da decisão do domingo. Então vale o reconhecimento. Clique aqui e leia mais.
  • Rodolfo Rodrigues trouxe números interessantes que justificaram todo o merecimento da Espanha na Copa. Clique aqui e leia mais.
  • Sérgio Xavier apresentou bons critérios para avaliar a qualidade da Copa e deu uma nota justa para ela. Clique aqui e leia mais.
  • Vitor Sergio destacou tudo que a Espanha fez para se preparar rumo ao seu primeiro título mundial, o que só comprova como foi justo esse resultado na Copa. Clique aqui e leia mais.

Read Full Post »

  • Carlos Pizzatto desenha como ficaria o Barcelona se a contratação excepcional de Fàbregas acontecesse. Clique aqui e leia mais.
  • José Antonio Lima destaca a atitude do ex-jogador Lilian Thuram, que disparou contra o racismo da sociedade italiana recentemente. Clique aqui e leia mais.
  • PVC comenta sobre um atacante sérvio que tem se destacado na Europa e jogará pelo Liverpool na próxima temporada. Clique aqui e leia mais.
  • Sérgio Xavier comenta sobre um velho assunto que voltou à tona agora: o preconceito absurdo de alguns são paulinos com Richarlyson. Clique aqui e leia mais.
  • Thiago Barretos detalha o surpreendente time atual do Botafogo-SP e tenta dizer se o time pode ir longe no Campeonato Paulista ou não. Clique aqui e leia mais.

Read Full Post »

Finalmente acabou a novela da negociação entre Vágner Love e Flamengo. O atacante vai mesmo sair do Palmeiras e ir para o Rubro-Negro. Será que ele pode ser considerado realmente um reforço?

Quando Love foi para o Palmeiras, no meio do ano passado, gerou um ânimo imediato. E não só na torcida. Em um post da época (clique aqui para relembrar), relatei a empolgação de vários comentaristas esportivos.

Sérgio Xavier e eu argumentamos que era melhor esperar para ver. Essa era a postura correta. E essa deve ser a posição agora. É preciso desconfiar de Vágner Love na hora de avaliar sua contratação.

Repito algumas palavras escritas por mim quando ele foi anunciado no Palmeiras: “Além da intenção e do foco do jogador, existem outras armaldilhas, como o salário alto do atleta, que pode conturbar o ambiente do time, que parecia ótimo até aqui. A falta de entrosamento e até a pressão gerada por esse favoritismo também podem atrapalhar”.

É isso mais uma vez. Depois do fracasso no Palmeiras, é claro que nem o torcedor mais otimista vai se iludir com Vágner Love. O Flamengo assumiu um enorme risco ao contratá-lo.

Relembre:

Read Full Post »

VALE A VISITA

  • Cassiano Gobbet destaca o bom momento de Alexandre Pato no Milan e questiona se não há espaço para ele na Seleção Brasileira. Clique aqui e leia mais.
  • José Antonio Lima comenta a polêmica feita em torno de Henry e defende o francês de alguns absurdos. Clique aqui e leia mais.
  • PVC critica justamente o técnico da Inter de Milão, José Mourinho, por sua incapacidade de encarar o Barcelona e ir bem na Liga dos Campeões. Clique aqui e leia mais.
  • Sérgio Xavier faz seus agradecimentos ao meia Tcheco, mas também lembra de seus pontos fracos, em tom de alerta aos corintianos. Clique aqui e leia mais.
  • Thiago Lavinas revela que Joel Santana pode treinar o América-RJ em 2010 durante o Campeonato Carioca, a pedido de Romário. Clique aqui e leia mais.

Read Full Post »

VALE A VISITA

  • Cassiano Gobbet faz um alerta para que os times grandes do Brasil, especialmente os cariocas, sejam mais humildes e inteligentes, pois estão ficando pequenos. Clique aqui e leia mais.
  • José Antonio Lima destaca Thomas Muller, jovem jogador alemão que tem se destacado no Bayern de Munique e pode até brilhar na Copa do Mundo de 2010. Clique aqui e leia mais.
  • Sergio Patrick revela quem são os favoritos de Felipão para vencer a Copa do Mundo. Trata-se de uma boa análise. Clique aqui e leia mais.
  • Sergio Xavier comenta o que a Argentina tem feito para colocar Maradona de lado, resolver os problemas da sua seleção e se classificar para a Copa. Clique aqui e leia mais.
  • Vitor Birner faz ótimos comentários sobre a Copa de 2014, que já começa a incomodar com notícias ruins. Clique aqui e leia mais

Read Full Post »

SALA DE IMPRENSA

Fiquei assustado com o grande número de comentaristas esportivos que apontou apenas Palmeiras, Inter e São Paulo como favoritos ao título do Brasileirão 2009 após a 23ª rodada.

