Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Vanderlei Luxemburgo’

Era óbvio que Caio Júnior não daria certo no Grêmio. Sua personalidade tranquila não combina com o perfil viril e raçudo que todo gremista quer ver. Seu pensamento ofensivo também não combina com o futebol de resultado dos gaúchos. Mas eu não sou diretor do Grêmio. O problema é que os diretores do Grêmio pensavam igual a mim e mesmo assim o contrataram.

Além da dificuldade para superar essa desconfiança, Caio Júnior teve muitas dificuldades para achar o time ideal do Grêmio e por isso os resultados não vieram. Normal, não é fácil acertar um time com tantas saídas e contratações. Mas o elenco gremista é bom e tem potencial para dar certo na temporada, apesar desse péssimo começo de ano.

O ataque é o setor mais forte. Apesar de todos seus defeitos, Kleber é um jogador de talento diferenciado para o nível brasileiro. Vai dar certo ao lado de Marcelo Moreno ou André Lima. Falta um jogador de mais velocidade, mas o jovem Leandro, se bem cuidado, pode ser útil. E também existem volantes de qualidade, como Fernando, Souza, Gilberto Silva e Léo Gago.

Os maiores problemas estão na defesa e no setor de criação, que perdeu Douglas. Facundo Bertoglio, recém-contratado, é a nova aposta para se tornar cérebro do time. Marco Antônio também pode fazer essa função, basta posicioná-lo bem e ter paciência.

Já na zaga uma contratação é necessária. Falta um zagueiro experiente para formar dupla com o promissor Saimon. E um novo lateral esquerdo também seria bem-vindo, mas poucos times no Brasil estão bem servidos nessa posição.

Com esses dois ou três acertos, o Grêmio já pode se tornar um time competitivo em 2012. Mas para isso precisará escolher bem seu novo técnico. Se for Vanderlei Luxemburgo, esqueça. Depois de tantos trabalhos ruins, é impossível tratá-lo como um treinador de qualidade. Até a especulada contratação de Dunga seria mais inteligente. Que o Grêmio não desperdiçe também essa ideia.

Read Full Post »

A contratação de Vagner Love vai iludir muitos flamenguistas. Empolgados por finalmente terem um centroavante de qualidade, eles acreditarão que dessa vez o Fla conquistará tudo que ficou devendo em 2011. Mas na prática a tendência é que nada mude.

Em primeiro lugar, é preciso entender que Love não pode ser considerado um substituto para Thiago Neves. O agora meia do Fluminense, apesar da conduta lamentável na carreira, vai fazer falta no Fla. Sem ele, o meio-campo deve ser formado por Renato Abreu e Botinelli. Não é difícil prever que a criação do time ficará lenta e ainda mais dependente de Ronaldinho Gaúcho.

Sem um setor de meio-campo eficiente, a bola deve chegar pouco para Love. Ele é um grande jogador, pode se virar sozinho, mas o ideal é que Luxemburgo crie soluções para que isso não seja a única alternativa. O problema é: quem ainda confia que Luxa é capaz de criar soluções? Seus trabalhos recentes só mostram o contrário. Problemas e mais problemas.

Mas esses problemas da contratação de Vagner Love vão muito além do que acontecerá dentro do campo. Fora dele também há preocupações. Afinal, como um time que deve salários vai pagar os especulados 8 mihões de euros (R$ 18 milhões) para o CSKA? Esses valores já vão criar um problema dentro do clube, que sofre internamente por causa da queda de braço entre Luxemburgo e Michel Levy.

Tudo isso só torna mais explícita a falta de planejamento do Flamengo. Um time que vai jogar a Copa Libertadores já deveria estar pronto, mas fez poucas contratações e a principal delas ainda chegou com grande atraso.

Vagner Love tem qualidade, é claro, e deve fazer algum sucesso em seu retorno ao Fla. Mas o que poderia ser bom pode facilmente virar problema na Gávea. Assim como aconteceu com Ronaldinho no ano passado. Ou seja, o Flamengo de 2012 continuará o mesmo de 2011.

Read Full Post »

Não é pouco: as duas maiores torcidas do Brasil podem ter se iludido neste final de semana. Flamenguistas e corintianos se empolgaram, já que seus times conseguiram goleadas importantes na sexta rodada do Brasileirão.

Não tenho a pretensão de cortar a animação de ninguém, mas é preciso ter os pés no chão. É necessário destacar que esses resultados de Flamengo e Corinthians, na verdade, são ilusórios. Explico…

No sábado, o Fla venceu o Atlético-MG por 4 a 1. Mas o jogo foi fraco, péssimo mesmo. O resultado veio de virada exatamente porque o começo de jogo dos rubro-negros foi apático. Escalado com 3 zagueiros, o time parecia bagunçado taticamente de novo e ninguém brilhava individualmente.

