Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \28\UTC 2012

Corinthians campeão da Libertadores

Vem mais festa por aí!

Não se trata de mística. É muito mais do que “cara de campeão” ou “sorte de campeão”. O Corinthians tem futebol de campeão e é por isso que levantará o troféu da Copa Libertadores na semana que vem. É claro que essa certeza também vem por causa de detalhes, como a cabeçada de Viatri na trave, aos 46min do 2º tempo. Mas é impossível ignorar certos pontos fortes corintianos e as várias fraquezas dos argentinos.

O que mais chama atenção é a frieza do elenco corintiano. A maioria dos jogadores simplesmente não sentiu a pressão de jogar na Bombonera. O mais difícil, que é o começo de jogo, com a torcida explodindo e o adversário 100%, foi totalmente controlado pelo sistema defensivo do Corinthians. Depois, com a saída de Jorge Henrique, houve uma queda natural no nível na marcação. Mas nem com a ascensão do Boca os jogadores ficaram realmente abalados.

Esse ponto forte e decisivo vem por causa de dois fatores. O primeiro é a experiência. Afinal, jogadores como Alex, Danilo, Emerson e Chicão estão acostumados com decisão. Há ainda outros “cascudos”, como Alessandro, Fábio Santos e a melhor dupla de volantes do Brasil, Ralf e Paulinho. Por não depender de um jogador apenas, o Corinthians fica menos instável e consegue dividir tarefas, seja em uma situação boa, ruim ou péssima. Vimos todas elas na Bombonera nesta quarta-feira e nada mudou, por causa do conjunto.

Outro fator que fortalece o Corinthians é Tite. Desde o ano passado, o treinador conseguiu ter o elenco na mão de uma forma que poucos conseguem. É por isso que todos seus conhecimentos são aplicados tão bem em campo. Você pode ter um técnico bom e um ótimo elenco, mas os jogadores precisam ser obedientes para que dê certo. É isso que acontece no Corinthians. E nenhum outro clube na América do Sul funciona dessa forma.

Porém, como se não bastasse o Corinthians ser forte, o Boca é fraco. Mostrou isso também nesta quarta-feira. Não que falte qualidade ao time, mas não há diferenciais. Por vezes o Boca ainda aparenta ser um time em formação, sem ter certeza de que vá realmente evoluir. Depende de Riquelme, já que os outros bons jogadores, como Erviti e Mouche, por exemplo, não são decisivos. Santiago Silva, que parece o homem destinado a resolver tudo na frente, não tem talento para tanto.

Com esse cenário, que já era possível perceber antes do jogo desta quarta, o que poderia fazer a diferença era a Bombonera. Não fez. Já o Pacaembu lotado e incediado vai jogar a favor do Corinthians com certeza. Ninguém sentirá a pressão, por motivos já explicados acima. E na bola o Corinthians terá tudo para fazer seu tradicional 1 a 0, sem problemas, com poucos sustos e muita festa. Algo diferente disso irá surpreender demais. O Boca virou zebra.

Read Full Post »

Thiago Silva já está com o passaporte carimbado para Londres. O capitão da Seleção Brasileira vai disputar a Olimpíada como um dos jogadores acima de 23 anos. Restarão, portanto, duas vagas para os “velhinhos”. Depois dos amistosos da Seleção olímpica, cinco jogadores aparecem bem nessa disputa: Jefferson, Daniel Alves, David Luiz, Marcelo e Hulk.

Quem deve sair da briga mais facilmente é o goleiro Jefferson. O desempenho do santista Rafael nos três jogos que disputou não foi brilhante. Ele não chegou a falhar, mas também não mostrou tanta segurança e nem fez defesas incríveis. Mano nunca demonstrou grande confiança nele, mas ainda assim deve levá-lo como titular. Afinal, Jefferson (e nenhum outro goleiro brasilero) também não é brilhante e gastar uma vaga com um jogador dessa posição não fará diferença.

Rafael está à frente de Jefferson por falta de opção

Rafael está à frente de Jefferson por falta de opção

Já na lateral-direita há uma preocupação física em primeiro lugar: Daniel Alves se contundiu no ombro e pode não se recuperar a tempo. Caso consiga estar disponível, pode tirar Danilo ou Rafael do grupo, já que ambos tiveram desempenho defensivo abaixo da média nos amistosos. A questão é: Daniel Alves marca melhor que eles? Certamente não. A única diferença real seria no ataque, já que o time ficaria menos dependente das jogas pela esquerda. Mas o desempenho defensivo seria o mesmo.

Marcelo vive situação parecida na lateral-esquerda: é muito melhor do que seu principal concorrente, Alex Sandro, mas também tem problemas – é indisciplinado e deixa buracos na defesa. Porém, o outro jogador da posição que está pré-convocado é Lucas Mendes, do Coritiba, que foi pouco observado até agora. Portanto, a briga de Marcelo pode ser até com Daniel Alves, que já atuou como lateral-esquerdo na Seleção Brasileira e pode ser convocado como coringa.

Real x Barcelona na Seleção?