Alberto Helena Jr., por exemplo, confirmou essa impressão e Juca Kfouri foi direto ao ponto: “Palmeiras, Inter e São Paulo vão brigar pelo título. O Palmeiras pelo penta, o Inter pelo tetra e o São Paulo pelo heptacampeonato”.

O portal Terra chegou a fazer um interessante gráfico de análise, em que separa e restringe os três times do resto dos outros times do campeonato.

Sérgio Xavier escreveu que o Corinthians pode decidir o título para seus rivais, mas não citou o time na briga pelo título em outro post sobre o  assunto.

É claro que eu concordo que Palmeiras, Inter e São Paulo são os principais candidatos, mas será que dá mesmo para fechar o grupo dessa forma? Será que o Corinthians não tem mais chances?

O time não está pressionado, tem uma boa pontuação e contratou bem. Ronaldo vai voltar em breve, assim como Marcelo Mattos e Defederico devem estrear em pouco tempo. São refoços que deixarão o time completo, apenas sem um lateral-esquerdo, posição complicada para quase todos times brasileiros hoje.

É claro que os problemas podem surgir, o meia argentino pode não dar certo, pode faltar motivação e tudo mais. Mas ainda prefiro ficar com a conclusão de Maurício Noriega: “Pelo jeito, o bicho vai pegar mesmo entre Palmeiras, Inter e São Paulo, com o Corinthians correndo por fora”. Só não esqueçam que ele está correndo…

Read Full Post »

VALE A VISITA

  • Alexandre Salvador, em seu novo blog sobre futebol argentino, explica as razões de Defederico não ser nem o “novo Messi” e nem o “novo Tevez”. Clique aqui e leia mais.
  • Juan Polanco apresenta os brasileiros que jogam na Espanha e faz ótimas piadas com um jogador em especial: o zagueiro Roversio, do Osasuna. Clique aqui e leia mais.
  • Mauro Cezar Pereira relembra outros times, além do Fluminense, que também se beneficiaram de uma virada de mesa para subir divisões no futebol brasileiro. Clique aqui e leia mais.
  • Sérgio Xavier relata as dificuldades da Placar para eleger o favorito ao título do Brasileirão. Para ele, a briga está só entre Palmeiras, Inter e São Paulo. Perfeito! Clique aqui e leia mais.

Read Full Post »

SALA DE IMPRENSA

Foi impressionante ver como a contratação do Vágner Love foi bem vista por todos comentaristas esportivos. Todos aprovaram o negócio, que, segundo eles, coloca o Palmeiras como principal favorito ao título do Brasileirão.

Mauro Cezar Pereira, por exemplo, considerou uma “Bola dentro da administração Belluzzo”, que, segundo Caio Maia, colocou o “título no bolso”. Mauro Betting afirmou que o time “entra forte como jamais esteve na disputa pelo título”, foi apoiado por Benjamin Back, Alberto Helena Jr., Michel Laurence e por Vitor Birner, que chegou a decretar que o “Palmeiras tem ‘obrigação’ de ser campeão”.

Mas eu prefiro ficar com a cautela e a desconfiança de Sérgio Xavier: “Vágner Love irá se encaixar no time? Qual é o seu interesse pessoal nisso? (…) Se for para ficar mais próximo da roda de pagode e dos amigos, o lucro é menor”.

Ou seja, é preciso sim fazer algumas ressalvas sobre a chegada de Vágner Love ao Palmeiras. Além da intenção e do foco do jogador, existem outras armaldilhas, como o salário alto do atleta, que pode conturbar o ambiente do time, que parecia ótimo até aqui. A falta de entrosamento e até a pressão gerada por esse favoritismo também podem atrapalhar.

É claro que a aposta é ótima e diretoria merece os elogios. Mas uma empolgação menor e um senso crítico maior seriam bem vindos.

Read Full Post »

VALE A VISITA

  • André Rizek conta as péssimas notícias sobre o andamento dos processos sobre a Máfia do Ápito na Justiça. Clique aqui e leia mais.
  • André Rocha explica as possibilidades táticas do novo Real Madrid após a chegada de Xabi Alonso. Clique aqui e leia mais.
  • Marcelo Damato mostra como é difícil acertar a mão quando o assunto é trocar ou não de treinador no Brasil. Clique aqui e leia mais.
  • Paulo Calçade ironiza a pior notícia da semana passada, quando Ricardo Teixeira admitiu o uso do dinheiro público na Copa de 2014. “Surpresa!”. Clique aqui e leia mais.
  • Sérgio Xavier ressalta um detalhe importante: Muricy e Autuori podem ter que escalar seus times como não gostam. Clique aqui e entenda.

Read Full Post »

Older Posts »