Veio o gol do Atlético-MG, mas logo Luxemburgo corrigiu seu erro, tirou o terceiro zagueiro e o time foi pra cima. Ronaldinho empatou o jogo, ganhou confiança e passou a se destacar. Tudo deu certo, a virada e a goleada aconteceram rapidamente. Mas não dá para esquecer o parágrafo anterior. Não dá pra esquecer que o Fla ainda é um time inseguro, capaz de fazer péssimos jogos, dependente de destaques individuais e com um técnico que erra demais. E também não dá para depender desses brilhos esporádicos do Ronaldinho…

Ronaldinho Gaúcho/ Vipcomm

Ronaldinho Gaúcho ainda precisa fazer muito mais para mandar alguém calar a boca. Calma!

No domingo, o Corinthians venceu o São Paulo por 5 a 0. Mas o limitado time do Tite não pode esquecer que enfrentou um adversário jovem e inexperiente. Um rival completamente desfalcado, que não tinha seus melhores jogadores no Brasileirão, Lucas e Casemiro. E, acima de tudo, um time com um a menos – é inegável que a expulsão de Carlinhos Paraíba determinou o resultado.

É claro que o Corinthians tem muito o que comemorar, pois realmente tem encontrado peças muito interessantes e surpreendentes para seu elenco, como Danilo, Welder e William. Mas ainda é pouco, muito pouco…

As duas maiores torcidas do Brasil podem se empolgar. Seus times tem condições até de brigar pelo título. Mas é preciso calma, muita calma. Também não duvido que essa empolgação só dure por poucas rodadas.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

São Paulo – O Tricolor Paulista conseguiu se impor no Morumbi e bateu o Vitória por 2 a 0 com autoridade na estreia de Carpegiani.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Fluminense – Perder por 3 a 0 para o Santos é mais um claro sinal que o time de Muricy Ramalho não está pronto para ser campeão brasileiro. Resultados como esse me fazem desacreditar no Tricolor Carioca na briga pelo título.

TROFÉU HERÓI

Jonas – Fez três gols e ainda participou de outro na vitória do Grêmio sobre o Grêmio-SP por 3 a 0. É impressionante o que ele tem jogado! Só não dá pra considerar surpreendente…

TROFÉU VILÃO

Zé Carlos – O goleiro do Avaí fez um pênalti infantil, foi expulso e consagrou Valdívia, que teve uma boa atuação na vitória do Palmeiras por 4 a 1.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Gabriel Silva – Acostumado a jogar também na lateral-direita, inclusive durante a Copa São Paulo de 2010, o canhoto do Palmeiras fez um golaço com a perna “errada” e mostrou porque tem virado titular no time de Felipão, apesar de seus defeitos como defensor.

VALEU O INGRESSO

Fernandinho – Driblou um defensor do Vitória, passou fácil pelo goleiro e finalizou com o gol aberto em uma linda jogada de velocidade, o que é esperado dele.

E a rodada ainda teve outros bonitos gols com chutes de longa distância, como os de Jonas (Grêmio), Valdívia, Gabriel Silva (ambos do Palmeiras) e Heleno (Ceará).

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Fluminense 0 x 3 Santos – Apesar do resultado apontar para um massacre do Peixe, não foi isso que aconteceu no jogo. A partida foi realmente muito disputada, o que só valoriza a atuação de Zé Eduardo, que fez três gols e foi capaz de decidir uma grande partida como essa.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Ceará 1 x 0 Internacional – O Colorado estava muito desfalcado e sofreu para conseguir mostrar alguma criatividade, o que o Ceará normalmente já não possui. Portanto, o jogo foi sem graça e pouco atrativo.

DETALHE TÁTICO

Goiás no 3-6-1 – Jorginho tem insistido em utilizar esquemas táticos com três zagueiros, mas já deveria ter percebido que isso não vai funcionar.

Trocar um atacante por um meia, saindo do 3-5-2 para o 3-6-1, também só trouxe mais problemas para um acanhado Goiás na derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro.

DETALHE DO TÉCNICO

Vanderlei Luxemburgo – O técnico do Flamengo reestreou no time com a sua enorme estrela, como antigamente. Val Baiano e Diego Maurício saíram do banco de reservas para resolver a vitória do Rubro-Negro por 2 a 0.

O FUTEBOL É INJUSTO

Atlético-PR merecia mais – O Furacão apenas empatou com o Vasco por 0 a 0, mas foi o único time que realmente buscou a vitória na Arena da Baixada.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Atlético-MG – Não acreditava na vitória do Galo contra o Corinthians, mesmo com o jogo acontecendo em Minas Gerais. A vitória por 2 a 1 é um sinal fraco de alívio para a equipe de Dorival, mas uma mostra forte de que o time paulista precisa se preocupar.

PAPO RETO

Adilson Batista,

E a defesa do Corinthians?

O time tem sofrido mais gols do que nunca em 2010, mas você insiste em minimizar essa questão. É melhor você perceber logo que seu meio-campo não tem protegido os zagueiros e que Thiago Heleno não é um beque com a qualidade que você tem comentado.