Real x Barcelona na Seleção?

Ainda nos problemas defensivos, existe a carência de zagueiros com idade olímpica. Juan e Bruno Uvini mostraram nos amistosos como é fraca nossa nova geração de beques. Mano poderia ter levado mais um jogador da posição para ser testado, como Rafael Tolói (Goiás), Manoel (Atlético-PR) ou até Marquinhos (Corinthians), mas é provável que nada mudaria. Isso só reforça a necessidade de levar outro zagueiro experiente, além de Thiago Silva. David Luiz é o nome ideal, por ter sido o mais testado até agora. Dedé é outra opção, caso o jogador do Chelsea não esteja 100% fisicamente.

Único jogador acima de 23 anos testado no ataque, Hulk foi o principal erro de Mano Menezes durante os amistosos. É evidente que o jogador do Porto/Chelsea foi bem, mas o técnico deveria ter testado outros jogadores na posição, principalmente Lucas, do São Paulo. Seria preciso observar se outros meia-atacantes podem dar conta do recado. Porém, mesmo sem esse teste, não aposto que Mano vá convocar Hulk. O problema na defesa é muito mais grave do que a falta de experiência dos jogadores ofensivos.

Conclusão
Como foi visto nos amistosos, a defesa é o principal problema da Seleção olímpica. Eu jamais confiaria em Juan, Bruno Uvini ou quaisquer outros zagueiros que não foram testados. Portanto, o ideal é convocar David Luiz. Já no ataque a situação parece melhor, ainda mais com a ascensão de Oscar. Portanto, eu descartaria Hulk e ficaria em dúvida entre Daniel Alves e Marcelo. Para resolver essa questão só com um parecer sobre o estado físico do jogador do Barcelona. Mas a tendência é que Mano opte por Marcelo e feche assim a lista dos 18 convocados para Londres:

Goleiros: Rafael e Neto
Laterais: Danilo, Rafael, Marcelo e Alex Sandro
Zagueiros: Thiago Silva, David Luiz e Juan
Volantes: Sandro, Rômulo e Casemiro
Meias: Ganso e Oscar
Atacantes: Neymar, Lucas, Alexandre Pato e Leandro Damião

Acertei, Mano?

Acertei, Mano?

Read Full Post »

É muito mais do que uma Copa do Mundo sem Brasil e Argentina. A Eurocopa, que vai começar nesta sexta-feira, tem seu próprio charme, suas histórias e muita importância. É nela que teremos real noção de como estão as seleções europeias na preparação para a Copa de 2014. E mais do que isso: com certeza veremos grandes craques, boas histórias e jogaços.

Só na primeira fase já é possível criar expectativa para diversos duelos. Seja pelo equilíbrio entre as seleções, pelo alto nível dos jogos ou até por questões históricas, existem partidas que serão imperdíveis nos próximos dias. Veja a lista a seguir e entenda:

7º) República Tcheca x Rússia
Quando: sexta-feira, 8 de junho, às 15h45
É o confronto entre as últimas surpresas da Eurocopa. Não aposto que elas podem repetir as campanhas inesperadas que já fizeram, mas pelo menos uma vai se classificar e esse jogo será importante para definir qual.

Os melhores talentos da seleção russa “surgiram” em 2008, mas não conseguiram se firmar depois. Dessa vez estão até reforçados por talentos como Dzagoev, então devem superar pelo menos a equipe tcheca, que parece envelhecida.

6º) Polônia x Rússia
Quando: terça-feira, 12 de junho, às 15h45
É um jogo recheado de questões históricas, já que a a Rússia sempre esteve envolvida em conflitos que determinaram as partições de território na Polônia.

Como jogam em casa e têm chances de classificação, os poloneses estão especialmente empolgados com essa partida. Há uma geração jovem no time da casa e os russos não podem esperar um time fraco pela frente. Uma vitória da Polônia não será nenhuma surpresa e com certeza renderá muita festa.

5º) Alemanha x Portugal
Quando: sábado, 9 de junho, às 15h45
O Grupo B realmente é da morte, por isso trará confrontos entre grandes equipes. Esse é um jogo que tende a ser desequilibrado, já que a Alemanha é superior em qualidade individual e como grupo, mas há um fator que pode igualar tudo: Cristiano Ronaldo. O português chega como melhor jogador Na Eurocopa para tentar ser o melhor Da Eurocopa.

Mas a missão do craque do Real Madrid não será fácil. Quase sozinho (Nani também é acima da média), terá que brilhar desde o primeiro jogo, que é exatamente contra Alemanha. Portanto, esse duelo já pode decidir previamente quem vai morrer no grupo, que ainda tem Holanda e Dinamarca.

C. Ronaldo não costuma jogar bem por Portugal, mas é melhor não duvidar

C. Ronaldo não costuma jogar bem por Portugal, mas é melhor não duvidar

4º) França x Inglaterra
Quando: segunda-feira, 11 de junho, às 13hs
Apesar de serem seleções tradicionalmente fortes, nem sempre conseguem ter poder de decisão e ainda passaram por crises recentemente. Os franceses até se recuperaram dos problemas na Copa de 2010, mas os ingleses perderam um time inteiro por lesões e ainda trocaram de técnico às vésperas da Eurocopa.