ACRÉSCIMOS

Cruzeiro – Chegou à vice-liderança do Brasileiro e entrou de vez na briga pelo título do Brasileirão. Está em uma fase melhor do que Fluminense e Corinthians, podendo ser campeão e finalmente fazer justiça ao técnico Cuca, que entende bastante de futebol, mas, por motivos diversos, ainda não ganhou um título que comprovasse isso. Ele merece!

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Vitória – Bateu o Avaí por 3 a 0 e mostrou que, com Ricardo Silva no comando técnico de volta, pode se livrar do rebaixamento com mais tranquilidade.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Goiás – Perdeu até para o Atlético-GO e segue comprovando que a escolha por Jorginho foi extremamente arriscada. O rebaixamento etá cada vez mais nítido.

TROFÉU HERÓI

Jucilei e Elias – É impressionante o que essa dupla tem feito pelo Corinthians. Difícil é dissociá-los e eleger quem está melhor no Brasileirão 2010. Foram fundamentais em todos sentidos na vitória por 3 a 2 contra o Santos.

TROFÉU VILÃO

Fábio Costa – Sua enésima falha em um gol de Carlinhos abriu espaço para a goleada do Fluminense, que resultou na esperada demissão de Vanderlei Luxemburgo.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Elkeson – O meia-atacante do Vitória fez um belo gol e, mesmo jogando mais recuado às vezes, foi importante no jogo contra o Avaí. É uma da boas revelações desse Brasileirão 2010.

VALEU O INGRESSO

Carlinhos – Coroou sua excelente atuação com um gol de velocidade e habilidade na goleada contra o Atlético-MG.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Santos 2 x 3 Corinthians – Foi uma partida cheia de reviravoltas, bons duelos táticos e interessantes destaques individuais. E praticamente excluiu mais um candidato ao título. Que jogo!

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Grêmio-SP 0 x 1 Palmeiras – Juntos, os times tiveram apenas duas chances de gol no 1º tempo. É claro que não melhorou muito na 2ª etapa, fazendo o jogo ser um dos mais entediantes desse Brasileirão.

DETALHE TÁTICO

Goiás no 4-3-3 – Jorginho apostou em um estilo ofensivo para enfrentar o Atlético-GO, mas deixou a equipe toda torta e bagunçada em campo. Resultado: derrota por 3 a 1 que só gera mais preocupações no Esmeraldino.

DETALHE DO TÉCNICO

Sergio Baresi – Promoveu a entrada de Ricardo Oliveira no 2º tempo e, em um lance de oportunismo, o atacante decretou a vitória apertada do São Paulo contra o Guarani.

O FUTEBOL É INJUSTO

Santos prejudicado – Houve um impedimento no lance decisivo do clássico contra o Corinthians. É um lance que precisa ser registrado, mas não dá para condenar o árbitro ou seu assistente pelo engano.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Flamengo – Não imaginava que o Flamengo arrancasse sequer um empate contra o Grêmio, no Olímpico. Ainda mais com gols de Kléberson e Petkovic

PAPO RETO

Luxemburgo,

Fica tranquilo.

Você caiu fora, mas deixou seu tão falado “projeto” de colocar o Galo na Série B bem encaminhado.

ACRÉSCIMOS

Atlético-PR – Estou realmente surpreso com a campanha do Furacão.

Era uma das minhas apostas para o rebaixamento, mas, com um táticas simples e jovens jogadores, o time está perto de chegar até no G3. Não confio que irá tão longe, mas não duvido mais do Atlético-PR.

Read Full Post »

Em primeiro lugar, preciso pedir desculpas pela falta de atualização do blog recentemente. Tem faltado tempo para mim por questões profissionais. Porém, com o feriado, essa situação será acertada e os posts voltarão ainda melhores. Agora falemos do Brasileirão 2010…

O ORGULHO DA TORCIDA

Grêmio – Conseguiu arrancar uma vitória magra contra o Guarani, por 1 a 0, e finalmente deixou a zona do rebaixamento, comprovando sua esperada evolução após a chegada de Renato Gaúcho ao comando do time.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Goiás – Em casa, perdeu de virada para o Atlético-MG e comprovou que o técnico Jorginho terá muito trabalho pela frente. Pior: ele não é homem certo para dar conta desse trabalho.

TROFÉU HERÓI

Neymar – Abriu o placar do jogo contra o Avaí aos 50 segundos, deu muito trabalho em campo e parece estar mais motivado desde que resolveu o imbróglio com o Chelsea.

TROFÉU VILÃO

Leandro Euzébio –
Ficou nervoso com as provocações de Kleber e foi expulso no final do jogo contra o Palmeiras, exatamente quando Ewerthon fez um gol e evitou a vitória do Fluminense.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Xandão – É um zagueiro que finalmente tem mostrado alguma qualidade com a sequência de jogos pelo São Paulo, depois da lesão de alex Silva. Contra o Atlético-GO, ele fez um gol e foi seguro na marcação.

VALEU O INGRESSO

Válber – Aplicou um belo corte dentro da área e finalizou com perfeição, marcando o gol de honra do Avaí contra o Santos.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Fluminense 1 x 1 Palmeiras – O péssimo recuo que o Tricolor carioca fez após marcar o primeiro gol animou o jogo. O time de Felipão foi para cima, atacou bem e até deu algum espaço para contra-ataques. O gol no final acrescentou mais emoção a uma partida razoável tecnicamente.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Vitória 0 x 0 Inter – Os times não conseguiram balançar as redes e só exibiram seus problemas e limitações para criar jogadas e chances de gol.

DETALHE TÁTICO

Palmeiras com 3 zagueiros – É verdade que o time tem evoluído desde que Felipão implantou o 3-5-2, mas, durante os jogos, o técnico tem tido que tirar um zagueiro e colocar um atacante para melhor o poder de fogo da equipe.

Será que então não é o caso de mudar para o 4-4-2?

DETALHE DO TÉCNICO

Vanderlei Luxemburgo – O técnico do Atlético-MG finalmente acertou uma.

Colocou alguns medalhões no banco de reservas e soube utilizá-los durante o jogo. Por exemplo, quando colocou Diego Souza no lugar de Neto Berola. O meia ex-Palmeiras acabou fazendo o gol da virada contra o Goiás.

O FUTEBOL É INJUSTO

Avaí merecia mais – A vitória do Santos por 2 a 1 não foi justa. O time catarinense chegou a pressionar fortemente o Peixe, mas não conseguiu fazer os gols que merecia.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Atlético-MG – O Goiás realmente está em péssima situação, mas a crise no Galo não é muito menor, então eu não esperava que o time mineiro fosse regiar e vencer no Serra Dourada. Foi realmente surpreendente e interessante a vitória do Atlético-MG.

PAPO RETO

Fluminense,

Você ainda não me convenceu.

É um time organizado e cheio de jogadores talentosos, mas para mim ainda não é esse favorito absoluto ao título como alguns enxergam. Precisa evoluir se quiser continuar na ponta da tabela do Brasileirão durante o 2º turno.

ACRÉSCIMOS

Dagoberto – Foi curioso ver que o herói da vitória são paulina contra o Atlético-GO era um dos jogadores mais criticados do time recentemente.

Trata-se de um atacante limitado e irregular demais, mas que ainda pode ser útil para o elenco se jogar com a mesma vontade e superação apresentadas nesta quinta-feira.

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Botafogo – Não acredito que o Glorioso vá permanecer ainda por muito tempo no alto da tabela, mas a vitória magra contra o Ceará já o colocou no 3º lugar. A torcida tem mais é que festejar mesmo.

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Palmeiras – Perder para o Atlético-GO por 3 a 0, com show de Elias, é vergonhoso.

O time até entrou com uma escalação razoável, mas não pode pensar só na Copa Sul-Americana e jogar o Brasileirão com tão pouca concentração.

TROFÉU HERÓI

Emerson Sheik – Com sua incrível regularidade, foi o principal destaque na importante vitória do Fluminense contra o Goiás por 3 a 0.

TROFÉU VILÃO

Bruno César – O meia teve em seus pés a chance de empatar e mudar a história do jogo contra o Cruzeiro. Porém, o goleiro Fábio salvou a vitória da Raposa.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Marcelinho – Foi uma interessante aposta de Sérgio Baresi, já que o meia-atacante do São Paulo tem qualidade e foi apontado aqui como uma das principais revelações da Copa SP de 2010.

Ele até correspondeu, mas o time estava mal armado e segue em crise após o empate contra o Vasco, em casa.

VALEU O INGRESSO

Branquinho – Ele acertou um belo chute de fora da área e teve uma atuação destacada na vitória do Atlético-PR contra o  Grêmio-SP. Mostrou até que pode ser titular da equipe em breve.

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Grêmio 1 x 2 Santos – Os gremistas saíram na frente no placar, mas levaram a virada em um jogo emocionante e cheio de alternativas.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Flamengo 0 x 0 Atlético-MG – Era um jogo de grandes expectativas, mas todas foram frustadas, já que, na prática, a partida foi fria e sem graça.

DETALHE TÁTICO

4-4-2 do Fluminense – Muricy Ramalho deve ter percebido que vai suar para encaixar Deco na equipe titular.

Sem três zagueiros, o time foi mal no 1º tempo e poderia ter sofrido gols. Na segunda etapa, quando o técnico já pensava em colocar André Luis em campo, os gols do Flu começaram a sair e a vitória foi confirmada. Mesmo assim, ficou o recado para Muricy: ele vai ter trabalho!

DETALHE DO TÉCNICO

Vagner Mancini – Quando perdia para o Vitória, o técnico colocou os atacantes Rômulo e Geovane, tirando inclusive um meio-campista. O time ficou mais ofensivo e pelo menos o empate por 1 a 1 foi conquistado, com gol exatamente de Rômulo, de pênalti.

O FUTEBOL É INJUSTO

São Paulo  merecia mais – O Tricolor entrou com uma formação estranha e escalações erradas, mas conseguiu jogar muito melhor do que o Vasco. O empate por 0 a 0 não foi nada justo.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Atlético-GO – Não foi só o Palmeiras que jogou mal. O agora ex-lanterna do Brasileirão mostrou algo que não tinha feito até agora, com destaque para a atuação extraordinária de Elias.