Ainda assim, é um confronto interessante. Seja porque também há uma questão histórica entre os países, seja porque os talentos individuais terão que desequilibrar. Além disso, como o jogo acontecerá na primeira rodada, será fundamental para amenizar ou agravar de vez as crises nas duas seleções.

3º) Espanha x Itália
Quando: domingo, 10 de junho, às 13hs
É outro jogaço que vai acontecer já na primeira rodada da Eurocopa. Em meio a uma turbulência em seu campeonato nacional, a Itália vai tentar superar a atual campeã do mundo. Há um favoritismo evidente para os espanhóis, mas duvidar da Itália nunca é uma boa ideia.

O time de Vicente Del Bosque tem um estilo de jogo consistente, mas parece sempre em formação, por causa do excesso de boas opções e das dúvidas na defesa. Para se aproveitar disso a Itália vai depender de destaques individuais, mas até tem jogadores que podem dar conta do recado, como Pirlo, Marchisio, Giovinco e principalmente Balotelli.

2º) Portugal x Holanda
Quando: domingo, 17 de junho, às 15h45
É claro que, quando pensamos em grande jogos, sempre falamos da qualidade do futebol. Mas Portugal x Holanda na Copa de 2006 foi um jogaço de outra forma. Os times guerrilharam em campo, quebraram o recorde de expulsões em um Mundial e criaram uma rivalidade entre si.

Agora vão se encontrar de novo em uma grande competição e a expectativa é por outro grande jogo. Espero que dessa vez apareça a qualidade do futebol. Mas uma nova guerra, com jogadores com tanta vontade, não seria uma má ideia.

Portugueses e holandeses travarão nova guerra?

Portugueses e holandeses travarão nova guerra?

1º) Holanda x Alemanha
Quando: quarta-feira, 13 de junho, às 15h45
Por uma Espanha esse duelo não foi a final da Copa do Mundo de 2010, o que mostra a força dessas seleções. E o melhor é que elas pouco mudaram durante os últimos dois anos. Os holandeses ficaram um pouco mais fracos, enquanto os alemães estão ligeiramente melhores. Mas nada que atrapalhe o equilíbrio desse jogaço

É uma possível prévia da final, ja que ambas devem sobreviver ao grupo da morte e ir longe na Eurocopa. A Holanda é muito mais eficiente do que encantadora, mas o futebol da Alemanha impressiona. Com jogadas rápidas, bom toque de bola e um elenco de dar inveja, é minha favorita para esse jogo, para a classificação no grupo e até para o título.

Read Full Post »

Como não poderia deixar de ser, a contratação de Ronaldinho gerou diversas críticas ao Atlético-MG, além de várias piadas infames. Normal, justo e às vezes até engraçado. Mas falar sério sobre esse reforço do time mineiro também é necessário. Afinal, é natural que Ronaldinho queira calar os críticos e ele terá condições para isso.

Se estiver disposto a jogar futebol, Ronaldinho pode encontrar não apenas bons parceiros para as baladas. O Atlético-MG também tem jogadores de qualidade e um técnico competente. Isso pode contribuir para que o “R49” se torne importante para a equipe – o que atualmente já seria um grande feito, visto que no Flamengo ele virou dispensável rapidamente.

Mas, além da vontade de Ronaldinho, o sucesso da contratação depende também da forma como Cuca vai escalar o Atlético-MG. Afinal, há uma possibilidade perigosa: Ronaldinho pode ser escalado como meia central, já que no elenco do Galo sobram opções de jogadores rápidos que atuam pelas pontas, como os titulares Bernard, Danilinho, além de Mancini , Neto Berola e até o recém-contratado Juninho.

Nunca vi Ronaldinho como um meia central, aquele camisa 10 que distribui as bolas e dita o ritmo de jogo. Em seus melhores momentos, ele sempre foi um meia-atacante que saia da ponta para aparecer na área com perigo. E o ideal é que ele jogue no Atlético-MG dessa forma.

É evidente que ele não pode ficar preso na ponta esquerda, como fez com frequência no Flamengo. É nesse ponto que entra novamente a vontade do Ronaldinho – sem dedicação, ele não vai dar certo em posição alguma. Mas como ponta esquerda é mais provável que ele se sinta à vontade para apresentar um futebol digno de sua história no futebol.

Mas para que ele jogue assim é preciso que Cuca abra mão de fazer o que seria mais fácil: colocar Ronaldinho no lugar de Escudero, como meia central, e manter o esquema tático (4-5-1) e a titularidade de seus pontas – o ideal na verdade é adaptar Bernard e Danilinho entre a faixa central e a direita. Deixem a esquerda para Ronaldinho jogar como se sente bem. Só dessa forma poderemos ter certeza que nada, além da sua própria vontade, vai lhe atrapalhar no Atlético-MG.

Read Full Post »