PAPO RETO

Inter,

Você ainda pode entrar na briga pelo título do Brasileirão e alcançar o Fluminense na tabela.

Basta deixar a festa pela Libertadores de lado e ter ambição de querer fazer história em 2010. Mesmo sem Sandro e Taison, o elenco ainda tem qualidade para isso e mostrou essa capacidade contra o Avaí, mesmo fora de casa.

ACRÉSCIMOS

Vanderlei Luxemburgo – É curioso ver que boa parte dos torcedores de Flamengo e São Paulo o querem no comando de suas equipes.

Teve até Rubro-Negro que levou faixa com o nome dele para o jogo contra o Atlético-MG. Enquanto isso, o Galo segue na zona de rebaixamento e só comprova que Luxa está mesmo em decadência. Essas torcidas deveriam rever seus conceitos…

Read Full Post »

Assim que Ricardo Gomes foi demitido e o São Paulo resolveu dar uma chance para Sérgio Baresi, acreditei que isso poderia ser positivo para o time. Até fiz um post aqui para explicar esse raciocínio.

Mas esse otimismo da minha parte só viraria realidade se dessem respaldo e tempo para Baresi. Claramente não foi o que aconteceu. As derrotas vieram e agora parece que o São Paulo já busca novamente um técnico.

Vários nomes foram especulados*, mas nenhum parece realmente próximo de um acerto. Há quem garanta que a decisão já vai ser anunciada nesta quinta-feira, mas por enquanto só nos analisar quais seriam as melhores opções de treinadores para o São Paulo:

* = A especulação sobre cada técnico está linkada no nome deles abaixo

1) Abel Braga
É um técnico disciplinador, de pulso e vitorioso. Sabe motivar elencos e isso é uma das coisas que o São Paulo mais precisa no momento, já que toda a estrutura do clube parece acomodada.

O problema é que ele mesmo já admitiu que sua saída do Al-Jazeera é extremamente complicada. O Tricolor paulista também já sabe que precisa pensar em outras opções…

2) Paulo Autuori
Suas passagens recentes por Grêmio e Cruzeiro foram ruins, mas é inegável que ele tem qualidades. Já conseguiu algum sucesso no São Paulo e certamente teria a torcida ao seu lado, pelo menos no princípio. Traria alguma tranquilidade ao conturbado ambiente do time do Morumbi.

3) Tite
É um técnico subestimado no Brasil, talvez pelo seu jeito de falar, talvez por ser contido demais. Mas tem conhecimento tático de futebol e já tirou outro time grande, o Corinthians, do perigo do rebaixamento, que é o principal fantasma atualmente no São Paulo.

4) Silas
Apesar de ter errado demais recentemente no Grêmio, ele tinha mostrado, no 1º semestre, alguma qualidade. Seu trabalho no Avaí, no ano passado, também tinha sido ótimo. Aparenta ser um técnico inteligente e pode dar certo em um clube no qual ele já fez sucesso como jogador.

5) Dunga
Quem acompanha esse blog sabe que eu não era um dos maiores críticos de Dunga na Seleção Brasileira. Por isso creio que ele merecia uma chance para treinar um time no Brasil. Seu estilo sério e disciplinador pode trazer um bom choque para o São Paulo.

Entretanto, por problemas pessoais, parece que Dunga não tem a intenção de voltar a treinar em breve.

6) Sérgio Soares
Seria uma aposta, já que o atual técnico do Santo André é novo e nunca treinou um time grande. Porém, ele já mostrou que tem qualidades e pode assumir esse desafio.

Sérgio montou o time que surpreendeu no Campeonato Paulista com algumas jovens revelações, exatamente o que o São Paulo poderia tentar fazer agora.

7) Vanderlei Luxemburgo
Ele não desaprendeu a montar bons times, mas com certeza está em decadência na carreira. Além disso, tem um perfil que não agrada parte da diretoria são paulina, o que atrairia ainda mais confusão para um time que já está com o ambiente conturbado demais.

8) Antônio Lopes
Confesso que fui surpreendido por seus bons resultados no comando do Avaí, mas continuo duvidando de sua capacidade atual. Antônio Lopes já foi bom, mas o tempo dele passou e hoje ele não conseguiria tocar a renovação que o São Paulo tanto precisa.

9) Leonardo
Sua passagem pelo Milan foi no mínimo estranha e ele não parece disposto a exercer esse função novamente. Aparenta ter um estilo comedido demais, sendo que o São Paulo, no momento, precisa de um técnico mais enérgico. Pesa contra ele também a falta de experiência.

10) Toninho Cerezo
Seu trabalho como treinador é pouco conhecido no Brasil, mas a recente passagem pelo Sport já deixou sinais negativos. O único ponto forte que consigo enxergar em sua contratação é o fato dele ter uma história gloriosa como jogador do São Paulo, o que poderia acalmar a torcida.

11) Maradona
Prefiro ficar com as palavras de Leco para comentar esse boato absurdo que surgiu sabe-se lá como: “É dificil, porque o São Paulo quer ser dirigido por homens do futebol, e não de marketing. Ele seria bom em marketing, mas no próprio país dele existem treinadores de mais qualidade”.

Read Full Post »

Se o mundo fosse um lugar ideal seria legal apoiar as sugestões de Mauro Cezar Pereira e Flávio Gomes: ambos imaginaram como seria interessante se os técnicos cogitados para substituir Dunga na Seleção Brasileira se recusassem a assumir o cargo.

No entanto, é totalmente improvável que isso aconteça e o melhor a fazer é estudar quais dessas opções são as mais interessantes para ficar com a bomba de evitar um novo Maracanazzo a todo custo. É o que tento analisar abaixo, com a lista dos 11 treinadores que podem assumir o Brasil a partir de agosto:

1) Felipão
É o nome mais óbvio e mais citado. Por isso causa tanta polêmica. Vitor Birner, Cassiano Gobbet e José Ilan o citaram como melhor opção. Já Ubiratan Leal e Mauro Cezar Pereira levantaram questionamentos e desconfianças.

Pois eu concordo mais com o primeiro grupo, mas não acredito que Felipão aceitará o desafio. Afinal, tem pouco a ganhar: caso ele vença a Copa, dirão que ele só fez sua obrigação. Caso perca, queimarão tudo de bom que ele realizou em 2002.

2) Mano Menezes
Alberto Helena Jr. e Carlos Pizzatto disseram preferir o técnico do Corinthians no comando da Seleção. Quase me convenceram a concordar com isso, admito.

É um técnico que já foi muito elogiado aqui, mas também teve grande parcela de culpa pelo fracasso alvinegro na Copa Libertadores. Ainda parece não estar pronto, mas pode dar certo.

3) Leonardo
A Seleção precisa de um coordenador e talvez o nome ideal para esse cargo seria o de Leonardo, como eu já tinha comentado no twitter. Com experiência em cargos administrativos, bom relacionamento com a imprensa e conhecimento do futebol internacional, ele aliviaria a pressão do técnico do Brasil para 2014.

Porém, como treinador, sua contratação seria um erro. Seu trabalho no Milan foi apenas razoável e ele ainda é inexperiente. Talvez assuma como tapa-buraco para que alguém melhor venha em 2012, mas é um grande risco.

4) Vanderlei Luxemburgo
Há quem ainda veja nela um ‘técnico top’, mas só consigo enxergar sua decadência nos últimos anos. Luxa já teve sua chance na Seleção e a desperdiçou, até por questões extra-campo.

Agora, com seu especulado envolvimento exagerado com o pôquer e fracassos seguidos em clubes grandes, como Palmeiras e Santos, não é a hora de dar nova oportunidade para ele.

5) Muricy Ramalho
Existem notícias e comentários que o especulam para o cargo, mas duvido que a CBF o contrate. Afinal, mais do que nunca a entidade precisa de um bom relacionamento com a imprensa (leia-se Globo) e Muricy definitivamente não prima por isso.

6) Paulo Autuori
Seu nome tem sido pouco cogitado na imprensa, até porque ele ainda está no futebol do Catar, mas ele tem bastante do perfil que a CBF procura e é um candidato com grandes chances.

Veja bem: candidato com chances não é candidato bom. São coisas diferentes. O último trabalho razoável de Autuori foi em 2005, no São Paulo, e ainda assim com ressalvas. Enfim… não gosto da ideia, mas já começo a me acostumar com ela.

7) Ricardo Gomes
A ida do técnico do São Paulo para a Seleção tem sido razoavelmente especulada e sem dúvidas ele é outro que tem um perfil interessante na visão da CBF. Mas…

Como bem lembrado por Marcelo Barreto, é preciso sempre destacar que, como técnico específico da seleção olímpica, ele não conseguiu sequer classificar a geração de Diego e Robinho aos Jogos de 2004, em Atenas.

8) Dorival Júnior
O bom trabalho que ele tem feito no Santos passou a credenciá-lo como técnico de nível de Seleção, mas a verdade é que ele ainda está distante disso.

Aliás, o próprio Dorival admitiu que há gente mais capacitada do que ele. Concordo. E é preciso destacar que essa declaração só mostra como ele é inteligente, tem potencial e ainda pode vir a ser um treinador do alto escalão brasileiro no futuro.

9) Falcão
Uma entrevista recente de Ricardo Teixeira, no qual ele falou sobre renovação, fez com que o nome do comentarista fosse especulado. O presidente da CBF lembrou que Falcão trouxe novos nomes para a Seleção após a copa de 1990, mas “foi sacrificado”.

No entanto, é preciso lembrar, como fizeram Ubiratan Leal e Dassler Marques, que esse discurso de Teixeira não deve ser posto em prática, infelizmente. E, dessa forma, acabarão as chances de Falcão virar de novo o técnico do Brasil.

10) Abel Braga
É um técnico experiente e vencedor, que lembra o estilo de Felipão. Por isso já foi cogitado na imprensa. Mas o fato é que seu melhor momento já passou, atualmente ele está esquecido e dificilmente será convidado.

11) Caio Júnior
É brincadeira do Zagallo neh?!!!

Até o Joel Santana disse que pretende entrar nessa festa. Mas aí a brincadeira passa dos limites…

Read Full Post »

O ORGULHO DA TORCIDA

Ceará – Em dia de aniversário, o time bateu o Avaí com propriedade e se consolidou entre os melhores times do Brasileirão 2010 até agora. Extremamente surpreendente!

A PIADA DOS ADVERSÁRIOS

Palmeiras – A derrota para o Flamengo, com gol de Vágner Love, deve ter sido cruel para a torcida organizada que expulsou o atacante no ano passado.

Agora Kléber “Gladiador” vai chegar, mas ele sozinho não resolve todos problemas que o time apresentou no Pacaembu. Será que a bagunçada diretoria do time percebeu isso?

TROFÉU HERÓI

Hugo – Fez dois gols de cabeça no Atlético-MG e decidiu a vitória do Grêmio.

TROFÉU VILÃO

Fahel – Arbitragem ruim à parte, a verdade é que o volante do Glorioso errou, foi expulso e prejudicou demais a sua equipe.

DESTAQUE PARA O JOVEM

Alan – Saiu do banco de reservas mais uma vez para brilhar: marcou o gol decisivo na vitória do Fluminense contra o Avaí. Olho nele!

VALEU O INGRESSO

Tadeu – Foi uma rodada de belos gols de falta. Marcelinho Paraíba e Paulo Baier também fizeram os seus, mas o tento do atacante do Grêmio-SP foi mais forte e preciso. Golaço!

UM SHOW EM 90 MINUTOS

Grêmio 2 x 1 Atlético-MG – Os dois times tinham muitos desfalques e a expectativa era de um jogo feio. Mas no final a partida se revelou emocionante e com detalhes táticos e técnicos interessantes para quem assistiu.

TÉDIO EM 90 MINUTOS

Cruzeiro 0 x 0 Santos – Com certeza foi um dos jogos mais decepcionantes de 2010, já que os dois times são favoritos para o título do Brasileirão 2010. Mas eles estão cheios de problemas e fizeram uma partida sem graça no Mineirão.

DETALHE TÁTICO

Atlético-MG no 3-5-2 – Com a chegada de Lima e a saída de Corrêa, parece que Luxemburgo vai tentar fazer esse esquema tático funcionar de novo. Pode até dar certo, mas só depois da Copa do Mundo, com muito treinamento.

DETALHE DO TÉCNICO

Carpegiani – O novo técnico do Atlético-PR mostrou que tem estrela ao colocar Alex Mineiro no lugar do Maikon Leite e contar com o centroavante  para balançar as redes e decidir a vitória contra o Botafogo.

O FUTEBOL É INJUSTO

Botafogo prejudicado – O time carioca exagerou na reclamação, mas o fato é que Paulo César de Oliveira é um árbitro fraco e provou isso mais uma vez.

O FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS

Guarani – O jogo contra o Vasco caminhou para um empate sem gols desde o começo, mas o artilheiro do Brasileirão 2010, Roger, concretizou a zebra com um gol nos acréscimos.

Pior para o time carioca, que segue confirmando todas as expectativas anunciadas: vai lutar contra o rebaixamento até o final.

PAPO RETO

Vanderlei Luxemburgo,

Quando o Atlético-MG vai parar de tomar tantos gols em jogadas aéreas?

A derrota diante do Grêmio, decidida com dois cabeceios de Hugo, não foi a primeira e nem a última vez que o Galo exibiu esse ponto fraco.

ACRÉSCIMOS

Defesa do Ceará – É incrível como o sistema defensivo do Vovô tem funcionado bem no Brasileirão 2010: o time sofreu apenas um gol até agora, que foi contra o Santos, após a marcação de um pênalti que não existiu em Neymar.

O goleiro Diego, ex-Flamengo, é quem comanda a defesa formada pelos zagueiros Fabrício e Anderson, com os laterais Oziel e Ernandes. Todos eles têm surpreendido por enquanto. Resta saber até quando…

Read Full Post »

O acordo entre Andrade e Flamengo durante a semana acabou com a dança das cadeiras entre os técnicos dos principais clubes brasileiros. Agora chegou a hora de avaliar quem fez a escolha certa e como será o início de temporada para os times que resolvar mudar de comando na virada de ano.

Atlético-MG com Vanderlei Luxemburgo
Luxa já deixou de ser garantia de sucesso há muito tempo, então precisa ser visto com desconfiança. O time tem uma base consistente e que deve ser mantida. Além disso, alguns reforços já foram anunciados e podem completar bem o elenco. Ou seja, não fosse a desconfiança em cima do trabalho de seu novo técnico, o Galo teria tudo pra fazer de 2010 um ano ainda melhor que o de 2009, que não foi ruim.

Avaí com Péricles Chamusca
A campanha surpreendente de 2009 tem que ser esquecida, pois o time será desmanchado e uma reformulação completa precisa ser feita. Agora o importante é que o técnico participe dessa reconstrução, para que ela seja organizada e eficiente. Chamusca deve fazer isso, mas sua passagem recente pelo Sport desanima os torcedores catarinenses.

Barueri com Vinícius Eutrópio
O treinador tem pouca experiência e foi muito mal quando assumiu o Fluminense em meio a uma grande crise em 2009. Agora terá que começar do zero, pois o time foi desfeito e os principais talentos saíram do clube, desde Renê a Fernandinho.

Grêmio com Silas
Talvez fosse cedo demais para apostar em um técnico tão novo, mas ele fez por merecer sua chance e agora tem um grande desafio pela frente: curar a ressaca do tricolor gaúcho, que teve um ano para ser esquecido. Para isso, pelo que tem sido especulado, ele vai precisar recuperar alguns jogadores que têm qualidades, mas precisam reencontrar o melhor futebol, como Borges e Hugo, ambos ex-São Paulo. A pressão vai ser enorme e veremos se o Silas vai resistir.

Inter com Jorge Fossati
O acerto com o uruguaio foi uma ótima contratação do Colorado. O foco do time está voltado para a Copa Libertadores e dificilmente o técnico terá problemas de adaptação ao Brasil, o que leva a crer em uma grande campanha. O elenco já é qualificado, mas precisa de algumas reposições para realmente assumir a condição de time brasileiro favorito na competição sul-americana, que está bem próxima do Inter.

Santos com Dorival Jr.
O técnico tem feito bons trabalhos, mas ainda precisa se firmar de verdade e a chance no Peixe é importante nesse sentido. Ele costuma usar o 4-3-1-2 e seria interessante que chegassem os jogadores ideiais para esse esquema ser posto em prática. Dorival conta com a boa vontade da nova diretoria, que chega para mostrar serviço e acabar com o fantasma de Marcelo Teixeira no clube.

Vasco com Vágner Mancini
É outro técnico que costuma usar um mesmo esquema tático, o 4-2-3-1. A diferença é que no Vasco já existem alguns jogadores que podem funcionar bem dessa forma. A diretoria não se contentou com o time da Série B e tem contratado bastante desde já. Nem todos jogadores recém-chegados possuem grandes qualidades, mas Mancini terá bastante opções para finalmente emplacar um trabalho mais longo e duradouro na carreira.

Vitória com Ricardo Silva
O time já está apostando em um técnico de pouca experiência, que era coordenador até outro dia. Então não pode simplesmente arriscar na hora de fazer contratações, com jogadores medianos. Se não souber aproveitar bem o mercado, o time baiano não conseguirá repetir as últimas temporadas e correrá sério risco de rebaixamento.

Read Full Post »

Header Direto das Bancas

"O pôquer dominou o futebol", reportagem da revista Placar de outubro de 2009

A edição 1335 da revista Placar traz como principal destaque uma grande e chamativa reportagem sobre a nova mania entre os jogador

“O pôquer dominou o futebol” desanima logo no começo, pois os repórteres Bernardo Itri e Ricardo Perrone logo avisam que a reportagem “tentou falar com todos, inclusive Luxemburgo, mas não obteve sucesso”.

Mas isso acontece, tudo bem, é preciso seguir em frente, ler e analisar todo o texto. Nele, as apostas dos atletas em vários tipos de jogos são relatadas, mas pouco é mostrado sobre o jogo de cartas.

Existem várias histórias de atletas que apostam poucos valores no pôquer, como Diego Souza, que não deixa ninguém perder mais do que 300 reais no Palmeiras; ou Rogério Ceni, que brincar mais na internet e perde, no máximo, 100 dólares.

O caso que realmente chama a atenção é o de Vanderlei Luxemburgo. Segundo uma fonte da Placar, “diretores do Palmeiras reclamavam que Luxemburgo se dedicava muito ao carteado”, mesmo que os duelos acontecessem apenas nas suas folgas.

Isso porque o técnico comandava menos treinos para poder viajar ou jogar por longas madrugadas. Especula-se que ele já chegou a perder até mesmo 20.000 reais na mesa.

Fotos de Luxemburgo jogando pôquer na Argentina já caíram na internet

Fotos de Luxemburgo jogando pôquer na Argentina já caíram na internet

Esse é o grande perigo do pôquer. Trata-se de um jogo viciante, que precisa ser controlado para não deixar de ser só um passatempo das concentrações.

Não faltam exemplos de problemas por causa dos jogos: há quem diga que Fábio Costa, por exemplo, já teria tentado quebrar um taco de sinuca em Diego e Robinho em outros tempos.

A reportagem da Placar dá a impressão que a grande maioria dos jogadores se protege muito bem disso tudo. Mas quem acredita fielmente nisso?

Read Full Post »

Older Posts »